domingo, 17 de junho de 2018

Moro prendeu Lula e ele virou constelação


A prisão de Lula foi no mesmo local onde, em 1980, agentes da ditadura militar o prenderam. Diante de uma multidão compacta Lula dizia: “Eles estão errados se pensam que vou parar, não vou parar porque não sou um ser humano, eu sou uma ideia ". Uma ideia do Brasil que está em todos vocês. Vocês são todos Lula daqui em diante, e todos os dias passados na prisão, mais Lula teremos nas ruas.”
Sem dúvida nenhuma Lula é a figura política mais emblemática do Brasil e a maioria dos brasileiros estão convencidos que ele é o único capaz de reconciliar todos os brasileiros. A ideia de Lula sempre foi de construir um projeto de sociedade onde todas as categorias sociais seriam incluídas, principalmente, aquelas que há séculos estavam excluídos da sociedade. Aos 72 anos, apesar de ser condenado a mais de 12 anos de prisão e encarcerado, Lula é um líder nato, uma figura emblemática e essencial na história política e particularmente na esquerda brasileira. Da prisão, ele continua a exercer sua influência política. 
Lula se tornou prisioneiro político. Foi condenado sem provas, apenas com delações seletivas sob pressão e, pela convicção política de Sergio Moro e outros juízes e promotores. Estes criaram uma justiça despótica, sem nenhuma preocupação com o estado de direito. O Juiz Moro e seus cumplices do poder judiciário acionaram um arsenal jurídico contra Lula numa verdadeira cruzada ao inimigo. O mais aberrante é que este Juiz de primeira instância desrespeitou a constituição brasileira, atentou contra o estado de direito e reafirma com toda impunidade que não segue o direito brasileiro, e que se na legislação americana. Ele fez uso abusivo do Direito para deslegitimar o inimigo através do “lawfare”, para chegar a sua finalidade que era “prender Lula e impedir que ele voltasse ao poder. 
Para alcançar seu objetivo, ele contou com apoio incondicional da mídia hegemônica nacional, dos setores conservadores do judiciário e do poder executivo. Segundo a advogada de Lula Valeska Teixeira, o Juiz Moro grampeou o ramal da central do escritório Teixeira e Advogados que defende o ex-presidente Lula na operação Lava Jato, colocando todos os advogados sob escuta. Foram mais de 400 ligações monitoradas. Assim eles conseguiram montar todo o organograma dos diferentes cenários da defesa de Lula! 
O advogado Rodrigo Tacla Duram, que foi proibido de prestar seu testemunho pelo juiz Sergio Moro, em artigo recente escreveu: Ao não me dar chance de defesa, o juiz Sergio Moro ignora solenemente a Constituição, a Lei Orgânica da Magistratura, o Código Penal, o Código de Processo Penal, o Estatuto da Advocacia e o Estatuto dos Direitos do Homem das Nações Unidas. Ignora até a lei dos Estados Unidos, que ele tanto preza, porque lá ninguém é condenado sem provas e sem direito de defesa.
O juiz Moro continua agindo em desrespeito à Constituição e se apoia nas teses que sustentam o estado de exceção. Ele e sua equipe interpretam as leis como bem entendem e agem como adversários políticos de Lula e não como servidores imparciais da justiça. Os advogados de defesa do ex-presidente brasileiro insistem que a condenação não é apenas injusta, mas também resultante de um processo judicial marcado desde o início por graves irregularidades, sem mostrar qualquer evidência da suposta culpa. 
Vale destacar, que a prisão de Lula era a última etapa da preparação dos dois golpes que fragilizaram a democracia brasileira e alimentaram o monstro do fascismo que hoje ronda nas esquinas do Brasil. 
Em 1926, Gramsci afirmava: "No plano econômico, o fascismo atua como instrumento de uma oligarquia industrial e agrária voltada a concentrar nas mãos do capital o controle de toda a riqueza do país. " Se tirarmos alguma lição do século 20, devemos levar em conta, que infelizmente, tudo é possível na política brasileira, não apenas nos fenômenos mais inesperados, abjetos e mais mórbidos. O modus operandi para chegar até a prisão de Lula deve ser denunciado, até que a suprema corte reconheça os erros que levam a prisão de Lula, caso contrário, ela assumira a responsabilidade pelo colapso da sociedade brasileira e o caos da crise econômica e política.  Infelizmente, hoje as elites da sociedade brasileira estão em decadência. Elas estão destituídas de qualquer sentido de patriotismo econômico e de valores republicanos, destituídas de valores de fraternidade, de solidariedade e de justiça. Como disse o filosofo brasileiro Renato Janine Ribeiro na entrevista ao jornal Sul 21:  “A democracia no país pegou muito de leve, não entrou no DNA. Temos um DNA meticulosamente planejado para sermos uma sociedade desigual, excludente e exploradora.” 
