domingo, 3 de fevereiro de 2019

Cinco mitos sobre o câncer desvendados por especialistas

   Via:Vinicius de Santana


Celular e micro-ondas causam câncer? Oncologistas comentam dúvidas e explicam origem de boatos sobre causas da doença
Dados recentes indicam que, ao longo da vida, um a cada cinco homens e uma a cada seis mulheres desenvolverão câncer, de acordo com o GLOBOCAN 2018 – estudo liderado pela International Agency for Research on Cancer, que estima a taxa de incidência da doença em diferentes regiões do mundo. Só no Brasil, considerando levantamento do Instituto Nacional do Câncer (INCA), 600 mil brasileiros deverão receber o diagnóstico da doença este ano. Diante dessa realidade, os especialistas são taxativos: a informação ainda é a ferramenta essencial para o combate e diagnóstico precoce de tumores malignos entre a população em geral.
É frequente, todavia, que graças às facilidades promovidas pela comunicação por meio da tecnologia e do uso de ferramentas de busca na internet que boatos sobre as principais causas de câncer se espalhem rapidamente e passem a ser tidas como verdades absolutas, mesmo que não contem com qualquer tipo de fundamento científico.
Do celular ao açúcar, muitos são os “vilões” apontados como grandes responsáveis pelos índices de casos da doença na atualidade. Para ajudar a esclarecer alguns desses mitos, cinco especialistas respondem às principais dúvidas que surgem nos consultórios:
Açúcar alimenta o câncer
O açúcar é fundamental para as células humanas realizarem seus processos metabólicos e o mesmo acontece com as células cancerígenas, mas isso não quer dizer que o açúcar cause ou até mesmo alimente o câncer.
“O problema do açúcar é que, se consumido em excesso, pode aumentar a chance de o indivíduo se tornar obeso e a obesidade é um grande fator de risco para o desenvolvimento do câncer. Estima-se que esse fator aumente em 20% o risco da doença”, afirma a oncologista clínica Cintia Elaine Nascimento Givigi, do Centro Capixaba de Oncologia (CECON).
A dieta saudável é aquela que todos nós conhecemos, rica em alimentos integrais, verduras, frutas, proteínas de carne branca, em que também se limita o consumo de carne vermelha, álcool e carnes defumadas e processadas.
Vacinas podem causar câncer
Existem diversos boatos que algumas vacinas são capazes de causar o câncer, mas além de não provocar, algumas são capazes até de prevenir a doença. Um exemplo é a vacina contra o HPV, vírus responsável por 90% dos casos de câncer de colo de útero. A vacina contra hepatite B, que pode ser tomada no início da vida, também é capaz de prevenir casos de câncer de fígado.
“As vacinas estimulam o sistema imunológico, fazendo com que o corpo humano fique imunizado contra diversas doenças infecciosas. Não há qualquer relação com o desenvolvimento de câncer”, explica Silvia Fontan, oncologista da Oncoclínica Recife.
Poluição causa câncer de pulmão
Já existe uma série de estudos que evidenciam uma associação entre conviver com a poluição e o risco aumentado de câncer. A Organização Mundial da Saúde (OMS) já estimou também que a poluição urbana do ar foi associada com a ocorrência de 227 mil mortes de câncer no mundo em 2012.
É claro que a qualidade do ar é uma questão de saúde pública e que deve ser melhorada, mas a oncologista Mariana Laloni, do Centro Paulista de Oncologia (CPO) afirma que apesar de já ver no consultório pessoas não fumantes com câncer de pulmão, o cigarro continua sendo o maior fator de risco. “Em termos de atitudes que as pessoas podem fazer, a melhor indicação é largar o tabaco e manter um peso saudável”, complementa.
Protetor solar é tóxico
Despois que algumas pesquisas alegaram que substâncias presentes no protetor solar, como o oxibenzona, podem causar reações alérgicas e até mutações no DNA, difundiu-se a ideia de que não usar protetor poderia ser mais seguro para a pele.
Adriana Scheliga, oncologista da Oncoclínica Centro de Tratamento Oncológico, no Rio de Janeiro, comenta que os resultados desses estudos ainda são controversos e que há outros levantamentos que comprovam o contrário, que o uso diário de protetor solar reduz o risco de câncer de pele. “Já sabemos que mais de 70% da população brasileira não aplica o filtro solar diariamente. Parar de recomendar o seu uso sem pesquisas fundamentadas seria imprudente”, conta.
A sugestão do especialista é buscar por opções que utilizam fórmulas que tenham certificação de qualidade e evitar a exposição excessiva e constante aos raios solares.
Radiação do Celular, microondas e Wi-fi aumenta o risco de tumores
Não é de hoje que o boato de que a radiação presente em alguns aparelhos tecnológicos pode causar câncer. Até o momento nenhum estudo conseguiu encontrar uma associação entre essa exposição e o aumento do risco de câncer, isso porque esses aparelhos utilizam a radiação não-ionizante, ou seja, possuem uma energia muito fraca.
“As evidências atuais não demonstram que Utilizar o celular ou qualquer outro desses aparelhos provoque danos ou alterações clinicamente significativas no DNA das células. Assim, é precoce para tentar relacionar essas radiações com o desenvolvimento do câncer”, afirma Elge Werneck, oncologista do Instituto de Hematologia e Oncologia de Curitiba (IHOC).
O especialista, contudo, explica que deve existir uma preocupação com a exposição excessiva à radiação UV e raios-x, presente em lâmpadas de vapor de mercúrio, lâmpadas de bronzeamento, luzes negras e no sol.
Sobre o Grupo Oncoclínicas
Fundado em 2010, é o maior grupo especializado no tratamento do câncer na América Latina. Possui atuação em oncologia, radioterapia e hematologia em 11 estados brasileiros. Atualmente, conta com mais de 60 unidades entre clínicas e parcerias hospitalares, que oferecem tratamento individualizado, baseado em atualização científica, e com foco na segurança e o conforto do paciente.
Seu corpo clínico é composto por mais de 450 médicos, além das equipes multidisciplinares de apoio, que são responsáveis pelo cuidado integral dos pacientes. O Grupo Oncoclínicas conta ainda com parceira exclusiva no Brasil com o Dana-Farber Cancer Institute, um dos mais renomados centros de pesquisa e tratamento do câncer no mundo, afiliado a Harvard Medical School, em Boston, EUA.
Para obter mais informações, visite www.grupooncoclinicas.com.


