sábado, 17 de novembro de 2018

Sabidona presa! Mulher roubava turistas utilizando golpe ‘Boa noite Cinderela’


Resultado de imagem para boa noite cinderela

Mulher roubava turistas utilizando golpe 'Boa noite Cinderela'
A Delegacia de Proteção ao Turista (Deltur) apresentou, nesta sexta-feira (16), em sua sede, no Pelourinho, Naiara Barbosa dos Santos, de 33 anos, a autora de roubos a turistas que utilizava o golpe “Boa noite Cinderela”. Ela atuava como garota de programa e teve mandado cumprido, na quinta-feira (15), quando se apresentou à Polícia Civil.
A titular da Deltur, delegada Marita Souza, e o delegado adjunto, Dermeval Amoedo, explicaram que o mandado em aberto era referente ao roubo de 600 euros contra um turista italiano. O crime foi cometido em março deste ano, no Porto da Barra. O homem foi dopado.
Marita contou ainda que, mais recentemente, no mês de outubro, ela atacou um turista francês. Desta vítima foram subtraídos um notebook, um aparelho celular e dois mil euros. “Ela conheceu o homem, na praia de Itapuã, e aplicou o golpe, no apartamento onde ele estava hospedado, no bairro de Ondina”, explicou a delegada.
Ainda de acordo com a titular, em 2007, outros três homens – sendo dois estrangeiros (inglês e holandês) e um brasileiro – também foram atacados. “Todos eles foram seduzidos e dopados”, pontuou.
Naiara possui oito passagens pela polícia, sendo quatro pelos roubos através do golpe Boa noite Cinderela, e quatro por discussões com clientes por desacordos, no pagamento dos programas. Ela permanece presa e à disposição da Justiça.(Bahia Noticias)


Blog do BILL NOTICIAS

VIVIANE SENNA: ESCOLA SEM PARTIDO É DESNECESSÁRIO E NÃO MELHORA APRENDIZAGEM


247 - A presidente do Instituto Ayrton Senna, Viviane Senna, criticou neste sábado, 17, o projeto Escola Sem Partido, defendido pelo governo eleito de Jair Bolsonaro (PSL) para combater suposta "doutrinação" nas escolas do País. 
"Precisamos de uma agenda que vai resolver o problema do País. Existem dispositivos legais para quando há partidarização, devem ser trabalhados com a lei que já existe. É desnecessário isso, criar mais uma lei. A minha proposta é que se substituísse essa pauta, que não impacta a aprendizagem, para uma pauta que impacta", disse Viviane em entrevista ao portal Terra. 
A empresária, que apoia Bolsonaro desde antes da campanha eleitoral, negou que tivesse recebido convite para ser ministra da Educação. "Não tem esse convite, só tem um pedido para ajudar na educação. Eu convidei o Ricardo Paes de Barros (economista do Instituto Ayrton Senna e professor do Insper) para ir comigo. São elementos que estão sendo trazido para a mesa para que se possa ter passos bons pela frente. Já fui convidada três vezes para ser ministra por governos anteriores. Meu objetivo não é esse", disse. 
Leia a entrevista na íntegra no Terra


Blog do BILL NOTICIAS

Acidente com ônibus da `Banda Gatinha Manhosa´ deixa um morto e vários feridos

Um grave acidente envolvendo o ônibus da Banda de Forró Gatinha Manhosa, que tem o Cantor Edson Lima como cantor e proprietário da Banda, se envolveu em um grave acidente na tarde desta sexta-feira 16/11 na cidade de Simplício Mendes. O acidente aconteceu por volta das 17H.
A banda estava retornando de um show na cidade de Corrente, Sul do Piaui quando o ônibus  tentou  desviar de um motoqueiro que invadiu a pista e acabou tombando. As informações ainda não confirmadas são de que uma pessoa morreu e vários integrantes da banda ficaram feridos.

A vítima fatal foi identificada como Gilson Parrudo, condutor da moto que teria invadido a pista causando o acidente. Vários integrantes da banda Gatinha Manhosa tiveram ferimentos e foram encaminhadas ao hospital da cidade de Simplício Mendes para serem atendidos.(Mural da Vila-Simplicio Mendes-PI)





Blog do BILL NOTICIAS

Lagoa Grande: Em dois anos, Cappellaro muda titular da Saúde três vezes e última secretária sai alfinetando gestão

   Via:Carlos Britto
Foto: reprodução


Em Lagoa Grande (PE), Sertão do São Francisco, o atual prefeito Vilmar Cappellaro (MDB) parece não ter encontrado ainda o gestor ideal para a Pasta da Saúde.
Em dois anos do seu primeiro mandato, Cappellaro já trocou o titular três vezes. A última secretária, Aparecida Diniz, pediu exoneração semana passada, justificando ter tido “vários motivos” para deixar o cargo.
Ela tinha decidido só entregar de vez o comando da Secretaria no dia 30/11, mas na última terça (13) mudou de ideia e resolveu antecipar sua saída. Só que Aparecida saiu rasgando o verbo. “Eu solicitei antecipar a minha saída porque a minha família, ao saber de determinadas ações que teriam me aborrecido, reuniu-se e decidiu me delegar uma viagem a negócios que estava determinada a outro membro do nosso clã. Não há nada diferente, porque dias a mais ou a menos não muda nada”, alfinetou.

