domingo, 11 de novembro de 2018

10 mortos em deslizamento na cidade de Niterói-RJ. Buscas continuam

    Via:Vinicius de Santana
Slide 1 de 7: Voluntários e equipes do Corpo de Bombeiros e Defesa Civil auxiliam na remoção de escombros para encontrar possíveis vítimas após deslizamento no Morro da Boa Esperança, em Niterói (RJ) - 10/11/2018

Slide 2 de 7: Deslizamento no Morro da Boa Esperança em Niterói (RJ), na madrugada deste sábado (10), causa a morte de ao menos três pessoas.

Slide 3 de 7: Moradores do Morro da Boa Esperança, em Niterói (RJ), observam trabalho de resgate do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil, após deslizamento atingir o local - 10/11/2018

Slide 4 de 7: Equipe de Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil auxiliam feridos após deslizamento em Niterói (RJ) - 10/11/2018

Um deslizamento de pedras em Niterói, na região metropolitana do Rio de Janeiro, matou ao menos 10 pessoas na madrugada deste sábado 10, segundo informações da Defesa Civil do RJ.
Onze já foram resgatadas com ferimentos e encaminhadas a unidades de saúde próximas. Ainda há pessoas soterradas e o trabalho de buscas continua.
Seis imóveis foram atingidos por uma pedra grande que rolou do alto do Morro da Boa Esperança em consequência das chuvas que atingem a região. Niterói está em estado de atenção.
Segundo representante de uma associação de moradores do local, em entrevista à GloboNews, algumas das casas atingidas já estavam interditadas pela Defesa Civil. Seus donos, contudo, se recusaram a deixá-las.
Os trabalhos de remoção dos escombros, resgate das vítimas e busca por mortos poderá levar até 48 horas, afirmou o secretário de Estado de Defesa Civil e comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar, coronel Roberto Robadey Costa Júnior, ao canal.
Embedded video
Batalhão de Niterói auxilia equipes do @cbmerjoficial que trabalham para resgatar vítimas soterradas pelo deslizamento ocorrido nesta manhã, no Morro da Boa Esperança, em Piratininga, quando uma pedra rolou do alto da comunidade e atingiu casas. Nossa solidariedade às famílias!
Este é o primeiro deslizamento registrado na cidade desde 2010, quando 48 pessoas morreram em uma ocorrência semelhante no Morro do Bumba, tragédia que causou comoção nacional à época.
Rodrigo Neves, prefeito de Niterói, a região não é classificada como área de alto risco geológico no mapeamento de risco. Ele explica que o ocorrido não foi o deslizamento de uma encosta e sim uma rachadura no maciço de um local muito mais alto do que o ponto onde ocorreu a tragédia.
A Prefeitura de Niterói informou que, desde 2013, “investiu mais de R$ 150 milhões em obras de contenção em 50 encostas da cidade”.(msn-noticias)


Blog do BILL NOTICIAS

Receita médica passará a valer em todo território nacional

   Via: Vinicius de Santana

O presidente da República Michel Temer sancionou nesta quinta-feira (8), a lei que determina que a receita médica tenha validade em todo o território nacional. Antes o receituário prescrito pelo médico era aceito apenas no Estado onde ocorreu o atendimento. O decreto passará a valer daqui a 90 dias e todas as farmácias e estabelecimentos que comercializam fármacos sob prescrição serão obrigados a aceitar o documento, inclusive os locais que vendem medicamentos especialmente controlados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).
A Lei Nº 13.732 foi publicada em Diário Oficial nesta sexta-feira, 9 de novembro, e altera a norma anterior nº 5.991, datada de 17 de dezembro de 1973. Fora o presidente Michel Temer, assinaram o decreto o ministro da Justiça Torquato Jardim e o ministro da Saúde Gilberto Magalhães Occhi.
Confira o texto na íntegra:
 
“LEI Nº 13.732 , DE 8 DE NOVEMBRO DE 2018 Altera a Lei nº 5.991, de 17 de dezembro de 1973, que dispõe sobre o Controle Sanitário do Comércio de Drogas, Medicamentos, Insumos Farmacêuticos e Correlatos, para definir que a receita tem validade em todo o território nacional, independentemente da unidade federada em que tenha sido emitida.
 
