quinta-feira, 6 de setembro de 2018

Datafolha: Paulo Câmara, 34%; Armando Monteiro, 25%

  Por Vinicius de Santana
Resultado de imagem para paulo camara e armando monteiro

Pesquisa Datafolha divulgada nessa quinta-feira(06) aponta os seguintes percentuais de intenção de voto para o governo de Pernambuco:
  • Paulo Câmara (PSB): 34%
  • Armando Monteiro (PTB): 25%
  • Julio Lóssio (Rede): 2%
  • Maurício Rands (PROS): 2%
  • Ana Patrícia Alves (PCO): 1%
  • Simone Fontana (PSTU): 1%
  • Dani Portela (PSOL): 1%
  • Branco/nulo: 26%
  • Não sabe: 6%
A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal “Folha de S.Paulo”.
Sobre a pesquisa
  • Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou para menos
  • Quem foi ouvido: 1.229 eleitores de 50 municípios do Estado de Pernambuco, com 16 anos ou mais
  • Quando a pesquisa foi feita: 4, 5 e 6 de setembro
  • Registro no TSE: PE 00338/2018
  • O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro
Espontânea
Na modalidade espontânea da pesquisa Datafolha (em que o pesquisador somente pergunta ao eleitor em quem ele pretende votar, sem apresentar a relação de candidatos), o resultado foi o seguinte:
  • Paulo Câmara (PSB): 16%
  • Armando Monteiro (PTB): 9%
  • Outros: 8%
  • Branco/nulo/nenhum: 19%
  • Não sabe: 46%
Rejeição
A Datafolha também mediu a taxa de rejeição (o eleitor deve dizer em qual dos candidatos não votaria de jeito nenhum). Nesse item, os entrevistados puderam escolher mais de um nome. Veja os índices:
  • Paulo Câmara (PSB): 32%
  • Dani Portela (PSOL): 25%
  • Simone Fontana (PSTU): 25%
  • Julio Lóssio (Rede): 24%
  • Armando Monteiro (PTB): 23%
  • Maurício Rands (PROS): 23%
  • Ana Patrícia Alves (PCO): 23%
  • Rejeita todos/não votaria em nenhum: 12%
  • Votaria em qualquer um/não rejeita nenhum: 2%
  • Não sabe: 9%
No levantamento anterior, feito de 20 a 21 de agosto, os percentuais de intenção de votos eram os seguintes:
  • Paulo Câmara (PSB): 30%
  • Armando Monteiro (PTB): 24%
  • Ana Patrícia Alves (PCO): 3%
  • Julio Lóssio (Rede): 3%
  • Maurício Rands (PROS): 2%
  • Simone Fontana (PSTU): 2%
  • Dani Portela (PSOL): 1%
  • Branco/nulo: 29%
  • Não sabe/preferiu não opinar: 6%.



Blog do BILL NOTICIAS

SEM PROVAS, GENERAL MOURÃO, QUE É VICE DE BOLSONARO, ACUSA O PT


O general Antonio Hamilton Mourão, que é candidato a vice na chapa de Jair Bolsonaro, cometeu um ato de total irresponsabilidade, ao acusar, sem nenhuma evidência, o Partido dos Trabalhadores, de ser responsável pelo esfaqueamento de Jair Bolsonaro
"Eu não acho, eu tenho certeza: o autor do atentado é do PT", afirmou. "Se querem usar a violência, os profissionais da violência somos nós", disse ainda à Crusoé.
Dias atrás, Bolsonaro defendeu fuzilar petistas e chutou um boneco com a imagem do ex-presidente Lula, que vem sendo mantido como preso político há mais de quatro meses. Segundo site de direita, militares estariam reunidos. Brasil pode não ter eleições em 2018.


Blog do BILL NOTICIAS

LINDBERGH: VICE DE BOLSONARO QUER JOGAR GASOLINA NA FOGUEIRA DO ÓDIO


O senador Lindbergh Farias (PT-RJ) criticou duramente a tentativa do candidato a vice-presidente de Bolsonaro (PSL), General Hamilton Mourão, culpabilizar o PT pelo atentado sofrido pelo presidenciável do PSL nesta quinta-feira (6), em Juiz de Fora (MG). O general teria acusado, em entrevista a uma revista, o PT de ter envolvimento com o ataque.
"A reação do candidato a vice Mourão é uma tentativa torpe de jogar gasolina na fogueira do ódio e da violência tentando responsabilizar o PT. O PT, que foi vítima de atentados à bala na Caravana de Lula e no Acampamento de Curitiba, repudia a violência e as declarações de Mourão!" criticou Lindbergh em seu perfil no Twitter. 
Minutos antes, o senador havia criticado o ataque sofrido por Bolsonaro.
"O episódio ocorrido em Juiz de Fora é gravíssimo e exige apuração rigorosa e imediata. Repudiamos qualquer tipo de violência, democracia é a disputa de ideias e projetos, não de força bruta", disse.247


Blog do BILL NOTICIAS

AGRESSOR DIZ QUE ESFAQUEOU BOLSONARO CUMPRINDO “ORDEM DE DEUS”


O suspeito do ataque a faca contra o candidato da extrema-direita, Jair Bolsonaro (PSL), nesta tarde, em Juiz de Fora, Adelio Bispo de Oliveira, afirmou que executou o ato cumprindo "uma ordem de Deus". 
A informação é do presidente da Federação dos Agentes da Polícia Federal, a Fenapef, Luis Boundens, divulgada pela revista Piauí. "Os colegas disseram que ele imediatamente começou a dizer que estava em missão divina, o que levou o pessoal a temer pela integridade psicológica dele", disse Boudens.
Na Santa Casa de Juiz de Fora, Bolsonaro passou por uma laparotomia exploradora, para identificar a extensão das lesões. Esse procedimento é adotado porque os exames de tomografia e ultrassonografia revelaram que a facada pode ter atingido o fígado e uma alça do intestino.247


