sexta-feira, 1 de fevereiro de 2019

BRUMADINHO Vídeo mostra momento em que mar de lama atinge Brumadinho após rompimento de barragem; assista

Nas imagens é possível ver a avalanche de lama 
invadindo o terreno da Vale
  Por: Portal FolhaPE
Mar de lama invade Brumadinho
Mar de lama invade BrumadinhoFoto: Reprodução


Uma câmera instalada em um guindaste na Mina do Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG), flagrou o exato momento que a lama de rejeitos avança sobre a cidade após o rompimento da barragem da mineradora Vale. O vídeo [assista abaixo] foi divulgado nesta sexta-feira (1º) pela TV Bandeirantes. 

Nas imagens é possível ver a avalanche de lama invadindo o terreno da Vale. Uma extensa cortina de poeira se forma enquanto os rejeitos avançam. Também é possível ver pessoas e veículos em fuga.

O último balanço do Corpo de Bombeiros sobre a tragédia contabiliza 110 mortos, dos quais 71 foram identificados, e 238 desaparecidos.

Assista abaixo:





Blog do BILL NOTICIAS

VALE Doações da Vale a políticos somaram R$ 82 milhões em 2014

  Por: AE
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A Vale e suas mineradoras e empresas subsidiárias influenciaram em 25 Estados e no Congresso Nacional ao distribuir, por meio de doações oficiais e legalizadas, recursos que somaram R$ 82,2 milhões a deputados, senadores, governadores e aos três candidatos mais votados à presidência, segundo levantamento do Estadão Dados. No total, 139 parlamentares estaduais e 101 federais, além de sete governadores e dez senadores, foram eleitos em 2014 - para a legislatura que se encerra neste mês - com alguma participação dessas mineradoras em suas campanhas. Doações de empresas a políticos já não são mais permitidas.

O total colocou a Vale entre os maiores protagonistas de financiamento de campanha naquele ano, em patamar só comparável à JBS, empresa de alimentação que informou em delação premiada ao Ministério Público o caráter ilegal do dinheiro doado. 

As doações da mineradora são concentradas em Estados onde a empresa desenvolve operações volumosas, como Minas (18%), Pará (8,8%) e Espírito Santo (8,2%), mas compreende diferentes partidos, do PT ao PSDB, com destaque para políticos do PMDB. No total, candidatos de 27 partidos diferentes receberam doação dessas mineradoras. 

O cientista político da Fundação Getulio Vargas (FGV) Cláudio Couto vê ligação direta entre as doações e a defesa da agenda da doadora. "A empresa espera que o político defenda seus interesses, e isso não significa agir necessariamente de forma corrupta para facilitar algo. Mas que defenda um marco regulatório nos moldes desejados, por exemplo", explica ele. "E isso não é peculiar à mineração. Acontece com vários setores", acrescenta. 

A miríade de doações fez com que políticos que receberam valores da Vale fossem maioria entre os eleitos, como é o caso do Espírito Santo, onde oito dos dez deputados federais receberam doações da empresa. A porcentagem é alta também entre eleitos para o Congresso por Minas (64,5%), Sergipe (50%) e Pará (47%). Nas assembleias estaduais, o padrão é o mesmo: 16 dos 24 deputados do Mato Grosso do Sul receberam dinheiro da Vale, 24 dos 41 no Pará e 45 dos 77 em Minas. 

"A Vale nem me procura porque sabe que não vou aceitar", diz o deputado estadual de Minas João Vítor Xavier (PSDB), autor de um projeto que previa maior rigor na fiscalização de barragens e pretendia desativar modelos como os de Brumadinho e Mariana - construídas com a técnica de alteamento à montante, considerada obsoleta e insegura. Em julho de 2018, sua proposta acabou reprovada na Comissão de Minas e Energia da Assembleia mineira por três votos a um. Dois dos três que votaram contra receberam doação da Vale em 2014. 

"Durou 30 segundos a análise e eles votaram contra. Passamos oito meses desenvolvendo a proposta com população, Ministério Público e Ibama, mas eles não quiseram ouvir os argumentos técnicos e preferiram ouvir as mineradoras", diz. Reeleito para mais um mandato, Xavier promete encampar novamente o projeto, dessa vez "esperançoso por mudança".

Vale
A reportagem perguntou à Vale com que fins institucionais a empresa fazia as doações, como foram escolhidos os candidatos que receberam recursos, por que as doações são mais volumosas nos Estados onde há mais operações da mineradora, se a empresa manteve contatos com os parlamentares eleitos com ajuda da Vale e se há nova política para doação por pessoa física - única modalidade permitida pela lei atual. As perguntas não foram respondidas até a publicação desta matéria.