Blog do BILL NOTICIAS

Desistência de general de ocupar ministério leva crise ao QG de Bolsonaro

Resultado de imagem para O estopim foi a desistência do general da reserva Oswaldo Ferreira de ocupar um ministério.

O governo do presidente eleito Jair Bolsonaro nem começou e já é palco de uma crise de relacionamento entre os núcleos militar, político e econômico. O estopim foi a desistência do general da reserva Oswaldo Ferreira de ocupar um ministério.
Ferreira se tornou um dos mais próximos aliados de Bolsonaro e trabalha desde 2017, a pedido do presidente eleito, na coordenação de infraestrutura. Naquele momento, Bolsonaro procurava apoio entre os militares para fazer decolar sua campanha à Presidência.
A decisão do general Ferreira é reflexo de um racha na equipe de transição pela disputa de cargos no governo. O general, no entanto, afirmou à reportagem ter motivos pessoais para não ficar.
Nesse jogo de interesses, de um lado está a equipe do futuro ministro da Economia, Paulo Guedes; de outro, os generais ligados a Bolsonaro; em outra ponta, o futuro ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM-RS) -que comanda a transição junto com seu braço direito, Paulo Tatim.
No processo de arranjo dos ministérios, a ala política tenta ocupar mais espaço, tirando generais do círculo mais próximo de Bolsonaro e criando fórmulas para deixar Paulo Guedes refém de futuras articulações políticas.
O general Ferreira, que participa da transição desde o primeiro dia, embora sem cargo formal, apresentou um plano a Bolsonaro para o que seria o superministério da Infraestrutura. O presidente eleito deu aval ao plano mas não nomeou o general para o cargo que, no desenho proposto, estaria vinculado à Presidência.
No dia seguinte, Bolsonaro limitou a três os cargos de ministros vinculados à Presidência. Serão eles: (GSI) Gabinete de Segurança Institucional, que será comandado pelo general da reserva Augusto Heleno; Casa Civil, com Onyx; e a Secretaria-Geral da Presidência, que pode ficar com o advogado Gustavo Bebianno, ex-presidente do PSL e um dos nomes com mais força ao longo da campanha.
Pessoas que participaram das conversas afirmam que Bolsonaro não se deu conta que, com três ministros no Planalto, Ferreira ficaria fora.
Pelo plano de Ferreira, os ministérios dos Transportes e de Minas e Energia seriam preservados. O general coordenaria essa área como uma espécie de ministro supervisor ligado diretamente à Presidência.
Esse plano ruiu quando Onyx e Tatim, que coordenam o enxugamento dos ministérios, passaram a contar com Ferreira no Ministro de Transportes, pondo fim à ideia do superministério. O general então recusou permanecer no governo.
À reportagem o general disse que tomou a decisão por uma questão pessoal. “Desde o início eu disse ao presidente Bolsonaro que não fazia questão de ser ministro. Tenho minhas coisas para tocar. Ajudei um amigo em um momento importante.” Ferreira afirmou que continuará participando das reuniões de transição.
Integrantes da ala dos generais e da equipe de Paulo Guedes afirmam que a decisão de Ferreira é uma forma de alertar Bolsonaro para os interesses políticos de Onyx e Tatim.
Tatim foi levado à transição por Onyx e pleiteia o segundo cargo da Secretaria-Geral da Presidência, coordenando o PPI no lugar do vice-presidente Hamilton Mourão.
Com a reviravolta na Infraestrutura, o mais cotado para assumir os Transportes é o general da reserva Jamil Megid Júnior, que foi indicado por Tatim.
Megid Júnior foi vice-chefe do Departamento de Engenharia e Construção do Exército e coordenador-geral do Comitê Organizador dos Jogos Mundiais Militares, em 2011.
Os generais também podem ceder espaço em outra área estratégica. Na planilha original dos militares, o PPI (Programa de Parcerias em Investimentos) ficaria Mourão. Isso porque o programa será um dos principais pilares da agenda econômica do governo e, para ter agilidade de decisões, precisa ter a autonomia de um ministério. Nem isso mais está previsto.
Essa reconfiguração de forças e choque entre civis e militares, culminado com a desistência de Ferreria, pode afetar a área econômica. Paulo Guedes quer acelerar o cronograma de privatizações do PPI como umas das primeiras medidas para gerar receitas e assim fazer frente ao quadro de aperto fiscal. Sob o controle da ala política, pode haver problemas.
O futuro ministro da Casa Civil afirmou à reportagem desconhecer a decisão de Ferreira de desistir de ser ministro e negou desentendimentos com o núcleo militar do novo governo. Segundo ele, ainda estão avaliando o arranjo das secretarias e ministérios do Palácio do Planalto.
“Não tem nada definido, recém colocamos a transição para funcionar. Quem falar que tem definição, falta com a verdade”, disse. “Minha relação com os generais e os demais militares é de parceria e compromisso com o projeto de mudar o Brasil. Quem falou isso [de desentendimentos] é, no mínimo, desinformado ou mal-intencionado.”
Procurado pela reportagem, Pablo Tatim não respondeu aos questionamentos. Onyx negou que seu principal assessor tenha indicado Megid para o cargo de ministro de Transportes.(Bahia Noticias)