Blog do BILL NOTICIAS

Integrantes de quadrilha de tráfico e homicídios são presos em Capim Grosso

  Carlos Britto
(Foto: Polícia Civil/Divulgação)

Uma operação policial deflagrada na quarta-feira (5) no município de Capim Grosso, norte da Bahia, resultou na prisão de integrantes de uma quadrilha de tráfico de drogas e homicídios.
Durante a Operação ‘Independência’, agentes da 16ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin) de Jacobina cumpriram os mandados de prisão preventiva de Jeferson Jesus de Oliveira, conhecido como “Jê”; Davi Rios dos Santos, o “Davi Cabeleireiro”; e Alan Santana, que estava com uma pistola calibre 40 e 14, mais munições do mesmo calibre.
Segundo a Polícia Civil (PC), Jeferson e Davi são autores de um duplo homicídio contra um homem e uma criança de seis anos, em março deste ano, na mesma cidade.
Além das prisões, foram apreendidos mais de R$ 2 mil em dinheiro na casa de Joicivalda Nascimento de Souza. De acordo com as investigações, o valor seria proveniente do tráfico de drogas. A mulher conseguiu fugir e também possui mandado de prisão em aberto. O trio está preso à disposição da Justiça. (Fonte: Jornal A Tarde)

Blog do BILL NOTICIAS

GLOBO-IBOPE ESCONDERAM: POTENCIAL DE VOTO EM HADDAD FOI DE 27% PARA 39% EM DUAS SEMANAS


Por Thais Moya e Mauro Lopes - Desde a última terça-feira (4), são fartas as evidências de que a Globo tenta manipular os resultados da pesquisa eleitoral que encomendou ao Ibope: prorrogou a divulgação dos resultados alegando que devido à impugnação da candidatura de Lula pelo TSE, não teria aplicado o cenário que continha Lula como opção, condição prevista no registro da pesquisa no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Foi o que se viu na divulgação no Jornal Nacional e nas mídias conservadoras na noite desta quarta. A informação mais importante da pesquisa foi omitida e acabou saindo apenas na manhã desta quinta (6), escondida numa matéria do Estado de S. Paulo: a parcela dos eleitores que afirmam que votariam “com certeza” no ex-prefeito subiu nove pontos porcentuais, de 13% para 22%, desde 20 de agosto. E os que “poderiam votar” passaram de 14% para 17%. Ou seja: o potencial de voto do Haddad saltou de 27% para 39%. Tentaram fazer o país de trouxa. 
A Globo manipulou os resultados, numa manobra que lembra outras duas realizadas pela emissora da família Marinho, sua participação no escândalo Proconsult em 1982, com o objetivo de fraudar as eleições para governo do Rio de Janeiro e impedir a vitória de Leonel Brizola, que acabou eleito (leia aqui) e a edição do último debate da eleição presidencial de 1989, quando eliminou os trechos de melhor performance de Lula e apresentou apenas os que favoreciam Fernando Collor de Mello.
Leia abaixo o “Esclarecimento” do Ibope, n que nada esclarece:

A nota de “Esclarecimento” do Ibope parece propositadamente redigida para não esclarecer e apresenta argumentos que são ridicularizados no universo dos institutos de pesquisa do país:
1) Afirma o instituto registrou sua pesquisa no TSE em 29 de agosto, "cinco dias antes da data de divulgação, como prevê a lei" -mas a data da divulgação era, desde o início, ontem sete dias depois do registro;
2) diz que estava tudo pronto para o campo na pesquisa no sábado e domingo quando, diante da cassação de Lula no TSE na madrugada do sábado, o instituto teria retirado o questionário com o ex-presidente e mantido apenas um com Haddad e feito o campo. A informação é pouco crível, pois analistas de pesquisas informam que o campo de uma pesquisas dessas é todo articulado e seria difícil simplesmente tirar um questionário;
3) mesmo considerando a informação verdadeira, o que é pouco crível, a nota enrola-se ainda mais com uma mentira grotesca: "para estar de acordo com o julgamento e as determinações do TSE, o Ibope não pesquisou o cenário com Lula". Ora, a lei é clara e determina que todos os candidatos registrados sejam pesquisados, mas nunca houve vedação a que outros nomes fossem submetidos aos eleitores nos levantamentos, e o Ibope sabe disso desde sempre. Não há nenhuma vedação legal a que as pesquisas continuem apurando o nome de Lula. Tanto não proibição legal que o instituto incluiu Haddad como cabeça de chapa sem que ele seja candidato a presidente. O que há é um veto político a Lula da mídia conservadora e dos institutos de pesquisa a ela vinculados.
O juiz do TSE, Felipe Salomão, se absteve de orientar o instituto, que decidiu de comum acordo com a Globo publicar os resultados:
“[...] convicto de que agiu de boa fé e dentro da lei, e, ainda, no intuito de não privar o eleitor de informações relevantes sobre a situação atual das intenções de voto na eleição presidencial, o IBOPE Inteligência, decidiu liberar os resultados da pesquisa para divulgação, decisão que contou com o apoio dos contratantes TV Globo e O Estado de S. Paulo.” Fonte: http://ibopeinteligencia.com/noticias-e-pesquisas/jair-bolsonaro-segue-liderando-a-corrida-presidencial/
O instituto apresentou os dados obtidos com um título que nitidamente tenta emplacar uma realidade paralela e irreal na qual Bolsonaro seria líder nas pesquisas há algum tempo, ignorando por completo a liderança de Lula até então. A edição Globo-Ibope simplesmente apagou da memória a série de pesquisas com Lula, como se o nome do ex-presidente jamais tivesse sido submetido pelo instituto aos eleitores. Veja:
 Na divulgação, Haddad aparece com irrisórios 6% de intenção dos votos, com metade dos votos de Ciro e Marina; além de ser o único dentre os testados que não venceria Bolsonaro em eventual segundo turno. O desempenho de Haddad é reflexo da má-fé do instituto de pesquisa que:
1) Não indicou a filiação partidária dos nomes apresentados aos eleitores por uma razão política e não metodológica: o PT tem quase 30% da preferência do eleitorado brasileiro e o questionário apostou na desinformação;
2) Um escândalo: a divulgação escondeu o resultado da questão P07, que se refere exatamente ao tema da transferência de votos de Lula para Haddad. A pergunta consta no registro da pesquisa realizado no site do TSE. A omissão dos resultado ao público é a comprovação taxativa que a operação Globo-Ibope é uma manipulação grosseira dos dados com objetivo político. A informação acabou saindo apenas na manhã desta quinta (6), escondida numa matéria do Estado de S. Paulo e contém o dado mais relevante da pesquisa: a parcela dos eleitores que afirmam que votariam “com certeza” no ex-prefeito subiu nove pontos porcentuais, de 13% para 22%, desde 20 de agosto. E os que “poderiam votar” passaram de 14% para 17%. Ou seja: o potencial de voto do Haddad saltou de 27% para 39%.
Veja abaixo a pergunta P07 no questionário do Ibope:
Outra evidência da manipulação grosseira: não foram divulgados os resultados da pergunta espontânea, que é prática consagrada nas pesquisas eleitorais, quando a pessoa menciona seu candidato sem que lhe seja apresentado previamente nenhum nome. Pior ainda: o próprio Ibope tinha essa questão nas pesquisas anteriores! É evidente que Lula muitas vezes mencionado, tendo em vista que, na última pesquisa do instituto, divulgada em 20 de agosto, o ex-presidente pontuou com 28% das indicações espontâneas, mais do que a soma de todos os outros candidatos indicados pelos eleitores: 22%.
Na divulgação de agosto, tanto o Ibope quanto a Globo e o jornal O Estado de S.Paulo deram com destaque a pesquisa espontânea, agora omitida. Veja o resultado de agosto na tabela do próprio Ibope:
Está patente que a operação Globo-Ibope, com O Estado de S.Paulo como sócio menor guarda pouca relação com o universo propriamente dito das pesquisas e é uma operação política que tem como objetivo interferir no resultado da eleição presidencial, no mínimo pelas seguintes razões:
1. Descumpriram a lei eleitoral 9504/97, que obriga que as pesquisas sejam realizadas exatamente como registradas, o que não fizeram quando retiraram a ficha que continha nome de Lula -ou, o que é informação corrente no mercado de pesquisas, esconderam o resultado do questionário com Lula, que o teria apresentado com 40% das intenções de voto;
2. Esconderam os partidos na apresentação dos nomes dos candidatos aos eleitores, para dificultar a identificação de Haddad pelos entrevistados;
3. Esconderam o resultado da questão P07 que trata da transferência de votos de Lula para Haddad;
4. Esconderam os resultados da questão P03 que trata da modalidade espontânea, que apresenta Lula em liderança isolada.
Essa conduta desmente a nota publicada pelo instituto que afirmou que “não quer privar o eleitor de informações relevantes” acerca do cenário eleitoral, e demonstra, que fez exatamente o oposto.
Diante disso, o PT, e demais partidos que prezam pela democracia, devem exigir que o TSE cumpra os artigos e parágrafos da lei eleitoral que seguem:
"§ 1º Mediante requerimento à Justiça Eleitoral, os partidos poderão ter acesso ao sistema interno de controle, verificação e fiscalização da coleta de dados das entidades que divulgaram pesquisas de opinião relativas às eleições, incluídos os referentes à identificação dos entrevistadores e, por meio de escolha livre e aleatória de planilhas individuais, mapas ou equivalentes, confrontar e conferir os dados publicados, preservada a identidade dos respondentes. 
§ 2º O não cumprimento do disposto neste artigo ou qualquer ato que vise a retardar, impedir ou dificultar a ação fiscalizadora dos partidos constitui crime, punível com detenção, de seis meses a um ano, com a alternativa de prestação de serviços à comunidade pelo mesmo prazo, e multa no valor de dez mil a vinte mil Ufirs. 
§ 3º A comprovação de irregularidade nos dados publicados sujeita os responsáveis às penas mencionadas no parágrafo anterior, sem prejuízo da obrigatoriedade da veiculação dos dados corretos no mesmo espaço, local, horário, página, caracteres e outros elementos de destaque, de acordo com o veículo usado.
Art. 35. Pelos crimes definidos nos arts. 33, § 4º e 34, §§ 2º e 3º, podem ser responsabilizados penalmente os representantes legais da empresa ou entidade de pesquisa e do órgão veiculador."
O que foi vendido aos eleitores e à opinião pública como “pesquisa” na noite desta quarta foi apenas mais uma operação de manipulação como as que a Globo tem realizado sistematicamente ao longo da história com o objetivo de atingir seus inimigos: Getúlio Vargas, Juscelino Kubitschek, João Goulart, Leonel Brizola e, agora, Lula.247


