segunda-feira, 13 de janeiro de 2020

ECONOMIA - Donos de dois milhões de veículos podem pedir dinheiro do DPVAT de volta

Esses motoristas pagaram o seguro obrigatório antes de sair a decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) 
que reduziu a cobrança

                     Por: Folhapress 
Carros
CarrosFoto: Agência Brasil/EBC

Donos de mais de 2 milhões de veículos no Brasil têm direito de pedir de volta o valor pago a mais do DPVAT deste ano. Esses motoristas pagaram o seguro obrigatório antes de sair a decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) que reduziu a cobrança. Segundo a seguradora Líder, que administra o DPVAT, o estado de São Paulo é o que mais concentra veículos com direito ao reembolso: mais de 900 mil.

Na quinta-feira (9), o presidente do STF, ministro Dias Toffoli, restabeleceu a redução dos valores do seguro obrigatório. Com a medida, proprietários de moto vão pagar R$ 12,30, no lugar dos R$ 84,58 cobrados até a última quarta-feira (8). Para carros de passeio, o DPVAT caiu de R$ 16,21 para R$ 5,23.

Os pedidos de devolução do dinheiro podem ser feitos a partir de quarta-feira (15) no site. No cadastro, o proprietário deverá informar CPF ou CNPJ, Renavam, email e telefone para contato, data em foi feito o pagamento, valor pago, banco e agência da conta-corrente ou poupança.

Especiais
Paleoarte
Paleoarte
Drone
Drone
Natureza
Natureza
Acervo Última Hora
Acervo Última Hora
Belmonte
Belmonte
Especial Parceiros
Especial Parceiros
São Paulo antiga
São Paulo antiga
Cenas de São Paulo
Cenas de São Paulo
Copa América
Copa América
Pan 2019
Pan 2019
Mobilidade Urbana
Mobilidade Urbana
Getúlio Vargas
Getúlio Vargas
Amazônia
Amazônia
Fernanda Montenegro
Fernanda Montenegro
Eleição Direta 1989 - 30 anos
Eleição Direta 1989 - 30 anos
Personalidades - Mortes 2019
Personalidades - Mortes 2019

O seguro DPVAT deve ser pago, uma única vez ao ano, com cota única ou com a primeira parcela do IPVA, acompanhando os calendários de cada estado.

Segundo a seguradora Líder, entre os estados onde há mais proprietários com direito à restituição, logo atrás de São Paulo, estão Minas Gerais, com mais de 310 mil veículos, e Rio Grande do Sul, com mais de 215 mil veículos.

CONFIRA O VALOR DO DPVAT
TIPO DE VEÍCULO - ATÉ 2019 - VALOR EM 2020
Carro - R$ 16,21 - R$ 5,23
Táxi - R$ 16,21- R$ 5,23
Ônibus - R$ 37,90 - R$ 10,57
Micro-ônibus - R$ 25,08 - R$ 8,11
Ciclomotores - R$ 19,65 - R$ 5,67
Moto - R$ 84,58 - R$ 12,30
Caminhões - R$ 16,77 - R$ 5,78

DEVOLUÇÕES DO DPVAT POR ESTADO

ESTADO - VEÍCULOS QUE PAGARAM DPVAT A MAIS
Acre - 3.000
Alagoas - 5.000
Amazonas - 8.000
Amapá - 1.000
Bahia - 27 mil
Ceará - 50 mil
Distrito Federal - 20 mil
Espírito Santo - 10 mil
Goias - 27 mil
Maranhão - 13 mil
Minas Gerais - 310 mil
Mato Grosso do Sul - 12 mil
Mato Grosso - 22 mil
Pará - 6.000
Paraíba - 9.000
Pernambuco - 32 mil
Piauí - 6.000
Paraná - 100 mil
Rio de Janeiro - 52 mil
Rio Grande do Norte - 14 mil
Rondônia - 8.000
Roraima - 2.000
Rio Grande do Sul - 215 mil
Santa Catarina - 65 mil
Sergipe - 6.000
São Paulo - 900 mil
Tocantins - 5.000