Blog do BILL NOTICIAS

“ELA MUDAVA DE PAÍS TODA SEMANA PARA FUGIR DOS QUE A QUERIAM MORTA”, DIZ FELIPE NETO SOBRE SABRINA BITTENCOURT


O YouTuber Felipe Neto escreveu um bonito relato sobre a ativista Sabrina Bittencourt, que denunciou João de Deus e cometeu suicídio. Segundo o texto, eles eram amigos.
Ele foi publicado originalmente no Instagram de Felipe. Leia.
A maior ativista do Brasil, Sabrina Bittencourt me ligou ontem aos prantos por não aguentar mais a dor e a pressão das ameaças de assassinos que a perseguiam pelo mundo. Ela denunciou o esquema do João de Deus e o colocou na cadeia. Denunciou e acabou com Prem Baba. Passou 20 anos trabalhando para ajudar jovens e mulheres vítimas de abusos pelo mundo. Ontem, após uma de suas testemunhas protegidas ter o abrigo invadido em Londres por matadores de aluguel, Sabrina me ligou aos prantos, sem saber mais o que fazer. Ela só queria ajudar, mas o mal guiado por milicianos, políticos no poder nesse momento e líderes religiosos poderosos, conseguiu vencer.
Tentei o que pude, mas Sabrina não aguentava mais a luta. Ela mudava de país clandestinamente toda semana para fugir dos que a queriam morta. Há uma semana, um sujeito começou uma campanha para destruir a reputação de Sabrina, alegando que seria viciada em drogas e esquizofrênica e por isso nenhuma de suas denúncias deveria ser levada a sério. Seus filhos tinham que fugir constantemente de matadores. A invasão da casa de uma de suas protegidas, as ameaças constantes e a pressão de não ter mais vida além de fugir e denunciar fez com que ela me ligasse. E infelizmente não fui capaz de impedir.
Sabrina ontem tirou a própria vida. O que ela deixou não foi apenas um legado de uma luta contra líderes religiosos abusadores e chefes de quadrilhas de assassinatos, tráfico de crianças e sequestros. Ela tb deixou todas as pistas, testemunhas e cartas nas mãos da justiça. Eu não posso detalhar, não posso ter esses indivíduos atrás de mim, não sou forte como a Sabrina, mas peço, do fundo do coração, que vocês procurem saber quem foi Sabrina Bittencourt, quem ela botou atrás das grades e quem ela estava denunciando antes de morrer. São pessoas poderosas, que hoje estão no controle e que conseguiram silenciar a nossa heroína.
Minha dor está imensa. O sentimento de impotência e não ter conseguido salvar sua vida é indescritível. A única coisa que me consola é que Sabrina não morreu de verdade, porque o que ela fez em vida perdurará para sempre. Vá em paz, Sabrina, encontre aquilo que você nunca teve nesta Terra: tranquilidade. Você merece.


