terça-feira, 17 de setembro de 2019

RECICLAGEM - Japão fabricará roupas a partir de garrafas de plástico recicladas

  Por: Agência Brasil
Empresa têxtil e química anunciaram que vão desenvolver conjuntamente tecidos que secam com facilidade de fibras de poliéster feitas a partir de garrafas PET - Créditos: (Arquivo/ Fernando Frazão/Agência Brasil).
Empresa têxtil e química anunciaram que vão desenvolver conjuntamente tecidos que secam com facilidade de fibras de poliéster feitas a partir de garrafas PET - Créditos: (Arquivo/ Fernando Frazão/Agência Brasil).

A partir da primavera do ano que vem, uma gigante japonesa do setor de roupas do Japão planeja vender produtos feitos com fibras provenientes da reciclagem de garrafas de plástico.

A operadora e uma empresa têxtil e química anunciaram que vão desenvolver conjuntamente tecidos que secam com facilidade de fibras de poliéster feitas a partir de garrafas PET.

O presidente da operadora, Tadashi Yanai, disse: "Nossa meta é ir além dos conceitos tradicionais de moda e vestuário. Queremos criar roupas completamente novas. Estamos trabalhando nisso há mais de 30 anos. Essa atitude não vai mudar."

Funcionários da empresa dizem ter conseguido aperfeiçoar a tecnologia de remoção de impurezas das garrafas, permitindo a fabricação de fibras particularmente finas que, segundo eles, podem ser utilizadas em produtos altamente funcionais.




Blog do BILL NOTICIAS

NOTA - Funcionários dos Correios suspendem greve

   Por: Vera Batista/DP
Foto: Elza Fiúza/Arquivo/ Agência Brasil
Foto: Elza Fiúza/Arquivo/ Agência Brasil

As federações dos trabalhadores (Fentect e Findect), após audiência de conciliação no TST, em assembleia, decidiram suspender a greve dos Correios iniciada no último dia 11. Mas pedem que a categoria continue mobilizada

Veja a nota:

“Com a deflagração da greve no último dia 11, os Trabalhadores e Trabalhadoras Ecetistas demonstraram a força da categoria, lotando as assembleias em todas suas bases, decidindo coletivamente e de forma unânime, em todo o País, pela aprovação de uma das maiores greves que a categoria já fez.

Com essa gigantesca mobilização nacional e com a repercussão da greve, conseguimos fazer a direção dos Correios e Governo Federal recuarem da intransigência assumida nas negociações. A atitude da direção da empresa de rejeitar, anteriormente, a mediação do Tribunal Superior do Trabalho foi substituída pela corrida em protocolar uma ação do judicial, no mesmo Tribunal, com o intuito de retirar direitos dos trabalhadores (as).

É relevante destacar a importância da unidade da classe trabalhadora e registrar a responsabilidade das Federações em todo o processo negocial, de forma unificada, a fim de construir o diálogo para um Acordo Coletivo de Trabalho que garantisse os direitos e benefícios historicamente conquistados por grandes lutas da categoria ao longo dos anos.

As Federações (FENTECT e FINDECT), em audiência de conciliação no Tribunal Superior do Trabalho – TST, no último dia 12/09, após a ECT ingressar com o pedido de Dissídio Coletivo de Greve, repudiaram a postura que os representantes da ECT adotaram ao insistir na proposta de retirada de direitos da categoria, já rechaçada pelos trabalhadores em assembleias.

Com o impasse gerado, o Ministro do TST, Mauricio Godinho Delgado, apresentou uma proposta de prorrogação do Acordo Coletivo até a data do julgamento do Dissídio, 02/10. Diante da proposta apresentada na reunião, as Federações (FENTECT e FINDECT) se reuniram e entendem que a mobilização em todo o País alcançou em parte seu objetivo e que a nossa luta continua em defesa dos Correios, contra a privatização.

As Federações parabenizam a coragem e determinação de todos que acreditaram na luta em defesa dos nossos direitos e empregos, assim como na defesa dos Correios público e de qualidade. Desta maneira, estas entidades, de forma unificada, encaminha as seguintes orientações aos trabalhadores(as) para as assembleias da próxima terça-feira, 17/09:

1. Suspender a greve da categoria em todo o País, com retorno ao trabalho a partir das 22 horas do dia 17/09;

2. Aprovar a manutenção do estado de greve até o julgamento do Dissidio Coletivo ou assinatura de Acordo Coletivo de Trabalho;
3. Aprovar a prorrogação do Acordo Coletivo de Trabalho atual até o dia 02 de outubro de 2019;
4. Intensificar os atos, panfletagens e mobilizações nas bases para manter e reforçar a mobilização;
5. Instalação, em caráter emergencial, em Brasília/DF, do COMITE CONTRA A VENDA DOS CORREIOS, para desenvolver trabalhos junto ao Congresso Nacional e autoridades públicas.