TIRE SUAS DÚVIDAS SOBRE O PAGAMENTO DO IPVA E DO DPVAT
1 - Até quando dá para pagar o IPVA?
É possível pagar o imposto à vista, com desconto de 3%, parcelado em três vezes ou em uma vez só, em fevereiro (para quem perder o prazo)
No estado de São Paulo, o pagamento à vista ou parcelado começa a vencer nesta quinta-feira (9)

VEJA O CALENDÁRIO DE PAGAMENTO DO IPVA NO ESTADO DE SÃO PAULO
FINAL DA PLACA - 1ª PARCELA OU PAGAMENTO À VISTA - 2ª PARCELA OU COTA ÚNICA SEM DESCONTO - 3ª PARCELA

1 - 9 de janeiro - 11 de fevereiro - 11 de março
2 - 10 de janeiro - 12 de fevereiro - 12 de março
3 - 13 de janeiro - 13 de fevereiro - 13 de março
4 - 14 de janeiro - 14 de fevereiro - 16 de março
5 - 15 de janeiro - 17 de fevereiro - 17 de março
6 - 16 de janeiro - 18 de fevereiro - 18 de março
7 - 17 de janeiro - 19 de fevereiro - 19 de março
8 - 20 de janeiro - 20 de fevereiro - 20 de março
9 - 21 de janeiro - 21 de fevereiro - 23 de março
0 - 22 de janeiro - 24 de fevereiro - 24 de março

2. Até quando devo pagar o DPVAT?Os proprietários devem pagar o DPVAT de 2020 até as datas de vencimento da cota única ou da primeira parcela do IPVA de cada estado, segundo a Seguradora Líder.
Quem não recolhe o seguro obrigatório fica sem a cobertura em caso de acidente
O pagamento dos tributos é indispensável para fazer o licenciamento anual do veículo, realizado diretamente no Detran (departamento de trânsito).

3 - Onde devo pagar o IPVA?O IPVA pode ser pago na rede bancária autorizada (guichê do caixa, autoatendimento, internet banking, débito agendado) ou nas lotéricas
É preciso informar o código Renavam, que está no documento do carro

4 - Como saber o valor que devo pagar pelo IPVA?A consulta ao valor e o pagamento do IPVA podem ser feitos nos canais de atendimento dos bancos
Também é possível verificar o valor diretamente no site da Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo. Nesse caso, além do Renavam, será necessário informar a placa do veículo

5 - Dá para pagar no cartão de crédito?Sim, é possível realizar o pagamento do IPVA parcelado no cartão de crédito
O serviço, porém, tem taxa e juros definidos pela empresa credenciada

Informações sobre o parcelamento podem ser obtidas no site.

6. Já posso pagar o licenciamento do carro?Desde 2 de janeiro de 2020, o contribuinte do estado de São Paulo que desejar também pode optar pelo licenciamento antecipado e realizar o pagamento independentemente do número final da placa do veículo:
Em cota única, até o dia 22 de janeiro de 2020, com desconto de 3%
Em cota única, até o dia 24 de fevereiro de 2020, sem desconto
Até o dia 24 de março de 2020, relativamente ao pagamento da terceira parcela, quando foi feita a opção pelo parcelamento.





Blog do BILL NOTICIAS

Prefeitura de Petrolina abre novo concurso público

                       
                  Via:Santanavinicius
Resultado de imagem para concurso publico

A Prefeitura de Petrolina, no Sertão de Pernambuco, divulgou a abertura de uma seleção simplificada com 21 vagas destinada à contratação de professores para a Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina (Facape). As inscrições estão abertas e devem ser feitas até o dia 20 de janeiro através do site da faculdade.
Entre as áreas de atuação disponíveis estão introdução ao estudo do direito, antropologia, direito internacional, arquitetura e organização de computadores/sistema distribuído e tópicos em tecnologia da informação. Para participar, os interessados devem ter formação de curso de graduação e especialização na área desejada.
A remuneração é de R$ 760 por disciplina de 60 horas semestrais e de R$ 380 por disciplina com carga horária de 30 horas por semestre. Os candidatos serão selecionados através da realização de avaliação de títulos e prova de desempenho didático-pedagógico. Para mais detalhes, acesse o edital.(Ascom) 
www.facape.br





