quarta-feira, 30 de janeiro de 2019

Em Petrolina, associação criminosa que atuava no bairro José e Maria é alvo de operação policial

   Via:(Grande Rio FM)

No início da manhã de hoje (29), a Polícia Civil deflagrou um operação denominada ‘Acerto de Contas’ em Petrolina-PE. Foram expedidos seis mandados de busca e apreensão domiciliar, todos concedidos pela Vara do Tribunal do Júri da Comarca do município.
A Operação é coordenada pela Diretoria Integrada do Interior – 2, e pela Gerência de Controle Operacional do Interior – 2, sob a supervisão da Chefia de Polícia.
As investigações começaram após o assassinato de Gabriel Felipe da Silva Oliveria, que ocorreu no dia 20 de setembro do ano passado no Bairro José. Nas investigações a PC concluiu que existe uma associação criminosa no bairro voltada à prática de homicídios, tráfico e porte ilegal de armas. 

Blog do BILL NOTICIAS

DELTAN DISSE QUE CONCEDER DIREITO A LULA PODERIA AFETAR BUSCAS EM BRUMADINHO


O pânico do Ministério Público com a possível ida do ex-presidente Lula ao enterro de seu irmão Vavá ficou patente na própria redação e velocidade do parecer assinado por Deltan Dallagnol (a decisão do MPF saiu minutos depois do parecer da PF). O que fundamenta o não deferimento do pedido da defesa é, em linhas gerais, o poder popular de Lula (que põe em risco a 'segurança'). Mas, o que chama mais a atenção é a associação do pedido ao crime-catástrofe da Vale em Brumadinho. O texto diz: "consultada a Coordenação de Aviação Operacional da PF, sobreveio a informação de que no momento os helicópteros que não estão em manutenção estão sendo utilizados para apoio aos resgates das vítimas de Brumadinho."
O parecer de Deltan Dallagnol e da Lava Jato insere a discussão no seguinte viés: "conforme a mencionada decisão, a permissão de saída pretendida esbarra em insuperável obstáculo técnico: a impossibilidade de, ao tempo e modo, conduzir o custodiado mediante escolta e com as salvaguardas devidas, aos atos fúnebres de seu irmão."
E complementa: "no tocante à logística necessária para sua retirada da cela em Curitiba com trajeto passando pelo aeroporto de São José dos Pinhais/PR, aeroporto de São Paulo e Cemitério de São Bernardo do Campo/SP, para que tudo fosse feito em tempo oportuno e com a devida segurança, seria necessário um transporte de helicóptero da sede da Superintendência da PF em Curitiba até o primeiro aeroporto, uma aeronave da PF – com a devida segurança e piloto próprio – para o transporte entre Curitiba e São Paulo/SP e outro helicóptero até o cemitério. Consultada a Coordenação de Aviação Operacional da PF, sobreveio a informação de que no momento os helicópteros que não estão em manutenção estão sendo utilizados para apoio aos resgates das vítimas de Brumadinho. Além disso, a aeronave de asa fixa, disponível no momento, por questões de segurança poderia voar somente a partir das 6:00 de 30/01/2019, cujo tempo estimado entre a vinda da aeronave de Brasília, chegada em Curitiba e deste local para o Aeroporto de Congonhas, demandaria no mínimo 6 (seis) horas, considerando o tempo dos vôos, movimentação em pista e abastecimento em Curitiba/PR. Sobre o deslocamento do aeroporto de Congonhas ao Cemitério de São Bernardo do Campo/SP seriam necessárias mais 2 (duas) horas. Feitas as considerações no tocante ao meio de deslocamento, o que por si só resta inviabilizado o atendimento ao pedido, seja porque os helicópteros da PF estão sendo utilizados no momento em Minas Gerais, para auxiliar nos resgastes de Brumadinho, seja pela ausência de tempo hábil para o deslocamento da única aeronave da PF disponível no momento, restam as ponderações relativas às análises de risco e do efetivo policial que seria necessário empregar para uma escolta como esta."(247)


