sexta-feira, 27 de julho de 2018

Concurso com 500 vagas para a Policia Rodoviária Federal é autorizado

  (Por: Blog: O povo com a notícia)

Foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira (27) a autorização para realização de concurso da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Serão 500 vagas para nível superior e a previsão é de que o edital seja publicado em até 180 dias.
A remuneração inicial chega a R$ 10.357,88, somando os auxílios alimentação e saúde. Para concorrer, além de certificação em qualquer curso superior, o candidato precisa ter entre 18 e 65 e carteira de habilitação.
A seleção contará com prova escrita, teste de capacidade física, análise psicológica, de saúde, além de investigação social, de curso de formação e títulos. Esse processo leva de nove meses a um ano. É o tempo necessário para que todas as etapas do concurso sejam realizadas e a seleção seja homologada.
O último concurso para o órgão foi realizado em 2013.  

Blog do BILL NOTICIAS

SEIS JUÍZES VÃO CASSAR 60% DOS VOTOS?

  (Por:Leonardo Attuch/247) 
STF/Ricardo Stuckert

A mais recente pesquisa Vox Populi, divulgada nesta quinta-feira, deixou claro que a imensa maioria do povo brasileiro só enxerga uma saída para que o país saia da maior crise de sua história: Luiz Inácio Lula da Silva. Com 41% das intenções de voto, contra 29% de todos os demais candidatos, Lula tem praticamente 60% dos votos válidos e será eleito presidente da República pela terceira vez se o Poder Judiciário não ousar agredir a soberania popular. A pesquisa também aponta que os brasileiros veem Lula como o melhor presidente da história – e também o mais perseguido.
É com esses números que Lula, que vem sendo mantido como preso político justamente para não participar das eleições, se mantém em firme na posição de reafirmar sua candidatura, que será registrada em 15 de agosto. Já se sabe o que virá depois. O Ministério Público Eleitoral ou algum partido político associado ao golpe de 2016 pedirá a impugnação de seu registro em razão da Lei da Ficha Limpa, muito embora os precedentes apontem que Lula pode, sim, disputar as eleições, enquanto houver recursos disponíveis. A discussão fatalmente chegará ao Supremo Tribunal Federal, em que uma maioria de seis ministros decidirá se Lula pode ser ou não ser candidato.
A decisão será tomada no momento em que o Brasil vive o momento de maior humilhação histórica. Com a democracia suspensa, líderes internacionais como François Hollande, Jose Luis Zapatero, Pepe Mujica e Michelle Bachelet têm denunciado ao mundo a natureza da perseguição a Lula – um sequestro estatal que visa cassar seus direitos políticos. A eles se somaram, também na semana que passou, 29 parlamentares norte-americanos. Entre eles, o senador Bernie Sanders, do Partido Democrata, que é hoje a maior liderança progressista nos Estados Unidos. "A luta contra a corrupção não deve ser usada para justificar a perseguição de opositores políticos ou negar-lhes o direito de participar livremente das eleições", diz o texto.
Ao lado da restauração democrática, estão 60% dos votos no Brasil, as maiores lideranças do mundo, os maiores juristas do Brasil e os artistas que representam a alma nacional e participarão do festival Lula Livre. Nomes como Chico Buarque, Caetano Veloso, Martinho da Vila e Gilberto Gil. Contra Lula, estão as petroleiras internacionais, bilionários que se beneficiam com o desmonte do Estado, monopólios de comunicação, setores do Poder Judiciário, os que se alimentaram com o discurso de ódio e também os que apostam na desintegração do Brasil como nação. Em agosto, saberemos como os ministros do Supremo Tribunal Federal entrarão para a história. Existem apenas duas alternativas: coveiros da democracia ou restauradores da ordem constitucional.

Blog do BILL NOTICIAS

EM NATAL, GLEISI LANÇA CANDIDATURAS DE LULA E FÁTIMA BEZERRA


A senadora Gleisi Hoffmann, presidente nacional do PT, está em Natal na noite desta sexta-feira, 27, onde participa do lançamento das pré-candidaturas do ex-presidente Lula a presidente, e da senadora Fátima Bezerra a governadora. 

Durante o ato, Gleisi elogiou o plano de governo de Lula. "temos o programa de governo mais auto-explicativo de todos, é só dizer Lula que todo mundo entende o que isso representa para o Brasil", disse ela.(247)



Blog do BILL NOTICIAS

Funcionário acusado de ter apagado imagens de câmeras do colégio na noite do assassinato de Beatriz rebate acusações e diz que tomará providências

   (Por: C.Britto)