O Presidente da República
 
Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: Art. 1o O parágrafo único do art. 35 da Lei nº 5.991, de 17 de dezembro de 1973, passa a vigorar com a seguinte redação:
“Art. 35. ………………………………………………………………………………………………………
Parágrafo único. O receituário de medicamentos terá validade em todo o território nacional, independentemente da unidade da Federação em que tenha sido emitido, inclusive o de medicamentos sujeitos ao controle sanitário especial, nos termos disciplinados em regulamento.” (NR)
Art. 2º Esta Lei entra em vigor após decorridos 90 (noventa) dias de sua
publicação oficial.
 
Brasília, 8 de novembro de 2018; 197º da Independência e 130º da República”



Blog do BILL NOTICIAS

UMA IGREJA, DOIS PAPAS. A “GUERRA” ENTRE BENTO E FRANCISCO


Por: Fernanda Cancio
Fonte: Diário de Notícias, Lisboa
A guerra entre conservadores e liberais no seio da Igreja Católica não é de agora, decerto. Mas é a primeira vez na história da instituição em que cada um dos lados tem um papa - vivo. E se um deles tem o cognome de “emérito”, a verdade é que, se houve quem pensasse que iria passar o resto da vida em recolhimento e oração, “desaparecendo" do mundo dos vivos, enganou-se. Bento nunca saiu do Vaticano e nem sequer se mantém em silêncio.
É isso que evidencia a revista Vanity Fair, num longo artigo publicado nesta terça-feira, no qual o jornalista e escritor britânico John Cornwell, autor de várias obras sobre os meandros da igreja católica e sobre papados – entre elas Hitler's Pope -The secret story of Pius XII (O Papa de Hitler - A História Secreta de Pio XII, 1999), e A Thief in the Night - The Mysterious Death of Pope John Paul I (Um ladrão na noite - A morte misteriosa do Papa João Paulo I, 1989) - descreve vários episódios reveladores de, no mínimo, um mal-estar entre os dois pontífices. “Se Francisco é o papa vivo que reina, Bento é a sua sombra, o papa emérito morto-vivo”, escreve Cornwell.
“Se Francisco é o papa vivo que reina, Bento é a sua sombra, o papa emérito morto-vivo”
E prossegue: “Em 2013, Bento anunciou inesperadamente a sua renúncia. Era o primeiro papa a fazê-lo em quase 600 anos. Mas a seguir, ao contrário do que muitos esperavam, não se enfiou num obscuro mosteiro bávaro. Ficou no mesmo lugar, continuando a aceitar ser tratado por ‘sua santidade’, a usar ao peito a cruz de bispo de Roma, a publicar, a encontrar-se com cardeais, a fazer pronunciamentos. A sua mera existência encoraja os conservadores que querem minar o reinado de Francisco.”
É, considera o jornalista, uma situação para a qual é difícil encontrar precedentes. “Com que podemos comparar esta circunstância de uma igreja com dois papas? Estamos nos domínios dos arquétipos e do mito. Pensemos no Rei Lear, que deu todo o poder mas se manteve perto para controlar, resultando em desastre, ou no fantasma em Hamlet. A mera presença de um ex papa já seria o suficiente para pôr em causa a força de espírito e a independência de Francisco desde o primeiro dia.”
Poderia o simpático João XXIII, pergunta Cornwell, “ter iniciado a reforma do Concílio Vaticano Segundo se Pio XII, o seu autocrático predecessor, estivesse a observar, lugubremente, de uma janela vizinha? E iria João Paulo II abanar a árvore apodrecida da União Soviética se o angustiado e hesitante Paulo VI , que chegou a ponderar uma concordata com Moscou, o estivesse puxando pelo braço?”
O escritor acha que não: “Qualquer que seja a direção do papado, esquerda ou direita, para o melhor ou o pior, é a iniciativa única e exclusiva de um papa de cada vez que lhe confere suprema autoridade e poder. O segredo da unidade católica é a lealdade, em todas as circunstâncias, ao único supremo pontífice vivo. A briga entre os leais a Francisco e os insurgentes de Bento ameaça provocar a maior divisão na Igreja Católica desde a Reforma do século 16, quando Martinho Lutero e outros reformistas lideraram a revolta protestante contra o Vaticano.” E cita o historiador Diarmaid MacCulloch, da Universidade de Oxford: “Dois papas é a receita para um cisma.”
Ainda por cima, dois papas com visões tão diferentes. Desde que João Paulo II o nomeou Prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, ou, nas palavras de Cornwell, “fiscalizador chefe da doutrina, em 1981, o então cardeal Joseph Ratzinger defendeu uma Igreja Católica menor, limpa de imperfeições. A visão de Francisco é diametralmente oposta: quer uma igreja aberta, acolhedora, misericordiosa para com os pecadores, hospitaleira face aos estranhos, respeitosamente tolerante de outras fés. Procura encorajar os que duvidam, consolar os feridos, e trazer de volta os excluídos pela respetiva orientação. Compara a igreja a um hospital de campanha para os espiritualmente doentes.”
“A briga entre os leais a Francisco e os insurgentes de Bento ameaça provocar a maior divisão na Igreja Católica desde a Reforma do século 16, quando Martinho Lutero e outros reformistas lideraram a revolta protestante contra o Vaticano.”