Blog do BILL NOTICIAS

EM NOTA, PT REPUDIA ‘QUALQUER FORMA DE VIOLÊNCIA’


O PT divulgou uma nota em que repudia o ataque a faca sofrido por Jair Bolsonaro, candidato à presidência da República, durante campanha em Juiz de Fora, Minas Gerais.
"O Partido dos Trabalhadores preza pelo diálogo, tolerância e paz. Por isso, venho a público repudiar qualquer forma de violência. É preciso que todos os fatos com relação ao atentando desta tarde sejam apurados com rapidez e isonomia. Informo que o suspeito não é filiado ao PT", manifestou-se a presidente do PT-MG, Cida de Jesus.
Outras lideranças do partido também repudiaram o ataque, como Fernando HaddadDilma Rousseff, e a presidente nacional do partido, Gleisi Hoffmann (PR).247


Blog do BILL NOTICIAS

GLEISI: NENHUM ATO DE VIOLÊNCIA PODE SER ADMITIDO


 A presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), comentou o atentado contra o candidato a presidente Jair Bolsonaro (PSL). "Lamentável. Nenhum ato de violência pode ser admitido. A violência não é justificável. Na política temos que nos ater ao enfrentamento de ideias", postou Gleisi no Twitter.
Candidato da extrema-direita, Bolsonaro foi ferido com uma faca na região do tórax na tarde desta quinta-feira, 6, durante ato de campanha em Juiz de Fora, Minas Gerais, segundo a Polícia Militar. No momento da confusão, Bolsonaro estava sendo carregado nos ombros por um apoiador de sua campanha, fazendo corpo a corpo com eleitores, na região do Parque Halfal.
O suspeito do ataque foi preso. Bolsonaro tem defendido discurso de violência e ódio pelo País e seus atos são marcados por forte aparato de segurança, inclusive com uso de colete a prova de balas pelo candidato.247


Blog do BILL NOTICIAS

Produtores de Petrolina receberão mais de 700 toneladas de milho

  Carlos Britto
Foto: Ascom PMP/divulgação

Uma carga de mais de 700 toneladas de milho que começou a chegar esta semana a Petrolina, na unidade da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) local, irá beneficiar vários produtores da cidade. O intuito é permitir que os criadores e as agroindústrias de pequeno porte tenham acesso aos estoques do produto, em igualdade de condições com os médios e grandes criadores, por meio de vendas diretas a preços compatíveis com os dos mercados atacadistas locais.
A iniciativa é fruto de uma parceria entre a Prefeitura de Petrolina, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Agrário, e Conab.
Em funcionamento há mais de um ano e três meses na cidade, a operação do Programa de Venda em Balcão já comercializou cerca de 4 mil toneladas de milho para mais de 700 criadores de Petrolina, Lagoa Grande, Dormentes, Santa Maria, Parnamirim – entre outros municípios.  Atualmente os pequenos produtores pagam R$ 33,00 (a saca de 60 quilos).
Conseguimos regular o preço do milho através do Balcão do Milho, uma importante conquista da administração do prefeito Miguel Coelho. Quero dizer que estamos atentos aos reclames das comunidades rurais, desenvolvendo ações em benefícios de todos”, ressaltou o secretário de Desenvolvimento Econômico e Agrário, José Batista da Gama.
Onde procurar
Os interessados em participar do programa precisam se dirigir ao Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTR), localizado à Avenida das Nações, 280, Bairro Gercino Coelho, de posse dos documentos de Identidade, CPF, escritura ou ITR e Declaração da Adagro informando sobre o rebanho que possui. Com informações da asessoria da PMP/SEDEA.

Blog do BILL NOTICIAS

“A VIOLÊNCIA E O ÓDIO NÃO SERVEM PARA O BRASIL”, DIZ MANUELA SOBRE FACADA EM BOLSONARO


 Possível candidata a vice-presidente na chapa do PT, a ex-deputada federal Manuela d'Ávila (PCdoB-RS) manifestou-se em sua conta no Twitter sobre a facada sofrida pelo candidato a presidência pelo PSL, Jair Bolsonaro, na tarde desta quinta-feira (06), em Juiz de Fora (MG). "A eleição deve ser espaço de debate de alternativas para o nosso país, não de ódio e violência. Lamentável o episódio envolvendo candidato à presidência Jair Bolsonaro hoje. Condenamos ataques a qualquer candidatura. A violência e o ódio não servem para o Brasil e nosso povo", escreveu Manuela.
Bolsonaro estava sendo carregado nos ombros por um apoiador de sua campanha, quando foi atingido. O suspeito da agressão, Adelio Bispo de Oliveira, natural de Montes Claros (MG), foi conduzido pela polícia.247
A eleição deve ser espaço de debate de alternativas para o nosso país, não de ódio e violência. Lamentável o episódio envolvendo candidato à presidência Jair Bolsonaro hoje. Condenamos ataques a qualquer candidatura. A violência e o ódio não servem para o Brasil e nosso povo.





Blog do BILL NOTICIAS 

Mulher é espancada pelo companheiro e obrigada a cavar próprio túmulo em Pernambuco



Um homem de 25 anos foi preso no início da noite dessa terça-feira (4), suspeito de agredir a companheira em uma localidade chamada Sítio Barricada, na zona rural de Bonito, Agreste de Pernambuco.
A Polícia Civil recebeu denúncias anônimas sobre porte ilegal de arma na residência do casal, porém ao chegar no local, os policiais se depararam com uma situação de violência doméstica. A mulher estava com diversas marcas de agressão pelo corpo e no quintal da residência havia uma sepultura. Segundo a vítima, ela foi obrigada a cavar a própria cova depois de revelar ao companheiro que estava grávida.

