quarta-feira, 22 de março de 2017

Acabou, doutor Moro: Lula não é ladrão — Desespero e perseguição são péssimos conselheiros


Vamos direto ao ponto: Lula não roubou. E, se ele não roubou, não pode ser delatado por ninguém, como os malfeitores com culpa formalizada e os que não cometeram crimes, mas que são acusados pelos verdugos e políticos de direita da Lava Jato, que também exercem cargos de servidores públicos, que estão completamente contaminados ideologicamente, a ter a vaidade em um primeiro plano, bem como coautores de um golpe terceiro-mundista, juntamente com os parlamentares do Congresso Nacional, a imprensa familiar mais covarde e corrupta do planeta, além de terem como seus chefes diretos e cúmplices os juízes do STF e o procurador-geral da PGR.
Contudo, volto a reiterar: Lula não roubou. E, se ele não roubou, não pode ser injustamente e covardemente perseguido porque o doutor Moro, um juiz de província de primeira instância, resolveu fazer política para beneficiar a ex-oposição capitaneada pelo PSDB e que atualmente usurpa o poder central por intermédio de um golpe bananeiro, mas violento que mais uma vez transformou o Brasil em uma republiqueta de bananas com a carranca e o focinho das oligarquias regionais e da classe média coxinha de alma lacerdista.
Entretanto, Sérgio Moro continua em seu périplo persecutório de caráter primitivo, a cometer desbragadamente insubordinações perante os juízes do STF, especificamente os magistrados Ricardo Lewandowski e Teori Zavascki, sendo que os dois já foram afrontados pelo juiz que "Faz Diferença" para a golpista famiglia Marinho, assim como participa de eventos de políticos democutanos, exatamente aqueles que deram um golpe de estado criminoso contra a presidenta constitucional, Dilma Rousseff, a mandatária legítima e reeleita democraticamente com 54,5 milhões de votos.
Sérgio Moro, o juiz de província, que tem por objetivo prender o presidente Lula e que demonstra estar desesperado por não achar nada que o incrimine, como não acharam os procuradores plutarquianos de Brasília, de São Paulo e do Paraná, sujeitos obsessivos por desmoralizar Lula e desconstruir, definitivamente, sua imagem de líder popular e político de grandeza internacional.
Lula, apesar de ser alvo de insultos e perseguições constantes, que têm por propósito desumanizar sua condição humana, o líder trabalhista figura como principal político a liderar as pesquisas de candidatos a presidente da República, motivo pelo qual o sistema judiciário partidarizado e ideológico se movimenta com virulência e despudor.
Trata-se de um processo draconiano que chama a atenção dos setores democráticos e legalistas da sociedade brasileira, da América Latina, além de causar suspeitas e desconfianças a parlamentares dos Estados Unidos e da França, bem como da grande imprensa estrangeira, que considera como golpe o que ocorreu e está a ocorrer no Brasil por causa do afastamento da presidenta Dilma efetivado por um parlamento e um "presidente" interino usurpador, cuja maioria dos deputados e dos ministros é acusada de corrupção e responde a processos na Justiça, sendo que muitos dos golpistas já são réus.
A busca incessante por sua destruição, a começar pela feroz perseguição por meio de "investigações" e vazamentos de inquéritos e processos à imprensa alienígena dos magnatas bilionários sonegadores de impostos e autores de tratativas burlescas e daninhas aos cofres públicos, no que diz respeito a escândalos de corrupção como a Zelotes e o HSBC, além do Banestado, dentre outros casos nos quais estão envolvidos barões de mídias comerciais e privadas. Porém, "isto não vem ao caso" — como gosta de afirmar o juiz de primeira instância Sérgio Moro, que somente tem olhos para o PT. Trata-se de patologia. Um caso irremediavelmente patológico...
Sérgio Moro não é o precursor da "Justiça Seletiva". Todavia é, sem sombra de dúvida, um de seus principais precursores. É o fim da picada. Um juiz que não se atém apenas aos autos, como deve obrigatoriamente proceder qualquer juiz em qualquer lugar, país e tribunal a qual pertencer, seja ele uma vara de primeira instância ou a Corte mais importante do País, como é o caso do STF.
Sérgio Moro há muito tempo deveria ter sido punido e afastado de seu cargo para o bem do serviço público. Trata-se de um magistrado que cometeu crimes de ordem constitucional, jurídica e judicial. Moro rasga a jurisprudência e faz picadinho da Constituição, que é o alicerce do Estado de Direito. Aliás, Moro e sua turma do MPF e da PF curitibana não combinam com o Estado de Direito, pois os primeiros são como se fossem água, e o segundo, óleo. Não se misturam e não combinam.
Já elenquei, muitas vezes, as inúmeras estrepolias e os abusos de poder de tal protagonista da Lava Jato. Contudo, a mais emblemática das muitas diatribes do juiz provinciano, que age como se mandasse no País são: 1) A prisão coercitiva de Lula, similar a um sequestro promovido pelo Estado; 2) O vazamento do áudio de conversa entre Lula e Dilma; e 3) Os vazamentos sobre informações dos sigilos bancários, telefônicos e das redes sociais de Lula e de sua família. Entretanto, citei apenas três casos que denotam a covardia, a patifaria, a perseguição a um cidadão que não é réu, não responde a processos e que nunca foi condenado pela Justiça nem em primeira instância. Inaceitável.
Pelo contrário. Essa gente togada têm de dar satisfação ao cidadão contribuinte, que paga seu alto salário, sua mordomia e status. O Brasil, apesar do golpe de estado praticado por bandoleiros que tomaram de assalto a Presidência da República, com a absurda e temerária cumplicidade de juízes do STF e do procurador-geral da PGR, compreende o que está a acontecer, bem como aqueles que ainda não perceberam que houve um golpe, certamente que perceberão, porque, quanto mais se aproxima o julgamento de Dilma Rousseff no Senado, recrudescem os movimentos na internet e nas ruas contra o golpe bananeiro.
Se o golpe à moda "Banânia" ou "Los Macaquitos Blancos" for concretizado o Brasil não terá paz e esperança. Governar só será possível ao usurpador e traidor michel temer (o nome dessa peçonha é sempre escrito em minúsculo por se tratar de um pigmeu moral, político e citadino) por intermédio da repressão policial e da opressão publicitária e ideológica. Um verdadeiro inferno em forma de caldeirão e caos... Não haverá estabilidade institucional e democrática porque a Constituição foi rasgada, bem como uma presidente derrubada do poder sem ter cometido crime de responsabilidade. Impeachment sem dolo é golpe. Ponto.
