sexta-feira, 10 de agosto de 2018

COLIGAÇÃO DE PIMENTEL VAI SE CHAMAR “LULA LIVRE”

Roberto Stuckert Filho

 O governador Fernando Pimentel (PT) escolheu o nome "Lula Livre" para batizar a coligação PT-PCdoB-PR-DC nas eleições estaduais deste ano.
A ideia, segundo interlocutores, teria partido do próprio governador, que tenta a reeleição. Pimentel teria afirmado que a campanha tem uma "causa política" em defender o ex-presidente Lula, mantido como preso político há mais de 100 dias em Curitiba.
As informações são do jornal O Tempo.


Blog do BILL NOTICIAS 

BACHELET DEVE APOIAR DENÚNCIA DE LULA NA ONU

RICARDO STUCKERT | UN Photo/Manuel Elias

A ex-presidente do Chile Michelle Bachelet foi confirmada nesta sexta-feira, 10, como alta comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos. Bachelete deverá apoiar a denúncia do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva que tramita na ONU sobre a violação de suas garantias constitucionais com a condenação e prisão no caso do triplex do Guarujá. Ela pode ajudar mostrando a gravidade do caso e a necessidade da ONU intervir. 18 juízes de diferentes vertentes analisam a denúncia.
Michelle Bachelet é uma das principais líderes internacionais a denunciar a perseguição política contra o ex-presidente Lula. Ela liderou a articulação de uma carta ao Poder Judiciário brasileiro, onde 43 personalidades de esquerda pedem para que o líder do PT saia candidato a presidente da República em 2018. De acordo com o jornal chileno La Segunda, Bachelet também tentará visitar o ex-presidente Lula na prisão, em Curitiba. 
A repercussão internacional da perseguição política a Lula, que lidera todas as pesquisas de intenções de voto para retornar à Presidência, ganhou também o reforço de dez juristas e advogados europeus e latino-americanos. Em carta enviada de Paris à ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), eles pediram que a legalidade com relação a Lula seja respeitada "com rigor e independência".
O documento foi assinado, entre outras pessoas pelo advogado francês William Bourdon, presidente e fundador da associação de proteção e defesa das vítimas de crimes econômicos Sherpa, pelo jurista Emilio García, presidente da Fundação Sul Argentina, o presidente de honra da Liga de Direitos Humanos (LDH), Henri Leclerc, além dos renomados juristas Baltasar Garzon, da Espanha, e Luigi Ferrajoli, da Itália. A carta também foi enviada aos presidentes da França, Emmanuel Macron, e do Governo espanhol, Pedro Sánchez, assim como ao primeiro-ministro de Portugal, Antonio Costa, e aos respectivos chanceleres (leia a carta na íntegra).
Michelle Bachelet, que foi torturada pela ditadura de Augusto Pinochet, foi a primeira mulher a comandar o Chile, uma das economias mais desenvolvidas da região. Ela foi presidente entre 2006 e 2010 e foi popular graças às políticas sociais de seu governo e a um crescimento econômico estável durante seu mandato.(247)


Blog do BILL NOTICIAS

Bancários de Pernambuco entram em estado de greve

   (Por:JC Online)

