segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Jornada contra a PEC 241 mobiliza todo o país nesta segunda

Organizados pelas frentes Brasil Popular e Povo sem Medo, atos visam a pressionar deputados que votam nesta semana a proposta de Temer para congelar investimentos públicos por 20 anos
São Paulo – A Frente Brasil Popular e a Frente Povo sem Medo realizam nesta segunda-feira (24) em todo o país uma jornada de mobilização contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241, que entrará em votação em segundo turno na Câmara dos Deputados na terça-feira, segundo agenda publicada pela Casa.

Segundo as frentes, esta proposta do governo Michel Temer busca "concretizar o maior de seus ataques, até agora, aos direitos do povo brasileiro". A PEC 241 prevê o congelamento dos investimentos públicos por 20 anos, garantindo apenas a correção inflacionária e vai afetar em cheio áreas essenciais como saúde e educação.

"Por isso precisamos ir às ruas! As frentes devem buscar a construção de iniciativas conjuntas de informação, denúncia e demonstração da insatisfação com essas medidas", dizem em nota, lembrando que a votação pode ocorrer a qualquer momento nesta semana. "Por isso orientamos a realização de panfletagens, aulas públicas e escrachos denunciando essa proposta e o posicionamento dos parlamentares contra o povo em suas bases eleitorais."

Em São Paulo, será realizado ato amanhã (25), a partir das 18h na Avenida Paulista com apoio também de entidades representativas dos estudantes, mobilizados em todo o país contra a PEC, a reforma do ensino médio, prevista pela Medida Provisória (MP) 746, e o projeto Escola sem Partido. Desde o anúncio da MP, em 22 de setembro, mais de mil escolas já foram ocupadas em todo o país.



Leia a íntegra da convocação

"As frentes, organizações e coletivos subscrevem este chamado convocam os lutadores e lutadoras sociais do Brasil para uma jornada de mobilizações contra a aprovação da Proposta de Emenda Constitucional - PEC 241 na Câmara dos Deputados, cuja votação em segundo turno, está prevista para os próximos dias.

Esta proposta do governo ilegítimo de Michel Temer busca concretizar o maior de seus ataques, até agora, aos direitos do povo Brasileiro. A PEC 241 quer alterar a Constituição Federal, congelando por 20 anos os gastos do governo federal, incluindo aí o conjunto das políticas públicas. Ou seja, os recursos que hoje já são insuficientes para garantir educação pública, gratuita e de qualidade ou a prestação dos serviços dignos de saúde para a maioria da população brasileira, por exemplo, ficarão estagnados, enquanto a população cresce e as necessidades só aumentam. Por outro lado os recursos para pagamento dos juros criminosos aos banqueiros e especuladores, que já consomem mais de 40% do orçamento da União, permanecerão intocados

Esse tipo de iniciativa só comprova a ilegitimidade de um governo sem voto, que implementa um programa de atraso sem nenhum respaldo popular. A PEC 241 e a Reforma da Previdência são rejeitadas por 80% da população, segundo pesquisa Vox Populi/CUT divulgada nessa semana. Para impor sua vontade contra a do povo, Temer utiliza de todos os artifícios, apoiado pela mídia, para manter uma maioria parlamentar conservadora e fisiológica, insensível às necessidades da população.

Por isso precisamos ir às ruas! As Frentes devem buscar a construção de iniciativas conjuntas de informação, denúncia e demonstração da insatisfação com essas medidas. Nesse sentido saudamos o protagonismo dos estudantes secundaristas e universitários que ocupam centenas de escolas, universidades e institutos federais pelo Brasil em defesa da educação pública gratuita e de qualidade, contra a PEC 241, a autoritária reforma do ensino médio, e a medieval lei da mordaça.

A votação pode acontecer a qualquer momento da próxima semana, por isso orientamos a realização de panfletagens, aulas públicas e escrachos denunciando essa proposta e o posicionamento dos parlamentares contra o povo em suas bases eleitorais. Também indicamos a construção de atos unificados nos estados, prioritariamente, no dia 25/10. Em Brasília buscaremos organizar a resistência e a pressão sobre os parlamentares a partir da mobilização unificada no congresso nacional para a qual convidamos todos a se somar.* Fora Temer! Diretas Já! Nenhum direito a Menos! Contra a PEC 241 e a Reforma da Previdência!