Em nome da unidade e atendendo ao pedido da categoria, as Federações ressaltam a importância da manutenção das mobilizações em todas as bases, pois só assim conseguiremos manter nossos direitos, conquistas e garantir a empresa de Correios 100% pública.

Parabéns a todos os Trabalhadores e Trabalhadoras que demonstraram a disposição de lutar, e demonstraram um exemplo que deve ser seguido por todos aqueles que estão sendo prejudicados pelo Governo Federal.

Por um Correios Público e de qualidade!

Contra a privatização dos Correios!

Pela unificação da classe trabalhadora do país e do mundo contra o retrocesso nos direitos sociais e trabalhistas.
Saudações Sindicais,
José Rivaldoda Silva (Fentect)
Elias Cesário de Brito Junior (Findect)
José Ap. Gimenes Gandara (Findect)”




Blog do BILL NOTICIAS

Dilma Rousseff é ovacionada em palestra na Universidade de Sorbonne


Revista Fórum - Em giro pela França, que começou no sábado (14), a ex-presidenta Dilma Rousseff está realizando uma série de palestras e entrevistas sobre a crise da democracia na América Latina. Nesta terça (17), antes de sua fala na universidade parisiense Sorbonne, em conferência que questiona se “o Brasil ainda é o país do futuro”, Dilma foi recebida por muitos aplausos e gritos de apoio por parte do público presente.
O deputado francês, ex-candidato à presidência e atual líder do movimento França Insubmissa, Jean Luc Mélenchon, recebeu a ex-presidenta em seu gabinete nesta terça (17), para discutir o cenário político no Brasil. Há algumas semanas atrás, seu encontro foi com o ex-presidente Lula, em Curitiba. 
As palestras de Dilma ocorrem em meio a uma série de tensões entre os governos do Brasil e da França, com trocas de ataques entre os presidentes Jair Bolsonaro e Emmanuel Macron. Durante o encontro com Dilma, Mélenchon comparou os dois presidentes, os quais ele chamou de “violentos”. “Estamos em um momento muito delicado na França, o senhorzinho é muito violento, assim como o seu, o Bolsonaro”, criticou.
A ex-presidenta também teve encontros com outros políticos progressistas e de esquerda, como o ex-presidente François Hollande e a prefeita de Paris, Anne Hidalgo.


Blog do BILL NOTICIAS

Grupo parlamentar pede que Brasil vote contra o bloqueio a Cuba na ONU


Marcos Hermanson, Brasil de Fato - O Grupo Parlamentar Misto de Amizade com Cuba, composto por congressistas brasileiros de diversos partidos, lançou nota rechaçando a continuidade do bloqueio estadunidense contra Cuba e em especial a ativação do título III da Lei Helms-Burton. 
O documento pede ainda que o Brasil siga a tradição dos últimos trinta anos e vote novamente contra o bloqueio na Assembleia Geral da ONU, que começa no próximo dia 24.
“O bloqueio é um ato de agressão e de guerra econômica. Trata-se do sistema de sanções unilateral mais injusto, severo e prolongado que já se aplicou a qualquer país do mundo. Está desenhado para gerar fome e miséria ao povo cubano”, diz o texto, assinado pelas deputadas baianas Lídice da Mata (PSB-BA) e Alice Portugal (PCdoB), presidenta e vice do grupo..
“Neste ano de 2019, com a ativação do Título III da Lei Helms-Burton, a pressão se agravou com a extraterritorialidade de medidas restritivas unilaterais ferindo os princípios do Direito Internacional” segue a nota.
O título III da lei do embargo, ativado por Trump em abril deste ano, permite que aqueles que supostamente tenham tido bens confiscados durante a Revolução Cubana entrem com processos na Justiça americana contra qualquer um que faça uso daquelas propriedades.  
A medida afeta empresas de diversos países que mantêm negócios ou operações com Cuba. Logo após sua promulgação, por exemplo, a companhia Carnival Cruise, que utiliza os portos estatais cubanos, foi alvo de litígios por estar operando em propriedade confiscada de cubanos radicados nos EUA.   
A companhia francesa Pernod Ricard, fabricante do rum Havana Club, também é alvo de um processo movido pelo latifundiário Viriato Carrillo, que alega ser o legítimo proprietário da destilaria onde a bebida é produzida. 
Leia a nota na íntegra
Nota do Grupo Parlamentar Misto de Amizade com Cuba
O Grupo Parlamentar Misto de Amizade com Cuba expressa seu rechaço ao ilegal bloqueio dos Estados Unidos da América (EUA) contra Cuba que já se aproxima da marca dos 60 anos.
Ano após ano, desde 1992 a Assembleia  Geral das Nações Unidas (AGNU) se pronuncia contra esse bloqueio e anualmente aprova a Resolução “Necessidade de pôr término ao bloqueio econômico, comercial e financeiro imposto pelos Estados Unidos da América contra Cuba”.
No ano passado, 2018, apenas dois países votaram contra a Resolução, EUA e Israel, contra 189 países que aprovaram a mesma.
Apesar das inegáveis dificuldades impostas pelo bloqueio ao longo de décadas, Cuba tem se destacado com índices próprios de países mais desenvolvidos em saúde e educação para toda a população da ilha. Além de manter intensa agenda de solidariedade e colaboração com muitos países do mundo.
O bloqueio é um ato de agressão e de guerra econômica. Trata-se do sistema de sanções unilateral mais injusto, severo e prolongado que já se aplicou a qualquer país do mundo. Está desenhado para gerar fome e miséria ao povo cubano. E, mesmo assim, não tem logrado seu objetivo demudar a direção política de Cuba.
Neste ano de 2019, com a ativação do Título III da Lei Helms-Burton a pressão se agravou com a extraterritorialidade de medidas restritivas unilaterais ferindo os princípios do Direito Internacional.
Em poucos meses, novembro, a AGNU votará novamente a resolução sobre Cuba e esperamos fortemente que o Brasil se mantenha entre a maioria dos países do mundo que rechaçam a política de bloqueio e não se alinhe aos votos de Estados Unidos e Israel.
Felizmente, Cuba conta com o apoio, a amizade e a solidariedade e amigos em várias partes do mundo.  Entre eles os parlamentares que se reúnem nesse grupo parlamentar de amizade e que sabem diferenciar a solidariedade a um povo de qualquer posição que possam ter em relação ao seu governo vigente.


