sexta-feira, 26 de abril de 2019

INFOLINK COM PROMOÇÃO IMPERDÍVEL


Foto ilustrativa


A Infolink Serviços comunica a todos os seus clientes da Cohab VI e bairros adjacentes, que está com uma PROMOÇÃO imperdível.
CURSO DE INFORMATICA BÁSICO E AVANÇADO
Por apenas R$ 150,00
E tem mais, a PROMOÇÃO não para por aí, ao indicar 1 aluno você ganha descontos nas mensalidades
O mercado de trabalho exige profissionais cada vez mais capacitados e o momento é de quem está mais preparado!

Matrículas abertas

  > 01 aluno por computador
      > Sala climatizada e muito mais
      > Certificado ao final do curso

Não perca tempo e aproveite, vá hoje mesmo à INFOLINK, e garanta já a sua matrícula.
Maiores informações: 87-98857-6493 (ZAP) 

Prof. JAILSON

Rua 26, n° 50 – Bairro Rio Corrente – Petrolina-PE



Blog do BILL NOTICIAS

STJ autoriza continuidade das obras de transposição do São Francisco

Obras do trecho estão 97% concluídas
  Por: Agência Brasil
Rio São Francisco
Rio São FranciscoFoto: Divulgação/Ministério da Integração Nacional

O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), João Otávio de Noronha, suspendeu uma decisão da segunda instância da Justiça Federal que impedia a continuidade das obras no último trecho do Eixo Norte da Transposição do Rio São Francisco.

As obras do trecho estão 97% concluídas, segundo o site do Ministério do Desenvolvimento Regional. Em fevereiro, o ministro titular da pasta, Gustavo Canuto, disse em reunião com o governador do Ceará, Camilo Santana, que as águas alcançariam o trecho final no estado até o segundo semestre deste ano.

A decisão de 2016 do desembargador Souza Prudente, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), que interrompia as obras remanescentes para a conclusão do Eixo Norte, já havia sido derrubada em 2017 pela então presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia.
Em novembro do ano passado, porém, o atual presidente da Corte, ministro Dias Toffoli, tornou sem efeito a suspensão da decisão, por entender que caberia ao STJ, e não ao Supremo, deliberar sobre o assunto. Desde então, uma situação de insegurança jurídica passou vigorar sobre a execução das obras.

Ao recorrer ao STJ, a Advocacia-Geral da União (AGU) argumentou haver risco de prejuízo milionário aos cofres públicos em caso de desmobilização da mão de obra, uma vez que já havia ocorrido o “início da execução do contrato, o qual vem atendendo aos marcos estabelecidos no cronograma” do governo.

A AGU afirmou que “caso a União seja obrigada por força de medida judicial a paralisar a obra, o planejamento do Governo Federal para a resolução do racionamento hídrico será afetado, prejudicando os cerca de 4,5 milhões de habitantes da região metropolitana de Fortaleza”.

Ao aceitar os argumentos da AGU, o ministro João Otávio de Noronha, presidente do STJ, considerou “a importância das obras do eixo norte do Projeto de Integração do Rio São Francisco, sob o prisma regional e nacional, para a mitigação de situações adversas experimentadas no Nordeste brasileiro”.

O ministro acrescentou que a interrupção das obras, a seu entender, “além dos elevados custos sociais e econômicos, afronta o interesse público e enseja grave lesão à ordem, à saúde e à economia públicas”.