Blog do BILL NOTICIAS

Conferência Municipal de Saúde vai debater os interesses e necessidades da população de Dormentes-PE

   Via:Vinicius de Santana


População e profissionais da saúde vão elaborar propostas para melhorias da saúde do município_
Será realizada na próxima terça-feira (05) em Dormentes, a 6º edição da Conferência Municipal de Saúde. Promovida pela Prefeitura, através da Secretaria de Saúde e Conselho Municipal de Saúde, o encontro tem como objetivo avaliar o Sistema Único de Saúde (SUS) no Município, além de eleger propostas que serão enviadas à Conferência Estadual.
Com o tema “Democracia e Saúde: Saúde como Direito e Consolidação e Financiamento do Sus”, o evento contará com palestra, mesa redonda e debates. A programação começa às 08h, na Escola Municipal Maurício José Rolim Cavalcanti.
Para a secretária de Saúde, Talita Mirele, a presença da população é essencial. “É importante a participação dos usuários, dos profissionais de saúde, dos dirigentes de instituições e todos que puderem. A saúde do país vive um momento delicado e precisa desse envolvimento”, explica a secretária.
Atenta às demandas da população a prefeita de Dormentes, Josimara Cavalcanti destaca a importância da conferência. “A saúde é uma das prioridades da nossa gestão e esse evento é uma ótima oportunidade para ouvirmos as pessoas e juntos criarmos estratégias para garantir melhor atendimento em saúde para todos”, ressalta a gestora.
PROGRAMAÇÃO
8h – Credenciamento / Café da Manhã
9h – Abertura
10h – Palestra Magna: “Democracia e Saúde”
11h – Trabalhos nos grupos com eixos:
Eixo 1: Saúde como direito;
Eixo 2: Consolidação dos princípios do Sistema Único de Saúde;
Eixo 3: Financiamento do Sistema Único de Saúde.
13h – Almoço
13h30 – Plenária com apresentação das propostas
15h40 – Encerramento
Local: Escola Municipal Mauricio José Rolim Cavalcanti


Blog do BILL NOTICIAS

Lucas Ramos e Antônio Coelho: Adversários sim, inimigos não

  Via:Carlos Bitto

Os deputados estaduais Lucas Ramos (PSB/reeleito) e Antônio Coelho (DEM/eleito) deram uma demonstração de que, na política, é possível manter a diplomacia e o bom senso, mesmo caminhando em campos opostos.
Na tarde de hoje (1), durante cerimônia de posse dos 49 parlamentares que farão parte da nova legislatura da Alepe, os dois trocaram cumprimentos cordiais, como deve ser. Lucas e Antônio são dois dos representantes de Petrolina na Casa de Joaquim Nabuco. A outra é Dulcicleide Amorim (PT), que também estreia no mandato – assim como Antônio.

Blog do BILL NOTICIAS

Em Petrolina, carro derruba poste de energia e causa incêndio em vegetação no Distrito Industrial



Um poste de energia foi derrubado na manhã desta sexta-feira (1º), no Distrito Industrial em Petrolina-PE.
O motorista perdeu o controle do veículo, por motivo ainda desconhecido e colidiu com o poste, derrubando-o na vegetação ao lado causando um incêndio após o acidente. O corpo de Bombeiros foi acionado e rapidamente compareceu o local, controlando a situação.
A Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) também esteve no local para tentar resolver o problema com o poste. (Fotos e informações do G1)


Blog do BILL NOTICIAS

CASO DOS 51 MILHÕES EM MALAS DE IRMÃO DE GEDDEL SERÁ ARQUIVADO


247
O caso escandaloso dos R$ 51 milhões encontrados em malas de dinheiro em um apartamento em Salvador, atribuído ao deputado Lúcio Vieira Lima (MDB-BA), irmão do ex-ministro Geddel Vieira Lima, será arquivado no Conselho de Ética da Câmara com o fim dessa legislatura.
O processo ficou parado durante todo o ano passado. Das 25 testemunhas, apenas duas foram ouvidas. O presidente do colegiado é o conterrâneo Elmar Nascimento (DEM-BA). Quem informa é a coluna Radar, da Veja.


Blog do BILL NOTICIAS

STF - Marco Aurélio nega pedido de Flávio Bolsonaro para suspender investigações

 Por: Diario de Pernambuco
Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil
Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

Marco Aurélio decide manter investigações sobre Flávio Bolsonaro

O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu negar, nesta sexta-feira, o pedido do senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) para suspender as investigações do Ministério Público do Rio de Janeiro, que apuram movimentações financeiras consideradas "atípicas" pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).

