terça-feira, 20 de março de 2018

A GLOBO EMPAREDOU O STF


A Rede Globo emparedou o stf, que então abortou a reunião dos seus 11 juízes – ou "11 ilhas" – prevista para discutir no final da tarde de hoje, 20/3, a inconstitucionalidade da prisão sem condenação transitada em julgado.
A Globo empregou armamento peso-pesado para fazer a "suprema" corte recuar. No Jornal Nacional de ontem, 19/3, a emissora dedicou 5:41 minutos para trechos selecionados da entrevista da presidente do stf ao apresentador Heraldo Pereira.
Na edição do Jornal das 10 da Globo News de ontem, outros 13:38 minutos foram usados para a publicação da entrevista na íntegra.
No longo e generoso blá-blá-blá com o funcionário da Globo, Carmem Lúcia repetiu sua decisão totalitária e inconstitucional de não pautar o assunto para deliberação pelo plenário do stf.
Antecipando-se à notícia oficial de cancelamento da reunião, às 13:39h de hoje Merval Pereira publicou no seu blog a informação: "A reunião no STF, marcada para esta tarde a pedido do ministro Celso de Mello para discutir a prisão em segunda instância, vista como uma espécie de golpe branco, elegante, em cima da presidente do Tribunal, não deve acontecer. Cármen Lúcia não confirmou presença e não estava disposta a comparecer, então os ministros recuaram".
O stf assume cada vez mais a estatura da Carminha: ainda mais apequenado, ainda mais acanalhado e totalmente tutelado pela liderança midiática do golpe.
A Rede Globo trava uma batalha de vida ou morte pela prisão do Lula. Na caçada obsessiva para prender o maior líder popular da história do Brasil, a emissora oficial do regime de exceção adota a recomendação do Romero Jucá: vai "com o supremo, [vai] com tudo".
Caso não atropelem a intransigência totalitária e inconstitucional da presidente Carmem Lúcia para examinarem no plenário um assunto tão sensível à democracia e ao Estado de Direito, os demais juízes do stf estarão assinando o atestado de óbito deles próprios e também da instituição.(247).

Blog do BILL NOTICIAS

“Se ele quer briga, vai ter briga!”, diz Jarbas sobre o Senador Fernando Bezerra Coelho


(Blog de Magno Martins).

O deputado Jarbas Vasconcelos disse, há pouco, ao blog, que o ato da Executiva Nacional de dissolver o Diretório Estadual do MDB é “truculento e arbitrário”. “Não faço parte da Executiva do partido, mas fiz questão de estar ao lado de Raul na reunião de hoje para acompanhar de perto esse ato de truculência e arbitrariedade por parte de Romero Jucá. Isso nunca aconteceu na história do MDB. Esse ato de violência e antidemocrático são as marcas da era Jucá a frente da legenda. Vou junto com Raul continuar brigando e lutando. Eles queriam briga e agora vão ter”, afirmou o parlamentar.



Blog do BILL NOTICIAS

Executiva Nacional do MDB aprova dissolução do diretório em Pernambuco e FBC passa a comandar comissão provisória

(foto/divulgação)

A Executiva Nacional do MDB se reuniu nesta terça-feira (20) e aprovou, com 17 votos favoráveis e 6 contrários, a dissolução do diretório regional de Pernambuco.
Com isso, o partido no estado será dirigido por uma comissão provisória – que vigorará por 90 dias, com possibilidade de prorrogação – cujo presidente será o senador Fernando Bezerra Coelho.(C.Britto).

Blog do BILL NOTICIAS

Cirurgião plástico orienta homens sobre o excesso de mama


(C.Geral)

Um estudo realizado em 2016 pelo Sistema de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquéritos Telefônicos (Vigitel), divulgado pelo Ministério da Saúde, confirma que 53,8% dos brasileiros estão com excesso de peso, sendo em sua grande maioria homens.
Quando o homem tem excessos de pele, gordura e glândulas mamárias, inchaço do tecido mamário masculino causado, às vezes, por um desequilíbrio hormonal, naturalmente costumam perder a autoestima e muitas atividades do dia a dia se tornam um martírio, por ter que usar camisetas ou camisas mais justas.
Numa situação difícil, sempre surgem várias perguntas de como sanar esse problema e, a ginecomastia, que é uma interferência cirúrgica que retira o excesso gorduroso entre o músculo e o mamilo, é a solução do impasse. “Essas alterações variam entre pacientes, e tratam-se, na maioria das vezes, de um problema sem causa conhecida. Para obter o diagnóstico temos de avaliar a presença de um acréscimo predominante da glândula, a existência ou não de massas, qualidade da pele e o grau de mama”, explica o cirurgião plástico Raphael Sampaio.
“Fiz a cirurgia por questões estéticas e de saúde. O procedimento foi tranquilo. Minha recuperação foi de dois meses, e precisei de ajuda de um colete, que foi inserido depois da cirurgia, segundo o médico, o colete serve para que não haja amolecimento da pele. Sinto-me melhor, mais disposto e minha autoestima aumentou”, explica o jornalista Vinícius Sales. (Ascom).

Blog do BILL NOTICIAS

FOLHA EXALTA TRANSPOSIÇÃO, MAS ESQUECE A PALAVRA MÁGICA: LULA


  (247) 

A Folha de S. Paulo publica, neste domingo, reportagem especialdo jornalista Fabiano Maisonnave, sobre os impactos da transposição do São Francisco, um ano depois da inauguração da obra, iniciada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e executada na gestão da presidente deposta Dilma Rousseff. De acordo com a apuração, 1 milhão de brasileiros estão sendo beneficiadas pelas águas do Velho Chico, mas na reportagem da Folha não há nenhuma referência a Lula, que vem sendo perseguido pela mídia nacional, nem a Dilma, derrubada com apoio dessa mesma mídia.
Abaixo, um trecho:
O impacto foi rápido. No fim de agosto, mesmo sem chuvas, o açude Boqueirão saiu do volume morto (8,2%), encerrando 33 meses e 19 dias de racionamento, o mais longo da história campinense, e agora tem 15,8% da capacidade.
Hoje, a terceira maior cidade do semiárido (410 mil habitantes) e outros 32 municípios da Paraíba e de Pernambuco estão com o abastecimento de água normalizado, beneficiando 1 milhão de pessoas, segundo o Ministério da Integração Nacional.