Blog do BILL NOTICIAS

LEWANDOWSKI DESMONTA O CIRCO: SÓ FLORESTAN E MÔNICA ENTREVISTAM LULA


O ministro do Supremo Tribunal Federal Ricardo Lewandowski desmontou o circo iniciado pela Polícia Federal, que abriu para uma plateia de jornalistas de diversos veículos a entrevista do ex-presidente Lula que seria exclusiva para Florestan Fernandes Jr., do El País, e Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo, conforme havia sido determinado pelo STF. Leia aqui a íntegra da decisão do ministro.
Lewandowski atendeu a um recurso apresentado pela defesa de Lula, que viu como "desrespeito" a decisão da Superintendência da Polícia Federal de Curitiba. Segundo texto publicado na página do ex-presidente, a decisão da PF "desrespeita o Supremo Tribunal Federal e o trabalho dos jornalistas e dos veículos de comunicação que há oito meses obtiveram autorização para entrevista na época das eleições".
Segundo reportagem do site Bem Paraná, após decisão do superintendente da PF em Curitiba Luciano Flores de Lima de abrir a entrevista, "a PF enviou e-mail convidando para um "pré-cadastro" apenas jornalistas pré-selecionados, como do site "O Antagonista". Repórteres de agências de notícias, como Reuters; e jornais como Le Monde, e diversos outros, acostumados a receber diariamente comunicados da PF, não foram convidados ao pré-cadastro".
"Questionada em grupos de Whatsapp mantidos pela PF desde o início da Operação Lava Jato em 2014, a assessoria da PF não se manifestou sobre os critérios de escolha para o convite. A maioria dos jornalistas não recebeu o e-mail", diz ainda a matéria. Confira abaixo o que diz o e-mail recebido por alguns repórteres selecionados pela Polícia Federal:
"Prezado(a), Não se tratará propriamente de uma coletiva de imprensa, porém, jornalistas pré cadastrados poderão participar da entrevista, embora só poderão realizar suas perguntas se autorizado pelo entrevistando Sr. Luís Inácio Lula da Silva. O pré cadastramento poderá ocorrer até às 17h de hoje, 25/04, por meio do endereço eletrônico da Comunicação Social da PF em Curitiba, xxxx@dpf.gov.br e xxx@dpf.gov.br A quantidade de jornalistas a participar da entrevista dependerá da logística interna e segurança orgânica institucional". Comunicação Social da Polícia Federal Superintendência Regional Curitiba - Paraná 41-3251-xxxx".(247)


Blog do BILL NOTICIAS

Carlos Bolsonaro empregou idosa que nega ter trabalhado para vereador

  Por: Diario de Pernambuco
Foto: CMRJ
Foto: CMRJ

Irmã do atual assessor de Carlos Bolsonaro, Nadir Barbosa Goes, 70, não sabia que participava da lista de assessores do vereador Carlos Bolsonaro (PSC) até janeiro deste ano, quando ele exonerou nove funcionários. A remuneração era de R$ 4.271 mensais.


Além dela, a esposa do atual assessor de Carlos, Neula de Carvalho Goes, 66, também foi exonerada pelo vereador após a posse do pai na Presidência da República.

A carga horária prevista para assessores comissionados da Câmara Municipal do Rio é de seis horas diárias, que não precisam ser cumpridas no espaço físico da Casa. Esses funcionários não batem ponto e têm a frequência assinada pelo próprio vereador.

De acordo com a Folha de S.Paulo, o chefe de gabinete de Carlos Bolsonaro, Jorge Luiz Fernandes, negou que Nadir recebesse salário sem prestar serviços. Ele disse que Nadir, Neula e outras duas funcionárias exoneradas por Carlos trabalhavam em um núcleo chefiado por Edir, o militar irmão de Nadir. 

Ainda de acordo com o chefe de gabinete, esses funcionários entregavam mala direta para a base eleitoral do vereador em Campo Grande, na zona oeste do Rio, e anotavam as reinvidicações dos eleitores, principalmente de militares. Para trabalhar diariamente na entrega de correspondências, Nadir teria de percorrer uma distância diária de mais de 130 km entre Campo Grande, no Rio, e Magé, onde vive.



Blog do BILL NOTICIAS

Petrobras aprova programa de demissão voluntária com estimativa de 4 mil adesões

Serão elegíveis empregados da Petrobras Controladora que estejam aposentados pelo INSS até junho de 2020, quando se encerram as inscrições
  Por: Folhapress
O edifício sede da Petrobras, no centro do Rio de Janeiro (RJ)
O edifício sede da Petrobras, no centro do Rio de Janeiro (RJ)Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

A Petrobras informou na última quarta-feira (24) que seu Conselho de Administração aprovou um novo programa de demissão voluntária, com estimativa de participação de 4.300 empregados.

Serão elegíveis empregados da PetrobrasControladora que estejam aposentados pelo INSS até junho de 2020, quando se encerram as inscrições. A companhia estima que a implantação da medida terá custo de R$ 1,1 bilhão, enquanto o retorno esperado é de R$ 4,1 bilhões no período entre 2019 e 2023.

"O efeito nas demonstrações financeiras ocorrerá à medida em que as adesões se efetivarem", afirmou a Petrobras, destacando que o programa também tem como objetivo "promover a renovação nos quadros da companhia quando for identificada essa necessidade."