Blog do BILL NOTICIAS

ARTICULAÇÕES Jair Bolsonaro tem menor base desde Fernando Collor

  Por: Agência Estado
Na Câmara dos Deputados, a base oficial de Jair Bolsonaro representa 22% das cadeiras, enquanto no Senado não passa de 8%. Foto: Isac Nóbrega/PR/Fotos Públicas
Na Câmara dos Deputados, a base oficial de Jair Bolsonaro representa 22% das cadeiras, enquanto no Senado não passa de 8%. Foto: Isac Nóbrega/PR/Fotos Públicas

O Congresso que tomou posse nesta sexta-feira, dia 1º, reúne o menor número de parlamentares declaradamente governistas dos últimos 24 anos. Na Câmara, a base oficial de Jair Bolsonaro representa 22% das cadeiras, enquanto no Senado não passa de 8% - levando-se em conta as coligações oficiais e os apoios já anunciados. Somados às características pluripartidárias do atual Legislativo, os índices revelam ao menos uma dificuldade matemática para o governo em temas essenciais para o seu sucesso como a reforma da Previdência. Para aprová-la, Bolsonaro terá de ampliar esse patamar em duas vezes e mudar a estratégia propagada na eleição de não negociar com partidos.

Este alerta foi feito pelo deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) após sua reeleição para mais um mandato à frente da Câmara. Ele criticou a articulação política do governo e, referindo-se à reforma da Previdência, disse que "no curto" não há votos suficientes para aprovar o projeto em plenário. "A nova forma de Bolsonaro trabalhar pode não gerar 308 votos no curto prazo", disse ele.

Mexer na idade mínima exigida para a aposentadoria no País, entre outras alterações projetadas, exigirá do governo uma articulação política capaz de reunir os 308 votos na Câmara e outros 49 no Senado em duas votações cada. Hoje, levando em conta sua base oficial, Bolsonaro tem 112 e oito, respectivamente. O índice de apoio é quase a metade do registrado por Luiz Inácio Lula da Silva em seu primeiro mandato até então o menor desde que as eleições passaram a ser gerais. Naquele ano, o petista iniciou sua gestão com 207 deputados e 31 senadores em sua base. O recorde positivo no período foi de Dilma Rousseff.

'Antissistema'
A estratégia de campanha de Bolsonaro explica os números enxutos. Ele optou por um voo solo, sem coligações - a única foi fechada com o PRTB do vice-presidente, Hamilton Mourão. Depois disso, ainda manteve o discurso "antissistema" e montou seu ministério negociando diretamente com os indicados ou suas bancadas, e não com seus partidos. O resultado disso é que siglas com filiados no governo não se consideram base, caso do DEM e Novo. E, depois da vitória em segundo turno, apenas o PR se uniu ao bloco governista.

Esse cenário demanda, segundo analistas[/ ], uma mudança de estratégia entre o discurso eleitoral e a prática de governo. "Um governo que sai de um patamar de apoio tão pequeno precisa, sim, se preocupar em negociar com os partidos, que têm interesse no Executivo", diz o cientista político e pesquisador da Uninove Humberto Dantas. "Mas isso não tem sido feito até agora e o histórico que temos mostra que nenhum governo obtém sucesso dessa forma."

Professor da FGV-SP, o cientista político Marco Antonio Teixeira lembra que Dilma, apesar da esmagadora maioria que reuniu em 2014, não conseguiu evitar o impeachment dois anos depois. "Se Bolsonaro vencer a primeira batalha no Congresso, que pode ou não ser a reforma da Previdência, tem mais chance de fazer um governo de sucesso. O ponto de partida é ruim pra ele, certamente, mas isso pode e tende a mudar."

Prioridades
Consideradas prioridades, a aprovação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) da Previdência e o pacote anticorrupção em elaboração pelo ministro da Justiça, Sérgio Moro, servirão como termômetro para a relação do governo Bolsonaro com o Legislativo. Apesar de não começar com uma base ampla de apoio, Bolsonaro deve se beneficiar de algumas das características principais do Legislativo, como a taxa recorde de renovação na Câmara em 20 anos: 47,3%.

A expectativa é de que os novatos tenham postura mais liberal em temas econômicos de interesse de Bolsonaro, votando favoravelmente à reforma previdência e tributária e aos projetos de privatizações e concessões.

De acordo com projeção feita pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), o governo pode chegar a uma base considerada "consistente" de 256 deputados e 37 senadores. "Quem tem identidade programática similar dará apoio, mas desde que o governo tenha capacidade de coordenação política e um mínimo de calibragem nas reformas, sem prejudicar um ou outro setor. Bolsonaro terá dificuldades se contaminar suas propostas com a agenda cultural que defende", diz Antônio Augusto de Queiroz, consultor e analista político do Diap.