Por unanimidade, os bancários de Pernambuco rejeitaram a proposta da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) de aumento pelo índice de inflação e a partir desta quinta-feira entram em estado de greve.
Os bancos devem apresentar uma revisão do documento no próximo dia 17 de agosto. Caso a resposta não atenda às reivindicações da categoria, os trabalhadores entrarão em greve.
A decisão foi tomada durante a Assembleia Geral Extraordinária, realizada na noite desta quarta-feira (8), na sede do Sindicato dos Bancários de Pernambuco. A assembleia também aprovou a participação dos trabalhadores no Dia do Basta, que acontece na próxima sexta-feira (10).
PARALISAÇÃO
Seguindo a agenda aprovada durante a reunião, a categoria vai realizar uma paralisação dos serviços bancários na manhã desta sexta-feira (10), entre às 10h e 12h, quando os diretores do Sindicato vão dialogar com funcionários e clientes sobre os ataques aos direitos da classe trabalhadora.
A presidenta do Sindicato, Suzineide Rodrigues, reafirma o compromisso da entidade em lutar pelas conquistas da categoria. “Os bancos estão, ano após ano, batendo recordes nos lucros, mesmo diante da crise econômica que assombra o País. O desmonte deste governo golpista traz, mais uma vez, benefícios para os banqueiros e prejuízos para população. Vamos combater mais esta ilegalidade e defender nossos direitos duramente conquistados. O estado de greve é mais um passo para vencermos essa batalha. É Todos por Tudo!”, enfatiza.
Ainda sobre a última rodada de negociação apresentada pela Fenaban, que aconteceu nessa terça-feira (7), e que traz como benefício apenas a cobertura medida pelo INPC para salários, pisos e demais verbas, como PLR, VA, VR, auxílio-creche/babá, o Comando Nacional não identificou nenhuma garantia perante as reivindicações levadas para mesa de negociação. A proposta não contempla reivindicações importantes, como a não substituição de bancários por terceirizados, a não adoção das novas formas de contratação previstas na reforma trabalhista e o combate às metas abusivas que adoecem grande número de trabalhadores.


Blog do BILL NOTICIAS

‘RECESSÃO PARA POBRES E REAJUSTE PARA JUÍZES É O BRASIL DESIGUAL DO GOLPE’

Esq.: Alex Ferreira - Câmara

 A deputada federal Erika Kokay (PT-DF) criticou a decisão do Supremo Tribunal Federal de reajustar os salários dos ministros da Corte em 16,38%. Se o projeto for aprovado pelo Congresso Nacional, as remunerações passarão de R$ 33 mil para R$ 39 mil.
"O mesmo STF que apoia as medidas de retirada de direitos do golpe, decide incluir aumento de salários para ministros de 16,38% no orçamento de 2019", escreve a parlamentar em sua conta no Twitter. "Fome, recessão e desemprego para os pobres. Aumento de salário para os juízes. Esse é o Brasil desigual do golpe", complementou.
Em 2016, o STF negou o pedido formulado pelo PT e pelo PCdoB para suspender a votação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 95, que congela os gastos públicos por 20 anos. De acordo com o projeto, o investimento de um ano deve corresponde ao do ano anterior, corrigido pela inflação.
O Conselho Superior do Ministério Público Federal (CSMPF) também aprovou, por unanimidade, o orçamento do MPF para o ano de 2019, incluindo reajuste de 16,38% para todos os procuradores da República, a exemplo do que fizeram os ministros do STF.(247)


Blog do BILL NOTICIAS

‘Na ditadura que Bolsonaro gosta tanto estupravam mulheres até com animais’

Esq.: Lúcio Bernardo Jr. - Câmara / Dir.: Fabio Pozzebom - ABR

Rio Grande do Sul 247 - A deputada federal Maria do Rosário (PT-RS) pediu no Twitter que o eleitorado não vote no presidenciável Jair Bolsonaro (PSL).
"PL de Bolsonaro de castração química solta estupradores antes do fim da pena da prisão. O estupro ñ é feito só com corpo, mas pelo poder. Ele mesmo diz “q ñ estupra pq ñ quer”. Usam armas, objetos. Na ditadura q Bolsonaro gosta tanto estupravam mulheres até com animais. Ñ o apoie", escreveu a parlamentar.
Em 2015, Bolsonaro foi condenado pelo Tribunal de Justiça do Distrito Federal (TJ-DF), em 2015, a pagar indenização de R$ 10 mil à parlamentar por danos morais, mas recorreu. Em 2014, o congressista firmou que ela não merecia ser estuprada porque ele a considera "muito feia".
O deputado federal é conhecido por suas posições polêmicas, como a exaltação de Carlos Brilhante Ustra, ex-chefe do Doi-Codi de São Paulo e torturador na ditadura, em seu voto a favor do impeachment no dia 17 de abril. Ao proferir seu voto, ele disse que o coronel é o "pavor de Dilma Rousseff" (veja aqui).
Ustra é apontado como responsável por ao menos 60 mortes e desaparecimentos em São Paulo durante a ditadura e foi denunciado por mais de 500 casos de tortura cometidos nas dependências do Doi-Codi entre 1970 e 1974.
Bolsonaro também é contra os direitos humanos nos presídios. De acordo com o parlamentar, "uma minoria de marginais aterrorizam a maioria de pessoas decentes". "Temos que buscar a redução da maioridade penal. Esses marginais não são excluídos. São vagabundos", disse em vídeo publicado em fevereiro de 2014.
"Tem que dar vida boa pra esses canalhas (presidiários)? Eles fodem nós a vida toda e nós trabalhadores vamos manter esses caras presos numa vida boa?. "Eles têm que se fuder", disse (relembre).
Sobre o posse de arma, Bolsonaro disse que se trata de "um direito daqueles que querem praticar o direito da legítima defesa" - declaração foi divulgada em vídeo publicado em março do ano passado.
O parlamentar também já defendeu o projeto "Cura Gay". Quando era do PP, o congressista chegou a dizer que "ter filho gay é falta de porrada" (assista aqui).
O deputado também afirmou que, em uma democracia, "maioria é uma coisa, minoria é outra. Minoria tem que se calar" (veja aqui). 