Blog do BILL NOTICIAS


PARA CONSEGUIR ALIANÇA, PSB DISCUTE COM PT APOIOS ESTADUAIS E ATÉ CARGOS


Para buscar a reeleição do governador de Pernambuco, Paulo Câmara, o PSB pretende negociar uma aliança com o PT em outros estados do País, como Minas Gerais, além de abrir espaços no governo pernambucano para o Partido dos Trabalhadores. A avaliação é que caso não consiga lançar uma candidatura própria, o PSB terá amis liberdade para negociar a formação de alianças visando os palanques estaduais.
"Manter alguns governos para nós é mais importante do que conquistar outros. Para nós é fundamental a garantia de uma candidatura competitiva para o Paulo em Pernambuco. Aí é governado pelo PSB e aqui é governado pelo PT. Se isso for necessário, nós temos que manter a nossa prioridade, que é a reeleição do Paulo aí em Pernambuco. E talvez a gente tenha que fazer um sacrifício aqui", disse o líder do PSB na Câmara, Julio Delgado (MG) ao Jornal do Commercio.
A aliança em Minas, contudo, é vista com cautela, uma vez que o Estado é governado pelo petista Fernando Pimentel. Ali, o ex-prefeito de Belo Horizonte Márcio Lacerda (PSB) tenta se firmar como candidato de oposição ao governo do PT. Em contrapartida, o PSB teria sinalizado que poderia vir até mesmo a ter o ex-prefeito do Recife João Paulo (PT) como vice, o que enfraqueceria os planos da oposição.(247).
Leia a íntegra da matéria.

Blog do BILL NOTICIAS

Larápios fazem o rapa em Afrânio-PE em plena luz do dia

Resultado de imagem para carro da policia com sirene

(C.Geral)

Dois homens não identificados em uma moto, promoveram um rapa, com ações de roubo em Afrânio-PE e na comunidade do povoado de Extrema.
Primeiramente eles assaltaram em Afrânio um Posto de Combustivel e uma loja de roupas, em seguida já no povoado da Extrema,  os dois elementos assaltaram três comércios da localidade, abandonando a moto em uma estrada de terra e tomando rumo ignorado,
Em Afrânio, segundo testemunhas, os dois larápios chegaram no posto de combustível e efetuaram dois tiros a esmo, sem atingir ninguem.
A Policia foi acionada e está promovendo diligencias na região para prender os dois elementos. Aguardem novas informações.

Blog do BILL NOTICIAS

PADRE É XINGADO POR DEFENDER LEGADO DE MARIELLE E AGRESSORES SÃO EXPULSOS DA IGREJA

Esq.: Mario Vasconcelos / Dir.: Reprodução

Revista Forum - O ódio da direita aos apoiadores do legado de Marielle Franco, vereadora do PSOL que foi executada no Rio de Janeiro na última quarta-feira (14), não poupa nem uma cerimônia religiosa. O padre Mario de França Miranda foi xingado de “padre filho da p*” por dois homens ao final de seu sermão na missa realizada neste domingo (18) em sua paróquia na zona sul do Rio.
Os gritos dos homens, que foram retirados da igreja, vieram ao final da homília, em que o religioso usou como exemplo casos como o de Jesus ou de Martin Luther King para exemplificar como a eliminação das pessoas que tentam “melhorar a sociedade” não colocam fim às suas ideias e que, no caso de Marielle Franco, não seria diferente.
“Fiz a homilia normal, explicando um pouco o texto, e citei Martin Luther King, dom Oscar Romero e pessoas que estão tentando melhorar a sociedade, como Jesus também tentou melhorar e foi assassinado precocemente. O Evangelho fala que o grão cai na terra e dá frutos. Então, eu falei que frutos são esses. Mostrei que, quando se mata uma pessoa parece que tudo termina, mas não. No caso de Jesus, ele influenciou toda a humanidade. E frutos também são aquelas pessoas que tentam seguir esse exemplo: que têm uma vida difícil, mas com sentido e que causam muita paz por fazer o bem”, disse o religioso ao jornal O Globo.

Blog do BILL NOTICIAS

Encontro discute em Petrolina demandas dos produtores de frutas do Vale do São Francisco

A imagem pode conter: 7 pessoas, pessoas em pé e área interna

A imagem pode conter: 6 pessoas, pessoas em pé

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas sentadas, mesa e área interna

(247)

Questões tributárias, arranjo produtivo local e mudanças na fiscalização. Estas foram algumas das demandas discutidas na manhã desta terça-feira (20), no auditório do Senai Petrolina, durante a realização do 1º Encontro de Produtores de Frutas do Vale do São Francisco.
Logo na abertura do evento, o deputado estadual, Lucas Ramos, traçou um breve panorama das potencialidades e possibilidades da região, lembrando que do crescimento de 2% no PIB de Pernambuco, 17% diz respeito ao setor da agricultura. Na sequência, o presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Petrolina (SPR), Jailson Lira, reivindicou que seja suspensa a cobrança do ICMS da cadeia produtiva para as empresas enquadradas como preponderantemente exportadoras.
O diretor da 3ª Região Fiscal da Secretaria da Fazenda de Pernambuco, Elias Alexandrino, concordou com Jailson Lira e reconheceu que o estado deve diminuir a burocracia permitindo um maior fluxo de caixa entre os produtores. Na sequência, o presidente da Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária do Estado de Pernambuco (Adagro), Paulo Roberto, defendeu a emissão eletrônica do PTV (Permissão de Trânsito de Vegetais) pelo produtor através da internet, advertindo acerca da importância da comercialização dos produtos seguindo os pré-requisitos fitossanitários e exigências normativas nacionais e internacionais.
Dividido em módulos temáticos, o terceiro momento do encontro abriu espaço para um debate sobre Arranjo Produtivo Local e beneficiamento das frutas. A gerente da Unidade de Negócios do Sebrae Sertão São Francisco, Edneide Libório, falou sobre alguns projetos da entidade na área, além de ações para o fortalecimento dos pequenos negócios. Já o gerente de Arranjos Produtivos Locais da AD Diper, Álvaro França, detalhou os programas da entidade no estado, chamando atenção para algumas iniciativas desenvolvidas no sertão.
Dentre as participações dos componentes da mesa, chamaram a atenção do público os pronunciamentos do prefeito de Lagoa Grande, Vilmar Capelaro, do presidente da Associação dos Produtores e Exportadores de Hortigranjeiros e Derivados do Vale do São Francisco – Valexport, José Gualberto de Almeida, do secretário de Desenvolvimento Econômico e Agrário de Petrolina, José Batista da Gama, e do gestor do Sistema FIEPE (Federação das Indústrias de Pernambuco), Flávio Guimarães. Os organizadores do encontro anunciaram que a próxima edição será realizada no município de Lagoa Grande, ainda neste semestre.