Por meio do seu advogado, o funcionário Allinson Henrique de Carvalho Cunha – acusado de apagar parte das imagens na noite do bárbaro assassinato da menina Beatriz Angélica Mota, ocorrido em 10 de dezembro de 2015, durante um evento festivo no Colégio Maria Auxiliadora, em Petrolina, onde ela estudava – rechaçou veementemente as acusações. Ele ressaltou também que tomará “as devidas providências legais para estancar qualquer acusação indevida”.
Confiram:
NOTA DE ESCLARECIMENTO
Eu Allinson Henrique, brasileiro, casado, autônomo, venho através desta nota à imprensa exercer o meu direito de resposta e de defesa na mesma proporção que foi utilizado para me acusar injustamente de crime que não pratiquei.
O FATO
Recentemente em blogs, rádios, na TV Grande Rio e na TV São Francisco fui vítima de matérias veiculadas com a participação e anuência de familiares da menina Beatriz Mota, vítima da tragédia pública ocorrida nas dependências do Colégio Nossa Senhora Auxiliadora. Ao se manifestar sobre a minha pessoa, a senhora conhecida por Lúcia Mota, mãe da menina Beatriz Mota, bem como o pai, Sandro Romildo Ferreira, afirmaram que eu fui responsável por adulterar ou suprimir imagens das câmeras do circuito interno do referido colégio a pedido de alguém ou para proteger alguém. Literalmente disseram que “voltei ao local do crime e, dias após, na surdina, apaguei imagens.”
DIREITO DE RESPOSTA
Em que pese entenda a dor por que passam os familiares da vítima, pois diferentemente do que pensam, sou ser humano e também sei me colocar no lugar do outro, no entanto jamais poderei aceitar que acusações tão sérias e tão levianas possam ser alardeadas por qualquer meio, inclusive pela imprensa, e permanecer silente em relação a tais acusações. Pois bem! Até o presente momento permaneci em silêncio, assistindo a tudo do meu canto e sem questionar, pois ainda acredito no estado de direito e nas instituições. Porém, depois da repercussão das matérias publicadas pela imprensa não me coube outra alternativa senão me insurgir vigorosamente contra os abusos que estão querendo praticar contra a minha pessoa.
Importante lembrar que mantive durante quase 20 (vinte) anos contrato de prestação de serviço junto ao Colégio Nossa Senhora Auxiliadora, onde exercia a função de técnico de informática, o que incluía apenas a assistência a computadores e redes, não incluindo sistema de monitoramento de câmeras, o que cabia a outra empresa.
Ocorre que após as acusações absurdas de que eu teria fraudado ou manipulado dados de imagens do dia em que houve a morte de Beatriz Mota, alguns esclarecimentos precisam ser prestados à sociedade do Vale do São Francisco. Vejamos:
No início de janeiro de 2016, fui solicitado pela escola para dar apoio no fornecimento das imagens para a autoridade policial. Motivo pelo qual tive acesso ao setor de monitoramento. Fato esse que já foi esclarecido, em conjunto com o Colégio Nossa Senhora Auxiliadora, mais de uma vez às autoridades competentes.
Não apaguei imagem alguma de câmera nenhuma. Esse ato perante a minha pessoa não existe, nunca tive intenção e não atrapalhei procedimento algum para proteger ou beneficiar ninguém. Sou um profissional, nunca tive nenhum tipo de problema dentro do colégio nem fora dele.
A morte aconteceu em dezembro de 2015 e, a partir de então, a polícia iniciou as investigações. Depois de recolher os dados que achava pertinentes, a polícia civil liberou o acesso à escola normalmente. A escola foi procurada por policiais civis que solicitaram a cópia de imagens das câmeras do dia do crime, porém com receio de que outras imagens não requeridas pela polícia civil se perdessem com o tempo, a escola, por iniciativa própria, no início do mês de janeiro de 2016 solicitou a mim que fizesse a cópia das imagens existentes para que pudessem entregar os aparelhos denominados HD (destinados ao armazenamento das imagens), para que a polícia tivesse o seu trabalho facilitado, fato este ocorrido aproximadamente 20 (vinte) dias depois do fato. Passados quase 3 (três) anos e depois que vários delegados passaram pelo inquérito, a atual delegada, após requentar os mesmos dados já produzidos nos autos, entendeu pela representação da minha prisão preventiva, mas a juíza de direito, de forma equilibrada e consciente da gravidade dos danos em razão da injustiça cometida, entendeu que não deveria determinar a minha prisão.
Conforme familiares da menina Beatriz Mota e toda sociedade, respeito e torço para que esse fato trágico seja esclarecido e os verdadeiros culpados sejam punidos, mas não posso mais admitir que uma investigação que corre sob segredo de justiça tenha informações vazadas seletivamente, pois isso configura crime de violação de sigilo funcional.
Por fim, esclareço que adotarei as medidas legais para estancar qualquer acusação indevida, importando, inclusive, caso insistam, na responsabilidade civil, administrativa e criminal dos acusadores de plantão.
Allinson Henrique de Carvalho Cunha

Blog do BILL NOTICIAS

Setranvasf prorroga recadastramento do Cartão Bip Estudante até 31/08

  (Por:C.Britto)

O Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo do Vale do São Francisco (Setranvasf) decidiu prorrogar o prazo para o recadastramento do Cartão Bip Estudante. Agora, a classe têm até o dia 31 de agosto. Após essa data, os cartões não atualizados serão bloqueados.
O processo é simples: se não houver nenhuma mudança nos seus dados, basta validar os documentos pelo site do Mobi Petrolina, acessando o Portal do Aluno. Se houver alguma divergência, é preciso comparecer às lojas BIP, localizadas no Centro de Convenções no Expresso Cidadão do River Shopping, munido dos documentos atualizados.

