segunda-feira, 18 de junho de 2018

Polícia Federal lança edital de concurso para 500 vagas. Inscrições até o dia 02 de julho/2018

  (Por:C.Geral)
Resultado de imagem para Polícia Federal lança edital de concurso para 500 vagas

A Polícia Federal lançou o edital de concurso público, nesta sexta-feira (15), para 500 vagas, distribuídas entre os cargos de delegado de polícia federal (150), perito criminal federal (60), escrivão de polícia federal (80), papiloscopista de polícia federal (30) e agente de polícia federal (180).
O certame será realizado pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), que utilizará o método Cespe de seleção. A inscrição será feita apenas via internet, no período entre 10 horas do dia 19 de junho e 18 horas do dia 2 de julho (horário de Brasília/DF).
A taxa de inscrição poderá ser efetuada por meio de Guia de Recolhimento da União, disponibilizada na página de acompanhamento do concurso e paga em qualquer banco, bem como nas casas lotéricas e nos Correios. O pagamento da taxa de inscrição deverá ser efetuado até o dia 20 de julho de 2018.
Confira aqui todas as informações a respeito do concurso

Blog do BILL NOTICIAS

SITE DE LULA PUBLICA LISTA DE LIVROS LIDOS PELO PRESIDENTE NA PRISÃO


Por William De Lucca - O site oficial do ex-presidente Lula publicou a lista de livros lidos pelo petista desde que foi preso, em 7 de abril. A lista inclui títulos como "A Elite do Atraso", do sociólogo Jessé Souza, "Feminismo Em Comum - Para Todas, Todes E Todos", da filósofa Márcia Tiburi e Os Beneditinos, do jornalista José Trajano.
"Preso político há mais de dois meses, o ex-presidente dedica a maior parte de seu tempo à leitura em Curitiba. A seguir você encontrará um pouco do universo pelo qual Lula tem navegado. Das publicações que se debruçam sobre a realidade do Brasil e do mundo aos romances e ficção", diz o texto postado na página de Lula.(247).
Confira a lista completa:
A Elite do Atraso - Da Escravidão à Lava Jato - Jessé Souza
Homo Deus - Yuval Noah Harari
Os Beneditinos - José Trajano 
O Amor nos Tempos do Cólera - Gabriel García Márquez
Vá, Coloque Um Vigia - Harper Lee 
Feminismo Em Comum - Para Todas, Todes E Todos - Márcia Tiburi 
O Último Cabalista de Lisboa - Zimler, Richard 
Um Defeito de Cor - Ana Maria Goncalves
Dois Cigarros - Flávio Gomes
Quem Manda No Mundo? - Noam Chomsky 
A Poeira e a Estrada - Maciel Melo 
Esquerda do Mundo, Uni-vos - Boaventura de Sousa Santos
A Melancia do Presidente - Wellington Dias
Belchior - Apenas Um Rapaz Latino-Americano - Jotabê Medeiros 
O Voto do Brasileiro - Almeida, Alberto Carlos 
O Sol na Cabeça – Geovani Martins
O Último Judeu - Uma História de Terror na Inquisição - Gordon, Noah 
Thomas Piketty e o Segredo Dos Ricos - Ladislau Dowbor/ Piketty / Silvio Caccia Bava
Ressurreição - Leon Tolstoi 
Vida - 4 Biografias - Paulo Leminski




Blog do BILL NOTICIAS

CÁRMEN LÚCIA ASSUME A PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

  Por: Agência Brasil
Presidente do Supremo Tribunal Federal, Cármen Lúcia
Presidente do Supremo Tribunal Federal, Cármen LúciaFoto: Marcelo Camargo / Agência Brasil


Antes de embarcar, na manhã desta segunda-feira (18), para o Paraguai, onde participa da reunião de Cúpula do Mercosul, o presidente Michel Temer transmitiu o cargo para a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, na Base Aérea de Brasília. Temer retorna ao Brasil ainda hoje, no início da noite.

Na Presidência da República, Cármen Lúcia tem uma agenda de audiências com ministros, embaixadores e um governador. Pela manhã, às 11h, ela recebe o governador do Pará, Simão Jatene, o desembargador Ricardo Ferreira Nunes, do Tribunal de Justiça do Estado do Pará, e o procurador-geral do Estado do Pará, Ophir Cavalcante Junior.