Blog do BILL NOTICIAS

Consórcio dos Governadores do Nordeste lança edital para compras coletivas de saúde

Resultado de imagem para CONSÓRCIO DO NORDESTE LANÇA EDITAL PARA COMPRAS COLETIVAS DE SAÚDE

O extrato do primeiro edital de compras coletivas do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável do Nordeste foi publicado nesta terça-feira (17), no Diário Oficial do Estado (DOE). O anúncio foi realizado por governadores da região após encontro em Natal, no Rio Grande do Norte, na tarde desta segunda (16).
Depois de toda a apresentação ao mercado e a fornecedores, nós vamos publicar amanhã a primeira compra coletiva do consórcio, na área da saúde. Teremos outros editais até dezembro, alcançando boa parte dos produtos que hoje os estados compram. Com isso, vamos trazer economia aos cofres públicos de cada estado”, explicou o governador da Bahia e presidente do Consórcio do Nordeste, Rui Costa. O edital completo estará disponível para os interessados na Secretaria da Saúde do Estado (Sesab).
Resultado de imagem para CONSÓRCIO DO NORDESTE LANÇA EDITAL PARA COMPRAS COLETIVAS DE SAÚDE

A saída da Petrobras do Nordeste e a nova lei do Fundeb também foram discutidos pelos governadores durante o encontro. “O Fundeb atual vence no início do ano que vem e estamos preocupados com o calendário legislativo. Precisamos ter uma nova lei antes do vencimento da lei atual. Caso contrário, isso coloca em risco todo o funcionamento da educação no Brasil”, acrescentou Rui.
Sobre a Petrobras, o presidente do consórcio revelou que o grupo buscará diálogo junto ao Ministério de Minas e Energia e ao Congresso Nacional. “Estamos muito preocupados com o que já foi feito e o que se ameaça fazer. A venda e o fechamento dos ativos no Nordeste provocariam mais demissões e colocariam em risco até a comercialização de derivados do petróleo na região”, disse. A carta de Natal, com os seis pontos abordados no encontro, está disponível neste link (bit.ly/2mcyFzk).
Missão na Europa
Durante a manhã, os gestores também estiveram reunidos com investidores alemães no Encontro Econômico Brasil-Alemanha (EEBA-2019), onde explicaram a formação do consórcio e anteciparam as oportunidades de negócios que serão apresentadas pelos governadores durante viagem à Europa.
“Foi uma reunião super produtiva. Mostramos o nosso forte interesse em receber investimentos dos alemães em diversas áreas, como saúde e educação. Na segunda quinzena de novembro, além da Alemanha, vamos visitar a França, a Espanha e a Itália”, finalizou Rui.(Secom Bahia)



