quarta-feira, 4 de outubro de 2017

Mais confusão no PMDB de Pernambuco. Deputado Jarbas Vasconcelos consegue liminar federal

Resultado de imagem

Deputado Jarbas Vasconcelos


A Justiça do Distrito Federal decidiu, através de uma liminar, concedida pelo juiz Cleber de Andrade Pinto, da 16ª Vara Cível de Brasília, suspender o processo de dissolução da executiva do PMDB de PE, movimento que estava sendo colocado em prática nos últimos dias pela direção nacional do partido. Esta liminar é consequência de uma ação impetrada na Justiça do DF pelo deputado federal Jarbas Vasconcelos, fundador e ex-presidente nacional do PMDB, tendo como advogado o jurista Sepúlveda Pertence, ex-presidente do Supremo Tribunal Federal.
Em sua decisão, o juiz da capital federal entendeu que todo o processo em curso visando a dissolução do diretório pernambucano deve ser suspenso porque a competência para este tipo de ação não é a executiva nacional, mas sim do Conselho Nacional do partido. O Conselho é um fórum amplo, composto, por exemplo, por ex-presidentes nacionais do PMDB, ex-governadores, ex-presidentes da Republica, ex-presidentes da Câmara, que não foi acionado ou sequer convocado ao longo deste processo.
“O caminho da judicialização foi o que encontramos para impedir a ilegalidade que estava em curso. Dissolver um diretório legalmente constituído como é o de Pernambuco remonta aos tempos mais difíceis deste País”, afirmou Jarbas. “A Justiça deverá estar presente em casos de ilegalidades, estejam elas dentro ou fora de um partido político. Quando se trata, como é o caso, da tentativa de dissolução de um diretório estadual tradicionalmente vitorioso, como tem sido o PMDB de Pernambuco, mais evidente se mostra a razão pela qual o estatuto do partido exige que ela se dê por decisão do Conselho Nacional da agremiação, muito mais representativo do que a sua comissão executiva”, complementou Sepúlveda Pertence.(C.Geral).

Blog do BILL NOTICIAS

TEMER JÁ CORTOU R$ 12 BI EM GASTOS DO PAC EM 2017


O governo liberou na terça-feira R$ 9,8 bilhões do Orçamento federal para gastos dos ministérios. Esse valor faz parte de um descontingenciamento de R$ 12,8 bilhões que foi anunciado pelo Ministério do Planejamento na semana passada e que será totalmente concretizado até o fim do ano. Dos R$ 9,8 bilhões liberados, R$ 3,9 bilhões são para obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).
O dinheiro, contudo, ainda está longe de resolver a demanda por recursos para investimentos da União. O PAC — no qual estão concentrados os principais projetos financiados com recursos do Orçamento federal — foi a maior vítima do drama das contas públicas em 2017.
Com gastos obrigatórios elevados e seguidas frustrações de receitas, a equipe econômica foi obrigada a praticamente paralisar o programa para assegurar a meta fiscal do ano, de um déficit primário de R$ 159 bilhões. Embora a Lei Orçamentária de 2017 tenha previsto um total de R$ 36 bilhões para o PAC, o programa foi cortado em R$ 16 bilhões até setembro. A tesourada foi agora reduzida para R$ 12,1 bilhões.
O balanço mais recente do PAC, divulgado no fim de agosto, mostra como o ajuste fiscal impactou os investimentos nos últimos dois anos. Em 2015, saíram diretamente dos cofres públicos R$ 47,2 bilhões para o programa. Em 2016, foram R$ 42 bilhões. Neste ano, esse valor foi reduzido para R$ 10,3 bilhões, segundo dados até junho. Dessa forma, o investimento fica cada vez mais dependente de outras fontes de recursos. Dentro do PAC, além do dinheiro que sai do Orçamento da União, há recursos de financiamentos, do setor privado e contrapartida de estados e municípios.
Segundo o Ministério do Planejamento, das 1.600 obras que estavam paralisadas em novembro de 2016, 673 foram retomadas, e apenas 198, concluídas. O levantamento do ministério mostra que os investimentos param por muitos motivos. Além da restrição orçamentária, há problemas técnicos, ambientais e, ainda, 212 obras abandonadas pelas empresas contratadas. A maior parte dos projetos que foram entregues neste ano é de menor porte: saneamento, urbanização de assentamentos e centros de iniciação ao esporte. Ou seja, as grandes obras andaram pouco.(247).

Blog do BILL NOTICIAS

Chuvas começam em pequenas quantidades na bacia do São Francisco


O período úmido na bacia do rio São Francisco começa a ser monitorado a partir de agora, mas os registros ainda são incipientes, conforme dados do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden). As informações foram transmitidas na manhã desta segunda-feira (2 de outubro), durante reunião promovida pela Agência Nacional de Águas (ANA) para avaliar as condições hidrológicas na bacia do chamado rio da integração nacional.
De acordo com a avaliação hidrológica, a precipitação prevista para esta primeira semana de outubro ainda é de poucas chuvas na região do Alto São Francisco, considerada como sendo a região “produtora” de água para a bacia.
Diante do cenário, as previsões ainda permanecem de maneira restritiva. Com isso, a vazão praticada em Sobradinho, na Bahia, continua sendo de 580 metros cúbicos por segundo (m³/s) e de 550 m³/s em Xingó, entre Alagoas e Sergipe. A partir da segunda-feira da próxima semana, esse patamar será reduzido em Sobradinho para o mesmo nível de vazão em Xingó, ou seja, 550 m³/s.
Durante a reunião, a equipe técnica da Secretaria de Meio Ambiente de Sergipe e da companhia de abastecimento do Estado (Deso) confirmaram que até o final do mês o conjunto de bombas flutuantes começa a operar na captação para atendimento da população sergipana. A empresa de abastecimento comunicou, durante reuniões anteriores, a dificuldade em captar água para atender a população, devido à intrusão salina provocada pela baixa vazão do rio.
Diante da narrativa, o presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF), Anivaldo Miranda, havia anunciado a disposição em contribuir com a Deso para a aquisição do conjunto de bombas. O esforço não foi necessário, pois a companhia conseguiu o empréstimo do equipamento junto ao governo do estado de São Paulo.
Durante a reunião, o diretor técnico da Peixe Vivo, agência de bacia do Comitê, Alberto Simon, anunciou a realização do próximo Encontro de Afluentes do São Francisco, marcado para quinta e sexta-feira próximos, em Salvador (BA). A reunião da ANA é realizada todas as segundas-feiras e transmitida por videoconferência para todos os estados inseridos na bacia do Velho Chico. A iniciativa atende a uma demanda apresentada pelo CBHSF e implementada pela agência federal.Por Delane Barros – Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF),(C.Geral).

