segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Peças embaralhadas no xadrez político pernambucano

Ao deixar o PSB e filiar-se ao PMDB, o senador Fernando Bezerra Coelho complicou a vida de várias lideranças, colocando em risco os projetos de 
reeleição do governo socialista
A travessia do senador Fernando Bezerra Coelho do PSB para o PMDB provocou reboliço no cenário político local
A travessia do senador Fernando Bezerra Coelho do PSB para o PMDB provocou reboliço no cenário político localFoto: Arte/FolhaPE



Anderson Bandeira e Carol Brito

A travessia do senador Fernando Bezerra Coelho do PSB para o PMDB provocou reboliço no cenário político local, como poucas vezes se viu na história recente. Porém, mais do que isso, o desembarque muda a correlação de forças entre os partidos que, eventualmente, lançarão candidatura majoritária em 2018, embaralhando o xadrez político. O objetivo é a construção de uma ampla frente de oposição ao Palácio do Campo das Princesas, formada no berço da base de apoio ao Governo Temer.

No PMDB, o ingresso de Bezerra leva a legenda a aparecer como a segunda opção concreta no campo das oposições. E para uma eventual disputa, a sigla contará com boas condições, uma vez que dispõe de um dos maiores tempo de televisão, Bezerra tem grande inserção no Sertão e já deu largada às costuras para atrair aliados na Região Metropolitana do Recife e no Agreste.

Leia também:
No Recife, migração atingirá várias siglas
Barganha pelo poder na Assembleia Legislativa

Após ingressar no partido, o agora peemedebista já admitiu que vem dialogando com siglas da base aliada do Governo. No rol de legendas que podem vir a configurar a ampla frente política que o senador vem estimulando estão o PSC e PR, além das que almejam candidatura própria, mas não descartam uma aliança com o PMDB, como o DEM, PTB e PSDB. 

Em entrevista recente, o senador, que está prestes a tomar o comando do PMDB para si, deixando os atuais dirigentes - o deputado federal Jarbas Vasconcelos e o vice-governador Raul Henry - numa situação muito desconfortável - incorporou o discurso oposicionista e afirmou que há um espaço de diálogo com as forças da oposição para formar um palanque do Palácio do Planalto em Pernambuco. Neste diálogo, ele defende que o seu novo partido fique com a cabeça de chapa e que o nome do ministro Fernando Filho, que continua no PSB, seja cogitado.

"Desejamos implementar no PMDB de Pernambuco, com apoio da direção nacional, a preparação do partido para disputas majoritárias, seja no cargo de governador, seja de senador. Vamos defender nesse conjunto, um nome do PMDB na disputa de Pernambuco. É um trabalho que está sendo feito não só aqui, mas outros estados", revelou Bezerra Coelho a uma rádio local. O dirigente deixou claro que o projeto é de oposição ao governado Paulo Câmara (PSB) e que os socialistas contribuíram para afastá-lo da Frente Popular. "Não teve ninguém que desejasse mais participar do projeto político de Paulo do que eu, todos sabem os desencontros que tivemos", justificou.

Além do nome do PMDB, a primeira alternativa já apresentada no campo oposto é o nome do senador Armando Monteiro (PTB) que desde o processo eleitoral passado se coloca como o virtual candidato. No entanto, a dificuldade de angariar condições, como tempo de televisão - diante do afastamento do PT - levou o petebista a defender, em alguns momentos, que poderia se lançar a outros planos , a exemplo da reeleição no Senado ou até um mandato de deputado federal. 

Hoje, Armando conta com o apoio do Avante, Podemos e do PRB. Ele ainda tem um bom grupo de aliados na Alepe e Câmara Federal. Apesar da boa inserção no Agreste, o pequeno leque de aliados diminue as possibilidades. 

No Campo das Princesas, o embarque de FBC no PMDB representará uma grande perda, sobretudo, no tempo de TV para os planos de reeleição de Paulo, que perderá o seu maior fiador e se vê cada vez mais isolado. Nos bastidores, socialistas vêm ensaiando reaproximação com o PT, o que traria uma oxigenação, mas petistas locais têm se mostrado descontentes com as movimentações de correligionários. No diretório do partido, a defesa é pela candidatura própria. apenas com siglas da esquerda. 

O DEM e o PSDB são outros partidos que, depois do ingresso dos pernambucanos Mendonça Filho e Bruno Araújo nos ministérios da Educação e Cidades, respectivamente, entraram no rol de uma postulação majoritária. Os dois partidos almejam a cabeça de chapa e têm estreitado as relações. Eles têm prefeitos em cidades estratégicas como o PSDB em Caruaru, mas, mas ainda não sinalizaram abertamente o projeto. 

Em meio ao embaraço, o cientista político da UFPE, Helly Ferreira, afirmar ser muito precipitado imaginar a composição de 2018. "O cenário é muito turvo", avalia. Ele lembra que as delações premiadas e a própria discussão em torno da disputa presidencial trarão repercussão nos estados, com resultados imprevisíveis junto à sociedade.(Folhape).


Blog do BILL NOTICIAS

PF VÊ ENVOLVIMENTO DE TEMER E MINISTROS EM CORRUPÇÃO

Beto Barata

 No relatório final que investigou o chamado "Quadrilhão" do PMDB da Câmara, a Polícia Federal apontou indícios de que Michel Temer e seus parceiros Moreira Franco e Eliseu Padilha cometeram crimes de corrupção. Há também material que incrimina o ex-ministro Geddel Vieira Lima, além dos ex-deputados Henrique Eduardo Alves e Eduardo Cunha.
Segundo informação da Coluna do Estadão, as investigações apontaram que os integrantes da cúpula do PMDB participavam de uma organização criminosa, que mantinha uma estrutura com o objetivo de obter, direta e indiretamente, vantagens indevidas em órgãos da administração pública.
As investigações indicam crimes de corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro, fraude em licitações, evasão de divisas, entre outros delitos com penas superiores a quatro anos.
O relatório sobre o caso foi enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF) nesta segunda-feira. (247).