O golpe realizado por criminosos, que deveriam estar presos, pois antinacionalistas, antidemocráticos e que desejam transformar o Brasil em uma "Banânia" sempre dedicada a atender às demandas dos ricos e dos muito ricos, porque, obviamente, os segmentos de classe média que apoiaram o golpe terceiro-mundista ficarão com o "mico", a chupar o dedo pelo simples fato de a "coxinhada" paneleira de barriga cheia e analfabeta política ser assalariada, ou seja, classe média empregada, com complexo de vira-lata, cabeça colonizada e metida a ser parte da "zelite", quando não é, nunca foi e jamais será!
O jogo acabou, doutor Moro. Lula não é ladrão; e o desespero e a perseguição são péssimos conselheiros. E por quê? Porque quando um juiz, procuradores e delegados não encontram nada que implique Lula em malfeitos e corrupções, mas mesmo assim continuam com a insistência para incriminá-lo, o servidor público perde sua autoridade, porque age e atua a perseguir o cidadão, mesmo a saber de sua inocência. Acabou, doutor Moro. Não há mídia golpista como esta que viceja no Brasil que possa, indefinidamente, manter a crença de que Lula é corrupto ou ladrão. Não há condição para tal covardia e perseguição sem fim, doutor Moro.
Nem o Delcídio Amaral comprovou o que disse. Um senador do PT com alma tucana. Nem o marqueteiro João Santana, autor das campanhas vitoriosos do PT. Nem os bandidos doleiros, sendo que muitos deles crias do PSDB, cujos políticos, absurdamente e vergonhosamente, são inimputáveis, como se fossem uma "classe" à parte, como os deuses. Nem os donos das construtoras, seus diretores e empresários de outros setores da economia, a exemplo do José Carlos Bumlai, que a imprensa de mercado pistoleira o chama de "O amigo do Lula", pois a finalidade é fazer com que o público que assiste, por exemplo, o péssimo "Jornal Nacional" fique em dúvida e passe a desconfiar da integridade moral de Lula. Nada mais fascista e covarde.
Quero lembrar, pois é salutar a quem acredita piamente na imprensa historicamente golpista, que o presidente do STF, Ricardo Lewandowski, retirou, no dia 18, a jurisdição do juiz Moro no que é relativo às gravações (parte da investigação da Lava Jato) que envolvem Lula em conversas com políticos com prerrogativa de função, que é chamada erroneamente pela imprensa da casa grande de "foro privilegiado". Tais processos estão indevidamente nas mãos de um político e juiz de primeira instância, que atende pelo nome de Sérgio Moro, da 13 Vara Federal do PSDB do Paraná.
Lewandowski ajuizou que as investigações nas quais Lula é grampeado por meganhas aecistas de Curitiba com a autorização de Moro devem ser separadas. Trata-se da volta ao SNI e ao DOI-Codi em pleno século XXI no ano de 2016 depois de 30 anos de democracia às custas de muita gente exilada, torturada e morta, a partir de 1964.
A Província de Curitiba, capitaneada pelo direitista Moro e seus pitboys da PF e do MPF, ressuscitaram a "arapongagem" no Brasil. Vou mais além: vazam, sem qualquer peso de consciência ou escrúpulo que os levem à razão, as investigações para a imprensa meramente empresarial, que de posse de tais informações se torna um poderoso "partido" de direita, que passa, então, a cumprir sua agenda política e ideológica, que, como todo mundo sabe, cooperou, e muito, para que o Brasil fosse mais uma vez vítima de um golpe de estado criminoso, travestido de legal e legítimo, que tem por finalidade impor o programa neoliberal dos demotucanos rejeitado pelo povo e derrotado quatro vezes consecutivas nas urnas pelo PT e suas lideranças.
O juiz Teori Zavasck está de férias, mas foi ele que anteriormente retirou do Moro as gravações de Lula com Dilma. É o Teori o relator do processo e, com efeito, trata-se do magistrado que analisa a legalidade das investigações no que concerne ao Lula. Entretanto, Moro tem o costume de passar com o trator por cima da jurisprudência, pois obcecado por Lula, bem como desesperado por não achar provas de malfeitos contra o maior político brasileiro de todos os tempos, a acompanhá-lo apenas o trabalhista gaúcho Getúlio Vargas — estadista e fundador do Brasil moderno.
Enquanto a jiripoca pia para o lado dos varões de Plutarco "abençoados" por coronéis midiáticos inimigos do Brasil, um dos capitães do mato da famiglia Marinho, que se chama Merval Pereira, adianta aos seus leitores coxinhas que o pessoal da Lava Jato não aceitará a delação de mais de 300 políticos por parte de Marcelo Odebrecht. Não aceitará porque... Adivinhe por quê? Não consta o nome de Lula. Além da Odebrecht, vale também informar que até agora as delações da Andrade Gutierrez, construtora ligadíssima aos tucanos, até agora não foram repercutidas pela imprensa mercadológica.
Oxente, por quê? Mas por que, uai? Qual é o porquê disso, tchê? Porque gente como Otávio Azevedo, da Andrade Gutierrez, e Marcelo Odebrecht detonariam de vez a ex-oposição demotucana e que hoje usurpa o poder por meio de golpe bananeiro, mas criminoso e violento. Em suas listas, documentos e redes sociais não constam Lula e Dilma. E sabe por quê? Porque os dois mandatários não são ladrões, não roubaram, não foram irresponsáveis e não fizeram pouco caso com o povo brasileiro. É isto, e por isto os procuradores de Brasília resolveram agir às pressas, como estivessem nos descontos do fim de um jogo bruto e violento, a apelar para acusações sem fundamentos e provas contra Lula.
De acordo com as denúncias de vossas excelências togadas, Lula e mais cinco pessoas, "mancomunadas em suas vis e pérfidas cumplicidades" (este período em aspas da oração é por minha conta), resolveram impedir a delação premiada de Nestor Cerveró, o servidor público que já roubava a Petrobras desde os tempos de FHC. Veja bem, Lula é acusado de uma suposta "TENTATIVA" de impedir a dedoduragem do corrupto Cerveró.
A verdade somente é uma e única: não há provas contra Lula. Odebrecht, Azevedo, Delcídio, Bumlai e um monte de delatores, que entregam até a mãe para sair da cadeia, jamais disseram que Lula está envolvido com esquemas de corrupção. Ponto. Joaquim Barbosa, Gilmar Mendes, Roberto Gurgel, Antonio Fernando de Souza, Rodrigo Janot, procuradores às pencas, delegados federais jamais encontraram provas contra Lula, porque o ex-presidente nunca roubou em toda sua vida. Lula não cometeu crimes e não participou de roubalheira contra o dinheiro e o patrimônio públicos.
Querem prendê-lo como se o líder trabalhista fosse caça, um troféu para que servidores públicos do Judiciário comprometidos com o establishment se engrandeçam para a posteridade junto aos coxinhas e aos reacionários que tratam o Brasil como republiqueta bananeira e mantenham o povo e os trabalhadores presos aos grilhões seculares da escravidão de 388 anos. Lula não é ladrão e prendê-lo sem provas para que o PT não tenha chance de competir nas eleições de 2018 será um ato de arbitrariedade e covardia sem igual no mundo ocidental nas últimas décadas. O status quo terá de recuar, porque não há crime sem dolo. É isso aí. (247).