Blog do BILL NOTICIAS

Pagamento do 13º de aposentados do INSS sai neste mês; veja o calendário

  (Por:sertaoinformado)

O INSS vai antecipar a partir de 27 de agosto a primeira parcela do 13º salário para os cerca de 30 milhões de aposentados e pensionistas, com o pagamento da folha de agosto que, neste ano, vai até o dia 10 de setembro. A data parece distante, mas, para utilizar o dinheiro da melhor maneira,é preciso planejamento. Para ajudar os segurados do órgão, o EXTRA mostra a melhor maneira de usar o dinheiro.

Segundo o presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin), Reinaldo Domingos, as orientações dependem muito da situação em que a pessoa se encontra: endividada, com o orçamento equilibrado ou com uma reserva que pode ser investida em alguma aplicação.

— Fazer um diagnóstico financeiro, detalhando os gastos e ganhos ao longo de um mês, é fundamental, pois só assim a pessoa saberá sua real situação. É importante não se esquecer dos compromissos, como os parcelamentos — diz Domingos.

Após saber como estão as contas, se o segurado tiver dívidas a quitar, por exemplo, o primeiro passo é saber o quanto será preciso para pagar e para quem deve. Domingos destaca que a prioridade deve ser sempre das contas com juros mais altos, como cheque especial e o rotativo do cartão de crédito, que tem taxas anuais que passam dos 300%.

O mais importante, com o dinheiro no bolso, é avaliar se vale a pena pagar a conta imediatamente. Segundo Domingos, antes de receber o 13º, o endividado pode negociar a dívida e conseguir mais prazo para pagar, taxas menores, ou até mesmo desconto no pagamento à vista. Se o segurado conseguir quitar a dívida, o que sobrar deve ser guardado para emergências ou para pagar contas futuras, como impostos de início, de ano, tais como IPTU e IPVA.

— Quem deve não pode pagar antes de negociar. Em alguns casos, a negociação com o banco pode dar descontos superiores a 50%. E, para o segurado que está mais em dia com a vida financeira, a dica é nunca deixar o dinheiro na conta-corrente, porque inevitavelmente ele será gasto. O ideal, se for um pequeno valor, é colocar na poupança e, em caso de benefícios maiores, uma aplicação. Para isso, é importante conversar com o gerente — destaca.

Adiantamento desde 2006
O adiantamento da primeira parcela, 50% do total do benefício, é concedido desde 2006 aos segurados. Já a segunda parcela, que é a diferença entre o valor total do benefício e o valor da antecipação, é paga junto aos benefícios correspondentes ao mês de novembro.

Em 2017, o governo federal publicou o decreto que oficializa a antecipação do 13º salário dos segurados INSS no dia 28 de julho. Na ocasião, a primeira parcela da gratificação natalina foi depositada com a folha de pagamento de agosto, entre os dias 25 de agosto e 8 de setembro, de acordo com o número final do cartão do benefício.