Blog do BILL NOTICIAS

Armazenamento d’água no Lago de Sobradinho passa a ser maior que vazão, segundo Chesf

   Via:Carlos Britto
Lago de Sobradinho-BA. (Foto: Divulgação)


O volume d’água no Lago de Sobradinho, no norte da Bahia, passou a ser maior que a vazão praticada atualmente, que é de 730 metros cúbicos de água por segundo (m³/s).
Segundo Boletim da Companhia Hidroelétrica do São Francisco (Chesf) divulgado esta semana (veja abaixo), a previsão da afluência (quantidade de água que entra no reservatório) a partir deste sábado (17) é de 1.030 m³/s, podendo esse número aumentar para 1.160 até o próximo dia 28/11.
A previsão é que o lago aumente seu volume útil, que hoje está com pouco mais de 21% de sua capacidade total de armazenamento.

Blog do BILL NOTICIAS

Grave! Incêndios na Califórnia têm ao menos 71 mortos e mais de mil desaparecidos

Resultado de imagem para Incêndios na Califórnia

Os incêndios na Califórnia causaram a morte de ao menos 71 pessoas e já têm mais de mil desaparecidas, informaram autoridades americanas. O incêndio Camp, que começou há mais de uma semana na localidade de Paradise, no norte do estado, destruiu cerca de 57.500 hectares.
Próximo a Los Angeles, outro incêndio, conhecido como Woolsey, destruiu quase 40 mil hectares e devastou áreas de Malibu e destruiu as casas de várias celebridades. Cerca de nove mil bombeiros foram mobilizados nas duas frentes de fogo e dezenas de milhares de moradores foram retirados de suas casas.
Abrigos de emergência instalados em igrejas, escolas e centros comunitários estão sendo utilizados para levar as famílias. As equipes de buscas estão usando cães em áreas destruídas pelo fogo à procura de corpos.

Blog do BILL NOTICIAS

Lula tem até segunda-feira para últimos pedidos no processo do sítio de Atibaia

Defesa deve fazer os últimos pedidos de diligências no processo, que está a uma fase de entrar nas alegações finais

  Por: Renato Souza - Correio Braziliense
Lula é apontado pelo MP como dono do sítio, reformado por três empresas (foto: Reprodução de Vídeo)
Lula é apontado pelo MP como dono do sítio, reformado por três empresas 
(foto: Reprodução de Vídeo)

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e demais réus têm até segunda-feira para fazer os últimos pedidos de diligências no processo sobre o sítio de Atibaia. O prazo foi determinado pela juíza Gabriela Hardt, da 13ª Vara Federal de Curitiba. A magistrada substitui o ex-juiz Sérgio Moro, futuro ministro da Justiça no governo Jair Bolsonaro. Com a medida, o processo se aproxima da fase de alegações finais, anterior à sentença.

De acordo com os prazos processuais, a ação deve ser encerrada na primeira instância no próximo ano. “Conforme solicitados pelas defesas, eventuais requerimentos de diligências complementares da fase do artigo 402 do Código de Processo Penal poderão ser apresentados até o dia 19 de novembro de 2018. Após, venham os autos conclusos para análise dos pedidos”, destaca um trecho do despacho.

O advogado criminalista Carlos Magguiolo afirma que os novos pedidos da defesa têm poucas chances de serem aceitos pela magistrada. “Essas diligências podem pedir novas produções de prova. Mas essas solicitações podem ou não ser aceitas pela juíza do caso. A tendência é de que a magistrada não acate, pois, nesta fase, geralmente o intuito é apenas procrastinar”, explicou.

É possível que Gabriela Hardt não conduza o processo até o fim, porque, como ocupa o cargo de substituta de Moro, não pode atuar de forma permanente nos processos que correm na vara. Um novo titular será definido pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4). Maggiolo frisa que a mudança de julgadores não deve alterar os prazos processuais. “Atualmente, tudo é gravado em áudio, vídeo, e todas as declarações e fases do processo são registradas. Quem assume o caso pode tomar conhecimento das ações anteriores de forma célere. Então, não deve ocorrer atraso, embora seja um ponto que pode ser explorado pela defesa.”

Na ação penal, o Ministério Público sustenta que o sítio pertence ao ex-presidente e que a propriedade foi repassada por empreiteiras envolvidas na Lava-Jato, como propina. O MP afirma, ainda, que o local foi reformado por três empresas — Schahin, Odebrecht e OAS —, a pedido do petista. O caso foi denunciado a Moro em maio do ano passado. O imóvel está registrado no nome de Fernando Bittar e Jonas Suassuna, amigos do ex-presidente e sócios de Fábio Luís da Silva, o Lulinha, filho de Lula.

