segunda-feira, 23 de setembro de 2019

"Vocês roubaram meus sonhos e infância", diz Greta Thunberg na Conferência do Clima


A ativista sueca Greta Thunberg, de 16 anos, discursou nesta segunda-feira, 23, na Conferência do Clima das Nações Unidas, em Nova York. 
A jovem ativista, que liderou uma mobilização de milhões de pessoas em mais de 160 países na última sexta-feira, 20, em contra o aquecimento global, fez um discurso duro contra as elites mundiais. 
"Vocês roubaram meus sonhos de infância. Pessoas estão sofrendo, pessoas estão morrendo, ecossistemas inteiros estão entrando em colapso", acusou. "Eu não deveria estar aqui, deveria estar na escola, do outro lado do oceano", ressaltou a ativista.
"Estamos no início de uma extinção em massa, e a única coisa que vocês sabem falar é sobre dinheiro e contos de fada de crescimento econômico eterno. Como vocês se atrevem? Vocês estão falhando conosco. Mas os jovens estão começando a entender a sua traição", disse ela, antes de receber aplausos intensos na sede das Nações Unidas.
A conferência do clima, que precede a Assembleia Geral da ONU, que começa na terça-feira, foi convocada pelo secretário-geral, António Guterres. Além de Greta Thunberg, a chanceler alemã, Angela Merkel, o primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi e o presidente da França, Emmanuel Macron, também discursaram. (247)


Blog do BILL NOTICIAS

DOENÇA Ex-vice-presidente Marco Maciel luta contra Alzheimer

 Por: Carolina Cintra - Correio Braziliense
Foto: Minervino Junior/CB/D.A Press. (Foto: Minervino Junior/CB/D.A Press.)
Foto: Minervino Junior/CB/D.A Press.

“As pessoas têm muito preconceito com o Alzheimer. Acham que a pessoa começa a falar um monte de bobagem e fica desligado do mundo. Com meu marido não foi assim. Ele continuou sendo o mesmo homem educado com todos. Continua sempre cheiroso e limpo como sempre gostou de estar. É o rei da nossa casa”, disse a aposentada Ana Maria Maciel, 78 anos. Casada com o ex-vice-presidente da República Marco Maciel, 79, diagnosticado com a doença em 2001, ela assumiu todos os papéis dentro de casa. Para ela, a paciência e o amor — construído ao longo dos 52 anos de casados — são a receita para enfrentar a enfermidade. O casal vive hoje em Brasília.

Os primeiros sinais da doença mais se assemelhavam aos da depressão. Maciel começou um tratamento e meses depois veio o diagnóstico do Alzheimer. “Até 2014, a doença evoluiu negativamente, porque, como era político, as pessoas perguntavam sobre fatos históricos e ele não conseguia lembrar. Ele percebia o esquecimento e ficava constrangido. No fim de 2014, ele não quis mais sair, só para consultas e coisas corriqueiras. Agora, está em fase avançada”, afirma. Sem andar e falar, o ex-vice-presidente conta com o auxílio da mulher e de uma equipe de profissionais para as atividades do dia a dia.

Em 21 de setembro é lembrado o Dia Mundial do Alzheimer. A doença é neurodegenerativa progressiva e se manifesta pela deterioração cognitiva e da memória, comprometimento progressivo das atividades de vida diária e uma variedade de sintomas neuropsiquiátricos e de alterações comportamentais. Ela acomete em grande parte idosos e representa cerca de 50% a 75% dos casos de demência no mundo, sendo o tipo mais frequente da enfermidade cerebral.

Dados do Instituto Alzheimer Brasil (IAB) estimam que existem mais de 45 milhões de pessoas vivendo com demência no mundo e que esse número deve dobrar a cada 20 anos. Apenas no Brasil, onde hoje há mais de 29 milhões de pessoas acima dos 60 anos, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), acredita-se que quase 2 milhões têm demências, sendo que de 40 a 60% são do tipo Alzheimer.