Vale destacar que o desconto do Imposto de Renda (IR) é cobrado somente na segunda parte do abono. Os segurados que recebem auxílio-doença também recebem antecipação proporcional ao período do benefício, que é temporário. Não recebem, por lei, os segurados que recebem benefícios Assistenciais, como o Benefício de Prestação Continuada BPC/Loas. Estes segurados correspondem a cerca de 4,5 milhões de benefícios.

Confira o calendário do INSS
A data do pagamento é feita com base no número final do benefício, sem considerar o dígito.

Para quem ganha até um salário mínimo (até R$ 954):

Final Data do pagamento
1      27/08/18
2      28/08/18
3      29/08/18
4      30/08/18
5      31/08/18
6      03/09/18
7      04/09/18
8      05/09/18
9      06/09/18
0      10/09/18

Para quem ganha mais de um salário mínimo (acima de R$ 954):

Finais Data do pagamento
1 e 6  03/09/18
2 e 7  04/09/18
3 e 8  05/09/18
4 e 9  06/09/18
5 e 0  10/09/18



Blog do BILL NOTICIAS


Câncer de próstata tem novo tratamento aprovado pela Anvisa

Medicamento tem registro na Anvisa desde dezembro de 2014, com indicação aprovada como antineoplásico para o tratamento de câncer de próstata 
metastático resistente à castração

  Por: Agência Brasil
Anvisa
AnvisaFoto: Divulgação/Anvisa

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou a inclusão de indicação terapêutica do medicamento Xtandi (enzalutamida) para o tratamento de homens com câncer de próstata não metastático resistente à castração. O produto será comercializado na forma farmacêutica de cápsula gelatinosa, com concentração de 40 miligramas (mg).

produto tem registro na Anvisa desde dezembro de 2014, com indicação aprovada como antineoplásico para o tratamento de câncer de próstata metastático resistente à castração, em adultos que são assintomáticos ou ligeiramente sintomáticos, após falha de terapia de privação androgênica. Também tem uso aprovado para tratamento de câncer de próstata metastático resistente à castração em adultos que já tenham recebido terapia com docetaxel.
Segundo a agência, estudos realizados pela indústria apontam que o Xtandi apresentou melhora na sobrevida livre de metástases. Testes indicaram que o medicamento reduziu em 70,8% o risco de agravamento da doença quando comparado ao placebo, além de ter aumentado a mediana da sobrevida livre de metástases de 14,7 meses (no grupo placebo) para 36,6 meses no grupo da enzalutamida (diferença de 21,9 meses).

Tratamento
Após a avaliação inicial e diagnóstico de câncer de próstata, a maior parte dos homens passa por tratamento local primário, com intenção curativa. A terapia de privação androgênica, por meio da castração cirúrgica ou medicamentosa, é frequentemente iniciada em homens com aumento do antígeno prostático específico, depois da realização de terapia primária.

Após a terapia de privação androgênica, o próximo estado clínico mais frequente no atual modelo de progressão da doença é o câncer de próstata resistente à castração. Homens com este quadro podem ter doença metastática ou não-metastática.



Blog do BILL NOTICIAS

Produtores de Petrolina registram prejuízos por problemas internos da Adagro

  (Por: waldineypassos)
Na Adagro, o sistema interno permaneceu indisponível durante toda a sexta-feira. (Foto: ASCOM)