Blog do BILL NOTICIAS

Governo de Pernambuco divulga calendário de pagamento para setembro. Aposentados e pensionistas vão receber o pagamento na sexta-feira (5)



Blog do BILL NOTICIAS

Não tem estio, desvio, represa


Verdes águas
Turvas mágoas
Do pranto dos céus
Do cio da terra
Para onde vais
Para o Sol nascente
Que trazes
Do Sol poente
Na tua infinda viagem
Eu também
Estou de passagem
Por aqui
E tudo agora
Em tuas margens
Chora e ri
O São Francisco
Vai subir
Levar na sua correnteza
Casas, matas, lixo
Bicho e gente
Ninguém pode
Com a sua correnteza
O São Francisco
Não vai sumir
Num raso
Rasgo de tristeza
Não tem estio
Não tem desvio
Não tem represa!
Mauricio dias Cordeiro (C.Geral).



Blog do BILL NOTICIAS

Prefeitura Municipal de Santa Filomena é contemplada com doação de equipamentos para Academia das Cidades


Na tarde dessa segunda-feira (02), a prefeitura municipal de Santa Filomena recebeu a doação de equipamentos para execução de exercícios físicos além de brinquedos para uso recreativo.
A doação faz parte das ações da Parceria Votorantim pela Educação, que atua em Santa Filomena desde o inicio do ano de 2017 com a adesão efetuada pelo prefeito Cleomatson Coelho de Vasconcelos.
Os  aparelhos serão instalados  para o uso ao bem estar  e  saúde  disponível para toda população. (Ascom),(C.Geral).

Blog do BILL NOTICIAS

Justiça manda a júri mãe que matou filho por ser gay em Cravinhos


A Justiça decidiu submeter a júri popular a mãe que matou o filho de 17 anos por ele ser homossexual, em Cravinhos, no interior de São Paulo, em dezembro. Além da mãe, a ex-gerente de supermercado Tatiana Ferreira Lozano Pereira, de 32 anos, Victor Roberto da Silva, de 19, e Miller da Silva Barissa, de 18, também serão julgados como autores da morte de Itaberli Lozano.
A vítima foi morta a facadas e teve o corpo queimado. Os três responderão pelo crime de homicídio triplamente qualificado, já que teria sido cometido por motivo torpe, meio cruel e sem dar chance de defesa à vítima. Tatiana também é acusada de ocultação de cadáver.
Na mesma decisão, a Justiça mandou soltar o padrasto da vítima, Alex Canteli Pereira, por considerar que as provas contra ele são insuficientes para mantê-lo preso. O suspeito já deixou o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Taiuva, onde estava detido, mas responderá por ocultação de cadáver.
O Ministério Público Estadual vai recorrer contra a decisão de soltar o suspeito. Tatiana e os outros acusados continuam na prisão. O advogado de defesa dela, Hamilton Paulino Pereira Junior, vai entrar com recurso sob a alegação de que as provas contra Tatiana também são frágeis. O mesmo argumento será usado pelo advogado dos outros dois acusados, Flávio Tiepolo, para pedir a soltura deles.
De acordo com a investigação policial, Itaberli foi morto no dia 29 de dezembro, mas seu desaparecimento só foi registrado dois dias depois pela avó do adolescente. O corpo foi encontrado, carbonizado em um canavial, no dia 7 de janeiro. O reconhecimento foi feito por meio de exame de DNA.
Antes de desaparecer, o adolescente postou em rede social ter sido agredido e ameaçado pela mãe por ser gay. “Que tristeza as famílias sem um pingo de amor, nem a mãe por um filho”, escreveu. “Família em primeiro lugar, é o que há ahahah”.
Ao lado da foto em que estavam a mãe e o padrasto, numa referência às agressões, ele escreveu: “Queria ver a recepção dos dois na cadeia.”
À polícia, a mulher inicialmente confessou ter dado uma facada no filho porque ele a atacara, depois mudou a versão e acusou os dois rapazes, a quem ela havia pedido apenas para dar “um corretivo” no adolescente. Eles, no entanto, disseram que bateram e tentaram enforcar o rapaz na casa da mãe, mas foi ela quem desferiu as três facadas que mataram Itaberli.
Tatiana teve ajuda do marido – padrasto do rapaz – para enrolar o corpo em um edredom, transportar e queimar. Houve ainda a participação de uma estudante de 16 anos, que acabou dando informações à polícia sobre o caso.
Homofobia
O MP sustenta que o crime foi motivado por homofobia, pois a mãe não aceitava a condição do filho de ser gay. Em depoimento, ela chegou a dizer que “não aguentava mais ele”, reclamando que o filho levava homens para casa e usava drogas.
Para a promotoria, ficou patente a homofobia pela inconformidade da mãe com o fato de o filho ser gay. Já a polícia acredita que ele foi morto em razão dos conflitos familiares. A data do julgamento ainda será definida pela Justiça, que decretou sigilo no processo. (Folha de Pernambuco),(C.Geral).

