segunda-feira, 12 de agosto de 2019

Bolsonaro volta a quebrar decoro e insulta o povo argentino


247 - Jair Bolsonaro deu mais um motivo para sofrer impeachment, ao desrespeitar o resultado das primárias argentinas. Nesta segunda feira, durante evento em Pelotas (RS), ele disparou: "Se essa esquerdalha voltar aqui na Argentina, nós poderemos ter, sim, no Rio Grande do Sul, um novo estado de Roraima". 
Segundo informou o site O Globo, ele disse: "Povo gaúcho, se essa esquerdalha voltar aqui na Argentina, nós poderemos ter, sim, no Rio Grande do Sul, um novo estado de Roraima. E não queremos isso: irmão argentinos fugindo pra cá, tendo em vista o que de ruim parece que deve se concretizar por lá caso essas eleições realizadas ontem se confirmem agora no mês de outubro" . 
 "Não se esqueçam que aqui mais ao Sul, na Argentina, o que aconteceu nas eleições de ontem, o que aconteceu nas eleições de ontem.... A turma da Cristina Kirchner, que é a mesma da Dilma Rousseff, que é a mesma de [Nicolás] Maduro e [Hugo] Chávez, e Fidel Castro, deram sinal de vida aqui", acrescentou.
Entenda: 
As eleições primárias na Argentina, ocorridas neste domingo (11), mostram que o jogo político na América Latina, que viu a ascensão de governos de extrema direita nos últimos tempos, começa a mudar.
A chapa progressista encabeçada por Alberto Fernandez, com Cristina Kirchner na vice-presidência, derrotou o grupo conservador de direita liderado pelo atual mandatário, Mauricio Macri – apoiado por Jair Bolsonaro. Na primeira parcial, com 58,7% das urnas apuradas, Fernandez/Kirchner obtiverem 47,01% dos votos, contra 32,66% do presidente, que tenta a reeleição. Leia mais aqui


Blog do BILL NOTICIAS


Vitorioso nas primárias argentinas diz que Lula é inocente e que Bolsonaro é uma mácula para o Brasil


Alberto Fernández
Alberto Fernández (Foto: Ricardo Stuckert)

O candidato progressista à presidência da Argentina, Alberto Fernández, que tem a ex-presidente Cristina Kirchner como vice, é um dos principais defensores da liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na América do Sul.
Fernández visitou Lula já durante a campanha, em julho, e declarou ao sair:
"Esse governo está criando uma mácula muito forte para o Brasil. Acredito na inocência dele e ele tem todo o direito de estar em liberdade e de se defender. [a condenação de Lula]", afirmou. 
"É uma mácula ao estado de direito. Fico preocupado com o fato de que isso ocorra neste continente. Como sou um homem comprometido com o estado de direito, vou estar ao lado de Lula o tempo necessário, até que a Justiça entenda que há de se respeitar as garantias de todos cidadãos e também a de Lula", acrescentou.
De acordo com as estatísticas, a chapa estava com cerca de 47% da votação (cerca de 90% das urnas apuradas) e o grupo conservador de direita liderado pelo presidente argentino, Mauricio Macri tinha 32%. O primeiro turno das eleições gerais está marcado para 27 de outubro.(247)

Blog do BILL NOTICIAS

Na rua: cresce movimento contra cortes na educação

  Daniela Lima – Painel – Folha de S.Paulo

Bloco na rua-  O monitoramento das adesões aos novos protestos contra cortes na educação animou organizadores dos atos marcados para esta terça (13).
Além de professores e alunos, que estão deliberando o assunto em assembleias nos diretórios acadêmicos, a mobilização foi reforçada por artistas.
Frases polêmicas ditas pelo presidente, como a homenagem a Carlos Alberto Brilhante Ustra, serão exploradas. No Rio, cartazes vão opor a imagem do torturador à de Marielle Franco.
Os organizadores dos atos selecionaram imagens não só da vereadora assassinada no Rio, mas também de outros nomes, como Zumbi dos Palmares e Chico Mendes. Bolsonaro chamou Ustra de “herói nacional”. Ao lado da imagem do coronel haverá a inscrição “Torturador. Não, nunca”.


Blog do BILL NOTICIAS

SUSTO - Criança de 5 anos é picada por escorpião em leito do Hospital da Restauração

  Por: Diario de Pernambuco
Foto: Marlon Diego/Arquivo DP. (Foto: Marlon Diego/Arquivo DP.)
Foto: Marlon Diego/Arquivo DP.

Uma criança de cinco anos foi picada por um escorpião no leito em que estava internada, na ala pediátrica do Hospital da Restauração (HR), no bairro do Derby, Centro do Recife. O caso aconteceu neste domingo (11), e foi denunciado pela mãe do paciente.