Blog do BILL NOTICIAS

LULA: NOVA DENÚNCIA É 'INJURÍDICA E IMORAL'

REUTERS/Paulo Whitaker

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva classificou como "Injurídica e imoral" a denúncia do Ministério Público Federal contra ele no âmbito da investigações da operação Zelotes. 
Junto com o ex-ministro Gilberto Carvalho e outras cinco pessoas, Lula foi denunciado por corrupção passiva na edição de uma medida provisória para beneficiar montadoras, publicada em 2009 (leia mais). 
Leia abaixo, a nota da defesa de Lula:
"Mais uma vez membros do Ministério Público Federal abusam de suas prerrogativas legais para tentar constranger o ex-presidente Lula e manipulam o sistema judicial brasileiro para promover uma perseguição política que não pode mais ser disfarçada.

A nova denúncia do Ministério Público sobre a edição da Medida Provisória 471/2009 não é apenas improcedente, mas injurídica e imoral. Os procuradores que a assinam tentam explorar novamente um tema que já foi objeto de ação penal e julgamento na primeira instância há mais de um ano.

A Medida Provisória 471 foi editada em 2009, para prorrogar a vigência de incentivos fiscais que tornaram as regiões Nordeste, Norte e Centro-Oeste responsáveis por 13% dos empregos na indústria automobilística brasileira, e por mais de 10% das exportações de automóveis pelo país.

São absolutamente corretos os trâmites da medida, desde a edição até a aprovação pelo Congresso Nacional, que a converteu em lei sem votos contrários. Somente a sanha persecutória de determinados procuradores contra o ex-presidente Lula pode explicar a tentativa de criminalização de uma política de desenvolvimento regional iniciada em governo anterior ao dele."(247).


Blog do BILL NOTICIAS

BRESSER-PEREIRA: “AS ELITES BRASILEIRAS DEIXARAM DE TER COMPROMISSO COM O PAÍS”


Um dos dos fundadores do PSDB e ex-ministro da Fazenda, o economista Luis Carlos Bresser-Pereira criticou o posicionamento dos mais ricos do País perante a mais grave recessão econômica da história do Brasil.
Em palestra de abertura do 14º Fórum da Fundação Getúlio Vargas (FGV), nesta segunda-feira, 11, Bresser disse que o Brasil e o mundo estão vivendo uma crise de Nação e isso dificulta o encontro de uma solução para os problemas econômicos e políticos pelo mundo.
"O problema é que estamos em uma crise de Nação. As elites brasileiras deixaram de ter compromisso com o Brasil", disse o ex-ministro.
De acordo com Bresser-Pereira, num mundo globalizado, a ideia de se ter sucesso sem um programa de desenvolvimento não é possível. O mundo desenvolvido, observa o ex-ministro, cresce pouco porque adotaram as mesmas medidas que o Brasil está adotando agora.
"Os países ricos nos criticavam dizendo que tínhamos de proteger o trabalho. Hoje as elites dos países ricos também perderam o conceito de nação. Se é possível haver sucesso para países seja ricos, seja pobres, tem que haver um programa de nação", afirmou. 
Bresser-Pereira tem sido um dos economistas mais firmes nas críticas ao modelo econômico adotado pelo governo de Michel Temer.(247).

Blog do BILL NOTICIAS

RELIGAR BOMBAS DA TRANSPOSIÇÃO, INAUGURADAS HÁ UM ANO POR DILMA

Marcelo Camargo/Agência Brasil

O ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho irá participar da cerimônia de religamento do bombeamento do eixo norte do projeto de Transposição do rio São Francisco, entre Pernambuco e Ceará. As bombas foram desligadas pouco após Michel Temer assumir a Presidência em função do envolvimento da construtora Mendes Júnior paralisar a obra por conta do envolvimento da construtora na Lava Jato.
Após a paralisação, o governo Temer levou seis meses para abrir uma nova licitação, ma suma arenga judicial acabou por atrasar o serviço em mais um semestre, fazendo com que as obras só fossem retomadas no último mês de julho.
Em maio do ano passado, a presidente eleita Dilma Rousseff foi ao Sertão de Pernambuco, pouco antes de ser afastada por meio do impeachment, para inaugurar a estação de bombeamento em Terra Nova, cidade vizinha ao município de Cabrobó.
Ao todo, o eixo norte – que é o maior da transposição – está orçado em R$ 516,8 milhões. A primeira ordem de serviço, no valor de R$ 132 milhões, foi assinada em julho deste ano pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), quando estava como presidente em exercício. A Obra tem previsão para ser entregue no início de 2018.
A transposição, cujo projeto foi iniciado no governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, vem sendo alvo de uma disputa pela paternidade da obra. Visando aumentar o índice de popularidade na Região, Temer visitou o projeto três vezes no espaço de apenas três meses.
Até o pré-candidato do PSDB à Presidência, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, tentou tirar proveito do empreendimento emprestando bombas que viabilizaram a entrega do Eixo Leste da transposição, fazendo o mesmo com as bombas do Eixo Norte.(247).

Blog do BILL NOTICIAS

Passam bem Vereador de Juazeiro Jean Gomes e família, que sofreram acidente em Capim Grosso


O acidente aconteceu próximo a cidade de Capim Grosso, na tarde deste domingo (10).
O vereador explicou ao presidente do Legislativo Municipal Alex Tanuri, que um veículo modelo L-200 perdeu o controle na pista e chocou-se de frente contra o Gol de cor branco que era dirigido pelo parlamentar juazeirense.
Jean teve escoriações e seguiu com a sua filha para o Hospital da Criança, em Feira de Santana, a mesma se manteve consciente e recebeu atenção da equipe médica.
A esposa do Vereador, Francisca, fraturou o braço e foi conduzida por uma equipe do SAMU Regional (Serviço de Atendimento Médico de Urgência) para uma unidade hospitalar de Juazeiro.
Apesar da gravidade do acidente todos passam bem e estão em recuperação   (Informações do blog Geraldo José).