Blog do BILL NOTICIAS

ÁREAS DE CONSERVAÇÃO - Ministério do Meio Ambiente tira da internet mapas de áreas de conservação

                                        Por: Correio Braziliense
Registro de áreas de conservação estão indisponíveis no site do MMA. Foto: Reprodução
Registro de áreas de conservação estão indisponíveis no site do MMA. 
Foto: Reprodução


O Ministério do Meio Ambiente tirou da página na internet uma série de mapas de áreas prioritárias para conservação da biodiversidade brasileira. As imagens, que estavam disponíveis no endereço eletrônico areasprioritarias.mma.gov.br, indicam áreas com ecossistema em extinção ou com espécies endêmicas, isto é, que só existem naqueles locais específicos, e precisam de proteção. Esse zoneamento orienta técnicos da pasta e de autarquias como o Instituto Chico Mendes de Conservação e Biodiversidade (ICMBio) e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) tanto em ações de fiscalização quanto de manejo e uso da terra.

Entre os ecossistemas das áreas prioritárias está a Mata Atlântica,  o bioma, que sofreu diversas degradações, atualmente, ocupa menos de 10% do território inicial. A assessoria do Meio Ambiente informou que o hotsite foi retirado do ar,  “pois foi verificado a necessidade de ajustes no mapa das áreas prioritárias para conservação, uso sustentável e repartição de benefícios”. Consta no texto que “os ajustes se fizeram necessários, pois havia um sombreamento entre biomas. A decisão de retirar do ar ocorreu para evitar a disseminação de informação equivocada.”

“Área sombreada” equivaleria a uma marcação de um bioma no mapa que, na verdade, pertence a outro tipo de ecossistema. Uma mancha errada sobreposta no desenho final. Questionada se isso havia ocorrido em todos os mapas, porém, a pasta não respondeu. Além disso, as matérias produzidas pela equipe do ministério e postadas no site a respeito dessas áreas também foram excluídas. Sem as imagens, qualquer iniciativa errônea que prejudique uma área de conservação prioritária, será mais difícil de detectar. “Informamos que os ajustes já estão sendo realizados e encontram-se em fase final. Tão logo seja finalizado, as informações serão republicadas”, respondeu o Meio Ambiente.

O deputado Rodrigo Agostinho (PSB-SP), que preside a Comissão de Meio Ambiente da Câmara dos Deputados, comparou a ação no ministério com o processo que o ministro Ricardo Salles sofreu quando atuava como secretário do Meio Ambiente em São Paulo, por irregularidades na elaboração e aprovação do plano de manejo da Área de Proteção Ambiental Várzea do Rio Tietê. “Ele tomou uma atitude grave, que se assemelha a que o levou a sofrer um processo em São Paulo. Ele decidiu apagar os arquivos, tirar do sistema os mapas de áreas prioritárias de conservação, que indicam as áreas mais sensíveis do país”, criticou. O ministro pode recorrer e, a uma emissora de TV, disse que a sentença do juiz reconheceu que não houve dano ambiental nem vantagem pessoal.

Presidente da Associação dos Servidores da Carreira Especialistas em Meio Ambiente do Distrito Federal, Alexandre Bahia Gontijo foi cuidadoso ao comentar o caso. “O cuidado com essas regiões é importante e caro até para organismos internacionais, como a Organização das Nações Unidas. Eu não sei o que o ministro quer ao retirar essas informações da rede. Mas, se as informações não são mais públicas, isso é um problema”, avaliou. Para Gontijo, será importante comparar os mapas anteriores com os que serão postados.



Blog do BILL NOTICIAS

Pesquisa mostra que 63 milhões de brasileiros estão no vermelho

A inadimplência cresceu 3,2% no País, fazendo com que as dívidas atrasadas virassem realidade para 40,3% da população adulta
  Por: Rodrigo Barros
Dívidas
DívidasFoto: Felipe Ribeiro / Arquivo Folha

O número de inadimplentes chegou a 63 milhões no Brasil em março. O número é recorde, segundo o Serasa Experian, e significa que, em apenas um ano, entre março de 2018 e março de 2019, mais de dois milhões de pessoas entraram no vermelho. Desse montante, 800 mil pessoas ficaram negativadas apenas entre fevereiro e março deste ano. Com isso, a inadimplência cresceu 3,2% no País, fazendo com que as dívidas atrasadas virassem realidade para 40,3% da população adulta do País - percentual semelhante ao encontrado em Pernambuco. No Estado, 2,8 milhões de pessoas, 40,8% da população estadual, têm contas em atraso, de acordo com pesquisa do Serasa. 