Blog do BILL NOTICIAS

ENTREGUISMO: QUEREM ACABAR COM CONTEÚDO NACIONAL TAMBÉM PARA CONTRATOS ANTIGOS


 Depois de ter reduzido a obrigatoriedade de conteúdo nacional nos novos contratos de exploração de petróleo, o governo Temer, através da ANP, quer agora aplicar a regra que favorece fornecedores estrangeiros em detrimento da indústria nacional aos contratos firmados a partir de 2005.  A proposta foi tema de uma audiência pública acirrada na manhã desta terça-feira, na sede da ANP no Rio, que opôs a Petrobrás e outras petroleiras aos representantes da indústria nacional dos setores naval, siderúrgico e de máquinas. E coincidiu com a grande manifestação que ocorre no Rio, promovida pela Frente Brasil Popular, contra o entreguismo e as ameaças à Soberania Nacional.  Os representantes da indústria nacional ameaçam ir à Justiça caso seja desconstruída esta importante política industrial adotada nos governos Lula-Dilma.
            A política de conteúdo nacional passou a obrigar a Petrobrás e demais exploradores dos campos de petróleo e gás licitados a comprar entre 55% e 65% dos equipamentos da indústria brasileira.  Para a 14ª rodada de licitações, já no governo de Temer,  o índice foi reduzido para 18% na fase de exploração, para  25% na construção de poços,  para  40% na aquisição de equipamentos submarinos e para 25% na construção de plataformas. 
            Agora, a grita é para que estes porcentuais rebaixados para os novos campos sejam também aplicados aos contratos assinados a partir de 2005, o que em qualquer lugar do mundo seria considerado quebra de contrato. Por isso a indústria nacional ameaça judicializar a questão, se a mudança for aprovada.
            A Petrobrás, comandada por Pedro Parente, lidera a grita pelo favorecimento aos fornecedores estrangeiros, argumentando que as empresas nacionais têm dificuldade para fornecer os equipamentos e que os custos são mais elevados que os de fornecedores de fora, onerando os custos operacionais.  Dezenove projetos da estatal estariam parados à espera da definição de novas regras para as compras.
            As encomendas do setor petroleiro às empresas nacionais geram emprego e renda para os brasileiros. Ademais, com a mudança nas regras, disseram os representantes da indústria, elas teriam imensos prejuízos, por terem feito investimentos e contratações com vistas ao atendimento de encomendas que agora estão sendo ameaçadas.
            E assim, mais uma importante política pública, uma medida de política industrial com vistas ao desenvolvimento nacional, também está ameaçada de descontinuidade.(247).

Blog do BILL NOTICIAS

DERROTA DE 50 A 21 MOSTRA O ISOLAMENTO DE AÉCIO

Jefferson Rudy/Agência Senado

Uma onda de bom senso invadiu o Senado ontem, afastando a disposição para a guerra com o STF.
Após três horas de discussões, os senadores decidiram adiar a votação que pode revisar o afastamento do mandato do senador Aécio Neves (PSDB-MG), determinado na semana passada pela Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF). Por 50 votos a 21, os parlamentares aprovaram um requerimento subscrito por cinco senadores pedindo que a votação ocorra somente no dia 17 de outubro.
A decisão de esperar o tribunal se manifestar sobre a imposição de medidas cautelares a parlamentares foi fruto de delicada articulação entre o senador Eunício Oliveira e a ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo.
Mas a votação de 50 x 21 revelou também o isolamento de Aécio Neves. A maioria preferiu não apoiar uma votação que seria essencialmente vista como esforço para salvar o tucano, afundado na Lava-Jato.(247).
As informações são da coluna Poder em Jogo de O Globo.

Blog do BILL NOTICIAS

Desapropriação da casa de Capiba no Recife surpreende viúva

Governador Paulo Câmara anunciou na noite de segunda-feira (2) que imóvel será incorporado ao patrimônio do Estado
Casa de Capiba no bairro do Espinheiro
Casa de Capiba no bairro do EspinheiroFoto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco

A música “Amigo É Casa”, de Capiba, com letra de Hermínio Bello de Carvalho, começa dizendo que “amigo é feito casa” e segue fazendo uma analogia sobre a construção de uma moradia com a de uma amizade. Ironicamente, a casa que o próprio compositor Lourenço Fonseca Barbosa (1904-1997) edificou no Recife está no centro de uma discussão na passagem dos 20 anos de seu falecimento.

Colocado à venda pela viúva do artista, Maria José Barbosa, mais conhecida como Zezita, o imóvel localizado na rua Barão de Itamaracá, nº 369, no bairro do Espinheiro, Zona Norte da cidade, tornou-se objeto de um pedido de tombamento, protocolado, nesta segunda-feira (2), pelo advogado Antônio Campos, irmão do ex-governador Eduardo Campos, junto à Secretaria de Cultura de Pernambuco. Horas depois, o Governo enviou um comunicado à imprensa anunciando que a antiga residência do casal será incorporada ao patrimônio do Estado "com o objetivo de preservar e manter a memória artística de Pernambuco". O decreto do governador Paulo Câmara está publicado na edição desta terça-feira (3) do Diário Oficial.

Zezita, que tem 85 anos de idade e mora atualmente em Surubim - também município natal de Capiba, localizado a 123 km da capital pernambucana -, afirma que não foi consultada a respeito de nenhum dos dois assuntos. Inicialmente, ela não reconheceu e nem aceitou o pedido de tombamento do imóvel, construído em 1948 pelo casal, que viveu no local até a morte do artista. Sobre o decreto de desapropriação, ela disse estar chocada.