Frente Brasil Popular
Frente Povo Sem Medo"

Blog do BILL NOTICIAS

MISSÃO CUMPRIDA

Representante de turmas do Curso de Extensão Universitária em Pedagogia e Educação, faz seus agradecimentos.
Queridos amigos e colegas,
Hoje domingo, foi o nosso último dia de aula das turmas C e D do polo Rio Corrente, no que se refere às Disciplinas Pedagógicas. Encerramos com chave de Ouro, a Disciplina Fundamentos Metodológicos e Pratica da Língua Portuguesa, ministrada pelo nosso excelentíssimo Professor Jussilmar. Professor este que com sua simplicidade e uma grande bagagem de conhecimentos, soube transmitir para todos nós sabedoria e experiências, que levaremos para nossas vidas tanto na questão pessoal como também no âmbito profissional. Obrigado professor, que Deus te ilumine sempre, para que continue sendo esse profissional dedicado que é, e que trata com muito carinho e respeito, todos os seus alunos. Quero agradecer também a todos vocês colegas do Curso de Extensão Universitária em Pedagogia, pela oportunidade que tive de aprender e aprimorar os meus conhecimentos junto com vocês. Agradeço também pela experiência que pude adquirir ao estudar com esta equipe maravilhosa e por todo o crescimento pessoal e profissional que obtivemos. O caminho foi longo e certamente muito difícil em algumas ocasiões, mas nós superamos todas elas para conseguir a tão merecida formatura que está a caminho. Sabemos que ainda teremos tarefas difíceis pela frente, como: vestibular, aulas de orientações para estágio, o estágio propriamente dito e a monografia. Mas Se continuarmos todos juntos estudando com toda nossa dedicação, certamente nossos dias com certeza serão abençoados com muito mais vitórias. Tenho a convicção de que ter estudado com cada um de vocês foi fundamental para ter condições de seguir enfrentando novos desafios. Aproveitando o momento, quero aqui agradecer a todos os professores que por aqui passaram e contribuíram para o nosso aprendizado. Agradeço também a nossa amiga Nadja, Diretora geral do INEC e toda sua equipe, que em parceria com a Faculdade do Sertão, nos deu esta oportunidade de Cursar Pedagogia, próximo de nossas residências, facilitando assim nossas vidas. Dessa forma possamos seguir em frente para podermos abraçar um novo projeto com a sensação de missão cumprida.
Bianelis A. Dantas
Aluno de Pedagogia da turma C
polo Rio Corrente
Petrolina-PE