Blog do BILL NOTICIAS

Larápios fazem o rapa em Afrânio-PE em plena luz do dia

Resultado de imagem para carro da policia com sirene

(C.Geral)

Dois homens não identificados em uma moto, promoveram um rapa, com ações de roubo em Afrânio-PE e na comunidade do povoado de Extrema.
Primeiramente eles assaltaram em Afrânio um Posto de Combustivel e uma loja de roupas, em seguida já no povoado da Extrema,  os dois elementos assaltaram três comércios da localidade, abandonando a moto em uma estrada de terra e tomando rumo ignorado,
Em Afrânio, segundo testemunhas, os dois larápios chegaram no posto de combustível e efetuaram dois tiros a esmo, sem atingir ninguem.
A Policia foi acionada e está promovendo diligencias na região para prender os dois elementos. Aguardem novas informações.

Blog do BILL NOTICIAS

POCHMANN: BC ATUA COMO SINDICATO DOS BANQUEIROS ENQUANTO POVO PERDE EMPREGO E RENDA


Por Marcio Pochmann, para RBA -A gravíssima recessão que atingiu a economia brasileira produziu efeitos muito desiguais. Para a maioria do conjunto dos setores das atividades econômicas, a recessão implicou queda no nível de produção ou até mesmo redução na capacidade de produção (desinvestimento), acompanhada da redução no faturamento e na taxa média de lucro.
Em função disso, por exemplo, setores industriais e da construção civil amargaram diminuição significativa no nível de produção e emprego de mão de obra. A participação da indústria de manufatura no Produto Interno Bruto recuou ao observado na década de 1910.
Por outro lado, os maiores bancos no país (Banco do Brasil, Bradesco, Itaú Unibanco e Santander Brasil) registram elevação de 21% nos lucros que somam quase R$ 65 bilhões somente no ano passado. A atuação do Banco Central como uma espécie de sindicato dos banqueiros ajuda a entender como foi contida a queda na taxa básica de juros (Selic), sem qualquer compromisso com o emprego e renda dos brasileiros.
A prevalência da inegável alta na taxa de juros reais também favoreceu, bem como permitiu reproduzir – ainda mais – o segmento rentista, ou seja, aqueles que vivem da aplicação de sua riqueza no sistema financeiro. No ano de 2016, por exemplo, os rendimentos financeiros alcançaram a soma de R$ 141,7 bilhões, o que equivaleu a 2,2 vezes mais do que o registrado em 2013 (R$ 65,8 bilhões), segundo informações do próprio Ministério da Fazenda.
Para isso, o Banco Central elevou a taxa básica de juros de 7,25% no ano de 2013 para 14,25% até 2016. Ao mesmo tempo em que inibia o conjunto das atividades econômicas, produzindo a mais grave recessão entre os brasileiros, o Banco Central protegia os muito ricos com capital a desviar das atividades produtivas para as aplicações financeiras.
Não satisfeito com o beneplácito do Banco Central aos ricos, o Ministério da Fazenda manteve intocável o atual sistema tributário regressivo, o que permitiu prosseguir com os privilégios aos detentores de fortunas no país. No ano de 2017, por exemplo, a renda advinda de lucros e dividendos que alcançou a soma de R$ 350,3 bilhões permaneceu imune ao pagamento do imposto de renda, ao contrário dos assalariados, cuja renda mensal superior a R$ 2 mil (R$ 24 mil ano) implica contribuição ao fisco.
Trabalhadores perderam emprego, tiveram rebaixamento do nível de renda, mas o peso dos impostos sobre os mais pobres seguiu intocável pela equipe econômica do governo Temer. Assim como a elite dos servidores públicos com rendimentos anuais acima de R$ 600 mil (R$ 52,5 mil por mês), e que representa apenas 1% dos quase 5 milhões de funcionários públicos federais, seguiu detendo isenção tributária de um terço de sua renda auferida ao ano (R$ 58,7 bilhões).
A presença de adicionais à remuneração básica, como auxílio-moradia, entre outros, constitui benefício tanto para se proteger de crises econômicas como a recessão quanto manter imune à tributação que atinge, sobretudo, os mais pobres no Brasil. A grande faixa de isenções tributárias se constitui agravante do processo de reprodução da bárbara desigualdade de renda e riqueza.
Todo o movimento de ajuste fiscal produzido pelo governo Temer, que tem destruído direitos sociais do conjunto da população, passa à margem dos ricos e privilegiados do país. Talvez por isso que os propagandistas sustentados por bancos e meios de comunicação destacam o quanto a equipe econômica é a do sonho do mercado financeiro.(247).
Marcio Pochmann é professor do Instituto de Economia e pesquisador do Centro de Estudos Sindicais e de Economia do Trabalho, ambos da Universidade Estadual de Campinas