Blog do BILL NOTICIAS

FERNANDO BEZERRA SERÁ O CANDIDATO DO PMDB CONTRA O ATÉ ENTÃO ALIADO PAULO CÂMARA


O presidente do PMDB, senador Romero Jucá (RR), confirmou que o senador Fernando Bezerra Coelho, irá disputar a eleição para o Governo de Pernambuco contra o governador Paulo Câmara (PSB) em 2018. O anunciou foi feito nesta quarta-feira (6), mesmo dia em que o parlamentar deixou o PSB para se filiar ao PMDB. O PMDB também é o maior aliado da atual gestão estadual. "O PMDB terá candidatos fortes nos estados e fará coligações fortes. Começamos com Pernambuco mas vamos anunciar outros nomes em vários Estados", afirmou Jucá.
FBC já havia tentado viabilizar sua candidatura ao Governo de Pernambuco pelo PSB em 2014. Na ocasião, acabou sendo preterido por uma decisão do então governador Eduardo Campos, que faleceu naquele ano, que escolheu Paulo Câmara como o candidato do partido. Já eleito senador, Fernando também tentou emplacar , sem sucesso, o um aliado para a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, mas o cargo acabou ficando nas mãos do atual vice-governador, Raul Henry (PMDB).
A situação, porém, poderá levar a um racha no PMDB pernambucano, uma vez que o partido á comandado pelo deputado federal e ex-governador Jarbas Vasconcelos. Lideranças ligadas a Jarbas já teriam manifestado o desconforto criado com a chegada de FBC a legenda. Raul Henry, atual presidente do partido e ligado a Jarbas, está em viagem ao exterior e ainda nãos e pronunciou sobre o assunto. (247).

Blog do BILL NOTICIAS

JUÍZA LIBERA SUSPEITO DE EJACULAR EM PASSAGEIRA DE ÔNIBUS EM PE

Reprodução/Google StreetView

 O vendedor ambulante Tiago Miguel da Silva, de 23 anos, foi preso em Pernambuco suspeito de ter ejaculado em uma passageira do ônibus que faz a linha entre Macaxeira e o Terminal Integrado de Timbi, no município de Camaragibe, região metropolitana do Recife. A mulher está grávida de quatro meses. O delegado Ricardo Cysneiros, que falou hoje (6) com a imprensa, afirmou que o caso configura estupro porque houve ameaça à vítima. O homem passou por audiência de custódia pela manhã e foi liberado para responder em liberdade.
De acordo com o delegado, que estava de plantão no horário, o abuso ocorreu às 19h40 de ontem (5), quando a vítima voltava do trabalho. A operadora de crédito de 27 anos relatou que foi abusada quando o ônibus já havia chegado ao terminal de Timbi. Havia pouca gente no ônibus, e o motorista e o cobrador já estavam descendo do veículo. O vendedor estava em pé ao seu lado da mulher. Ela relatou que, so notar um líquido em seu braço, olhou para o lado e viu o pênis do homem fora da roupa.
A vítima informou ao delegado que, ao tentar sair do ônibus, o suspeito se colocou em sua frente e tentou impedi-la de reagir. Ao gritar por socorro, uma senhora teria se aproximado para ajudá-la, e seguranças entraram no ônibus e o levaram para a delegacia.
"O estupro é [configurado] porque houve de certa forma ameaça, no momento em que impediu a vítima de sair do ônibus, como também houve contato físico por causa do esperma no braço da vítima”, afirmou o delegado Ricado Cysneiros, gerente de Controle Operacional Metropolitano da Polícia Civil.
SIlva negou o crime e disse ao delegado que o líquido sentido pela passageira foi água de uma garrafa que ele segurava. “Mas no momento a garrafa de água estava em sua mochila, e, como a própria vítima disse, o líquido era um pouco espesso e morno”, disse Cysneiros.
A mulher contou que limpou o braço em um guardanapo antes de chegar à delegacia. O material foi colhido para exame de comprovação de que o líquido seja, de fato, esperma. O prazo para que a análise seja concluída é de 30 dias. Foram solicitadas à empresa de ônibus as imagens de câmera de segurança.
Hoje de manhã, em audiência de custódia no Fórum de Jaboatão dos Guararapes, o homem foi liberado para que responda em liberdade. De acordo com a decisão, a promotora do Ministério Público de Pernambuco Tathiana Barros Gomes pediu a conversão da prisão em concessão de liberdade provisória, com adoção de medidas cautelares.
A juíza Roberta Barcala Batista Coutinho acatou o pedido porque o réu é primário, “registra bons antecedentes” e reside no mesmo endereço desde o nascimento. Na decisão, ela afirma que “as razões do decreto preventivo [a prisão] devem se reportar a situações específicas, que indiquem de forma objetiva risco à efetividade do processo e/ou potenciais vítimas de reiteração criminosa. Assim, no presente caso não seria recomendada a manutenção da prisão com base em critérios subjetivos”.
Roberta Coutinho também entendeu que o crime de estupro (Artigo 213 do Código Penal) não foi configurado, “a príncípio pela ausência no relato da vítima de ameaça ou violência”. No entendimento da juíza, a acusação pode ser relacionada ao Artigo 146 do Código Penal, que tipifica constrangimento ilegal.
O acusado deverá atender às medidas de não mudar de residência ou sair da região metropolitana do Recife por mais de oito dias sem comunicação prévia à Justiça.
Agência Brasil tentou falar com a defesa de Tiago Miguel da Silva, mas não obteve retorno até a publicação da matéria
Repercussão nacional
Esse tipo de conduta ganhou repercussão nacional recentemente pelo caso de Diego Ferreira de Novais, de 27 anos. Ele foi preso no dia 29 de agosto por ejacular em uma mulher dentro de um ônibus, em São Paulo. Em audiência de custódia, o homem foi liberado sob o argumento de que não houve violência no ato, portanto não seria configurado o estupro. No último sábado (2), Novais foi preso novamente depois de repetir o crime. Desta vez, ele foi acusado de estupro por ter segurado a vítima para que ela não saísse do local.(247).