Blog do BILL NOTICIAS

Amazon chega de vez ao Brasil e atuação é agressiva

'Efeito Amazon' pode ter impacto na dinâmica de inflação, diz estudo
'Efeito Amazon' pode ter impacto na dinâmica de inflação, diz estudo

A gigante do varejo Amazon, uma das maiores do mundo, começa a chegar com mais força para conquistar o mercado brasileiro. Ela inaugurou um centro de distribuição próprio em São Pauol e lançou serviço de assinatura.
A reportagem da BBC destaca que "nunca houve dúvida sobre o interesse da Amazon em crescer no e-commerce do Brasil. Mas a estratégia adotada para o país sempre foi questionada - de lenta e fora do timing, para alguns, a excessivamente cautelosa, para outros. Boa parte da desconfiança em relação à gigante americana começa a cair por terra neste ano com dois movimentos estratégicos relevantes."
A matéria ainda sublinha que "em janeiro, a varejista inaugurou o Centro de Distribuição (CD) em Cajamar (SP) incrementando a oferta de produtos. Agora, traz ao Brasil o seu serviço de assinatura - o Amazon Prime. O Prime funciona como um grande pacote que oferece aos assinantes promoções exclusivas, frete grátis e uma série de conteúdos de mídia distribuídos via streaming. A Amazon demorou para iniciar sua atuação no país e o fez de maneira tímida. Em 2012, começou a vender no Brasil apenas livros e o Kindle, seu leitor digital. Cinco anos depois, em 2017, abriu sua plataforma de vendas para pequenas empresas, quando a maior parte dos concorrentes já estava bem posicionada neste segmento." (247)


Blog do BILL NOTICIAS

Cuidado! Polícia Federal alerta para golpe do FGTS no Whatsapp

Mais de 100 mil pessoas já receberam, acessaram ou compartilharam o link malicioso

  Via:Vinicius de Santana

A Polícia Federal (PF) faz um alerta nesta terça-feira (17) para mais um golpe que está circulando pelo Brasil envolvendo o saque do FGTS. Os ataques estão sendo disseminados pelo WhatsApp. A vítima recebe um link malicioso, que direciona para um site. No espaço virtual, há um questionário de quatro perguntas para ser respondida: número do PIS/Pasep, a data de nascimento, o número do CPF e a senha do cartão cidadão. Após enviar as respostas, a vítima é incentivada a compartilhar esse mesmo link com mais 10 contatos.
“Com essas informações, os falsários têm a possibilidade de entrar na conta do FGTS e sacar os valores ali existentes que pertencem às pessoas. É necessário tomar muito cuidado para não fornecer nenhum tipo de informação, nem acessar esses links”, esclareceu Giovani Santoro, chefe de comunicação da Polícia Federal.
O golpe do FGTS no WhatsApp já atingiu mais de 100 mil brasileiros, totalizando mais de dois mil novos registros por hora no Brasil, os quais já receberam, acessaram ou compartilharam o link malicioso distribuído pelos criminosos em apenas dois dias – segundo a PSAFE, empresa de segurança digital. Segundo Santoro, o compartilhamento de links não é um procedimento padrão da Caixa Econômica Federal.
“A Caixa, a vias de regra, não trabalha abordando as pessoas através de links no celular. O meio digital que a Caixa utiliza é a página oficial. Fora isso, só na loja física. Qualquer dúvida, as pessoas podem acessar o número do 0800 724 2019, e vai poder tirar todas as dúvidas em relação ao saque ou valores retroativos do FGTS”, alertou.


Blog do BILL NOTICIAS

STF decide que união entre pessoas do mesmo sexo deve ser considerada família


O conceito de entidade familiar não pode deixar de fora a união entre pessoas do mesmo sexo, voltou a afirmar o plenário do Supremo Tribunal Federal (STF), por unanimidade, ao julgar a constitucionalidade de uma lei do Distrito Federal (DF).
O entendimento foi reforçado no julgamento virtual de uma Ação Direta de Inconstitucionalidade em que o PT questionou a Lei Distrital 6.160/2018, que estabelece a Política Pública de Valorização da Família no Distrito Federal.
Em seu artigo 2º, a lei define como entidade familiar “o núcleo social formado pela união de um homem e uma mulher, por meio do casamento ou união estável”.
Argumentos acatados
O relator da ação, ministro Alexandre de Moraes, acatou os argumentos do PT, de que a legislação distrital, da forma como redigida, violava os princípios constitucionais da dignidade da pessoa humana e da isonomia ao restringir o conceito de família, deixando de fora as uniões homoafetivas.
“Quando a norma prevê a instituição de diretrizes para implantação de política pública de valorização da família no Distrito Federal, deve-se levar em consideração também aquelas entidades familiares formadas por união homoafetiva”, escreveu Moraes em seu voto, que foi acompanhado por todos os demais ministros do Supremo.
Moraes lembrou que o Supremo já julgou inconstitucional qualquer dispositivo do Código de Processo Civil que impeça o reconhecimento da união homoafetiva. Ao fim, foi dada interpretação conforme a Constituição para a lei distrital, que passa a abarcar em sua eficácia também as famílias formadas pela união de pessoas do mesmo sexo. (Via: Agência Brasil)