Segundo a viúva, Capiba era amigo dos pais de Antônio Campos e fez música com versos do pai dele, a peça em três movimentos "Sem Lei Nem Rei", título do romance do poeta Maximiano Campos, publicado pela Editora O Cruzeiro, em l968, considerada um dos marcos do Movimento Armorial. O ex-governador Miguel Arraes, avô materno de Antônio, era também muito amigo de Capiba. "Até agora, não fizeram nada. Agora, que está esse ‘auê’, querem tombar. Coisa nenhuma. Eu não consinto. Não aceito o tombamento da casa”, afirmou Zezita, em entrevista por telefone, de Surubim, no Agreste de Pernambuco, cerca de 120 km do Recife. "Quero saber quanto vão me pagar. Também não sei por que essa confusão toda."

Leia também:
Surubim pode ganhar museu em homenagem a Capiba
Tombamento do Conjunto Histórico de Noronha é homologado
Matriz ganha tombamento e esperança
Três bens materiais a caminho do tombamento

A viúva do compositor explica que é pensionista, recebe cinco salários mínimos, e o aluguel da casa ajuda no cumprimento de suas despesas, inclusive da Associação Cultural Capiba, também em Surubim. Nas últimas décadas, ainda de acordo com ela, ninguém se propôs a ajudá-la a preservar a memória do marido. “Pensava que iam se interessar em fazer um memorial, alguma coisa assim, como fazem com os outros”, lamentou. Para a própria associação, ela contou que há dois anos foi prometido apoio da Prefeitura e do Governo do Estado. “No início, o Conservatório [Pernambucano de Música] ajudou muito. Depois, faltou verba e fiquei pagando dois professores de teoria [musical] por minha conta, até hoje”, disse.

Além da associação, Capiba dá nome a duas praças no Recife, uma na esquina das ruas do Futuro e Edgar d’Amorim, no bairro das Graças, na área central, e outra entre as ruas Manoel Brandão, Urca e Pará, no bairro de Cajueiro, na Zona Norte, viabilizada por iniciativa dos próprios moradores e inaugurada este ano. “Aqui em Surubim tem uma rua com o nome dele e o prefeito anterior, antes de sair, me deu um terreno para fazer um museu. Quando vai sair, não sei. Os próprios museus do Estado não têm verba”, comparou. “Museu não é mais abrir uma sala e colocar um monte de bagulho dentro”, analisou.

Avaliado em R$ 2 milhões, o imóvel do Espinheiro teve sua venda suspensa, frente à polêmica, mas continua disponível para aluguel, com uma condição: que o locatário mantenha sua estrutura original.(Folhape).


Blog do BILL NOTICIAS

Ex-governador Marco Maciel ganha biografia



O ex-governador Marco Maciel é autor do programa “Compromisso com a Nação”, que determina as diretrizes da Aliança Democrática no processo de redemocratização do Brasil pós-regime militar de 64. O documento é reflexo de uma intensa articulação política da qual Maciel foi um dos protagonistas no sentido de levar Tancredo Neves à presidência, para garantir uma “transição sem riscos”.
Os pormenores desse episódio estão presentes no livro “Marco Maciel: um artífice do entendimento”, assinado pelo jornalista Angelo Castelo Branco e prefaciado pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB). O lançamento acontece nessa segunda-feira(02), às 19h, na Academia Pernambucana de Letras, com a presença de amigos, admiradores e familiares.
O título é composto por trinta capítulos e mais de 70 fotos históricas que recompõem 50 anos da carreira política de Marco Antônio do Rego Maciel. O político pernambucano, formado em Direito, ocupou todos os cargos estratégicos no Legislativo e no Executivo: foi deputado estadual, duas vezes deputado federal (assumindo a presidência da Câmara no segundo mandato), ministro da Educação e Cultura, ministro-chefe do Gabinete da Presidência da República, senador por três mandatos, governador de Pernambuco e por duas vezes vice-presidente do Brasil.
SacerdócioDe acordo com seu biógrafo, Maciel foi político a vida toda, uma dedicação integral herdada do pai, José do Rego Maciel, ex-prefeito do Recife e ex-deputado federal. “Marco Maciel é um ser político, dedicado à República. Ainda jovem o pai lhe disse: ‘Política é sacerdócio. Quando abraçar a carreira política, esqueça outra atividade na sua vida’ e assim Marco Antônio o fez”, conta Castelo Branco, que foi Secretário de Imprensa de Maciel.
Está presente no livro um capítulo importante na história do pensamento político brasileiro contemporâneo: o Compromisso com a Nação. “A construção desse documento ensejou o apoio pluripartidário à candidatura de Tancredo Neves e José Sarney. O Compromisso inspirou a transição do Regime Militar à redemocratização sem derramamento de sangue”, relata o biógrafo.
Maciel resume a ideia do programa em reedição do documento para a Biblioteca do Senado Federal: “Buscar sempre, entre o que nos separa, aquilo que nos pode unir, parece constituir o grande objetivo da Política, porque, se queremos viver juntos na divergência, princípio vital da democracia, estamos fadados a nos entender”.
Neste perfil, nomes como Roberto Magalhães, Gustavo Krause, Roberto Parreira, Antônio Araújo, Everardo Maciel, Joaquim Francisco, José Jorge e Nilson da Silva Rebello endossam o relato sobre Maciel. FHC em seu prefácio, acentua a confiança que tinha em seu vice-presidente por duas vezes. “Marco foi o vice-presidente dos sonhos. Quando estava no exterior, confiava tanto nele que nem me ocorria saber como iam as coisas: iriam do mesmo jeito caso eu estivesse no Brasil”, sublinha.
Este relato é o oitavo título da Coleção Memória, que destaca em biografias, figuras expressivas da história política e cultural de Pernambuco. (Folha PE/notícias),(C.Geral).