Anunciado como líder do governo na Câmara, o major Vitor Hugo (PSL-GO) já afirmou ao jornal O Estado de S. Paulo que o trabalho de aproximação dos líderes partidários está em curso. "Tenho conversado com os líderes, mas eu não tenho entrado no mérito de nenhuma questão até para não contaminar a discussão porque neste momento estamos formando a base. Então, pergunto se tem alguma dificuldade de acompanhar a gente de forma geral nas pautas econômicas. E com os líderes com os quais eu conversei não houve nenhuma resistência." As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.




Blog do BILL NOTICIAS

NOVO BOLETIM DESCARTA COMPLICAÇÕES CIRÚRGICAS EM BOLSONARO

  Via:247 com Agência Brasil

O boletim médico divulgado por volta das 17h de hoje (3) pelo Hospital Israelita Albert Einstein informa que uma tomografia realizada na tarde deste domingo (3) no presidente da República, Jair Bolsonaro, descartou complicações cirúrgicas. Segundo o documento, o presidente continua apresentando evolução clínica estável, permanece sem dor e sem infecção.
"[O presidente] foi submetido à tomografia de abdome que descartou complicações cirúrgicas. Encontra-se com sonda nasogástrica aberta [para retirada de acúmulo de líquido no estômago], em jejum oral e nutrição parenteral [por via venosa] exclusiva. Realiza fisioterapia respiratória e motora no quarto e segue com as medidas de prevenção de trombose venosa".
Segundo a assessoria de comunicação da Presidência, Bolsonaro não está mais apresentando quadro de náusea e vômitos, como ocorreu na tarde de ontem (2). De acordo com os assessores, o resultado do exame de tomografia foi "tranquilizador".
Por ordem médica, o presidente continua com restrição para receber visitas. Na manhã de hoje ele estava acompanhado da esposa, Michelle Bolsonaro, e do filho Carlos Bolsonaro.
Segundo o jornalista Gilberto Dimenstein, o estado de saúde de Bolsonaro seria mais grave do que dizem os médicos. "A Folha mostra que os assessores enganaram a imprensa sobre a saúde do presidente Jair Bolsonaro. Assessores disseram à imprensa que as náuseas e vômito que Bolsonaro teve no sábado, obrigando-o a colocar uma sonda gástrica, era uma 'reação normal e decorrente da retomada da função intestinal'. A Folha descobriu que não era uma reação normal. A náusea e vômito ocorreram porque o intestino delgado parou de funcionar. É o que se chama de 'íleo paralítico'", diz ele (leia mais).


Blog do BILL NOTICIAS

Absurdo! Idoso é espancado e morto; agressor alega dívida de R$ 200

  Via:Vinicius de Santana

Um idoso de 66 anos foi atacado e morto a pauladas por um carpinteiro, de 44, em Guarujá, no litoral de São Paulo. Imagens de uma câmera de monitoramento registraram o momento do crime.
De acordo com a Polícia Civil, a briga aconteceu na quinta-feira (31). O agressor e a vítima se desentenderam por uma suposta cobrança de dívida.
O aposentado foi atingido por pauladas e ficou com ferimentos pelo corpo e na cabeça. A polícia encontrou no local um espeto de churrasco sujo de sangue.
O carpinteiro foi identificado como autor do crime e alegou legítima defesa.
Segundo o G1, o carpinteiro alegou que a vítima lhe devia cerca de R$ 200 e esse foi o motivo da discussão.
O aposentado chegou a ser socorrido com vida ao Pronto Socorro de Vicente de Carvalho, mas não resistiu aos ferimentos.
O caso foi registrado como homicídio qualificado e carpinteiro está detido no 2º Distrito Policial da cidade.