Durante a primeira audiência do caso, no começo da semana, Lula e a juíza protagonizaram momentos de tensão. O ex-presidente iniciou o depoimento perguntando se ele “é ou não o dono do sítio”. Gabriela Hardt respondeu que ele é “quem deveria responder isso”. Em seguida, a magistrada repreendeu a fala do réu. “Se for para começar desse jeito, nós vamos ter problemas”, avisou. As cenas, que foram gravadas em vídeo, ganharam repercussão na internet.

Lula está preso na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, condenado a 12 anos e um mês no caso envolvendo o tríplex do Guarujá. O processo está em fase recursal nos tribunais superiores.

Favreto sob investigação
O corregedor nacional de Justiça, ministro Humberto Martins, determinou que o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) encaminhe ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) o inquérito que apura a conduta do desembargador Rogério Favreto. Em julho deste ano, durante um plantão, Favreto concedeu um habeas corpus ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). A decisão causou reação imediata de outros magistrados. O então juiz federal Sérgio Moro, que estava de férias na época, expediu um despacho alegando que a competência da determinação não cabia ao desembargador. Depois de idas e vindas, o presidente do TRF-4, Thompson Flores, suspendeu a decisão e manteve Lula preso. Favreto foi filiado ao PT de 1991 a 2010.



Blog do BILL NOTICIAS

Localizado o submarino argentino desaparecido há um ano com 44 tripulantes a bordo


O Ministério da Defesa e a Marinha da Argentina informaram neste sábado que a empresa americana Ocean Infinity encontrou o submarino argentino ARA San Juan, desaparecido há um ano nas águas do Atlântico.
A confirmação dos dois órgãos oficiais foi divulgada na conta da Marinha no Twitter, em mensagem que confirmou que no ponto de interesse informado pela Ocean Infinity, mediante observação realizada com um veículo submarino operado remotamente, a 800 metros de profundidade, houve uma identificação positiva do ARA San Juan.
Segundo indicou a Ocean Infítiny, que receberá 7,5 milhões de dólares pelo achado, o submarino estava localizado a 800 metros de profundidade, a 600 quilômetros da cidade de Comodoro Rivadavia, onde se tinha montado o centro de operações durante a busca.
Os trabalhos de busca no oceano, nos quais diversos países participaram nos primeiros meses, se delimitou a 430 quilômetros do litoral, em torno de uma área onde várias agências internacionais assinalaram que detectaram uma explosão horas depois do desaparecimento do submarino.
Foi no início do último mês de setembro que a empresa americana Ocean Infinity, contratada pelo governo argentino, retomou o rastreamento do leito marinho, mas também não teve sorte.
“O primeiro lugar onde eles começaram a buscar era onde ocorreu a última comunicação. Ali não estão. Nós começamos a pedir que comecem a buscar onde se escutaram os barulhos do casco”, afirmou na quinta-feira passada a irmã de Alberto Sánchez, tripulante do submarino, durante uma homenagem por ocasião do aniversário de um ano do desaparecimento.
O submarino argentino desapareceu no dia 15 de novembro do ano passado com 44 tripulantes a bordo, quando dirigia-se de Ushuaia a Mar del Plata.
O veículo participou de manobras no porto de Ushuaia e em 13 de novembro partiu de novo para Mar del Plata, trajeto no qual, a 400 quilômetros do litoral e dois dias depois, fez sua última comunicação.
Horas antes, o comandante havia alertado de uma falha provocada pela entrada de água por um conduto de ventilação que vazou no compartimento das baterias elétricas e produziu um princípio de incêndio.
Embora a Marinha argentina tenha garantido em várias ocasiões que essa falha foi “corrigida” e que o San Juan continuou navegando para Mar del Plata, o certo é que seu rastro foi perdido e nunca chegou ao porto dessa cidade, onde deveria ter atracado em 19 de novembro.
No meio de uma grande incerteza, várias agências internacionais relataram uma explosão horas depois do desaparecimento do submarino, perto donde se perdeu a sua pista.
Foi então que começou uma operação de busca sem precedentes na Argentina, na qual participaram navios de Rússia, Grã-Bretanha e Estados Unidos, e que finalmente terminou cinco meses depois. (Via: EFE – Veja)