Blog do BILL NOTICIAS

PF DIZ “NÃO TER CONDIÇÃO” DE GARANTIR A LULA DIREITO DE SEPULTAR SEU IRMÃO



A Polícia Federal afirmou à juíza Carolina Lebbos que "não tem condições" de garantir ao ex-presidente Lula o seu direito legítimo de ir a São Bernardo do Campo participar do velório e do sepultamento do seu irmão Genial Inácio da Silva, o Vavá.
Segundo a PF, que é subordinada ao ministro Sérgio Moro, por segurança, o transporte de Lula teria que ser feito por helicóptero, e que no momento todas as aeronaves da corporação estão em Brumadinho, em Minas Gerais.
A PF disse que, mesmo que uma destas aeronaves fosse deslocada a Curitiba para fazer o transporte de Lula, não haveria tempo hábil para que o ex-presidente chegasse a tempo no funeral do irmão.
A manifestação diz também que a parte final do trajeto até o cemitério teria que ser realizado por carro e que isso "potencializa os riscos já identificados e demanda um controle e interrupção de vias nas redondezas".
Justiça aguarda ainda um parecer do MPF para publicar a decisão final sobre a liberação.(247)
Leia a íntegra da manifestação da Polícia Federal.


Blog do BILL NOTICIAS

Nova rotatória em Petrolina será liberada para trânsito de veículos nesta quarta-feira

   Via:Carlos Britto
Foto: Ascom PMP/divulgação


Depois de pouco mais de três semanas, a Prefeitura de Petrolina vai liberar nesta quarta-feira (30) o trânsito na nova rotatória da Avenida Cardoso de Sá, no trecho próximo ao Monumento #EuAmoPetrolina. A obra recebeu investimento de R$ 86 mil e deverá ordenar e agilizar o tráfego de veículos numa das áreas mais movimentadas da cidade. De acordo com a Autarquia Municipal de Mobilidade (AMMPLA), a partir das 10h a nova rotatória já estará liberada.
A estratégia da AMMPLA para melhorar o tráfego no local, primeiro foi retirar dois semáforos que seguravam o fluxo, tanto de quem vem da Rua Joaquim Nabuco (Centro) como de quem se desloca pela beira-rio. Após a remoção, foram iniciadas obras de construção da rotatória, pintura de quatro faixas para a segurança dos pedestres e manutenção de trechos do calçadão e canteiro central.
Com as mudanças, o trânsito fluirá com mais rapidez no cruzamento da orla, tendo preferência os motoristas que já estiverem em circulação na pista da rotatória. Essa nova dinâmica será monitorada por agentes da autarquia e uma equipe de educação de trânsito durante 20 dias para facilitar a compreensão dos condutores, ciclistas e dos motoristas de ônibus.
Esta é a terceira rotatória implantada pela Prefeitura de Petrolina desde o ano passado como solução em locais de fluxo intenso. Já foram criados sistemas similares no cruzamento da Cardoso de Sá com a Estrada do Jatobá e próximo ao 72º Batalhão de Infantaria Motorizado (BIMtz). Com informações da assessoria da PMP.


Blog do BILL NOTICIAS

SÃO PAULO - Promotoria denuncia açougueiro que matou e arrancou o coração de travesti

 Por: AE
Local onde o corpo da transexual Kelly foi encontrado no Jardim Marisa, em Campinas (SP). Foto: Polícia Militar/Divulgação
Local onde o corpo da transexual Kelly foi encontrado no Jardim Marisa, em Campinas (SP). Foto: Polícia Militar/Divulgação

O promotor de Justiça Luís Felipe Delamain Buratto denunciou o açougueiro Caio Santos de Oliveira pelo assassinato da travesti Kelly. Ele é acusado de, após o homicídio, ocultar o cadáver e arrancar partes do pulmão e do coração. Oliveira ainda teria furtado R$ 250 reais da vítima. A Promotoria registra que o crime foi cometido "por motivo torpe e com emprego de meio cruel".

