terça-feira, 23 de julho de 2013

Artista plástico de Petrolina mostra seu talento na Arte


Sou funcionário público, Auxiliar de Serviços Administrativos Educacional, Bianelis Almeida Dantas, conhecido como BILL ou BILL ART´S, pertencente a  Secretaria de Educação do Estado de Pernambuco, lotado na GRE – Gerencia Regional de Educação de Médio São Francisco em Petrolina.
Comecei na arte desde cedo. Quando jovem já desenvolvia trabalhos artístico em relação a pinturas. Meu primeiro emprego como funcionário público foi na Escola Dom Malan em Petrolina, onde também estudei durante oito anos. Eu era considerado pelo corpo docente e alunos das escolas onde trabalhei, como um Funcionário polivalente, pois de quase tudo fazia um pouco, em especial a arte da pintura.
Sempre que alguém me pergunta sobre minha vida funcional, e por onde já trabalhei, nunca deixo de citar a oportunidade e os ensinamentos que tive na minha vida em relação à conduta moral e profissional. Sempre agradeço, em primeiro lugar à Deus, com certeza, minha mãe Maria José Dias, (já falecida), que mesmo com a separação e a morte do meu pai Manoel Almeida Dantas, conhecido como Seu Nezinho, também (já falecido), nunca me abandonou, e mesmo com todo sofrimento que passou, sempre esteve ao meu lado ensinando a realidade da vida.
Como servidor público, cito as pessoas que me deram a oportunidade do meu primeiro emprego, são elas: Professora Diva  Cavalcante Santana, na época diretora de Escola Dom Malan, a Primeira Escola Estadual construída no Município; Professora Maria Wilza, primeira Diretora da antiga DERE; Dr. Augusto de Souza Coelho e Dr. Guilherme Cruz de Souza Coelho (atual vice-prefeito), dois grandes ex Prefeitos de Petrolina; e Dr. Roberto Magalhães, ex Governador de Pernambuco. Por essas pessoas serei eternamente grato.
Sempre desenvolvi trabalhos artísticos quando era solicitado. O meu forte mesmo sempre foi às pinturas e maquetes, além de vários outros trabalhos como: faixas de rua, placas e painéis, etc. Considero a arte como um dom, pois nunca participei de nenhum curso de desenhos artístico, mas aprendi por si mesmo no meu dia a dia, a arte de desenhar e pintar. Meus trabalhos sempre foram solicitados por donos de mercadinho, lojas, bares, lanchonetes, salões de beleza, e igrejas, católicas e evangélicas, professores e alunos de escolas públicas e particulares. O único curso de artesanato que fiz em Petrolina foi o de florista, ou seja, arranjos de flores em EVA (emborrachado). Embora no referido curso 99,9% dos alunos eram mulheres, eu foi o único homem a participar deste curso. Pretendo o mais breve possível, passar esse ensinamento para as pessoas interessadas em aprender a arte, não só de arranjos florais, mas também de pinturas e artesanato em geral.

Veja logo abaixo alguns trabalhos por mim realizados