A criança sentiu dor no braço e informou à mãe que havia sido picada por uma formiga. Logo depois, a mulher encontrou o inseto na cama em que o paciente estava internado.  Apesar do susto, a Secretaria de Saúde informou que não foi necessário aplicar o soro antipeçonhento.
 
A direção do Hospital da Restauração (HR) confirmou o ocorrido e, através de nota, lamentou o acidente. A Secretaria de Saúde estadual ainda informou que todas as medidas necessárias foram tomadas para prestar a assistência à criança. "Importante destacar que ela foi assistida pela equipe médica, que avaliou não haver necessidade de aplicação de soro antiescorpiônico. A criança está estável", informou o órgão.

A respeito da limpeza e manutenção do Hospital, a direção informou que "está trabalhando normalmente e que todos os leitos da unidade são higienizados diariamente" e que a unidade de saúde realiza ações regulares de controle de pragas em suas instalações. 




Blog do BILL NOTICIAS


LAVA JATO - Conselho deve analisar pedido de afastamento de Deltan nesta terça-feira

Sob críticas por causa das mensagens do Telegram obtidas pelo site The Intercept Brasil, o procurador pode vir a enfrentar a discussão de um 
Processo Administrativo Disciplinar
  Por: Folhapress
Deltan Dallagnol
Deltan DallagnolFoto: Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

O CNMP (Conselho Nacional do Ministério Público), órgão responsável pela fiscalização disciplinar de promotores e procuradores de todo o país, tem na pauta desta terça-feira (13) um processo contra Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba.

Sob críticas por causa das mensagens do Telegram obtidas pelo site The Intercept Brasil, o procurador pode vir a enfrentar a discussão de um PAD (Processo Administrativo Disciplinar) que é anterior e não tem relação com os vazamentos. O processo foi aberto após reclamação feita em março deste ano pelo senador Renan Calheiros (MDB-AL), devido a publicações de Deltan em redes sociais e entrevistas. Na última quinta (8), Renan fez um aditamento com um novo pedido: que o CNMP afaste o procurador de suas funções.

Além desse processo, havia no CNMP, até o início da semana passada, outras oito reclamações disciplinares em análise contra Deltan. Seis delas chegaram ao conselho depois que o Intercept e veículos parceiros, como a Folha, publicaram reportagens com base nas mensagens de Telegram trocadas entre o procurador e seus colegas da Lava Jato.
Sobre o processo aberto após a reclamação de Renan, o senador sustentou na reclamação que o procurador fez postagens de cunho político que prejudicaram sua campanha à Presidência do Senado, como a defesa do voto aberto –previsão que não estava na regimento da Casa. Renan acabou derrotado por Davi Alcolumbre (DEM-AP).

"A eleição dos presidentes da Câmara e do Senado é muito importante para o futuro do combate à corrupção. E pra dizer que você também é a favor do voto aberto nessa escolha, participe do abaixo assinado aqui", escreveu Deltan, no Twitter, em 11 de janeiro, em um dos exemplos de mensagem que Renan considerou imprópria.

Em sua defesa, Deltan afirmou que suas manifestações foram em apoio à pauta apartidária de combate à corrupção, estavam protegidas pela liberdade de expressão e não foram direcionadas a beneficiar um partido ou candidato específico. Em 10 de junho, o corregedor do CNMP, Orlando Rochadel, decidiu instaurar o PAD "em virtude da prática de falta funcional punível com pena de censura". O corregedor considerou que há indícios suficientes de que Deltan descumpriu a norma de "guardar decoro pessoal" no exercício de suas funções.

A decisão de Rochadel de abrir o processo está pendente de análise pelo plenário do CNMP, composto por 14 conselheiros, entre eles representantes indicados pela Câmara e pelo Senado. Deltan recorreu da decisão de abrir o processo e pediu seu arquivamento. É esse recurso que está na pauta do CNMP desta terça.

Na quinta passada, Renan fez novo pedido no processo argumentando que, diferentemente do que entendeu o corregedor, a atuação de Deltan não caracterizou apenas quebra de decoro pessoal, mas também exercício irregular de atividade político-partidária.

Enquanto a primeira falta é punível com censura, a segunda, mais grave, pode ensejar a suspensão do procurador por um período de 45 a 90 dias. Até a conclusão final do processo, Renan requereu o afastamento cautelar de Deltan de suas atividades, o que é previsto em lei quando a permanência do profissional no cargo for "inconveniente ao serviço ou prejudicial à apuração dos fatos".

Deltan teve sua conduta colocada em xeque depois do vazamento de mensagens. As críticas a Deltan e as pressões por seu afastamento da Lava Jato aumentaram após a revelação de que ele estimulou procuradores em Brasília e Curitiba a investigar os ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) Dias Toffoli e Gilmar Mendes de forma secreta.