Blog do BILL NOTICIAS

BRASIL - Ministério manda apreender todas as cervejas da Backer

'A medida é para preservar a saúde dos consumidores', disse o ministério, em nota

                    Por: Agência Brasil 
Cerveja Belorizontina, da Backer
Cerveja Belorizontina, da BackerFoto: Reprodução/Instagram

O Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento determinou que a cervejaria Backer retire de circulação todas as suas cervejas e chopps produzidos desde outubro do ano passado até a presente data. A suspensão da venda se manterá até que fique assegurado que os outros produtos da Backer não estão contaminados. “A medida é para preservar a saúde dos consumidores”, disse o ministério, em nota.

Na semana passada, exames laboratoriais realizados pela Polícia Civil de Minas Gerais identificaram a presença da substância dietilenoglicol em amostras de ao menos dois lotes da cerveja Belorizontina, produzida pela Backer. Uma pessoa morreu e pelo menos dez pessoas foram intoxicadas após consumirem a cerveja.

Segundo a própria empresa, o dietilenoglicol não faz parte do processo de produção de suas cervejas. De acordo com o ministério, em nota, não existem evidências laboratoriais de presença da substância em outros produtos da Backer. “Estes produtos estão sendo analisados e, caso existam resultados positivos, novas medidas serão adotadas”, acrescentou o ministério.

A cervejaria foi interditada pelo ministério e 139 mil litros de cerveja e 8,4 mil litros de chope já tinham sido apreendidos. Nesta segunda-feira (13), a Polícia Civil informou que um terceiro lote da Belorizontina também está contaminado . Também foram encontrados vestígios das duas substâncias tóxicas nos equipamentos de resfriamento usados na produção da cerveja.



Blog do BILL NOTICIAS

Lula parabeniza Petra Costa por indicação ao Oscar: "a verdade vencerá"

Lula e Petra Costa
Lula e Petra Costa
 (Foto: 247 | DIEGO BRESANI/Divulgação)


O ex-presidente Lula usou suas redes sociais para parabenizar a cineasta Petra Costa pela indicação ao Oscar com o documentário “Democracia em Vertigem”, que relata o processo de golpe que derrubou a ex-presidente Dilma Rousseff. Parabéns, @petracostal, pela seriedade com que narrou esse importante período de nossa história. Viva o cinema nacional! A verdade vencerá.
Em Democracia em Vertigem, distribuído pela Netflix, a cineasta faz um retrato do processo de impeachment que derrubou a ex-presidente Dilma da presidência do Brasil, em 2016, apontando os esquemas escusos que culminaram na ascensão de Michel Temer no poder, além da crise social que o país enfrenta desde 2013 com a intensificação da polarização política.(247)
Veja: 




Blog do BILL NOTICIAS

Temperatura dos oceanos cresce 450% nas últimas 6 décadas e bate terceiro recorde consecutivo em 2019, diz estudo


A temperatura média dos oceanos atingiu o maior registro da história em 2019 e bateu o terceiro recorde consecutivo. É o que aponta um estudo internacional publicado nesta segunda-feira (13) na revista científica "Advances in Atmospheric Sciences". Nas últimas seis décadas, a temperatura das águas oceânicas aumentou 450%, afirma o estudo, o que corresponde a uma elevação de 46 mm no nível dos oceanos.
Pesquisadores alertam que a temperatura está aumentando a uma velocidade cada vez maior e, mesmo após uma eventual contenção nas emissões de gases do efeito estufa, os oceanos continuarão ter temperaturas elevadas porque demoram a se estabilizar.
O calor dos oceanos é medido em zetta joules. Em 2019, os oceanos acumularam uma energia média de 228 zetta joules acima do que havia sido registrado de 1981 a 2010, e 25 zetta joules acima do que registrou em 2018, até então a maior temperatura acumulada. Ou seja, os oceanos estiveram 0,075 °C acima da média registrada de 1981 a 2010. 
"Esse aquecimento medido dos oceanos é irrefutável e é mais uma prova do aquecimento global. Não há alternativas razoáveis, além das emissões humanas de gases que retém o calor, para explicar esse aquecimento", afirma o líder da pesquisa, Lijing Cheng, professor associado do Centro Internacional de Ciências Climáticas e Ambientais do Instituto de Física Atmosférica (IAP) da Academia Chinesa de Ciências (CAS). "É como se os oceanos tivessem absorvido o calor liberado pela explosão de 3,6 bilhões de bombas atômicas como a de Hiroshima", compara.(247)


