domingo, 9 de setembro de 2018

‘Por que Fernando Haddad e Manuela D’Ávila vão ganhar’, escreve André Forastieri

Casal do PT-PC do B parece de novela
Outros candidatos evocam só o passado
  Por:  /Poder360graus
Fernando Haddad e Manuela D'ávila explicam acordo entre PT e PC do B nas eleições.
os especialistas em eleições não assistem TV aberta. Não frequentam terminal de ônibus. Não batem papo com o Claudião do posto e a Marcinha da padoca. Não assistem vídeo de funk no YouTube.
No começo do ano o discurso era “a economia vai melhorar e com isso um candidato reformista, que dê continuidade ao governo Temer, terá grande chance de emplacar”.
Incontáveis matérias com a palavra “retomada” no título. O mercado financeiro celebrava. Mas era só sair na rua, longe dos guetos dos ricaços, para ver o aumento das placas de “Aluga-se”.
Foi muita pesquisa, muita estatística, muita teoria. E pouco pé no chão, pouca sola de sapato gasta. Por isso os experts, inclusive alguns cardeais da imprensa, erram tanto.
A retomada não veio, a pauta de Temer foi rejeitada. O próprio FHC disse com todas as palavras: “Quem for o candidato do mercado vai perder”.
Em uma única coisa os experts acertaram, inicialmente: o eleitor em 2018 quer o novo.
Mas depois voltaram atrás. Quando Luciano Huck, Joaquim Barbosa e gente como Amôedo não decolaram, o consenso foi que a eleição ficaria entre os velhos, a polarização habitual, mais do mesmo.
Pois bem: em 2018, o novo são Haddad e Manuela. Porque parecem o novo.
Porque são desconhecidos da imensa maioria da população. Porque são jovens. Porque sorriem.

Eles são mais fofos, simpáticos, televisivos. Parecem par romântico da novela das nove! Ou apresentadores do Jornal Nacional. Têm aquela fotogenia, uma certa leveza, outro um tanto de seriedade.
E isso conta muito no Brasilzão verdadeiro, que assiste TV, ouve música sertaneja e evangélica. Lembrando que a maioria dos eleitores é jovem. E mulher.
Haddad e Manuela fazem Geraldo Alckmin e Ana Amélia parecerem os velhinhos vilões da novela. Ultrapassados, cinzentos, ranzinzas.
E Ciro e Marina? Coadjuvantes, jamais protagonistas.
E Bolsonaro? É o típico capanga falastrão da novela!
Para completar, Haddad e Manuela têm ao seu lado um vovô do bem. Injustiçado. Que já fez muito pelos pobres. E hoje promete retornar para trazer os bons tempos pro povo. Lima Duarte como o padim Lula!
A TV, a fé e o marketing nos ensinam que a esperança sempre vence. Que o bem está do lado dos belos. Que o novo é melhor que o velho. Propostas, promessas, isso é tudo detalhe.
A gente escolhe as coisas muito mais pelo coração do que pela razão. Uma imagem fala mais que mil palavras. A foto diz tudo. O casal 20 sorrindo, Lula abençoando. O Brasil Novo, feliz de novo!
E é por isso que Haddad e Manuela vão ganhar.


Blog do BILL NOTICIAS

FLÁVIO DINO VENCE NO PRIMEIRO TURNO COM 60% NO MA, DIZ PESQUISA


A nova pesquisa Interpreta, feita em todas as regiões do Estado, mostra que o governador Flávio Dino está consolidado na liderança pela reeleição e tem 60,2% dos votos válidos no Maranhão, o que garantiria hoje a vitória no primeiro turno. O levantamento, publicado nesta sexta-feira (7) pelo jornal Correio, de Imperatriz, confirma o que outras pesquisas têm mostrado sucessivamente.
De acordo com a Interpreta, Roseana Sarney tem 33% das intenções de votos válidos, seguida por Maura Jorge (3,3%) e Roberto Rocha (2,9%). Ramon Zapata tem 0,4%; e Odívio Neto aparecem com 0,2%.
Foram feitas 1.500 entrevistas entre os dias 27 e 29 de agosto. A margem de erro é de 3 pontos porcentuais.
A pesquisa está registrada no TSE sob o número MA-07731/2018.