Blog do BILL NOTICIAS

MEI deve regularizar pendências para evitar perda de direitos

  Via:Vinicius de Santana

519577404
Sebrae orienta empreendedores a se manterem em dia com as contribuições mensais
O número de microempreendedores individuais (MEI) não param de crescer em Juazeiro. Hoje essa categoria chega a mais de seis mil pessoas, que atuam principalmente nas áreas de comércio de vestuário, acessórios e cosméticos, beleza e estética, alimentação, obras de alvenaria, serviços delivery e de táxi.
Devido ao desemprego ou por enxergar novas oportunidades, mais juazeirenses têm tentado a sorte como autônomo ou com a abertura do próprio negócio. No entanto, é grande também o número de microempreendedores inadimplentes. Até outubro do ano passado, 52,20% deles estavam com o recolhimento de impostos atrasados ou inativos na cidade.
E essa situação se repete em outras cidades do norte da Bahia. Em Paulo Afonso, dos mais de três mil MEI, 52,8% estão inadimplentes. Em Sento Sé esse número chega a 52,66%. Sobradinho registra 53,10% de devedores. Em Remanso 58,85% dos microempreendedores individuais estão com pendências com a Receita Federal e em Curaçá, a inadimplência supera os 60% dos MEI existentes na cidade.
O gerente regional do Sebrae em Juazeiro, Carlos Cointeiro, explica que o maior prejudicado com a inadimplência é o próprio empreendedor, porque não pagando as contribuições mensais corre o risco de não conseguir usufruir de direitos previdenciários como auxílio-doença, salário-maternidade e aposentadoria, além de suas famílias perderem o direito à pensão por morte e auxílio-reclusão.
“Com os pagamentos dos tributos em atraso, o MEI também pode perder a cidadania empresarial, pois se está inadimplente há muito tempo corre o risco de ter o registro cancelado. E sem CNPJ deixa de acessar serviços financeiros e crédito, emitir nota fiscal, ampliar negócios da empresa”, acrescenta Carlos. O MEI inadimplente fica também impossibilitado de obter Certidões Negativas de Débito junto à Receita. Esses documentos são exigidos em situações como compra de imóvel, assinatura de contrato de aluguel e financiamentos.
Acertando as contas
O recolhimento de tributo é mensal e pago em guia única. A contribuição de INSS do microempreendedor individual (Carnê do MEI – DAS) é de R$ 49,90. Para as atividades de Comércio e Indústria, é somado o valor de R$ 1 de ICMS, totalizando a contribuição em R$ 50,90. Para as atividades de Serviços, é somado o valor de R$ 5 referente ao ISS, ficando o total em R$ 54,90. Já para Comércio e Serviços, o valor chega a R$ 55,90.
O Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS) é obtido no site Portal do Empreendedor-MEI. A falta de pagamento mensal implica em cobrança de multa e de juros. No caso de dívidas continuas é possível fazer o parcelamento dos débitos e reaver os benefícios da formalização.
Os microempreendedores individuais podem buscar orientações nas agências do Sebrae. Em Juazeiro, a sede fica na Rua Coronel João Evangelista, no Centro da cidade e, em Paulo Afonso na Rua São Francisco, também no Centro. Outros canais de atendimento são as Salas do Empreendedor nos municípios ou pela Internet, no Portal do Empreendedor. (Ascom)


Blog do BILL NOTICIAS

TRUMP AMEAÇA MANDAR TROPAS PARA A VENEZUELA



247
Cresce o risco de guerra na América do Sul: o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ameaçou enviar tropas para a Venezuela, que tem as maiores reservas de petróleo do mundo, com o objetivo de derrubar o presidente Nicolas Maduro. "É uma opção", disse Trump. Reportagem recente do The Wall Street Journal aponta que a conquista da Venezuela seria apenas o "primeiro tiro" de Trump em seu plano de controlar – e recolonizar – toda a América do Sul.
Leia, abaixo, reportagem da Reuters:
WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que enviar militares para a Venezuela é "uma opção" e que recusou convite do presidente Nicolás Maduro para uma reunião.
"Certamente é algo que está na - é uma opção", disse Trump em entrevista ao programa "Face the Nation", da CBS.
Trump afirmou ter recusado um encontro com Maduro solicitado meses atrás pelo líder venezuelano.
"Bem, ele pediu uma reunião e eu recusei porque estamos muito longe no processo", afirmou.
"Acredito que o processo esteja acontecendo – protestos muito, muito grandes."
Dezenas de milhares de pessoas saíram às ruas para protestar contra o governo de Maduro, vestindo as cores amarelo, vermelho e azul da bandeira venezuelana.
As pressões domésticas e internacionais aumentam pela renúncia de Maduro. No sábado, um general de alto escalão da Força Aérea venezuelana disse renegar o presidente Nicolás Maduro e agora reconhecer o líder oposicionista Juan Guaidó como chefe de Estado em exercício, de acordo com um vídeo compartilhado no Twitter.


