terça-feira, 9 de abril de 2013

ONG resgata animais das ruas de Petrolina e Juazeiro e dá exemplo de solidariedade


Retirar animais em situação de risco das ruas, ajudar a encontrar cães desaparecidos ou contribuir para tornar a vida de um animal ou de toda uma família mais feliz. Essas são apenas algumas das atribuições da ONG Proteger, que atua há quase um ano em Petrolina e Juazeiro.
Entre tantas funções, a ONG luta principalmente pelo bem estar e saúde de cães e gatos que moram nas ruas. O principal foco da Organização é retirar os animais de lá, cuidar, castrar e encaminhá-los para a adoção. De acordo com a veterinária Cláudia Ancelmo Soares, a maior dificuldade encontrada dentro da ONG é a falta de espaço para a quantidade de cachorros e gatos. A solução encontrada foi criar um lar temporário.
“Nossa sede não tem espaço suficiente para eles. São muitos animais, com diversos tipos de problemas. Como não temos um abrigo próprio, criamos a ideia do lar temporário para que a própria população nos ajude a cuidar desse animal até que ele seja encaminhado para a adoção”, explica.
Para a assessora de comunicação da Proteger, Tani Siqueira Freire, uma parceria com a prefeitura de Petrolina poderia ampliar o trabalho da ONG na região. “Nós gostaríamos até de propor uma parceria em relação ao Centro de Zoonoses. O local é grande, mas é sujo, os animais não recebem o devido cuidado e são logo sacrificados. Nós já tentamos marcar reuniões com o prefeito, secretários, mas nunca tivemos êxito”, reclama.
Envenenamentos
Um fato chamou a atenção dos voluntários da ONG Proteger nos últimos meses: em Petrolina e Juazeiro, muitos animais de estimação estão morrendo por envenenamento. Os criminosos colocam o veneno, conhecido como chumbinho, em carnes, biscoitos ou qualquer outro alimento que provoque o animal.
“Registramos casos nos bairros Castelo Branco, em Juazeiro, e no Gercino Coelho, em Petrolina. Em Juazeiro, seis gatos e uma cadela morreram, os moradores já sabem quem é o culpado, mas têm medo de denunciar. É importante que as pessoas procurem a delegacia da Polícia Civil ou o Ministério Público para registrar esse absurdo. Já pensou se ao invés de um cachorro ou gato, uma criança ingerisse esse veneno?”, questiona Cláudia.
A ONG
A ONG Proteger conta com cerca de 70 voluntários e sobrevive apenas de doações. Frequentemente também são realizados festivais de tortas, bazar e outras iniciativas com o objetivo de arrecadar recursos para a Organização.
Quem quiser doar alguma quantia em dinheiro, ração, fraldas ou até associar-se, pode entrar em contato através dos telefones (87) 8871-8066 ou (87) 9679 9484. Também há a possibilidade de depositar o valor na conta bancária (Bradesco, agência 3101-01, conta corrente 0116019-2, CNPJ 17402119000193).
Já para aqueles que desejam ajudar a ONG denunciando casos de maus tratos de animais de rua ou querem apenas acompanhar o trabalho da entidade, basta curtir a página da Associação Proteger no Facebook.

HOMOSSEXUAL É ESTUPRADO E MORTO EM PETROLINA


policia (1)
O corpo de um homossexual foi encontrado por populares  esta madrugada na orla de Petrolina, depois de sair para cumprir um programa e criminoso foi preso na barreira da ponte presidente Dutra no começo dessa manhã.
Segundo informações do PM Edmar Ferreira dos Santos (Pio), o criminoso, Cicero José Nascimento de 26 anos,  vulgo Galeguinho, residente na rua 9 da Vila Eduardo, foi preso quando trafegava a pé pela ponte em direção a Juazeiro.
Ainda de acordo com as informações, o mesmo já estava sendo procurado por ter praticado outro estupro, contra a irmã de um policial e foi reconhecido e abordado pela equipe de policiais sob o comando do cabo Lopes, composta pelos policiais Patrick, Evandro e Cristino na barreira da Ponte Presidente Dutra.
O assassino também foi reconhecido por outros homossexuais, como tendo sido o cara que saíra com a vítima ontem a noite e em seu poder foi encontrado o celular  do morto, o que o caracterizou como responsável pelo crime.
O policial Edmar informou ainda, que existem outras acusações de estupro contra o galeguinho, que agora serão apurados pela policia civil, estando nesse momento prestando depoimento na delegacia do Ouro Preto.(Blog de Farnésio Silva)

E as novidades de Dormentes não param


roniery reis
Nesse  sábado (6) ,o prefeito de Dormentes, Roniere Reis (PSB) celebrou a reabertura da Escola Municipal Juscelino Kubitschek, na Caatinga Grande. A gestão entrega a comunidade duas novas salas de aula, uma sala dos professores, informática, banheiros, além da cozinha que foi totalmente reformada e ganhou novos equipamentos.
O evento contou com a grande maioria da população da comunidade de Caatinga Grande, alem de Vice-Prefeito Avelar, Vereadores e convidados.
Segundo o prefeito Roniere, a ação trará mais conforto para melhorar o aprendizado dos estudantes da escola.