O que vem ocorrendo atualmente – soma de mediocridade política, insegurança econômica e sofrimento social da população -- converte o Brasil em campo fértil para um novo tipo de fascismo, onde predomina a perda de referências históricas e perspectivas de futuro.  
O modus operandi do processo dos golpes contra a democracia 
Em primeiro lugar a direita brasileira e os setores conservadores teriam que derrubar a legitimidade da reeleição da Presidenta Dilma Roussef, impedir sua governabilidade até conseguir sua destituição. Segundo desmontar o processo de continuidade do plano de sociedade Brasil para todos que foi iniciado por Lula. A lista dos programas que promoveram a maior inclusão social no mundo seria longa demais para um artigo de jornal, bastando citar alguns mais importantes: (Bolsa família, Peti-Programa de Erradicação do Trabalho Infantil, EJA-Educação de Jovens e Adultos, Prouni-Programa nacional Universidade para todos, Pronaf-Programa nacional de fortalecimento da agricultura familiar, Luz Para Todos, Pronatec-programa nacional de acesso ao ensino técnico e emprego, Fies-Fundo de financiamento estudantil, Brasil Sorridente, Minha Casa minha vida, Brasil carinhoso (destinado a reforçar a Bolsa família no atendimento a primeira infância). 
Daí, a primeira grande medida tomada pelo governo conspirador de Temer depois do golpe parlamentar-judiciário-midiático foi a proposta de emenda constitucional PEC 241 que congelou os gastos público por 20 anos. Ela diminuiu os investimentos de modo drástico na educação, saúde, e assistência social. A PEC, considerada prioritária pelo governo Temer, decretou o fim da obrigação do Estado com os direitos sociais. 
Era urgente concretizar o encerramento do ciclo Lula e Dilma. Impedir a todo custo que o protagonista de um Brasil para todos pudesse voltar ao poder para dar continuidade aos programas interrompidos e com isto traçar novos projetos para uma sociedade desfeita dos males da “Casa Grande”. Eis a estratégia montada neste processo que atingiria sua finalidade com a prisão de Lula. Isto não deveria tardar. Pela primeira vez na história política do Brasil o Law-fare se realiza dentro de uma estratégia de cumplicidade política entre os 3 poderes, o judiciário, o legislativo, o executivo, e o quarto poder: a mídia corporativa. 
Um detalhe é que a propaganda midiática, os fake-news sobre Lula e sua família, as acusações dos procuradores de que Lula era o chefe de quadrilha que havia assaltado o Brasil não obteve o impacto esperado. Nem tão pouco as manipulações dos dados econômicos que mostravam a recuperação da economia brasileira. Era urgente buscar o equilíbrio econômico prometido pela carta de Temer exaltando a “ponte para o futuro”, todavia, a ponte caiu no abismo! Todas as reformas aprovadas pela maioria dos conspiradores golpistas do congresso não provocaram nenhum impacto positivo na economia. A corrupção galopa na impunidade. Receber subornos virou moeda corrente, quase todos seus ministros são acusados de corrupção. O mercado via em Temer a oportunidade de colocar em pratica o neoliberalismo econômico e sua ideologia muito próxima deste novo fascismo. Primeiro as reformas estruturais, dentre elas a reforma trabalhista iria garantir mão de obra barata e sem direitos, depois a privatização total dos setores estratégicos do Brasil (agua, eletricidade, aviação, petróleo (pré-sal incluído em prioridade), grandes empresas de infraestrutura com know-how tecnológico, apropriação livre da biodiversidade da amazônia, etc).
Apesar de todo aparato montado pelo governo, por Moro e seus cúmplices do STF, Globo e associados da mídia hegemônica, o povo brasileiro parece se despertar. Muitos que apoiaram o golpe se arrependem, mas a ressaca é tão grande quanto a desilusão. Os organismos de pesquisas que na maioria estão ligados a grande mídia não podem mais esconder seus dados: o poder judiciário perdeu sua credibilidade, assim como os políticos que participaram do golpe. 
A figura que emerge é a de Luis Inácio Lula da Silva. Mesmo preso ele é o candidato preferido nessas eleições. A petição assinada pelos grandes intelectuais do mundo inteiro "Eleições sem Lula é fraude”, o manifesto dos ex-presidentes da Europa, os vídeos de apoio ao Lula de artistas e intelectuais brasileiros, sul-americanos, europeus, americanos serviram de alerta e tiveram um impacto junto à opinião pública nacional e internacional. O bloqueio da mídia, os fake-news vão perdendo efeito com o uso das redes sociais que fazem o contra-ataque. 
Lula é o prisioneiro político que mais recebe apoio de solidariedade nacional e internacional.(247).
Moro queria prender a estrela do PT e Lula virou constelação.