Oliveira foi denunciado por homicídio por motivo torpe, emprego de meio cruel, com o agravante penal de subtrair parte do cadáver e também por furto. O promotor se manifestou pela manutenção da prisão decretada.

"Consoante o apurado, o denunciado, que não aceita e repudia pessoas que possuem orientação sexual diversa da sua, tais sejam transexuais, homossexuais, etc., conforme verte da decisão dada em audiência de custódia, vazada nos seguintes termos: "(…) proferir palavras de reprovação e ódio a pessoas homossexuais ou transexuais, tal como era a vítima (sic - fls. 40)", resolveu assassinar alguém que possuísse tais características", argumenta.

A Promotoria dá conta de que Caio Santos 'adentrou no estabelecimento comercial de propriedade de Laura da Silva Lemes, divisou a vítima Kelly, e resolveu abatê-la". "Então, aguardou que todos os clientes fossem embora, para pôr em marcha seu plano".

"Caio Santos se apoderou de uma garrafa de vidro quebrada e de uma faca e passou a efetuar diversos golpes na cabeça e no pescoço da vítima, com tais objetos e com as próprias mãos, dando socos, facadas e batendo com a garrafa quebrada, provocando seu óbito", narra o promotor.

O promotor relata que ao "atingir o resultado pretendido, qual seja, a morte de Kelly, o increpado, que trabalhou como açougueiro, de maneira desumana e brutal, abriu o peito da vítima e retirou parte de seu pulmão e o coração, com escopo de levar o órgão para sua casa".

"Na sequência, aproveitando-se da pouca vigilância em face do repouso noturno, o denunciado subtraiu a quantia armazenada no caixa do estabelecimento, que totalizava R,00 (duzentos e cinquenta reais), além de diversos bens móveis presentes no local - carregadores para telefone celular, uma máquina fotográfica, um tablet, uma máquina de cortar cabelo, e outros, constantes do auto de exibição e apreensão de fls. 16/18 (não avaliados) -, evadindo-se logo em seguida, levando consigo o coração da vítima", afirma o MP.

"O crime de homicídio foi cometido por motivo torpe, eis que o increpado deu cabo da vida da vítima por odiar pessoas com orientação sexual diversa da sua, demonstrando sentimento abjeto e de repúdio por seres humanos que apresentam tais características, o que revela a torpeza do crime", anotou. 



Blog do BILL NOTICIAS

Pernambuco tem 57 barragens em risco, diz Confederação Nacional dos Municípios

O estudo da Confederação Nacional dos Municípios sobre barragens aponta alto grau de ameaça de rompimento e de danos associados
  Por: Paulo Trigueiro
Jucazinho está entre os reservatórios citados pelo estudo
Jucazinho está entre os reservatórios citados pelo estudoFoto: Rogério França / arquivo Folha

Embora a Agência Nacional de Águas (ANA) tenha divulgado que Jucazinho, em Surubim, no Agreste, seria a única barragempernambucana entre as 45 com alto risco de rompimento no Brasil, um estudo realizado pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM) considera que há 57 barragens no Estado que apresentam ameaça de rompimento e danos associados. São duas de irrigação, 37 de abastecimento, 14 de combate à seca e quatro não especificadas. Ao todo, Pernambuco tem 420 barragens

Os dados da CNM confirmam a hipótese levantada pelo pesquisador da Fundação Joaquim Nabuco Neison Freire, quando supõe que o estudo da ANA está desatualizado ou não condiz com a realidade. 