Chuvas em Afrânio já registram mais de 100mm de água nestas ultimas 24 horas.


chuvas em afranio
Nestas ultimas 48 horas deve ter chovido mais de 100 mm em Afrânio e região. Barreiros e pequenos açudes estão sangrando. Já está correndo água no Rio Pontal e os agricultores começam a gerar uma perspectiva  nova para a colheita de feijão e   milho nestes próximos meses e  capim para os animais.
O Secretário de Governo de Afrânio Osvaldo Cavalcanti  confirmou as chuvas e disse que  os sertanejos de Afrânio voltam a sorrir e gerar esperanças novas.
Ainda pode cair mais chuvas na região nestas próximas horas, segundo os serviços de meteorologia do nordeste. Dormentes também registrou  um bom volume de água no interior do município, fato acorrido também em algumas cidades do Piaui.

Pai assiste aulas e ajuda filho com paralisia a se formar jornalista


pai e filho
Todos os dias, durante os últimos quatro anos, o ex-bancário Manuel Condez, 60, dedicou a mesma rotina ao filho Marco Aurélio, 26, que convive com sequelas severas de paralisia cerebral: deu banho, penteou os cabelos, carregou-o no colo até o carro e o levou para a faculdade de jornalismo a 17 km de casa.
O pai assistiu a todas as aulas, anotou as lições dadas pelos professores, auxiliou o filho na feitura das provas escrevendo no papel aquilo que ele lhe soprava, ajudou intermediando pensamentos, foi o motorista do grupo de trabalho e o assessorou em entrevistas e em reportagens.
Na semana passada, Marco recebeu o diploma da Universidade São Judas, em São Paulo, e Manuel viveu uma das noites mais emocionantes de sua vida, sendo o grande homenageado. Foi ovacionado pelos formandos e recebeu da direção da faculdade uma placa de honra ao mérito.
“Não fiz nada demais. Qualquer pai que tem amor ao filho também se dedicaria. Era um desejo dele fazer faculdade, e eu só ajudei a realizar”, diz Manuel, com os olhos marejados.
Marco tem braços, mãos e pernas atrofiados, fala com dificuldade, já foi submetido a 11 cirurgias reparadoras, usa cadeira de rodas e programa especial de computador para ter mais autonomia. Precisa de cuidados específicos para tocar o dia a dia.
“O único ponto meu que ainda não foi operado é o cérebro”, brinca o jovem, que lida com naturalidade com o estereotipo de que paralisados cerebrais, necessariamente, têm comprometimentos intelectuais.
DESTAQUE DA TURMA
O rapaz não só tem pleno domínio do intelecto como, na avaliação de colegas de turma e de professores, foi um dos melhores alunos.
“Com o apoio do seu Manuel, o Marcão fez tudo: vídeo para TV, programa de rádio, debate. Ele se destacou muito. Tinha ideias contundentes e sempre se saia bem nas provas”, conta Raquel Brandão Inácio, amiga do jovem e parte de seu grupo de trabalho de conclusão de curso, sobre novas famílias.
Professor e agora colega de profissão do rapaz, Celso de Freitas diz que pai e filho “quebram um cenário comum de pessoas com deficiência, que é ficar dentro de casa e não enfrentar a vida.”
Para o mestre, “Marco tem inteligência acima da média, e Manuel foi tratado como um aluno, não como um acompanhante. Nas aulas de rádio, propus a eles fazerem apenas trabalhos escritos, mas, a sua maneira, entregavam gravações de áudio.”
EXTENSÃO DO CORPO
O protagonismo que o pai teve e tem em sua vida é claro para o jornalista.
“Ele é uma extensão do meu corpo. Quando não posso fazer algo, ele está sempre ali para me ajudar, nunca para me atrapalhar”, afirma Marcos.
Agora, o jovem, que gosta de rádio e de esportes, está atrás de uma vaga no mercado de trabalho.
“Quero usar o conhecimento que adquiri, quero ajudar os outros com meu trabalho. Não fiz faculdade para ficar no Facebook.”
Pai e filho já começaram uma nova empreitada: estão fazendo aulas de inglês. Juntos, evidentemente.
“Nossa família está unida para tentar ajudar o Marcos a quebrar outras barreiras”, declara Manuel.(Folha de São Paulo)