Blog do BILL NOTICIAS

Mais ou menos médicos


Mais ou menos médicos?
A implementação do programa Mais Médicos serviu para trazer à luz pública o escândalo que é o processo de formação e profissionalização dos médicos das universidades públicas. O governo teve que apelar para médicos cubanos, porque os médicos brasileiros, formados gratuitamente nas melhores universidades brasileiros, se negavam a ir atender as pessoas onde mais se precisa que eles atendam.
Alegavam que o salário não era bom, que não havia condições de atendimento naquelas lonjuras, etc. etc. Saíram para as ruas querendo vetar o programa e considerando que teriam poder, pela influência sobre seus pacientes, para derrotar o programa e a Dilma.
Se deram muito mal. Apesar das exibições explícitas de racismo, o povo recebeu imediatamente da melhor forma possível o fato de que mais de 700 municípios, que nunca tinham tido médicos, passaram a ter médicos permanentes na sua própria cidade.
Uma médica cearense disse que "as médicas cubanas se parecem a empregadas domésticas", sem se dar conta de que fazia um enorme elogio a elas e a Cuba. Pessoas que aqui seriam empregadas domésticas, em Cuba são médicas.
As universidades públicas brasileiras formam grande quantidade de médicos, de que a grande maioria não tem compromisso algum com a situação de saúde do país. Sem contrapartida alguma, saem dos melhores cursos de medicina do país, que cursaram gratuitamente, para abrir consultórios em bairros ricos das grandes cidades brasileiras, atender clientela chique, que paga os tubos pelas consultas. Formados em universidades públicas, fazem da sua profissão uma fábrica para se enriquecerem, da medicina uma atividade mercantil.
Olhem onde estão trabalhando a grande maioria dos médicos brasileiros e onde estão a grande maioria de doenças no país? Ha distância abismal. O medico deveria se ocupar das dores e dos sofrimentos das pessoas. Os médicos cubanos podem não ser melhores médicos do que os brasileiros, mas são certamente muito melhores cidadãos. Tem consciência de a quem tem que atender prioritariamente.
Para vergonha das faculdades de medicina públicas no Brasil, gente atendida pelos médicos cubanos dizem que eles "olham para a gente", "tocam na gente", o que significa que aqueles que apareciam às vezes por lá não olham para os pacientes, não tocam nos pacientes.
A composição do programa Mais Médicos incorporou uma maioria de médicos brasileiros, que não consideram que a remuneração é insuficiente, que vão atender as cidades e os pacientes que antes não eram atendidos. Mesmo quando se quer terminar o programa, a população e os prefeitos cujos municípios passaram a ser atendidos, reagem com indignação.
Mas os cursos de medicina, na sua grande maioria, continuam a formar, nas universidades públicas, médicos para atender a população rica, ganhando fortunas. A política de cotas começa a dar frutos, formando as primeiras gerações de médicos negros, pobres. Porém isso se dá com grande dificuldade, por requerer que os estudantes dediquem 6 anos em tempo integral ao curso, com livros caros. Se tratava de apoia-los com bolsas de estudo, mas o governo atual cortou esse apoio.
A própria imagem do médico como um tipo branco, de avental engomado, alto, bonito, nas mãos de quem fica o destino dos pacientes, ficou questionado. No início do Mais Médicos, só saiam às ruas gente de direita, para questiona-lo. O pessoal de esquerda parece que se sentia constrangido. Mas o governo da Dilma teve uma grande vitória – especialmente pela ação da Dilma e do Padilha -, hoje a maioria esmagadora, sempre acima de 90%, da população, adora o programa e não quer mais ficar sem ele.
O governo atendeu uma demanda elitista de setor dos médicos e proibiu a criação de novos cursos de medicina. Como se o Brasil não precisasse de mais médicos, mas o "mercado" quer manter a reserva para aqueles privilegiados que podem fazer cursos nas faculdades existentes e atender os pacientes que podem pagar as consultas que eles cobram.
É um crime de lesa humanidade. Reitera a imagem de que o governo golpista governa para os ricos. Forma médicos ricos, que atendem os ricos. E a saúde pública, o SUS, o Mais Médicos, que se danem.
O Brasil precisa de mais e melhores médicos e não de menos médicos. Precisa de médicos formados com recursos púbicos para atender a massa da população, aquela que mais requer atenção. Dinheiro público para formar médicos para o povo. Quem quiser atender clientela rica, que busque faculdades privadas e pague por seu curso.
O presidente eleito se meteu numa sinuca de bico ao provar o fim da participação dos médicos cubanos no Brasil. De forma totalmente irresponsável levou à ruptura o acordo com o governo cubano. E de forma igualmente irresponsável o governo atual se compromete a contratar técnicos para suprir as mais de 8 mil vagas ainda neste mês. Veremos o resultado que conseguem.(Emir Sader)


Blog do BILL NOTICIAS

Jovem atleta de Petrolina sagra-se campeã Pan-americana de judô no Equador

 Via:Carlos Britto

A jovem judoca petrolinense Vivian Galdino Ramos, de 12 anos, sagrou-se campeã no Campeonato Pan-Americano de Judô, no Equador, ontem (16).
Apesar das dificuldades em arrecadar recursos para a viagem, Vivian conseguiu um patrocinador que a ajudou a arcar com metade dessa despesa, a Unimed Vale do São Francisco.
O campeão pan-americano carrega o prestígio de vencer os americanos, maiores campeões olímpicos.