Blog do BILL NOTICIAS

Após risco de surto na Europa, Brasil alerta para vacina contra sarampo e rubéola

Sistema Único de Saúde (SUS) disponibiliza a vacina tríplice viral, 
que evita sarampo, caxumba e rubéola
Vacinação


O Ministério da Saúde fez nesta terça-feira (3) um alerta sobre a necessidade de reforçar a vacina contra doenças como sarampo, caxumba e rubéola. A medida ocorre após países como França, Itália, Alemanha, Bélgica, Bósnia, Geórgia, Cazaquistão, Romênia, Sérvia, Dinamarca e Ucrânia ficarem sob risco de surtos de sarampo e rubéola. De acordo com Organização Mundial da Saúde (OMS), o sarampo é considerado endêmico em nove países da Europa e a rubéola, em 14.

O Sistema Único de Saúde (SUS) disponibiliza a vacina tríplice viral, que evita o sarampo, a caxumba e a rubéola. A primeira dose deve ser tomada aos 12 meses de idade. Aos 15 meses, é necessária uma dose da vacina tetraviral, que corresponde à segunda dose da vacina tríplice viral mais uma dose da vacina contra a varicela.

Caso haja atraso na vacinação, crianças de até 4 anos ainda podem receber a vacina com o componente varicela. A partir dos 5 anos até os 29 anos de idade, deverão ser administradas duas doses da vacina tríplice viral. Pessoas de 30 a 49 aos de idade devem receber uma só dose da vacina tríplice viral, caso não tenham sido vacinadas na idade correta.

O governo alerta que, apesar de já não haver casos de sarampo no Brasil desde 2001, nem de rubéola desde 2010, existe o risco dos vírus voltarem a circular no país. Por isso, o Ministério da Saúde enfatiza a importância de que o esquema vacinal esteja completo, conforme as indicações do Calendário Nacional de Vacinação.(Folhape).



Blog do BILL NOTICIAS

Um dia após sofrer tentativa de homicídio, homem é degolado e morre no Monsenhor Bernardino


Um dia após sofrer uma tentativa de homicídio, Raimundo Neves Pereira, de 41 anos, foi morto no Residencial Monsenhor Bernardinho, do ‘Minha Casa, Minha Vida’, em Petrolina, na noite de ontem (3). Ele foi vítima de degolamento por um objeto cortante, segundo informou o 5º Batalhão de Polícia Militar (BPM).
Não há informações sobre a autoria do crime, nem sobre a motivação. O corpo da vítima foi encaminhado ao Instituto de Medicina Legal (IML).(C.Britto).
Blog do BILL NOTICIAS

Quadrilha constrói túnel para levar R$ 1 bi de um banco em SP


Eles tinham o objetivo de roubar R$ 1 bilhão do cofre mais importante do Banco do Brasil. Segundo a polícia, eles investiram R$ 4 milhões e só usavam material de primeira.
(G1 Jornal Hoje)
O túnel foi construído por uma quadrilha para levar R$ 1 bilhão do cofre mais importante do Banco do Brasil. Nos últimos dois meses, pelo menos 16 bandidos montaram uma mega operação em uma casa da Zona Sul da capital paulista.
Os vizinhos contam que chegaram a conversar com os bandidos e sequer imaginavam o que se passava do lado de dentro. “Eu simplesmente passava para lá e para cá, pegava o cachorrinho para dar uma volta, mas jamais suspeitaria que fosse isso aí”, conta o morador Antônio Alves.
“Ele saia bastante, saia de madrugada. A gente achava estranho, mas segundo ele, trabalhava com transporte. Quando chamavam ele tinha que ir, independente do horário”, completa outro morador Leandro Sigolin.
Da casa, o túnel vai direto para o cofre, mas os bandidos aproveitaram uma galeria de água para percorrer um trecho. Dentro, geladeira com muita comida e água. Os colchões, as roupas e os equipamentos especiais revelam que o grupo passava muito tempo na casa.
Os bandidos transformaram um cômodo da casa em um depósito onde guardavam tudo o que era usado na escavação. Segundo a polícia, eles investiram R$ 4 milhões e só usavam material de primeira. Botas, tornozeleira, joelheiras, luvas e até cilindro de oxigênio, tudo era usado pela quadrilha para escavar o túnel.
Os policiais disseram que o túnel tem cerca de 600 metros. O trabalho foi todo calculado, com até um certo espaço. Para ficar tudo ainda mais fácil, os bandidos colocaram até luzes para iluminar o caminho.
A polícia disse que os bandidos pagavam R$ 2 mil por mês de aluguel e que os donos da casa não sabiam de nada. Os investigadores estavam na cola da quadrilha há dois meses e dizem que o túnel ficou pronto na quinta-feira (28) passada. O assalto seria neste final de semana.
A suspeita é que alguns dos bandidos participaram do assalto milionário ao Banco Central de Fortaleza, em 2005, e também de um roubo de joias que estavam em cofres particulares, em uma agência do Itaú, na Avenida Paulista, em 2011.
Dos 16 presos, só dois não tinham passagem pela polícia. Eles têm entre 31 e 55 anos de idade. O Banco do Brasil disse que colaborou com as investigações e depois que foi avisado os funcionários acharam rachaduras no andar do cofre. A polícia suspeita que a quadrilha recebeu informações da planta do prédio e também da localização do cofre.
A polícia disse que o líder da quadrilha presa – Alceu Céu – é suspeito de participar do assalto a uma transportadora de valores no Paraguai, em março deste ano.(C.Geral).