barragem em Brumadinho não estar entre as preocupantes é um sinal disso. “Sabemos que a enchente de 2010 na Mata Sul tem relação com o colapso de três pequenos diques no rio Mundaú, em Alagoas, por exemplo.” O problema nunca foi estudado a fundo. Mas, também de acordo com o doutor em geografia pela UFPE Luiz Eugênio Carvalho, há relação com barragens, mas na bacia do rio Una. “Acredito que, desde 2010, as grandes barragens em Pernambuco estejam sendo monitoradas com mais cuidado. Mas, há um problema com as pequenas barragens, muitas delas ilegais, construídas por produtores e donos de terra nos períodos de seca como esse que passamos por sete anos”, explica. 
Neison se preocupa, para além da manutenção que precisa ser feita com a falta de um plano sólido de salvamento no caso de um rompimento. “Principalmente, pelas características metropolitanas das áreas a serem atingidas por um colapso de Jucazinho, por exemplo, o salvamento se torna mais difícil”, explicou. Um hipotético rompimento de Jucazinho levaria uma enxurrada de água e detritos até o mar, desde Surubim até o Recife, por meio do curso do rio Capibaribe. “O fluido é diferente de Brumadinho. Mas, a água tem também um grande poder. Vem em uma grande onda piroclástica, arrastando o que houver às margens do rio, com destino ao mar. Mas, claro, isso varia de acordo com a quantidade de água guardada e com o tamanho do rompimento.” 

Cidades como Paudalho, na Zona da Mata, São Lourenço, Camaragibe e o Recife, na RMR, seriam algumas das cidades atingidas com violência, já que têm o Capibaribe próximo aos seus centros urbanos. “Muitas cidades surgiram próximas aos corpos d’água por uma questão de transporte e consumo. A ocupação irregular nas margens, o desassoreamento, o uso de fertilizantes (que leva sedimentos aos rios) piora a situação de uma eventual enchente.” 

Folha não conseguiu localizar a direção geral do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNocs), em Fortaleza, responsável pela manutenção de Jucazinho. O escritório local informou que comentará sobre as outras barragens presentes no estudo hoje.



Blog do BILL NOTICIAS

PAÍS TEM APENAS 35 FISCAIS DE BARRAGEM DE MINERAÇÃO

REUTERS/Washington Alves

A segurança básica para a manutenção e funcionamento das barragens no país conta com apenas 35 fiscais em todo o território nacional. A Agência Nacional de Mineração (ANM), responsável pela fiscalização, mobiliza esses parcos profissionais para atuar nas 790 barragens de rejeitos de minérios – semelhantes às do Córrego do Feijão, em Brumadinho, e à do Fundão, em Mariana – em todo Brasil. 
A reportagem do jornal O Estado de S. Paulo destaca que "o governo federal usa só laudos produzidos pelas próprias mineradoras ou por auditorias contratadas. São elas que atestam a segurança das suas estruturas. A autorregulamentação é definido na Lei Federal 12.334, de 2010, e é adotado também em outros países. São previstos dois tipos de inspeção: a regular, feita pela própria empresa, e a especial, realizada por equipe multidisciplinar contratada pela empresa, de acordo com orientações da ANM."
E acrescenta: "o risco é potencialmente mais alto se não houver fiscalização, dizem especialistas. 'É claro que não dá pra fazer nem uma fiscalização por ano em cada uma', diz o geólogo Paulo Ribeiro de Santana, da ANM. Segundo ele, os 35 fiscais não trabalham exclusivamente com barragens de rejeitos. 'Há outras atividades relacionadas à mineração também, como fiscalização de minas, pesquisa mineral, muitas coisas'."(247)


Blog do BILL NOTICIAS

Dois engenheiros suspeitos de fraudes em Brumadinho são presos

Profissionais são suspeitos de fraudarem 
laudos técnicos da Vale
  Por: Agência Brasil 
Desde sexta-feira (25), socorristas procuram por vítimas do desmoronamento da barragem de rejeitos da Vale
Desde sexta-feira (25), socorristas procuram por vítimas do desmoronamento da barragem de rejeitos da ValeFoto: Douglas Magno/AFP

Dois engenheiros, suspeitos de fraudarem laudos técnicos da empresa Vale, permitindo operações na barragem da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, nos arredores de Belo Horizonte, foram presos na manhã desta terça-feirae (29) em São Paulo. A ordem de prisão foi expedida pela Justiça de Minas Gerais.