Blog do BILL NOTICIAS

SAAE de Juazeiro abrirá inscrições de concurso público para provimento de vagas e cadastro reserva

  Via:Carlos Britto
Foto: Ascom SAAE/divulgação


O Serviço de Água e Saneamento Ambiental (SAAE) de Juazeiro (BA) abrirá inscrições, a partir desta quarta-feira (18), para o concurso público destinado ao provimento de vagas e formação de cadastro reserva do quadro de pessoal da autarquia. Serão abertas 62 vagas para os cargos de Técnico em Segurança do Trabalho, Pedreiro, Técnico de Saneamento, Operador de Pequenos Sistemas, Operador de Estação de Tratamento de Água, Motorista de Caminhão Hidrojateador, Leiturista, Engenheiro Civil, Encanador, Cadista, Auxiliar Técnico Administrativo, Auxiliar de Operação de Esgoto e Auxiliar de Operação.
As inscrições serão efetuadas pela internet durante o período de zero hora de amanhã às 23h59min de 21 de outubro próximo, por meio do endereço eletrônico da Asconprev, empresa técnica e operacional responsável pelo concurso.
O certame destina-se ao preenchimento dos cargos vagos no quadro de servidores efetivos do SAAE para o exercício funcional, de acordo com o quantitativo constante no edital e, ainda, das que surgirem no decorrer do prazo de validade do certame, que será de dois anos – prorrogável uma única vez por igual período -, a contar da data de sua homologação.
Ainda conforme o edital, o concurso será realizado em três fases: Prova Objetiva, Prova Prática e Prova de Títulos. O edital com todas as informações sobre o concurso já está disponível no site da Asconprev, no Diário Oficial do SAAE de Juazeiro, no site da autarquia nas redes sociais do SAAE. Antes de efetuar a inscrição, o candidato deverá conhecer todo o edital e se certificar de que preenche os requisitos exigidos para as respectivas funções.

Blog do BILL NOTICIAS

Lewandowski diz que, se plenário demorar, pode decidir sobre anulações na Lava Jato

Ministro Ricardo Lewandowski em sessão da 2ª turma do STF.
Ministro Ricardo Lewandowski em sessão da 2ª turma do STF. (Foto: Nelson Jr./SCO/STF (10/09/2019))

A Lava Jato pode sofrer mais uma dura derrota no Supremo Tribunal Federal (STF) nas próximas semanas. Isso porque o ministro Ricardo Lewandowski afirmou que, se o plenário da Corte "demorar muito" para analisar os pedidos de anulação de condenação com base no processo de Aldemir Bendine, ele poderá "decidir sim ou não", individualmente, sobre pedidos semelhantes.
No dia 28 de agosto, a 2ª Turma do Supremo acatou um pedido de Aldemir Bendine, ex-presidente do Banco do Brasil e da Petrobras, para anular a condenação da primeira instância, em razão de ele ter sido obrigado a apresentar seu memoriais ao mesmo tempo que os delatores - a forma correta juridicamente seria a defesa falar por último.
Com base nessa decisão, Lewandowski já recebeu quatro pedidos de cancelamento de condenação baseados na mesma lógica. O ministro disse nesta terça-feira 17 que, por ora, não pretende tomar decisões sobre os pedidos já realizados. "Vou aguardar um pouquinho, não sei se o plenário vai pautar. Vamos aguardar", declarou, segundo reportagem da Folha.
Relator da Lava Jato no STF e integrante da Primeira Turma, o ministro Edson Fachin submeteu o caso ao plenário da corte. Ainda não há data para o julgamento.
"Se o Supremo, pelo seu plenário, estiver na iminência de examinar essa questão, não há porque eu me antecipar. Há várias questões, mas vai depender do meu convencimento. Se demorar muito, eu vou decidir sim ou não [sobre os pedidos de anulação]", afirmou ainda Lewandowski.
Também nesta terça-feira 17, o ministro Gilmar Mendes disse que pretende levar para julgamento até novembro o habeas corpus em que a defesa de Lula acusa o ex-juiz e hoje ministro Sergio Moro de atuar com parcialidade no caso que levou o ex-presidente à prisão. “Outubro, novembro a gente julga isso, ainda não tem data”, disse Gilmar.(247)