Quedas no sistema interno de emissão do PTV (Permissão de Transito de Vegetais) e a burocratização exagerada da Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária do Estado de Pernambuco (Adagro) estão causando transtornos para os produtores de Petrolina. Quem afirma são os próprios fruticultores, que no último final de semana, contabilizaram prejuízos com a paralização da entidade.
As queixas foram registradas pelo Sindicato dos Produtores Rurais do município (SPR), que tem buscado a solução do problema desde março. Naquele mês, o presidente da Adagro, Paulo Lima, esteve na cidade participando de um evento promovido pelo órgão representativo e afirmou que a agência fiscalizadora passaria a emitir o PTV pela Internet, até meados de julho.
A intenção não saiu do papel e, na última sexta-feira (3), o posto da Adagro em Petrolina se deparou com a queda do sistema interno, provocando uma nova paralização dos caminhões de frutas.
“O produtor tem de ter a possibilidade de preencher essas requisições na Internet porque essa burocratização é uma barreira para a produtividade de Petrolina e de Pernambuco”, diz o gerente executivo do SPR, Flávio Diniz. “O que é o PTV? É o documento que acompanha a fruta quando vai para fora do estado. A morosidade na sua virtualização está atrapalhando muito os fruticultores da cidade”.
O gerente executivo alerta ainda que os transtornos vão além do prejuízo financeiro. “O custo não é o maior problema, a questão é que o cliente em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, não quer saber de quem é o problema, se é nosso ou da Adagro; só interessa a entrega ágil do produto”. “Nós temos informações, por exemplo, de fruticultores que já perderam a carga e o cliente”, afirma Flávio ao inteirar que o sindicato está se reunindo com os produtores, acompanhando a situação.
Na Adagro, o sistema interno permaneceu indisponível durante toda a sexta-feira, retornando apenas no sábado (4), quando um plantão da agência atendeu somente os produtores que fizeram o pedido no dia anterior.
Foi avisado
Ainda no mês de Julho, o SPR havia alertado à instituição, em Recife, por meio de ofício, que a morosidade na virtualização do PTV traria mais prejuízos para o fruticultor local. No documento, foram apresentados problemas como a distância da propriedade até o posto da Adagro, horário de funcionamento incompatível com a realidade de carregamento dos caminhões e o tempo de espera para liberação de produtos perecíveis.
Em resposta, o órgão fiscalizador informou que a Secretaria de Administração – SAD está realizando um processo de licitação para aquisição do novo Sistema de Gestão Agropecuária, como o PTV “on line” e que após a aquisição “estaremos treinando e disponibilizando a todos [produtores], objetivando a melhoria do agronegócio do Estado de Pernambuco”.


Blog do BILL NOTICIAS

Militares brasileiros no Haiti e imigrantes podem ter trazido o Zika para o Brasil

Um estudo desenvolvido na Fiocruz Pernambuco traçou a rota da chegada do vírus ao País

  Por: Portal FolhaPE
Estudos da Fiocruz PE apontam a  origem do vírus Zika no Brasil
Estudos da Fiocruz PE apontam a origem do vírus Zika no BrasilFoto: Fotos Públicas

Um estudo desenvolvido na Fiocruz Pernambuco traçou a rota da chegada do vírus Zika ao Brasil, preenchendo questionamentos recorrentes sobre o tema. Imigrantes ilegais vindos do Haiti e militares brasileiros em missão de paz naquele país podem ter sido responsáveis pela chegada do vírus. 

Em consonância com esses resultados, estudos anteriores haviam confirmado casos de chikungunya no Brasil importados do Haiti e da República Dominicana, destacando a América Central e Caribe como rotas importantes para a introdução desse arbovírus no Brasil.

De acordo com pesquisa da Revisiting Key Entry Routes of Human Epidemic Arboviruses into the Mainland Americas through Large-Scale Phylogenomics, o vírus Zika, originário da Polinésia Francesa, inicialmente migrou para a Oceania, depois para a Ilha de Páscoa - de onde foi para a região da América Central e Caribe - e só então chegou ao Brasil, no final de 2013. “Isso coincide com o caminho percorrido pelos vírus dengue e chikungunya”, explica um dos investigadores, o pesquisador Lindomar Pena. 

O resultado aponta para o fato que a América Central e Caribe são importantes rotas de entrada para arbovírus na América do Sul. A informação é estratégica para a vigilância epidemiológica e para adoção de medidas de controle e monitoramento dessas doenças, especialmente em regiões de fronteira com outros países, portos e aeroportos, segundo o artigo. E em todos os casos brasileiros estudados, o ancestral em comum dos vírus é uma cepa do Haiti, país sabidamente afetado pela tripla epidemia de Zika, dengue e chikungunya. O estudo também concluiu que houve múltiplas introduções, independentes entre si, do vírus Zika no Brasil, mudando a crença anterior de que um único paciente poderia ter trazido a doença, que depois teria se espalhado pelo país.

