terça-feira, 9 de julho de 2019

Em reunião com filiados em Brasília, PSB ratifica posicionamento contrário à Reforma da Previdência

   Via:Carlos Britto
Foto: Sérgio Francês/divulgação

O Partido Socialista Brasileiro (PSB) reiterou seu posicionamento contra o texto-base da Reforma da Previdência, em decisão tomada na tarde desta segunda-feira (8), na reunião do Diretório Nacional da legenda em Brasília (DF), por ampla maioria. Não houve votos contrários e apenas uma única abstenção foi registrada.
Líder do PSB na Câmara Federal, o deputado Tadeu Alencar (PE) relembrou, entre os pontos do seu discurso, que a incidência que persiste de 80% dos impactos da proposta no Regime Geral de Previdência Social e nos mais pobres, nos que ganham até dois salários mínimos, é um dos pontos graves que permanecessem. “Apesar dos avanços, o relatório do deputado Samuel Moreira (PSDB-SP) faz persistir todos os vícios e defeitos que fizeram o PSB votar, à unanimidade nas comissões, contra essa proposta. Um partido que tem um caráter socialista que consagra a nossa história, não pode ter outra posição a não ser fazer a denúncia política contra as crueldades dessa proposta sobre a população mais pobre, que parece anestesiada, sem entender o quão grave são os seus efeitos”, afirmou.
Tal como em abril deste ano, os socialistas alegam que o espírito geral da proposta e seu projeto político são antipopulares e afrontam os princípios programáticos do partido. O texto segue nesta terça-feira (9) para análise no Plenário da Casa, onde passará por duas sessões e seguirá, posteriormente, para análise do Senado. Para ser aprovada, a PEC precisa de 308 votos (entre 513 deputados), em duas votações.


Blog do BILL NOTICIAS

Bolsonaro cede a evangélicos e afrouxa regra fiscal de igrejas

Presidente Jair Bolsonaro
Presidente Jair Bolsonaro (Foto: REUTERS/Adriano Machado)

247 – O presidente Jair Bolsonaro estabeleceu prazo de dois meses para o secretário especial da Receita Federal , Marcos Cintra, atender a solicitações de parlamentares que contestam multas cobradas de entidades religiosas, informam os jornalistas Bernardo Mello e Thiago Franco,  em reportagem no jornal O Globo.
"A proposta, apresentada por intermédio do deputado federal Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ), já conseguiu duas vitórias parciais: o fim da obrigação de igrejas menores se inscreverem no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ), já editada pela Receita; e a elevação (de R$ 1,2 milhão para R$ 4,8 milhão) do piso de arrecadação para que uma igreja seja obrigada a informar suas movimentações financeiras diárias. A bancada evangélica também pediu que as entidades sejam liberadas de determinadas demonstrações contábeis", aponta o texto. O deputado que apresentou a proposta é ligado ao pastor Silas Malafaia.

Blog do BILL NOTICIAS

Dormentes não registra homicídio há mais de um ano, diz Polícia Civil

   Via:Carlos Britto
Cidade de Dormentes-PE. (Foto: Ascom PMD/Divulgação)

Localizado no Sertão do São Francisco, o município de Dormentes (PE) não registra um único homicídio há mais de um ano. Além dos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) – como são tecnicamente chamadas as mortes violentas –, também não há registros, nesse período, de ocorrências referentes a Crimes Violentos Patrimoniais (CVPs).
Esse trabalho da Polícia Civil (PC) vem sendo coordenado em Dormentes pelo delegado titular da 217ª Circunscrição, Ronaldo Luz Dantas, que também está em exercício cumulativo da 216ª Circunscrição. Juntamente com suas equipes de investigação, o delegado vem conseguindo dar as respostas à população, ao reduzir crimes de várias espécies, a exemplo dos CVLIs e CVPs. Além disso, houve uma significativa redução no número de roubos.
Em Afrânio (PE), na mesma região, apesar dos três homicídios ocorridos no primeiro trimestre desse ano, todos estão sendo investigados e bem encaminhados, haja vista o trabalho investigativo ser muito minucioso. Já em Dormentes os homicídios ocorridos até julho de 2018 encontram-se com mais de 50% dos casos individualizados e com suas devidas autorias noticiadas nos inquéritos policiais.
Vale destacar que muitas operações que trouxeram a redução de crimes contaram com participação da Polícia Militar, por meio do 2° BIEsp e 5° BPM, que colaboraram nestes índices.
Novas ações
Manobras investigativas serão implementadas pela a PC nessas duas cidade para garantir a continuidade dos índices em zero no que tange a CVLI e CVP, principalmente, em povoados e distritos que estão apresentando registros de crimes de pequeno potencial ofensivo – entre eles perturbação do sossego público, através de som automotivo, além de condução perigosa de veículos por conta de ingestão de bebidas alcóolicas por parte dos motoristas.