Blog do BILL NOTICIAS

Pais de Beatriz contestam versão de funcionário contratado por colégio e afirmam que não vão permitir “nova injustiça” contra sua filha


  (Por: C.Britto)

Indignados contra a nota divulgada pelo funcionário que prestou serviços para o Colégio Maria Auxiliadora, onde a menina Beatriz Angélica Mota foi assassinada a facadas, aos sete anos de idade, os pais dela – Sandro Romilton e Lúcia Mota – voltaram a se manifestar. Eles contestaram veementemente as declarações de Allinson Henrique de Carvalho Cunha, acusado de ter apagado parte das imagens das câmeras de monitoramento do colégio na noite do crime (ocorrido em 10 de dezembro de 2015) e garantiram que não vão permitir “uma nova injustiça” contra sua filha.
Confiram:
Nós, os pais de Beatriz Angélica, somos a parte mais interessada na resolução dessa situação. Não somos irresponsáveis, nem levianos e principalmente não gostaríamos de ser testemunhas de mais uma injustiça na sociedade.
Sempre cobramos, principalmente das autoridades policiais, uma resposta célere e contundente. Desde o início participamos e colaboramos incansavelmente para que tudo seja esclarecido, custe o que custar, seja o que for, doa a quem doer. Sofremos diariamente com a angústia e impotência diante de situações que são reveladas oficialmente, e muito mais com os vazamentos de informações (que deveriam estar sob sigilo) nas redes sociais.
A cada nova revelação nos apegamos profundamente com a esperança renovada de termos um fechamento dessa tragédia que todos vivemos. Quando soubemos que as imagens haviam sido adulteradas ou apagadas, tivemos a certeza de que o caso seria solucionado naquele momento. Eis aí a ponta do novelo.
Não foi imputada a autoria de crime de homicídio a Allinson Henrique de Carvalho Cunha, mas sim a prática de crimes diversos que, de alguma forma, contribuíram para que até agora não se chegasse ao resultado esperado por todos.
A equipe da Polícia Civil de Pernambuco periciou os equipamentos de gravação de imagens e foi comprovada a prova da materialidade e autoria dos crimes previstos nos artigos 342 caput, e 347 do Código Penal, apontando o ex-funcionário do Colégio Maria Auxiliadora, de Petrolina-PE, como o responsável por deletar imagens captadas por câmeras em que aparece o suspeito do assassinato de nossa Beatriz.
Pois bem, a força-tarefa do Ministério Público acatou e ratificou esse pedido de prisão preventiva. A juíza Elena Ribeiro também entendeu que tanto a prova da materialidade quanto a autoria desses crimes estavam presentes. O único motivo do indeferimento foi relativo ao tempo da prática dos crimes praticados por ele, Allinson Henrique, cometidos em 2016.
Em relação a esse argumento temos que perceber é que esse fato em si foi o mote do comprometimento de quase toda a investigação, porque a partir do momento em que se deletou as imagens, não se pôde mais chegar com precisão ao autor ou autores do fato criminoso. Então, a questão da contemporaneidade não deveria ser vista no dia de hoje, mas em relação ao  comprometimento que essa ação lá atrás trouxe para toda a investigação policial. Não é porque o crime é mais ou menos grave que eu vou dizer se deve ou não ser preso. O que se busca com a prisão nessa situação específica é a solução do inquérito policial. É a conveniência para a instrução processual futuramente.
Em notas à imprensa, tanto o Colégio Maria Auxiliadora quanto seu ex-funcionário Allinson Henrique, querem inculcar nas pessoas de que a responsabilidade por ter apagado as imagens é da Polícia Civil de Pernambuco. Isso é lamentável. Contra provas não há argumentos. A verdade prevalecerá.
Iremos recorrer dessa decisão que achamos ser bastante injusta. Acreditamos nas instituições e no poder público. Cremos principalmente em Deus. Não permitiremos que outra injustiça seja cometida contra nossa princesa Beatriz.
Lucinha Mota e Sandro Romilton
Petrolina-PE, 27 de julho de 2018.

Blog do BILL NOTICIAS

Registro de Lula ficará com Rosa Weber

Ministro Luiz Fux destacou que o TSE precisará definir a situação do petista para tornar o cenário eleitoral mais claro
Foto: Ricardo Stuckert/ Instituto Lula
Foto: Ricardo Stuckert/ Instituto Lula

Sobre o registro de candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), preso e condenado na Lava-Jato, o ministro Luiz Fux destacou que o TSE precisará definir a situação do petista para tornar o cenário eleitoral mais claro. Fux deixa o comando do tribunal em 14 de agosto, um dia antes do prazo final para o registro.

“Meu exercício de mandato é até o dia 14 (de agosto), até o dia 14 o tribunal será célere, e tenho certeza que também o será quando a ministra Rosa (Weber) assumir (a presidência do TSE). É claro que essa é uma questão que o tribunal precisa dar uma resposta para fins de definição de um panorama político”, afirmou o ministro.

O presidente do TSE também elogiou a iniciativa do Facebook, que desativou uma rede de 196 páginas e 87 perfis pessoais relacionados ao Movimento Brasil Livre (MBL), após uma investigação que detectou contas abertas com identidades falsas. No mês passado, a Corte Eleitoral firmou parceria com o Facebook e o Google no combate à disseminação de notícias falsas.

“As próprias plataformas de antemão estão tomando todas as providências em relação às quais elas se comprometeram com o TSE O WhatsApp já limitou o número de trocas de mensagens, o Facebook removeu conteúdos. O direito não convive com a mentira. Queremos a derrota do falso em favor do verdadeiro, com relação às fake news”, frisou Fux.(DP)


Blog do BILL NOTICIAS

Pré-candidato a deputado é assassinado em Carpina

Nicó do Cimento era vereador na cidade da mata norte pernambucana
Foto: Nicó do Cimento / Facebook
Foto: Nicó do Cimento / Facebook


O pré-candidato a Deputado Federal e vereador pela coligação SD/PP/PR Cosme Alves da Silva, conhecido como Nicó do Cimento, foi assassinado na manhã desta sexta-feira (27) na cidade de Carpina, Mata Norte de Pernambuco. 

A informação foi confirmada pela Polícia Civil, que disse ainda não saber detalhes sobre o homicídio. Segundo testemunhas, o político saia da Associação Clube das Mães do Bairro Santo Antônio quando foi atingido por dois tiros na região da cabeça. Ele teria sido socorrido para uma unidade de saúde da região, mas não resistiu aos ferimentos.