Metodologia
O estudo contou com a participação dos pesquisadores da Fiocruz Pernambuco Lindomar Pena, Túlio Campos, Gabriel Wallau e Antonio Rezende e de um colaborador da Universidade de Glasgow, Alain Kohl. As análises se basearam num total de 4.035 amostras de genomas completos dos três vírus disponíveis em bancos de dados públicos e foram usados algoritmos e ferramentas computacionais de última geração. A pesquisa contou com financiamento da Fundação de Amparo à Ciencia e Tecnologia do Estado de Pernambuco (Facepe) e envolveu também os vírus dengue e chikungunya. Os resultados foram publicados no International Journal of Genomics. O artigo pode ser acessado no link https://www.hindawi.com/journals/ijg/aip/6941735/



Blog do BILL NOTICIAS

Bancários de Pernambuco entram em estado de greve


(JC Online)

Por unanimidade, os bancários de Pernambuco rejeitaram a proposta da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) de aumento pelo índice de inflação e a partir desta quinta-feira entram em estado de greve.
Os bancos devem apresentar uma revisão do documento no próximo dia 17 de agosto. Caso a resposta não atenda às reivindicações da categoria, os trabalhadores entrarão em greve.
A decisão foi tomada durante a Assembleia Geral Extraordinária, realizada na noite desta quarta-feira (8), na sede do Sindicato dos Bancários de Pernambuco. A assembleia também aprovou a participação dos trabalhadores no Dia do Basta, que acontece na próxima sexta-feira (10).
PARALISAÇÃO
Seguindo a agenda aprovada durante a reunião, a categoria vai realizar uma paralisação dos serviços bancários na manhã desta sexta-feira (10), entre às 10h e 12h, quando os diretores do Sindicato vão dialogar com funcionários e clientes sobre os ataques aos direitos da classe trabalhadora.
A presidenta do Sindicato, Suzineide Rodrigues, reafirma o compromisso da entidade em lutar pelas conquistas da categoria. “Os bancos estão, ano após ano, batendo recordes nos lucros, mesmo diante da crise econômica que assombra o País. O desmonte deste governo golpista traz, mais uma vez, benefícios para os banqueiros e prejuízos para população. Vamos combater mais esta ilegalidade e defender nossos direitos duramente conquistados. O estado de greve é mais um passo para vencermos essa batalha. É Todos por Tudo!”, enfatiza.
Ainda sobre a última rodada de negociação apresentada pela Fenaban, que aconteceu nessa terça-feira (7), e que traz como benefício apenas a cobertura medida pelo INPC para salários, pisos e demais verbas, como PLR, VA, VR, auxílio-creche/babá, o Comando Nacional não identificou nenhuma garantia perante as reivindicações levadas para mesa de negociação. A proposta não contempla reivindicações importantes, como a não substituição de bancários por terceirizados, a não adoção das novas formas de contratação previstas na reforma trabalhista e o combate às metas abusivas que adoecem grande número de trabalhadores. 


Blog do BILL NOTICIAS

ONU CONFIRMA MICHELLE BACHELET COMO ALTA COMISSÁRIA PARA OS DIREITOS HUMANOS

REUTERS/Darren Ornitz

Agência EFE - Os 193 Estados membros da ONU aprovaram oficialmente nesta sexta-feira a nomeação da ex-presidente do Chile Michelle Bachelet como nova alta comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos.
Por aclamação, a Assembleia Geral confirmou Bachelet, que tinha sido nomeada nesta semana pelo chefe da organização, António Guterres, após consultas com grupos regionais.
A ex-presidente chilena assumirá o cargo a partir do dia 1º de setembro por um período de quatro anos no lugar do jordaniano Zeid Ra'ad al Hussein, que elogiou a confirmação de sua sucessora.
"Estou verdadeiramente satisfeito com a nomeação de Michelle Bachelet como próxima alta comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos", afirmou Zeid em comunicado.
Todos os grupos regionais da ONU comemoraram hoje a nomeação e destacaram a grande experiência internacional de Bachelet e seu compromisso com os direitos humanos, especialmente a defesa das mulheres.
A ex-presidente chilena comandará a ampla estrutura de direitos humanos das Nações Unidas, com sede principal na cidade suíça de Genebra.
De lá, Bachelet será a principal responsável por denunciar os abusos mais graves e de trabalhar com os governos para melhorar a proteção dos direitos humanos ao redor do mundo.
O cargo é considerado um dos mais complexos dentro da ONU e seus titulares foram frequentemente alvo das críticas e pressões de líderes internacionais.
Com esta nomeação, Bachelet retorna às Nações Unidas, onde foi entre 2010 e 2013 a primeira diretora-executiva da ONU Mulheres.
A nova alta comissária da ONU foi presidente do Chile em dois períodos, entre 2006 e 2010 e entre 2014 e março deste ano.