Blog do BILL NOTICIAS

GRANDE RECIFE - Agentes da Força Nacional vão ficar mais seis meses em Paulista

De acordo com o Ministério da Justiça e Segurança Pública, o foco desta segunda fase serão políticas de assistência social e tratamento de dependentes químicos.

                   Por: Artur Ferraz
Força Nacional em Paulista
Força Nacional em PaulistaFoto: Caio Danyalgil/Folha de Pernambuco

O programa Em Frente Brasil, de combate à criminalidade realizado pelo Governo Federal desde agosto passado em Paulista, no Grande Recife, e outras quatro cidades brasileiras, será renovado por mais seis meses. Ao todo, 80 agentes da Força Nacional continuarão no município pernambucano até o dia 24 de junho. De acordo com o Ministério da Justiça e Segurança Pública, o foco desta segunda fase serão políticas de assistência social e tratamento de dependentes químicos.

A medida foi anunciada nesta segunda-feira (13) durante reunião entre representantes dos governos Federal, Estadual e Municipal no Centro Administrativo da Prefeitura de Paulista.

"Em todo o País, houve uma redução de 44,1% nos homicídios. Também houve redução nas taxas de roubo, de quase 30%. Agora, em parceria com o Governo de Pernambuco e o município, vamos trazer ações para o fortalecimento de uma agenda de trabalho para reinserção de pessoas que estão à margem da sociedade", declarou o secretário nacional de Cuidados e Prevenção às Drogas do Ministério da Cidadania, Quirino Cordeiro.

Em Paulista, do início do programa até dezembro de 2019, a diminuição no número de crimes contra a vida foi de 28%. Já em relação aos delitos contra o patrimônio, a queda foi de 34%, segundo o secretário de Defesa Social de Pernambuco, Antônio de Pádua. "A Força Nacional ficará por mais seis meses, mas esse prazo poderá ser prorrogado. Toda integração é muito bem-vinda", avaliou o gestor.

Entre as comunidades beneficiadas, estão localidades como Tururu e Casinhas, em Maranguape 2, áreas de vulnerabilidade social que já são monitoradas pela Força Nacional.

"A principal obra desse programa é esse segundo momento, que é tratar as pessoas. Pegar bolsões de pobreza, trabalhar a inserção social e fazer espaços de convivência, quadras poliesportivas. Por onde a Força Nacional está atuando, eles já convergem no diagnóstico do que se precisa para essas comunidades", afirmou o prefeito de Paulista, Júnior Matuto.

Em relação às ações de assistência social, o secretário de Políticas de Prevenção à Violência e às Drogas, Clóvis Benevides, disse que a atuação será integrada em diferentes áreas. “Ações no campo do cuidado com as pessoas que usam drogas, no ponto de vista da reinserção e qualificação das equipes [que atendem dependentes químicos], no âmbito da educação e da saúde”, informou. A partir do fim deste mês, serão realizadas oficinas com agentes do poder público federal e local para a definição de atividades e metas.



Blog do BILL NOTICIAS

Governo Trump ameaça a China: “Se comprarem petróleo iraniano sofrerão sanções”

Steven Mnuchin, Trump e Xi Jinping no G20.
Steven Mnuchin, Trump e Xi Jinping no G20. (Foto: Reuters)