A delegada de Carpina, Barbara Forte, ainda está no local analisando a cena do crime. 

Poucas horas antes de ser assassinado, o pré-candidato, que fazia publicações frequentes nas redes sociais, postou uma mensagem de bom dia aos seguidores e fez uma transmissão ao vivo da associação fundada por ele. 

Mais informações em instantes 

Blog do BILL NOTICIAS

NOVA PESQUISA CUT/VOX: LULA TEM 41%. O RESTO, 29%

Rafael Ribeiro

Da CUT - Mesmo mantido como preso político há mais de 100 dias na sede da Polícia Federal, em Curitiba, e atacado ferozmente por setores do Judiciário e da mídia, o ex-presidente Lula continua imbatível e seria eleito no primeiro turno se as eleições fossem hoje, de acordo com pesquisa CUT/Vox Populi, realizada entre os dias 18 e 20 de julho.
Ao contrário do que os opositores sonharam, Lula segue na liderança e nem mesmo as manobras políticas e jurídicas para mantê-lo preso abalaram as intenções de votos no ex-presidente.
É o que comprovou a pesquisa, inclusive nas simulações de segundo turno, onde Lula também derrotaria qualquer adversário por ampla margem de votos.
Pesquisa estimulada
No cenário estimulado, quando os nomes dos candidatos são apresentados aos entrevistados, as intenções de voto em Lula aumentaram para 41% contra 39% registrado em maio.
Já a soma de todos os outros adversários alcançou 29%, segundo a pesquisa CUT/Vox Populi, divulgada nesta quinta-feira (26).
No segundo lugar, com praticamente um terço das intenções de votos de Lula, está o deputado Jair Bolsonaro (PSL), que se manteve com 12%; seguido por Ciro Gomes (PDT), que alcançou 5%. Marina Silva (Rede) caiu de 6% para 4%, empatando com Geraldo Alckmin (PSDB), que também registrou apenas 4%.
Manuela D’Ávila (PC do B) e Álvaro Dias (Podemos) têm cada um 1% das intenções de votos. Os entrevistados que disseram que irão votar em outros candidatos atingiu 2%. O percentual dos que não vão votar em ninguém, brancos e nulos totalizou 18% e não sabem ou não responderam, 12%.

Para o presidente da CUT, Vagner Freitas, Lula segue na liderança de todas as pesquisas eleitorais porque os brasileiros sentem saudade de seu governo e não esquecem como a vida era melhor quando ele era presidente do Brasil.

O ex-presidente Lula, lembra Vagner, fez a economia crescer e ainda distribuiu renda, gerou mais de 20 milhões de empregos sem alterar uma vírgula a CLT, tirou milhões de brasileiros da fome e da miséria e proporcionou a maior inclusão social e educacional da história, com a ampliação do acesso de milhões de brasileiros e brasileiras às universidades.
“Com o golpe, praticamente 80 mil alunos deixaram de ingressar no ensino superior privado neste ano por causa da crise. Já são quase 14 milhões de desempregados, fora os mais de 27 milhões de subempregados, que poderiam estar trabalhando, mas não há vaga no mercado de trabalho”, critica Vagner, ao destacar que as pessoas voltaram a passar fome no País e milhares de famílias estão endividadas e sem esperança.
“O povo sabe que a vida era melhor com Lula e tem a consciência de que ele é o mais preparado para tirar o Brasil da crise provocada por Temer e seus aliados golpistas, por isso ele é continua sendo o preferido pelo povo.”
Nordeste inteiro está com Lula
No Nordeste, a saudade de Lula é ainda maior e ele continua sendo imbatível e o mais querido pelo povo da Região.
O ex-presidente tem 58% das intenções de votos entre os nordestinos contra os 8% alcançado por Ciro, seguido por Bolsonaro, com 7%. Alckmin aparece com 3% e Marina caiu de 6% para 2%. Os demais não pontuaram.
Aumentam as intenções de votos no Sul
No Sul, aumentou de 31% para 34% as intenções de voto em Lula. Em segundo lugar aparece Bolsonaro, com 19%, seguido por Álvaro Dias, que caiu de 10% para 5%, empatando com Ciro Gomes (5%). Marina e Alckmin também aparecem empatados com 4% cada. Manuela tem 1% e outros 4%.
No Sudeste, Lula tem 33% das intenções de voto contra 12% de Bolsonaro. O candidato tucano, Geraldo Alckmin, apesar de governar São Paulo por quase 14 anos, aparece com apenas 6% das intenções de votos na Região. Marina tem 4%; Ciro 2%; Manuela e Álvaro Dias 1% cada; e outros 3%. O percentual dos que não vão votar em ninguém, brancos e nulos atingiu o maior índice no Sudeste, sendo a opção de 25% dos entrevistados.
Centro-Oeste também está com Lula
No Centro-Oeste e Norte, Lula também é o preferido pelo eleitorado e tem 39% das intenções de votos. Em segundo lugar aparece Bolsonaro com 17%, seguido por Marina (8%); Ciro (6%); Alckmin (2%); Álvaro Dias (1%); e outros (1%).
Cenário espontâneo
Na pesquisa espontânea, Lula também está bem na frente dos demais candidatos.
O ex-presidente passou de 34% para 37% das intenções de votos. Bolsonaro se manteve em segundo lugar, com 10%; Ciro tem 3%; Alckmin caiu de 3% para 2% e segue empatado com Marina Silva (2%) e com o ex-presidente FHC, citado por 2% dos entrevistados.
Joaquim Barbosa, Sergio Moro, Aécio Neves, Eduardo Jorge e Álvaro Dias aparecem com 1% das intenções de voto cada.
Os que disseram que vão votar em outros candidatos alcançaram 3%. Ninguém, brancos e nulos 18% e não sabem ou não responderam 18%.
Segundo turno
Nas simulações de segundo turno, Lula derrotaria todos os adversários com tranquilidade.
O ex-presidente tem 50% das intenções de votos contra 16% de Bolsonaro (em maio Lula tinha 47% e Bolsonaro 16%).
Lula também ganharia com folga da candidata da rede com 50% dos votos contra 12% de Marina (em maio o placar era de 45% contra 14%).
Contra Ciro, o resultado é semelhante. Lula tem 50% das intenções de voto e o candidato do PDT apenas 11%.
Já quando o adversário é Alckmin, o ex-presidente Lula passa dos 50% para 52% das intenções de votos contra apenas 10% do candidato tucano (em maio, Lula tinha 47% contra 11% de Alckmin).
A pesquisa CUT/Vox Populi foi realizada com brasileiros de mais de 16 anos, residentes em áreas urbanas e rurais, de todos os estados e do Distrito Federal, em capitais, regiões metropolitanas e no interior, de todos os estratos socioeconômicos.
Foram ouvidas 2000 pessoas, em entrevistas feitas em 121 municípios. Estratificação por cotas de sexo, idade, escolaridade e renda. A margem de erro é de 2,2 %, estimada em um intervalo de confiança de 95%.(247)
Confira aqui a íntegra da pesquisa