Blog do BILL NOTICIAS

ROUBO DE CARGA AUMENTA 41% EM ALAGOAS


De acordo com dados da Secretaria de Segurança Pública de Alagoas (SSP/AL), desde 2014 foram contabilizados 294 roubos de cargas; somente em 2014 foram ocorreram 75 roubos; em 2015, esse número subiu para 95 e em 2016 entraram para as estatísticas 106 casos no Estado, o que dá um aumento de 41% em três anos; apenas este ano, em três meses, 18 casos foram notificados
Transportar carga no Brasil é um trabalho extremamente perigoso, segundo a avaliação de um comitê do Setor de Cargas no Reino Unido, o Joint Cargo Committee, que listou 57 países em que a prática tem se tornado um risco no transporte de mercadorias. De acordo com o setor, o número de registros de crimes deixa o Brasil na 8ª posição do ranking, perdendo para países que vivem em conflito armado há anos, como a Síria, Líbia, Sudão do Sul, Iraque e a Somália.

A avaliação do comitê, que estuda os riscos para as seguradoras, foi divulgada no começo deste mês e apresentada pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), na semana passada, com o intuito de alertar sobre o impacto desse tipo de crime na economia. Só no estado do Rio de Janeiro, foram registrados 9.870 casos de roubo de carga desde que as estatísticas passaram a ser contabilizadas, em 1992, totalizando uma média de 394,8 casos ao ano. Os maiores alvos dos bandidos, em todas as rodovias brasileiras, são caminhões com comidas, bebidas e cigarros.