Blog do BILL NOTICIAS

WELLINGTON VENCE EM TODAS AS MICRORREGIÕES DO PIAUÍ

:
  
247

Piauí Hoje - A pesquisa do Instituto Amostragem/Grupo Meio Norte de Comunicação, divulgada na quinta-feira (6), aponta que o candidato à reeleição ao governo do Piauí, Wellington Dias (PT), vence em todas as microrregiões do Piauí. A pesquisa ouviu 1.137 eleitores - com 16 ou mais anos de idade - em 47 municípios pesquisados. 

As microrregiões do Piauí pesquisadas foram Baixo Parnaíba Piauiense (Esperantina, Barras, Piripiri, Batalha); Litoral Piauiense (Buriti dos Lopes, Luís Correia, Parnaíba); Teresina (Teresina, União, José de Freitas); Campo Maior (São Miguel do Tapuio, Castelo do Piauí, Pedro II, Campo Maior); Médio Parnaíba Piauiense (Regeneração, Amarante, Água Branca); Valença do Piauí (Pimenteiras, Elesbão Veloso, Valença do Piauí); Alto Parnaíba Piauiense (Uruçuí); Bertolínia (Bertolínia, Colônia do Gurgueia); Floriano (Nazaré do Piauí, Itaueira, Floriano); Alto Médio Gurguéia (Monte Alegre do Piauí, Bom Jesus); São Raimundo Nonato (Dom Inocêncio, Caracol, Canto do Buriti, São Raimundo Nonato); Chapadas do Extremo Sul Piauiense (Corrente, Curimatá); Picos (Dom Expedito Lopes, Ipiranga do Piauí, Oeiras, Picos); Pio IX (Francisco Santos, Pio IX); Alto Médio Canindé (Simplício Mendes, Fronteiras, Simões, Jaicós, São João do Piauí, Paulistana, Itainópolis).