Blog do BILL NOTICIAS

Senador Davi Alcolumbre é eleito presidente do Senado


© Foto: Geraldo Magela/Agência Senado
O senador Davi Alcolumbre, do DEM do Amapá, foi eleito neste sábado o novo presidente do Senado Federal. Apoiado por opositores de Renan Calheiros (MDB-AL), o parlamentar derrotou o cacique, que desistiu de última hora e terminou o pleito com apenas 5 votos. Renan acusou o processo de não ser “democrático” e de ter virado um “constrangimento”. Alcolumbre vai cumprir um mandato de dois anos no comando da Casa.
Confira o resultado final da eleição no Senado:
Davi Alcolumbre (DEM-AP): 42 votos
Esperidião Amin (PP-SC): 13 votos
Angelo Coronel (PSD-BA): 8 votos
Reguffe (sem partido-DF): 6 votos
Renan Calheiros (MDB-AL): 5 votos
Fernando Collor (Pros-AL): 3 votos


Blog do BILL NOTICIAS

LUTO Ativista que liderou denúncias contra João de Deus comete suicídio

A morte de Sabrina Bittencourt foi confirmada pelo filho Gabriel Baum e por Maria do Carmo Santos, presidente do grupo Vítimas Unidas

  Por: AE
Foto: Reprodução/Facebook
Foto: Reprodução/Facebook


A ativista Sabrina Bittencourt, que coletou denúncias contra o médium João de Deus e criou o movimento Combate ao Abuso no Meio Espiritual (Coame), morreu por volta das 21 horas deste sábado (2), em Barcelona, na Espanha. Ativistas dizem que causa da morte foi suicídio.

A morte foi confirmada pelo filho Gabriel Baum e por Maria do Carmo Santos, presidente do grupo Vítimas Unidas, criado por mulheres abusadas pelo ex-médico Roger Abdelmassih, com quem Sabrina lutava para coletar provas e reunir vítimas para denunciar crimes sexuais. 

No início da tarde deste sábado, o Estado falou por WhatsApp com a ativista, que disse, enquanto dava detalhes sobre as denúncias em curso: "Estou tratando um linfoma e não vejo meus filhos para poder ajudar todo mundo". Na conversa, ela disse ainda que estaria sendo perseguida.

Em nota, assinada pela presidente Maria do Carmo, o grupo Vítimas Unidas disse: "A ativista cometeu suicídio e deixou uma carta de despedida relatando os porquês de tirar sua própria vida. Pedimos a todos que não tentem entrar em contato com nenhum integrante da família, preservando-os de perguntas que sejam dolorosas neste momento tão difícil. Dois dos três filhos de Sabrina ainda não sabem do ocorrido e o pai, Rafael Velasco, está tentando protegê-los. Ainda não temos informações sobre o local do velório, nem mesmo onde ela será enterrada".

"A luta de Sabrina jamais será esquecida e continuaremos, com a mesma garra, defendendo as minorias, principalmente as mulheres que são vítimas diárias do machismo", informou o movimento.

O filho Gabriel Baum confirmou a morte da mãe em uma rede social. "Ela não queria ser morta pelas quadrilhas nem pelo câncer. Minha mãe lutou até o final. Ela não desistiu. Ela só se libertou do inferno que estava vivendo", disse. 

Denúncias
Sabrina esteve envolvida na coleta de denúncias de vítimas de João Teixeira de Faria, acusado de abusos sexuais e preso desde de dezembro. Na manhã deste sábado, Sabrina chegou a se manifestar sobre a prisão do filho do médium, Sandro Teixeira de Faria. A Justiça recebeu denúncia do Ministério Público de Goiás (MP-GO) contra ele por coação no curso do processo e corrupção ativa e determinou sua prisão. 

"Confirmo que Sandro Teixeira tem ameaçado nossas testemunhas, coagido, entrado na casa das pessoas, proíbe que falem comigo, Maria do Carmos Santos e Vana Lopes, do Grupo Vítimas Unidas. Estamos protegendo várias destas vítimas e testemunhas", disse ela.

Durante a repercussão do caso João de Deus, Sabrina disse ter recebido ao menos 185 denúncias contra 13 líderes espirituais brasileiros desde setembro. Sabrina começou a reunir os relatos após mulheres relatarem supostos abusos cometidos pelo guru Sri Prem Baba. 

Em contato com supostas vítimas do guru, Sabrina teria percebido que as mulheres estariam sofrendo ameaças, o que a motivou a criar um movimento organizado de denúncias. Em um mês, foram 103 relatos.