Na agenda da tarde estão marcadas audiências com o embaixador João Gomes Cravinho, da União Europeia, e Denise Dowling; e com o embaixador da República Eslovaca no Brasil, Milan Cigán. A última audiência do dia será às 16h com a ministra da Advocacia-Geral da União, Grace Maria Mendonça, e o ministro da Fazenda, Eduardo Guardia.

É a segunda vez que Cármen Lúcia assume a Presidência da República nesse período pré-eleitoral. A primeira foi em abril, quando ocupou o posto durante a viagem de Michel Temer ao Peru, para a 8ª Cúpula das Américas.

Como o cargo de vice-presidente está vago, o primeiro da linha sucessória para assumir o comando do país é o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), seguido do presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE). Pela legislação eleitoral os dois poderiam se tornar inelegíveis para alguns cargos caso ocupem o comando no Executivo nos seis meses que antecedem as eleições. Eles têm então optado por agendar compromissos fora do país quando o presidente Temer faz viagens internacionais.




Blog do BILL NOTICIAS

NEYMAR: CABELO DE MACARRÃO E “CALOPSITA”

(247)

Neymar chamou muito a atenção na primeira rodada da Copa do Mundo. Não por seu futebol, fraquíssimo. Mas por seu cabelo. Na véspera do jogo contra a Suíça, o corte de cabelo de Neymar casou espanto e logo foi apelidado de corte-macarrão. No jogo, domingo, o jogador apareceu com o corte "calopsita". Foi ironizado nas redes sociais em todo o mundo. O ex-jogador  Eric Cantona, ídolo do Manchester United e da seleção francesa nos anos 1990, alfinetou o brasileiro com uma foto  depois de virar um prato de macarrão em sua própria cabeça. 
– Estilo Neymar... espaguete al dente! – escreveu Cantona.
O meme é chamada para o programa do francês no canal Eurosport, no qual, num monólogo, falando diretamente para a câmera, o ex-jogador analisa o futebol atual. No programa, ele critica o futebol e o cabelo de Neymar.