A pesquisa do Instituto Amostragem tem margem de erro de 2,85% [para mais ou para menos], nível de confiança de 95% e foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília, com o número PI-05933/2018, no dia 31 de agosto de 2018.
Por microrregião
Na microrregião de Teresina, que além da capital integra os municípios de União e José de Freitas, Wellington tem 26,99% das intenções de voto estimuladas. Em segundo lugar vem Doutor Pessoa, com 24,54%; Luciano Nunes, com 9,20%; Elmano Férrer, com 6,44%; Fábio Sérvio e Lourdes Melo, empatados, cada, com 1,53%; Sueli Rodrigues e Valter Alencar empatados, cada, com 0,92%; Luciane Santos tem 0,61%; e Romualdo Seno soma 0,31%.
Na microrregião do Litoral Piauiense (Buriti dos Lopes, Luís Correia, Parnaíba), Wellington Dias vence as eleições com 42,59% das intenções de voto estimuladas. Em seguida, vem Doutor Pessoa, com 6,48%; Luciano Nunes e Elmano Ferrer, empatados, cada, com 4,63%; Sueli Rodrigues com 1,85% e; empatados, cada, com 0,93%, estão Fábio Sérvio, Romualdo Seno e Valter Alencar.
Na microrregião do Baixo Parnaíba Piauiense (Esperantina, Barras, Piripiri, Batalha), Wellington Dias vence as eleições com 44,26%. Em seguida, vem Luciano Nunes, com 9,84% das intenções de voto estimuladas; Doutor Pessoa, com 5,74%; Sueli Rodrigues, com 1,64% e; empatados, Elmano Férrer e Fábio Sérvio, cada, com 0,82%.
Na microrregião de Campo Maior (São Miguel do Tapuio, Castelo do Piauí, Pedro II, Campo Maior), Wellington Dias vence 49,40% das intenções de voto estimuladas. Em segundo lugar vem Doutor Pessoa, com 12,05%; Luciano Nunes, com 9,64%; Elmano Férrer, com 2,41%; e Valter Alencar, com 1,20%.
Na microrregião do Médio Parnaíba Piauiense (Regeneração, Amarante, Água Branca), Wellington Dias vence com 55,36% das intenções de voto estimuladas. Em segundo lugar vem Doutor Pessoa, com 12,50%; Luciano Nunes, com 8,93% e Elmano Férrer com 1,79%.
Na microrregião de Valença do Piauí (Pimenteiras, Elesbão Veloso, Valença do Piauí), Wellington Dias lidera com 43,48% das intenções de voto estimuladas. Em segundo lugar vem Doutor Pessoa, com 19,57%; Luciano Nunes, com 4,35% e Lourdes Melo e Sueli Rodrigues, empatadas, com 2,17%.
Na microrregião do Alto Parnaíba Piauiense (Uruçuí), Wellington Dias vence com larga maioria com 56,25% das intenções de voto estimuladas e; Sueli Rodrigues e Fábio Sérvio estão empatados, cada, com 6,25%.
Na microrregião de Bertolínia (Bertolínia, Colônia do Gurgueia), Wellington Dias vence com 50% das intenções de voto estimuladas. Em segundo lugar, empatados, estão Doutor Pessoa e Elmano Férrer, cada, com 5,56%.
No microrregião de Floriano (Nazaré do Piauí, Itaueira, Floriano), Wellington Dias vence com 33,33% das intenções de voto estimuladas. Em segundo lugar vem Luciano Nunes, com 16,67%; Doutor Pessoa tem 4,17% das intenções de voto.
Na microrregião do Alto Médio Gurgueia (Monte Alegre do Piauí, Bom Jesus), Wellington Dias vence com 31,25% das intenções de voto estimuladas. Em segundo lugar vem Luciano Nunes, com 28,13%; Doutor Pessoa e Elmano Férrer, empatados, cada, com 6,25%.
Na microrregião de São Raimundo Nonato (Dom Inocêncio, Caracol, Canto do Buriti, São Raimundo Nonato), Wellington Dias vence com 48,98% das intenções de voto estimuladas. Em segundo lugar vêm, empatados, Doutor Pessoa e Luciano Nunes, com, cada, 8,16%; seguidos de Elmano Férrer, com 4,08%.
Na microrregião do Extremo Sul Piauiense (Corrente, Curimatá), Wellington Dias vence com 50% das intenções de voto estimuladas. Em segundo lugar vem Luciano Nunes, com 10%; seguido de Doutor Pessoa, com 3,33%.
Na microrregião de Picos (Dom Expedito Lopes, Ipiranga do Piauí, Oeiras, Picos), Wellington Dias vence lidera com 43,24% das intenções de voto estimuladas. Em segundo lugar vem Luciano Nunes, com 10,81%. Doutor Pessoa tem 5,41%. Elmano Férrer, Fábio Sérvio, Sueli Rodrigues e Valter Alencar estão empatados, cada, com 1,35%.
Na microrregião de Pio IX (Francisco Santos, Pio IX), Wellington Dias vence com 73,91% das intenções de voto estimuladas. Em segundo lugar vêm empatados, Elmano Férrer e Valter Alencar, com, cada, 4,35%.
Na microrregião do Alto Médio Canindé (Simplício Mendes, Fronteiras, Simões, Jaicós, São João do Piauí, Paulistana, Itainópolis), Wellington Dias vence com 42,45% das intenções de voto estimuladas. Em segundo lugar vem Doutor Pessoa, com 9,43%; seguido de Luciano Nunes, com 6,60%. Elmano Férrer, Fábio Sérvio e Sueli Rodrigues estão empatados com 1,89% das intenções de voto estimuladas e; Lourdes Melo e Valter Alencar estão empatados com 0,94%.