As trincheiras são tão óbvias que se consubstanciam em tshirts: Matteo Salvini, atual ministro da Administração Interna e líder do partido de extrema-direita Liga (antes Liga Norte), que se notabiliza pelas suas posições xenófobas, foi fotografado em setembro de 2016 com uma em que se vê a cara de Francisco com ar horrorizado com o escrito “O meu papa é Bento”. É normal: se Francisco passa a vida a apelar ao acolhimento de refugiados, Salvini quer vê-los todos pelas costas. Mas será normal que, estando vivo e a observar, Bento não rechace este tipo de apoio? Tanto mais que, como Cornwell frisa, o papa “reformado” continua a opinar e a fazer-se ouvir - quer diretamente quer através de outros.
Um ofício papal alargado ou só um papa?
Um desses outros é o seu secretário, o arcebispo alemão Georg Gänswein. Este, que vive na atual residência do papa emérito - a qual, conta Cornwell, fora um convento para 12 freiras contemplativas no tempo de João Paulo II e que Bento mandou renovar e preparar (luxuosamente, parece) quatro meses antes de anunciar a sua renúncia - declarou em maio de 2016 que Francisco e Bento representam um único ofício papal “alargado”, com um membro “ativo” e um “contemplativo”. Francisco teria rejeitado a ideia de imediato: “Só há um papa”.
Desde essa altura, diz Cornwell, a relação entre o papa investido e o emérito teria se deteriorado. Em julho de 2017, no enterro do cardeal conservador (e crítico de Francisco) Joachim Meisner, arcebispo emérito de Colônia, Gänswein leu uma carta de Bento. Esta contém, no entender do autor do artigo da Vanity Fair, uma frase que pode ser considerada muito desestabilizadora do pontificado do atual papa. Nesta, Bento diz que Meisner estava convencido de que “o Senhor não abandona a Sua Igreja, mesmo que o barco tenha feito tanta água que esteja à beira de afundar.” Para Cornwell, Bento parece estar dizendo que a Igreja Católica comandada por Francisco está se afundando.
Mas não fica por aqui: em setembro último, Gänswein deu uma palestra na biblioteca do parlamento italiano por ocasião do lançamento da tradução italiana do livro The Benedict Option (A opção de Bento), do escritor americano Rod Dreher, descrito por si mesmo como um “conservador empedernido”. O livro defende que a civilização ocidental, nomeadamente os EUA, se encaminham para um tempo de caos e negritude, uma nova idade das trevas, e que o caminho é voltar aos ensinamentos de Bento de Núrsia, o fundador dos monges beneditinos. Gänswein explicou à audiência que a crise de abuso sexual na Igreja Católica é a idade das trevas da instituição, o 11 de setembro católico. Um paralelismo que foi interpretado por Dreher como significando que o salvador atual é o papa emérito.