Blog do BILL NOTICIAS

GERAL - Segundo Datafolha, 20% dos brasileiros torcem para o Flamengo

Corintianos são 14%, São Paulo tem 8% e é seguido do Palmeiras com 6%. Além de 22% 
que não torcem para ninguém
  Por: R7
Inaugurado para a Copa do Mundo de 1950, o Maracanã é o principal palco do futebol brasileiro
Inaugurado para a Copa do Mundo de 1950, o Maracanã é o principal palco do futebol brasileiroFoto: Ricardo Moraes/Reuters/direitos reservados

O Flamengo não é líder só do Campeonato Brasileiro. O time carioca é o clube do coração de 20% dos torcedores brasileiros, ou seja uma a cada cinco pessoas gostam do Rubro-negro. O Corinthians aparece na segunda colocação com 14% da preferência. Os números são de uma pesquisa anual divulgada pelo Datafolha divulgada nesta terça-feira (17).
Outro dado que chama atenção é a porcentagem de pessoas que não torcem para ninguém, 22% dos entrevistados afirmaram que não têm clube do coração. Em comparação com o levantamento de 2018, os flamenguistas subiram dois pontos percentuais, número dentro da margem de erro. Os corintianos permaneceram com a mesma porcentagem.
O restante da lista é: São Paulo (8%), Palmeiras (6%), Vasco (4%), Cruzeiro (4%), Grêmio (4%), Internacional (3%), Santos (3%), Atlético-MG (2%), Seleção Brasileira (2%), Botafogo (1%), Bahia (1%), Fluminense (1%), Sport (1%), Santa Cruz (1%), Fortaleza (1%), Vitória (1%) e Ceará (1%) completam a lista dos times que atingiram ao menos 1%.
A pesquisa foi feita entre os dias 29 e 30 de agosto e ouviu 2.878 pessoas, com mais de 16 anos, em 175 municípios do Brasil. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Desde 2012, o time carioca não ficava na frente do paulista fora da margem de erro da pesquisa. Naquele ano, teve um empate em 16% da preferência, mas a pesquisa foi feita três dias antes de o Corinthians conquistar o Mundial Interclubes.
Nos outros anos, os flamenguistas foram maior número, mas a vantagem ficou dentro da margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos, o que representava empate técnico.
Quando o Brasil é divido por regiões, o Flamengo é líder em três delas: Norte, Nordeste e Centro-Oeste. O Corinthians fica na frente no Sudeste com 1% na frente dos cariocas, índice dentro da margem de erro. No Sul, o Grêmio é líder com 23%, seis pontos à frente do Internacional.
Nessas análises as margens de erros são de 3% no sudeste, 5% no Sul, 4% no Nordeste, e 6% no Norte e Centro-Oeste.
A pesquisa também apresentou a divisão pela cor da pele dos entrevistados. Somente entre os que se declaram brancos o Flamengo (13%) não ficou na frente do Corinthians (16%). Como a margem de erro aqui é de 3%, houve um empate técnico.
Entre os negros, o time carioca é líder (24%) e o Corinthians é o segundo (11%), a margem é de 5%. Os entrevistados que se declaram pardos 23% são flamenguistas e 14% corintianos, margem de erro de 3%.
O levantamento separou as análises também pela renda familiar dos entrevistados. O Flamengo só não aparece na frente entre as famílias que ganham entre cinco e dez salários mínimos, mas fica empatado com o Corinthians, 17% a 16%, dentro da margem de erro que é de seis pontos.

Nas demais faixas de renda, o Rubro-Negro sempre está na liderança. A maior vantagem aparece entre as famílias com ganhos superiores a 10 salários mínimos. O Fla tem 24% e o Timão 10%.
Nordeste
Pesquisa realizada pelo Datafolha mostrou que o Flamengo, maior torcida do Brasil, lidera com folga a preferência da população do Nordeste. Mesmo as equipes da região, entre as quais estão os campeões nacionais Bahia e Sport, ficam bem atrás.

De acordo com o levantamento, os flamenguistas representam 27% da população local. Há uma diferença considerável em relação a Bahia (4%), Sport (4%), Santa Cruz (2%), Fortaleza (2%), Vitória (2%) e Ceará (2%). A margem de erro é de quatro pontos percentuais para mais ou para menos.

A pesquisa foi feita nos dias 29 e 30 de agosto, como parte de um levantamento nacional que ouviu 2.878 pessoas, todas maiores de 16 anos, em 175 municípios. Dessas entrevistas, 700 foram realizadas no Nordeste, região que compreende Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe.
Além do Flamengo (27%), aparecem numericamente à frente das equipes nordestinas Corinthians (9%), São Paulo (6%), Palmeiras (5%), Vasco (5%) e seleção brasileira (5%). Botafogo e Fluminense registraram 1% cada um. 