Blog do BILL NOTICIAS

Supremo prepara compra de carros blindados para ministros

STF gasta R$ 24 milhões por ano com empresas de segurança privada - R$ 12 milhões com guarda-costas armados dos 11 ministros
  Por: Estadão Conteúdo - Estadão Conteúdo
Foto: Nelson Jr./SCO/STF 
Foto: Nelson Jr./SCO/STF

O Supremo Tribunal Federal (STF) se prepara para licitar a compra de carros blindados para o transporte dos ministros da Corte. Depois de o tema da violência ganhar destaque na campanha eleitoral, o órgão, sob orientação da área de segurança, decidiu adquirir 14 veículos blindados para uso dos 11 ministros, segundo apurou a reportagem. O contrato deverá ter teto de R$ 3,206 milhões - vence a proposta de menor valor na concorrência, que será feita por pregão eletrônico.

O edital, que deve ser lançado na próxima semana, prevê a compra de carros sedã de grande porte, sem especificar marca - os R$ 3,2 milhões são uma estimativa baseada em preços do mercado.

Os ministros não costumam utilizar carros blindados para se locomover no Distrito Federal, mas apenas no Rio de Janeiro e São Paulo, onde têm à disposição veículos alugados à prova de balas. Brasília tem índices de violência menores na comparação com as duas cidades. Segundo uma fonte ouvida sob reserva, o STF já dispõe de alguns blindados, mas em baixa quantidade, e não necessariamente para ministros.

Ao assumir a presidência do STF, o ministro Dias Toffoli nomeou como assessor de seu gabinete o agora indicado pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, para o ministério da Defesa, general Fernando Azevedo e Silva. Na época da nomeação, uma das responsabilidades atribuídas ao militar era a área de segurança.

Ao longo do ano, foram registradas ameaças a alguns dos ministros. Em abril, o Supremo ampliou de cinco para sete o efetivo à disposição no Paraná para a segurança do ministro relator da Lava Jato, Edson Fachin, após ele relatar ameaças a familiares. Em outubro, a ministra da Corte e presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Rosa Weber, também foi alvo de ameaças, que motivaram a abertura de investigação.

Segundo dados de maio, o Supremo gasta R$ 24 milhões por ano com empresas de segurança privada - R$ 12 milhões com guarda-costas armados dos 11 ministros e o restante com um contrato de vigilantes da sede em Brasília. 





Blog do BILL NOTICIAS

Todo cuidado! Após falsa promessa de emprego no exterior, pernambucana é vítima de tráfico de pessoas

   Via:Vinicius de Santana

A promessa de uma melhor condição de vida, com emprego, casa e comida, levou a pernambucana Bianca (nome fictício) a aceitar viajar para o exterior. Morar na Suíça, como foi proposto a ela, seria também uma oportunidade de realizar o sonho de conhecer a Europa. Há dois anos, ela largou a família, os amigos e, de malas prontas, seguiu viagem. Mas logo ao chegar no destino, viu uma realidade bem diferente do que esperava. A mulher de 33 anos foi ameaçada de morte e obrigada a se prostituir para sobreviver.
Após mais de um ano vivendo em condições sub-humanas, a pernambucana conseguiu juntar dinheiro e, com ajuda de um amigo, voltou ao Brasil. Mas as marcas no corpo e na memória a perseguem a todo o momento. Sem contar as ameaças que, segundo depoimentos dela, não pararam até hoje. O caso está sendo acompanhado pelo Ministério Público de Pernambuco (MPPE), que, na semana passada, instaurou um inquérito civil para cobrar do Governo do Estado serviços de assistência à vítima de tráfico internacional de pessoas.
“Tivemos conhecimento do caso através de um promotor da cidade de Caruaru (no Agreste), onde ela estava escondida. Ela precisou se mudar várias vezes para não ser localizada, porque ela continua sendo ameaçada e também ainda está muito abalada. Nosso objetivo agora é garantir o tratamento psicológico dela e um serviço de proteção à pessoa”, afirmou a promotora de Defesa da Cidadania, Isabela Bandeira. Segundo ela, o Programa de Proteção a Testemunhas (Provita) já está analisando o caso para encaminhar a vítima para um lugar seguro.
A Promotoria Criminal de Jaboatão dos Guararapes também investigou o episódio. De acordo com a promotora Christiana Ramalho, houve uma denúncia de que um ex-namorado da vítima seria integrante de uma quadrilha de tráfico internacional de mulheres. No entanto, ao longo da investigação, os indícios não comprovaram a acusação. O suspeito acabou denunciado pelo crime de lesão corporal, porque teria agredido a vítima. Ela também obteve medida protetiva contra o ex-namorado, que está impedido de se aproximar dela. O processo tramita no Fórum de Jaboatão.
RISCOS
A coordenadora do Núcleo de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas em Pernambuco, Jeanne Aguiar, disse que as mulheres continuam sendo as principais vítimas desse tipo de crime, principalmente para fins de exploração sexual. Por isso, é preciso ter o máximo de cuidado com as propostas tentadoras de emprego fora do seu estado de origem. E mais ainda se for para morar no Exterior. “Em primeiro lugar é preciso entrar em contato com as autoridades daquele país para investigar a proposta de emprego e as condições de trabalho”, destacou.
Outra orientação é pesquisar em sites todas as informações sobre a empresa que está lhe contratando e o tempo de permanência legal naquele país que você vai morar. “É preciso também tirar cópias de todos os documentos pessoais e deixar guardados com pessoas de confiança”, disse. Em caso de perda ou retenção de documentos, como passaportes, a indicação imediata é procurar o Consulado do Brasil mais próximo.
Segundo Jeanne, nenhuma denúncia de tráfico de pessoas foi registrada neste ano pelo núcleo, que é subordinado à Secretaria de Defesa Social. Ao longo do ano, palestras de prevenção são realizadas em escolas públicas e comunidades carentes. Esporadicamente também há visitas e campanha de conscientização nos municípios do Interior do Estado. (Ronda Jc)