O cenário não é muito diferente em Alagoas. Mesmo sem ser mencionado no relatório internacional, o Estado tem registrado aumento em roubos de cargas a cada ano, segundo dados da Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP/AL). De acordo com o órgão, desde 2014, foram contabilizados 294 roubos de cargas.

Segundo registros, somente em 2014 foram contabilizados 75 roubos. Em 2015, esse número subiu para 95. Em 2016, entraram para as estatísticas 106 casos no Estado, o que dá um aumento de 41% em três anos. Neste ano, em três meses, 18 casos foram notificados. “Existe um aumento no número de cargas roubadas no Estado, mas não é uma coisa pontual, todo o País vem aumentando também”, disse a titular da Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas (DRFVC), Maria Angelita, que fica responsável pelas ocorrências em Alagoas. (247-AL).



Blog do BILL NOTICIAS






IF Baiano inscreve para concurso com 80 vagas; salários de R$ 1.834 a R$ 9.114

concurso-if-baiano

As inscrições para o concurso público do Instituto Federal Baiano (IF Baiano) estão abertas até o próximo dia 9 de abril. São oferecidas 80 vagas, sendo 37 para técnicos-administrativos (em cargos de níveis médio, técnico e superior) e 43 para professores (nível superior).   O edital nº 69/2016 é voltado aos cargos de nível E (analista de tecnologia da informação, economista, bibliotecário – documentalista, médico veterinário, relações públicas, tecnólogo em cooperativismo e tecnólogo em gestão pública), nível D (assistente em administração, revisor de texto braille, récnico em alimentos e laticínios, técnico em contabilidade e tradutor e intérprete de linguagens de sinais) e nível C (assistente de aluno).
Já o edital nº 70/2016 é destinado ao cargo de professor de ensino básico, técnico e tecnológico, nas áreas de música, atendimento educacional especializado, matemática, história, inglês, meio ambiente, cooperativismo, agronomia, engenharia química e gastronomia.
VEJA O EDITAL PARA TÉCNICO   O vencimento básico para cargos de nível C será de R$ 1.834,69, para cargos de nível D será R$ 2.294,81 e para cargos de nível E será R$ 3.868,21. Para professor, o vencimento básico varia de R$ 2.129,80 a R$ 9.114,67. Os aprovados recebem ainda percentual de Incentivo à Qualificação se possuir escolaridade superior à exigência mínima para ocupação do cargo, auxílio alimentação de R$ 458, auxílio transporte e assistência suplementar à saúde.
VEJA O EDITAL PARA PROFESSOR   A inscrição deve ser feita por meio do site da empresa organizadora. A taxa custa R$ 100 (nível E), R$ 80 (nível D), R$ 60 (nível C) e R$ 150 (carreira de professor). As provas estão previstas para o dia 9 de julho.
Dúvidas sobre o concurso podem ser enviadas para o e-mail ifbaiano@fundacaocefetminas.org.br. O prazo de validade do certame é de um ano, podendo ser prorrogado por mais um ano, contado a partir da data de homologação do resultado final.(Vinicius).

Blog do BILL NOTICIAS


Tribunal de Justiça determina suspensão da greve dos servidores municipais de Petrolina

img184

SUGESTAO_FOTO (1)

O desembargador Frederico Neves, do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), determinou a suspensão da greve dos servidores municipais de Petrolina, deflagrada na última terça-feira (21). Com a decisão, os servidores ficam obrigados a voltarem imediatamente ao trabalho sob pena de multa diária de R$ 20 mil ao sindicato.
Segundo o desembargador, o movimento foi deflagrado antes de encerradas todas as negociaçõesentre prefeitura e Sindsemp (Sindicato dos Servidores Municipais de Petrolina). Sustenta também a ocorrência de desobediência à Lei 7.783/1989, em especial às regras inscritas nos seus arts. 11 e 13, sob o argumento de que o movimento paredista foi deflagrado antes mesmo de iniciadas as negociações com as mais diversas categorias, não tendo sido esgotadas as possibilidades de acerto entre as partes, e permitida a análise do pleito pela Prefeitura de Petrolina”destaca a decisão.
Outro aspecto observado pelo desembargador foi a indisponibilidade dos serviços essenciais à coletividade, como nas áreas desaúde, assistência social e educação. “Nos serviços ou atividades essenciais, os sindicatos, os empregadores e os trabalhadores ficam obrigados, de comum acordo, a garantir, durante a greve, a prestação dos serviços indispensáveis ao atendimento das necessidades inadiáveis da comunidade, exigência inobservada, e sequer referida, na documentação oficial doSindicato”justifica. (Vinicius).

Blog do BILL NOTICIAS

Vigilância apreende mais de 170 kg de carnes durante fiscalização em PE

Fiscalização ocorre em pontos que fazem 
comercialização e distribuição. 
Produtos estavam em estabelecimento no 
Pedro Raimundo, em Petrolina.
Carne foi apreendida em estabelecimento no bairro Pedro Raimundo (Foto: Divulgação / Secretaria de Saúde)
Carne foi apreendida em estabelecimento no bairro Pedro Raimundo (Foto: Divulgação / Secretaria de Saúde)
Mais de 170 quilos de carnes foram apreendidos nesta terça-feira (21), durante uma operação realizada pela Agência Municipal de Vigilância Sanitária de Petrolina, no Sertão de Pernambuco. As fiscalizações em supermercados e frigoríficos da região seguem durante toda a semana.