Blog do BILL NOTICIAS

GOVERNADORES DO NORDESTE CRITICAM PRIVATIZAÇÃO DO SETOR ELÉTRICO


 Os governadores dos Estados de Pernambuco, Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba e Piauí assinaram uma carta aberta ao governo Michel Temer pedido esclarecimentos e condenando os planos de privatização do setor elétrico nacional. Segundo o texto, os planos para o novo modelo do setor elétrico deixam dúvidas sobre a repartição de custos e regras para os atuais contratos, altera a realocação dos riscos hidrológicos, além de deixar em aberto os critérios para formação dos preços das tarifas, bem como quais medidas serão adotadas para suprimir o regime de cotas pelo qual as hidrelétricas passaram a entregar a energia às distribuidoras por um preço fixado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), preço este que cobre apenas custos de operação e manutenção.
"Em consequência, desde 2013 cerca de 20% da energia alocada no mercado regulado é "comercializada" a preços atuais por valores entre R$ 40 e R$ 80 o MWH. Hoje, a quase totalidade dessas usinas é operada pelo grupo Eletrobras, com contratos de concessão firmados em 2013 e prazo final em 2043. A descotizacão significará o rompimento desses contratos. Na opinião dos técnicos da ANEEL, a modificação pretendida acarreta riscos de instabilidade setorial, ao abalar a segurança jurídica dos contratos vigentes. Liberada do regime de cotas, fatalmente a energia "velha" será recolocada no mercado por algo em torno de R$200/MWH, a preços de hoje", destacam os governadores.
Na carta, os governadores também se posicionam contra a venda da Eetrobras que, segundo eles "nada mais é do que a privatização das empresas cujo controle acionário lhe pertence, e reside neste aspecto, e somente nele, o interesse que eventualmente possa despertar no mercado". Os governadores alegam que a privatização do sistema irá resultar no aumento das tarifas cobradas aos consumidores e "a transferência para investidores privados do controle operacional das usinas do Sistema Eletrobras, particularmente daquelas geridas pela Chesf, condicionará por décadas todo projeto ou ação que demande água do Rio São Francisco", destacam.
"Há que se considerar ainda o histórico das privatizações brasileiras que, prometendo sempre melhorar a qualidade e baratear as tarifas, costumam levar a resultados insatisfatórios, como podem verificar os clientes de operadoras de telefonia celular, extremamente deficientes", ressalta o texto. Os governadores também destacam que no caso da Chesf, a situação tende a se agravar em função dos constantes períodos de secas enfrentados pelos estados do Nordeste. "No caso particular do Rio São Francisco, a recorrência de ciclos hidrológicos críticos, como o vivenciado no Nordeste ao longo da presente década, já recomendariam cautela antes de se colocar em pauta qualquer projeto de transferência da operação para investidores privados".
Entendemos que um setor que exerce tamanho impacto sobre todas as cadeias produtivas e camadas sociais não deve, em hipótese alguma, financiar ou cobrir déficits no caixa do Governo. Obviamente não desconhecemos a desafiadora conjuntura econômica e entendemos que esforços extraordinários precisam ser feitos por todos em todas as esferas. Mas uma política que drene recursos da economia para o Estado via aumento da tarifa energética terá efeitos colaterais que neutralizarão qualquer resultado positivo buscado. Como se não bastasse, configuraria uma tributação adicional encoberta que é ilegal e inaceitável", alertam os governadores.
A carta é assinada por José Renan Vasconcelos Calheiros Filho, governador de Alagoas; Rui Costa dos Santos, governador da Bahia; Camilo Sobreira de Santana, governador do Ceará; Flávio Dino de Castro e Costa, governador do Maranhão; Ricardo Vieira Coutinho, governador da Paraíba; Paulo Henrique Saraiva Câmara, governador de Pernambuco; e José Wellington Barroso de Araújo, governador do Piauí.(247).

Blog do BILL NOTICIAS

MPF DENUNCIA LULA E GILBERTO CARVALHO NA OPERAÇÃO ZELOTES

Ricardo Stuckert | ABr

O Ministério Público Federal (MPF) denunciou hoje (11) o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o ex-ministro Gilberto Carvalho por corrupção passiva em um dos processos da Operação Zelotes. Os procuradores do caso também acusam mais cinco investigados de beneficiar montadoras de veículos por meio da edição de medidas provisórias.
De acordo com a denúncia, as empresas automobilísticas teriam prometido R$ 6 milhões a Lula e Carvalho em troca de benefícios para o setor.
“Diante de tal promessa, os agentes públicos, infringindo dever funcional, favoreceram às montadoras de veículos MMC [Mitsubishi] e Caoa ao editarem, em celeridade e procedimento atípicos, a Medida Provisória n° 471, em 23/11/2009, exatamente nos termos encomendados, franqueando aos corruptores, inclusive, conhecimento do texto dela antes de ser publicada e sequer numerada, depois de feitos os ajustes encomendados”, afirma o MPF.(247).