O governo americano de Donald Trump pressiona a China para que o país asiático deixe de comprar petróleo do Irã, fortalecendo o estrangulamento econômico contra a República Islâmica. Em entrevista para a Fox News, o secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin, afirmou que “todos os países (que colaborem com o Irã) estão sujeitos a sanções e vamos conversar com a China para que eles entendam que não será diferente (com ela)”.
“Continuaremos agindo para sancionar a China ou qualquer outro país ou empresa do mundo que insista em fazer negócios com eles (o Irã)”, disse.
A tensão entre EUA e Irã aumentou depois que forças americanas mataram mataram o general iraniano Qasem Soleimani no Iraque no dia 3 de janeiro. Ele era comandante a Guarda Revolucionária Islâmica. Depois o Irã abateu um avião ucraniano, por engano, deixando 176 pessoas mortas. 
Principal potência econômica do mundo, os EUA também não têm uma relação amistosa com a China, segunda maior. Os dois países estão em guerra comercial, pois Trump tenta frear o crescimento chinês e evitar que o país acelere os passos para se tornar a primeira economia do planeta. 
Na guerra comercial, o governo dos EUA disse que Pequim aumentará sua compra de mercadorias americanas em US$ 200 bilhões nos próximos dois anos, incluindo entre US$ 40 e US$ 50 bilhões em produtos agrícolas.
Em troca, o governo americano renunciou a impor novas tarifas à China e reduziu pela metade as que entraram em vigor em 1º de setembro para importações de produtos chineses no valor de US$ 120 bilhões.(247)

Blog do BILL NOTICIAS

Prefeitos têm uma semana para aderir ao Município + Cidadão

Programa apoia municípios nas áreas social, 

cultural e esportiva

Resultado de imagem para Prefeitos têm uma semana para aderir ao Município + Cidadão

Termina no próximo domingo (19) o prazo para as prefeituras municipais aderirem ao programa do governo federal “Município + Cidadão”, lançado em outubro passado pelo Ministério da Cidadania para áreas de cultura, desenvolvimento social e esporte.
O programa apoia os municípios a realizarem jogos escolares e competições municipais, festivais de música, dança e audiovisual, shows, cursos profissionalizantes, a promoverem atividades para idosos e para o desenvolvimento infantil, fomentar a agricultura familiar e prevenir o uso de drogas.
Ao participar do programa, as prefeituras receberão apoio técnico do Ministério da Cidadania para a formatação de ações. Os municípios que se destacarem na implementação das ações receberão “Prêmio Município + Cidadão – Edição 2019-2020”.
De acordo com cartilha do programa, disponível na internet, para participar do Município+ Cidadão, as prefeituras devem aderir ao Plano Progredir (trabalho e renda) e ao Programa Criança Feliz (desenvolvimento infantil), fazer compras de alimentos da agricultura familiar e firmar compromisso para a elaboração de diagnóstico sobre a situação dos dependentes químicos do município.
As próximas eleições municipais estão marcadas para os dias 4 (1º turno) e 25 de outubro (2º turno) deste ano. Por causa da campanha eleitoral, está proibida a distribuição gratuita de bens, pagamento de valores ou oferta benefícios por parte da administração pública municipal, salvo em casos de calamidade pública e estado de emergência. Podem ser executados programas sociais autorizados em lei e já previstos nos orçamentos municipais dos anos anteriores.(Agência Brasil)

Blog do BILL NOTICIAS

SELEÇÃO BRASILEIRA - Pernambuco tenta sediar estreia do Brasil nas Eliminatórias

Nordeste deve receber o primeiro jogo da Seleção no torneio, marcado para o mês de março, contra a Bolívia

                  Por: William Tavares
Arena de Pernambuco
Arena de PernambucoFoto: Arthur de Souza / Folha de Pernambuco

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) deve anunciar em breve os locais das nove partidas como mandante que a Seleção Brasileira fará pelas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022, no Catar. Uma delas, inclusive, será provavelmente no Nordeste, logo na estreia do torneio, no dia 26 de em março, contra a Bolívia. Pernambuco é um dos estados que pode receber o Brasil na abertura da campanha em busca de uma vaga no próximo Mundial.

"Estamos conversando tem um bom tempo sobre esse assunto. O problema não é a CBF ou a Fifa, mas sim a Conmebol. O pessoal lá tem restrição por conta das viagens longas. Os países (sul-americanos) geralmente preferem jogar no Sul ou Sudeste, por ter uma distância menor. Alguns aceitam ir até a Bahia, por exemplo. Mas estamos vendo isso e temos sim a possibilidade (de receber)", afirmou o presidente da Federação Pernambucana de Futebol (FPF), Evandro Carvalho.