Constantes agressões

Ainda de acordo com a polícia, a vítima relatou que eles estavam juntos há três meses e era agredida frequentemente com socos, pedaços de madeira e até mesmo uma bengala de motocicleta. Na residência também foram encontradas duas armas de fogo e diversas peças de moto.
O homem tentou fugir, mas foi alcançado. Ele foi encaminhado provisoriamente para a Penitenciária Juiz Plácido de Souza, em Caruaru, e aguarda audiência de custódia que deve acontecer nesta quarta-feira (05). (JC Online)

Blog do BILL NOTICIAS

PF instaura inquérito para apurar ataque contra Bolsonaro

Em nota, a PF confirmou que o homem suspeito de ter esfaqueado o candidato, Adélio Bispo de Oliveira, de 40 anos, foi detido por populares e seguranças

  Por: Agência Brasil 
Adélio Bispo de Oliveira, suspeito de atacar Bolsonaro com uma faca
Adélio Bispo de Oliveira, suspeito de atacar Bolsonaro com uma facaFoto: Cortesia/WhatsApp



Polícia Federal (PF) instaurou inquérito para apurar o ataquecontra o candidato à presidência da República, Jair Bolsonaro, ferido durante um ato de campanha, na tarde de hoje (6), em Juiz de Fora (MG).

Em nota, a PF confirmou que o homem suspeito de ter esfaqueado o candidato, Adélio Bispo de Oliveira, de 40 anos, foi detido por populares e seguranças e conduzido por policiais federais para a Delegacia da Polícia Federal em Juiz de Fora (MG), onde está prestando depoimento. Antes de ser retirado do local, o suspeito chegou a apanhar de pessoas que acompanhavam o evento.
Bolsonaro era carregado por populares quando foi atingido por um objeto perfurante. Além de seguranças particulares, o candidato era escoltado por policiais federais que o levaram para o Hospital Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora.




Blog do BILL NOTICIAS

LASTIMÁVEL E ABSURDO, DIZ HADDAD SOBRE ATAQUE A BOLSONARO

REUTERS/Rodolfo Buhrer

O candidato a vice-presidente na chapa de Lula, Fernando Haddad, se manifestou sobre o ataque a faca contra o candidato do PSL à presidência, Jair Bolsonaro. "Repudio totalmente qualquer ato de violência e desejo pronto restabelecimento a Jair Bolsonaro", postou no Twitter.
Bolsonaro foi esfaqueado na região do fígado e do intestado na tarde desta quinta-feira, 6, durante ato de campanha em Juiz de Fora, Minas Gerais.
No momento da confusão, ele estava sendo carregado nos ombros por um apoiador de sua campanha, fazendo corpo a corpo com eleitores, na região do Parque Halfald. O momento foi registrado e divulgado nas redes sociais.247


Blog do BILL NOTICIAS

BOULOS: VIOLÊNCIA E ÓDIO NÃO SERVEM PARA O BRASIL E NOSSO POVO

Mídia NINJA

O candidato do PSOL a presidente, Guilherme Boulos, condenou o ataque a faca ao candidato da extrema-direita, Jair Bolsonaro. "Soube agora do que ocorreu com Bolsonaro em Minas. A violência não se justifica, não pode tomar o lugar do debate político. Repudiamos toda e qualquer ação de ódio e cobramos investigação sobre o fato", disse Boulos. 247



Blog do BILL NOTICIAS

DILMA: NÃO PODEMOS INCENTIVAR O ÓDIO


A presidente eleita e deposta pelo golpe, Dilma Rousseff, repudiou o atentado a faca contra Jair Bolsonaro, candidato à presidência (PSL, durante campanha em Juiz de Fora, Minas Gerais.
"Acho lamentável. Não podemos incentivar o ódio. Quem fez isso não pode ficar impune. Isso não pode acontecer em um país democrático", comentou, conforme postagem no Twitter da conta do ex-presidente Lula.
Candidato da extrema-direita, Bolsonaro foi ferido com faca e tem suspeita de lesão no fígado na tarde desta quinta-feira, 6. Ele está sendo operado. No momento da confusão, Bolsonaro estava sendo carregado nos ombros por um apoiador de sua campanha, fazendo corpo a corpo com eleitores, na região do Parque Halfal. O suspeito foi preso.247