“O aumento do desemprego e a alta da inflação nos primeiros meses do ano resultaram em perdas na renda do consumidor, o que impacta diretamente na inadimplência. A concentração de compromissos financeiros típicos de início de ano, como IPTU, IPVA, material escolar, pressiona o orçamento da população”, explica o economista da Serasa Experian, Luiz Rabi, lembrando que esse recorde de pessoas com dívidas em atraso traz prejuízos ao crescimento da economia. 

É o caso, por exemplo, da gari Ana Cristina, de 44 anos. “Eu pagava tudo em dia, só que fiquei desempregada e mudou tudo. Recebi o seguro-desemprego, mas optei por alimentar meus filhos e dar prioridade às coisas dentro de casa”, justificou Ana, admitindo que até as contas de água e luz da sua casa estão atrasadas. “Nem trabalhar com o nome sujo você consegue”, lamentou a gari. 

Comerciante, Genildo Jordão, 49 anos, também entrou no vermelho por conta do desemprego. Só que, neste caso, o débito é do cartão de crédito. “É uma dívida pequena, mas, como perdi o emprego, não consigo pagar. Tornou-se uma 'bola de neve'", contou Jordão, que, por conta disso, não consegue mais fazer financiamentos ou compras parceladas. 

O cartão de crédito, por sinal, é um dos grandes responsáveis pela inadimplência. Segundo o Serasa, os débitos que mais deixaram as pessoas negativadas em março foram os de bancos e cartões (28,1%), água, luz e gás (19,8%) e telefonia (13,2%). “O grande vilão é o cartão de crédito, uma vez que dá uma falsa ideia de extensão de renda e tem juros beirando 280% ao ano. É uma ferramenta excelente para quem sabe usar, mas pode se tornar um pesadelo para toda uma família”, reitera o consultor econômico e financeiro, Tiago Monteiro, lembrando que, o aumento da oferta de crédito nos últimos meses também contribuiu com a alta da inadimplência. “Nos anos de 2016 e 2017, no resquícios da crise econômica no Brasil, as pessoas não tinham disponibilidade para gastar e a taxa de juros em torno de 14% deixava o consumidor com receio. Após a queda dos juros para 6,5%, os compradores voltaram a consumir”, lembrou Monteiro. 

Idades
Os pernambucanos Ana e Genildo estão na faixa etária que corresponde à maior parte dos brasileiros que têm contas em atraso. Segundo o Serasa, 19,9% dos 63 milhões de inadimplentes têm entre 41 e 50 anos. Mas o segmento que apresentou a maior alta foi o de idosos. É que 38,8% dos consumidores com mais de 61 anos estavam inadimplentes em março. 

Para esses consumidores, a dica dos especialistas é coloca todas as contas na ponta do lápis para avaliar se seus gastos cabem na sua renda. Se o saldo for neutro, recomenda-se atenção e o corte de itens supérfluos. Mas, se for vermelho, o cuidado deve ser recobrado: guardar o cartão e comprar só o essencial é fundamental.



Blog do BILL NOTICIAS

Julio Lossio sai do silêncio com críticas à educação municipal em Petrolina

   Via: Carlos Britto


O ex-prefeito de Petrolina, Julio Lossio (PSD), começa a sair da  discrição em que mergulhou após o fracasso das eleições do ano passado. Em seu Instagram, Lossio fez um comentário dirigido à deputada estadual Dulcicleide Amorim (PT), elogiando o desempenho da educação municipal nas cidades de Afrânio e Dormentes (ambas no Sertão do São Francisco). Ao mesmo tempo, ele se disse “entristecido” em ver que o mesmo não está acontecendo em Petrolina.
Nossa cidade vinha num ritmo acelerado de evolução nos índices educacionais, mas agora teve uma queda drástica nos seus resultados. Os alunos são os mesmos, os professores são os mesmos, só o que mudou foi a gestão. Passou da hora do governo municipal reconhecer o erro na gestão da Educação da nossa cidade e colocar Petrolina de volta nos trilhos do desenvolvimento educacional, como deixamos quando estávamos na prefeitura”, cutucou. Pelo visto 2020 começa a chegar mais rápido. Pelo menos para os adversários do prefeito Miguel Coelho.