Ainda de acordo com o mandatário, a Arena de Pernambuco, palco que já foi uma das sedes da Copa do Mundo de 2014, é o estádio com melhor condição na região para receber os jogos da Seleção. "Temos a Arena mais conservada. Os demais estados do Nordeste possuem estádios com muitos jogos, diferente do nosso caso", apontou, negando que a qualidade do gramado corre risco de sofrer problemas por conta das partidas que o Sport fará em São Lourenço da Mata no início deste semestre.
Na Copa América 2019, o único estado do Nordeste a receber jogos foi a Bahia, na Arena Fonte Nova. O local, porém, sofreu críticas de brasileiros e estrangeiros. Nas eliminatórias passadas, o Brasil jogou em oito cidades: Fortaleza, Salvador, São Lourenço da Mata, Manaus, Natal, Belo Horizonte, São Paulo (duas vezes) e Porto Alegre. Em Pernambuco, o confronto foi diante do Uruguai, na Arena de Pernambuco, no empate em 2x2. O técnico da Seleção ainda era Dunga.

Um dos focos da CBF em mandar jogos no Nordeste, anunciando de forma antecipada, é atrair uma atenção maior no período que antecederá a partida, acarretando possivelmente em um engajamento mais profundo dos torcedores e presença maciça nas arquibancadas. O Brasil Pré-Olímpico esteve em Pernambuco, disputando dois amistosos em setembro do ano passado, contra Venezuela (Aflitos) e Japão (Arena de Pernambuco).



Blog do BILL NOTICIAS

MUNDO EUA - pretendem acelerar deportação de brasileiros ilegais

A quantidade de brasileiros apreendidos ao tentar atravessar de forma irregular a fronteira dos Estados Unidos bateu o recorde de 18 mil em 2019                  Por: FolhapressPresidente dos Estados Unidos, Donald TrumpPresidente dos Estados Unidos, Donald TrumpFoto: Alan Santos /PR

O governo de Donald Trump quer aumentar o número de voos fretados para a deportação de brasileiros por imigração irregular. Isso porque a quantidade de brasileiros apreendidos ao tentar atravessar de forma irregular a fronteira dos Estados Unidos bateu o recorde de 18 mil em 2019 –e os americanos buscam soluções para acelerar o processo dessas expulsões.

O uso de aviões alugados para deportar imigrantes em situação irregular é prática antiga –e o governo americano arca com os custos. No entanto, o esquema vinha sendo pouco aplicado a brasileiros.
Segundo auxiliares do presidente Jair Bolsonaro, o número de cidadãos apreendidos nos últimos anos não era tão elevado. Ainda havia –da parte do Brasil– resistência política de governos anteriores em autorizar esses voos.

No fim do ano passado, o governo Trump fez uma consulta formal às autoridades brasileiras solicitando que mais voos fretados com deportados fossem autorizados.
De acordo com interlocutores ouvidos pela reportagem, o Itamaraty disse que iria analisar o pedido. Porém, uma resposta formal ainda não foi entregue ao Departamento de Estado em Washington.

Em 2019, o Brasil deu luz verde ao sobrevoo de uma única aeronave para devolver 70 brasileiros que foram deportados dos EUA. O avião aterrissou no fim de outubro no aeroporto de Confins (MG).

Segundo a chancelaria brasileira, nos últimos anos há registro de um outro voo fretado em outubro de 2017.

Fretar um avião não é a única maneira de mandar de volta os irregulares. As deportações também podem ocorrer por linhas comerciais, o que depende da disponibilidade de assentos e não atende a um fluxo maior de devoluções.
Do total de brasileiros detidos no ano passado ao tentar atravessar a fronteira, a expressiva maioria entrou pela cidade de El Paso, no Texas, que faz fronteira com a mexicana Ciudad Juárez.

O avião que aterrissou em outubro em Minas, por exemplo, trouxe deportados que permaneceram detidos em El Paso. Pessoas desse grupo relataram ter ficado mais de 20 dias sob custódia em acampamentos do CBP (Alfândega e Proteção de Fronteiras dos EUA, na sigla em inglês).