As mensagens trocadas pelo Telegram indicam que o procurador trocou colaborações com o então juiz do caso, Sergio Moro, hoje ministro da Justiça. Críticos dizem que o relacionamento foi indevido e comprometeu a imparcialidade dos processos, ferindo o direito de defesa de acusados na Lava Jato.

Diálogos apontam que Deltan incentivou colegas em Brasília e Curitiba a investigar sigilosamente os ministros do STF Dias Toffoli e Gilmar Mendes. A legislação não permite que procuradores de primeira instância, como é o caso dos integrantes da força-tarefa, façam apurações sobre ministros de tribunais superiores.

Conforme revelou a Folha em parceria com o Intercept, Deltan também montou um plano de negócios de eventos e palestras para lucrar com a fama e contatos obtidos durante a Lava Jato. Ele e o colega Roberson Pozzobon cogitaram abrir uma empresa em nome de suas mulheres para evitar questionamentos legais. Deltan também fez uma palestra remunerada para uma empresa que havia sido citada em um acordo de delação da Lava Jato.

O UOL também publicou reportagem no qual relata que Deltan usou a Rede Sustentabilidade para extrapolar suas atribuições e propor uma ação no STF contra Gilmar Mendes.







Blog do BILL NOTICIAS


Governador Paulo Câmara participa de aula inaugural para 511 agentes da Polícia Civil nesta segunda-feira(12)

  Via:Vinicius de Santana

O governador Paulo Câmara dá as boas vindas aos 511 aprovados no concurso de agente da Polícia Civil de Pernambuco (PCPE) que iniciam nesta segunda-feira (12) o Curso de Formação da Academia Integrada de Defesa Social (Acides).
A cerimônia acontecerá às 9h, no Auditório Tabocas, do Centro de Convenções, em Olinda, e contará com a presença do secretário de Defesa Social, Antonio de Pádua, e do chefe da PCPE, Joselito Kehrle do Amaral. Os aprovados vão reforçar as delegacias do Estado já no início de 2020.
O Curso de Formação tem caráter classificatório e eliminatório, com 716 horas/aula, e segue até 27 de dezembro. O treinamento inclui disciplinas como Investigação Policial; Inteligência de Polícia Judiciária; Abordagem Policial; Armamento, Munição e Tiro; Direitos Humanos; Criminalística; Prática Policial; e Gerenciamento de Crises e Desastres. Enquanto frequentarem a Academia, os alunos têm direito a bolsa-formação de R$ 1.100. Ao fim do curso, os aprovados ficam habilitados para a nomeação e posse.
Em fevereiro do ano passado, Paulo Câmara já havia convocado 850 classificados no concurso para diversos cargos na Polícia Civil. Entre eles, 620 agentes. Esse efetivo já ultrapassava o quantitativo de 500 vagas, estabelecido no edital.
A partir do chamado da segunda turma, o número de novos agentes mais do que dobrou em relação ao que se previa no lançamento do processo seletivo. O fortalecimento dos quadros da Polícia Civil está alinhado ao crescente investimento na segurança pública do Estado, cujo orçamento em 2019 alcança o montante de R$ 4,7 bilhões de DNA coletadas em cenas de crimes.


Blog do BILL NOTICIAS

Justiça suspende decreto de Bolsonaro que exonerou peritos de mecanismo de combate à tortura

(Foto: Reuters)


A Justiça do Rio de Janeiro suspendeu decreto do presidente Jair Bolsonaro que extinguiu os cargos do Mecanismo Nacional de Prevenção e Combate à Tortura.  A informação é do jornal Folha de S.Paulo. 
A liminar do juiz Osair de Oliveira Jr., da 6ª Vara Federal do RJ, diz que "a não extinção do órgão não significa que o mesmo continue em funcionamento" e determina que os onze peritos sejam reintegrados aos cargos comissionados, com remuneração.   
Em junho, o presidente Bolsonaro editou decreto que retirou os cargos formais dos membros do colegiado, transformando em atividade não remunerada. (247)


Blog do BILL NOTICIAS

Barragem de Sobradinho mantém tendência de queda para este final de semana, diz Chesf

  Via:Carlos Britto
Lago de Sobradinho-BA. (Foto: Reprodução)

A Barragem de Sobradinho, no norte da Bahia, manterá a tendência de queda em sua capacidade neste final de semana. É o que aponta mais um relatório emitido pela Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf).
No sábado (17), o lago atingirá 42,47% da capacidade. Já no domingo (18), esse percentual será de 42,41%, de acordo com a Chesf. A defluência (quantidade de água liberada da barragem) continua na casa dos 800 metros cúbicos por segundo (m³/s).


Blog do BILL NOTICIAS