Blog do BILL NOTICIAS

PAPA: AS DITADURAS COMEÇAM COM A COMUNICAÇÃO CALUNIOSA

REUTERS/Max Rossi

Em missa nesta segunda-feira (18), o Papa Francisco descreveu praticamente a situação do Brasil nos atuais, ao falar da manipulação das informações pela mídia.
"Se concede todo o aparato da comunicação a uma empresa, a uma sociedade que faz calúnia, diz falsidades, enfraquece a vida democrática. Depois vêm os juízes a julgar essas instituições enfraquecidas, essas pessoas destruídas, condenam e assim vai avante uma ditadura. As ditaduras, todas, começaram assim, adulterando a comunicação, para colocar a comunicação nas mãos de uma pessoa sem escrúpulo, de um governo sem escrúpulo", disse Francisco.
Na última semana, um gesto do Papa para o ex-presidente Lula foi vítima de "denunciação caluniosa" de sites progressistas por agências de checagem de informação (leia mais). 
Leia, abaixo, notícia publicada pelo site Vatican News
Papa: as ditaduras começam com a comunicação caluniosa
Para destruir instituições ou pessoas, se começa a falar mal. A esta “comunicação caluniosa”, o Papa Francisco dedicou a homilia na missa na Casa Santa Marta.
A sua reflexão parte da história de Nabot narrada na Primeira Leitura, no Livro dos Reis. O rei Acab deseja a vinha de Nabot e lhe oferece dinheiro. Aquele terreno, porém, faz parte da herança dos seus pais e, portanto, rejeita a proposta. Então Acab fica aborrecido “como fazem as crianças quando não obtêm o que querem: chora.
A sua esposa cruel, Jezabel, aconselha o rei a acusar Nabot de falsidade, a matá-lo e assim tomar posse de sua vinha. Nabot – notou o Papa – é portanto um “mártir da fidelidade à herança” que tinha recebido de seus pais: uma herança que ia além da vinha, “uma herança do coração”.
Os mártires condenados com as calúnias
Para Francisco, a história de Nabot é paradigmática da história de Jesus, de Santo Estevão e de todos os mártires que foram condenados usando um cenário de calúnias. Mas é também paradigmática do modo de proceder de tantas pessoas de “tantos chefes de Estado ou de governo”. Começa com uma mentira e, “depois de destruir seja uma pessoa, seja uma situação com aquela calúnia”, se julga e se condena.
Como as ditaduras adulteram a comunicação
“Também hoje, em muitos países, se usa este método: destruir a livre comunicação”.
Por exemplo, pensemos: há uma lei da mídia, da comunicação, se cancela aquela lei; se concede todo o aparato da comunicação a uma empresa, a uma sociedade que faz calúnia, diz falsidades, enfraquece a vida democrática. Depois vêm os juízes a julgar essas instituições enfraquecidas, essas pessoas destruídas, condenam e assim vai avante uma ditadura. As ditaduras, todas, começaram assim, adulterando a comunicação, para colocar a comunicação nas mãos de uma pessoa sem escrúpulo, de um governo sem escrúpulo.
A sedução dos escândalos
“Também na vida cotidiana é assim”, destacou o Papa: se quero destruir uma pessoa, “começo com a comunicação: falar mal, caluniar, dizer escândalos”:
E comunicar escândalos é um fato que tem uma enorme sedução, uma grande sedução. Seduz-se com os escândalos. As boas notícias não são sedutoras: “Sim, mas que belo o que fez!” E passa… Mas um escândalo: “Mas você viu! Viu isso! Você viu o que aquele lá fez? Esta situação… Mas não pode, não se pode ir avante assim!” E assim a comunicação cresce, e aquela pessoa, aquela instituição, aquele país acaba na ruína. No final, não se julgam as pessoas. Julgam-se as ruínas das pessoas ou das instituições, porque não se podem defender.