Blog do BILL NOTICIAS

Governador em exercício de Pernambuco homenageia policiais civis e militares de força-tarefa

   Via:Carlos Britto
Foto: divulgação


O governador em exercício de Pernambuco, Eriberto Medeiros, recebeu na última quarta-feira (14), no Palácio do Campo das Princesas, policiais civis e militares responsáveis por ações exitosas em operações da Força-Tarefa (FT) Bancos. Na primeira delas, dia 19 de outubro, a Polícia Militar conseguiu capturar integrantes da quadrilha que explodiu duas agências bancárias em Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste Setentrional. Na segunda, ocorrida no último sábado (10), denominada Operação Benfica, o um trabalho conjunto entre as Polícias Civil e Federal evitou um assalto a carro-forte que fazia o abastecimento de caixas eletrônicos em um supermercado na zona oeste do Recife.
Um momento que julgamos muito importante para o governo e para toda a sociedade de reconhecimento pelo serviço prestado com bastante êxito pelas nossas forças policiais. Sabemos que é importante reconhecer, mas também que precisamos continuar investindo e valorizando os nossos profissionais da segurança pública, como o ex-governador Eduardo Campos fez e como o governador Paulo Câmara vem fazendo. Investindo em promoções, novos concursos, reforma e criação de novas delegacias, aquisição de novas viaturas, entre outras medidas que demonstram a preocupação do Governo de Pernambuco com essa importante área“, destacou Eriberto Medeiros. O governador em exercício é o primeiro parlamentar a assumir o comando do Poder Executivo após a era Guilherme Uchoa.
O ato de reconhecimento público foi uma homenagem ao trabalho dos policias e da FT Bancos, operação integrada entre as Polícias Militar, Civil e Federal, sob a coordenação da Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS-PE).
Essas operações bem sucedidas são frutos de investimento em inteligência, técnica policial e integração. E a Força-Tarefa Bancos, reformulada em agosto de 2017, com a inclusão de diversos órgãos de segurança e representantes das instituições bancárias, tem tido um papel fundamental no combate a essas investidas em Pernambuco, contribuindo para a diminuição geral do índice de Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVPs)“, avaliou o secretário de Defesa Social, Antonio de Pádua.
Índices
Outubro passado foi o 14º mês seguido em que as estatísticas de roubos foram reduzidas em relação ao mesmo mês do ano precedente. A queda foi de 22,3%, comparando-se com as 8.970 queixas de outubro de 2017. No total dos 10 meses de 2018, a diferença é de – 23,33% em relação ao período equivalente do ano anterior. Se em 2017 a soma de janeiro a outubro ultrapassava a casa das 100.000 ocorrências de CVP no Estado, com 104.043 queixas registradas, em 2018 reduziu-se o índice para 79.771 casos de roubo (diferença, para menos, foi de 24.272 ocorrências).
Sertão
Eriberto Medeiros possui ligações familiares com o Sertão. É sobrinho de João Medeiros, proprietário do posto de combustíveis Rosa de Saron, em Lagoa Grande. O empresário também é padrinho de batismo do governador em exercício.

Blog do BILL NOTICIAS

GENERAL DESISTE DE CARGO E ABRE CRISE NO GOVERNO BOLSONARO

Anderson Silva/ Agência Pará

247 - O general Oswaldo Ferreira desistiu de ocupar um cargo no governo do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) e abriu a primeira crise no governo do capitão reformado. 
A decisão do general Ferreira é reflexo de um racha na equipe de transição pela disputa de cargos no governo. O general, no entanto, afirmou à Folha de S. Paulo ter motivos pessoais para não ficar.
Ferreira se tornou um dos mais próximos aliados de Bolsonaro e trabalha desde 2017, a pedido do presidente eleito, na coordenação de infraestrutura. Naquele momento, Bolsonaro procurava apoio entre os militares para fazer decolar sua campanha à Presidência.
O general Ferreira, que participa da transição desde o primeiro dia, embora sem cargo formal, apresentou um plano a Bolsonaro para o que seria o superministério da Infraestrutura. O presidente eleito deu aval ao plano mas não nomeou o general para o cargo que, no desenho proposto, estaria vinculado à Presidência.