Blog do BILL NOTICIAS

Beneficiários têm até o dia 27 para sacarem Bolsa Família de junho


A Prefeitura de Juazeiro através da Secretaria de Desenvolvimento Social, Mulher e Diversidade (SEDES) informa que os beneficiários do Programa Bolsa Família que ainda não sacaram a parcela do mês de junho/2017 devem fazê-lo até o próximo dia 27/09/17. Caso o benefício não seja sacado até esta data limite o recurso retorna para o Ministério de Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA).
Se o beneficiário já possuir o cartão e a senha, deve dirigir-se à casa lotérica para sacar o benefício. No caso de o beneficiário possuir o cartão, mas esqueceu a senha, é necessário ligar para o 0800 726 0207 e no mesmo dia comparecer à casa lotérica ou correspondentes bancários para efetuar o recadastramento da senha e saque da parcela do benefício.
O Programa Bolsa Família é voltado para famílias extremamente pobres (renda per capita mensal de até R$ 85) e pobres (renda per capita mensal entre R$ 85,01 e R$ 170). O valor repassado a cada família varia conforme o número de membros, idade e renda declarada no Cadastro Único. Ao entrarem no programa, os beneficiários recebem o dinheiro mensalmente e, em contrapartida, cumprem compromissos nas áreas de saúde e educação. (C.Geral).
Confira aqui lista dos beneficiários que ainda não realizaram o saque.

Blog do BILL NOTICIAS

Lula e o espetáculo da Lava Jato

Ricardo Stuckert | Agência Brasil

Três anos após seu início, a Operação Lava Jato já deixou bem claro sua disposição em encurralar o ex-presidente Lula e varrer o PT do mapa. Para isso, a Força Tarefa de Curitiba fez uso de delações sem provas, prisões preventivas e conduções ilegais, divulgação de grampos sem autorização judicial e vazamentos de inquéritos, entre outras arbitrariedades denunciadas por vozes respeitadas do mundo jurídico.
Nesse período, os investigadores limitaram-se a ligar Lula a contas correntes que nunca apareceram, imóveis e terrenos que nunca estiveram em seu nome e agora chegaram ao ponto de questionar a possibilidade de sua nomeação para um cargo de ministro no governo Dilma, como se a decisão pessoal da então presidente eleita fosse algo ilegal.
A estratégia da Lava Jato não tem nada de nova. Mais uma vez, tentou-se jogar a opinião pública contra Lula e contra o PT na semana que precede o depoimento do ex-presidente ao juízo de Curitiba. É a mesma receita já utilizada em maio, quando o depoente Leo Pinheiro voltou atrás nas declarações que havia dado anteriormente em favor do ex-presidente e criou uma história tão descabida e sem comprovação, mas que entregava o que o juiz investigativo queria. A sentença expedida meses depois foi o uso dessa delação como prova irrefutável, dispensando o testemunho de outras 73 pessoas que negaram veementemente a acusação.
Daí que já se pode prever o que teremos adiante. A 13ª Vara da Justiça Federal irá condenar Lula quantas e tantas vezes tiver de julgá-lo e, para isso, não se furtará de atropelar o devido processo legal e as garantias constitucionais que tiver pela frente.
Nessa altura da operação, a truculência e o posicionamento político de agentes do Estado estão acima da lei. O que interessa agora é intensificar a produção de manchetes a tempo de influenciar o impedimento do retorno do projeto político que tirou milhões de pessoas da pobreza em uma década e mostrou aos donos do poder que há uma fórmula para tirar o país do atraso e distribuir riqueza que vai além de seus umbigos.
A caravana de Lula pelo Nordeste mostrou a dimensão de seu significado para o povo, ainda que tenha sido ignorada pela grande mídia, principalmente a rede Globo, patrocinadora master do golpe contra a democracia. O ex-presidente só tem destaque nessa mídia quando é para ser detratado, quando surge algum delator com uma denúncia nova que mesmo sem provas, ocupa posições de destaque no noticiário.
Nessa semana, mais uma vez tivemos um exemplo dessa manipulação. O ex-ministro Geddel foi preso com R$ 51 milhões em seu apartamento e o jornal das Organizações Globo estampou uma manchete em sua capa, com os nomes de Lula e Dilma em destaque, e logo abaixo as malas de dinheiro de Geddel. Quem olhava aquela imagem e a chamada principal, atribuía uma coisa a outra, quando de fato não existia uma relação entre ambos os fatos. É o “jornalismo Lava Jato”, em que ilações compõem o crime perfeito, ainda que tudo isso não passe apenas de encenação grotesca para enganar e dividir a opinião pública. É o jornalismo da confusão, e não da informação.
Agora, pretendeu-se a bala de prata com o depoimento de Antonio Palocci, diligentemente marcado na semana anterior ao depoimento de Lula. Mais do mesmo. Muita acusação sem nenhuma prova, aliás, sem testemunho ocular, apenas o ouvir dizer, me contou, fui informado… É lamentável que Palocci tenha se prestado a isso, tentando incriminar Lula para salvar a própria pele. Nada em relação ao sistema financeiro, nada em relação à mídia.
O problema dessa estratégia concentrada na destruição do maior líder político da história do País, é que não atinge somente ele ou o PT. Atinge a maioria do povo brasileiro, pois essa aliança, conluio, entre as forças judiciais tendenciosas, a grande mídia e o capital financeiro, está permitindo a realização de reformas e retrocessos nos direitos e conquistas do povo brasileiro. Foi assim com a EC 95, que congelou por 20 anos investimentos e despesas de saúde e educação, com a reforma trabalhista recentemente aprovada pelo Congresso, reforma da Previdência, que atinge aos mais pobres, aqueles que mais precisam do Estado para garantir-lhes o mínimo de dignidade.
Não nos intimidarão! Continuaremos nossa luta de resistência ao golpe, pela democracia e pelos direitos básicos da população. Por um país que se desenvolva economicamente fazendo a renda dos mais pobres crescer mais. Continuaremos defendendo Lula e o PT, porque isso significa defender a democracia brasileira e os interesses da maioria do povo.(247).