Blog do BILL NOTICIAS

LULA AOS BLOGS: OBRIGADO PELAS TRINCHEIRAS EM BUSCA DA VERDADE


Por Luiz Inácio Lula da Silva - A peleja da blogosfera progressista contra as mentiras da grande mídia (plim-plim).
A história ensina que numa guerra, a primeira vítima é a verdade. Encontro-me há mais de 100 dias na condição de preso político, sem qualquer crime cometido, pois nem na sentença o juiz consegue apontar qual ato eu fiz de errado. Isso porque setores da Polícia Federal, do Ministério Público e do Judiciário, com apoio maciço da grande mídia, decidiram tratar-me como um inimigo a ser vencido a qualquer custo.
A guerra que travam não é contra a minha pessoa, mas contra a inclusão social que aconteceu nos meus mandatos, contra a soberania nacional exercida pelos meus governos. E a principal arma dos meus adversários sempre foi e continuará sendo a mentira, repetida mil vezes por suas poderosas antenas de transmissão.
Tenho sobrevivido a isso que encaro como uma provação, graças à boa memória, à solidariedade e ao carinho do povo brasileiro em geral.
Dentre as muitas manifestações de solidariedade, quero agradecer o espírito de luta dos homens e mulheres que fazem do jornalismo independente na internet uma trincheira de debate e verdade.
Desde que deixei a Presidência, com 87% de aprovação popular, a maior da história deste país, tenho sido vítima de uma campanha de difamação também sem paralelo na nossa história.
Trata-se, sabemos todos, da tentativa de apagar da memória do povo brasileiro a ideia de que é possível governar para todos, cuidando com especial carinho de quem mais precisa, e fazer o Brasil crescer, combatendo sem tréguas as desigualdades sociais e regionais históricas.
Foram dezenas de horas de Jornal Nacional e incontáveis manchetes dedicadas a espalhar mentiras – ou, para usar a linguagem da moda, fake news – contra mim, contra minha família e contra a ideia de que o Brasil poderia ser um país grande, soberano e justo.
Com base numa dessas mentiras, contada pelo jornal O Globo e transformada num processo sem pé nem cabeça, um juiz fez com que eu fosse condenado à prisão, por "ato indeterminado", usando como pretexto a suposta posse de um imóvel "atribuído" a mim, do qual nunca fui dono.
Contra essa aliança espúria entre alguns procuradores e juízes e a mídia corporativa, a blogosfera progressista ousou insurgir-se. Sem poder contar com uma ínfima parcela dos recursos e dos meios à disposição dos grandes veículos alinhados ao golpe, esses homens e mulheres fazem Jornalismo. Questionam, debatem e apresentam diariamente ao povo brasileiro um poderoso contraponto à indústria da mentira.
Lutaram e continuam a lutar o bom combate, tendo muitas vezes apenas o apoio do próprio povo brasileiro, por meio de campanhas de financiamento coletivo (R$ 10 reais de uma pessoa, R$ 50 reais de outra).
Foram eles, por exemplo, que enfrentaram o silêncio da mídia e desvendaram as ligações da Globo com os paraísos fiscais, empresas de lavagem de dinheiro e a máfia da Fifa. Que demonstraram a cumplicidade de Sérgio Moro com a indústria das delações. Que denunciaram a entrega das riquezas do país aos interesses estrangeiros. Tudo com números e argumentos que sempre são censurados pela imprensa dos poderosos.
Por isso mesmo a imprensa independente é perseguida por setores do Judiciário, por meio de sentenças arbitrárias, como vem ocorrendo com tantos blogueiros, que não têm meios materiais de defesa. Enfrentam toda sorte de perseguições: tentativa de censura prévia, conduções coercitivas e condenações milionárias, entre outras formas de violência institucional.
E agora, numa investida mais sofisticada – mas não menos violenta – agências de "checagem" controladas pelos grandes grupos de imprensa "carimbam" as notícias independentes como "Fake News" e, dessa forma, bloqueiam sua presença nas redes sociais. O nome disso é censura.
Alguns desses homens e mulheres que pagam um alto preço por sua luta são jornalistas veteranos, com passagens brilhantes pela grande imprensa de outrora, outros sem qualquer vínculo anterior com o jornalismo, mas todos movidos por aquela que deveria ser a razão de existir da profissão: a busca pela verdade, a informação baseada em fatos e não em invencionices. Lutaram e lutam contra o pensamento único que a elite econômica tenta impor ao povo brasileiro.
Quantas derrotas nossos valentes Davis já não impuseram aos poderosos Golias? Quantas notícias ignoradas ou bloqueadas nos jornalões saíram pelos blogues, muitos deles com mais audiência que os sites dos jornalões?
Mesmo confinado na cela de uma prisão política, longe de meus filhos e amigos, impedido de abraçar e conversar com o povo brasileiro, tenho hoje aprovação maior e rejeição menor que meus adversários, que fracassaram no maior dos testes: melhorar a vida dos brasileiros.
Eles, que tantos crimes cometeram – grampos clandestinos no escritório de meus advogados, divulgação ilegal de conversas entre mim e a presidenta Dilma, todo o sofrimento imposto à minha família, entre muitos outros –, até hoje não conseguiram contra mim uma única prova de qualquer crime que seja. A cada dia mais e mais pessoas percebem que o golpe não foi contra Lula, contra Dilma ou contra o PT. Foi contra o povo brasileiro.
Mais do que acreditar na minha inocência – porque leram o processo, porque checaram as provas, porque fizeram Jornalismo – os blogueiros e blogueiras progressistas estão contribuindo para trazer de volta o debate público e resgatar o jornalismo da vala comum à qual foi atirado por aqueles que o pretendem não como ferramenta capaz de lançar luz onde haja escuridão, mas apenas e tão somente como arma política dos poderosos.
A democracia brasileira agradece, eu agradeço a vocês, homens e mulheres que fazem da luta pela verdade o seu ideal de vida.
Hoje a (in)Justiça brasileira não só me prende como impede sem nenhuma razão que vocês possam vir aqui me entrevistar, fazer as perguntas que quiserem. Não basta me prender, querem me calar, querem nos censurar.
Mas assim como são muitos os que lutam pela democracia nas comunicações e pelo jornalismo independente, e não caberiam aqui onde estou, essa cela também não pode aprisionar nem a verdade nem a liberdade. Elas são muito mais fortes do que as mentiras mil vezes repetidas pelo plim-plim, que quer mandar no Brasil e no povo brasileiro sem jamais ter tido um único voto. A verdade prevalecerá. A liberdade triunfará.(247)
Forte abraço,
Lula