Blog do BILL NOTICIAS

(Foto: Reuters)
Da RFI - Os maiores doadores internacionais, entre eles o Banco Mundial, o Banco Interamericano de Desenvolvimento e a ONG Conservation Internacional, vão destinar US$ 500 milhões suplementares (cerca de R$ 2 bilhões) para proteger a Amazônia e outras florestas tropicais. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (23) pela presidência francesa em Nova York, onde acontece a Cúpula do Clima da ONU.
O financiamento do reflorestamento foi um dos temas centrais da reunião especial sobre a Amazônia organizada nesta segunda-feira pela ONU, antes da Cúpula de Ação Climática dos líderes mundiais. A iniciativa do encontro foi do presidente francês Emmanuel Macron, juntamente com os presidentes do Chile, Sebastián Piñera, da Colômbia, Iván Duque, e da Bolívia, Evo Morales. O Brasil não participou.
Emmanuel Macron anunciou na reunião que a França irá contribuir com US$ 100 milhões para financiar, juntamente com o Banco Mundial e a Alemanha, o programa “Pro Green” de ajuda a projetos locais. O Banco Interamericano de Desenvolvimento vai apoiar ações desenvolvidas pelos países amazônicos. A Conservation Internacional, que é dirigida por Harrison Ford, investirá em iniciativas de ONGs, comunidades nativas e empresas privadas. O ator americano indicou hoje que a organização vai destinar US$ 20 milhões a estes projetos de defesa da Amazônia.
Outras contribuições
A verba anunciada nesta segunda-feira se soma aos US$ 20 milhões de ajuda de emergência para combater os incêndios na floresta amazônica, prometidos no final de agosto durante a cúpula do G7 de Biarritz. Ela também complementa as contribuições existentes do Fundo Amazônia, financiado pela Alemanha e Noruega, mas suspensas atualmente em protesto contra a política do governo Bolsonaro que, segundo Berlim Oslo, encoraja o desmatamento.
Diante das críticas do Brasil, que acusa a França de questionar sua soberania na Amazônia, Paris reafirma que a iniciativa é “inclusiva”. “Está fora de questão contestar a soberania dos Estados, mas os programas serão lançados independentemente da posição brasileira”, assegurou a presidência francesa. 


Blog do BILL NOTICIAS

ACIDENTE - Taxista fica ferido em capotamento em Olinda

Motorista foi transferido para a UPA da cidade com escoriações leves na testa
  Por: Portal FolhaPE
Capotamento deixou taxista ferido
Capotamento deixou taxista feridoFoto: Cortesia/WhatsApp

Um capotamento deixou um taxista ferido na manhã desta segunda-feira (23) na avenida Sigismundo Gonçalves, no bairro do Varadouro, em Olinda, Região Metropolitana do Recife. O acidente ocorreu por volta das 5h45, próximo ao Mercado Eufrásio Barbosa.

O trânsito no sentido Olinda/Recife ficou complicado e uma equipe da Secretaria de Trânsito de Olinda foi acionada para orientar os motoristas no local. O táxi foi retirado da via e o tráfego foi liberado por volta das 7h20.
Segundo o Corpo de Bombeiros, o taxista foi conduzido consciente e orientado com escoriações leves na testa para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Olinda.
Táxi foi revirado e equipes de trânsito foram acionadas
Táxi foi revirado e equipes de trânsito foram acionadas - 
Foto: Cortesia/Matheus Felipe





Blog do BILL NOTICIAS

Freixo diz que política de Witzel mata crianças e também policiais

(Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)



O deputado federal Marcelo Freixo (PSOL-RJ) voltou a cobrar e a criticar a política de segurança do governador Wilson Witzon, no Rio de Janeiro, e lembrou as mortes da menina Agatha Félix, de 8 anos, e a de policiais militares em operações.
"O responsável por essa tragédia é quem acredita que política de segurança pública é dar tiro, como faz Witzel, numa guerra insana que só alimenta mais violência contra os moradores das favelas e contra os próprios policiais", publicou, dizendo ainda que Witzel "faz dessas mortes o seu palanque político".
Freixo lembrou ainda o número de policiais mortos nas últimas 24 horas (dois agentes) e o número de pessoas mortas pela polícia. E se solidarizou com a população do Complexo do Alemão, que está protestando neste domingo 22 após a morte de Agatha. (247)






Blog do BILL NOTICIAS

Concerto especial de aniversário emociona público na Concha Acústica de Petrolina