Blog do BILL NOTICIAS

Agência Fluvial alerta para riscos de acidentes no rio a partir de nova redução na vazão de Sobradinho


A nova redução na vazão da Barragem de Sobradinho, norte da Bahia, pode provocar riscos à navegação no Rio São Francisco. O alerta foi feito pela Agência Fluvial de Juazeiro.
O órgão está aconselhando os donos de embarcações e veículos aquáticos, como lanchas e jet skis, a redobrarem os cuidados quando se deslocarem pelas águas do rio. Segundo a agência, deve-se principalmente navegar a baixas velocidades e evitar essa prática durante o período noturno, uma vez que a possibilidade de um acidente provocado por pedras emersas são maiores.

Blog do BILL NOTICIAS

Relatório aponta Brasil como quarto país em número de usuários de internet

Embora país tenha muitas pessoas conectadas, a velocidade ainda é ruim e o acesso muito baseado em telefones celulares

Uso do celular para navegar na internet


Um relatório sobre economia digital divulgado, nesta terça-feira (3), pela Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD, na sigla em inglês) colocou o Brasil em quarto lugar no ranking mundial de usuários de internet. Com 120 milhões de pessoas conectadas, o Brasil fica atrás apenas dos Estados Unidos (242 milhões), Índia (333 milhões) e China (705 milhões). Depois do Brasil, aparecem Japão (118 milhões), Rússia (104 milhões), Nigéria (87 milhões), Alemanha (72 milhões), México (72 milhões) e Reino Unido (59 milhões).

No entanto, apesar do grande número de brasileiros conectados, se for considerado o total de usuários em relação à população, o desmpenho do Brasil é inferior. Segundo dados da União Internacional de Telecomunicações (UIT), o país tem 59% de usuários conectados, percentual inferior ao do Reino Unido (94%), Japão (92%), Alemanha (90%), Estados Unidos (76%) e Rússia (76%). O México possui o mesmo índice do Brasil. China e Índia, países com mais de 1 bilhão de habitantes, ficam atrás juntamente com a Nigéria.

O relatório da UNCTAD avaliou também o ritmo de crescimento do acesso à internet nos últimos anos, considerando o período de 2012 a 2015. Segundo o estudo, o crescimento médio do país no período foi de 3,5%, atrás de Índia (4,5%), Japão (4,6%), Nigéria (4,9%) e México (5,9%). Países mais ricos - como Estados Unidos, China, Alemanha e Reino Unidos - apresentaram um ritmo ainda mais lento do que o Brasil. Contudo, essas nações já possuem taxas de penetração maiores, segundo apontam os dados da União Internacional de Telecomunicações.

Desigualdade
Mesmo com um grande contigente de brasileiros conectados, dados da pesquisa TIC Domicílios, do Núcleo de Informação e Comunicação do Comitê Gestor da Internet (CGI-Br), apontam que ainda há desigualdade no acesso à internet. De acordo com o levantamento, divulgado em setembro, o percentual de lares conectados é de 59% nos centros urbanos, contra 26% nas áreas rurais. No recorte regional, o índice é de 40% no Nordeste, contra 64% no Sudeste.

A disparidade também aparece quando observada a situação econômica. De acordo com a pesquisa do CGI-Br, a internet está em 29% das casas com famílias com renda de até um salário mínimo, contra um índice de 97% naquelas que ganham até 10 salários mínimos. Enquanto na classe A a penetração é de 98%, nas classes D e E ela fica em 23%.

Qualidade
Na avaliação da advogada Flávia Lefévre, representante do Instituto Proteste e integrante do Comitê Gestor da Internet, embora o Brasil tenha muitas pessoas conectadas, a velocidade ainda é ruim e o acesso muito baseado em telefones celulares, com planos pré-pagos e franquias baixas, que muitas vezes não duram até o fim do mês. “A gente tem muitas pessoas conectadas, mas a qualidade do acesso ainda é ruim. A velocidade de provimento é menor do que a média mundial. Muitas pessoas ainda dependem de franquias ou de usar o [rede] wi-fi. Apesar de sermos a nona economia do mundo, temos no geral uma internet de baixa qualidade, especialmente para os mais pobres”, destaca.

A Agência Brasil entrou em contato com o Ministério das Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações para comentar o resultado das pesquisa, no entanto não obteve retorno até a publicação desta matéria.(Folhape).



Blog do BILL NOTICIAS

Atirador de Las Vegas modificou 12 armas para convertê-las em automáticas

Resultado de imagem para EBC LAS VEGAS

O autor do tiroteio do último domingo (1º) em Las Vegas, em que morreram 59 pessoas e mais de 500 ficaram feridas, modificou 12 armas para convertê-las em automáticas. As armas foram disparadas durante 9 a 11 minutos, informaram as autoridades nessa terça-feira (3).
Na última entrevista coletiva do dia sobre o tiroteio, o vice-prefeito do condado de Las Vegas, Kevin McMahill, reconheceu que as autoridades têm ainda "mais perguntas" que respostas sobre os motivos que levaram Stephen Paddock, de 64 anos, a praticar o massacre.
Segundo McMahill, Paddock ficou disparando "entre 9 e 11 minutos" no domingo, de um quarto do hotel Mandalay Bay, contra milhares de pessoas que assistiam a um festival de música country e, em seguida, suicidou-se.
O atirador modificou até 12 rifles semiautomáticos, com dispositivos nas culatras, para abrir fogo de maneira completamente automática e disparar contra a multidão em um ritmo mais rápido, disse Jill Snyder, da Agência de Álcool, Tabaco, Armas de Fogo e Explosivos dos Estados Unidos (ATF, a sigla em inglês).
De acordo com Snyder, foram recuperadas 47 armas de fogo em três localizações diferentes, o hotel Mandalay Bay e duas residências de Paddock, que foram adquiridas em quatro estados pelo atirador.
O presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, afirmou que desconhece se o autor do tiroteio tinha algum tipo de vínculo com o grupo jihadista Estado Islâmico. "Eu não tenho ideia", disse Trump aos jornalistas, a bordo do Air Force One, quando retornava de Porto Rico.
Embora o Estado Islâmico tenha assumido a autoria do tiroteio, o FBI descartou, por enquanto, qualquer vínculo de Paddock com grupos terroristas estrangeiros.
Trump, que irá a Las Vegas para se reunir com as autoridades locais e parentes das vítimas, insistiu em retratar Paddock como alguém "doente e insano".
O presidente evitou, após o massacre, falar sobre o controle das armas de fogo nos EUA, embora tenha admitido que "talvez" esse debate se abra "em algum momento". (EBC).