A perseguição dos judeus
“A sedução do escândalo na comunicação leva justamente ao ângulo, isto é “destrói” assim como aconteceu a Nabot, que queria somente “ser fiel à herança dos seus antepassados” e não vendê-la. Neste sentido, também é exemplar a história de Santo Estevão, que faz um longo discurso para se defender, mas aqueles que o acusavam preferem lapidá-lo ao invés de ouvir a verdade. “Este é o drama da avidez humana”, afirma o Papa. Tantas pessoas são, de fato, destruídas por uma comunicação malvada:
Muitas pessoas, muitos países destruídos por ditaduras malvadas e caluniosas. Pensemos por exemplo nas ditaduras do século passado. Pensemos na perseguição aos judeus, por exemplo. Uma comunicação caluniosa, contra os judeus; e acabavam em Auschwitz porque não mereciam viver. Oh… é um horror, mas um horror que acontece hoje: nas pequenas sociedades, nas pessoas e em muitos países. O primeiro passo é se apropriar da comunicação, e depois da destruição, o juízo e a morte.
Reler a história de Nabot
O Apóstolo Tiago fala precisamente da "capacidade destrutiva da comunicação malvada". Em conclusão, o Papa exorta a reler a história de Nabot no capítulo 21 do Primeiro Livro dos Reis e a pensar em "tantas pessoas destruídas, em tantos países destruídos, em tantas ditaduras com 'luvas brancas'" que destruíram países.(247).


Blog do BILL NOTICIAS

BRASIL, O PÁRIA DE CHUTEIRAS


O Brasil, que já foi a pátria de chuteiras de Nelson Rodrigues, chega à sua primeira partida na Copa do Mundo do 2018 com um "pária de chuteiras".
Um país sem democracia, vítima de um golpe contra uma presidente legítima, e cuja população vive há dois anos sob a retirada sistemática de direitos, que tem seu principal líder popular encarcerado numa prisão política para não concorrer e vencer as eleições presidenciais. 
O time comandado por Tite que entrou em campo nesse domingo, 17, contra a Suíça é o reflexo do País. Para o jornalista Luiz Costa Pinto, os brasileiros têm um evidente problema emocional, agravado com o placar de 7 a 1. "São vira-latas jecas dentro de campo e refletem a alma média de um país que se converteu em pária da comunidade internacional. Refletem, então, exatamente o que somos", diz Costa Pinto, em seu Facebook.
Leia, abaixo, o texto de Luis Costa Pinto na íntegra:
Não foi o início imaginado, mas pode ter o fim almejado.
"Um primeiro tempo razoável. Um segundo tempo irreconhecível - porque levou o gol de empate antes dos cinco minutos e não soube reagir.
Não soube porque não há no manual do messiânico Tite (bom técnico, o melhor desde o Scolari de 2002, que não era o mesmo Felipão de 2014) a forja de liderança dentro de campo.
Os brasileiros têm um evidente problema emocional, agravado com o placar de 7 a 1. São vira-latas jecas dentro de campo e refletem a alma média de um país que se converteu em pária da comunidade internacional. Refletem, então, exatamente o que somos.
O juiz mexicano errou - e sabia que estava errando. Logo, isso tem nome: roubo. Ele teria de ter recorrido ao VAR tanto no gol da Suíça quanto no pênalti não marcado em Gabriel Jesus.
Foi um mau começo, mas pode reforçar a caminhada.
Só não nos tira do inexorável caminho do divã coletivo em que o Brasil tem de ser comprometer a deitar. 
Estamos ganindo pelos becos do mundo, qual cachorro atropelado. Em todas as áreas, até no futebol. Fomos uma potência. Hoje, somos quase risíveis. Isso talvez não curemos nem com cinco novas Copas."(247).