Blog do BILL NOTICIAS

LULA ENTRA COM NOVO RECURSO PARA SER CANDIDATO

Ricardo Stuckert

 A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que vem sendo mantido como preso político há cinco meses para não disputar eleições presidenciais que ele venceria com facilidade, entrou com um recurso no Supremo Tribunal Federal (STF) para viabilizar sua candidatura ao Palácio do Planalto. "Os advogados de Lula querem que o ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no STF, reconsidere decisão da última quinta-feira (6), quando o ministro negou o pedido para afastar qualquer impedimento à candidatura do petista à Presidência da República. Caso Fachin não reforme a decisão anterior, a defesa de Lula pede que o recurso seja apreciado pela Segunda Turma do STF", informa reportagem da Agência Estado.
Lula tem a seu favor a posição do Comitê de Direitos Humanos da ONU, que Fachin decidiu afrontar, poucos dias depois de, numa sessão do Tribunal Superior Eleitoral, afirmar que o Brasil deveria cumprir seus acordos internacionais.  De acordo com os advogados Cristiano Zanin e Valeska Zanin, “não cabe aos órgãos judiciários brasileiros sindicar as decisões proferidas pelo Comitê de Direitos Humanos da ONU, mas, sim, dar cumprimento às obrigações internacionais assumidas pelo Brasil”. 247


Blog do BILL NOTICIAS



PT ENTRA COM AÇÃO PENAL CONTRA JANAÍNA E MAGNO MALTA POR CALÚNIA E DIFAMAÇÃO


O Diretório Nacional do PT entrou com ação penal contra Janaína Conceição Paschoal e o senador Magno Malta (PR-ES) pelos crimes de calúnia e difamação. A primeira ação foi impetrada no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo e a segunda no Supremo Tribunal Federal (STF). Os relatos foram publicados no site Viomundo.
O parlamentar apontou envolvimento do PT no atentado contra o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), que levou uma facada na barriga durante ato de campanha em Juiz de Fora (MG) na quinta-feira (6). Magno Malta publicou no Twitter uma montagem fotográfica em que mostra num ato do ex-presidente Lula o esfaqueador de Jair Bolsonaro, Adélio Bispo de Oliveira, que já foi preso.
A advogada Janaína Paschoal, que apoiou o golpe contra Dilma Rousseff, concedeu entrevista afirmando que o autor do crime cometido seria vinculado às pessoas “do lado de lá”.
Na peça, os advogados Eugênio Aragão, Ângelo Longo Ferraro, Marcelo Winch Schmidt, Rachel Luzardo de Aragão e Miguel Filipi Pimentel Novaes observam sobre Magno Malta:
6. O querelado não só não se deu ao trabalho de verificar a autenticidade da foto, como usou a foto evidentemente falsa para caluniar "o time" em que jogaria o agressor, ou seja, o Partido dos Trabalhadores, a que pertence o ex-presidente Lula.
7. Ou seja, promove clara difusão de mensagem sabidamente inverídica no intuito de atribuir ao Partido dos Trabalhadores relação direta e de gerência sobre os atos do autor do atentado promovido em detrimento do candidato Jair Bolsonaro.
(...)
13. Ora, reputar esta Agremiação Partidária, de tradicional militância pelos direitos humanos e sociais, o cometimento de crime que pode ser equiparado a atos de terrorismo, ou mesmo afirmar que se tentou, deliberadamente, por razões políticas, macular a integridade física de um Deputado Federal, ora candidato a Presidente da República, constitui ato de grave violação a honra objetivo do Partido dos Trabalhadores.
Sobre Janaína Paschoal, os advogados afirmam que, em vídeo divulgado nas redes sociais, é possível ouvi-la dizer: “eles pisaram na gente, eles submeteram, eles perseguiram, eles processam, eles ameaçam, eles fazem tudo isso e quando percebem que a gente se mantém firme, eles matam.”
4. E, quando questionada quem seriam "eles", responde serem aqueles que estavam no poder e que não estão aguentando a realidade que elas perderem o poder e que elas não vão voltar para o poder", em clara alusão ao Partido dos Trabalhadores.
5. Ora, para que não restem dúvidas, a querelada continua dizendo, ao responder a pergunta se ela acreditava, então, que não se tratava de um ato isolado: "não foi. Essa pessoa é completamente vinculada. A imprensa não tá mostrando ele com camiseta Lula Livre nas redes sociais. Ele faz parte do grupo, entendeu? Ele faz parte."
6. Lula, como é de conhecimento comum, trata de Luiz Inácio Lula da Silva, Presidente de Honra do Partido dos Trabalhadores.
7. Ou seja, afirma a querelada, categoricamente que "aqueles que estavam no Poder", em alusão ao Partido dos Trabalhadores, que governou o país de 2003 a 2016, seria responsável por perseguições, ameaças e até mesmo por mortes. Emenda, a esta fala, a afirmação que o autor do atentado sofrido pelo candidato Jair Bolsonaro seria vinculado ao Partido dos Trabalhadores, uma vez que usaria a camiseta com dizeres de "Lula Livre".
8. Ou seja, a querelada é assertiva ao atribuir a responsabilidade sobre o atentado contra a integridade física do candidato Jair Bolsonaro ao Partido dos Trabalhadores. 247