  Via: Santanavinicius

Uma noite para ficar na memória dos petrolinenses. É assim que se pode descrever a comemoração dos 124 anos de Petrolina, que após o tradicional desfile alegórico teve a Concha Acústica lotada para assistir ao espetáculo ‘Azevedo pela cidade’, apresentado pela Philarmônica 21 de Setembro, para homenagear Geraldo Azevedo, petrolinense ilustre.
Com canções como ‘Moça Bonita’ , ‘Dona da minha cabeça’, ‘Caravana’ e  o ‘Princípio do prazer’, o concerto reuniu famílias que se emocionaram, cantaram e vibraram durante o show que contou com a participação de 10 artistas locais que interpretaram mais  de 15 músicas de um dos filhos mais famosos  da terra dos impossíveis.
A iniciativa da Prefeitura de Petrolina, através da Secretaria executiva de Cultura, integrou a programação dos 124 anos da cidade. “Uma noite inesquecível. O Concerto Azevedo pela Cidade foi um presente especial da prefeitura para os petrolinenses. Presenciar aquela Concha Acústica lotada é reflexo da aprovação de milhares de pessoas que, assim como nós, são apaixonadas por Petrolina e por nossa Cultura. Viva Geraldo Azevedo! Viva os 124 anos de Petrolina!, vibrou o secretário executivo de Cultura, Cássio Lucena.(Ascom)


Blog do BILL NOTICIAS

BRASIL - Gilmar Mendes faz alerta após 16º caso de criança baleada no Rio em 2019

O ministro do Superior Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes criticou a política de segurança pública e o elevado número de crianças baleadas

  Por: Folhapress
Gilmar Mendes
Gilmar MendesFoto: Antonio Cruz/Agência Brasil

morte da menina Agatha Félix na última sexta-feira vítima de uma bala perdida durante ação policial no Complexo do Alemão foi a quinta do ano e o 16º caso de criança atingida por tiro este ano no estado do Rio de Janeiro. O ministro do Superior Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes criticou a política de segurança pública e o elevado número de crianças baleadas. "Os casos de mortes resultantes de ações policiais nas favelas são alarmantes. Agatha é a quinta criança morta em tiroteios no RJ neste ano. Ao total, 16 foram baleadas no período. Uma política de segurança pública eficiente deve se pautar pelo respeito à dignidade e à vida humana", publicou em sua conta no Twitter. Os dados apontados por Mendes são do Fogo Cruzado, órgão que aponta relatórios com todos os casos envolvendo trocas de tiros no Rio. Os dados apontam que desde janeiro houve uma criança de 1 ano, outra de 3, com os outros 12 casos envolvendo crianças entre 8 e 11 anos, além de dois bebês atingidos dentro da barriga da mãe. Em fevereiro, Jenifer Silene Gomes, de 11 anos, foi morta depois de atingida por uma bala perdida no Jacarezinho, na zona norte do Rio. A mãe da menina acusou os policiais de terem efetuado o disparo. Em maio, Kauã Vítor Nunes Rozário, também de 11 anos, foi atingido por um tiro de fuzil quando andava de bicicleta na comunidade Vila Moretti, em Bangu. O menino teve morte cerebral depois de passar seis dias em coma. Outro caso de crianças atingidas foi dos irmãos Letícia Tamirez Ferreira, de 9 anos, e Cristiano Ronaldo Ferreira, de 6.Em junho, ela foi baleada no tórax e ele na mão enquanto estavam a caminho da escola em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. O menino Victor Almeida, de 7 anos, morreu no dia 24 de julho depois que homens armados invadiram a casa da família em Marechal Hermes, na zona norte do Rio de Janeiro. O ataque também vitimou a irmã e a mãe do menino, Lindsay, 15, e Luciana, 35. No dia 29 de agosto, a Lauane Cristina, de 7 anos, foi baleada na perna durante uma troca de tiros na Vila Cruzeiro, no Complexo da Penha. O caso mais recente antes da morte de Agatha Félix foi o de Luiz Márcio Araújo Menezes, de 8 anos, que foi atingido por uma bala perdida no braço enquanto brincava em uma quadra do conjunto habitacional onde morava, em Maricá, na região metropolitana do Rio.