Blog do BILL NOTICIAS



BOLSONARO NÃO É UM CANDIDATO COM OUTRO QUALQUER. É UM IMAGINÁRIO, DIZ PESQUISADOR

Dir.: Marcelo Camargo - ABR

Professor e pesquisador do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da PUC-RS, Juremir Machado da Silva afirma que o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) "não é um candidato como outro qualquer".
"É pior. Ele é um imaginário, uma mentalidade, uma visão de mundo. O seu método de leitura do que acontece na vida é a simplificação. Torna o complexo falsamente simples por meio de uma redução a zero dos fatores que adensam qualquer situação. Se há violência contra os cidadãos, que cada um receba armas para se defender. Se há impunidade, que a justiça seja sumária e sem muitos recursos. Se há bandidos nas ruas, que a polícia possa matá-los sem que as condições de cada morte sejam examinadas. Se há corrupção, que não se perca tempos com processos", acrescenta.
De acordo com o docente, "Bolsonaro encarna o pensamento do homem medíocre, o homem mediano que não assimila explicações baseadas em causas múltiplas. Se há miséria, a culpa é da preguiça dos miseráveis". "Se há crime, a culpa é sempre da má índole. Se há manifestações, é por falta de ordem. A sua filosofia por excelência é o preconceito em tom de indignação moral, moralista. A sua solução ideal para os conflitos é a repressão, a cadeia, o cassetete", continua.
"Bolsonaro corporifica o imaginário do macho branco autoritário que odeia o politicamente correto e denuncia uma suposta dominação do mundo pelos homossexuais. É o cara que, com pretensa convicção amparada em evidências jamais demonstradas, diz: – Não se pode mais ser homem neste país. Vamos ser todos gays", acrescenta.
O estudioso afirma que o presidenciável "representa a ideia de que ficamos menos livres quando não podemos fazer tranquilamente piadas sobre negros, gays e mulheres". Segundo Machado, "Bolsonaro tem a cara de todos aqueles que consideram índios indolentes, dormindo sobre latifúndios improdutivos, e beneficiários do bolsa família preguiçosos que só querem mamar nas tetas do Estado".
"Bolsonaro é o sujeito desinformado que sustenta que na ditadura não havia corrupção. É o empresário ambicioso que se for para ganhar mais dinheiro abre mão da democracia. É o produtor que vê exagero em certas denúncias de trabalho escravo. É o homem que acha normal, em momentos de estresse, chamar mulher de vagabunda. O eleitor padrão de Bolsonaro sonha com uma sociedade de homens armados nas ruas, sem legislação trabalhista, sem greves, sem sindicatos, sem liberdade de imprensa", diz.
O professor avalia que o "projeto de Bolsonaro é o retorno a um regime de força por meio de voto". "Aparelhamento da democracia. Na parede do imaginário e de certas propagandas de Bolsonaro e dos seus fiéis aparecem ditadores. O seu paraíso é da paz dos cemitérios e das prisões para os dissidentes. Um imaginário é uma representação que se torna realidade. Uma realidade que se torna representação. Bolsonaro é um modo de ser no mundo baseado na truculência, na restrição de liberdade, na eliminação da complexidade, no encurtamento dos processos de tomada de decisões", afirma.
"Bolsonaro usa a democracia para asfixiá-la. É um efeito perverso do jogo democrático. Condensa uma interpretação do mundo que não suporta a diversidade, o respeito à diferença, a pluralidade, o dissenso, o conflito, o embate. Inculto, ignora a história. Não há dívida com os escravizados e seus descendentes. A culpa pela infâmia da escravidão não é de quem escravizou. O presente exime-se do passado. Bolsonaro é a ignorância que perdeu a vergonha. Contra ele só há um procedimento eficaz: o voto. Se necessário, o voto útil", complementa.247


Blog do BILL NOTICIAS

Área do Parque Fluvial ganha mais dois acessos ao rio na Orla de Juazeiro

(Foto: Ascom PMJ/Divulgação)
A população de Juazeiro passará a contar, nos próximos dias, com mais duas opções de acesso à margem do Rio São Francisco, na área do Parque Fluvial. A Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Obras e Desenvolvimento Urbano (Sedur) iniciou ontem (4) a instalação de duas novas escadarias.
A equipe técnica da Pasta destaca que a implantação das escadarias foi pensada no sentido de ampliar as oportunidades de acesso ao parque. “A maioria dos acessos é por rampas, que têm um declive muito acentuado. Então optamos em colocar as escadarias, que ficarão localizadas nas imediações da Avenida Adolfo Viana e a outra juntamente com a rampa metálica, que também será implantada em breve e, juntas, vão compor o acesso do terminal hidroviário, oferecendo mobilidade e acessibilidade das pessoas com deficiência”, explica o engenheiro civil da Sedur, Lucas Souza.
O secretário Hemerson Guimarães visitou a obra para acompanhar a execução dos serviços e acrescentou que, além da implantação das escadarias, a obra segue com assentamento do piso intertravado na área de convivência do Terminal Hidroviário. “A obra do Parque Fluvial vem num ritmo constante. Podemos dizer que dos 1.300 metros quadrados (m²) da área de convivência do terminal hidroviário, 90% estão com o piso concluído, 40% da obra em geral já foram executados e estamos trabalhando para cumprir o cronograma estabelecido e realizar esse grande sonho da população juazeirense”, destacou.
A obra do Parque Fluvial é uma iniciativa da Prefeitura de Juazeiro, através da Sedur, em parceria com o Fundo Nacional de Meio Ambiente (FNMA) do Ministério do Meio Ambiente e do Fundo Socioambiental da Caixa Econômica Federal. A intervenção tem como objetivo promover a revitalização física e paisagística de toda a área considerada como degradada da orla fluvial juazeirense, no trecho entre o muro da Marinha e o início do bairro Angari – uma extensão de aproximadamente 3,5 Km.
Obra já executada
Até o momento já foram executadas a implantação de academias da saúde, parques infantis, 98% da extensão da pista de Cooper, ciclovia em toda a extensão do parque, recuperação do campo de esportes, das quadras poliesportivas e de areia. Ainda serão feitas uma pista de skate, a estruturação e ordenamento do mirante, criação de um atracadouro náutico e reaproveitamento da cobertura do espaço onde estão localizados os bares do M para a criação de um terminal hidroviário. As barracas que ficavam próximas a Marinha já foram retiradas da margem do rio por questões ambientais e serão ordenadas e padronizadas na área da calçada que será ampliada.