Blog do BILL NOTICIAS

Armando reafirma em sabatina: “Voto em Lula”

    Vinicius de Santana

O candidato ao governo do Estado pela coligação Pernambuco Vai Mudar, senador Armando  Monteiro (PTB), reafirmou, durante sabatina realizada na manhã desta quinta-feira(09), na Rádio Jornal, que vai votar no ex-presidente Lula nas eleições presidenciais desse ano. “Mantenho minha posição. Se Lula for candidato, eu voto em Lula”, disse Armando durante a entrevista. “O presidente Lula é alguém em que eu identifico um símbolo: ele veio de Pernambuco, e construiu uma liderança, com um olhar sobre os mais carentes”, completou.
“Lula fez muito por Pernambuco. Não há um grande projeto realizado no Estado que não tenha a participação de Lula: a Fiat, a refinaria, os estaleiros, a transposição do Rio São Francisco, o Prouni, a ampliação do bolsa-família , a politica de valorização do salário mínimo. Lula melhorou a condição de vida de milhões de pessoas”, destacou.
Armando e Lula trabalharam juntos no período em que o senador esteve à frente da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e o líder petista era presidente, alinhando parcerias que foram essenciais para a qualificação profissional e atração de indústrias. Estiveram juntos no mesmo palanque em 2010 e 2014 – inclusive com duas vindas de Lula ao Estado para pedir votos para o petebista. Além disso, Armando foi ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio no governo Dilma Rousseff.
Armando aproveitou para criticar o governador Paulo Câmara pelo processo “violento” que deixou de fora da disputa pelo Palácio das Princesas a vereadora do PT do Recife Marília Arraes. “Como é um governo é mal-avaliado, ele precisa se agarrar com o presidente lula, como tábua de salvação, e eliminar concorrentes”, ressaltou o candidato ao governo, enfatizando ainda que o pré-candidatura da petista era legítima. “Sempre a postulação de Marília. Ela é guerreira, ela é combativa. Ela foi pro PT quando todo mundo estava saindo”, continuou Armando, lembrando o apoio que recebeu da neta do ex-governador Miguel Arraes em 2014.
SEM CONTRADIÇÃO – Armando ainda rebateu as colocações de que a frente liderada por ele tenha dificuldades em estabelecer uma agenda tendo a mudança de Pernambuco como ponto comum. “Nós temos trajetórias distintas, mas nos reunimos em uma frente por Pernambuco. Onde meu enfoque sobre segurança ou modelo de gestão pode ser diferente do dos meus companheiros?”, questionou. (Ascom)

Blog do BILL NOTICIAS

Na ausência de Lula, primeiro debate presidencial mostra Brasil dividido

Corrupção, violência e as dificuldades econômicas que assolam o Brasil dominaram o debate

  Por: AFP - Agence France-Presse
O evento, realizado na TV Bandeirantes, teve a participação de oito dos treze aspirantes ao Palácio do Planalto. Foto: Reprodução/AFP
O evento, realizado na TV Bandeirantes, teve a participação de oito dos treze aspirantes ao Palácio do Planalto. Foto: Reprodução/AFP


O primeiro debate televisivo das eleições presidenciais de outubro mostrou nesta quinta-feira um país dividido antes de suas eleições mais incertas e transcorreu praticamente sem referências à ausência do favorito nas pesquisas: o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso em Curitiba.