Blog do BILL NOTICIAS


EM NOTA, PT REPUDIA TUTELA DOS MILITARES SOBRE A DEMOCRACIA


"O Partido dos Trabalhadores convoca as forças democráticas do país a repudiar declarações de cunho autoritário e inconstitucional do comandante do Exército divulgadas pela imprensa neste domingo", diz nota divulgada pelo PT neste domingo. "Depois de dizer quem pode ou não pode ser candidato, de interpretar arbitrariamente a lei e a Constituição o que mais vão querer? Decidir se o eleito toma posse? Indicar o futuro presidente à revelia do povo?", questiona a executiva nacional.
Desde o golpe de 2016, o Brasil já teve a presidente Dilma Rousseff afastada sem crime, o ex-presidente Lula preso para ser impedido de disputar e ainda assim o PT, sob o comando de Gleisi Hoffmann, é favorito para vencer as eleições com Fernando Haddad.
Abaixo, a íntegra da nota:
O Partido dos Trabalhadores convoca as forças democráticas do país a repudiar declarações de cunho autoritário e inconstitucional do comandante do Exército divulgadas pela imprensa neste domingo.
A entrevista do general Villas Boas é o mais grave episódio de insubordinação de uma comandante das Forças Armadas ao papel que lhes foi delimitado, pela vontade soberana do povo, na Constituição democrática de 1988.
É uma manifestação de caráter político, de quem pretende tutelar as instituições republicanas. No caso específico, o Poder Judiciário, que ainda examina recursos processuais legítimos em relação ao ex-presidente Lula.
É muito grave que um comandante com alta responsabilidade se arrogue a interferir diretamente no processo eleitoral, algo que as Forças Armadas não faziam desde os sombrios tempos da ditadura.
Depois de dizer quem pode ou não pode ser candidato, de interpretar arbitrariamente a lei e a Constituição o que mais vão querer? Decidir se o eleito toma posse? Indicar o futuro presidente à revelia do povo? Mudar as leis para que o eleitor não possa decidir livremente? O Brasil já passou por isso e não quer voltar a este passado sombrio.
A Constituição diz claramente que as Forças Armadas só podem atuar por determinação expressa de um dos poderes da República, legitimados pelo estado de direito democrático, e nunca a sua revelia ou, supostamente, para corrigi-los.
A sociedade brasileira lutou tenazmente para reconstruir a democracia no país, com o sacrifício de muitas vidas, após o golpe civil e militar de 1964, que acabou conduzindo o país a um regime ditatorial nefasto para o povo e desmoralizante para as Forças Armadas.
A democracia e o estado de direito não admitem tutela alguma, pois se sustentam na soberania do voto popular.
Um governo legítimo, comprometido com o futuro do país, já teria chamado o general Villas Boas a retratar suas declarações de cunho autoritário e tomado as medidas necessárias para afirmar o poder civil e republicano.
Como se trata de um governo nascido de um golpe, decadente e repudiado pela quase totalidade da população, não lhe resta qualquer autoridade para impor a ordem constitucional aos comandos militares.
Compete ao povo e aos democratas do país denunciar e reagir diante de um episódio que só faz agravar a grave crise social, política e econômica do país.
O Brasil precisa urgentemente de mais democracia, não menos, para retomar o caminho da paz e do desenvolvimento com inclusão social.247
COMISSÃO EXECUTIVA NACIONAL DO PT