Blog do BILL NOTIOCIAS

MARADONA MANDA RECADO A LULA: “TENHA MUITA FORÇA”

Esq.: REUTERS/Carl Recine - Dir.: Stuckert

A maior jogador da história da Argentina, Diego Maradona, voltou a manifestar seu apoio do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso em Curitiba (PR), após ter sido condenado sem provas no processo do triplex em Guarujá (SP).
Segundo o ex-craque, a “presidência foi roubada de Lula”. “Meu amigo Lula, tenha muita força porque você deu ao Brasil o que ele merece. Os corruptos, infelizmente, vencem algumas batalhas, mas as guerras dos países são vencidas por aqueles que realmente querem bem ao povo. Siga adiante porque todos o apoiamos”, disse no Twitter.
Em abril, antes de Lula se entregar à Polícia Federal, o ex-jogador manifestou apoio a Lula e chamou Michel Temer como "traidor". "É uma loucura. O povo brasileiro não pode apoiar que uma pessoa honesta como Lula da Silva seja visto como corrupto número 1, enquanto o traidor Michel Temer foi acusado e poupado", afirmou o ex-jogador ao jornal Clarín, da Argentina.(247).


Blog do BILL NOTICIAS

MARCOS VALÉRIO É CONDENADO A 16,9 ANOS DE PRISÃO PELO MENSALÃO TUCANO

Reprodução

O publicitário Marcos Valério e os empresários Ramon Hollerbach e Cristiano Paz a 16 anos e 9 meses de prisão, em regime fechado, pelos crimes de peculato e lavagem de dinheiro, no âmbito do processo do chamado "mensalão tucano".
A sentença da juíza Lucimeire Rocha, da 9ª Vara Criminal de Belo Horizonte, foi proferida na última sexta-feira e será publicada nesta terça-feira (19).(247).


Blog do BILL NOTICIAS

Polícia tenta obter dados sigilosos de CPI da Petrobras

Investigação da PF apura se um deputado federal violou o sigilo funcional 
a favor da Odebrecht
Por: Folhapress 
Polícia Federal
Polícia FederalFoto: Rovena Rosa / Agência Brasil

Polícia Federal pediu documentos sigilosos à Câmara dos Deputados para avançar em uma investigação que apura se um deputado federal violou o sigilo funcional a favor da Odebrechtem uma CPI sobre a Petrobras.

O inquérito mira o deputado João Carlos Bacelar (PR-BA) e cita o vice-presidente jurídico da empreiteira, Maurício Ferro, que não é delator e é cunhado de Marcelo Odebrecht. A investigação partiu de depoimentos de executivos do grupo, que se tornaram públicos em 2017.

José Carvalho Filho, ex-diretor de relações institucionais da Odebrecht em Brasília, disse em delação que procurou Bacelar durante a vigência da CPI, em 2015, para conseguir informações sobre sessões secretas da comissão.

Em depoimento a procuradores, ele afirmou que Ferro havia pedido "novidades" sobre a CPI. Segundo Carvalho Filho, após conversa com Bacelar, o deputado providenciou um material. "Ele [Bacelar] pediu que esperasse e, uma hora depois, me entregou um CD", disse em depoimento. O delator afirmou que não abriu esse disco e que o encaminhou a um emissário, que ficou de entregar a Ferro.

A Comissão de Documentos Sigilosos da Câmara informou à reportagem que respondeu à PF em março, pedindo que os investigadores especificassem mais que tipos de dados precisam. O prazo para a conclusão do inquérito vem sendo prorrogado desde o ano passado.