Senai comemora 70 anos em Pernambuco com forte expansão


SENAI-70-anos-1542
O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) turbinou o orçamento para acompanhar a rápida expansão econômica pernambucana. A entidade, que no próximo dia 16 completa 70 anos em Pernambuco, nos últimos três anos investiu R$ 53 milhões no Estado. Nos próximos três anos, a previsão é de chegar a R$ 150 milhões.
O diretor regional da entidade, Sérgio Gaudêncio, diz que a previsão este ano é atingir cerca de 64 mil matrículas e em três anos 100 mil. O Senai prepara novas unidades, em Jaboatão dos Guararapes, Ipojuca e Goiana, e amplia suas bases em Petrolina, Caruaru e Garanhuns.
Seus maiores parceiros são o Pronatec, programa federal, e o Novos Talentos, estadual. “Não param de chegar demandas de prefeituras. É muita coisa ao mesmo tempo, mas mantemos a qualidade das capacitações e qualificações”, reforça Gaudêncio. (Do JC)

Maior seca dos últimos 50 anos destrói economia rural nordestina


seca-bezerros2
A rede de proteção social que inclui programas de transferência de renda dos governos federal e estaduais tornou menos dramáticos os impactos da seca no cotidiano da população do Nordeste, mas ainda é incapaz de impedir que a economia local entre em verdadeiro colapso durante períodos de longa estiagem. A avaliação é de pesquisadores e autoridades ouvidas pela reportagem, que identificou em Pernambuco, Bahia e Alagoas uma realidade atenuada, porém, ainda bastante difícil para o sertanejo que enfrenta a maior seca das últimas décadas na região.
Para o professor João Policarpo Lima, do Departamento de Economia da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), a aposentadoria rural e projetos como o Bolsa Família e o Bolsa Estiagem dão às famílias do campo, de fato, uma alternativa à produção agrícola quando as condições climáticas ficam desfavoráveis. Mas a quebra de safras e a morte de rebanhos provocam efeitos duradouros na economia local.
A estimativa é que a estiagem provocou no Estado governado por Eduardo Campos (PSB), possível presidenciável em 2014, a redução de 710 mil cabeças de rebanho bovino – sendo que 150 mil morreram e o restante foi abatido precocemente. A bacia leiteira estadual sofreu queda de 72% na sua produção.
Na passagem por Fortaleza, Dilma anunciou pacote de R$ 9 bilhões para medidas emergenciais de enfrentamento da seca no Nordeste. Porém, prefeitos de municípios do semiárido baiano e produtores agrícolas do Estado lamentaram o que chamaram de “superficialidade” das ações anunciadas pela presidente durante reunião da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene).
Os administradores das cidades afetadas pela estiagem, liderados pela União dos Municípios da Bahia (UPB), resolveram criar um “Movimento dos Sem-Água” e prometem marchar até Brasília para cobrar “medidas objetivas e duradouras” para enfrentar a crise. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Professores do estado de Pernambuco aceitam reajuste de 7,97% retroativo a janeiro deste ano

Publicado em 9 de abril de 2013 por vinicius de santana santana
 
Enquanto em Petrolina não há acordo quanto ao reajuste de salário dos servidores municipais, na manhã desta segunda-feira (08), em Recife, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (Sintepe), em assembleia geral, decidiu aceitar o reajuste proposto pelo Governo de 7,97% para todos os professores. O acordo será retroativo a janeiro e divido em três parcelas, onde metade do valor será pago em maio e a outra metade em junho e julho.
Mesmo com a aprovação, a agenda do sindicato permanece e a greve nacional entre os dias 23 e 25 deste mês também continua. Um dos focos da manifestação é a ampliação do percentual de diferença do professor do nível médio para o superior também virá em questão na manifestação da categoria.
Na última quarta-feira (03), representantes do Sintepe se reuniram com o Secretário Estadual de Educação, Ricardo Dantas, onde apresentaram a principal deliberação aprovada pela categoria na última assembleia, ocorrida no dia 15 de março. Os trabalhadores lutam para que o reajuste anual dos profissionais seja de 8% a partir de janeiro para todos os trabalhadores em educação e que, em julho, sejam acrescentados mais 6% nos rendimentos mensais.