Blog do BILL NOTICIAS

CHEFE DO EXÉRCITO REVELA QUE MILITARES NÃO ACEITAM LULA CANDIDATO


A posição das Forças Armadas pode ser a explicação para juízes do Supremo Tribunal Federal e do Tribunal Superior Eleitoral estarem violando tratados assinados pelo Brasil, ao não cumprir determinação do Comitê de Direitos Humanos da ONU, que garante os direitos políticos do ex-presidente Lula. Em entrevistaà jornalista Tânia Monteiro, o general Eduardo Villas Bôas, chefe das Forças Armadas, deixou claro que os militares não aceitam a candidatura Lula. "O pior cenário é termos alguém sub judice, afrontando tanto a Constituição quanto a Lei da Ficha Limpa, tirando a legitimidade, dificultando a estabilidade e a governabilidade do futuro governo e dividindo ainda mais a sociedade brasileira. A Lei da Ficha Limpa se aplica a todos", disse ele.
O general também contestou a decisão da ONU. "É uma tentativa de invasão da soberania nacional. Depende de nós permitir que ela se confirme ou não. Isso é algo que nos preocupa, porque pode comprometer nossa estabilidade, as condições de governabilidade e de legitimidade do próximo governo", afirmou.
Na sua visão, o próximo presidente poderá ter sua legitimidade contestada. "O atentado confirma que estamos construindo dificuldade para que o novo governo tenha uma estabilidade, para a sua governabilidade, e podendo até mesmo ter sua legitimidade questionada. Por exemplo, com relação a Bolsonaro, ele não sendo eleito, ele pode dizer que prejudicaram a campanha dele. E, ele sendo eleito, provavelmente será dito que ele foi beneficiado pelo atentado, porque gerou comoção. Daí, altera o ritmo normal das coisas e isso é preocupante", disse ele.
Segundo o general, Bolsonaro não é o candidato das Forças Armadas. "Quem chancela isso é o povo brasileiro. Nós somos instituição de Estado que serve ao povo. Não se trata de prestar continência para A ou B. Mas, sim, de cumprir as prerrogativas estabelecidas a quem é eleito presidente. Não há hipótese de o Exército provocar uma quebra de ordem institucional."247

Blog do BILL NOTICIAS

RUBENS PAIVA E O GENERAL: ONDE ESTÁ A SOCIEDADE CIVIL NESTA HORA?


O escritor Marcelo Rubens Paiva, filho do deputado Rubens Paiva, preso, torturado e morto pelo regime militar de dado como desaparecido por 40 anos, confrontou o general Alberto Villas Bôas, comandante do Exército, por sua entrevista contendo ameaças à democracia: "Gravíssima esta fala". O escritor fez um verdadeiro questionamento ao país: "A sociedade civil vai deixar barato?" Em outro twitter, Paiva foi incisivo: "Até quando o general Vilas Boas vai ficar desafiando a normalidade democrática?"247
Gravíssima esta fala. Um general tem que defender a Constituição. Não duvidar dela e de um novo governo eleito. A sociedade civil vai deixar barato?
Até quando o general Vilas Boas vai ficar desafiando a normalidade democrática?