Cornwell encontra outros sinais de perversidade - não é muito difícil perceber para onde pende o seu coração na disputa que descreve - na conduta de Bento, até antes de renunciar. Refere por exemplo o fato de em 2012, pouco antes de anunciar a sua inesperada decisão, ter nomeado o bispo conservador Gerhard Ludwig Müller para o lugar que fora seu sob João Paulo - ou seja, designando um conservador de linha dura para fiscalizador da doutrina (num ministério que está também encarregado de investigar casos de abuso sexual) do qual o seu sucessor teria dificuldade em retirá-lo sem parecer desrespeitador - de facto, Francisco só o substituiu em 2017. E não só nomeou Gänswein como seu secretário pessoal como também chefe de gabinete do papa - o que significa dirigir a residência papal no palácio apostólico, onde é suposto os papas viverem e trabalharem. Isso, frisa Cornwell, permitiria ao secretário e homem de confiança do papa emérito monitorizar toda a atividade do novo pontífice.
O que significa que a decisão de Francisco de não ocupar as luxuosas instalações que há séculos são a casa dos papas pode ter também tido a ver com dar um recado a Bento e Gänswein - pelo menos na interpretação de Cornwell. Assim, Francisco instalou-se na modesta Casa Santa Marta, onde ficam os clérigos que visitam o Vaticano. Permite a Gänswein que organize recepções nos aposentos papais para reis e chefes de Estado, mas o resto do tempo está fora do alcance do secretário de Bento.
É possível um cisma?
Frisando que, aos 91 anos, cinco após renunciar, Bento parece manter vigor físico e mental, Cornwell interroga-se sobre os motivos da sua resignação. E sobre que estratégia terá em vista. Será que um cisma, ou seja, a divisão da Igreja Católica em duas, é possível?
Certo é que, conclui o jornalista, se assiste a um impasse. Francisco está cada vez mais isolado e acossado por escândalos sucessivos; a presença de Bento e as suas intervenções não ajudam, pelo contrário.
Mas se, argumenta Cornwell, é tentador lançarr a culpa desse impasse a Bento, o rígido moralista e o defensor de uma igreja mais pequena e mais pura, aquele que renunciou sem deixar o palco, aquele cuja mera existência mina a autoridade de Francisco, também há motivo para acreditar que este último tem os seus próprios motivos para querer provocar uma crise.
E explica: “Desde os primeiros dias do papado, falou de forma a sugerir que procura, que provoca, que pede uma mudança maciça numa autoritária, dogmática teimosamente inamovível Igreja que mostra os seus frutos amargos nos milhares de jovens fiéis abusados em todo o mundo católico. Uma purga drástica dos privilégios obstinados, do secretismo, da riqueza, do tradicionalismo, da falta de transparência e de controle, pode ser a condição necessária de um novo começo.”