Blog do BILL NOTICIAS

Segundo estudo, seca avança no Nordeste e assume contornos severos

Os cenários de seca extrema e seca excepcional cresceram no Nordeste, abrangendo partes de todos os 9 estados. É o que mostra o mapa de setembro do Monitor de Secas do Nordeste do Brasil. O Ceará é um dos que apresentam maior avanço da estiagem. Segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), 75% do território do estado apresenta seca extrema ou seca excepcional.
Em relação ao mesmo período do ano passado, o quadro se agravou de forma significativa na região. Em setembro de 2015, o Maranhão, por exemplo, possuía áreas de seca grave, moderada e fraca. O mapa de setembro deste ano mostra grande parte do território do estado com seca extrema.
“O avanço da intensidade de seca mais severa tem atingido até regiões litorâneas que, geralmente, são mais beneficiadas com chuvas. Por exemplo, o litoral do leste do Nordeste, desde o Rio Grande do Norte até parte da Bahia”, cita o meteorologista da Funceme, Raul Fritz.
No Ceará, o mapa do Monitor mostra a expansão da seca extrema em direção ao norte e o aumento da área com seca excepcional no Centro Sul. Os contornos de seca extrema em municípios da Região Metropolitana de Fortaleza também ficam evidentes em setembro. Até agosto, a área apresentava seca grave.
“Essa situação já era esperada porque, de agosto para setembro, a ocorrência de chuvas é insignificante e o segundo semestre é considerado seco. Geralmente, tem um chuvisco ao longo do litoral. Sem chuva, a condição de seca tende a se agravar. As condições já vinham secas e pioraram ainda mais”, explica Fritz.
Ele acrescenta que a tendência é de o quadro se agravar até dezembro tanto devido à ausência de chuva como pela elevada radiação solar, que provoca a evaporação da água dos reservatórios do estado. Os 153 açudes monitorados pelo Governo do Ceará possuem, juntos, apenas 8% de sua capacidade.
Em Quixadá, no Sertão Central (a 215 quilômetros de Fortaleza), não se vê chuva desde o fim da quadra invernosa deste ano (período entre fevereiro e maio que concentra a maior parte da chuva no estado). O relato é do presidente da Associação dos Agricultores do Distrito de Riacho Verde, Francisco Rodrigues. O centenário açude Cedro, símbolo das primeiras intervenções para enfrentar os efeitos da seca, já não contribui mais nem com água nem com forragem para alimentar os animais.
“A maioria dos produtores teve que se desfazer do rebanho para não ver os animais morrerem e alguns que ainda têm gado sobrevivem a duras penas. Na agricultura, não teve produção porque o inverno foi muito fraco. A situação está difícil.”
O Ceará enfrenta cinco secas seguidas desde 2011 e a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) ainda não se pronunciou sobre a estação chuvosa de 2017. De acordo com o meteorologista da fundação, ainda não há definições sobre as condições dos oceanos Atlântico e Pacífico, que influenciam as chuvas no estado.
Pelo quadro atual, conforme Rodrigues, existe uma baixa probabilidade de que ocorra um El Niño (aquecimento anormal das águas do Pacífico Equatorial, que atrapalha o regime de chuva). Por outro lado, é possível que haja La Niña (resfriamento da mesma área do oceano, que têm efeito inverso do El Niño), mas o fenômeno pode não ser intenso nem se prolongar por toda a quadra invernosa no Ceará.
“As pessoas, vendo esse resfriamento do Oceano Pacífico, ficaram animadas, mas a gente tem que ter cautela. Vamos ver se vai se configurar como fenômeno típico, se vai ter uma intensidade que permita ter uma repercussão positiva.” (AB) Fonte: Edenevaldo Alves.


Blog do BILL NOTICIAS

Seca atinge 125 cidades em Pernambuco; Petrolina apresenta estado de emergência

Um total de 125 municípios de Pernambuco estão atualmente em estado de emergência graças à estiagem, de acordo com informações da Secretaria da Casa Militar. Apesar de gravíssima, a situação até o final de 2016 deverá ser menos grave que a registrada no último trimestre de 2015, considerando que, até o momento, há a ausência dos efeitos do fenômeno El Niño, que gera aquecimento anormal das águas do Oceano Pacífico. “Neste mesmo período do ano, em 2015, já eram sentido efeitos do El Niño. Por conta disso, em 2016, mesmo com chuvas dentro do esperado, a gravidade da seca tende a ser menos severa que a do ano que passou”, afirma a meteorologista da Agência Pernambucana de Águas e Clima (APAC), Zilurdes Lopes.
Segundo a APAC, até dezembro de 2016 as chuvas devem ficar dentro do normal esperado para a época. Para o Sertão, são aguardadas chuvas isoladas, apesar do último trimestre de cada ano ser o período no qual são registradas as maiores temperaturas da região. A umidade relativa do ar sertanejo não deve ultrapassar os 20% no mesmo período.
Em setembro de 2016, dados da agência apontam que a condição de seca foi agravada, com variação entre os níveis moderada, grave e extrema. O efeito foi sentido sobretudo no Agreste, onde a quantidade de municípios atingidos foi aumentada. Na região central de Pernambuco, a situação foi ainda mais grave, com aumento da situação de “seca excepcional”, gerada principalmente por temperaturas até 6°C acima do aguardado para o mês.
Quanto à questão hídrica, 87 reservatórios em Pernambuco são monitorados pela APAC, responsáveis por 90% da capacidade de acumular água no estado. No Sertão, o maior reservatório, o de Poço da Cruz (localizado em Ibimirim), está com apenas 3,72% da sua capacidade, segundo números atualizados até agosto de 2016. Somando todos os reservatórios da região, o acúmulo de água atinge apenas 1% da capacidade. No Agreste, a situação é menos caótica, mas, ainda assim, gravíssima. Somando todos os reservatórios desta região, a água ocupa apenas 7% da capacidade total. Jucazinho, maior reservatório da região, está praticamente em colapso, contando com apenas 0,2% de sua capacidade até setembro.
De acordo com Zilurdes Lopes, ainda não há previsão de comportamento pluviométrico durante o verão 2016/2017. O boletim meteorológico quanto serão divulgadas pela APAC em dezembro, baseado nas condições climáticas impostas pelos oceanos Atlântico e Pacífico. Em Petrolina o alerta á para estado de emergência em algumas áreas do interior devido a falta de chuva. (DP). Fonte: Edenevaldo Alves.