Segundo informações preliminares, os pedidos de prisão foram expedidos no fimm de semana. Os homens foram presos em casa. Há desdobramentos da operação também em Minas Gerais. Porém, não foram detalhadas as ações nem os locais.
A força-tarefa envolve a Polícia Federal, o Ministério Público Estadual e Federal e a Polícia Civil, além de policiais, promotores e procuradores de Minas.

Ações
Polícia Federal – em conjunto com o Ministério Público Federal, os ministérios públicos estaduais de Minas Gerais e São Paulo, e as Polícias Civil e Militar de Minas Gerais – deflagrou uma ação para cumprimento de mandados judiciais, visando a apurar responsabilidade criminal pelo rompimento de barragem que havia na mina do Córrego do Feijão em Brumadinho.

Os cinco mandados judiciais de busca e apreensão foram expedidos pela Justiça Federal em Belo Horizonte foram cumpridos nas cidades de Nova Lima (MG) e São Paulo (SP) em sedes de duas empresas e nas casas de pessoas relacionadas à Vale.

Sete mandados judiciais de busca e apreensão expedidos pelo Juízo da Comarca de Brumadinho foram cumpridos na região metropolitana de Belo Horizonte e as restantes na capital paulista.

Cinco mandados judiciais de prisão temporária também expedidos pelo Juízo da Comarca de Brumadinho, com validade de 30 dias, foram cumpridos, sendo três na região metropolitana de Belo Horizonte e as restantes em São Paulo.



Blog do BILL NOTICIAS

Abertas inscrições para concurso da Policlínica Regional de Juazeiro

  Via:Carlos Britto
Construção da Policlínica Regional em Juazeiro. (Foto: Arquivo Divulgação)


Começam hoje (29) as inscrições para o concurso da Policlínica Regional que está em construção em Juazeiro (BA). As inscrições são realizadas exclusivamente pela internet, até às 23h59 do dia 10 de março, horário oficial de Brasília (DF), através do endereço eletrônico www.fundacaocefetbahia.org.br/policlinica/juazeiro/selecao.asp.
Há vagas para enfermeiro, farmacêutico, médico, nutricionista, psicólogo, técnico em enfermagem e técnico em radiologia; assessor técnico, assistente administrativo e ouvidor. Os salários variam entre R$ 1.188,19 e R$ 5.000,00.
O processo seletivo será constituído de duas etapas: prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, será composta por 40 questões de múltipla escolha, para todos os empregos públicos. A prova de títulos, de caráter classificatório, será aplicada para os candidatos habilitados na primeira etapa para os empregos públicos de nível superior e de nível médio – exceto para assistente administrativo.
Provas
A aplicação das provas objetivas ocorrerá no próximo dia 7 de abril, no turno matutino, nos municípios de Juazeiro e de Salvador, podendo ser aplicada também em cidades vizinhas a esses municípios. A prova terá duração de 3 horas, com horário de início previsto para as 9h. Mais informações podem ser conferidas no edital, disponível no site da organizadora.

  Blog do BILL NOTICIAS

REJEITOS Lama percorreu área equivalente a 290 campos de futebol até chegar ao Rio Paraopeba

  Por: Luiz Ribeiro
Foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press
Foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press

Os trabalhos dos bombeiros para o resgate das vitimas da tragédia em Brumadinho são dificultados pela grande extensão do terreno coberto pela lama de rejeitos que vazou da Barragem B1 do Córrego do Feijão, da Vale. Antes de entrar na calha do Rio Paraopeba, o material se espalhou por 290 hectares, área equivalente a 290 campos de futebol, atingindo também comunidades próximas e áreas de cultivo. A informação foi divulgado no início da noite desta terça-feira pelo Governo do Estado, que faz o monitoramento do avanço dos rejeitos de minério. 