Blog do BILL NOTICIAS

Em Petrolina mais um ex-presidiário é assassinado. O homem tinha acabado de deixar o presidio

   Via:Vimicius de Santana


Mais um assassinato registrado em Petrolina. O fato ocorreu na manhã deste sábado (10), quando um ex presidiário que acabara de deixar o presidio Edevaldo Gomes e que estava em um veiculo, foi alvejado por vários tiros quando trafegava pela Avenida Cardoso de Sá, já próximo ao Iate Clube. A vítima era conhecida por Wellington Pereira Ayres. Wellington  cumpria pena pelo crime de estelionato. Ainda segundo a polícia, desde maio ele estava no regime semiaberto, utilizando tornozeleira eletrônica.
Segundo testemunhas, o carro da ex-presidiário vinha sendo seguido por um outro veiculo. A vítima morreu no local. O Instituto Médico Legal (IML) foi acionado e removeu o corpo. A Polícia Civil  foi acionada e já esta acompanhando o caso. Aguardem novas informações.

Blog do BILL NOTICIAS

Em Juazeiro suspeito do assassinato de mototaxista se entrega a Policia e nega autoria do crime


Informações policiais que acabam de chegar à redação do Blog Geraldo José dão conta de que o suspeito de matar o mototaxista e músico Cícero José dos Santos Silva, conhecido por Naldinho da Guitarra, teria se entregado ao plantão da Polícia Civil na manhã deste sábado.
Segundo o Blog apurou na madrugada de hoje o suspeito que estaria hospedado em uma pousada de Juazeiro ligou para o Cicom (Centro Integrado de Comunicação) da Secretaria de Segurança Pública da Bahia informando que iria se entregar com receio de ser assassinado por conta da postagem de sua foto em diversos grupos do whatsapp na região.
A fonte do Cicom que nos passou a informação ainda esclarece que o suspeito nega a autoria do assassinato de Naldinho que aconteceu na tarde do dia 05 de novembro, cujo corpo foi encontrado nas imediações do Mandacaru I.
Ao tomarem conhecimento do fato centenas de mototaxistas se concentram neste momento em frente ao Complexo Policial de Juazeiro solicitando explicações e pedindo justiça no caso.Ele ainda vai ser ouvido pelo Delegado de plantão. (Blog de Geraldo Jose)

Blog do BILL NOTICIAS

Paulo Câmara reduz ICMS do diesel e cria Nota Fiscal Solidária

Alíquota do ICMS será reduzida de 18% para 16%. E restituição às famílias chegará a R$ 150 por ano

  Por: Renata Bezerra de Melo
Governador Paulo Câmara passou o cargo, ontem, para o presidente da Alepe, Eriberto Medeiros, quando apresentou projetos a ele, encaminhados, ontem, ao legislativo
Governador Paulo Câmara passou o cargo, ontem, para o presidente da Alepe, Eriberto Medeiros, quando apresentou projetos a ele, encaminhados, ontem, ao legislativoFoto: Divulgação


Os projetos chegaram, na última sexta (9), à Assembleia Legislativa de Pernambuco. Antes disso, o governador Paulo Câmara (PSB) tratou de apresentá-los, em primeira mão, ao presidente da Casa, Eriberto Medeiros (PP). O socialista traçou as propostas ao progressista durante a passagem do governo na tarde de sexta. À noite, o chefe do Executivo estadual embarcou para 10 dias de férias na Espanha. 

Os referidos projetos são relacionados ao sistema tributário de Pernambuco e caberá ao secretário executivo da FazendaBernado D´Almeida, detalhar as matérias na segunda ou na terça-feira. Os objetivos são os seguintes: viabilizar uma maior competitividade das atividades econômicas e contemplar a população mais carente ao mesmo tempo. 

As principais propostas visam a redução da alíquota do ICMS do diesel, de 18% para 16%, e a criação da Nota Fiscal Solidária, um programa de restituição de impostos que atenderá mais de um milhão de beneficiários do Bolsa Família no Estado. A redução da carga tributária do diesel deve gerar um aumento significativo na circulação de caminhões, tornando o estado de Pernambuco mais competitivo. 
Nota Fiscal Solidária, por sua vez, garantirá um pagamento anual de até R$ 150 às famílias integrantes do Bolsa Família. Funcionará da seguinte forma: ao realizar uma compra de itens da cesta básica, o beneficiário informará o CPF, que será incluído na Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica (NFC-e), gerando créditos para restituição em até um ano. As iniciativas serão executadas, segundo governistas, por meio do Fundo Estadual de Combate à Pobreza, composto por recursos do ICMS de produtos como cigarro, armas, produtos de alto luxo, entre outros. A redução do diesel já era uma reivindicação dos caminhoneiros, mas agrada todo setor produtivo num momento em que o Brasil está submetido à grave crise fiscalPaulo Câmara quer ainda deixar claro seu compromisso com a área social, num contraponto a cortes que venham a ocorrer em nível nacional.