Na liminar concedida pelo ministro Luiz Fux, no dia 17 de janeiro, as investigações levantadas pela Coaf foram suspendidas e passaram a ter foro privilegiado. Acerca do assunto, Marco Aurélio declarou: “Os precedentes do meu gabinete deixam claro meu pensamento em relação a casos como este.

Investigações 

Filho mais velho do presidente da República, Jair Bolsonaro, o deputado estadual e senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) voltou a afirmar que é vítima de perseguição em relação às investigações envolvendo seu nome e de seu ex-assessor Fabrício Queiroz, que aparece com movimentação atípica de R$ 1,2 milhão em relatório do Coaf. 

Ao ser questionado sobre quando iria ao Ministério Público prestar esclarecimentos, ele não respondeu. "Já falei o que eu tinha de falar, não tenho novidade nenhuma", acrescentou.

Flávio Bolsonaro toma posse como senador nesta sexta-feira, 1 de fevereiro.



Blog do BILL NOTICIAS

SOLIDARIEDADE - Pernambucanos criam rede de apoio para famílias das vítimas de Brumadinho

  Por: Diario de Pernambuco
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Após o rompimento da barragem em Brumadinho,em Minas Gerais, voluntários pernambucanos criaram uma rede de apoio para atuar na cidade mineira. Eles estão divididos em vários pontos do local para oferecer atendimento médico, psicológico e assistência social. 

Além disso, cerca de 500 rosas brancas e uma quantidade ilimitada de abraços estão sendo dsitribuídas como forma de levar conforto aos moradores de Brumadinho. Desde a última sexta-feira, mais de cinco mil voluntários se inscreverem na Transforma Brasil, plataforma criada pela ONG Novo Jeito. 

Representantes da instituição chegaram à cidade nesta madrugada e segue com parcerias com outras Organizações Não Governamentais da Grande Belo Horizonte para atuar na área. 




Blog do BILL NOTICIAS

PROFESSORA RECEBE SEGUNDA DENÚNCIA POR CITAR PAULO FREIRE

Reprodução


A professora da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) Rosana Pinheiro Machado, usou sua conta no Twitter para denunciar perseguição dentro de sala de aula. É a segunda denúncia de alunos pelo fato de Machado citar o educador e patrono da educação brasileira Paulo Freire em seus textos. 
Recebi hoje uma denúncia da ouvidoria da UFSM de uma pessoa que dizia que era um absurdo ter uma professora que escrevia sobre Paulo Freire num jornal. Um e-mail completamente louco e sem sentido. É a segunda denuncia que respondo em seis meses. Está insuportável para mim.
Recebi hoje uma denúncia da ouvidoria da UFSM de uma pessoa que dizia que era um absurdo ter uma professora que escrevia sobre Paulo Freire num jornal. Um e-mail completamente louco e sem sentido. É a segunda denuncia que respondo em seis meses. Está insuportável para mim.
776 pessoas estão falando sobre isso
Ele ainda revela que já foi duas vezes dar aula com guarda universitária (não na UFSM). "Se voltar ao Brasil foi uma aposta arriscada, cada vez mais se torna uma escolha impossível", lamenta. 

Recebi hoje uma denúncia da ouvidoria da UFSM de uma pessoa que dizia que era um absurdo ter uma professora que escrevia sobre Paulo Freire num jornal. Um e-mail completamente louco e sem sentido. É a segunda denuncia que respondo em seis meses. Está insuportável para mim.
Eu já fui duas vezes dar aula com guarda universitária (não na UFSM). Se voltar ao Brasil foi uma aposta arriscada, cada vez mais se torna uma escolha impossível.
159 pessoas estão falando sobre isso





Blog do BILL NOTICIAS

MOURÃO DEFENDE ABORTO: DECISÃO DA MULHER

Marcos Corrêa/PR

Em declaração que confronta diretamente o bolsonarismo, especialmente com sua vertente fundamentalista, o vice-presidente, general Hamilton Mourão defendeu o direito de a mulher decidir livremente sobre o aborto. Foi em entrevista ao jornal O Globo. Para ele, em caso de estupro ou em situações nas quais "a pessoa não tem condições de manter aquele filho", a mulher "teria que ter a liberdade de chegar e dizer 'preciso fazer um aborto'". A declaração é bombástica e deve abrir mais uma crise intestina no governo Bolsonaro.
Veja as perguntas dos jornalistas Eduardo Bresciani , Jussara Soares, Karla Gamba e Paulo Celso Pereira e as respostas de Mourão sobre o assunto: (247)
Como o senhor acha que tem que ser tratado dentro do governo os temas de gênero?
O governo tem que tratar de forma objetiva. É uma questão de saúde pública. Doenças sexualmente transmissíveis são uma questão de saúde pública. A questão do aborto também é algo que tem que ser bem discutido, porque você tem aquele aborto onde a pessoa foi estuprada, ou a pessoa não tem condições de manter aquele filho. Então talvez aí a mulher teria que ter a liberdade de chegar e dizer “ preciso fazer um aborto”.
 