Blog do BILL NOTICIAS.

Irmã de Diniz Cavalcanti: Velório de “Dona Diva” acontece durante toda a noite de hoje e enterro será amanhã às 10h

Está sendo velado na Câmara de Vereadores de Petrolina o corpo da senhora Diva Cavalcanti, ex-servidora da Câmara de Vereadores de Petrolina. Dona Diva, como era conhecida, era irmã do ex-prefeito Diniz de Sá Cavalcante e do empresário Eurico de Sá Cavalcanti, o ‘Leãozinho’, e faleceu na madrugada de domingo (23) em Petrolina.
Dona Diva, que também era sogra do promotor público de Petrolina, Julio César, lutava contra o segundo câncer em sua vida. Ela estava com 84 anos e o sepultamento acontecerá nesta segunda-feira (24) às 10h, no Cemitério Campo das Flores, Centro de Petrolina. Fonte:(Carlos Brito),

Blog do BILL NOTICIAS

A farra do forró

Como funcionava o esquema que, segundo a polícia e a Receita Federal, teria desviado R$ 500 milhões em impostos e saiba por que a vida de luxo de bandas como Aviões do Forró pode estar com os dias contados
21.10.16 – 18h00 – ISTOÉ
Fenômeno de audiência há quatro anos, a novela “Avenida Brasil”, da Rede Globo, apresentava alguns de seus melhores momentos quando Suelen, personagem da atriz Isis Valverde, entrava em cena com leggings e tops coloridos seduzindo os homens do Divino ao som de “Correndo atrás de mim”. A repetição dos versos-chiclete “Eu quero ver você correndo atrás de mim/ Eu quero ver você correndo atrás de mim/ Quando eu te procurei você nem ligou pra mim/ Agora eu quero ver você correndo atrás de mim” algumas vezes por semana no horário nobre da tevê transformou o grupo Aviões do Forró, que já tinha uma carreira de 10 anos no Nordeste, em sucesso nacional. Emendando um hit no outro, Solange Almeida e Xand Avião, vocalistas da banda, acumularam fortuna cantando desilusões amorosas em ritmo de “forró-pop”, numa contribuição questionável à cultura popular. Agora, uma investigação da Polícia Federal (PF) batizada de For All questiona também a contribuição do grupo para a Receita. Os policiais suspeitam que, ao lado de outras bandas ligadas à A3 Entretenimento, eles tenham sonegado cerca de R$ 500 milhões em impostos entre 2012 e 2014.

BLOQUEIO DE BENS

A operação deflagrada na terça-feira 18 apura ainda suspeitas de omissão de rendimentos e lavagem de dinheiro. Além do Aviões, outros três conjuntos de forró são acusados de realizar shows declarando apenas 20% do valor dos contratos. Ao todo, foram bloqueados 163 imóveis e 38 veículos, como Mercedes-Benz, BMWs e Land Rovers, e 32 pessoas foram conduzidas para prestar esclarecimentos, inclusive Xand e Solange, que foram ouvidos e liberados. Procurados pela ISTOÉ, eles informaram, em nota, que estão “à disposição da Justiça”. Se mantiver a agenda, como divulgado, a banda embarca nesta semana para os Estados Unidos, onde tem shows marcados em Nova York, Boston e Miami. “Assim como o forró é para todos, os tributos são propriedade do povo brasileiro”, diz o auditor fiscal João Batista Barros, superintendente regional da Receita Federal. “Analisamos os aspectos exteriores de riqueza, como imóveis, atividades e consumo, e a compatibilidade com o apresentado nas declarações.”