Blog do BILL NOTICIAS

BISPO DE FORMOSA E PADRES SÃO PRESOS ACUSADOS DE DESVIAR DINHEIRO


O bispo de Formosa, Dom José Ronaldo, quatro padres, um vigário-geral, um monsenhor e dois funcionários administrativos foram presos na manhã desta segunda-feira (19) durante operação do Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO) contra desvios de recursos na Igreja Católica em Posse e em duas cidades do Entorno do Distrito Federal – Formosa e Planaltina. O prejuízo estimado é de mais de R$ 2 milhões.
A investigação mostra que o grupo desviava dinheiro oriundo de dízimos, doações, arrecadações de festas realizadas por fiéis e taxas de eventos como batismos e casamentos.
Esse dinheiro era depositado em contas particulares e usado para comprar carros de luxo e até fazendas.
As investigações começaram após denúncias de fiéis que relataram desvios iniciados em 2015. Em dezembro de 2017, o bispo negou haver irregularidades nas contas da Diocese de Formosa.
Denúncia
Em dezembro de 2017, fiéis denunciaram que as despesas da casa episcopal de Formosa, onde o bispo mora, passaram de R$ 5 mil para R$ 35 mil desde que Dom José Ronaldo assumiu o posto, havia três anos.
"O que nós temos certeza é que as contas da cúria não fecham. Então, nós queremos a abertura pública das contas da cúria [administração da diocese] e dos gastos da casa episcopal", disse uma fiel, que preferiu não se identificar.(247).

Blog do BILL NOTICIAS

DONA DA BOLA, CÁRMEN LÚCIA NÃO PAUTA CASO LULA NO STF PARA EVITAR DERROTA

:

 A ministra Cármen Lúcia decidiu agir como imperatriz da suprema corte brasileira. Ciente de que não tem votos para fazer prevalecer sua posição, ela anunciou, na Globo, adversária política do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que não irá revisar o julgamento sobre prisões em segunda instância, Na prática, agiu como a "a dona da bola", que decide melar um jogo em que está destinada a perder.
Nesta terça-feira 20, um levantamento publicado pelo jornal Estado de S. Paulo aponta que já há uma maioria formada na corte contra as prisões em segunda instância, composta pelos ministros Celso de Mello, Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Marco Aurélio Mello, Rosa Weber e Ricardo Lewandowski. Gilmar disse ainda que, ao não pautar o caso, Cármen decidiu seguir "o direito achado na rua" – e não a Constituição federal.
Nesta tarde, os ministros se reúnem para tentar convencer Cármen Lúcia a não permitir que o Brasil seja atirado num abismo, com a prisão, sem provas, de sua maior liderança popular.
Abaixo, reportagem da Reuters sobre o caso:
(Reuters) - A presidente do Supremo Tribunal Federal, Cármen Lúcia, reafirmou que não vê motivos para que a corte volte a julgar "abstratamente" a questão da possibilidade de execução da pena após encerrados os recursos na segunda instância.
A ministra justificou a decisão de não colocar o tema novamente na pauta dizendo que a posição atual do STF é recente, de 2016, e que não houve uma mudança significativa na composição do tribunal.
"A decisão foi tomada em 2016 e com repercussão geral. .. Não há nenhuma razão para que a matéria volte agora abstratamente para levar à mudança da jurisprudência", disse a ministra em entrevista exibida no Jornal Nacional desta segunda-feira.
"Em todo tribunal constitucional somente há uma mudança quando uma maioria significativa da composição do tribunal que adotou uma determinada linha tenha alterado. Isso não aconteceu."
Ela admitiu que é possível o STF julgar pedidos específicos de habeas corpus contra a prisão após o final dos recursos em segunda instância. Mas ressaltou que um julgamento pelo plenário do Supremo não serviria para mudar a jurisprudência, "mas para considerar as peculiaridades daquele caso e valerá para aquele caso e nenhum outro".
O tema ganhou ainda mais relevância depois da confirmação pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) da condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no caso do apartamento tríplex, no Guarujá (SP). Pela posição atual do STF, Lula poderá ser preso nas próximas semanas se o TRF-4 rejeitar os recursos apresentados pela defesa do ex-presidente.(247).

