quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Jornada Estadual de Direitos Humanos realiza ações de cidadania no Recife e interior

A partir desta terça-feira, 19, 48 municípios de Pernambuco vão participar da III Jornada Estadual de Direitos Humanos. O evento, este ano, foi ampliado, contando com 248 ações de cidadania, promovidas pela Secretaria Executiva de Justiça e Direitos Humanos e Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos. Em 2012 foram 150 atividades em 40 municípios e 30.100 participantes.
A Jornada Estadual é a celebração oficial do Governo de Pernambuco para o Dia Internacional dos Direitos Humanos, 10 de Dezembro. Esta data foi definida para lembrar o dia em que foi promulgada a Declaração Universal dos Direitos Humanos, em 1948, logo após a criação da ONU, em 1945. A Declaração apresenta 30 artigos, que sintetiza o conjunto de direitos a que todo cidadão, em qualquer lugar do mundo, faz jus, e será o eixo para as ações, em edição de bolso, que será distribuída.
Durante a jornada, que segue até 10 de Dezembro, os direitos da pessoa idosa, criança e adolescente, pessoas com deficiência, LGBTs, reeducandos estarão em debate. São 22 dias de atividades: espetáculos musicais, debates, cursos, mutirão de cidadania, com emissão gratuita de documentação, teatro, mostra de cinema, direitos humanos nas feiras, e oficinas sobre violência contra a mulher. Das 248 ações, 60 serão realizadas no Recife, que adere à proposta com a 1ª Jornada Municipal. Jaboatão dos Guararapes também tem sua própria jornada.
Segundo o Secretário Executivo de Justiça e Direitos Humanos, Paulo Moraes, o objetivo da jornada é buscar disseminar na sociedade o respeito aos direitos de cada cidadão, independente de cor, raça, condição física, gênero ou religião. Além disso estimula a discussão em torno do tema, com a utilização das mais variadas manifestações culturais pernambucanas, que celebrada essa identidade cultural tão própria do estado, e chama a um debate em torno da questão das diferenças.
A abertura da Jornada será, nesta terça, 19, às 19h, com a Exposição Ausências, que mostra em 17 pares de fotografias o passado e o presente de famílias de militantes políticos mortos e desaparecidos pela ação das ditaduras do Brasil e Argentina. Além da exposição, haverá o lançamento do livro Rádio Libertadora, de Carlos Marighella, político, guerrilheiro e poeta, um dos principais organizadores da resistência contra o regime militar. Os dois eventos são na Galeria Janete Costa, no Parque Dona Lindu.
Na quarta-feira, 20, o dia começa com os “Direitos Humanos na Feira”, na Academia da Cidade, em Santo Amaro.  No local serão oferecidos serviços de cidadania, como documentação gratuita, dicas de saúde, orientação ao consumidor, entre outros.
A Jornada Estadual de Direitos Humanos segue até o dia 10 de Dezembro, movimentando as 12 Regiões de Desenvolvimento do Estado, com as parcerias do Governo Federal, através da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, Secretarias Estaduais de Saúde, Defesa Social, Ressocialização, Educação e as Prefeituras.
A programação completa está no site  www.sedsdh.pe.gov.br

Blog do Bill Art´s

Nenhum comentário:

Postar um comentário