Blog do BILL NOTICIAS

Trabalhadores Sem Terra não deixarão o Projeto Pontal


A Justiça determinou que a Polícia Federal suspenda a desocupação que aconteceria nesta terça-feira(12)
A ordem de despejo seria executada nesta terça-feira (12), a pedido da  3ª Superintendência Regional (SR) da Codevasf em Petrolina. Cerca de 900 famílias vivem e produzem nas áreas do Assentamento Dom Tomaz e Democracia. A Codevasf, que deveria, por orientação da Casa Civil, desde março de 2017, procurar um local para relocação das famílias, não o fez, e pediu reintegração de posse da área ocupada no Projeto Pontal.
Os Parlamentares do PT, os vereadores Cristina Costa e Gilmar Santos, e o Senador Humberto Costa, auxiliaram o Movimento de Trabalhadores Rurais Sem Terra, que na Justiça, conseguiram suspender a ordem de despejo desta terça-feira (12). A 17ª Vara da Justiça Federal, já determinou à Polícia Federal em Juazeiro, de que não há liminar decretada de reintegração de posse do Projeto Pontal. O Ministério Público Federal também está acompanhando o caso.
Os trabalhadores ocuparam a Codevasf na semana passada, tentando sensibilizar o superintendente Aurivalter Cordeiro, e negociar a permanecia das famílias na área de 1.500 hectares no Projeto Pontal, onde plantaram milho, feijão e mandioca para a agricultura familiar.
O Projeto Pontal, localizado em Petrolina, está num perímetro de 33.526 hectares, dos quais 7.718 serão destinados à irrigação (3.588 etapa sul e 4.129 etapa norte), com captação de 7,8 m³/s de água no rio São Francisco e grande potencial para a fruticultura. O restante da área é destinado a atividades de sequeiro e reserva legal. (Ascom),(C.Geral).

Blog do BILL NOTICIAS

NÃO É UM JULGAMENTO. É UMA CRUCIFICAÇÃO

RICARDO STUCKERT

Por Regis Moraes
Quando se tem uma sentença firmada, investigação, julgamento, defesa, acusação, tudo isso é secundário. O importante é produzir espetáculo suficiente para tornar o veredito uma coisa que papagaios repitam e ouvidos predispostos aceitem.
A assim chamada Operação Lava-Jato nunca foi uma investigação. Cada “pista” é avaliada não pelo caminho que pode indicar. Na Lava Jato a “pista” é avaliada pelo efeito que pode ter no verdadeiro tribunal em andamento – aquele da marcha televisiva. A Lava Jato não é uma investigação, não é um processo legal. Como investigação e como processo legal ela é absolutamente ridícula. Não se sustenta. Mas como operação de marketing ela é orquestrada com cuidado.
Dizem que Lula está sendo transformado em um mártir e que em torno dele se constrói uma aura de santidade, de mito profético. Pode ser, mas são os julgadores – os de Curitiba e os da TV – que produzem esse resultado.
Comparar um ser humano com uma figura religiosa milenar pode parecer exagerado, mas é exatamente isso que o julgamento produz, quer a gente goste ou não. A imagem que vou usar é simples, uma estória que todo mundo conhece.
O resumo é o seguinte: Jesus foi perseguido e morto não por aquilo que ele era, mas por aquilo que não podia ser. Jesus foi crucificado entre dois ladrões, mas não era ladrão. Os judeus ricos venderam aos romanos a versão de que Cristo era subversivo, queria derrubar o imperador.
Cristo sempre disse que seu reino não era o da terra, a Deus o que é de Deus, a Cesar o que é de Cesar. Jesus não foi morto por aquilo que era, ou por aquilo que diziam que ele era. Jesus foi morto por aquilo que não podia ser. Jesus nasceu e cresceu dentro de uma sociedade judaica muito estratificada, muito hierárquica, dominada por famílias ricas. Os rabinos esperavam por um Messias, um redentor.
Ora, Cristo era filho de um carpinteiro e uma mulher do povo. Imigrante, nasceu no meio de uma fuga, em um estábulo. Cristo não podia ser o Messias anunciado pelos profetas. Em suma, repetindo: Cristo não foi crucificado por aquilo que era, mas por aquilo que não podia ser. Não tinha esse “direito”, por nascença.
Assistimos hoje uma nova escalada do Calvário. Uma nova perseguição. Longe de mim querer fazer discurso religioso e comparar Cristo a personagens terrenos. A Cristo o que é de Cristo, a Lula o que é de Lula. Mas, com o perdão do exagero e da eventual heresia, a comparação faz algum sentido.
Faz anos, Lula tem sua vida investigada e repassada. Não acham contas na Suíça, nem fazendas em Minas Gerais ou apartamentos em Paris, não está na lista de Furnas nem constrói aeroportos na fazenda que não tem. Em tempos em que malas se multiplicam mais do que os peixes da Bíblia, nenhuma dessas malas é de Lula. Inocentado pela vã tentativa de incriminá-lo, ele é agora julgado por ladrões.
Será que é culpado, então, do segundo pecado, o de tentar destronar o império? Ora, os grandes capitalistas foram despojados, espoliados? Os tostões destinados aos pobres foram muito para muitos – afinal, essas políticas tiraram milhões de pessoas da desgraça da fome e melhoraram a vida de outros milhões de trabalhadores pobres. Mas… custaram quase nada aos bolsos dos ricos. Muito pouco.
Não, Lula não está sendo crucificado por aquilo que é, mas por aquilo que não pode ser. Ou que NÓS não podemos ser.
Quem está sendo julgado e crucificado não é ele, são aqueles que, supostamente, não podem ser alguma coisa. A sociedade da Casa Grande, dos senhores de escravos, jamais admitiu que os habitantes da senzala fossem gente.
Quando o senhor da Casa Grande via que um branco, talvez até seu próprio filho, se condoía dos negros e se colocava ao lado deles, condenava os dois: o negro e o branco abolicionista. O pai chicoteava no negro e mandava o garoto rebelde para a capital ou para Coimbra, para estudar e ficar longe. Às vezes os amigos do pai faziam o serviço mais pesado: liquidavam o rapaz amigo dos negros.
O que os ricos não suportam, no Brasil, é ver os escravos saindo da senzala, pensando que são gente. Não, não são apenas os ricos que pensam assim. Também pensam assim os ajudantes dos ricos, aqueles que pensam que são mais brancos porque são serviçais dos brancos. Insuportável ver o filho do escravo entrando na mesma universidade do branco proprietário. Nos aeroportos. Até nos shopping centers agora eles inventam de fazer seus rolezinhos.
Aqueles que mataram Cristo não previram a ressurreição do cristianismo. Os carrascos de hoje pensam que podem nos matar. Pensam que arrancam flores, mas plantam sementes. A gente sempre volta.
São Paulo, 10 de setembro de 2017
*Esse é o quinto artigo da série Em Defesa de Lula. A cada dia, até o 13 de setembro, publicaremos artigo sobre Lula e a construção de um Brasil soberano e democrático. (247).
Regis Moraes é Professor Doutor em Ciência Política na Unicamp