Blog do BILL NOTICIAS

Paulo Câmara eleva vantagem sobre Armando em nova pesquisa do Ibope

Foto: Arte/DP (Foto: Arte/DP)

Foto: Arte/DP

A nova pesquisa do Ibope com as intenções de voto para o governo do estado, divulgada na noite desta quarta-feira (5), mostra que Paulo Câmara (PSB), líder com 33%, abriu nove pontos de vantagem para o segundo colocado, Armando Monteiro (PTB), que marca 24%.
Brancos e nulos representam 24% do eleitorado, ante 32% da pesquisa anterior, registrando queda de 8 pontos. Os que não sabem ou não responderam são 11%, três pontos a mais quando comparado com o último levantamento. Somados, esses índices são maiores que o do atual governador Paulo Câmara.
Bem atrás, na terceira colocação, vem Júlio Lóssio (Rede) com 3%, mesmo número do último levantamento. Maurício Rands (PROS) continua com 2% das intenções de voto. Ana Patrícia Alves (PCO), caiu de 3% para 1%, mesmo índice de Simone Fontana (PSTU), que tinha 2%, e Dani Portela (PSOL), que não registrou oscilação.
A pesquisa foi realizada pelo Ibope em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação e a TV Globo e ouviu 1.204 eleitores de mais de 50 municípios pernambucanos entre os dias 2 e 4 de setembro. (Diário de Pernambuco)

Blog do BILL NOTICIAS

GLOBO-IBOPE ESCONDERAM: POTENCIAL DE VOTO EM HADDAD FOI DE 27% PARA 39% EM DUAS SEMANAS


Por Thais Moya e Mauro Lopes - Desde a última terça-feira (4), são fartas as evidências de que a Globo tenta manipular os resultados da pesquisa eleitoral que encomendou ao Ibope: prorrogou a divulgação dos resultados alegando que devido à impugnação da candidatura de Lula pelo TSE, não teria aplicado o cenário que continha Lula como opção, condição prevista no registro da pesquisa no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Foi o que se viu na divulgação no Jornal Nacional e nas mídias conservadoras na noite desta quarta. A informação mais importante da pesquisa foi omitida e acabou saindo apenas na manhã desta quinta (6), escondida numa matéria do Estado de S. Paulo: a parcela dos eleitores que afirmam que votariam “com certeza” no ex-prefeito subiu nove pontos porcentuais, de 13% para 22%, desde 20 de agosto. E os que “poderiam votar” passaram de 14% para 17%. Ou seja: o potencial de voto do Haddad saltou de 27% para 39%. Tentaram fazer o país de trouxa. 
A Globo manipulou os resultados, numa manobra que lembra outras duas realizadas pela emissora da família Marinho, sua participação no escândalo Proconsult em 1982, com o objetivo de fraudar as eleições para governo do Rio de Janeiro e impedir a vitória de Leonel Brizola, que acabou eleito (leia aqui) e a edição do último debate da eleição presidencial de 1989, quando eliminou os trechos de melhor performance de Lula e apresentou apenas os que favoreciam Fernando Collor de Mello.
Leia abaixo o “Esclarecimento” do Ibope, n que nada esclarece:

A nota de “Esclarecimento” do Ibope parece propositadamente redigida para não esclarecer e apresenta argumentos que são ridicularizados no universo dos institutos de pesquisa do país:
1) Afirma o instituto registrou sua pesquisa no TSE em 29 de agosto, "cinco dias antes da data de divulgação, como prevê a lei" -mas a data da divulgação era, desde o início, ontem sete dias depois do registro;
2) diz que estava tudo pronto para o campo na pesquisa no sábado e domingo quando, diante da cassação de Lula no TSE na madrugada do sábado, o instituto teria retirado o questionário com o ex-presidente e mantido apenas um com Haddad e feito o campo. A informação é pouco crível, pois analistas de pesquisas informam que o campo de uma pesquisas dessas é todo articulado e seria difícil simplesmente tirar um questionário;
3) mesmo considerando a informação verdadeira, o que é pouco crível, a nota enrola-se ainda mais com uma mentira grotesca: "para estar de acordo com o julgamento e as determinações do TSE, o Ibope não pesquisou o cenário com Lula". Ora, a lei é clara e determina que todos os candidatos registrados sejam pesquisados, mas nunca houve vedação a que outros nomes fossem submetidos aos eleitores nos levantamentos, e o Ibope sabe disso desde sempre. Não há nenhuma vedação legal a que as pesquisas continuem apurando o nome de Lula. Tanto não proibição legal que o instituto incluiu Haddad como cabeça de chapa sem que ele seja candidato a presidente. O que há é um veto político a Lula da mídia conservadora e dos institutos de pesquisa a ela vinculados.
O juiz do TSE, Felipe Salomão, se absteve de orientar o instituto, que decidiu de comum acordo com a Globo publicar os resultados:
“[...] convicto de que agiu de boa fé e dentro da lei, e, ainda, no intuito de não privar o eleitor de informações relevantes sobre a situação atual das intenções de voto na eleição presidencial, o IBOPE Inteligência, decidiu liberar os resultados da pesquisa para divulgação, decisão que contou com o apoio dos contratantes TV Globo e O Estado de S. Paulo.” Fonte: http://ibopeinteligencia.com/noticias-e-pesquisas/jair-bolsonaro-segue-liderando-a-corrida-presidencial/
O instituto apresentou os dados obtidos com um título que nitidamente tenta emplacar uma realidade paralela e irreal na qual Bolsonaro seria líder nas pesquisas há algum tempo, ignorando por completo a liderança de Lula até então. A edição Globo-Ibope simplesmente apagou da memória a série de pesquisas com Lula, como se o nome do ex-presidente jamais tivesse sido submetido pelo instituto aos eleitores. Veja:
 Na divulgação, Haddad aparece com irrisórios 6% de intenção dos votos, com metade dos votos de Ciro e Marina; além de ser o único dentre os testados que não venceria Bolsonaro em eventual segundo turno. O desempenho de Haddad é reflexo da má-fé do instituto de pesquisa que:
1) Não indicou a filiação partidária dos nomes apresentados aos eleitores por uma razão política e não metodológica: o PT tem quase 30% da preferência do eleitorado brasileiro e o questionário apostou na desinformação;
2) Um escândalo: a divulgação escondeu o resultado da questão P07, que se refere exatamente ao tema da transferência de votos de Lula para Haddad. A pergunta consta no registro da pesquisa realizado no site do TSE. A omissão dos resultado ao público é a comprovação taxativa que a operação Globo-Ibope é uma manipulação grosseira dos dados com objetivo político. A informação acabou saindo apenas na manhã desta quinta (6), escondida numa matéria do Estado de S. Paulo e contém o dado mais relevante da pesquisa: a parcela dos eleitores que afirmam que votariam “com certeza” no ex-prefeito subiu nove pontos porcentuais, de 13% para 22%, desde 20 de agosto. E os que “poderiam votar” passaram de 14% para 17%. Ou seja: o potencial de voto do Haddad saltou de 27% para 39%.
Veja abaixo a pergunta P07 no questionário do Ibope:
Outra evidência da manipulação grosseira: não foram divulgados os resultados da pergunta espontânea, que é prática consagrada nas pesquisas eleitorais, quando a pessoa menciona seu candidato sem que lhe seja apresentado previamente nenhum nome. Pior ainda: o próprio Ibope tinha essa questão nas pesquisas anteriores! É evidente que Lula muitas vezes mencionado, tendo em vista que, na última pesquisa do instituto, divulgada em 20 de agosto, o ex-presidente pontuou com 28% das indicações espontâneas, mais do que a soma de todos os outros candidatos indicados pelos eleitores: 22%.
Na divulgação de agosto, tanto o Ibope quanto a Globo e o jornal O Estado de S.Paulo deram com destaque a pesquisa espontânea, agora omitida. Veja o resultado de agosto na tabela do próprio Ibope:
Está patente que a operação Globo-Ibope, com O Estado de S.Paulo como sócio menor guarda pouca relação com o universo propriamente dito das pesquisas e é uma operação política que tem como objetivo interferir no resultado da eleição presidencial, no mínimo pelas seguintes razões:
1. Descumpriram a lei eleitoral 9504/97, que obriga que as pesquisas sejam realizadas exatamente como registradas, o que não fizeram quando retiraram a ficha que continha nome de Lula -ou, o que é informação corrente no mercado de pesquisas, esconderam o resultado do questionário com Lula, que o teria apresentado com 40% das intenções de voto;
2. Esconderam os partidos na apresentação dos nomes dos candidatos aos eleitores, para dificultar a identificação de Haddad pelos entrevistados;
3. Esconderam o resultado da questão P07 que trata da transferência de votos de Lula para Haddad;
4. Esconderam os resultados da questão P03 que trata da modalidade espontânea, que apresenta Lula em liderança isolada.
Essa conduta desmente a nota publicada pelo instituto que afirmou que “não quer privar o eleitor de informações relevantes” acerca do cenário eleitoral, e demonstra, que fez exatamente o oposto.
Diante disso, o PT, e demais partidos que prezam pela democracia, devem exigir que o TSE cumpra os artigos e parágrafos da lei eleitoral que seguem:
"§ 1º Mediante requerimento à Justiça Eleitoral, os partidos poderão ter acesso ao sistema interno de controle, verificação e fiscalização da coleta de dados das entidades que divulgaram pesquisas de opinião relativas às eleições, incluídos os referentes à identificação dos entrevistadores e, por meio de escolha livre e aleatória de planilhas individuais, mapas ou equivalentes, confrontar e conferir os dados publicados, preservada a identidade dos respondentes. 
§ 2º O não cumprimento do disposto neste artigo ou qualquer ato que vise a retardar, impedir ou dificultar a ação fiscalizadora dos partidos constitui crime, punível com detenção, de seis meses a um ano, com a alternativa de prestação de serviços à comunidade pelo mesmo prazo, e multa no valor de dez mil a vinte mil Ufirs. 
§ 3º A comprovação de irregularidade nos dados publicados sujeita os responsáveis às penas mencionadas no parágrafo anterior, sem prejuízo da obrigatoriedade da veiculação dos dados corretos no mesmo espaço, local, horário, página, caracteres e outros elementos de destaque, de acordo com o veículo usado.
Art. 35. Pelos crimes definidos nos arts. 33, § 4º e 34, §§ 2º e 3º, podem ser responsabilizados penalmente os representantes legais da empresa ou entidade de pesquisa e do órgão veiculador."
O que foi vendido aos eleitores e à opinião pública como “pesquisa” na noite desta quarta foi apenas mais uma operação de manipulação como as que a Globo tem realizado sistematicamente ao longo da história com o objetivo de atingir seus inimigos: Getúlio Vargas, Juscelino Kubitschek, João Goulart, Leonel Brizola e, agora, Lula.247


Blog do BILL NOTICIAS