Blog do BILL NOTICIAS

EDUCAÇÃO MEC - divulga nesta terça-feira resultado do Fies

Quem não foi selecionado na modalidade Fies juro zero pode ainda participar da lista de espera, entre os dias 15 de julho e 23 de agosto
   Por: Agência Brasil
 Financiamento Estudantil
Financiamento EstudantilFoto: Divulgação/Educa Mais Brasil

O Ministério da Educação (MEC) divulga nesta terça-feira (9) o resultado do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) juro zero e do P-Fies. Nesta edição, serão ofertadas 46,6 mil vagas a juro zero. O resultado estará disponível na internet, na página do programa e nas instituições de ensino superior participantes.

Os estudantes selecionados no P-Fies devem comparecer à instituição de ensino para validar as informações prestadas na hora da inscrição a partir desta terça-feira. Já os selecionados na modalidade Fies devem complementar a inscrição no período de 10 a 12 de julho.

Quem não foi selecionado na modalidade Fies juro zero pode ainda participar da lista de espera, entre os dias 15 de julho e 23 de agosto.

Não há lista de espera do P-Fies. A pré-aprovação do financiamento na modalidade do P-Fies é de responsabilidade exclusiva dos agentes financeiros operadores de crédito que tenham relação jurídica estabelecida com instituições de ensino participantes.

Fies
O Fies concede financiamento a estudantes em cursos superiores de instituições privadas com avaliação positiva pelo Ministério da Educação.

Pode concorrer quem fez uma das edições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010, com média igual ou superior a 450 pontos, e obtido nota maior que zero na redação.

Modalidades
O novo Fies, que começou a vigorar em 2018, tem modalidades de acordo com a renda familiar.

A modalidade com juro zero é para os candidatos com renda mensal familiar per capita de até três salários mínimos.

O aluno começará a pagar as prestações respeitando o seu limite de renda.

A modalidade chamada de P-Fies é para candidatos com renda familiar per capita entre três e cinco salários mínimos.

Nesse caso, o financiamento é feito por condições definidas pelo agente financeiro operador de crédito, que pode ser um banco privado ou fundos constitucionais e de Desenvolvimento.





Blog do BILL NOTICIAS

Patrulha da Mulher de Petrolina entra novamente em ação e prende homem por descumprir medida protetiva no José e Maria

  Via:Carlos Britto
(Foto: Ascom PMP/Divulgação)

A Patrulha da Mulher da Guarda Civil Municipal (GCM) em Petrolina entrou mais uma vez em ação e prendeu, no último domingo (7), um homem por descumprir medida protetiva. O fato ocorreu no Bairro José e Maria, zona norte da cidade. A denúncia foi repassada à GCM pela ex-companheira do suspeito.
Ao chegar ao endereço informado, a equipe constatou a veracidade da denúncia e conduziu o homem à delegacia de Polícia Civil (PC). A medida protetiva em questão tem validade até o mês de agosto deste ano. A mulher relatou que o agressor entrou em sua casa e, posteriormente, ficou numa praça próxima a sua residência, onde foi encontrado pela equipe da GCM.
A patrulha especializada presta serviço à população 24 horas por dia. Qualquer denúncia que envolva violência contra a mulher pode ser denunciada pelo telefone 153 ou na sede da GCM.


Blog do BILL NOTICIAS

PESQUISA - Datafolha indica estabilidade da avaliação do governo Bolsonaro

  Por: Danielle Santana - DP
Mauro Pimentel/AFP
Mauro Pimentel/AFP

A pesquisa Datafolha divulgada nesta segunda-feira indica que o governo Bolsonaro é aprovado por 33% dos brasileiros, sendo considerado ótimo ou bom durante os primeiros seis meses de mandato. Outros 33% consideram a gestão ruim ou péssima, já 31% apontam o governo como regular. 

Em comparação com as avaliações anteriores, os números permaneceram estáveis. Esse é um dos piores resultados desde os anos 90, durante o governo de Fernando Collor. A pesquisa também aponta que para 61% dos entrevistados Bolsonaro fez menos do que o esperado, 12% consideram que seu governo superou as expectativas e outros 22% apontam seu desempenho como previsível. 

Já para o futuro, 51% dos entrevistados preveem uma administração ótima ou boa, número que demonstra uma queda de 8% em relação a última pesquisa divulgada. A avaliação de que o governo será regular subiu de 16% para 21%. O resultado que permaneceu mais estável foi o daqueles que consideram que sua gestão será ruim ou pessíma, saindo de 23% para 24%. 

A pesquisa Datafolha foi realizada entre os dias 4 e 5 de julho, 2.860 pessoas em idade eleitoral foram entrevistadas em 130 cidades, a margem de erro é de dois pontos percentuais. 





Blog do BILL NOTICIAS