Blog do BILL NOTICIAS

PSDB PAULISTA FEZ CAIXA DOIS DE R$ 97 MILHÕES NOS PEDÁGIOS E SÓ SERRA LEVANTOU R$ 39 MILHÕES

REUTERS/Adriano Machado

Delações de executivos das empreiteiras Odebrecht e Andrade Gutierrez apontam que o senador José Serra e outros políticos do PSDB paulista, além de operadores ligados ao grupo, cobraram ao menos R$ 97,2 milhões em propinas durante oito anos. De acordo com delatores, o ex-governador teria sido o maior beneficiado no esquema, tendo recebido no mínimo R$ 39,1 milhões para caixa 2 de diferentes campanhas suas. O dinheiro teria sido obtido por meio de contratos de obras de infraestrutura do governo do estado. Os recursos seriam destinados também ao caixa 2 de campanhas do PSDB. Serra governou o estado de 2007 a 2010.
Os colaboradores são investigadas na Justiça Eleitoral, no Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) e pelas forças-tarefa da Operação Lava Jato em São Paulo e Curitiba. Além de Serra, são citados nas delações o ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB-SP), o ex-senador Aloysio Nunes (PSDB-SP) e ainda Gilberto Kassab (ex-DEM, hoje PSD-SP), ex-prefeito de SP.
No final do ano passado, o Supremo Tribunal Federal arquivou parte do inquérito contra Serra e enviou o restante para ser apurado pela Justiça Eleitoral, pois os crimes teriam sido praticados com para financiar eleições e teriam sido cometidos antes de o senador iniciar o mandato, o que não justificaria o foro privilegiado de acordo com o atual entendimento do STF.
Como governador de São Paulo, em 2007, Serra nomeou Paulo Vieira de Souza, o Paulo Preto, para a diretoria de Engenharia da Dersa. De acordo com delatores da Odebrecht, um de seus primeiros atos no cargo foi cobrar 0,75% de propina dos valores recebidos pelo consórcio liderado pela empresa, em contrapartida a uma mudança contratual que permitiria o aumento dos lucros das construtoras em pelo menos R$ 70 milhões.
De acordo com a investigação, as empreiteiras pagavam R$ 200 mil mensalmente. Os pagamentos da propina que seria destinada ao caixa 2 de Serra teriam terminado quando a soma estava em R$ 2,2 milhões.
Outro lado
Em nota enviada à reportagem, por meio de sua assessoria de imprensa, o senador José Serra negou ter recebido vantagens indevidas. "Todas suas contas de campanhas ficaram a cargo do partido e foram aprovadas pela Justiça Eleitoral", diz a nota enviada ao site UOL. "Serra espera que tudo seja esclarecido da melhor forma possível para evitar que prosperem acusações falsas que atinjam sua honra e ilibada trajetória pública".
Alckmin, que preside o PSDB, não respondeu diretamente aos questionamentos da reportagem. Em nota, o partido afirmou que obras públicas "nunca foram usadas com a finalidade de angariar recursos para contribuições eleitorais". "O que se tem notícia - e já é objeto de investigação e de ações judiciais reparatórias - é da prática de cartel contra a administração pública, levada a efeito por empresas privadas, mediante eventual participação de agentes públicos sem nenhuma relação com o partido, que igualmente deverão responder por seus atos perante o Poder Judiciário".(247)


Blog do BILL NOTICIAS

Venezuelanos estão reconstruindo sonhos

  Por: Diario de Pernambuco
Foto: Arquivo pessoal
Foto: Arquivo pessoal

O plano dos venezuelanos Lerderis Sierra, de 28 anos, e Brainerd Hernandez, 36 anos, precisou mudar. Várias vezes. A crise instalada no país obrigava o casal, no ano passado, a abandonar familiares, empregos e tudo que construíram. Foi preciso fugir do caos e o caminho foi o Brasil, mais precisamente Roraima. Mais uma saga. Por quase um ano, a professora de música e o coordenador de recursos humanos vivem à espera de doações e de orações por dias melhores. A virada parece começar a acontecer. Um projeto da Datamétrica Contact Center, que promove integração social por meio do emprego, viabilizou em Pernambuco o que o casal agora chama de reconstrução. A saudade segue em alta, mas o acolhimento local tem sido revigorante.