A vistoria foi realizada em pontos que fazem a comercialização e a distribuição de carnes e pescados na cidade. Em um estabelecimento localizado no bairro Pedro Raimundo, Zona Norte de Petrolina, foram apreendidos produtos vendidos de forma clandestina por não possuírem o registro e inadequados para venda.

A vigilância recolheu 47,5 kg de linguiça bovina apimentada; 44,6 kg de linguiça caseira de frango; 22,3 kg de linguiça caseira de pernil; 3,1 kg de peito de frango com embalagem aberta e 60 kg de frango temperado no próprio local de venda. Além de ter os produtos apreendidos pela vigilância, os estabelecimentos irregulares são autuados e multados.
Fiscalização da Vigilância Sanitária ocorre durante toda a semana (Foto: Divulgação / Secretaria de Saúde)Fiscalização da Vigilância Sanitária ocorre durante toda a semana (Foto: Divulgação / Secretaria de Saúde)
A veterinária responsável pela Agência Municipal de Vigilância Sanitária, Ana Isabel Arraes, informou que estão sendo observados itens como o registro do produto, temperatura em que estão conservados e a situação higiênica sanitária do local.

A vigilância alerta que durante a compra os consumidores devem ficar atentos se os produtos possuem selo de inspeção municipal, estadual ou federal. Denúncias de irregularidades podem ser realizadas pelo telefone (87) 3864-2738 ou da Ouvidoria 156. As denúncias são protocoladas e, em seguida, averiguadas. (G1 Petrolina).

Blog do BILL NOTICIAS

Mar avança sobre Rio São Francisco e afeta população ribeirinha em Alagoas

  Vinicius de Santana
José Anjo, como é conhecidona região, conta que o tipo de peixe que se pesca no rio mudou, agora é peixe de água salgada – Foto: Jonathan Lins/G1
José Anjo, como é conhecidona região, conta que o tipo de peixe que se pesca no rio mudou, agora é peixe de água salgada – Foto: Jonathan Lins/G1