Blog do BILL NOTICIAS

São João de Petrolina 2018. Sábado com muitas emoções nos shows de Zezé e Luciano, Tayrone , Targino e Magníficos. A multidão vibrou


Foi um sábado(16) e tanto a segunda noite do  São João de Petrolina,no pátio de eventos ´Ana das Carrancas`.
A multidão se comprimiu para acompanhar todos os shows da noite. Sucesso absoluto. O pátio esteve super lotado e todos  os  serviços  em pleno funcionamento, destaque para a segurança da festa que esteve atenta durante toda as apresentações musicais.
Os espaços foram literalmente ocupados, os bares , barracas e ambulantes animados com a venda de produtos.
E os shows emocionantes para toda a plateia que esteve no evento. Desde de Césio Tenório, Targino Gondim, Banda Magníficos,  Zezé de Camargo e Luciano e o show de Tayrone que encerrou o evento já na madrugada deste domingo.
Acompanhe as fotos, exclusivas dos nossos repórteres Jair Lucas e David Muriel, que estão cobrindo a festa para o nosso blog. (Via:C.Geral).
O sanfoneiro Targino Gondim foi a sensação do Forró Pé de Serrá no pátio de eventos em Petrolina-PE
Banda Magníficos e seu cantor oficial
Césio Tenório que abriu a noitada musical do São João de Petrolina neste sábado(16)
Tayrone arrasou e o publico foi ao delírio
O repórter do blogviniciusdesantana, Jair Lucas na foto ao lado de Tayrone Cigano e com a Banda Magníficos
Foto do público no sábado(17) no pátio de eventos ´Ana das Carrancas` em Petrolina
O nosso repórter David Muriel ao lado da Banda Magníficos, Luciano e Tayrone Cigano