Blog do BILL NOTICIAS

Ladrão devolve imagem de santa roubada de igreja em São José do Egito



Roubada no final do mês de agosto da Capela do Monte, em São José do Egito (PE), no Sertão do Pajeú, a imagem de Nossa Senhora dos Remédios – que tem mais de 70 anos – reapareceu. O ladrão arrombou o cadeado do templo religioso, construído em 1930, e colocou a imagem de volta no altar.
Um devoto que faz caminhada diária na área da capela viu o cadeado quebrado e daí observou a presença da imagem da santa. Detalhe: a imagem foi devolvida de certa forma deteriorada e vai precisar ser restaurada.
Como este Blog mostrou no mês passado, o padre Jorge Dias procurou a polícia, fez um Boletim de Ocorrência (BO) e ainda apelou na mídia para a devolução da imagem sacra. Apesar de tudo, ninguém sabe quem roubou a santa.
Católicos de São José do Egito estão felizes com o reaparecimento da imagem de Nossa Senhora dos Remédios. A Capela do Monte fica a dois quilômetros do Centro de São José do Egito e é famosa pela sua missa anual, que reúne milhares de fiéis. (de Anchieta Santos/para o Blog – foto igreja: Gabriel Alves).(C.Britto).

Blog do BILL NOTICIAS

Campus Petrolina Zona Rural do IF Sertão-PE realiza IV Jornada de Educação Inclusiv


Inclusão e protagonismo. Este é o tema da IV Jornada de Educação Inclusiva, que acontecerá nos dias 12 e 13 de setembro, no campus Petrolina Zona Rural do IF Sertão-PE. 
 
A programação do evento trará a discussão de temas como distúrbios de aprendizagem e autismo, apresentará relatos de experiências sobre inclusão e o debate em torno da Lei Brasileira de Inclusão (LBI). A Jornada terá ainda a exposição fotográfica “Olhar do Coração”, a apresentação do livro “O anoitecer da Aurora”, além de oficinas de Libras e de Leitura em Braile e apresentação cultural da Apae Petrolina.
 
De acordo com a professora Cássia Djane, uma das organizadoras do evento, o momento é de provocar e trazer assuntos de extrema importância para discussão geral. “Nosso objetivo é mostrar e conscientizar que todas as pessoas têm condições de ser protagonistas e ter sucesso na vida. É desenvolver ações para despertar para a capacidade de empoderamento de pessoas com deficiência, buscar que essas pessoas enxerguem as possibilidades”, afirmou.
 
A IV Jornada de Educação Inclusiva é promovida pelo Núcleo de Apoio às Pessoas com Necessidades Específicas (NAPNE) do campus Petrolina Zona Rural. O evento é aberto à comunidade e não é necessária inscrição prévia.(C.Geral).
 
Clique aqui para conferir a programação completa. 