A estiagem prolongada tem feito o Rio São Francisco perder força na divisa de Alagoas e Sergipe, permitindo que o mar avance sobre a água doce. O fenômeno é conhecido como salinização e, segundo pesquisadores da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), está transformando o ecossistema da região e prejudicando a população ribeirinha.
Sem chuvas e com menos água no leito, o rio acaba sendo empurrado pela maré nos pontos onde encontra o mar.
É no trecho da Área de Preservação Ambiental (APA) da Foz do São Francisco, entre os municípios de Piaçabuçu (AL) e Brejo Grande (SE), que o fenômeno pode ser percebido com mais intensidade pelos quase 25 mil habitantes da região.
“A gente pescava surubim, piau, dourado e todas as espécies de água doce. Era tanto peixe na rede que a gente não podia nem carregar. Nessa época, a gente também plantava arroz, que dava era muito. Hoje a coisa tá diferente, a água está tão salgada que arde até os olhos”, relata o pescador alagoano José Anjo.
O que o pescador percebe no dia a dia também foi apontado pelo oceanógrafo Paulo Peter, pesquisador da Ufal que analisa os impactos ambientais e sociais da salinização do Rio São Francisco. “É possível notar no estuário a morte da vegetação típica de água doce, substituição dos peixes de água doce pelos de água salgada e inviabilização da água para o consumo humano”.
Em Piaçabuçu, outro problema vem afetando os ribeirinhos: o esgoto no rio (Foto: Jonathan Lins/G1)
Para o pesquisador, a redução da vazão das águas do Rio São Francisco pela hidrelétrica de Sobradinho, na Bahia, agrava o problema. O volume de água liberado pela usina já superou 2.900 m³/s, mas nos últimos anos vem sendo reduzido gradativamente para prolongar a vida útil dos reservatórios.
Em janeiro, a pedido da Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) e autorizado pela Agência Nacional de Águas (ANA), a vazão passou para 700 m³/s, a menor da história, segundo o Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHRS).
“Se a vazão do São Francisco permanecer como está, a situação será cada vez pior, tanto do ponto vista humano quanto ambiental”, avalia Peter.
O CBHRS diz estar em alerta, porque novos estudos avaliam reduzir ainda mais o volume da água do rio para uma vazão que pode chegar a 600m³/s. Contudo, ainda não há nenhuma definição neste sentido.
Saúde
O problema da salinização também se reflete na saúde dos ribeirinhos, como afirma a agente de saúde Suely Santos, que trabalha há 17 anos em Piaçabuçu. “A água do Rio São Francisco é para muitos moradores da região o único recurso hídrico que se tem para cozinhar e beber. Por conta da salinização, a água está provocando doenças. Nos últimos meses, aumentou bastante os casos de hipertensão entre os moradores, inclusive jovens”.
O povoado Potengy é o que mais sofre, porque fica bem próximo da foz e a captação da água distribuída para população ocorre no trecho onde há um maior efeito da água salgada do mar sobre a água doce. Para piorar o problema, esgoto é lançado sem tratamento no leito do rio.
“A ação de saúde que hoje é feita com os moradores da região é de conscientização, para que eles evitem tomar a água do rio no período que a maré está mais cheia. Além disso, orientamos para que as pessoas tratem a água antes de consumir com hipoclorito ou fervura, para evitar a proliferação de doenças”, afirma Suely.
Famílias inteiras navegam rio acima para conseguir água doce (Foto: Jonathan Lins/G1)
Viagem em busca da água doce
Encontrar famílias inteiras dentro de barcos, dividindo espaço com garrafas e baldes, é comum na região. Elas precisam atravessar o rio para buscar água doce em pontos mais distantes da foz, uma viagem que pode durar até três horas.
“Sem dinheiro para comprar água, temos mesmo é que viajar de barco para buscar. Do contrário, é tomar água ruim, que faz a gente adoecer. Minha esposa está com hipertensão, e minha filha já teve disenteria por tomar água daqui”, afirma o pescador Jorge de Souza Santos, que faz esse trajeto a cada dois dias.
A dona de casa Maria Eunice chega ao porto de Potengy carregada com bacias de roupas e baldes de água. Com a maré alta, ela foi até o outro lado do rio lavar roupas e buscar água para beber.
“A caixa de água de casa está cheia, mas está tão salgada que não serve para nada. Essa água só vai melhorar quando a maré baixar. Não é que ela vai ficar doce, vai ficar salobra, e servir ao menos para um banho e para um lavado de roupa”, afirma a dona de casa.
O pesquisador Paulo Peter, da Ufal, avalia que a estratégia de captar água para consumo na maré baixa não é adequada. “Constatamos que, mesmo na maré baixa, o sal permanece na água do rio, não desce para o mar como esperado. Com isso, na maré alta seguinte, esse sal que havia permanecido acaba sendo empurrado para trechos mais altos do rio”.
“Para os padrões técnicos, a água doce pode ter até 1/2 grama de sal por litro. Nas coletas que fizemos próximo ao povoado Potengy, encontramos variações de 6 a 7 gramas de sal por litro. Salinidade que deixa o líquido impróprio para o consumo humano”, alerta Peter.
Pescadores dizem que está cada vez mais difícil encontrar espécies de água doce na região do povoado Potengy, em Piaçabuçu (Foto: Jonathan Lins/G1)
Solução e políticas públicas
Peter afirma que as pesquisas realizadas pela Ufal estão à disposição dos gestores públicos para traçar ações e políticas públicas que permitam a utilização mais adequada das águas do São Francisco.
O secretário de Meio Ambiente de Piaçabuçu, Otávio Augusto, afirma que o município vem buscando parcerias para minimizar o problema.
“Estamos com o governo do Estado e a Casal [Compahia de Saneamento de Alagoas] buscando estratégias para mudar o ponto de captação de água no município para um ponto onde não há o efeito da salinização. No entanto, os prejuízos já são enormes, porque a pesca na região diminuiu e lavouras tiveram que ser abandonadas por conta do sal”, diz o secretário.
Já a Casal diz que a água captada e distribuída em Piaçabuçu é tratada e analisada antes de seguir para o consumidor com os padrões exigidos pelo Ministério da Saúde. Para isso, técnicos seguem estratégias para captar água apenas na maré baixa e em determinados horários onde a concentração de sal é menor.
Sobre a redução da vazão na hidrelétrica de Sobradinho, o superintendente adjunto de Regulação da ANA, Patrick Thomas, diz que a Agência autorizou a Chesf, subsidiária da Eletrobras, a operar em 700 m³/s.
“Essa redução foi necessária para fazer com que o reservatório não esvaziasse. Se isso acontecesse, poderia prejudicar totalmente o abastecimento não só em Piaçabuçu, mas em todas as cidades que dependem do reservatório de Sobradinho”, afirma.
Ele reconhece que municípios que ficam na região da bacia do São Francisco estão enfrentando uma das piores secas dos últimos anos e que isso tem deixado baixa a fluência do rio, mas ressalta que, desde 2013, órgãos gestores se reúnem para discutir ações para prolongar a vida dos reservatórios.
“A vazão nos reservatórios vem sendo reduzida porque a quantidade de água que entra é pelas chuvas e, como não chove muito, é preciso armazenar a água controlando a saída”, diz.
Ainda segundo a ANA, até que haja chuvas com mais intensidade e por um longo período na região dos reservatórios, a situação deve permanecer como está. “A tendência é que seja mantida essa vazão nos próximos meses”, avalia Thomas.
A reportagem não conseguiu contato com a Chesf.
Banco de areia se formou no leito do Rio São Francisco em Piaçabuçu (Foto: Jonathan Lins/G1)
Fonte: ( G1 ).