Um extra para o Fundo
Ao Fundo de Combate à Pobreza, serão acrescentados produtos como carnes gourmet, embalagens plásticas não retornáveis, garrafas plásticas e canudos, automóveis (exceto de 1.000 cilindradas até R$ 50 mil), motos acima de 250 cilindradas, explosivos, refrigerantes e isotônicos. Do ICMS sobre esses produtos, 2% vão para o Fundo. 

Gestos > O deputado Lucas Ramos (PSB), que teve nome ventilado para concorrer à presidência do partido, considera o seguinte: "Eriberto Medeiros é uma alternativa para o PSB porque já tem bom trânsito na Casa e tem se mostrado excelente parceiro do governo".

Na cota > Lucas pondera: "Agora, ele é uma alternativa". Nos bastidores, governistas registram que as articulações "estão bem encaminhadas na direção de Eriberto e que o espaço dele na presidência da Alepe entra na cota do PP no governo".

Cotação > Para concorrer à 1ª secretaria, o nome mais cotado do PSB no Palácio das Princesas, hoje, é o de Clodoaldo Magalhães (PSB).

Olho em 2020 > Há apostas de que o governador Paulo Câmara possa convocar Carlos Veras (PT) como forma de contemplar o deputado Odacy Amorim (PT) com uma cadeira na Câmara Federal. O gesto poderia ter repercussão nas composições para 2020.

2º turno - Em entrevista à rádio local ontem, Tony Gel (MDB) revelou não ter votado nem em Bolsonaro, nem em Haddad, no 2º turno.



Blog do BILL NOTICIAS

Michel Temer é cotado para assumir a embaixada brasileira na Itália

Se confirmada, a nomeação garantiria foro privilegiado a Temer; Decisão caberá ao presidente eleito Jair Bolsonaro

  Por: Bernardo Bittar - Correio Braziliense
Foto: Evaristo Sá/ AFP
Foto: Evaristo Sá/ AFP

São grandes as chances de o presidente Michel Temer ser nomeado embaixador do Brasil após deixar a Presidência. Fontes do Palácio do Planalto e do Ministério das Relações Exteriores (MRE) disseram ao Correio Braziliense que Temer é um forte candidato para assumir a embaixada em Roma, embora o Itamaraty, procurado pelo jornal, não se pronuncie oficialmente sobre o assunto.

A indicação é tratada como uma "saída honrosa" para o presidente em fim de mandato. O posto é considerado um dos mais prestigiados do corpo diplomático brasileiro, integrando o imponente Cirtuito Elizabeth Arden, que inclui ainda as representações de Nova York, Londres e Paris. Atualmente, a embaixada é chefiada por Antonio de Aguiar Patriota, diplomata de carreira e ex-chanceler de Dilma Rousseff (PT).

Foro privilegiado

Confirmada a nomeação, Temer manteria o foro privilegiado. Segundo o especialista em relações internacionais Creomar Souza, professor da Universidade Católica de Brasília (UCB), a imunidade dos embaixadores se estende dentro e fora do Brasil. "O que há em Brasília nesse momento é que figuras políticas que ficaram sem cargos eletivos buscam cargos com os quais mantêm o foro privilegiado. O benefício se estende no Brasil e na Itália, nesse caso. A função de embaixador faria com que o presidente se tornasse uma espécie de ministro a serviço do Brasil", afirma.   