VIDA DE LUXO

Vaidosos, “Solanja”, como é chamada pelos fãs, e Xand adoram as redes sociais, onde publicam fotos com o “look do dia”, em viagens e compras (ela vive nas lojas de grife do Shopping Iguatemi de Fortaleza). A cantora também se orgulha com as cantadas e elogios que recebe por causa do corpo 50 quilos mais magro, conquistado graças a uma cirurgia bariátrica feita há oito anos. Xand, que também é sócio de uma churrascaria, é apaixonado por carros esportivos – no ano passado, comprou em Recife um Porsche Cayman S, avaliado em R$ 399 mil. Dono de uma concessionária de automóveis em Fortaleza e amigo de Xand, um empresário que pediu para não ser identificado, disse que todos os carros do cantor são financiados e que ele nunca fez nenhuma transação com dinheiro em espécie. “O Xand é a pessoa mais idônea que pode existir”, afirma. “Não é ele que administra a banda, ele só canta.”

A delegada Doralucia Oliveira de Souza, que conduziu as investigações, discorda. “Os artistas são sócios, não são só empregados”, diz. “É muito complicado pensarmos que eles não tivessem consciência do que estava acontecendo ali.” No papel, os vocalistas dividem a propriedade do grupo com os empresários Carlos Aristides, Zequinha Aristides, Isaías Duarte e Claudio Melo. Recentemente, depois que Solange ameaçou seguir carreira solo, a cantora aumentou sua participação de 10% para 25% nos lucros, igualando o percentual de Xand, e os empresários ficaram com o restante.

O esquema descoberto pela PF funcionava através de contratos subfaturados de shows, eventos e vendas de CDs e DVDs. Os suspeitos combinavam o valor com o contratante, mas apenas de 20% a 50% do preço era pago pelas vias oficiais e declarado ao Fisco. O restante, de acordo com a investigação, era entregue em dinheiro vivo, pouco antes das apresentações. No caso do Aviões do Forró, os valores ficavam na casa dos R$ 160 mil – entre os demais grupos, como o Solteirões do Forró, o cachê começava em R$ 50 mil. Cada uma das bandas faz, em média, 200 shows por ano. Isso significa que só o Aviões faturava R$ 32 milhões anuais em shows. Como até 80% do valor era escamoteado, a sonegação pode ter ultrapassado os R$ 25 milhões. A polícia também suspeita que os envolvidos lavavam dinheiro comprando imóveis e declarando valores menores do que os reais, para depois revendê-los pelo preço de mercado. Além disso, promoviam intensa confusão patrimonial entre pessoas físicas e jurídicas para driblar a fiscalização. Se depender da “For All”, a farra acabou.
1 de 7 LUXO NO AR: Solange e Xand, do Aviões do Forró, em frente a jato particular.
2 de 7 VOO ALTO: Solange Almeida posa de lingerie em hangar
3 de 7 EUROPA: Carlos Aristides, empresário do Aviões do Forró, na Suíça
4 de 7 LUXO NO AR: Solteirões do Forró, também investigados

5 de 7 SOB SUSPEITA: Fachada da A3 Entretenimento, em Fortaleza
JUSTIÇA PARA TODOS
Saldo da Operação “For All”, que mirou estrelas da música

R$ 500 MILHÕES em impostos teriam sido sonegados

4 BANDAS investigadas, incluindo a Aviões do Forró

32 PESSOAS ouvidas, entre elas os vocalistas Xand e Solange (da Aviões do Forró)

26 EMPRESAS suspeitas de crimes como lavagem de dinheiro

44 MANDADOS de busca e apreensão no Ceará e na Paraíba

163 IMÓVEIS interditados em três cidades diferentes

38 VEÍCULOS bloqueados, como Mercedes, BMWs e Land Rovers

ATÉ 80% dos valores dos shows eram escamoteados

ATÉ R$ 160 MIL custava cada uma das apresentações
Fonte: Vinicius de santana.


Blog do BILL NOTICIAS