Blog do BILL NOTICIAS

Acusada de tráfico internacional, petrolinense presa na África é libertada



A jovem petrolinense Elisabete dos Santos Oliveira, de 20 anos, presa na capital da Etiópia, no continente Africano, no último dia 28 de fevereiro, foi libertada nesta terça-feira (21). A acusada de tráfico internacional de drogas, a garota, residente no Nova Vida I, zona oeste de Petrolina, luta agora para voltar pra casa.
Elisabete foi levada para São Paulo por traficantes e de lá usaram a mesma como “mula” para transportar drogas para a Nigéria. A jovem está grávida de 4 meses e exposta a todo tipo de doença. Na manhã do último sábado (11), o Consulado entrou em contato  com a família informando que a garota está internada em um hospital, com crise convulsiva.
A Central Única de Bairros de Petrolina (Cubape) está auxiliando a família da jovem em seu retorno ao Brasil. De acordo com Pedro Caldas, que levou a família ao Fórum Municipal de Segurança Pública e Cidadania, no último dia 10 de março, o caso está contando com o apoio de associações, além de órgãos como a Secretaria da Mulher de Petrolina, Secretaria Executiva dos Direitos Humanos e a Ordem dos Advogados do Brasil (AB)/Subseccional Petrolina. (Edenevaldo).

Blog do BILL NOTICIAS

Reforma do Abatedouro de Petrolina custará quase R$ 1 milhão

Foto: Arquivo

Para voltar a funcionar, o Matadouro de Petrolina deverá passar por uma reforma de reestruturação e adequação. Segundo o prefeito Miguel Coelho, há um projeto pronto, que está orçado em quase R$ 1 milhão. “O recuso foi solicitado e o projeto encaminhado para o sistema de convênios do Ministério da Agricultura quando estive, em Brasília, com a equipe do ministro Blairo Maggi”, declarou Coelho.
O gestor comentou que só está aguardando a liberação do recurso para o início das obras. “O ministro sinalizou positivo. Mas estamos pendente da liberação do recurso. Porém, a reforma deve demorar de 60 a 90 dias. Diante disso, não podemos cobrar o abate regular, se o poder público não oferece.”, explicou Miguel.
Ainda de acordo com o prefeito, a equipe da Adagro já realizou um estudo técnico do Matadouro, além de duas empresas também realizarem o diagnóstico sobre a local. E lá apenas foi detectado que o problema junto a vizinhança é o odor devido a graxaria.
“Estamos pensando em reativar todo matadouro, com exceção da graxaria, para não ter odor. E para ser realizado o tratamento do sangue e das vísceras, serão implementadas lagoas de estabilização com o que há de mais moderno, biológico, 100% natural e orgânico, que é com bactérias vivas e passa por três lagoas que eliminam todo o odor e assim não incomoda a vizinhança”, finalizou o gestor.Fonte: (Edenevaldo).

Blog do BILL NOTICIAS

Mãe e filha são assassinadas na zona rural de Caruaru

Bandidos ainda balearam pai e filho e levaram pertences da família

Família foi alvo de latrocínio em Caruaru
Família foi alvo de latrocínio em CaruaruFoto: Cortesia/ Blog do Evaldo Magalhães
Uma tragédia se abateu sobre uma casa da zona rutal de Caruaru, no Agreste de Pernambuco. Quatro bandidos invadiram uma residência no sítio Lagoa do Paulista e fizeram quatro vítimas da mesma família, na noite desta terça-feira (21). Mãe e filha foram assassinadas.

As vítimas fatais foram Joselma Pereira da Silva, de 52 anos, e a filha, Maria Madalena Pereira da Silva, de 24. O marido de Joselma, Geraldo José da Silva (conhecido como Nilson, de 61 anos) e o filho do casal, Geraldo da Silva Filho, de 23, foram baleados e estão internados no Hospital Regional do Agreste (HRA), em Caruaru. Um boletim médico com o estado de saúde deles eve ser divulgado nesta quarta (22).
Segundo informações, os criminosos roubaram duas motos e outros pertences da família, o que configura latrocínio. Os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML), no Recife. 
Até agora, mais de 60 pessoas foram assassinadas este ano em Caruaru.(Folhape).
Blog do BILL NOTICIAS

Filho é preso por furtar loja do pai em Santa Cruz do Capibaribe

Material furtado foi recuperado. Bruno Henrique de Oliveira Lima, de 20 anos, foi reconhecido pelas pais nas imagens das câmeras

Material furtado foi recuperado
Material furtado foi recuperadoFoto: Divulgação
Homens que foram flagrados furtando R$ 150 mil em mercadorias de um estabelecimento comercial foram detidos por policiais militares do 24ª Batalhão. Um deles é o filho da própria vítima. O rapaz, Bruno Henrique de Oliveira Lima, de 20 anos, foi reconhecido pelo pai nas imagens das câmeras de segurança.

Na da última terça-feira (21), após realizada rondas, foi localizada, no sítio São Paulo Sinésio, toda mercadoria furtada. Em seguida, no bairro Dona Lica, foram detidos: João Rodrigues da Silva, 35 anos, Paulo Rubens do Nascimento, 36 anos e Bruno Henrique de Oliveira Lima, 20 anos.

Já no bairro de São Domingos foram detidos: Natanael Ricardo de Lima e Silva, 26 anos e José Vitor da Silva Xavier, 21 anos. Com os suspeitos, foram apreendidos uma pistola calibre 765, com três munições, e R$ 31 mil reais em espécie. De acordo com os suspeitos, esse dinheiro foi roubado em outro crime, um assalto a um posto de gasolina na mesma região.