De acordo com os dados apurados, nesta terça-feira, pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), a lama de rejeitos minerais seguiu pelo Ribeirão Ferro-CarvãFaté desaguar no Rio Paraopeba, depois de percorrer cerca de nove quilômetros. Nesse trajeto, o material se espalhou por  aproximadamente 290 hectares. Depois, a lama passou a seguir a calha do Rio Paraopeba, informou a Semad. 
 
Segundo a Secretaria de Meio Ambiente, ‘além da área administrativa da mineradora, foram diretamente atingidos bairros e comunidades próximas, pousadas,%u202Fáreas de cultivo, pastagens, além de estradas e vias rurais . 
 
Monitoramento da água 
O Governo Estadual informou que também está fazendo o monitoramento da qualidade da água e dos sedimentos no Rio Paraopeba e seus afluentes. A análise está sendo feita em 47 pontos. São 18 estações de monitoramento já existentes e outras 29 emergenciais, geridas em um esforço conjunto do Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam), da Copasa), do Serviço Geológico do Brasil (CPRM) e da Agência Nacional de Águas (ANA).
 
De acordo com a Semad, monitoramento contempla parâmetros básicos de qualidade de água (temperatura, oxigênio dissolvido, turbidez e pH), entre outros. O  monitoramento é feito desde  local do acidente, percorrendo o Rio Paraopeba à sua foz, até o reservatório da Usina Hidrelétrica Três Marias (no Rio São Francisco), por uma extensão de 335 quilômetros.
 
Analistas da Semad fazem o monitoramento da área atingida por meio da análise de imagens de satélite. Todos os órgãos ambientais que integram o Sistema Estadual de Meio Ambiente (Sisema) – Semad, Feam, Igam e IEF – trabalham para mapear a extensão do dano à fauna, à flora, aos recursos hídricos e ao ecossistemas em geral.  
 
Fauna e flora
O Governo do Estado informou que também realiza o  resgate da fauna impactada pela lama de rejeitos da barragem de Brumadinho. Os trabalhos são realizados por equipe técnica, em ação articulada com entidades dos governos Estadual e Federal. O serviço é feito ainda pela Vale, seguindo determinações em autos de fiscalização do Sistema Estadual de Meio Ambiente (Sisema).



Blog do BILL NOTICIAS

VALE TEM 55 BARRAGENS COM ELEVADO POTENCIAL DE RISCO

Ricardo Stuckert

Conforme dados oficiais da Agência Nacional de Águas (ANA), a mineradora Vale tem 175 barragens, das quais 56 estão na categoria de "alto dano potencial associado". A classificação da ANA avalia as possíveis perdas de vidas humanas e os prejuízos sociais, econômicos e ambientais em caso de rompimento. Era nesta categoria que se encontrava a barragem de Brumadinho (MG) que se rompeu na sexta-feira (25). Até aqui são 84 mortos e 276 desaparecidos.
A reportagem do jornal Folha de S. Paulo destaca que "o número de reservatórios de alto dano potencial da Vale supera o de barragens que a empresa anunciou nesta terça (29) que serão fechadas. O número de reservatórios de alto dano potencial da Vale —51 em Minas e seis no Pará— supera o de barragens que a empresa anunciou nesta terça (29) que serão fechadas. Segundo o presidente da mineradora, Fabio Schvartsman, as dez barragens a montante da companhia, todas em Minas, serão encerradas. Por esse modelo, o reservatório é feito em "degraus" erguidos à medida que a quantidade de rejeitos aumenta."
E acrescenta: "o desenho foi usado em Brumadinho e em Mariana (MG), e, embora mais barato, é considerado o menos seguro. 'É um plano definitivo, para não deixar dúvida de que todo o sistema da Vale está absolutamente seguro', disse Schvartsman. A estrutura de Brumadinho já estava inativa quando a tragédia ocorreu, mas ainda acumulava rejeitos de minério de ferro. Os dados de classificação das barragens foram divulgados pela ANA no final do ano passado com informações relativas a 2017. Além do dano potencial, a agência informa qual é o risco de incidentes em cada estrutura avaliada, de acordo com características técnicas e de conservação."(247)