Interlocutores no governo brasileiro dizem acreditar que os EUA querem mais voos fretados justamente para acelerar a deportação dos estrangeiros recém-ingressados de forma irregular que ainda estão sob custódia do CBP.

As pessoas nessa situação ainda não foram encaminhadas ao serviço de imigração e, em tese, podem ser devolvidas mais facilmente aos seus países de origem.
Procurada, a Embaixada dos EUA em Brasília disse que o governo americano tem uma "excelente cooperação com o Brasil" nessa área.

"Nós estamos trabalhando com o Brasil e outros governos parceiros na região para aumentar a segurança de fronteira, combater organizações criminosas que exploram imigrantes irregulares, expandir o acesso a recursos de proteção internacional, dissuadir indivíduos de imigrar ilegalmente para os Estados Unidos; e para receber e reintegrar pessoas devolvidas aos seus países de origem", disse a missão diplomática.

"Voos fretados são um dos métodos para a repatriação de imigrantes ilegais aos seus respectivos países de origem, assim como voos comerciais", acrescentou o órgão.

De acordo com a embaixada, "o DHS (Departamento de Segurança Interna) está comprometido em reduzir o tempo que estrangeiros permanecem sob custódia do departamento e a desencorajar indivíduos, especialmente unidades familiares, a realizar viagens frequentemente perigosas aos EUA, sob o falsa aparência de que eles poderão permanecer no país".

O pleito do governo Trump por mais aviões fretados se insere em um contexto de forte alta no número de brasileiros detidos ao tentar atravessar a fronteira dos EUA.
Os 18 mil casos de 2019 representam um aumento de 600% em relação ao pico registrado em 2016, de 3.252 barrados.

Na avaliação de integrantes do governo Bolsonaro que acompanham de perto o assunto, diferentes fatores explicam o aumento de fluxo de brasileiros que tentam entrar de forma irregular em território americano pela fronteira com o México.

O primeiro é a política linha-dura contra a imigração de Trump. Brasileiros que estavam pensando em emigrar no médio ou longo prazo podem ter antecipado os planos por medo de que isso não seja possível no futuro, principalmente após a construção do muro prometido pelo presidente americano.

Diplomatas alertam também que a emissão de vistos para brasileiros tem enfrentado mais restrições, o que pode levar pessoas que não conseguiram a autorização prévia a tentar viajar aos Estados Unidos de forma irregular.

O prolongamento da crise econômica no Brasil e a oferta no país de serviços dos chamados coiotes também são apontados como explicações para o recorde de brasileiros detidos na fronteira.

O Itamaraty já atendeu outros pleitos de Trump para facilitar a deportação de brasileiros. A administração Bolsonaro retomou, por exemplo, uma prática iniciada no governo Michel Temer (MDB) de conceder atestados de nacionalidade a imigrantes em processo de deportação que não dispõem de um documento de viagem válido.

Como no Brasil existe uma regra que só permite a emissão de identificação de viagem com pedido expresso do interessado, muitos brasileiros nos Estados Unidos preferiam não solicitar o documento, na esperança de que isso atrasaria a sua deportação.

Os consulados brasileiros passaram então a expedir os atestados de nacionalidade mesmo sem a solicitação do interessado, o que facilita a devolução de brasileiros que estão nessa situação.

O Ministério das Relações Exteriores afirmou que procedimento semelhante é aplicável a diversos outros países e que, em 2018, o total de brasileiros efetivamente deportados dos Estados Unidos foi de 1.691 pessoas.

"O entendimento é o de que, em última análise, o Brasil não pode negar o ingresso de nacionais em seu próprio território. Nos últimos 12 meses, a rede consular brasileira nos EUA confirmou formalmente a nacionalidade de cerca de 15 pessoas, as quais seriam posteriormente deportadas, número que é bastante reduzido em relação aos apresentados acima", afirmou o Itamaraty.




Blog do BILL NOTICIAS

QUARENTENA - Nordeste cancela festas de São João por causa de pandemia

                       Por:   FolhaPress Foto: Facebook / Reprodução O São João, maior festa popular do Nordeste, que ocorre em junh...