Blog do BILL NOTICIAS

JANIO DE FREITAS DENUNCIA A JUSTIÇA QUE AGE FORA DA LEI

Lula Marques/Agência PT

O jornalista Janio de Freitas destaca que as críticas feitas por advogados e juristas acerca das conduções coercitivas foram "enfim reconhecidas" e proibidas pelo Supremo Tribunal Federal (STF). "Nesses 51 meses, ao que verificou o ministro Gilmar Mendes, a Lava Jato executou 227 desses atos de coerção, ou de força, por isso mesmo chamados de "condução coercitiva". Em média, mais de quatro por semana, desde o início da Lava Jato" escreve ele em sua coluna na Folha de São Paulo.
No texto, Janio destaca que "a proibição à prática irrestrita desses atos, só admissíveis em caso de recusa a prévia intimação, já existia como velho e comum artigo do Código de Processo Penal. Por que repetir a proibição, até com mais abrangência?", questiona.
"Porque o Tribunal Regional Federal do Sul, o TRF-4, aceitou a arbitrariedade de Sergio Moro; o Conselho Nacional de Justiça concedeu impunidade à violação do Código por Sergio Moro; o Superior Tribunal de Justiça e o Supremo Tribunal Federal substituíram o direito pela demagogia, a lei pelo agrado à opinião ignara, e o dever pela sujeição. Da segunda à última instância da Justiça, tornaram-se todas confrontadas pelo direito paralelo criado por Moro, Deltan Dalagnol, alguns outros procuradores, e absorvido por parte do TRF-4", explica o jornalista mais adiante. (247).
Leia a íntegra da coluna. 

Blog do BILL NOTICIAS

EX-MULHER DE PROTÓGENES PEDE A CABEÇA DE MORO


Roberta Luchsinger, ex-mulher do ex-delegado da Polícia Federal Protógenes Queiroz, usou o Twitter para criticar a Operação Lava Jato e também para pedir a exoneração de Sergio Moro. "Meu ex marido Protógenes Queiroz foi exonerado da PF por caso similar, a Satiagraha anulada .... pq não exoneram Moro e anulam a Lava Jato também ?! A lei não é para todos ?!!", escreveu Roberta.
A postagem faz referência direta à Operação Satiagraha, comandada por Queiroz em 2008, que resultou na prisão do banqueiro Daniel Dantas e do ex-prefeito de São Paulo Celso Pitta, já falecido. Em 2014, Protógenes foi condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) por violação de sigilo funcional e em 2015 foi exonerado dos quadros da PF. A Operação Satiagraha foi anulada em 2011.
No Twitter, Roberta insinua que as ilegalidades e excessos cometidos ao longo da Lava Jato e validadas pelo juiz da 13ª Vara Federal de Curitiba, Sergio Moro, são similares as que levaram à exoneração de Protógenes e a anulação da Operação Satiagraha. (247).


Blog do BILL NOTICIAS

COPA DO MUNDO Após 40 anos, Brasil estreia sem vitória: 1 x 1 com a Suíça

Irreconhecível no segundo tempo, Seleção Brasileira empata com os suíços. Falta em Miranda ajuda a seleção europeia a segurar o time de Tite

 Marcos Paulo Lima - Enviado especial / Correio Braziliense

Joe Klamar/AFP
O brasileiro William tenta sair de marcação de suíço no empate entre os dois times na Copa do Mundo da Rússia

Rostov-on-Don — Pela primeira vez em 40 anos, a Seleção estreia sem vencer na Copa do Mundo. Na era do Árbitro de Vídeo (VAR), uma teimosia humana impediu que o Brasil deixasse a Arena Rostov com três pontos. Houve falta de Zuber em Miranda no lance do gol de empate da Suíça. O zagueiro reclamou. Porém, o árbitro mexicano César Ramos ignorou. 
 
O Brasil não tropeçava em estreias desde a Copa de 1978, na Argentina. Curiosamente também houve erro de arbitragem contra a Seleção. Depois de uma cobrança de escanteio, Zico fez o gol que poderia ter garantido a vitória sobre a Suécia. No entanto, o juiz anulou alegando que a partida havia terminado. 
 
Organizada no primeiro tempo e mantendo o controle do jogo, como gosta Tite, o Brasil tomou um susto no início com a finalização de Dzemaili após cruzamento de Ricardo Rodríguez, mas logo assumiu as rédeas e investiu nos lances pelas pontas. Do lado direito com Willian. Do outro, com um Neymar irreconhecível. Travado, inseguro, sem ritmo de jogo. 
 