Até mesmo nos casos em que a mulher não tenha condições de manter o filho?
 
Minha opinião como cidadão, não como membro do governo, é de que se trata de uma decisão da pessoa.
 
O senhor acha que poderiam ser ampliadas essas possibilidades de aborto?
 
Pessoalmente, eu acho que poderia.




Blog do BILL NOTICIAS

VENEZUELA É PARTE DO PLANO DE TRUMP PARA DOMINAR AMÉRICAS, DIZ WSJ



A tentativa do governo Trump de derrubar o presidente venezuelano Nicolás Maduro marca a abertura de uma nova estratégia para os Estados Unidos exercerem influência sobre a América Latina. É o que revela artigo do jornal Wall Street Journal baseado em declarações de autoridades do governo estadunidense.
O jornal destaca que os EUA têm em mira não apenas a Venezuela, mas também Cuba, um adversário que tem concentrado as atenções dos EUA na região há mais de 50 anos, bem como as recentes incursões da Rússia, China e Irã na vida internacional. .
Funcionários de alto escalão do governo Trump há muito acreditam que Cuba é a mais séria ameaça à segurança nacional dos EUA. Eles citam as operações de inteligência de Cuba nos EUA e seus esforços para disseminar visões antiamericanas em outros países latino-americanos.
Isto justificaria, na opinião desses funcionários, que o governo de Trump rompa os laços entre Venezuela e Cuba, afundando os regimes em ambos os países.
A assertividade vem do desejo da Casa Branca de reverter uma reaproximação parcial com Havana pela administração Obama através da flexibilização das sanções e da abertura da ilha aos EUA. investimento.
O governo estadunidense divulga que a inteligência cubana está profundamente integrada aos militares venezuelanos e no aparato de segurança do governo Maduro. Igualmente, observa que a Venezuela, por sua vez, fornece a Havana petróleo bruto a praticamente nenhum custo, um volume que chegou a atingir 100 mil barris de petróleo por dia. E ambos os países se fortaleceram os laços com Moscou, Teerã e Pequim.
Depois da Venezuela e Cuba, os EUA estão de olho na Nicarágua. O Departamento de Estado considera que o país centro-americano tem um governo autocrático e repressivo e que os nicaraguenses estão se unindo ao fluxo de migrantes para os EUA, na fronteira com o México.
De acordo com John Bolton, conselheiro de segurança nacional de Donald Trump, Cuba, Venezuela e Nicarágua formam "a troica da tirania", que vai "desmoronar".
O Wall Street Jornal assinala ao mesmo tempo que a estratégia dos EUA acarreta grandes riscos. O fracasso dessa estratégia poderias agravar a situação econômica da Venezuela e implicar o aumento do fluxo migratório. Por outro lado, a derrota dessa estratégia daria a Cuba e Venezuela uma espécie de vittória diplomática de Davi contra Golias e fortaleceria a posição da China, da Rússia e do Irã na região.
O jornal põe em relevo ainda que a eleição no ano passado do presidente Ivan Duque na Colômbia e de Jair Bolsonaro no Brasil, ambos de extrema-direita, alteram a paisagem política regional. O jornal ressalta que o secretário de estado dos EUA, Mike Pompeo, já elaborou planos de ação tanto com o colombiano como com o brasileiro.
O jornal narra as movimentações de Trump e do vice-presidente Mike Pence por trás da tentativa de golpe na Venezuela, com a autoproclamação de Guaidó como presidente interino. Aponta ainda o apoio político estadunidense e a política de sanções econômicas com a qual o governo Trump pretende estrangular a Venezuela.
Agora, o governo dos Estados Unidos estuda os próximos passos. Podem ser adotadas novas medidas contra Cuba, a partir da designação da ilha caribenha como um país "patrocinador do terrorismo", para afetar os investimentos de vários países na economia cubana. Estão em estudo novas sanções, com a aplicação com ainda maior rigor da Lei Helms-Burton. As novas sanções contra Cuba visam inviabilizar a continuidade da ajuda cubana ao governo venezuelano de Nicolás Maduro, finaliza o Wall Street Journal.(247)