Blog do BILL NOTICIAS

MORRERAM 90 PESSOAS NO MÉXICO, MAS VOCÊ SÓ OUVE FALAR DA FLÓRIDA

Presidencia de la Republica

Do blog Segunda Tela, na Revista Fórum - Há dias que o noticiário é bombardeado com notícias sobre o furacão Irma, que devastou a Flórida (EUA) e parte do Caribe, matando, respectivamente, três pessoas em solo americano e 27 pelas ilhas vizinhas.
Neste domingo (10), sob o impacto do Irma, notícias esparsas aqui e acolá davam conta de um terremoto no México com ao menos 90 mortes, ou seja, uma tragédia de proporções infinitamente maiores, mas muito longe da repercussão americana.
Mexicanos não contam. A cartilha seguida pela grande imprensa é a mesma e tem matemática própria, onde também se calcula para baixo na ocupação dos espaços pretos e pobres chacinados nas periferias, vítimas faveladas de deslizamentos em encostas e congêneres. Todos, sem exceção, como estatística em mera nota de pé de página.
Os primeiros relatos encontrados sobre a situação nos estados de Oaxaca, Chiapas e Tabasco, no México, depois de vasculhar o noticiário de cabo a rabo, dão conta de uma tragédia inominável. De acordo com a agência Associated Press (AP):
“A vida para muitos se transferiu para o ar livre na cidade mexicana de Juchitan, abalada pelo terremoto, onde um terço das casas foi considerada inabitável e réplicas afugentaram as pessoas dos prédios que permaneceram de pé.
A cidade neste domingo (10) estava repleta de escombros do terremoto de magnitude 8,1 de quinta-feira, que matou 90 pessoas no México, muitas na própria Juchitan.
Autoridades de Oaxaca e Chiapas disseram que milhares de casas e centenas de escolas foram danificadas ou destruídas. Centenas de milhares de pessoas estão sem abastecimento de água.
Muitos continuam a dormir a céu aberto, com medo de mais desmoronamentos, enquanto fortes réplicas continuam abalando a cidade, incluindo uma de magnitude 5,2 na manhã de domingo.
Alguns moradores de Juchitan procuraram consolo em uma missa ao ar livre, já que muitas das igrejas estão danificadas ou interditadas até que possam ser avaliadas.
Em uma rua repleta de casas destruídas, o reverendo Ranulfo Pacheco realizou uma homília para dezenas de pessoas em bancos de madeira que foram carregados até o pátio em frente à igreja de Nosso Senhor de Esquipulas. Ele disse que muitos estavam com medo de realizar a celebração do lado de dentro da estrutura, que do lado de fora parecia intacta.
Autoridades locais disseram ter registrado quase 800 réplicas de várias intensidades desde o grande terremoto, e o Serviço Geológico dos EUA contabilizou quase 60 com magnitude 4,5 ou superior.
O governador de Oaxaca, Alejandro Murat, disse no domingo, que o número de mortos em seu estado chegou a 71, enquanto autoridades dos estados de Chiapas e Tabasco relataram mais 19 mortes.
Ruas da periferia de Juchitan ficaram congestionadas no domingo com caminhões de entulho e equipamento pesado para remover destroços. Pilhas menores eram acumuladas em montanhas maiores já acumuladas desde uma nevasca.
Equipes de soldados e policiais federais armados com pás e marretas se espalharam por bairros para ajudar a demolir os prédios condenados. Outros grupos distribuíam caixas com alimentos.
Mas a ajuda chegava mais lentamente em Union Hidalgo, uma cidade com cerca de 20 mil habitantes a cerca de 30 minutos ao leste.
Casas destruídas abriram clareiras em bairros ali, e a cidade ficou sem eletricidade, água e serviço de telefonia celular.
De pé em uma rua coberta por poças, Delia Cruz Valencia observava a demolição do que sobrou da casa de sua irmã. A irmã levou a mãe delas para tratamento médico fora da cidade antes do terremoto e não conseguiu voltar. Homens com pés de cabra arrancavam tijolos e parte do reboco para resgatar um grande guarda-roupa de madeira porque a casa estava instável demais para ser acessada pela porta.
Cruz diz que estava na casa ao lado com suas duas filhas quando o terremoto aconteceu, pouco antes da meia-noite.
“Nós três nos abraçamos, mas ainda assim estávamos nos movendo. Fomos empurradas para lá e para cá” pela terra balançando, disse.
Quando chegou à rua, viu uma nuvem de poeira subindo da casa que a irmã divide com a mãe e que foi construída por seu bisavô há um século.
“Se minha irmã estivesse ali, ela não teria sido encontrada viva”, disse Cruz, segurando as lágrimas.
De volta a Juchitan, o hospital geral foi montado temporariamente em um ginásio escolar, com macas estendidas na quadra de basquete.
O secretário de educação do México anunciou que as escolas permanecerão fechadas na segunda-feira em Oaxaca e Chiapas.” (247).
*Com informações da Associated Press
 Foto: Presidencia de la Republica de México 

Blog do BILL NOTICIAS

Avião com Joesley e Saud deixa São Paulo com destino a Brasília

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil


O avião da Polícia Federal com os executivos Joesley Batista e Ricardo Saud, do grupo J&F, deixou há pouco o Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, com destino a Brasília, onde os dois serão levados para o Instituto Médico Legal (IML) e, depois, para a Superintendência da Polícia Federal.
Na superintendência, os delatores ficarão, até sexta-feira (15), em celas separadas, de 9 metros quadrados cada. Caso a Justiça julgue que devam permanecer detidos por mais tempo, a prisão temporária deverá ser prorrogada ou transformada em prisão preventiva.
Joesley Batista e Ricardo Saud saíram, às 10h35, da Superintendência da Polícia Federal (PF) na capital paulista. Eles deixaram o prédio por uma saída reservada, na região da Lapa, onde passaram a noite na carceragem. Os executivos não estavam algemados, foram levados em dois veículos, acompanhados por forte escolta, para o Aeroporto de Congonhas.
As prisões temporárias dos executivos foram expedidas pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin, que acolheu o pedido feito pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot.
De acordo com Rodrigo Janot, um áudio de quatro horas de uma conversa dos executivos da J&F, que mencionavam o ex-procurador da República Marcelo Miller, aponta que eles omitiram informações da Procuradoria-Geral da República durante as negociações do acordo de delação premiada. 
Com a decisão judicial, agentes da Polícia Federal cumprem cinco mandados de busca e apreensão, sendo quatro em São Paulo e um no Rio de Janeiro, na Operação Bocca, relacionada à prisão de Joesley e Saud. O nome da operação, Bocca, refere-se a "Bocca della Verità", cuja característica é seu papel como detector de mentiras. “Desde a Idade Média, acredita-se que se alguém contar uma mentira com a mão na boca da escultura, ela se fecharia 'mordendo' a mão do mentiroso”, diz nota da PF.
Janot também apresentou pedido de prisão temporária de Miller, mas o ministro Fachin rejeitou argumentando que não há indício suficiente.
Os advogados de Marcello Miller afirmaram que o ex-procurador recebeu com tranquilidade o pedido de buscas no seu apartamento e colaborou, apresentando tudo o que foi solicitado. Ele "ressalta que continua à disposição, como sempre esteve e sempre estará, para prestar qualquer esclarecimento necessário e auxiliar a investigação no restabelecimento da verdade", afirmam os defensores André Perecmanis e Paulo Klein. (EBC).



Blog do BILL NOTICIAS