“Ninguém sonha em sair do seu país como a gente teve que sair. Você espera que as coisas melhorem sempre. Saímos há um ano e só piorou por lá (Venezuela). Mas em Roraima, a gente seguiu sem oportunidades de voltar a ter uma vida normal, com trabalho e casa, por exemplo”, lembrou Lerderis. “Quando a gente soube das vagas em Pernambuco, veio a esperança de recuperar parte da vida normal”.

Trata-se de uma ação da Datamétrica Contact Center, que busca dar oportunidades a refugiados com a integração das pessoas nas operações bilíngues do grupo. Ana Catarina Sobral, gerente de RH da Datamétrica, explica que a proposta é clara pela empregabilidade, mas tem um reforço de cunho social.

“Dentro dos nossos processos internos, a gente avaliava como poderia colaborar com essas pessoas, que precisaram sair de casa, do seu país e que não tinham mais como viabilizar a manutenção de coisas básicas de uma família. Então procuramos o grupo de venezuelanos para o processo seletivo de duas vagas. Oito pessoas participaram até chegarmos ao casal. Os dois atenderam aos requisitos e já estão em treinamento para a unidade Olinda da nossa operação”, detalhou.

A vontade de mostrar serviço já é notória, Ana Catarina adianta. “O que você observa não é apenas um profissional querendo se firmar no trabalho novo. São pessoas querendo nova oportunidade de vida. Estão respondendo muito bem ao trabalho, mostrando determinação, valorização do emprego. Fizemos um acolhimento diferente para eles na empresa. Apresentamos as pessoas, integramos para que eles não se sentissem pessoas estranhas no nosso ambiente de trabalho, para que essa mudança não fosse mais uma ruptura traumática. Tanto que, espontaneamente, muitos já estão ajudando a procurar apartamento para eles perto da unidade, mostrando a cidade, e fazendo o dia a dia mais leve. É quando você pondera o peso que se dá aos problemas. Resgatar a vida deles gerou reflexão de vida. Por isso, espero que esse projeto não pare nesses dois”.

Brainerd não nega a saudade grande da antiga rotina, mas já consegue visualizar dias melhores à frente. “Eu sinto falta e sei que é normal sentir isso. Ficou por lá uma parte nossa. Tínhamos família perto, trabalho de muito tempo e outras coisas, como projetos sociais em ONGs. Mas estranhei ao chegar aqui. Na empresa, todos muito agradáveis, nos fizeram sentir como família. Nos perguntam como estamos, como a nossa família está na Venezuela, como é a nossa história. Parece um lugar e um momento bom para seguir a vida”, reiterou.



Blog do BILL NOTICIAS

Projeto de Extensão de Paracanoagem continua com inscrições abertas até dia 6 de maio

  Via:Carlos Britto
(Foto: Divulgação)

Pelo terceiro ano, o Grupo de Estudo e Pesquisa em Atividade Física Adaptada (Gepafa), vinculado ao Colegiado de Educação Física da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), abriu inscrições para o Projeto de Extensão de Paracanoagem. Os interessados têm até o próximo dia 6 de maio para garantir sua vaga.
A iniciativa é voltada para pessoas com deficiência motora e/ou física, a exemplo de lesões na medula, amputações de membros, alterações ortopédicas, paralisia cerebral – entre outras limitações. Tanto as inscrições quanto as mensalidades são gratuitas.
Os locais de matrícula presencial são a secretaria do Iate Clube de Petrolina (exceto às segundas), no Colegiado de Educação Física (próximo ao Parque Josepha Coelho) ou ainda pelo site do Gepafa.
Além da empresa Arca Sport Kaiaqueria, este ano o projeto celebrou parceria com o Iate Clube. Essa, segundo o professor da Univasf e coordenador do projeto, Leonardo Trevisan, é uma das razões para a procura ter aumentado em relação aos anos anteriores. “Além da acessibilidade, a questão de infraestrutura ajuda, já que o projeto acontecerá no lago do Iate, pois algumas pessoas têm receio de praticar caiaque no rio”, explicou. Ele deixou claro que não é preciso saber nadar, uma vez que todos os alunos utilizam coletes salva-vidas. Quem desejar mais informações pode entrar em contato com o professor por meio do contato (87)  9 9935-1343 (WhatsApp).

Blog do BILL NOTICIAS