Além disso, a contar pelos últimos acontecimentos, a embaixada do Brasil em Roma terá grande participação no próximo governo. O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), a quem caberá nomear ou não Temer, se encontrou com o embaixador da Itália para definir as questões sobre a possível extradição do ex-ativista italiano Cesare Battisti, acusado de terrorismo na Europa e exilado no Brasil.

História

A embaixada de Roma já foi ocupada por nomes importantes no serviço exterior, como Paulo Tarso Flecha de Lima, cuja esposa, Lúcia Flecha de Lima, engajou-se para restaurar o Palácio Panphili, edificação barroca construída entre 1644 e 1650, na Piazza Navona.

Desde 1920, é a sede da embaixada brasileira na Itália, tornando-se propriedade da República brasileira em 1964. Ao ser restaurado em 2000, o palácio foi pintado com a cor que tinha no século XVIII. O local tem três pátios interiores e 23 salas com afrescos de artistas famosos, como Giacinto Gimignani, Gaspard Dughet, Andrea Camassei, Giacinto Brandi, Francesco Allegrini e Pier Francesco Mola. O pintor barroco Pietro de Cortona, pintou a longa galeria, entre 1651 e 1654, projetada por Francesco Borromini, com a "História de Eneias".



Blog do BILL NOTICIAS

Novembro Azul. Câncer não é único inimigo da próstata; especialistas alertam para outras doenças

  Via: Vinicius de Santana


Além da prevenção ao câncer de próstata, campanha quer incentivar os cuidados com a saúde e a prevenção de doenças com a incontinência urinária que atinge 10 milhões de brasileiros
A Campanha Novembro Azul foi criada pelo Instituto Lado a Lado pela Vida, com o objetivo de incentivar o cuidado masculino com a saúde, levando-se em consideração as doenças mais comuns nos homens, que acometem a próstata: hiperplasia benigna prostática (HBP), câncer de próstata e a prostatite.
Mas não são só essas doenças que devem preocupar os homens e por isso, a campanha reforça a importância das consultas periódicas ao urologista e dos exames preventivos.
Incontinência urinária: atenção ao funcionamento da bexiga
De acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), a incontinência urinária atinge 10 milhões de brasileiros de todas as idades, mas principalmente a população idosa. A incontinência urinária acomete cerca de 50% dos homens que passam por uma cirurgia de câncer de próstata, pois o procedimento pode afetar o esfíncter – músculo que controla o fluxo da urina.
A incontinência é considerada o “câncer social”,  por dificultar a vida social e sexual do paciente.  Além do medo de deixar a urina escapar no parceiro ou de expor o uso de fraldas, o odor da urina torna algumas pessoas constrangidas em manter uma vida sexual ativa.
“A avaliação de um urologista é fundamental para a prevenção da incontinência urinária. Com uma boa avaliação do sistema urinário é possível escolher um tratamento acertado e prematuro, que pode prevenir danos maiores ao paciente no futuro e evitar doenças de bexiga como cistite ou câncer de bexiga”, afirma o urologista Clayton Bellei, da rede Unimed Volta Redonda.
O urologista explica que existem tratamentos específicos para cada tipo de incontinência – desde fisioterapia de reabilitação do assoalho pélvico, tratamentos medicamentosos, ou tratamentos cirúrgicos. No Brasil, existem duas cirurgias disponíveis: implantação de Sling, que funciona como uma tipóia, que sustenta o canal da urina ou implantação de um esfíncter artificial, que é um pequeno anel em volta da uretra, totalmente contido no corpo e imperceptível, que passa a ser o responsável pelo controle da urina. (Ascom)


Blog do BILL NOTICIAS

Água de Coco produzida no Vale do São Francisco é destaque no mercado

Resultado de imagem para Água de Coco produzida no Vale do São Francisco é destaque no mercado