Blog do BILL NOTICIAS

Prefeitura revitaliza rotatórias em importantes avenidas de Petrolina



A ideia visava a revitalização dos espaços públicos e o embelezamento da cidade.
As rotatórias de importantes avenidas de Petrolina estão com aspecto renovado. A prefeitura, através das equipes de manutenção da Secretaria de Infraestrutura, Mobilidade e Serviços Públicos (SEINFRA), realizou um trabalho de urbanização dos espaços públicos, com a revitalização das rotatórias.
O processo de melhorias contou com a instalação de piso intertravado, colocação de grama e melhoria da iluminação no local. As rotatórias que receberam esta ação estão localizadas nos seguintes locais: Avenida Cardoso de Sá, próximo à subestação da Celpe e na Avenida José Theodomiro de Araújo, que dá acesso à Avenida Clementino Coelho.
O secretário-executivo de Serviços Públicos, Alisson Oliveira, lembra que as melhorias nos pontos estratégicos da cidade são compromisso da gestão atual. “Não estamos medindo esforços para garantir que esta meta seja cumprida, seja com um trabalho mais organizado ou na compra de materiais de alta qualidade. Por exemplo: o município investiu em piso intertravado, pois a durabilidade é maior e o visual padronizado reforça o aspecto embelezador. Nosso objetivo é deixar Petrolina ainda mais bonita”, conclui Oliveira.
MAIS ROTATÓRIAS
Outros locais que também foram revitalizados pelo Governo Municipal através da Autarquia Municipal de Mobilidade de Petrolina (AMMPLA), com melhorias na iluminação, segurança e no paisagismo, são:
A rotatória da Orla, em frente ao monumento Eu Amo Petrolina, no acesso à Avenida Joaquim Nabuco; a rotatória da Estrada do Jatobá e a rotatória do bairro Henrique Leite, 5º BPM.


Blog do BILL NOTICIAS

MADURO: 'SOMOS COMO OS VIETNAMITAS, RESISTIREMOS ATÉ COM NOSSAS UNHAS'

Divulgação

Entrevista traduzida por William Robson
O jornal catalão La Vanguardia reproduziu neste domingo uma entrevista com o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro. É uma das poucas entrevistas concedidas a veículos estrangeiros, diante das pressões internacionais, sobretudo, dos Estados Unidos para derrubá-lo do governo e do novo mandato que acabou de assumir.
A entrevista foi concedida ao jornalista catalão Jordi Évole, que gravou a conversa para o seu programa televisivo e de onde foi extraída a versão publicada no diário de Barcelona. O relato foi traduzido e agora publicado no Brasil 247, em português.
Maduro fala das investidas contra seu governo, das intromissões internacionais, critica líderes e ressalta a luta do povo venezuelano para impedir que seu país se torne um quintal dos Estados Unidos, a exemplo de outras nações como o Brasil do presidente Jair Bolsonaro.
Segue a entrevista de Jordi Évole, para o La Vanguardia:
JORDI ÉVOLE - Sinto-me privilegiado, mais do que outros colegas meus que foram detidos ou deportados de seu país nos dias de hoje.
NICOLÁS MADURO - Você sabe que existe uma campanha para que a Venezuela pareça um monstro, uma ditadura. E qualquer evento que acontecer por aqui será amplificado, para que se some à campanha permanente de desgaste e assim, poder justificar qualquer ação contra o nosso governo.
Como, por exemplo, a detenção de jornalistas?
Aqui não há prisão de jornalistas.
Sim, houve.
Não houve prisão de jornalistas
O que houve então?
Montagens, provocações... Eles fazem montagem para servir de notícia e, em seguida, reproduzi-lo no Twitter, através de redes sociais. Na Venezuela há pleno exercício da liberdade.

Eu falo sobre o caso de três jornalistas da agência EFE (houve outros casos com outros jornalistas de outros meios), que foram detidos por 24 horas e depois liberados.
Essa notícia é para você e para outros um escândalo. Uma provocação. Uma situação de abordagem que certamente foi feita e transformam isso em notícia de que o regime ditatorial de Maduro está perseguindo jornalistas.
24 horas de abordagem?
Podem ser 48, como em qualquer país do mundo.
Se isso terminar mal, você se sentirá responsável?
Isso não terminará mal. Nós temos a experiência de 20 anos de luta. (...) Mas para o bem, ou para o mal, eu assumo toda a minha responsabilidade.
Qual é a probabilidade de que a situação na Venezuela acabe em uma guerra civil?
Ninguém poderia hoje dar com certeza uma resposta para essa pergunta. Tudo depende do nível de loucura e agressividade do império estadunidense e seus aliados ocidentais. Nós simplesmente vivemos em nosso país e pedimos que ninguém intervenha nos assuntos internos. E nos preparamos para defender nosso país.
Precisamente, esta semana você ordenou a criação de 50 mil unidades populares de defesa. São medidas que não convidam ao otimismo.
Por quê? (...) É o povo, organizado como miliciano, em seu bairro, em sua fábrica, na universidade. Nos diferentes espaços. Eles são corpos de combatentes.