Blog do BILL NOTICIAS

Após 13 dias, funcionários dos Correios em Pernambuco optam pela continuação da greve


Após 13 dias, os funcionários dos Correios em Pernambuco continuam em greve. Foi o que ficou decidido em nova assembleia do Sindicato dos Trabalhadores dos Correios e Telégrafos de Pernambuco (Sintect-PE) realizada ontem (2). A liminar do Tribunal Superior do Trabalho (TST), que considerou abusiva a paralisação, na última semana, foi criticada pelos sindicalistas.
Segundo o diretor de imprensa do Sindicato dos Trabalhadores e Telégrafos de Pernambuco (Sintect-PE), Eliomar Macaxeira, serão aumentadas as frentes de panfletagem e a comunicação por carros de som, no Grande Recife.
Macaxeira diz que os trabalhadores seguiram todos os trâmites legais necessários à deflagração da greve. Em julho, a federação nacional dos funcionários do setor entregou um calendário à empresa, em que já constava previsão de greve para o dia 18 de setembro, caso as negociações não fossem concluídas.
O diretor de imprensa afirma que os Correios cancelaram três encontros com as lideranças trabalhistas durante o mês de agosto, adiando o início das tratativas para o mês passado.
“O Sintect-PE entende que a população fica prejudicada no processo, mas queremos trazer as pessoas para o nosso lado”, disse Macaxeira. Segundo ele, trabalhadores estão sobrecarregados depois dos Planos de Demissão Voluntária da empresa. Em Pernambuco, seriam necessários pelos 750 novas contratações para suprir o desfalque.
Funcionários reivindicam também aumento de 8% dos salários. A respeito da privatização do setor, planejada pelo Governo Federal, o Sintect afirma que o papel dos Correios é social, em lugares que a iniciativa privada não tem interesse de chegar. (Ascom),(C.Geral).

Blog do BILL NOTICIAS

CIDADE LINDA É MAIS UMA FRAUDE DE DORIA


 Oito de nove serviços de zeladoria - como reparos de calçadas, varrição de rua e limpeza de pichações - feitos pela Prefeitura de São Paulo tiveram queda entre janeiro e agosto, na comparação com o mesmo período em 2016. O pior desempenho foi na extensão de guias e sarjetas, com queda de 55,8% - foram 63,2 mil metros de ampliação em 2017, ante 143,1 mil no ano passado. A zeladoria é uma das principais bandeiras do prefeito João Doria (PSDB).
Os dados foram enviados pela Secretaria de Prefeituras Regionais, responsável pelas ações desse tipo, por meio da Lei de Acesso à Informação e tabulados pelo Estado. De 13 ações do tipo conduzidas pela Prefeitura, a gestão informou dados sobre nove. A pasta não detalhou números sobre a manutenção de iluminação pública, reparo de sinalização de trânsito e de praças e canteiros, além da retirada de faixas e cartazes. Das ações com números informados, só a poda de árvores teve alta no período, de 1%.
Os indicadores não melhoraram, mesmo com pelo menos 39 mutirões de zeladoria do Cidade Linda, um primeiros programas lançados por Doria. Outra frente é o Mutirão Mário Covas, de reparo de calçadas, mas a manutenção desses espaços teve queda de 36%, no total de metros quadrados.
No Cidade Linda e nos outros mutirões, Doria e secretários vão a um bairro, fazem a ação inicial de zeladoria e, nos dias seguintes, agentes terceirizados e da Prefeitura se responsabilizam por concluir o serviço.
Uma lixeira com o logotipo do Cidade Linda indica que uma academia ao ar livre - local com aparelhos de ginástica - na Avenida Luiz Dumont, no Tucuruvi, na zona norte, teve ação do programa. A grama está cortada e a calçada, varrida. Mas é do outro lado da via que o problema aparece: calçadas quebradas e mato alto atrapalham os pedestres.(247).

Blog do BILL NOTICIAS

FBC reivindica a presidente da Codevasf medidas para garantir água a petrímetros irrigados no Sertão

 (Foto/divulgação)
Preocupado com a crise hídrica no Vale do São Francisco, o senador Fernando Bezerra Coelho (PMDB-PE) foi ontem (3) até a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf) pedir celeridade em ações para a garantia de água aos perímetros irrigados da região. Entre as medidas demandadas diretamente ao presidente do órgão, Antônio Avelino Neiva, o senador destacou a necessidade de identificação de mais de R$ 24 milhões para o pagamento de despesas de custeio dos projetos de irrigação abrangidos pelo Sistema Itaparica.
Além disso, Fernando Bezerra alertou para a urgência de aproximadamente R$ 2,2 milhões necessários ao acionamento de cinco conjuntos de flutuantes e bombas de captação de água nos perímetros irrigados do Projeto Nilo Coelho, em Petrolina.
O volume útil da Barragem de Sobradinho já está abaixo de 5%. Precisamos, portanto, tomar medidas emergenciais para a garantia de água às plantações irrigadas e às comunidades que vivem nestes projetos”, observou o vice-líder do governo no Senado. Ainda nesta semana, o senador recorrerá também aos ministros do Planejamento, Dyogo Oliveira, e da Integração Nacional, Helder Barbalho, em busca de recursos financeiros para a implementação das ações demandas à Codevasf. As informações são da assessoria do senador. (C.Britto).
Blog do BILL NOTICIAS