Blog do BILL NOTICIAS

CARAVANA DE LULA NO RIO GRANDE DO SUL REÚNE QUATRO EX-PRESIDENTES

Ricardo Stuckert

Rede Brasil Atual - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva promoveu uma conversa pública com os ex-presidentes José Pepe Mujica, do Uruguai, e Dilma Rousseff. Sentados no centro da Praça Internacional, que marca a fronteira entre a cidade uruguaia de Rivera e Santana do Livramento, no Rio Grande do Sul, os três foram acompanhados pelo ex-presidente do Equador, Rafael Correa.
O local tinha ainda presentes dois ex-governadores gaúchos, Olívio Dutra e Tarso Genro, e vários parlamentares. Estudantes, agricultores, trabalhadores locais e de outras cidades enchiam a praça. As conquistas sociais e econômicas alcançadas pelos governos da região e os ataques sofridos, sobretudo no Brasil e na Argentina, foram assuntos do encontro.
Mujica, que hoje ocupa uma cadeira no Senado e compõe a base do governo da Frente Ampla no Congresso, conseguiu eleger seu sucessor Tabaré Vázquez em 2014. No mesmo ano, Dilma Rousseff foi reeleita com voto de 54 milhões de brasileiros. No Uruguai, o governo da Frente Ampla é atacado por todos os lados, mas resiste em condições de defender as políticas públicas que criou. No Equador, Correa também elegeu seu sucessor em 2017 – mas acabou rompendo com seu ex-correligionário Lenin Moreno, presidente que promove uma liberalização da economia. No Brasil, no entanto, Dilma foi destituída por um golpe jurídico parlamentar 20 meses depois de tomar posse e o país é onde a marcha do retrocesso, de forma arbitrária, anda mais acelerada.
O uruguaio lamenta que parte dos governos sul-americanos esteja obcecada por um ajuste econômico desprovido de sensibilidade social. "Não se pergunta como está o povo. Esse é um problema. Tem que ter estabilidade econômica, mas tem que se preocupar em distribuir renda. A grande pergunta é: as pessoas estarão mais felizes?"
O cenário atual aumentou o ódio de classes no Brasil, diz Mujica. Para ele, Lula é a liderança nacional capaz de pacificar o país. "Não creio que o embate e o choque contínuo sejam bons para qualquer sociedade. Isso significa aprender a tolerar e negociar tudo que for necessário. O principal é que possamos viver com tranquilidade. Esse parece o desafio de toda a América Latina. Não acredito que se possa avançar com ódio. Com ódio se retrocede", disse, defendendo o direito de Lula disputar a eleição em outubro.
Lula afirma que o atual momento político da América Latina tem a influência dos Estados Unidos. "Na América do Sul, criamos um jeito de fazer política que incomodou. Eles não estavam habituados com que a América tomasse suas decisões econômicas, construir o Mercosul. Fizemos uma política para compartilhar a riqueza que produzíamos. Foi um momento bom para todo mundo, incluindo o Uruguai e Brasil", assinalou.
Dilma observa que a crise econômica e social só cresceu depois do golpe de 2016. "Nós deixamos claro que era um golpe, e ele mostra sua face. Os golpistas aprovaram uma agenda que tinha sido derrotada quatro vezes seguidas. E deu errado. Eles não têm candidatos para continuá-la. Além disso, criaram um monstro: a extrema-direita, que não tinha voto, nem voz. O golpe se auto derrotou."
Mujica pondera que a derrota da esquerda na América Latina é também resultado de seus erros. Ele alerta que se não houver uma firme unidade, dificilmente voltará ao poder tão cedo. "Se brigamos por igualdade, temos o dever de viver como vive a maioria do povo e não como vive a minoria privilegiada. Os partidos de esquerda devem cuidar enormemente da conduta e da vida das pessoas que representamos." E destacou a necessidade de se formarem novas lideranças. "É preciso construir novos lutadores sociais."
O senador uruguaio avalia que os governos progressistas poderiam ter feito mais – tal como Lula reconheceu, na quarta-feira (14), em Salvador, que seus governos ficaram aquém das necessidades do Brasil. "Na próxima vez, teremos que nos juntar porque eles nos querem divididos, atomizados, porque assim somos mais fracos. Temos de entender nossas diferenças e colocar por cima das diferenças as políticas comuns. É a única maneira de ser forte no mundo que vem por aí."
O debate é apenas a segunda parada da caravana de Lula pela região sul do Brasil – que pela manhã visitou o campus da Universidade Federal do Pampa, em Bagé (RS). A bateria de viagens tem eventos programados em pelo menos 19 cidades e passará por Santa Catarina e Paraná, onde termina com um ato público no próximo dia 28, em Curitiba.
Nesta terça-feira (20), a comitiva viaja para Santa Maria, cidade de 280 mil habitantes na região central do estado, a cerca de 300 quilômetros da capital. O ex-presidente será recebido em reunião com reitores e diretores na Universidade Federal de Santa Maria às 14h. A universidade é uma das mais tradicionais do Rio Grande do Sula e ganhou expansão com três novos campi em municípios ao norte do estado a partir de 2005.
O dia termina com ato público no bairro Nova Santa Marta, fundado em 2006 e fruto de uma ocupação iniciada em 1991. Na quarta (21), a caravana estará em São Borja, 300 quilômetros a noroeste, junto à fronteira com a Argentina. A cidade tem história associada aos principais nomes do trabalhismo brasileiro. Abriga os museus de Getulio Vargas e João Goulart – e lá também foram sepultados os corpos do ex-presidentes.
Estado mínimo e Estado máximo
A professora aposentada Laura Buzo, de 68 anos, foi à Praça Internacional. Natural do Departamento de Cerro Largo, vizinho a Rivera, ela estava acompanhada da compatriota Mirta dos Santos, agricultora aposentada, de 75 anos, que há oito anos mora "do lado brasileiro. "Essa praça nasceu no mesmo ano que eu, 1943", compara Mirta. A presença de ambas dá um sentido literal à região chamada Fronteira da Paz.
"Falo espanhol com os brasileiros e todos me compreendem. A vida de fronteira é maravilhosa, só não tem conversa quando jogam Brasil e Uruguai. De resto, somos irmãos. Em minha casa, meu marido é brasileiro e meus filhos uruguaios e brasileiros. São cidadãos naturais dos dois países, votam nos dois. Não voto no Brasil, mas gosto de Lula", diz Mirta, eleitora da Frente Ampla e conhecedora das dificuldades do atual governo.
"Estamos com um grande problema de pessoas contra a Frente Ampla. Muita gente contra. A Frente fez muito pelos camponeses que não tinham um bom salário, não tinham férias, trabalhavam por comida", afirmou, relatando que a oposição tenta colar a dificuldade econômica aos investimentos sociais.
Laura, que foi presa política em 1973 por quatro anos, durante a ditadura, lembra que chegou a acompanhar a primeira versão da Caravana da Cidadania, em 1993. "Lutamos muito por ele. A luta dele é nossa luta, é a luta da América Latina. Não é só pelo Brasil, é por todos. Lutam por quem não é privilegiado. É a luta da maioria de nós. Temos que nos unir. Pobre tem de se juntar", defende.
E reforça o pensamento de Mujica. "Em nossa Frente Ampla, tem muita coisa que falta cumprir. Sem dinheiro, muita coisa não dá para fazer. E é nessa luta que temos que apostar, de seguir construindo o que nos falta. Sem dúvidas, Mujica fez uma boa administração. Nestas épocas de crise que se golpeiam por todos os lados, a Frente está sendo atacada em um ponto que atinge gente que sim, tem muita necessidade, que são os camponeses, que tem dificuldades econômicas", reconhece. "Mas quem está protestando contra a Frente são os grandes, os que sempre ganharam e não repartiram a torta enquanto ela crescia. E estão se aproveitando da situação para atacar a Frente."
Ela destaca como inovação o fato de as empregadas domésticas terem seus direitos regulados em lei. "A empregada também ganhou lei de amparo e o salário mínimo cresceu." E lá, como no Brasil, uma parte da classe média não se conforma com isso.
Ainda que os governos progressistas não tenham conseguido implementar todas as mudanças prometidas, a microempreendedora Carmem Maria Rodrigues da Rosa, 51 anos, exalta os avanços. "Para a classe pobre, Lula trouxe faculdade. Eu mesmo tenho um filho que faz faculdade em Caxias do Sul. Ele ajudou muito os pobres", disse Carmem, que trabalha com salgadinhos e bolos para festas. Ela estava na Praça Internacional com a família.
O marido, Flávio Madeira Chavez, 69 anos é técnico em radiologia. "Tudo o que Lula fez para os mais pobres, as faculdades, o Luz para Todos, tudo isso motivou a gente a continuar pensando no que ele fez. Se errou, quem não erra? Ninguém provou nada contra ele, nem contra a Dilma. Então, pensamos que ele ainda pode voltar. Nós, em família estamos aqui para assistir ao nosso presidente."
A filha Francine Daiane da Rosa, 19 anos, e as netas Natasha, 4 anos, e Keury, 1, completam a reunião. "É um orgulho trazer a família para mostrar o que é a verdade, o que é ter o Lula em Livramento. Se os ricos não precisam ter, os pobres têm, graças ao Lula."
O reconhecimento, do que se alcançou e do que falta, no entanto, não basta para se enfrentar a forte onda de retrocessos, como observa o ex-governador Olívio Dutra. "É muito importante que sublinhemos que tudo está em risco com golpes acontecendo na ideia neoliberal de Estado mínimo para a população e Estado máximo para alguns setores privilegiados. É preciso lutar intensamente para recuperar a democracia nos nossos países e aperfeiçoá-las."
Com reportagem de Cláudia Motta, especial para RBA e TVT