Blog do BILL NOTICIAS 

Paulo Câmara: “Vamos ajudar o Brasil com Lula e Haddad”

Em visita a Itacuruba, candidato à reeleição destacou a unidade das esquerdas em favor do País

  Por: Vinicius de Santana


ITACURUBA – O périplo da Frente Popular pelo Sertão de Itaparica, no último sábado (08/09), foi recheado de manifestações espontâneas de uma população que quer ver Pernambuco como grande parceiro de um Brasil que vai voltar a ser feliz. Durante ato com o prefeito deste município, Bernardo Maniçoba (MDB), o governador e candidato à reeleição Paulo Câmara (PSB), fez questão de destacar que a união das esquerdas está muito perto de levar o País a um novo momento de prosperidade para o seu povo.
“Estamos unidos para resgatar esse País. Vamos ajudar o Brasil com Lula e Fernando Haddad a reconstruir tudo o que esse Governo Temer, que não olha para os mais pobres, destruiu. A nossa parceria é em nome do povo, que tem certeza de que as desigualdades vão voltar a ser combatidas”, bradou Paulo, ladeado pelos companheiros  de chapa – Luciana Santos (PCdoB), vice; Jarbas Vasconcelos (MDB) e Humberto Costa (PT), senadores – e pelos deputados Kaio Maniçoba (SD) e Alberto Feitosa (SD).
Paulo Câmara lembrou que Pernambuco viveu o seu melhor momento justamente no período em que Eduardo Campos governava o Estado, tendo o ex-presidente Lula como grande parceiro à frente do Palácio do Planalto. “Vamos, com o apoio de vocês, retomar isso. No dia 7 de outubro, vocês sabem o que fazer: é votar no 13, para governar o Brasil, e no 40, aqui no Estado. E temos que eleger nossos senadores e nossos deputados também”, reforçou.
A agricultora Maria dos Santos, de 63 anos, revelou que não vê a hora de contribuir para Pernambuco seguir avançando com Paulo Câmara e com o PT no plano federal. “O meu voto é desse homem. Paulo é o meu governador e ele vai estar com Lula e com quem Lula botar. Vai ser tão bom para a gente, que precisa tanto de ajuda”, realçou.
O prefeito Bernardo pontuou que a constante presença de Paulo Câmara nos municípios deixa claro como o governador se preocupa com todo o Estado. “O senhor está sempre na nossa região. Não fica distante, em um gabinete, dando canetada. O povo reconhece isso e vai lhe garantir uma grande vitória. É Paulo de novo”, atestou.
FECHADA – Após o ato com o prefeito de Itacuruba, o governador e sua comitiva visitaram a outra força política do município, Djinanny (PSB). Na residência da socialista, Paulo Câmara registrou que caminhará ao lado de todos que querem o melhor para Pernambuco. “É dessa forma que aprendi com Miguel Arraes e Eduardo Campos. E Pernambuco seguirá na frente”, garantiu. “Esse projeto liderado por Paulo é o melhor para o nosso Estado porque é o único que tem compromisso real com a população”, afirmou Djinanny.(Ascom)

Blog do BILL NOTICIAS

Cada candidato à Presidência terá 25 policiais para sua segurança

Resultado de imagem para Cada candidato à Presidência terá 25 policiais para sua segurança