Menino de 13 anos é achado em cela de estuprador

O menino, que disse já ter dormido no presídio anteriormente, passou quase 16 horas dentro do local, no Piauí
Menino foi encontrado em cela de estuprador
Menino foi encontrado em cela de estupradorFoto: Divulgação/Sinpoljuspi

Um menino de 13 anos foi encontrado dentro de uma cela com um preso condenado por estupro de vulnerável na colônia agrícola Major César de Oliveira, em Altos, região metropolitana de Teresina. O caso foi descoberto no início da madrugada do último domingo (1º), quando agentes penitenciários observaram que, ao término do período de visita, um visitante não havia saído do presídio do Piauí. 

Agentes de plantão entraram em todas as celas e encontraram o menino sem camisa, escondido sob a cama de José Ribamar Pereira Lima, 65, condenado por dois estupros de vulneráveis em Aroazes (a 219 km de Teresina), ocorridos em 2008 e 2009. 

Leia também:
Polícia prende homem suspeito de praticar estupro virtual no Piauí
Ônibus tomba e mata pelo menos dez no sul do Piauí


O menino, que disse já ter dormido no presídio anteriormente, passou quase 16 horas dentro do local, que tem capacidade para 290 detentos, mas abriga 380. Ele foi levado ao local pelo próprio pai, que negou ter recebido recompensa financeira para deixar o filho com o preso na cela. Ele disse que o detento é seu "compadre" e que não viu nenhum perigo em deixá-lo lá.

Segundo policiais, o pai do garoto disse que o preso ajuda a família e às vezes dá presentes para os filhos. Questionado pela reportagem, o pai só confirmou receber a ajuda na alimentação. "Ele [o preso] dá algumas coisas para a gente comprar arroz, feijão”. "Foi o menino que pediu para ficar com ele [o preso]. Eu deixei porque no outro dia ia trabalhar lá [no presídio]. Não sabia que ia dar o BO. Eu não sabia que ele era estuprador, ele me enganou e me disse que tinha apenas matado a mulher", afirmou o pai do menino deixado na cela. Já a mãe do garoto disse à polícia que o filho ficou no presídio sem sua autorização. 

O detento Pereira Lima negou que tenha abusado do menino de 13 anos, mas não quis dar mais detalhes. Na delegacia, o pai do garoto disse que conheceu o preso há dois anos, quando foi condenado a dez anos por estupro de vulnerável e cumpriu a pena em regime semiaberto. Os dois dividiram a mesma cela na colônia penal e, há seis meses, o pai ficou livre.(Folhape).



Blog do BILL NOTICIAS
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Em uma tentativa de acelerar a análise das medidas que tratam de reforma política, o plenário da Câmara aprovou nesta terça-feira (3) regime de urgência para tramitação do Projeto de Lei do Senado 8.703/17, que cria o Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC) para custear a campanha eleitoral de todos os cargos em disputa. Dessa forma, a matéria já poderá ser analisada pelos deputados nesta quarta-feira (4). Para estar em vigor nas próximas eleições, o tema deve ser aprovado e sancionado até 7 de outubro, um ano antes do pleito.
O fundo garante recursos para as campanhas eleitorais a partir de emendas parlamentares e do corte de gastos com propaganda eleitoral no rádio e TV. Aprovado pelo Senado na semana passada em votação simbólica, o texto define que a fonte de recursos virá de 30% do total das emendas parlamentares de bancada.
O projeto estabelece ainda que as campanhas eleitorais serão financiadas por parte do valor destinado às emendas em anos eleitorais. Além disso, o fundo eleitoral será composto com recursos da compensação da propaganda eleitoral gratuita nas emissoras de rádio e televisão, que será reduzida. Com a redução, o governo gastará menos com as emissoras, que são pagas por meio de isenção de impostos.
Regras para o fundo
Outro instrumento da reforma pode ser votado também nesta quarta-feira. Trata-se do Projeto de Lei 8.612/17, de relatoria do deputado Vicente Cândido (PT-SP), que estabelece regras para utilização do fundo, entre elas, a que prevê o total de R$ 70 milhões como limite para gastos de campanha nas eleições presidenciais em 2018, cujo texto foi apresentado segunda-feira (2) no plenário da Câmara, em mais uma tentativa de garantir um fundo para as eleições do ano que vem.
Fim das Coligações
O plenário do Senado também correu para concluir votação de outro instrumento da Reforma Política. Foi aprovada nesta terça-feira, em dois turnos, a proposta de emenda à Constituição (PEC) que acaba com a coligação de partidos para eleições proporcionais e estabelece a cláusula de desempenho, que gradativamente impede a propaganda de rádio e TV e o repasse de dinheiro do fundo partidário a partidos pequenos.
Aprovada na semana passada pela Câmara, a emenda constitucional será promulgada pelo Congresso Nacional nos próximos dias para que possa valer nas eleições de 2018. No caso das coligações partidárias, a proibição valerá a partir de 2020. Até o momento, esta é a única proposição sobre a reforma política que valerá para o próximo pleito.(EBC).


Blog do BILL NOTICIAS