Coube ao coadjuvante Philippe Coutinho o raro momento iluminado da Seleção. Quando acertou o canto esquerdo do goleiro Sommer, Philippe Coutinho acumulava pelo menos nove anos de rancor na perna direita. A geração de 1992 da Seleção Brasileira foi eliminada pela Suíça na fase de grupos do Mundial Sub-17 de 2009. Além dele, faziam parte daquele time o goleiro Alisson, o volante Casemiro e o camisa 10 Neymar. Os jogadores daquele time chegaram a ser considerados uma geração perdida. A Suíça seguiu em frente e foi campeã. 
 

Avanço suíço

Em vez de tornar o Brasil mais agressivo no segundo tempo, o gol deu coragem à Suíça. O técnico Vladimir Petkovic avançou a equipe na etapa final e conseguiu o que desejava: uma bola parada para explorar o ponto fraco da era Tite: bola aérea. Sob o comando dele, o Brasil havia sofrido cinco gols em lances iniciados a partir de cruzamentos. Petkovic sabia disso. Zuber desestabilizou Miranda no lance crucial da partida e emudeceu a torcida brasileira. 

Neymar, um dos piores em campo, tentou resolver sozinho num chute de fora da área e numa cabeçada. Foi dele também a cobrança de falta para a cabeçada de Roberto Firmino. Miranda ainda tentou decidir em uma finalização perigosa da entrada da área, mas a bola passou perto. Renato Augusto teve a última chance, mas o goleiro salvou. 
O Brasil volta a campo na sexta-feira contra a Costa Rica, em São Petersburgo. A Sérvia lidera o Grupo E depois de vencer por 1 x 0 na estreia. Brasil e Suíça somam um.(DP).

FICHA TÉCNICA

BRASIL 
Alisson; Danilo, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Casemiro (Fernandinho), Paulinho (Renato Augusto), Philippe Coutinho, Willian e Neymar; Gabriel Jesus (Firmino)
Técnico: Tite 
 
SUÍÇA
Sommer; Lichtsteiner (Lang), Schär, Akanji e Rodriguez; Xhaka, Behrami (Zakaria), Dzemaili, Shaqiri e Zuber; Seferovic (Embolo)
Técnico: Vladimir Petkovic 
 
Gols: Philippe Coutinho, aos 20 minutos do primeiro tempo. Zuber, aos 5 minutos do segundo tempo
Cartões amarelos: Lichtsteiner, Schär e Behrami (Suíça); Casemiro (Brasil)
Público: 43.109 pagantes
Renda: não divulgada 
Árbitro: César Ramos (México)



Blog do BILL NOTICIAS



DEPUTADO PROVA POR A MAIS B POR QUE O JUDICIÁRIO É O PARAÍSO DOS TUCANOS


Utilizando matérias veiculadas pela mídia tradicional, o deputado estadual Rogério Correia (PT-MG) elencou uma série de publicações que, segundo ele, mostram que "o Judiciário parcial continua sendo o paraíso para quem é do PSDB e da direita no Brasil". "Enquanto isso, o presidente mais popular da história e líder disparado em todas as pesquisas segue confinado em Curitiba, mesmo sem nenhuma prova contra... Felizmente, a ficha do povo tá caindo... E nós, como sempre, continuaremos denunciando, sempre na luta!", escreveu em sua conta no Facebook.
Dentre as matérias citadas por ele na postagem estão arquivamento do inquérito contra o senador e chanceler Aloysio Nunes e contra o senador Ricardo Ferraço pelos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello e Luís Roberto Barroso, além do Sergio Moro ter deixado de julgar, pela primeira vez na Lava Jato, um processo que envolve tucanos.
Veja a íntegra da postagem.
O PARAÍSO É O JUDICIÁRIO. E A COPA TÁ SÓ COMEÇANDO
Nem havia começado a Copa e a semana que terminou ontem já mostrava que o Judiciário parcial continua sendo o paraíso para quem é do PSDB e da direita no Brasil. Segue uma pequena lista de ajudas bem camaradas...