Blog do BILL NOTICIAS




NA HOLANDA, MÉDICOS BRASILEIROS DENUNCIAM CORTES DE TEMER NA SAÚDE

 (photo: )

Médicos e profissionais da saúde denunciaram, na 22ª Conferência Internacional de Aids, em Amsterdã, na Holanda, a redução de investimentos que a saúde pública vem sofrendo no Brasil; o protesto durante esse evento, considerado um dos maiores e mais importantes debates sobre HIV e Aids no mundo, criticou as políticas do governo Temer, como a PEC dos Gastos

Por Rede Brasil Atual - Médicos e profissionais da saúde denunciaram, na 22ª Conferência Internacional de Aids, em Amsterdã, na Holanda, a redução de investimentos que a saúde pública vem sofrendo no Brasil. O protesto realizado nesta quarta-feira (25) durante esse evento, que é considerado um dos maiores e mais importantes debates sobre HIV e Aidsno mundo, criticou as políticas implantadas pelo governo Temer, como a chamada PEC do Teto de Gastos, que reduz os investimentos públicos em políticas sociais pelos próximos 20 anos. A reportagem é da TVT e foi exibida na edição do mesmo dia, no Seu Jornal.
Para chamar a atenção para o problema, os manifestantes organizaram uma intervenção durante o evento, aos gritos de "vergonha!" e exibindo cartazes com informações sobre a realidade de infectados pela aids e HIV no Brasil.
Os profissionais brasileiros temem os impactos que o desmonte na saúde pode trazer ao tratamento de doenças como a Aids. De acordo com o Ministério da Saúde, desde 2013 o SUS fornece gratuitamente tratamento antirretroviral a todos os brasileiros diagnosticados com o vírus HIV. O evento reúne diversos especialistas da área para discutir a prevenção e o enfrentamento às doenças sexualmente transmissíveis.(Saúde247)