Blog do BILL NOTICIAS

Programa tem 18.240 profissionais – sendo 8.332 cubanos, segundo o governo do país brasileiro; Nordeste será região que mais perderá médicos


O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) interrompeu nesta sexta-feira, 16, uma coletiva de imprensa na sede do 1º Distrito Naval, no Rio de Janeiro, ao ser questionado sobre a saída anunciada pelo governo cubano do programa Mais Médicos. “Como o assunto saiu da área militar, quero agradecer a todos vocês aqui”, disse ele, pondo fim à coletiva, que durou menos de 4 minutos.
Após tomar um café com o comandante da Marinha, o almirante Eduardo Bacellar, Bolsonaro falava sobre a escolha dos comandantes que irão trabalhar nas áreas da Segurança e Defesa do governo, quando foi questionado sobre o anúncio do governo de Cuba de retirada dos 8 mil médicos cubanos do programa de saúde do governo.
O programa Mais Médicos tem 18.240 profissionais – sendo 8.332 cubanos, segundo o governo do país brasileiro. De acordo com Cuba, seus médicos atuam em 4.058 municípios, cobrindo 73% das cidades brasileiras. O Nordeste será a região que mais perderá médicos com a decisão do governo cubano, com 2.817 baixas.
Segundo o presidente eleito, os médicos cubanos no Brasil “estão sendo submetidos à situação praticamente de escravidão”. “Imaginou confiscar 70% do seu salário?”, questionou. Ele reforçou novamente a defesa por salário integral. Os médicos cubanos do programa ficam com 25% do salário recebido – a maior parte do valor vai para o governo do país caribenho.
Bolsonaro também voltou a questionar a qualidade dos profissionais cubanos, afirmando que desconhece uma autoridade que já tenha sido atendida por um médico cubano.
“Será que devemos destinar aos pobres profissionais, entre aspas, sem qualquer garantia de que eles sejam razoáveis profissionais no mínimo? Isso é injusto e desumano. E eu não sou presidente ainda, mas se fosse exigiria isso: um revalida profissional, assistir o médico atender o povo. O que temos ouvido de muitos relatos são verdadeiras barbaridades. Não queremos isso para ninguém no Brasil, muito menos para os pobres”, afirmou Bolsonaro.
O presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel, saiu em defesa dos médicos cubanos que participaram do programa Mais Médicos, no Brasil, encerrado unilateralmente pelo governo do país caribenho nesta quarta-feira, 14. Sucessor de Raúl Castro, ele afirmou que os médicos prestaram um “valioso serviço ao povo brasileiro” e que atitudes assim devem ser “respeitadas e defendidas”.
O presidente eleito defendeu ainda o direito dos cubanos de trazer a família da ilha para o Brasil e afirmou que receberá nativos do país caribenho que pedirem asilo no País.
“Isso é pedir muito? Há quatro anos e pouco, quando foi discutida a medida provisória, o governo da senhora Dilma disse em alto e bom som que qualquer cubano que porventura pedisse asilo seria deportado. Se eu for presidente, o cubano que pedir asilo justifica no meu entender pela ditadura da ilha e terá o asilo concedido da minha parte”, disse Bolsonaro.
O convênio com o governo cubano é feito entre Brasil e a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas). “Diante desta realidade lamentável, o Ministério da Saúde Pública (Minasp) de Cuba tomou a decisão de não continuar participando do programa Mais Médicos e assim comunicou a diretora da Organização Panamericana da Saúde (OPAS) e aos líderes políticos brasileiros que fundaram e defenderam esta iniciativa”, anunciou o governo cubano em comunicado.
700 municípios brasileiros tiveram médico pela primeira vez na história com o programa, diz governo cubano
700 municípios brasileiros tiveram médico pela primeira vez na história com o programa, diz governo cubano.Foto: Ministério da Saúde/Divulgação / Estadão Conteúdo

Contratação

O Ministério da Saúde realizará nesta sexta-feira uma reunião com a Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) para a definição da saída dos médicos cubanos do programa Mais Médicos e a entrada de profissionais brasileiros a serem selecionados por edital.
Segundo informações do ministério, ainda será finalizada a proposta de edital para a seleção dos profissionais para as 8.332 vagas que serão deixadas pelos médicos cubanos. O governo de Cuba anunciou nesta semana o rompimento unilateral da participação no programa Mais Médicos. O motivo para a decisão foram as declarações do presidente eleito Jair Bolsonaro com críticas ao programa.
De acordo com o Ministério da Saúde, no início da próxima semana, será dada entrevista à imprensa para esclarecer os detalhes sobre o edital de seleção e chamada para inscrições. A seleção de profissionais brasileiros em primeira chamada do edital será realizada ainda no mês de novembro, de acordo com a Pasta, e o comparecimento aos municípios, imediatamente após a seleção.(Terra)

Blog do BILL NOTICIAS