Nos autos públicos do inquérito, consta que o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), inicialmente alegou dificuldades para colaborar porque a Comissão de Documentos Sigilosos estava sem membros definidos.

A polícia e o Ministério Público Federal não comentam o estágio da investigação. Na mesma apuração, os policiais apuram se Bacelar agiu a favor da empreiteira de outras maneiras no Congresso, também por meio de uma Medida Provisória de interesse do grupo em 2012 e ao conseguir barrar a convocação de um executivo para sessão de uma comissão da Câmara.

A delação da Odebrecht cita suposto caixa dois em favor do deputado federal nas campanhas de 2006 e 2010, além de mencionar doações oficiais em 2014. Maurício Ferro foi ouvido no inquérito pela PF em 2017. Em um curto depoimento, ele negou ilegalidades e disse que apenas pediu a Carvalho Filho que acompanhasse o andamento da CPI da Petrobras, sem ter recebido nenhum retorno. Disse desconhecer o episódio do CD ou que algum outro advogado da empreiteira tenha recebido.

Ferro ganhou notoriedade nos últimos meses devido a uma ofensiva de Marcelo Odebrecht contra executivos do grupo que não se tornaram delatores. O empreiteiro, após sair da prisão no fim de 2017, criticou em email "pessoas que optaram por omitir seus erros" e também afirmou em depoimento que pediu que o cunhado encerrasse as atividades do Setor de Operações Estruturadas do grupo, conhecido como departamento da propina.

Marcelo arrolou Ferro e a irmã, Mônica, como testemunhas de defesa em um dos processos da Lava Jato no Paraná contra o ex-presidente Lula, mas eles acabaram dispensados.

Procurado, o deputado João Carlos Bacelar negou qualquer irregularidade e afirma que todos os documentos da CPI da Petrobras são públicos e podem ser acessados livremente. Ele sustenta que apenas uma sessão daquela comissão chegou a ser sigilosa, mas logo teve seu conteúdo tornado público.

Em depoimento, ele disse que não recebeu caixa dois e que em 2006, como concorria pela primeira vez, dificilmente seria apoiado por uma grande empresa. A Odebrecht diz que todos os esclarecimentos foram prestados às autoridades. Afirmou ainda que implantou um sistema para prevenir e punir desvios e crimes e que seu modelo de gestão valoriza "integridade e transparência".



Blog do BILL NOTICIAS

Taxistas reclamam de “taxa” cobrada por donos de estacionamentos no São João de Petrolina; AMMPLA promete apurar denúncia

  (Por:C.Geral)
 

Taxistas de Petrolina entraram em contato com este Blog para reclamar que os que controlam os estacionamentos no São João de Petrolina estariam cobrando R$ 20,00 a cada vez que entrassem para deixar passageiro.
Um absurdo, nós não ficamos lá. Apenas deixamos o passageiro e saímos. Se pagarmos cada vez que entramos vai ficar inviável”, reclamou um taxista que solicitou anonimato.
A reportagem conversou com o diretor da Autarquia Municipal de Mobilidade (AMMPLA), Geraldo Miranda, que se comprometeu a apurar o caso e notificar os responsáveis.
Se estão cobrando, estão errados e nós vamos agir. Não é justo que os taxistas que só estão trabalhando paguem por isso. Até porque somente passam nos estacionamento”, afirmou.

Blog do BILL NOTICIAS

Pedido de liberdade de Lula no Supremo Tribunal Federal deve ir a julgamento dia 26 de junho


decisão do ministro Edson Fachin de incluir um pedido de liberdade de Lula na sessão da Segunda Turma do Supremo do dia 26 alvoroçou empresas com peso no mercado.
Dirigentes de instituições financeiras de dentro e de fora do país acionaram contatos para especular sobre as chances de o petista sair da cadeia.
A maioria dos magistrados que vai julgar o recurso é contra prisão em segunda instância.
Isso, porém, não os impediu de, em maio, negar a soltura do ex-presidente.
No PT, a decisão de Fachin foi vista como “um sopro de esperança”, mas integrantes do partido admitem que não dá para ter otimismo após as sucessivas derrotas de Lula na Justiça.  (Daniela Lima – Painel, FSP). (247).