Enquanto isso, o presidente mais popular da história e líder disparado em todas as pesquisas segue confinado em Curitiba, mesmo sem nenhuma prova contra...
Felizmente, a ficha do povo tá caindo... E nós, como sempre, continuaremos denunciando, sempre na luta!(247).
Mandato Sempre na Luta

Rogério Correia, deputado do PT
Seguem os links com as notícias do Judiciário bem parcial:
Celso de Mello arquiva inquérito contra o senador tucano Aloysio Nunes: https://oglobo.globo.com/…/celso-de-mello-arquiva-inquerito…
Barroso arquiva inquérito contra o senador tucano Ricardo Ferraço:

Moro abre mão de julgar, pela primeira vez na Lava Jato, processo que envolve tucanos: https://noticias.uol.com.br/…/moro-abre-mao-de-julgar-proce…
Fux pede vista e adia decisão sobre apreensão de bens do senador tucano Aécio Neves: https://noticias.uol.com.br/…/2018/06/12/luiz-fux-bens-aeci…
Fux arquiva inquérito contra o deputado federal Onyx Lorenzoni, do DEM:https://g1.globo.com/…/ministro-do-stf-arquiva-inquerito-qu…


Blog do BILL NOTICIAS

Acidente automobilístico com o Prefeito de São José do Belmonte-PE

           (Via:C.Geral)

Na manhã deste sábado dia (15), aconteceu um acidente automobilístico por volta das 10:00 envolvendo o prefeito de São José do Belmonte, no Sertão pernambucano. O prefeito Romonilson Mariano (PHS), sofreu o acidente na PE-361, quando fazia o percurso de São José do Belmonte sentido Serra Talhada.
Segundo informações, Romonilson sobrou na curva da Jurema, nas proximidades do Clube Rancho das Águas. O veículo ficou destruído, já o prefeito saiu sem ferimentos graves. Moradores da localidade socorreram o prefeito que foi encaminhado para o município de Serra Talhada para ser submetido a exames médicos.(O POVO COM A NOTICIA).