Blog do BILL NOTICIAS

Pesquisa mostra: Lula fura o cerco e começa a conquistar classe média

   (Por:Jornalista e editor do 247) 
Ricardo Stuckert

Os números da pesquisa do Instituto Vox Populidivulgados nesta quinta (26) revelam: a avalanche Lula é incontível; o país está inundado de Luiz Inácio. É importante ter em mente que o campo da pesquisa foi realizado entre 18 e 20 de julho, há uma semana; são números "quentinhos" e já incorporam o efeito da grotesca operação dos golpistas que impediu a libertação de Lula em 8 de julho. É como falávamos quando eu era criança: Lula 41% contra a rapa 29%. Não tem pra ninguém. O prisioneiro de Curitiba aprisionou o coração do povo brasileiro. Lula começa a ganhar espaço na classe média e cresce em todas as regiões do país.
A conquista de um terço da classe média (Lula saltou de 18% em maio para 29% agora) tem grande repercussão, pois esse contingente da população tem laços com as instituições que são negados aos pobres -a grande base eleitoral de Lula na disputa até este momento. A adesão de um segmento importante das camadas médias começa a colocar uma pressão extra sobre as mídias conservadoras e o Judiciário, por exemplo, pois são as classes médias o público por excelência dos veículos de comunicação controlados pelas elites e ela tem laços de relacionamento e parentesco com integrantes do MP e do Judiciário que são inexistentes com os mais pobres -quando não são segmentos das classes médias os procuradores, procuradoras, juízes e juízas.  
Toda a estratégia do golpe está no chão: pensavam que trancá-lo numa cela fria no Paraná, isolado, sem comunicação direta com o povo, levaria Lula ao ostracismo. Qual nada. Quanto mais agridem Lula, quanto mais afundam o país na noite escura do assalto dos ricos contra os mais pobres, mais aflora o amor ao ex-presidente. A pesquisa foi divulgada no mesmo dia em que um dos mais respeitados líderes globais, o senador Bernie Sanders, com mais 28 deputados dos EUA apontaram o dedo contra o peito de Temer e toda a quadrilha e afirmaram em uma carta-manifesto dirigida ao governo brasileiro em defesa de Lula e da memória de Marielle Franco: "o principal objetivo de sua prisão é impedi-lo de concorrer nas próximas eleições" (leia a íntegra aqui).
Como disse o embaixador Celso Amorim diplomata, ex-ministro dos governos Lula e Dilma, no programa "Brasil Primeiro" do também ex-ministro Aloisio Mercadante, na TV 247: "A maior desobediência civil é manter Lula liderando as pesquisas" (veja aqui). A frase, no mesmo dia 18 em que começava o campo da pesquisa, aponta para o centro do ânimo popular no país; as pessoas não estão saindo às ruas para protestar ou exigir a libertação de Lula, mas estão  expressando claramente nas pesquisas de opinião sua inconformidade com o status quo e seu apoio a Lula.
Os números da pesquisa são estonteantes. Eis alguns quadros com breves comentários:
Faltando ainda 63 dias para o pleito, com seu nome censurado nas mídias conservadora de largo alcance no país (a começar pela Globo), exceto para difamá-lo, Lula tem mais de um terço (37%) do eleitorado mencionando espontaneamente seu voto nele. Neste tipo de questão não se apresenta nome algum, ou seja, a pessoa pode falar o que quiser. Pode apontar Pelé ou Neymar como seu preferido. Veja que Sérgio Moro, vendido pela imprensa de direita como herói nacional, tem 1%, ao lado de seu amigo Aécio Neves. Bolsonaro tem menos de um terço das menções de Lula e os demais estão na poeira. Lula tem 37% de menções espontâneas contra 27% de todos os demais somados. Importante: o campo da pesquisa foi de 18 a 20 de julho, portanto, já sedimentado o efeito do 8 de julho, quando uma articulação da elite jurídico-política do golpe impediu a libertação de Lula. Outro contexto: na noite de 19 de julho, o chamado "centrão" anunciou o fim das conversas com Ciro e o apoio a Alckmin. O assunto foi registrado com alarde e euforia pela mídia de direita de massa -quem entende de pesquisa sabe que o tempo não permitiria um impacto relevante nos resultados, com apenas um dia (20) de campo efetivo depois da notícia, mas vale a menção que Alckmin continua inexpressivo.
Com a pesquisa estimulada (quando o pesquisador apresenta um cartão com os nomes dos candidatos) o resultado é muito impactante. 41% para Lula e 29% para a soma de todos os outros. Os números indicam que, no cenário atual, Lula venceria as eleições com algo como 60% dos votos válidos. Isso, registre-se, sem qualquer acesso aos meios de comunicação de massa. 
Outro dado relevante: com sua dianteira brutal, Lula começa a tomar grande distância dos demais candidatos em todas as regiões do país, mesmo no Sudeste e Sul onde seu apoio é historicamente menor. Ciro tem uma performance desastrosa no Sudeste e não decola nem em sua região, o Nordeste. Bolsonaro tem uma base mais expressiva no sul e centro-oeste/norte (provavelmente mais no centro-oeste) mas está esmagado por Lula no Nordeste. Alckmin segue arrastando-se. Marina tem algum respiro na sua região (Norte), mas parece estar definhando. Álvaro Dias por enquanto é um candidato de dimensão apenas regional.
 Há um grande salto da preferência por Lula entre aqueles com renda familiar de mais de 5 SM (acima de R$ 4.770,00) de maio para julho. Se Lula já estava consolidado entre os mais pobres e os remediados do país, começa a ter grande apoio na classe média, indicando a claramente que ele -e mais ninguém- é capaz de reconciliar o país para que seu destino seja resolvido nos marcos da democracia e não sob a imposição de um governo classista truculento como o atual. 