Blog do BILL NOTICIAS

DILMA: O GOLPE POLITICAMENTE DEU ERRADO. ELE SUSCITOU O ÓDIO


A presidente eleita e deposta pelo golpe, Dilma Rousseff, afirmou em discurso em Santana do Livramento, no Rio Grande do Sul, durante a caravana de Lula na região, que os golpistas "não têm candidato e criaram um monstro". Ela também avalia que "o golpe deu errado politicamente" por ter "suscitado o ódio".
"O monstro no Brasil saiu da caixa. O monstro é a extrema direita. Ela não tinha voz no Brasil, hoje ela tem, ela tem representação. Ela é esses movimentos ultradireitistas com o MBL, a representação do Bolsonaro. É o preconceito contra tudo e contra todos", disse.
"Nós não somos assim. Nós temos que ser a favor do respeito às opiniões. Esse é o nosso lado. E temos um pré-candidato que se opõe ao crescimento da extrema direita", prosseguiu. Dilma lembrou da importância da candidatura Lula nesse cenário. "Lula representa a oposição do povo brasileiro ao retrocesso que estamos vivendo", declarou.
Sobre o golpe, Dilma lembrou que "o impeachment foi apenas o primeiro passo do golpe, que é um processo político-midiático com apoio de setores do empresariado e do judiciário". "O golpe continua", destacou.
"Eles resolveram dar um golpe e implantar o programa que tinha sido derrotado em quatro eleições. Um programa que eles sabiam que não seria aceito pelo povo em uma disputa democrática", discursou.(247).

Blog do BILL NOTICIAS

TRUMP DEFENDE PENA DE MORTE PARA TRAFICANTES

Jonathan Ernst / Reuters

com Agência Sputnik - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, defendeu nesta segunda-feira (19) a elaboração de projeto prevendo pena de morte para traficantes. Ele pretende pressionar o Congresso por medidas mais duras. O plano fez parte das medidas contra as drogas opioides.
"O Departamento de Justiça buscará a pena de morte contra traficantes de drogas quando apropriado de acordo com a lei atual", afirmou Andrew Bremberg, diretor do Conselho de Política Doméstica do Trump.
A Casa Branca não ofereceu nenhum exemplo específico de quando seria apropriado buscar a pena de morte para traficantes de drogas e disse que as perguntas da imprensa deveriam ser encaminhas ao Departamento de Justiça.
Trump defendeu a pena de morte para traficantes de drogas em evento na Pensilvânia no início deste mês. Ele costuma afirmar que os traficantes de drogas são responsáveis ​​por milhares de mortes.(247).

Blog do BILL NOTICIAS

MORRE O ÚLTIMO RINOCERONTE BRANCO-DO-NORTE MACHO DO MUNDO

© Thomas Mukoya / Reuters: <p>rinocerante branco do norte, Sudan</p>

Sudan, o último rinoceronte-branco-do-norte macho, morreu nesta segunda-feira aos 45 anos. A informação foi avançada pela reserva natural queniana de Ol Pejeta, onde o animal vivia desde 2009. Com a saúde de Sudan a deteriorar-se de dia para dia, a reserva natural tomou a decisão de abatê-lo, conforme explica em comunicado. O animal morreu sem deixar descendentes. Agora há apenas duas fêmeas de rinoceronte-branco-do-norte no mundo inteiro.
“O seu estado de saúde piorou significativamente nas últimas 24 horas; estava impedido de se levantar e estava a sofrer bastante”, informou a reserva natural Ol Pejeta, citada pela Reuters.
“A equipa veterinária do zoológico de Dver Kralove, o Ol Pejeta e os Serviços de Fauna Selvagem do Quénia decidiram eutanasiá-lo”.
Sudan era muito velho para procriar por vias naturais, pelo que a única esperança de evitar a extinção da espécie estava no recurso a técnicas de fertilização artificial. Para angariar os cerca de nove milhões de dólares (mais de oito milhões de euros) necessários para o processo, Sudan foi protagonista de uma campanha na rede social Tinder, aplicação de encontros, onde era apresentado como o último macho da espécie. A fertilização artificial das duas fêmeas rinoceronte-branco-do-norte é agora a última esperança para a conservação desta espécie.
As informações são do jornal Público.