Blog do BILL NOTICIAS

Novo penteado e quedas em campo de Neymar viram meme após empate do Brasil

Internet não perdoou o craque da Seleção Brasileira

  Redação/Superesportes
Novo penteado e quedas de Neymar em campo viram meme










Blog do BILL NOTICIAS

TEMER CORTA 95% DAS VERBAS DE PROGRAMAS SOCIAIS E COMPROMETE FUTURO DE MILHÕES


Por Juliana Gonçalves, no Brasil de Fato - Gilvanete Costa, de 28 anos, piauiense que hoje mora em Luziânia, cidade do entorno de Brasília, teve sua vida influenciada pelos programas sociais criados pelo governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Sua mãe, dona Dejanira Santos Costa, que trabalhava na roça, foi beneficiária do programa Bolsa Família no pequeno município de Manoel Emídio (PI), a 450 km de distância de Teresina, capital do Estado.
Com o benefício, criou Gilvanete e seus quatro irmãos, e com o arroz e feijão garantidos, pode dedicar seus esforços à educação dos filhos.
"Eu lembro que teve dias dela deixar de comprar alimento para comprar material escolar. Embora não tivesse em sua época acesso à educação, dona Dejanira sabia que o estudo é uma das portas para mudar realidade social das pessoas", conta Gilvanete.
Anos depois, em 2013, a mãe de Gilvanete foi uma das principais apoiadoras para ela tentar acessar o ensino superior por meio do Fundo de Financiamento Estudantil, o Fies. "Na época foi muito, muito fácil, acho que estávamos em outros tempos. Não estava como hoje, a questão política estava mais controlada e nossos direitos estavam garantidos. Foi uma oportunidade que eu tive e que jamais conseguiria arcar com isso, pagar", lembra.
Foi por meio do programa de bolsas que ela conseguiu se formar em jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Brasília no final do ano passado. A jornalista acredita ser um exemplo da necessidade dos programas sociais. "São programas que vieram realmente para dar mais dignidade para a gente que não tem acesso ao mínimo", ressalta Gilvanete.
A maior vitória para ela é a casa conquistada por meio do Minha Casa Minha Vida, em 2014. O programa mudou a realidade social da jornalista. "Graças a esse programa eu consegui realizar o sonho da casa própria e ter o meu canto próprio. Sem os incentivos do governo eu jamais conseguiria", conta.
A exemplo de Gilvanete, muitos brasileiros tiveram e ainda têm suas vidas transformadas pelos programas sociais. No entanto, todos os projetos citados pela jornalista hoje sofrem desmontes por parte do governo golpista.
Menos moradias
O Minha Casa Minha Vida, por exemplo, saiu de um orçamento de R$ 23,55 bilhões em 2015 para R$ 8,40 bilhões em 2016. Estavam previstos apenas R$ 3,69 bilhões em 2017, e se projeta um investimento de R$ 1,2 bilhão neste ano, ou seja, uma queda brusca de 94,9% em relação ao valor de 2015. Não são apenas os cortes impulsionados por Michel Temer (MDB) que influenciam o acesso ao programa. As regras também estão sofrendo mudanças.
O Minha Casa Minha Vida foi implementado em 2009, e de lá pra cá já fechou contratos para 4 milhões de unidades habitacionais, com investimento total de mais de R$ 270 bilhões, de acordo com o Ministério das Cidades. O número de imóveis já entregues é de 2,3 milhões.
No campo, a mudança das regras de acesso ao Minha Casa Minha Vida Rural têm afastado a efetividade do programa social para os agricultores.
Sonia Maria da Costa, da cidade Francisco Santos, também do Piauí, conta que foram muitas noites dormindo no chão até sua casa sair em 2012. Ela, que faz parte também da coordenação do Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA), denuncia que a nova modalidade em vigor depois do golpe está prejudicando o acesso das famílias.
"Praticamente elas nunca serão beneficiadas porque nem o pai pode doar terra para o filho, porque antes era até terceiro grau, o avô poderia doar para neta, o sogro para nora ou genro, e agora não. Se você não tiver a terra no seu nome, você não consegue acessar o programa", lamenta.
Menos educação superior
Mudanças também chegaram no Programa Universidade para Todos (Prouni), lançado em em 2004. Eduardo Mauro de Carvalho, psicólogo, foi um dos beneficiários das bolsas parciais. Depois de quatro anos tentando passar no vestibular numa universidade pública, ele ingressou na Universidade Bandeirantes em 2005, se formando em 2010. Hoje, profissional ligado ao Sistema Único de Saúde (SUS), afirma o peso positivo do Prouni em sua formação.
"Foi graças ao Prouni que eu tive a oportunidade de ingressar no ensino superior e ter o desenvolvimento que eu tenho hoje. Na época, Eduardo acertou 97% da prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), ficou em terceiro lugar e conseguiu uma mensalidade de R$ 200 que cabia em sua bolso", conta.
Mais recentemente, em 2015, a jovem Deborah Monteiro passou no processo seletivo e iniciou o curso de Letras na PUC de São Paulo. "O Prouni acabou beneficiando muito das pessoas que como eu não teriam a menor condição de entrar, acessar uma universidade e de fato continuar nessa universidade. As pessoas nem prestavam [o vestibular]. Então você tinha todo um imaginário de que aquilo não era para nós da periferia".
Hoje, a professora da rede pública relembra como foi a primeira da sua família a se formar, graças ao Prouni. Depois de uma vida escolar na rede pública, a menina negra da periferia se inscreveu sem tanta convicção na real possibilidade de ingressar na universidade com o curso 100% pago. Débora conta que sempre teve em mente que o programa é fruto da luta da classe trabalhadora e lamenta os desmontes sofridos hoje.
Em 2015, apesar do aumento no número total de bolsas do Prouni, houve uma queda no número de bolsistas integrais (para estudantes com renda de até 1,5 salário mínimo), embora tenha havido expansão no número de bolsas parciais (para estudantes com renda de até 3 salários mínimos).
Em 2016, com Temer, houve um corte de 80 mil bolsas integrais oferecidas pelo programa na tentativa de diminuir os gastos públicos. O Prouni já atendeu, desde sua criação até o processo seletivo do segundo semestre de 2016, mais de 1,9 milhão de estudantes, sendo 70% com bolsas integrais.
O corte nas bolsas integrais e a crise financeira fez os números de estudantes que abandonaram a graduação subir. Segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, do IBGE, mais de 170 mil brasileiros, com idades de 19 a 25 anos, abandonaram a graduação no ano de 2017.
Entre 2013 e 2016, a média de desistência de alunos era de 5% ao ano. Em 2017, esse número passou para 7,38%. Esse aumento pode ser justificado pelo aumento do desemprego e a redução da oferta de financiamento estudantil já que houve também redução no Fies. Com a saída de Dilma Rousseff (PT) e a entrada de Michel Temer na presidência, o programa sofreu nova redução de vagas no segundo semestre de 2016 e em 2017.
O governo Temer parece não ter convicção ou critério para os cortes que faz. Em fevereiro de 2017, o então ministro da Educação, Mendonça Filho, anunciou redução de 29% nos investimentos Fies. O teto global de financiamento por curso saiu do R$ 42 mil para R$ 30 mil por semestre. Agora, em 2018, depois de sofrer pressão dos setores privados de educação, o MEC voltou atrás, colocando novamente o valor para R$ 42 mil.(247).