No mês de novembro, o coco verde está do jeito que o povo gosta. Carnudo e com bastante água, ele alcança neste período as qualidades mais apreciadas pelo consumidor final, a exemplo do que se vê nos quiosques da praia e nas gôndolas do supermercado. Segue imponente pelo menos até março, quando os termômetros registram aquele calor responsável por alavancar o interesse por um produto saudável e natural.
Que o diga a Região Nordeste, onde esse fruto redondo e pesado não perde o posto de símbolo tropical, associado à praia, turismo e lazer. “Mas é o fato de existir um maior conhecimento em torno dos benefícios da sua água que fez a demanda subir de uns anos pra cá. Alavancou, inclusive, a produção do chamado Coqueiro Anão, que origina um fruto com líquido mais propício ao consumo, em áreas não tradicionais de cultivo, como o Sudeste”, explica o pesquisador da Embrapa Tabuleiros Costeiros de Aracaju, Humberto Rollemberg, que, mês passado, tratou o assunto na 26ª Agrinordeste, em Olinda.
Ainda segundo o especialista, vale lembrar que as variedades de coqueiro mais exploradas no Brasil são mesmo Gigante e Anão. Embora sejam da mesma espécie, o primeiro origina um tipo de coco mais aproveitado pela indústria de derivados, como leite e óleo de coco e coco ralado.
Já o segundo fornece um fruto consumido in natura ou para envase. Atrativos que justificam o que diz uma pesquisa em curso no Setor de Prospecção e Avaliação de Tecnologias (SPAT), da Embrapa Tabuleiros Costeiros, ao confirmar a tendência de substituição do tipo Gigante pelo Anão, a partir de análises feitas com pessoas do segmento.
No panorama atual, segundo a Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO/ONU), o Brasil é o quarto maior produtor mundial de coco verde, com quase dois bilhões de unidades produzidas por ano. “O Nordeste segue com grande participação em áreas do Semi-árido nordestino, como Petrolina e Juazeiro do Norte, mas sem esquecer a alta produtividade do Espírito Santo”, aponta Rollemberg.
No calor, uma pessoa chega a perder até dois litros de água através do suor. Com a transpiração, vai embora uma série de nutrientes que podem muito bem voltar ao corpo através da água turva e levemente adocicada do coco, rica em sais minerais e pobre em açúcar. “Inclui sódio, potássio, cálcio, magnésio, ferro, zinco, cobre e vitaminas do complexo B. Por tudo isso, é também indicado para quadros de vômito e diarreia”, explica a nutricionista Isis Graziela Rodrigues, que ainda acrescenta existir poder diurético e benefícios para o intestino.
Ainda assim, a presença de potássio exige moderação por pessoas com deficiência renal, bem como os diabéticos devem ficar atentos à quantidade de carboidratos. O consumo diário, segundo especialistas, deve ser calculado dentro do plano alimentar de quem tem essas patologias.
“E não se esqueça da polpa. Ela é rica em gorduras do bem, como os ácidos graxos do tipo láurico, que são metabolizados no fígado e se transformam em energia. Esse ácido também é antioxidante, protege as células, além de ser bactericida e fungicida”, acrescenta a nutricionista. Na hora do lanche, ela recomenda cortar algumas lâminas, polvilhar canela e levar ao forno por cinco minutos.
E por falar em gordura, ela também se estende aos subprodutos originados da versão seca. O mais popular entre eles é o leite branco e viscoso, extraído da polpa já madura. Na gastronomia, o líquido surge como alternativa aos intolerantes à lactose, alérgicos à proteína do leite de vaca e até veganos.
Já o óleo de coco, que surfa na onda da vida saudável, é formado por triglicerídeos de cadeia média, que, em consumo orientado, atua no sistema imunológico e regula os níveis de colesterol no sangue. Por sua vez, o açúcar de coco tem um baixo índice glicêmico, é rico em vitaminas e minerais, mas não deixa de ter calorias, como todos os itens listados até aqui.(Folha Pernambuco)


Blog do BILL NOTICIAS