Blog do BILL NOTICIAS

APÓS MORTE DE MARIELLE, ONU DIZ QUE SITUAÇÃO DE ATIVISTAS NO BRASIL É 'SOMBRIA'


(247)

O Escritório de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU), que tem acompanhado os desdobramentos do assassinato da vereadora carioca Marielle Franco (PSOL), executada semana passada no centro do Rio de Janeiro, qualificou a situação dos defensores dos direitos humanos no Brasil como "sombria" e cobrou providências "urgentes" do governo Michel Temer. Nesta terça-feira (20), ONGs deverão denunciar o estado brasileiro pela morte de Marielle, o que levará o governo Temer a responder pelo fato diante dos demais estados-membros da ONU.
O alerta da ONU foi emitido por meio de um e-mail onde o Escritório de Direitos Humanos afirma que "continua a monitorar a evolução do caso (de Marielle) e está em contato com autoridades locais e regionais, em linha com nosso mandato". "Infelizmente, o caso de Marielle Franco ocorre em um contexto mais amplo caracterizado por uma situação sombria para defensores de direitos humanos no Brasil", completa o texto.
"Em vários diálogos com as autoridades nacionais e também publicamente temos levado nossa preocupação sobre a intimidação e violência que defensores de direitos humanos frequentemente sofrem no País, incluindo vários assassinatos", diz o documento assinado pela porta-voz, Ravina Shamdasani.

Blog do BILL NOTICIAS

ADOLESCENTE FERE ALUNOS DE ESCOLA NOS EUA E MORRE EM TROCA DE TIROS COM SEGURANÇA

REUTERS/Sait Serkan Gurbuz

GREAT MILLS, Maryland (Reuters) - Um estudante de 17 anos feriu gravemente dois outros alunos a tiros em uma escola de ensino médio do Estado norte-americano de Maryland na manhã desta terça-feira e morreu em uma troca de tiros com um segurança da instituição de ensino, informou o xerife do condado.
O incidente, ocorrido em meio a um amplo debate nacional nos Estados Unidos sobre a violência causada pelas armas, se deu pouco antes das 8h (horário local) na escola Great Mills do condado de St. Mary’s, disse o xerife Timothy Cameron.
 
Uma menina de 16 anos e um menino de 14 ficaram feridos e foram levados a hospitais. A jovem está na UTI devido a ferimentos graves que ameaçam sua vida, mas o rapaz está em boas condições, segundo o xerife.
O atirador foi identificado como Austin Wyatt Rollins, e Cameron disse haver “um indício” de um relacionamento anterior entre ele e a aluna ferida, mas acrescentou que isso ainda está sendo investigado.
O mais recente de uma série de incidentes com armas em escolas e faculdades dos Estados Unidos aconteceu pouco mais de um mês depois que 17 estudantes e educadores foram mortos a tiros na escola de ensino médio Marjory Stoneman Douglas, de Parkland, na Flórida.
Esse massacre desencadeou um novo movimento estudantil contra a violência das armas, incluindo uma marcha nacional que partiu de várias escolas na semana passada e que teve a participação de alunos da Great Mills, e ocorreu antes de uma nova marcha marcada para sábado em Washington que pedirá novas restrições às armas.
Rollins sacou uma pistola semi-automática Glock perto das 7h55 em um corredor e baleou os alunos, relatou o xerife.
O ataque, que durou menos de um minuto, terminou quando o agente de segurança escolar, o policial Blaine Gaskill, correu para dentro do edifício e enfrentou Rollins, momento em que os dois dispararam uma única vez quase simultaneamente.
O segurança não ficou ferido, disse Cameron. Rollins teve sua morte confirmada às 10h41 locais depois de ser levado a um hospital.(247).