Esses corpos têm armas?
Eles têm acesso ao sistema de armas das Forças Armadas Nacionais Bolivarianas. Eles têm treinamento militar.
O senhor está disposto a armar as pessoas?
A cidade já está se armando. Armado do ponto de vista profissional, institucional e constitucional. No caso de um conflito local, regional ou nacional, as pessoas sabem para onde ir, o que fazer, como se defender. (...) A opção militar está sobre a mesa de Donald Trump. O que um país deve fazer? Render-se? Se você quer paz, diz um ditado, prepare-se para a guerra. Eu gosto de dizer isso de outra maneira: "Se você quer paz, prepare-se para defendê-la".
Estou assustado com o que o senhor está dizendo, senhor Maduro.
Sério? Isso não me assusta. (...) Não vamos entregar a Venezuela.
E o senhor não se importa com o derramamento de sangue que poderíamos imaginar?
Então nos rendemos?
Neste domingo, acaba o ultimato da União Européia para que o senhor convoque eleições presidenciais.
Nós não aceitamos ultimatos de ninguém. É como se eu tivesse dito à União Europeia: "Eu lhe dou sete dias para reconhecer a República da Catalunha, ou se não vamos tomar medidas". A política internacional não pode ser baseada em ultimatos.
Você não pensou em convocar eleições?
Nós não consideramos aceitar ultimatos de ninguém. (...) Por que a União Européia tem que ditar normas políticas para outro país?
Descarta totalmente o apelo por eleições presidenciais?
Acredito que o que a Venezuela precisa é de uma renovação do Parlamento.
Vou repetir a pergunta: o senhor exclui totalmente a convocação de eleições presidenciais?
As eleições presidenciais foram realizadas em 20 de maio.
Repito a pergunta porque o senhor não está respondendo "Sim, eu descarto". Parece deixar a porta aberta...
É que a porta está aberta ao diálogo, ao entendimento, ao respeito pela independência da Venezuela. A porta está aberta a mil fórmulas para este entendimento.
O senhor está contra as cordas, senhor Maduro?
(Silêncio) Seria necessário fazer uma análise do ringue para ver como está o combate. Eu creio que é duro. E nossos oponentes são poderosos. Dão golpes sujos. Não lutam respeitando as regras do jogo. Mas nos defendemos. Humildemente. Como Davi contra Golias. Nós temos nossos segredos e temos nosso alicerce.
Se o senhor estivesse diante de Donald Trump, o que diria a ele?
Pare! Pare, Donald Trump! Você está cometendo erros que vão manchar suas mãos de sangue! Pare! (...) No final, eles querem voltar a um século XX de golpes militares, de governos fantoches subordinados a seus mandos e de saques de nossos recursos naturais. E isso é inviável: o século 21 está avançado. A América Latina e o Caribe não podem ser o quintal dos Estados Unidos.
O que você sentiu quando ouviu o ultimato de Pedro Sánchez (primeiro-ministro espanhol)?
Que Pedro Sánchez é um farsante. Que é ele quem não foi eleito por ninguém. Fui eleito e reeleito por votos populares. Nós ganhamos 23 de 25 eleições em 20 anos. E Pedro Sánchez deveria ser ele o único a convocar eleições para que o povo espanhol pudesse escolher quem é seu presidente. Ele é um presidente não eleito. Isso é o que eu penso de forma automática e acho que todos os espanhóis pensam assim. (...) E creio que Pedro Sánchez não sairia bem nas eleições que convocasse.
No ano passado, a inflação na Venezuela cresceu 3% por dia.
Nós temos uma guerra econômica...
O senhor recorre novamente a um inimigo de fora.
É interno também. (...) Agora, devemos dizer também que temos proteção social, e desemprego abaixo de 6%.
Mesmo assim, centenas de milhares de venezuelanos decidiram fugir do país.
Eu acredito que existem 600 mil, 800 mil venezuelanos.
Existem fontes que falam de três milhões.
Muitas pessoas foram enganadas. Ou com esperança. (...) Eles saíram com uma visão falsa ou em desespero.
Senhor Maduro, o senhor considera que sair do governo a tempo é uma vitória?
Os bolivarianos não desistem. Nós somos, como diz Rodríguez Zapatero, como os vietnamitas: lutamos até com nossas unhas. (...) Para coisas ruins, nunca aceitaremos nada, que eles saibam disso. Deixe Pedro Sánchez saber. Pedro Sánchez, você sabe! Pelo mal, você vai afundar. A Venezuela, para o mal não dá um passo em qualquer direção, que o mundo saiba disso.
(Entrevista traduzida por Willian Robson)


Blog do BILL NOTICIAS