O diretor da Polícia Federal (PF), Rogério Galloro, confirmou neste sábado (8) que a escolta de policiais federais para presidenciáveis deve aumentar de 21 para até 25 policiais por candidato. Segundo a assessoria da PF, a distribuição desse efetivo, por dia, será pensada conforme a agenda dos candidatos.
Em reunião na tarde deste sábado (8) na sede da PF, em Brasília, com representantes de partidos políticos, foram reafirmados os critérios de atuação, as orientações e os protocolos adotados pela PF.
Reunião na sede da P, em Brasília, F define número de policiais para a segurança de cada candidato à Presidência da República
Reunião na sede da P, em Brasília, F define número de policiais para a segurança de cada candidato à Presidência da República – Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência
Em nota divulgada após a reunião, a PF diz que o encontro foi marcado “em decorrência da elevação do nível de alerta provocado por evento crítico no decorrer da campanha”, em uma referência ao ataque sofrido pelo candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro.
Participaram do encontro representantes dos candidatos Álvaro Dias (Podemos), Marina Silva (Rede), Ciro Gomes (PDT) e Geraldo Alckmin. Nenhum representante do PSL compareceu à reunião.
De acordo com a assessoria da PF, desde o início da campanha, todos os presidenciáveis têm à disposição uma equipe de agentes integrados ao pessoal de segurança da campanha, mas só esses pediram o apoio.
Nessa sexta-feira (7), após participar do desfile comemorativo do 7 de Setembro, em Brasília, o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, disse aos jornalistas que o efetivo da PF para a segurança dos candidatos à Presidência da República seria ampliado em até 60%, depois do episódio de quinta-feira (6) envolvendo o candidato do PSL, que foi esfaqueado durante campanha no centro da cidade de Juiz de Fora.
De acordo com o ministro, atualmente 80 agentes da PF fazem a segurança de cinco presidenciáveis que solicitaram o serviço, previsto em resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a partir do momento em que as candidaturas são oficializadas nas convenções eleitorais. Apesar da previsão, ressaltou Jungmann, a proteção não é automática e precisa ser solicitada pelas campanhas. Além de Bolsonaro, a PF faz a segurança de Alvaro Dias (Pode), Ciro Gomes (PDT), Geraldo Alckimin (PSDB) e Marina Silva (Rede).(Agência Brasil)

Blog do BILL NOTICIAS

Candidatos Fernando Filho e Antônio Coelho arrastam multidão em passeio ciclístico pelas ruas de Petrolina

   Por:Carlos Britto
Foto: Ivaldo Reges/divulgação


Mais de mil ciclistas participaram, neste sábado (8), de um ato de apoio ao deputado federal Fernando Filho (DEM), que concorre à reeleição, e ao candidato a estadual Antonio Coelho (DEM). A pedalada ocorreu pelas ruas do Centro e na Orla de Petrolina, contando ainda com a participação do prefeito Miguel Coelho (PSB) e do senador Fernando Bezerra (MDB).
O passeio ciclístico é a primeira de uma série de grandes mobilizações para as últimas semanas da campanha de Antonio e Fernando Filho. Os candidatos ainda devem promover mais três eventos de peso em Petrolina para fortalecer a dobradinha no principal reduto eleitoral dos Coelho. “A pedalada foi importante para levar nossa energia à população e consolidar nossa campanha a fim de obter uma votação expressiva em Petrolina”, disse Antonio no final do passeio. “Agora, é um grande ato todo fim de semana nessa fase final, para sairmos fortes daqui de nossa terra nessa eleição“, completou seu irmão Fernando Filho.
Já Miguel Coelho ressaltou que Petrolina tem adotado ações para incentivar o uso da bicicleta e espera contar com os dois candidatos para ampliar a malha cicloviária do município. “Este mês vamos entregar as obras da ciclovia na orla. Com isso, serão mais de 7 km interligando Petrolina, do Centro à saída da cidade. Mas queremos expandir essas ciclovias, e obviamente que Antonio e Fernandinho podem ajudar, enviando recursos por emenda parlamentar“, destacou o gestor.

Blog do BILL NOTICIAS