Blog do BILL NOTICIAS

ELEIÇÕES: FACEBOOK BLOQUEIA NOTÍCIAS E LIBERA PROPAGANDA PAGA



Enquanto restringe a distribuição de notícias, o Facebook está inundando a rede de propaganda paga dos pré-candidatos às eleições de 2018. É uma espécie de "horário eleitoral (não) gratuito" que está funcionando desde já, enquanto o horário gratuito nas TVs e rádios começa só em agosto. Os anúncios políticos no Facebook e nas demais redes sociais foram permitidos pelas regras eleitorais aprovadas no ano passado e, com mais de 100 milhões de usuários no país, a empresa americana passa a ter grande relevância na campanha eleitoral no Brasil -enquanto enche seus cofres.
Segundo especialistas em mídias sociais ouvidos pelo jornal Valor Econômico, a propaganda paga em meios digitais pode abrir brechas para a difusão - numa escala ainda não conhecida no Brasil - de conteúdos deturpados sobre candidaturas e até mesmo para possíveis interferências externas na formação de opinião dos eleitores. O fenômeno é agravado pela política da empresa de Mark Zuckerberg de reduzir crescentemente a circulação de notícias na rede, por duas ações combinadas: a mudança nos algoritmos e o teórico combate às "fake news", que tornou agências de "checagem" e a empresa americana em censoras. 
A compra de anúncios - ou, como se convencionou chamar, o impulsionamento de anúncios - no Facebook e em outras redes sociais permite aos candidatos escolher perfis de eleitores que querem atingir. Isso dá aos candidatos a chance de alcançar um número muito maior de usuários do que aqueles que já acompanham suas páginas e veem seus posts.
Uma amostra dos anúncios contratados por pré-candidatos aparece no site do projeto Eleições sem Fake, que monitora anúncios pagos no Facebook. O projeto é desenvolvido por acadêmicos da UFMG. Álvaro Dias (Pode), Flávio Rocha (PRB) Geraldo Alckmin (PSDB), Guilherme Boulos (Psol), Henrique Meirelles (MDB), Manuela D'Ávila (PCdoB), Marina Silva (Rede) são alguns dos que pagam anúncios no Facebook. Na mesma amostra, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) aparece mencionado de forma elogiosa em anúncios pagos por aliados. Jair Bolsonaro (PSL) também aparece positivamente em anúncios de terceiros, assim como Ciro Gomes (PDT).
Os anúncios no Facebook são exibidos entre os posts de assuntos diversos replicados diariamente por amigos e conhecidos de cada usuário. A diferença é que nessas mensagens pagas aparece a palavra "Patrocinado". Com um click, o usuário pode ver algumas informações porque aquele anúncio lhe foi enviado.
Neste momento de pré-campanha, candidatos não estão autorizados, segundo regras do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sobre impulsionamento de anúncios a pedir votos por meio dessas mensagens pagas. Mas a regra é facilmente burlada, pois nas mensagens patrocinadas, eles falam de suas propostas e de seu currículo.
Há igualmente segundo a mesma amostra do projeto da UFMG - uma longa lista de anúncios que contêm acusações, críticas e zombarias contra os candidatos ou a suas ideologias. São mensagens pagas por políticos, grupos e ativistas.
O Facebook promete uma ferramenta pela qual será possível ver todos os anúncios impulsionados por todos os candidatos e campanhas contratantes. Promete também exibir os valores recebidos por isso. São tentativas de dar mais transparência de sua atuação neste pleito.
Por meio de nota, a empresa afirmou: "Estamos comprometidos em aumentar a transparência dos anúncios políticos, e recentemente anunciamos medidas concretas para dar ainda mais informação às pessoas sobre os anúncios que elas veem no Facebook. Também estamos cooperando com autoridades eleitorais em todo o mundo, inclusive no Brasil, sobre temas relacionados à segurança online".(247).
Leia a íntegra da reportagem do Valor aqui.


Blog do BILL NOTICIAS

Presa quadrilha de assaltantes de Salvador roubando celulares no São João de Petrolina. Ação foi da Policia baiana e larápios já estão presos

  (Por: C.Geral)

Por volta das 17h40 desse sábado (26) –  a base da 74° CIPM recebeu uma denúncia de que na Quadra 22 do João Paulo II em Juazeiro-BA, havia um veículo com placa de Salvador e que os ocupantes do mesmo estavam em atitude suspeita.
A equipe do PETO com o apoio da 7403 deslocaram até o local para averiguar a situação, chegando ao local foi localizado o veículo prisma branco com placa de Salvador, ao proceder com a abordagem os ocupantes do veículo tentaram evadir do local adentrando em uma residência, ao serem alcançados foi realizado a abordagem e foi encontrado com eles dois celulares de origem não  identificada, ao indagar-se sobre a origem, os mesmos confessaram que eram objetos de furto e que teriam furtado na festa, no dia anterior, do São João do Vale na Cidade de Petrolina.
Ao procedermos com a abordagem foi localizado em um dos quartos mais três homens e uma mulher que também estavam na residência, todos afirmaram que estavam aqui na cidade há três dias e que vieram para trabalhar na festa, com dois dos ocupantes da casa foram encontrados mais dois celulares também com a mesma origem,  furtados na festa.
Os ladinos foram identificados como, Barone Bispo Rodrigues, Jair de Jesus Brito, Albert Assunção de Menezes, Alan Ney de Santana, Jonatas Santos Batista e Laysa Lopes de Santana. Todos residentes na Cidade de Salvador e com antecedentes Criminais, por furtos, tráfico e formação de quadrilha, sendo que Barone Bispo também tem passagem por formação de quadrilha no Estado de Mato Grosso.
Diante dos fatos – todos os envolvidos  foram conduzidos para DP de Petrolina-Pe  juntamente com o veículo e os celulares  furtados, para adoção das medidas cabíveis.
ASCOM 74° CIPM

Blog do BILL NOTICIAS