Blog do BILL NOTICIAS

Governo federal deve liberar R$ 190 mi para saúde em Minas Gerais

O secretário Farah Júnior afirmou que o estado está com problemas financeiros e que a verba adicional 
será necessária
  Por: Agência Brasil
O governo de Minas Gerais pediu ao governo federal apoio às políticas de saúde no estado
O governo de Minas Gerais pediu ao governo federal apoio às políticas de saúde no estadoFoto: Wilson Dias/Agência Brasil

governo Federal se comprometeu a permitir um acréscimo de recursos ao governo de Minas Gerais de cerca de R$ 190 milhões neste ano. A demanda e os acertos foram discutidos em reunião entre o secretário em exercício de Minas, José Farah Júnior, com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. No encontro, o governo de Minas Gerais pediu ao governo federal apoio às políticas de saúde no estado e ao atendimento às vítimas da tragédia de Brumadinho.

“São situações que não tinham sido solicitadas anteriormente e que são serviços que já acontecem e têm que ser homologados. Isso já vai dar uma ajuda”, explicou Mandetta.

O secretário Farah Júnior afirmou que o estado está com problemas financeiros e que a verba adicional será necessária. “Estamos com dificuldade de caixa. Viemos aqui pedir ajuda do governo federal para tentar equilibrar as contas, estamos com questões com fornecedores, na aquisição de medicamentos”.
ministro da Saúde informou que além do montante adicional, a equipe da pasta estuda formas de antecipar parcelas, em vez do pagamento parcelado mês a mês. Seria uma forma de injeção adicional no início do ano.

Vacinas e medicamentos
O encontro estava agendado antes do rompimento da barragem da Vale, e foi aproveitado para tratar do tema. Na conversa, os integrantes da secretaria estadual solicitaram apoio com um lote adicional de vacinas para além da reserva já disponível, em quantidade ainda a ser avaliada. Também foi requerido auxílio em medidas operacionais, como na compra de medicamentos, uma vez que a administração estadual está tendo dificuldade na aquisição em razão dos atrasos no pagamento de fornecedores.

Após o encontro, Farah Júnior informou que as equipes e as unidades de saúde estaduais já estão dando conta de atender os feridos. Em razão da magnitude da tragédia, que deixou muitas vítimas fatais e não tantos feridos. “O grande problema são as vítimas ainda embaixo da lama”, destacou.

Mas há preocupação daqui para frente com o impacto do rompimento. O primeiro risco é o de contaminação em função do espraiamento dos rejeitos. Para além das vacinas, equipes de saúde da família serão mobilizadas para levar informações aos cidadãos de Brumadinho e região, como evitar tomar água de rios e poços artesianos próximos, bem como não ingerir peixes e alimentos que possam estar contaminados.

Saúde emocional
Outra frente destacada pelo secretário é o apoio em termos de saúde emocional aos sobreviventes, feridos e às famílias dos vitimados. Há necessidade de assistência psicológica para lidar com as perdas de entes queridos e eventuais tratamentos de processos como crises de pânico, depressão e quadros semelhantes decorrentes do sofrimento das pessoas envolvidas na tragédia.

Mandetta, informou que a pasta já havia disponibilizado uma equipe especializada em estresse pós-trauma, além de 150 leitos, kits de medicamento, caminhonetes e a Força de Saúde Nacional.



Blog do BILL NOTICIAS

BARRAGENS De um total de 24 mil barragens, 780 foram fiscalizadas, diz relatório

  Por: Agência Brasil
Barragem de Fundão. Foto: José Cruz/Arquivo Agência Brasil
Barragem de Fundão. Foto: José Cruz/Arquivo Agência Brasil

Em 2017, 780 barragens foram fiscalizadas por 29 órgãos estaduais como secretarias e institutos de Meio Ambiente ou por três agências reguladoras federais. O número corresponde a 3,23% do total de 24.092 barragens existentes. No caso da barragem da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG), não foi classificada como crítica pela Agência Nacional de Mineração (ANM) no levantamento que originou o relatório.