Blog do BILL NOTICIAS

Vale vai optar por fechar acordos extrajudiciais, diz presidente

  Por: AE
Foto: Valter Campanato/ Agência Brasil


O presidente da Vale, Fábio Schvartsman, disse nesta quinta-feira (31) que a empresa pretende acelerar ao máximo o pagamento de indenizações às famílias das vítimas da tragédia em Brumadinho (MG). Segundo o executivo, a Vale vai abdicar de qualquer ação judicial sobre o caso e vai optar por fechar acordos extrajudiciais.

O anúncio foi feito após reunião com a procuradora-geral da República, Raquel Dodge. O rompimento da barragem na última sexta-feira (25) causou, até o momento, a morte de 99 pessoas, e 259 pessoas estão desaparecidas.

"Nossa intenção foi basicamente revelar a ela (Dodge) a nossa intenção de acelerar ao máximo o processo de indenização e atendimento às consequência do desastre. Para tanto, estamos preparados para abdicar de ações judiciais. Queremos fazer acordos extrajudiciais e estamos buscando assinar, com a maior celeridade possível, ações com as autoridades do Estado de Minas Gerais que permitam que a Vale comece imediatamente a fazer frente a este processo indenizatório", disse.

O valor das indenizações não foi definido pela empresa, disse Schvartsman, mas a intenção é realizar os pagamentos assim que o acordo for assinado com o governo de Minas Gerais. "O valor do acordo é o valor que tiver que ser. Não existe um valor definido. Vai ser aquilo que for necessário. Quando for definida a extensão das vítimas, o valor será decorrente disso", disse.

Schvartsman foi questionado sobre se temia que executivos da Vale fossem presos. "Eu não tenho nenhum motivo para temer a prisão de nenhum executivo da Vale", respondeu.

Ele negou que os acordos para o pagamento de indenizações tenham como objetivo aliviar a aplicação de futuras penalidades à empresa. "Nós não estamos em absoluto preocupados com esta questão. Estamos sinceramente muito chateados e tristes com o que aconteceu e queremos minorar o sofrimento das vítimas", disse.

Sobre as possíveis punições pelos impactos ambientais causados pelo rompimento da barragem, o presidente da Vale ressaltou que a prioridade é a atenção às vítimas. "Todos os aspectos foram discutidos, mas concordamos que a primeira atenção é às vítimas. Todo o resto é importante, ninguém tira a importância e tudo será cuidado", afirmou.

Schvartsman descartou a possibilidade de que tenha havido conluio entre funcionários da Vale e da Tüv Süd, empresa alemã que atestou a segurança das barragens da companhia. Três empregados da Vale e dois funcionários da Tüv Süd foram presos na última terça-feira (29).

"A gente compreende que nessa hora, que é de muita consternação e tristeza, versões estranhas aconteçam de todas as coisas. Do meu conhecimento, nada disso existe. Muito pelo contrário, todo o procedimento da Vale tem sido, em todas as informações que me chegaram, absolutamente pertinentes e corretas", disse.

Sobre eventual falha nas sirenes que poderiam alertar funcionários sobre o rompimento da barragem, o executivo disse que o equipamento foi levado pela onda de rejeitos e, por isso, não funcionou da forma esperada.

"A sirene é uma coisa trágica. Em geral, pelo que o histórico de rompimento de barragens demonstra, isso vem com algum aviso. Isso acontece aos poucos. Aqui aconteceu um fato que não é muito usual. Houve um rompimento muito rápido da barragem. E o problema da sirene é que a sirene que ia tocar foi engolfada pela queda da barragem antes que pudesse tocar", disse.

Schvartsman disse que Dodge propôs a realização de novas reuniões com a empresa. "A PGR terá um papel relevante porque existe essa necessidade, mas um primeiro acordo está sendo dirigido no Estado de Minas que é onde as vítimas estão e onde está a jurisdição do acidente que aconteceu", afirmou.

O presidente da Vale disse que a companhia realizou hoje cultos ecumênicos em homenagem às vítimas - a tragédia completou sete dias hoje. " A empresa está toda de luto e emocionada pelo que aconteceu. Não é diferente comigo. Estou muito abalado pelo que houve. Meu coração e minha cabeça estão voltados para o atendimento às vítimas e tentar minorar o sofrimento que foi causado."



Blog do BILL NOTICIAS