O evento, realizado na TV Bandeirantes, em São Paulo, com a participação de oito dos treze aspirantes ao Palácio do Planalto que vão disputar a preferência do eleitorado em 7 e outubro, se estendeu até a uma da madrugada desta sexta-feira.

Participaram do debate o capitão do Exército na reserva Jair Bolsonaro (PSL) - segundo colocado nas pesquisas de intenção de voto em que Lula aparece como favorito e primeiro em sua ausência - Marina Silva (Rede), Geraldo Alckmin (PSDB), Ciro Gomes (PDT), Henrique Meirelles (MDB), Guilherme Boulos (PSOL), Álvaro Dias (Podemos) e Cabo Daciolo (Patriota). 

Corrupção, violência e as dificuldades econômicas que assolam o Brasil dominaram o debate, que foi menos polêmico do que o esperado, apesar de alguns atritos.

Um dos principais focos da noite era o desempenho do deputado de extrema direita Jair Bolsonaro, incluindo em relação a seus principais adversários para um eventual segundo turno, em 28 de outubro: a ambientalista Marina Silva e o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin.

O ex-capitão do Exército se mostrou mais moderado que em suas aparições nas redes sociais, mas retomou suas propostas de legalizar o porte de armas, da "castração química voluntária" para estupradores e de criação de mais "escolas militares". 

A violência no Brasil, que bateu recordes em 2017 com 64 mil homicídios, é culpa da "equivocada política de direitos humanos", disse Bolsonaro, que se apresentou como alternativa à velha política corrupta.

"Você é farinha do mesmo saco (...). Como se sente em ter mais casas do que projetos (aprovados no Congresso)?!" - alfinetou o candidato de esquerda Guilherme Boulos, o único a citar a ausência de Lula no debate.

Geraldo Alckmin se apresentou como o homem sério e experiente que o país precisa "para que a economia cresça e cresça com força" por meio das reformas reclamadas pelo mercado.

O candidato do PSDB se esforçou para tomar distância do governo de Michel Temer, que promoveu várias destas reformas desde que assumiu o poder, em 2016, após o 'impeachment' de Dilma Rousseff.

"Os que criaram o problema não vão resolvê-lo", disparou a evangélica Marina Silva, que se manteve sóbria e contundente na defesa dos menos favorecidos e advogou pela volta da "credibilidade" do Brasil.

- Discreto "debate" paralelo do PT -

Com a participação discreta de Ciro Gomes e da 'revelação' extravagante do deputado e pastor evangélico Cabo Daciolo, a ausência de Lula no debate da TV Bandeirantes passou quase despercebida.Lula insistia em participar deste primeiro encontro por videoconferência de sua cela em Curitiba, onde cumpre pena de 12 anos e um mês de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, mas a Justiça lhe negou nesta quinta este pedido.

Esta decisão "viola o direito do povo brasileiro e também dos outros candidatos de discutir as propostas da minha candidatura e até de me criticarem olhando na minha frente, e eu tendo o direito de responder. O nome disso é censura", disse Lula em carta enviada à emissora e publicada nas redes sociais.

Na mesma hora da transmissão na Band, o Partido dos Trabalhadores organizou um debate paralelo com Fernando Haddad, companheiro de chapa do ex-presidente (2003-2010), transmitido pelas redes sociais. 

Com assistência de pouco mais de 7.000 pessoas, o debate reuniu Haddad, a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, e Manuela D'Ávila (PCdoB), que será vice de Haddad se ele substituir Lula - cuja candidatura muito provavelmente será impugnada segundo a Lei da Ficha Limpa. 

O PT vai inscrever formalmente a candidatura de Lula em 15 de agosto, último dia do prazo legal, e planeja reunir milhares de simpatizantes em Brasília neste dia para dar seu apoio ao líder histórico do partido. 

Nas eleições de outubro também serão eleitos os 27 governadores, 513 deputados e dois terços do Senado, que tem um total de 81 assentos.

Os debates, juntamente com o tempo de propaganda gratuita de rádio e televisão a partir de 31 de agosto, e os recursos eleitorais que são distribuídos de acordo com o tamanho dos partidos e coalizões, são chave para o desempenho dos candidatos.



Blog do BILL NOTICIAS