As barragens, segundo especialistas, têm distintas finalidades. Elas são utilizadas desde irrigação à exploração hidrelétrica, abastecimento, uso animal, aquicultura, contenção de resíduos minerais, resíduos industriais.

Números
Os dados são do Relatório de Segurança de Barragens 2017, publicado no ano passado pela Agência Nacional de Águas (ANA), responsável pela fiscalização de 24 barragens no período.

Apenas a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) foi responsável pela fiscalização de 28 barragens e a Agência Nacional de Mineração (AMN), por 211.

Pelo estudo, os órgãos que mais fizeram fiscalização em barragens foram o Instituto Naturatins (Tocantins), com 142 vistorias, e as secretarias de Meio Ambiente de Minas Gerais (125) e do Ceará (115).

Alerta
O relatório assinala que “ainda há muito trabalho a ser realizado pelos órgãos fiscalizadores nos processos de regularização e definição se as barragens se submetem ou não ao PNSB [Plano Nacional de Segurança de Barragens]”.

Conforme o documento, “não há nenhum ato de autorização, outorga ou licenciamento em 42% das barragens, e em 76% dos casos não está definido se a barragem é ou não submetida à PNSB por falta de informação”.

O relatório ainda descreve que “até o momento [2017], 3.543 barragens foram classificadas por categoria de risco e 5.459 quanto ao dano potencial associado”, sendo que 723 foram classificadas simultaneamente como de isco e alto potencial de dados.



Blog do BILL NOTICIAS

MOURÃO DIZ QUE LULA DEVE IR AO VELÓRIO: QUESTÃO HUMANITÁRIA

Romério Cunha/VPR

O presidente em exercício, o general Hamilton Mourão, afirmou que a presença do ex-presidente Lula no velório de seu irmão é uma "questão humanitária".
"É uma questão humanitária. Perder um irmão é sempre uma coisa triste. Eu já perdi o meu e sei como é que é", disse o presidente em exercício segundo a Folha de S. Paulo. "Eu acho que se a Justiça considerar que está ok, não vejo problema nenhum", acrescentou.
Genivaldo Inácio da Silva, o Vavá,  faleceu nesta terça-feira (29), vítima de um câncer de pulmão aos 79 anos.
Diante da demora em responder ao pedido feita pela defesa à Justiça Federal de Curitiba, a defesa apresentou um pedido de habeas corpus no TRF (Tribunal Regional Federal) da 4ª Região no final da tarde desta terça, reforçando a solicitação para a saída temporária do ex-presidente.(247)


Blog do BILL NOTICIAS

EM NOTA , MORO DIZ QUE PF INVESTIGA AMEAÇAS CONTRA JEAN WYLLYS

Marcello Casal jr/Agência Brasil

Agência Brasil
O Ministério da Justiça e Segurança Pública lamentou, em nota divulgada hoje (26), a decisão do deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) de deixar o país devido às ameaças que têm sofrido. O ministério rebateu a afirmação do parlamentar de que há omissão das autoridades em relação a essas ameaças.
Segundo o Ministério da Justiça, a Polícia Federal abriu inquéritos, ao longo de 2017 e 2018, “para apurar ofensas e ameaças contra o deputado”. As investigações estão em andamento, mas a Polícia Federal identificou um dos autores: Marcelo Valle Silveira Mello, preso em 2018.
Conforme a nota, Mello integra o grupo autointitulado "Homens Sanctos" e usava a identidade de Emerson Setim para fazer ameaças ao deputado. O Ministério da Justiça e Segurança Pública “repudia a conduta dos que se servem do anonimato da internet para covardemente ameaçar qualquer pessoa e em especial por preconceitos odiosos”.
Nesta semana, o deputado anunciou, em carta ao PSOL, que não assumirá o mandato na Câmara dos Deputados, para o qual foi reeleito em outubro de 2018, e que ficará um tempo fora do país.  


Blog do BILL NOTICIAS