Blog do BILL NOTICIAS

KOTSCHO: SE PUDESSEM 70 MI DE BRASILEIROS IRIAM EMBORA NO BRASIL PÓS-GOLPE

Dir.: em cima (Paulo Pinto - Ag. PT) / Dir.: Adriano Machado - Reuters

Por Ricardo Kotscho, em seu blog- Pesquisa Datafolha divulgada deste domingo confirma um sentimento cada vez mais forte na população: os brasileiros querem deixar o Brasil que sobrou do golpe parlamentar de 2016.
Já fomos 70 milhões em ação, lembram-se? Agora, se pudessem, 70 milhões de brasileiros com mais de 16 anos iriam viver em outro país, o que significaria a maior diáspora de uma geração e comprometeria definitivamente o nosso futuro.
Os números são mais dramáticos entre os jovens: seis em cada dez brasileiros entre 16 e 24 anos sonham em ir embora, o equivalente a toda a população de Minas Gerais, como mostra a reportagem de Ana Estela de Sousa Pinto, na Folha.
O Brasil deixou de ser o país do futuro. É um país sem futuro para os jovens, que já tem cerca de 30 milhões de trabalhadores sem emprego ou subempregados.
Apenas quatro anos atrás, nas ultimas eleições gerais, se esta mesma pesquisa tivesse sido aplicada, os resultados certamente seriam bem diferentes, absolutamente opostos.
Em 2014, o Brasil vivia uma situação de pleno emprego, com renda crescente em todas as faixas sociais, todos os indicadores econômicos positivos, a autoestima em alta num país respeitado em todo o mundo.
É só virar o mapa sócio-econômico do país de cabeça para baixo para encontrarmos a situação atual, em que o país voltou a torrar suas reservas para evitar a disparada do dólar e virou motivo de chacota por onde a gente passa no exterior.
Derrubaram uma presidente eleita em nome do combate à corrupção e colocaram uma quadrilha no poder, com o único objetivo de atender ao mercado, aos interesses estrangeiros e destruir as conquistas sociais dos trabalhadores nas últimas décadas.
Voltamos vinte anos em dois, como dizia a propaganda do governo, sem vírgula.
Brasileiros hoje, dia da estréia da seleção na Copa da Rússia, têm vergonha de usar a camisa amarela e de agitar bandeirinhas.
Muitos já foram embora daqui, de vergonha ou por falta de trabalho e de esperança.
Dobrou nos últimos anos o pedido de vistos para os Estados Unidos e só no consulado de Portugal em São Paulo houve 50 mil concessões desde 2016, o ano do golpe.
Este êxodo só tende a crescer porque nem as eleições marcadas para daqui a menos de quatro meses trazem qualquer esperança de que este cenário possa mudar, qualquer que seja o eleito.
Em entrevista ao Estadão deste domingo, um dos candidatos governistas, o tucano Geraldo Alckmin, deu uma patética declaração sobre a “ilegitimidade” do governo Michel Temer por não ter sido eleito.
Só descobriu isso agora? Onde ele estava quando o seu partido, o PSDB, comemorou com Temer o impeachment de Dilma Rousseff para voltar ao poder sem ter sido eleito, nomeando vários ministros?
Agora ninguém quer carregar o caixão que eles próprios construíram para subir a rampa do Palácio do Planalto sem votos.
São os votos que agora faltam a Alckmin para desempacar nas pesquisas, em que não ganha de Jair Bolsonaro nem em São Paulo, que seu partido governa há mais de vinte anos.
A pesquisa Datafolha sobre o desencanto dos brasileiros com o Brasil é o réquiem de uma operação arrasa-quarteirão para destruir o país e que agora pode cair nas mãos de um alucinado ex-capitão do Exército.
Enquanto isso, o moribundo governo Temer vai se arrastando nos porões dos palácios, execrado pela população, nos seis meses e meio que ainda lhe restam.
Se eu fosse um pouco mais jovem e não tivesse cinco netos aqui, tomaria o mesmo rumo de 43% da população brasileira que quer sair do Brasil antes que seja tarde.
Lamento muito, mas este é o resumo da ópera num dia que deveria ser de festa, todos juntos na mesma emoção, mas vive um clima de velório.
Ganhando ou perdendo na Rússia, tanto faz, o Brasil nunca mais será o mesmo nem que Neymar faça chover.
Nada será capaz de melhorar nossas vidas tão cedo. Leiloaram, sem dó nem piedade, o nosso futuro. E semana que vem tem mais. Não vão deixar pedra sobre pedra, nenhum barril de petróleo para contar a história do pré-sal.(247).
Vida que segue.

Blog do BILL NOTICIAS

Violência sem limite! Morador de rua assassinado em pleno centro de Petrolina. Assassino já está preso

                       (Via:C.Geral)

A policia foi acionada na manhã deste domingo(17) para acompanhar ocorrência no centro de Petrolina.Foi constatado na Avenida Souza Filho, próximo a praça de Taxi,    um homicídio com arma branca(faca tipo peixeira).
A vítima era conhecida  como ” Truta” lavador de carros. A Policia agiu rapidamente e prendeu o  assassino  de nome “Roniel” e a arma do crime, que  foram encaminhados à  Delegacia de homicídios. Os dois  eram moradores de rua.
Câmaras de vídeo da Policia registraram a briga corporal dos dois moradores de rua e uma investida rápida de Roniel contra Truta, desferindo duas peixeiradas no no corpo do falecido, que ainda fugiu do local, vindo a cair em pleno asfalto da Av. Souza Filho.

Blog do BILL NOTICIAS