Blog do BILL NOTICIAS

BRASÍLIA - Vítima de latrocínio, padre polonês de Paróquia é estrangulado

  Por: Renata Rusky
Foto: Reprodução/Internet
Foto: Reprodução/Internet

Na noite deste sábado (21), o padre polonês Kazimierz Wojno, 71 anos, mais conhecido como Casemiro, da Paróquia Nossa Senhora da Saúde, localizada na 702 Norte, em Brasília, foi estrangulado. Segundo informações da Polícia Militar do Distrito Federal, ele foi vítima de latrocínio, roubo seguido de morte.

Diversos objetos da Igreja foram roubados e o religioso foi encontrado com pés, mãos e pescoço amarrados. O caseiro José Gonzaga da Costa, 39, foi amarrado no local e conseguiu pedir socorro. Ele sofreu escoriações nos braços e nas mãos e foi transportado, estável e orientado, pelo Corpo de Bombeiros para o Hospital Regional da Asa Norte. 

Segundo fontes ouvidas pela reportagem, Casemiro vinha reclamando da insegurança no local há um bom tempo. Não foi a primeira vez que a Paróquia Nossa Senhora da Saúde foi alvo de roubo. Em abril deste ano, em pleno domingo de Páscoa, o sacrário da casa, estimado em torno de R$ 20 mil, foi furtado e encontrado três dias depois sendo negociado em um ferro-velho em Samambaia. O objeto usado para guardar as hóstias consagradas estava amassado, riscado e faltando um pedaço. 

Em nota, a Arquidiocese de Brasília lamentou a morte do padre Casemiro e informou acompanhar o caso. De acordo com a entidade, o religioso tem 46 anos de sacerdócio. "Convidamos a todos para participarem do velório e da missa e exéquias na Paróquia N. Sra. da Saúde, em horários a serem divulgados tão logo possível", frisou o texto. 




Blog do BILL NOTICIAS

Dilma: Agatha foi morta pelo neofascismo

Dilma Rousseff
Dilma Rousseff (Foto: Fernando Donasci)


Por Dilma Rousseff - O assassinato de Ághata Vitória Sales Felix, uma menina de oito anos que vivia na Favela da Fazendinha, no Complexo do Alemão, RJ, não foi cometido apenas pelo PM que puxou o gatilho. Esta morte chocante tem vários autores, tão ou mais culpados do que o policial que executou o disparo de fuzil. São as autoridades estaduais e federais que apoiam e incentivam ações violentas das forças de segurança e das milícias contra a população pobre moradora das favelas.
Ághata é uma das cinco crianças assassinadas covardemente este ano pela polícia do Rio. É uma das 16 crianças baleadas em operações policiais. Portanto, não foi a primeira e infelizmente está longe de ser a última das vítimas infantis da política de extermínio praticada por determinação, incentivo ou leniência das autoridades.
A população grita nas redes sociais que “a culpa é do Witzel”, e sem dúvida o governador deve ser responsabilizado, porque é um homem de atitudes sociopatas, que estimula, defende e comemora ataques indiscriminados da polícia contra a população. Que já celebrou a morte aos pulos e com punhos cerrados. Mas há outros culpados que não podem ser esquecidos: a impunidade do poder paralelo das milícias, que assassinou Marielle Franco; a impunidade dos policiais violentos que atiram a esmo e acertam crianças e adultos nos bairros pobres; e a responsabilidade de todas as autoridades federais incentivadoras da violência policial e que difundem preconceito, desprezo e ódio contra pobres e negros.
São essas autoridades que propõem leis que inocentam agentes da polícia que matarem civis, desde que aleguem que estavam movidos por forte emoção. O mandante do assassinato de Ághata é o neofascismo que está no poder.
Espero que a Alta Comissária da ONU para os Direitos Humanos, a ex-presidente do Chile, Michelle Bachelet, que recebeu do Movimento das Favelas uma denúncia formal contra o governador e contra o estado brasileiro pela morte de Ághata, cobre providências e denuncie ao mundo, energicamente, a política de extermínio adotada no Brasil, seja por orientação seja por leniência das autoridades.
Expresso aqui minha solidariedade à família de Ághata, aos pais e parentes de dos homens e mulheres vítimas da violência do estado contra os moradores dos bairros pobres do Rio e de todo o país. (247)
DILMA ROUSSEFF


Blog do BILL NOTICIAS