Blog do BILL NOTICIAS


Compesa constrói travessia sobre Canal da Transposição do Rio São Francisco para levar água para Custódia

Via:Vinicius de Santana


A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) realiza as últimas intervenções para concluir a construção de uma travessia com estrutura metálica sobre Canal do Eixo Leste da Transposição do Rio São Francisco, nas imediações do povoado de Waldemar Siqueira, Zona Rural de Sertânia. A travessia integra as obras de implantação da Adutora de Custódia, que possibilitará interligar o Canal da Transposição à Estação de Tratamento de Água da cidade, no Sertão do Moxotó, para melhorar, de forma definitiva, o abastecimento de água para 35 mil moradores da cidade, que sofre com ciclos de seca extrema. O novo sistema está previsto para ser concluído no primeiro semestre de 2020.

Cerca de 14 quilômetros de tubulações (com 400 milímetros de diâmetro) já foram implantados às margens da BR 232. “A travessia possui um vão de 33 metros e permitirá que a tubulação da adutora atravesse o Canal da Transposição do Rio São Francisco para levar o incremento de 82 litros de água, por segundo, para o abastecimento da cidade de Custódia”, informa o diretor Técnico e de Engenharia da Compesa, Rômulo Aurélio Souza, que considera essa etapa a mais importante do empreendimento. No total, a Adutora de Custódia terá 23 quilômetros de extensão e recebe o investimento do Governo do Estado no valor de R$ 30 milhões, recursos FGTS/Caixa.
Outra frente de trabalho está atuando na área da Estação de Tratamento de Água de Custódia. Além da ampliação da unidade, que vai dobrar a capacidade de tratamento, será construída uma estação elevatória (bombeamento) no distrito de Rio da Barra, no município de Sertânia, para aproveitar a captação existente no canal de aproximação na saída da Barragem do Moxotó – mesmo local onde já existe a estrutura da Estação Elevatória (EB-1) pertencente ao Sistema Adutor do Moxotó. Para completar o novo sistema adutor, a Compesa também está construindo um reservatório com capacidade de armazenar mil metros cúbicos de água e fará a instalação de cinco mil hidrômetros. “Recebemos a demanda do governador Paulo Câmara para viabilizar o abastecimento de Custódia com as águas do Rio São Francisco. A nossa equipe técnica desenvolveu o projeto e fomos em busca dos recursos para tirar a obra do papel”, pontua Rômulo Aurélio Souza.




Blog do BILL NOTICIAS

LAVA JATO - Lewandowski diz que, se plenário demorar, pode decidir sobre anulações na Lava Jato

No dia 27 de agosto, a Primeira Turma do STF anulou, por 3 votos a 1, a condenação de Aldemir Bendine, ex-presidente do Banco do Brasil e da Petrobras

  Por: Folhapress
Ministro Ricardo Lewandowski
Ministro Ricardo LewandowskiFoto: Agência Brasil
O ministro Ricardo Lewandowski afirmou nesta terça-feira (17) que, se o plenário do STF (Supremo Tribunal Federal) "demorar muito" para analisar o caso da anulação de uma sentença da Lava Jato, poderá "decidir sim ou não", individualmente, sobre pedidos semelhantes.

No dia 27 de agosto, a Primeira Turma do STF anulou, por 3 votos a 1, a condenação de Aldemir Bendine, ex-presidente do Banco do Brasil e da Petrobras.

Bendine havia sido condenado por corrupção e lavagem de dinheiro em uma ação ligada à Lava Jato. Foi a primeira vez que o Supremo anulou uma decisão do ex-juiz Sergio Moro, hoje ministro da Justiça.
A questão central foi a definição da ordem das alegações finais -se quem fala por último é o réu ou os delatores. Bendine foi delatado.

Desde a decisão, Lewandowski recebeu ao menos quatro pedidos para que condenações sejam canceladas seguindo a mesma lógica. Nesse sentido, os réus, e não os delatores, deveriam expor sua defesa por último.

Relator da Lava Jato no STF e integrante da Primeira Turma, o ministro Edson Fachin submeteu o caso ao plenário da corte. Ainda não há data para o julgamento.

"Se o Supremo, pelo seu plenário, estiver na iminência de examinar essa questão, não há porque eu me antecipar. Há várias questões, mas vai depender do meu convencimento. Se demorar muito, eu vou decidir sim ou não [sobre os pedidos de anulação]", afirmou Lewandowski.

O ministro disse que, por ora, não pretende tomar decisões sobre os pedidos já realizados. "Vou aguardar um pouquinho, não sei se o plenário vai pautar. Vamos aguardar", disse o ministro.