Blog do BILL NOTICIAS

LULA EM ARTIGO: GOVERNO TEMER É AMEAÇA À SOBERANIA NACIONAL

Stuckert

 Leia a seguir a íntegra do artigo de Lula publicado nesta sexta-feira no jornal Correio Braziliense:
O governo Michel Temer, nascido de um golpe parlamentar, é ameaça crescente à soberania nacional. As forças políticas e econômicas que o sustentam, atreladas a interesses estrangeiros, romperam com a Constituição e a democracia para impor uma agenda que dilapida as riquezas brasileiras, desagrega o Estado e interrompe a integração latino-americana. A descoberta das reservas do pré-sal despertou intensos movimentos geopolíticos, incluindo operações de espionagem e sabotagem, cujo objetivo primordial é disputar o controle dessa imensa fonte de desenvolvimento. Como de hábito em nossa história, parte expressiva de nossas elites se associou a esses interesses espúrios. Colocou-se em funcionamento, então, uma estratégia de desestabilização da ordem constitucional.
Derrotado em quatro eleições presidenciais seguidas, o bloco conservador tinha claro que eram mínimas as chances de seu programa antipatriótico e antipopular ser legitimado pelo voto. Para que a soberania nacional pudesse ser apequenada, antes era preciso apequenar a democracia. Não se tratava somente de derrubar uma presidenta legítima e impor um governo fantoche. Tornava-se indispensável manipular o sistema de justiça para criminalizar o Partido dos Trabalhadores, criando severos obstáculos para sua participação política e até mesmo a interditando, por meio de sentenças injustas e medidas impugnatórias. Para que a nação se ajoelhasse, a democracia tinha que ser marcada para morrer. O que temos hoje é um regime de exceção cada vez mais agressivo.
Minha prisão e a perseguição da qual sou alvo fazem parte desse processo de submissão nacional. Não basta que eu esteja preso por crimes que jamais cometi. Querem também me excluir da disputa eleitoral e calar minha voz, tentando intimidar e silenciar o povo brasileiro enquanto seu patrimônio é espoliado a céu aberto. O governo Temer e seus apoiadores dedicam-se à destruição de conquistas históricas do desenvolvimento de nosso país.
Atacaram o regime de partilha do pré-sal, enfraquecendo a Petrobras e anulando a política de conteúdo nacional que gerava empregos no Brasil, e tratando de conceder a empresas estrangeiras, na bacia das almas, prósperos campos de petróleo e refinarias que constituem nosso passaporte para o futuro. Esse verdadeiro crime de lesa-pátria foi reforçado com a recente aprovação pela Câmara dos Deputados de lei que autoriza a transferência, pela Petrobras a petroleiras privadas, de 70% dos direitos de exploração da estatal em áreas do pré-sal. A venda do controle da Embraer à norte-americana Boeing compõe essa mesma política entreguista, abdicando de uma das áreas mais avançadas de nossa indústria e de um dos pilares de nossa estratégia de defesa, ao renunciar à perspectiva de soberania da produção aeronáutica.
A privatização da Eletrobras é outro grave exemplo da política de destruição nacional. Esquartejada e dilapidada, se levado a cabo o plano do bloco governista liderado pelo PMDB e pelo PSDB, essa histórica empresa será transformada em pasto para a ganância privada, ao mesmo tempo em que o poder público perderá sua mais importante ferramenta de geração e distribuição de energia elétrica. Outros ataques organizados contra o país pelos grupos que tomaram de assalto o governo são a liberação da venda de terras a estrangeiros e o financiamento a multinacionais com créditos de bancos públicos.
Trata-se de desmontar as bases do desenvolvimento nacional, estabelecidas ou resgatadas durante meu governo e o da presidenta Dilma Rousseff. Tudo fazem para reverter as estruturas fundamentais da independência e da soberania, abrindo portas para um neocolonialismo que multiplica a riqueza de poucos daqui e de fora, destinando apenas sofrimento à classe trabalhadora, aos pobres da cidade e do campo, aos homens e mulheres do nosso povo.
Fazem parte dessa aliança antinacional também setores da Polícia Federal, do Ministério Público e do Poder Judiciário. Mais cedo ou mais tarde saberemos quais os caminhos que levaram alguns funcionários do estado a participar ativamente da desorganização da indústria petroleira, de infraestrutura e energia nuclear, provocando quebradeira e desemprego em setores tão estratégicos para o país. Sob o pretexto da luta contra a corrupção, dá-se aos ricos um jeito de se safarem com delações premiadas, mantendo suas fortunas, enquanto empresas são estraçalhadas pelo sistema de justiça, liquidando seu capital financeiro tecnológico e humano, abrindo espaço em nossas fronteiras, e além delas, para os conglomerados estrangeiros.
A política externa do golpismo igualmente se dobrou à subserviência. Pôs-se fim à diplomacia que praticávamos, altiva e ativa, tão brilhantemente sintetizada pelo músico e escritor Chico Buarque de Holanda, quando afirmou que o governo petista "não falava fino com os Estados Unidos nem grosso com a Bolívia". O Itamaraty, comandado pelos tucanos, passou a funcionar como anexo do Departamento de Estado, a chancelaria norte-americana, abandonando os principais programas e instituições da integração latino-americana, rasgando nossa tradição na defesa do direito dos povos à autodeterminação e ridicularizando o Brasil como ator internacional.
O golpe, na área mundial, só trouxe vergonha e desonra aos brasileiros, submetidos ao vexame de um governo que se comporta como refúgio para ambições de outros países. Esse cenário dramático e perigoso é um dos fatores que me levaram a reapresentar meu nome à Presidência da República. Tenho a obrigação histórica, não importam as condições pessoais nas quais me encontro, de conduzir nosso país ao reencontro com a democracia e a soberania, com o claro compromisso de revogar – por meio de referendo popular – todas as medidas daninhas à nossa independência.
Quero voltar a ser presidente para que o Brasil retome seu protagonismo no cenário mundial e o respeito dos povos de todo o planeta, retornando ao empenho de erguer uma nova ordem internacional que seja democrática e multipolar, alçada sobre o direito à autodeterminação e a paz entre as nações. Combaterei com todas as minhas energias, até o último dos meus dias, nessas eleições que se avizinham e em todas as próximas batalhas, para derrotar os entreguistas que solaparam nossa ordem constitucional e soberana.(247)
Luiz Inácio Lula da Silva
Ex-presidente do Brasil




Blog do BILL NOTICIAS