Blog do BILL NOTICIAS

NA UNIPAMPA, LULA DEFENDE INTERIORIZAÇÃO DO ENSINO

Ricardo Stuckert

Cláudia Motta, para RBA e TVT - Nem pompa, nem circunstância. A visita de dois ex-presidentes da República respeitados no mundo inteiro à Universidade Federal do Pampa (Unipampa), em Bagé, teve temperatura de festa. Estudantes, professores e trabalhadores da região. Uma multidão comemorava a visita, primeira parada da Caravana Lula pelo Brasil, na região Sul do país, nesta segunda-feira (19).
"Que dia, que dia!", exultava a bageense Maíra Araújo Zago. A jovem de 27 anos, que conta já ter morado também no Rio de Janeiro e na Bahia, retornou há pouco tempo ao Sul. Dizia-se feliz "por essa força que traz os jovens unidos hoje aqui, no meio disso tudo que a gente está vendo acontecer no Brasil. O fascismo crescendo cada vez mais, os direitos humanos sendo assassinados".
A emoção era a mesma para a dona de casa Iara Farias Colares, de 45 anos, também de Bagé, que foi até a Unipampa para ver o ex-presidente. Como nas tantas histórias colhidas pelos milhares de quilômetros percorridos pela caravana, no Nordeste, Norte de Minas, Rio de Janeiro e Espírito Santo, estava ali, com simplicidade e lágrimas nos olhos, para "olhar e agradecer".
Ela também fala de Lula sem a reverência habitual dispensada a autoridades. Para essas mulheres, esses homens, velhos, jovens, trabalhadores, estudantes que tiveram suas vidas modificadas por políticas públicas que desconheciam serem possíveis, o ex-presidente é como um amigo, quase um parente. "Adorei, adorei, adorei, meu sonho era ver ele aqui", comemorava. "Fui contemplada pelo programa Minha Casa Minha Vida e agradeço, sempre. Não posso deixar de lutar aqui no Rio Grande do Sul por ele."
Feminismo que salva
Maíra ressaltava a presença feminina na caravana. "É importante nós, como mulheres, como jovens, como feministas, que acreditamos na educação pública, em saúde de qualidade, nos unirmos. E estar na presença de grandes mulheres como a deputada Maria (Maria do Rosário – PT-RS), a presidenta do PT Gleisi Hoffman. É um grande dia!"
A irmã de Maíra, Vitória Carneiro, dona de casa de 23 anos, diz sofrer muito preconceito na cidade. "Por isso temos de lutar por um Brasil melhor, pelo nome das mulheres, da Marielle Franco (em referência à vereadora assassinada no último dia 14 no Rio de Janeiro) e de muita gente que fica escondida. Temos de lutar por nossos direitos e não deixar eles tomarem conta."
A caravana, que trazia ainda os gaúchos Miguel Rossetto, Tarso Genro e Olívio Dutra, foi classificada por Vitória como "a coisa mais incrível do mundo". "É a melhor coisa da vida poder fazer isso, ainda mais pra nossa sociedade, que tem muita agricultura, e precisa de apoio. Todos os créditos que chegaram para esse povo vieram do presidente Lula e não com Temer."
Das latinhas às letras
A professora Emili Leite Peruzzo, 23 anos, estudou Letras na Unipampa, entre 2012 e 2015. Hoje dá aulas de Inglês, e credita, ao visitante, a origem da oportunidade conquistada de entrar numa universidade pública. Ela estava com 6 anos quando o pai se mudou para outra cidade e a mãe, "para se virar", fazia salgados e doces para vender. A ela e ao irmão de 8 anos cabia a tarefa de "catar latinhas e garrafas PET" para reciclagem. Emili estudou toda a vida em escolas públicas e aos 17 anos, via Sisu, ingressou na Unipampa.
Ao longo dos governos Lula e Dilma, somente no estado do Rio Grande do Sul foram criados 20 novos campi universitários e 30 institutos federais. "Isso mudou minha vida. Estar aqui dentro foi formador do meu caráter", revela.
"A Unipampa trouxe muita coisa para Bagé. Não só os cursos, as pessoas, mas acesso a eventos e a oportunidade de mudar de vida. Não tem o que pague a visita de uma pessoa como ele e como a Dilma aqui. É muita emoção, é uma coisa que muda a vida da gente", ressaltou Emili, que a exemplo de tantos outros jovens nas demais etapas da caravana pelo Brasil, identifica e valoriza a chegada de uma universidade a uma cidade como Bagé: a chamada interiorização do ensino, promovida pelos governos petistas.
Democracia para atacar protestos
Sobre o pequeno grupo de ruralistas que protestava na entrada da faculdade, Emili ironizou. "A primeira vez que eles vêm aqui na Unipampa é para fazer um protesto contra o Lula. Nunca botaram o pé no bairro, aqui é periferia. Tantas pessoas que queriam estar aqui, mas não podem, estão trabalhando. Eles, que não precisam trabalhar, vêm aqui fazer protesto. Mas os estudantes estão aqui mostrando sua força."
Em seu discurso, ainda dentro dos portões da universidade, mas vendo do outro lado o pequeno grupo que hostilizava sua visita, o ex-presidente deu um exemplo de comportamento democrático.
Os 10 campi da Unipampa instalados no Rio Grande do Sul levaram educação pública e de qualidade às populações dos municípios – onde os jovens tinham de deixar seu lugar para fazer faculdade. Filhos de assentados rurais e agricultores familiares estão entre os grandes beneficiados.
"Chile, Argentina, Equador, Uruguai, Peru, Paraguai, Bolívia, todos tiveram universidades já no século 19, e nós só fomos ter a primeira universidade pública no século 20. Isso porque neste país a elite mandava seus filhos estudar nos Estados Unidos e na Europa, enquanto o povo pobre mal conseguia terminar o segundo grau", disse o ex-presidente, atribuindo as manifestações a um preconceito dos ricos, que não se importam com o acesso dos pobres à educação. "Não tenho nenhuma preocupação com essas pessoas que estão se manifestando contra, porque amanhã baterão palmas. Porque nós vamos consertar este país."
O gringo da serra
No caminho entre o aeroporto e a Unipampa – Lula chegou na manhã dessa segunda-feira a Bagé – um grupo esperava para saudar o ex-presidente. "Voto nele desde 1989. Esperei anos para vê-lo presidente eleito. E hoje ele estar chegando no Rio Grande do Sul, nessa caravana, pela situação atual, gravíssima, que a gente está passando, estou muito emocionada", disse a microempresária Nuxa Fagundes, 48 anos. Nuxa atua no setor de alimentação em Santa Maria, a três horas de Bagé, e afirma ter sido obrigada a demitir cinco dos seus 15 funcionários.
"Crescemos durante os tempos dos governo Lula e Dilma e agora a gente sofre com a crise. E aqui, ainda, com o governo Sartori, que não paga professores, funcionários, o que está destruindo nossa economia local."
A microempresária também criticou os atos dos ruralistas. "Fizeram moção de repúdio à vinda do presidente (na Câmara dos Vereadores) o que mostra mais uma vez a violação de direitos, o retrocesso que estamos vivendo. O governo Lula levou Luz para Todos para as terras deles, aproveitaram o Pronaf (Programa Nacional de Agricultura Familiar), tratores que vão estar no protesto foram financiados no governo Lula. Assim como o Dallagnol (procurador da Lava Jato Deltan Dallagnol) especulou com o Minha Casa Minha Vida, eles especularam com tratores."
O procurador que pretende levar o ex-presidente à prisão e proibir sua candidatura à Presidência da República adquiriu imóveis pelo programa habitacional destinado a pessoas de baixa renda. Dois apartamentos em Ponta Grossa (PR). "Uma farsa, né?"
O casal Paulo Tavares, 62 anos, e Luizabete Pereira, 61, professores de Santa Maria, vive a realidade da gestão do governador Ivo Sartori (MDB) na pele, às voltas com escalonamentos e frequentes atrasos nos salários. Sartori foi eleito em 2014, "beneficiado" pela onda antipetista desencadeada pela Lava Jato e os meios de comunicação. "Apesar de todos os alertas, o povo gaúcho, que se diz politizado, elegeu o conhecido 'Gringo da Serra'. O estado está estagnado e o funcionalismo não recebe em dia. Foi um erro muito grande eleger esse governador."
Dizendo ser "uma honra" estar ali, à beira da estrada, para ver a passagem de Lula, Paulo e Luizabete trataram como "complô" o processo que pode retirá-lo das eleições. "Não existe prova, nem crime, nada. Então temos de dar força e estamos aqui para fazer parte dessa caravana."(247).

Blog do BILL NOTICIAS