Questionado sobre se a tendência é esperar o posicionamento do plenário, ele respondeu "sim ou não".

"Se eu me convencer, eu estendo ou não estendo", disse ele, sobre anular as decisões questionadas. "Como há a possibilidade de o plenário analisar, vamos aguardar um pouco os acontecimentos."

Lewandowski explicou, porém, que antes de qualquer decisão precisa avaliar caso a caso.

"Primeiro vou ver se cabe a extensão, em sendo uma outra ação penal; se cabe sendo um outro processo, uma outra ação penal", disse. "Normalmente as extensões ocorrem dentro do mesmo habeas corpus, dentro do mesmo processo, em réus que estejam na mesma situação."

O ministro do Supremo explicou que o Código de Processo Penal prevê que réus com uma sentença mais branda que um outro no mesmo processo têm direito ao mesmo entendimento.

"Isso tem sentido porque vigora entre nós o princípio máximo da isonomia, da igualdade. Por que não dar o mesmo tratamento? Primeira coisa é verificar se estão na mesma situação."




Blog do BILL NOTICIAS

Políticos reagem à confissão de Temer de que impeachment foi golpe


Políticos começaram esta terça-feira (17) repercutindo a confissão do ex-presidente Michel Temer de que um golpe parlamentar destituiu Dilma Rousseff, em agosto de 2016. No programa Roda Viva, transmitido pela TV Cultura, na última segunda, Temer  afirmou que 'jamais apoiou ou fez empenho pelo golpe', o que despertou os ânimos de partidários e nomes da oposição.“E até o Temer candidamente admitiu que foi ‘golpe’ o processo para derrubar Dilma. 
Ele confirma, ao negar cinicamente, que tenha participado da tramoia política”, disse o vice-líder do PCdoB, deputado federal Márcio Jerry (MA).
Líder do PT na Câmara dos Deputados, deputado federal Paulo Pimenta (RS) listou as consequências diretas do quadro político que se configurou no país após o impeachment da presidente. “Sem o golpe agora admitido por Temer e Janaína Paschoal, não haveria: fim da CLT, prisão de Lula, entrega do pré-sal, eleição de Bolsonaro, privatização da BR Distribuidora, destruição da previdência, gasolina a R$ 5, fim do PAC e do Minha Casa Minha Vida”, comentou.
Ministra durante o segundo governo de Dilma Rousseff, a senadora pelo PDT-TO, Kátia Abreu também não deixou passar. “Não fica nem vermelho!”, alfinetou.
Candidato à Presidência nas eleições de 2018, Guilherme Boulos (PSOL) aproveitou para retomar a crise da Vaza Jato e o envolvimento do atual ministro da Justiça, Sérgio Moro. “O Roda Viva parece estar provocando lampejos de sinceridade nos entrevistados. Hoje, Temer, o golpista, admitiu o golpe. A Daniela Lima poderia convidar o Moro e perguntar pra ele se o Lula é preso político”, ironizou.
A menção aos membros da força-tarefa da Lava Jato também foram citados pela deputada federal Maria do Rosário (PT-RS). “Temer admite o Golpe no Roda Viva. E os golpistas tinham um QG em Curitiba, buscando desestabilizar o Brasil. Quem calou, consentiu. Deltan Dallagnol tentou golpear o STF também”, afirmou.
Presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias na Câmara dos Deputados, deputado Helder Salomão (PT-ES), também recordou a afirmação feita pela deputada do PSL-SP, Janaína Paschoal, no último sábado (12). “Depois da Janaína Pascoal, foi a vez de Michel Temer admitir o GOLPE contra a presidenta Dilma Rousseff. O golpe que gerou o governo Bolsonaro, gerou crise, desemprego, o fim da CLT, o fim do Mais Médicos, o fim do MCMV, o fim da sua aposentadoria. Golpistas destruíram o Brasil”, disse.
Diante da repercussão, a também pesselista, Carla Zambelli (SP) preferiu escapar pela tangente. “Temer no Roda Viva: Jornalista 1: ‘Mas e o Bolsonaro?’, Jornalista 2: ‘Ah, e o Bolsonaro?’, Jornalista 3: ‘E quanto ao Bolsonaro?’ Eita...”, escreveu.
Antes do Roda Viva de ontem, no último sábado (12), Janaína Paschoal já havia admitido que as “pedaladas fiscais” usadas como base para justificar o afastamento da presidenta, foram uma farsa. “Alguém acha que Dilma caiu por um problema contábil?”, escreveu a advogada em sua conta no Twitter na manhã deste sábado (12).(247)


Blog do BILL NOTICIAS