A ocorrência foi registrada na Delegacia de Polícia Civil em Santa Cruz do Capibaribe. Foram recuperados: 1,3 mil lençóis; 1 mil vestidos; 600 shorts femininos; 400 shorts masculinos; 1500 bonés; 500 bodies; 500 blusas femininas; 300 sandálias; 300 shorts femininos e 700 camisas masculinas. O filho da vítima, Bruno Henrique, gerenciou o furto e foi preso em flagrante. (Folhape).


Blog do BILL NOTICIAS

Pinto nasce com quatro patas e chama atenção no interior do Acre

Dono diz que foi orientado a sacrificar a ave: ‘vai ser o mascote da granja’.
Veterinário acredita que consanguinidade pode ter causado malformação.

Pintinho consegue andar e se alimentar sem dificuldade, segundo o dono (Foto: Adelcimar Carvalho/G1)
Pintinho consegue andar e se alimentar sem dificuldade, segundo o dono (Foto: Adelcimar Carvalho/G1)
O dono de uma granja no município de Mâncio Lima, no interior do Acre, foi surpreendido no último dia 14 de março com o nascimento de um pinto com quatro patas. Dienes Lima, que também é professor da Universidade Federal do Acre (Ufac), mantém a granja há 8 anos com a criação de galinhas caipiras, codornas e patos.
“No momento do nascimento, imaginei que ele fosse morrer, pois sempre que um animal nasce com alguma anomalia morre horas depois do nascimento. Coloquei na chocadeira 90 ovos e nasceram 78 pintos, todos normais, menos este. Os outros irmãozinhos dele, já vendi, todos nasceram em perfeitas condições físicas”, comenta.
Lima diz que foi orientado a sacrificar a ave, mas o animal, que está com 9 dias de vida, se alimenta bem e anda sem dificuldade. Ele garante que vai cuidar do pinto e ele será o mascote da granja.
Dono diz que não vai sacrificar a ave (Foto: Adelcimar Carvalho/G1)
Dono diz que não vai sacrificar a ave (Foto: Adelcimar Carvalho/G1)
“Não vou fazer isso. Se ele nasceu, vou cuidar, zelar para que ele cresça e seja o mascote de nossa granja”, afirma ele, que há dois anos iniciou, na granja, o processo de incubação artificial.
“Trabalhamos com codornas e sabemos que a consanguinidade é um fator de risco. E nas codornas, onde cruzamos pais com filhos, isso nunca aconteceu”, pondera.
O veterinário do Instituto Desenvolvimento Agroflorestal do Acre (Idaf), Luiz Leite, acredita que consanguinidade pode ter provocado a anomalia. “Pode se tratar de uma questão de consanguinidade, que é um fato comum aqui na região. Membros com parentesco muito próximos, que se reproduzem, podem promover esses eventos de malformação e anomalias”, explica Leite.
No entanto, o nascimento do pintinho com quatro patas também foi uma surpresa para ele. “São fatos raríssimos que se manifestam na genética. Só com o passar do tempo que se pode observar o que vai acontecer. Esta é a primeira vez que vejo esse tipo de anomalia em aves. Já tinha visto com duas cabeças, em outros tipos de animais. Mas aves com membros supranumerários é a primeira vez que vejo e não sei que chegará a idade adulta”, finaliza. (G1).
Blog do BILL NOTICIAS

África do Sul barra compra de carne brasileira após operação da PF

China e o Canadá também barraram a importação de carne brasileira 
nesta quarta-feira

Carne
CarneFoto: AFP

A África do Sul suspendeu nesta quarta-feira (22) a importação de carne brasileira por causa das suspeitas de irregularidades encontradas durante a Operação Carne Fraca, da Polícia Federal.

A informação foi confirmada pelo departamento de Agricultura sul-africano.
A China e o Canadá também barraram a importação de carne brasileira nesta quarta-feira (22).

A Operação Carne Fraca da PF identificou um grupo de fiscais e executivos suspeitos de negociar propinas para liberar produtos fora das especificações sanitárias.

Entre as irregularidades mais comuns, estão corrupção e embaraço da fiscalização, além do uso de produtos vencidos e poluição ambiental.

Nesta terça-feira (21), Jamaica, Hong Kong, Egito, Chile e Coreia do Sul já haviam anunciado medidas contra a compra de carne brasileira.

A Comissão Europeia, braço Executivo da União Europeia, afirmou na segunda-feira (20) ter pedido que as autoridades brasileiras suspendam da lista de exportadoras ao bloco as empresas investigadas pela polícia.

A UE é um dos principais compradores da carne brasileira -entre os importadores de carne bovina, o bloco lidera ao lado de Hong Kong, China, Egito, Rússia e Irã.
O bloco importou 6,5 mil toneladas de carne bovina brasileira em fevereiro.

Imagem do país


Nesta terça (21), com a ameaça de países estrangeiros barrarem produtos nacionais, o presidente Michel Temer afirmou que a descoberta de fraudes em frigoríficos nacionais causou um "embaraço econômico" para o Brasil.

Temer falou a empresários e investidores em evento em São Paulo que as irregularidades descobertas pela Operação Carne Fraca, da Polícia Federal causaram um "grande alarde", mas voltou a minimizar o seu alcance no mercado brasileiro.

A estratégia de mostrar que o problema é algo pontual tem sido seguida pelo governo para deter o impacto negativo frente ao mercado internacional. (Folhape).


Blog do BILL NOTICIAS