sábado, 21 de abril de 2018

Polícia Federal anuncia que fará concurso público para 500 vagas

Resultado de imagem para Polícia Federal anuncia que fará concurso público para 500 vagas

A Polícia Federal autorizou nesta sexta-feira (20) a realização de concurso para o total de 500 vagas em cargos de nível superior de escolaridade. A portaria nº 8.380 foi publicada no “Diário Oficial da União”.
Veja as distribuição das vagas e cargos do concurso:
180 vagas para agente
150 vagas de delegado
80 vagas para escrivão
60 vagas para perito criminal
30 vagas para papiloscopista
O prazo para a publicação do edital de abertura de inscrições para o concurso público será de até seis meses, contado a partir da publicação da portaria, ou seja, até 20 de outubro.
Últimos concursos
Os últimos concursos da Polícia Federal foram organizados pelo Cebraspe (antigo Cespe/UnB). Em 2013, foi realizado concurso para perito criminal federal, delegado e escrivão. No mesmo ano, a PF lançou edital para agente administrativo, de nível médio, e vários cargos de nível superior, entre eles engenheiro, administrador e psicólogo.
Em 2014, foi a vez do concurso para agente.
Os inscritos são avaliados por meio de provas objetivas e discursivas, exame de aptidão física, exame médico, avaliação psicológica, prova prática de digitação (apenas escrivão), avaliação de títulos, prova oral (apenas delegado) e curso de formação profissional, na Academia Nacional de Polícia, em Brasília.
Requisitos
Para delegado, os candidatos devem ter nível superior em direito. Para perito, o edital definirá em quais áreas de graduação serão aceitas as inscrições. Para escrivão, agente e papiloscopista, quem tem nível superior em qualquer área pode se inscrever.
Restrições das eleições não devem afetar concurso
Como neste ano haverá eleições para presidente, governadores e Congresso Nacional, haverá restrição na nomeação, contratação ou admissão do servidor público federal e estadual nos três meses que antecedem o pleito, marcado para 7 de outubro, até a posse dos eleitos, ou seja, de 7 de julho a 1º de janeiro de 2019. Mas, caso a homologação do concurso (divulgação do resultado final) seja feita até três meses antes das eleições, ou seja, até 7 de julho, as nomeações podem ocorrer em qualquer período do ano.
No caso do concurso da Polícia Federal, não há restrição para divulgação do edital, apenas para as nomeações, mas como o concurso engloba várias etapas, até que os aprovados sejam contratados, a restrição não estará mais valendo. (Via: G1).

Blog do BILL NOTICIAS

LULA À VENCEDORA DO BBB QUE PEDIU LULA LIVRE: NO VOTO, A GENTE GANHA SEMPRE


"Quando é no voto, a gente ganha sempre". Esta foi a mensagem do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à acreana Gleici Damasceno, que, em plena Rede Globo, comemorou sua vitória no BBB com um grito de 'Lula livre'. Embora a Globo, que apoiou o golpe de 1964, tenha sido a principal máquina de propaganda usada no golpe de 2016, que derrubou a presidente Dilma Rousseff, substituída por um consórcio de corruptos, e também no sequestro do Poder Judiciário para que Lula fosse condenado sem provas e preso, a emissora dos Marinho não consegue conter o grito preso na garganta dos brasileiros.

Confira o momento em que a vencedora do Reality Show Big Brother Brasil, produzido e veiculado pela Rede Globo, gritou “Lula Livre” ao se reencontrar com a família. Acreana, Gleici Damasceno é militante de direitos humanos e foi avisada da prisão de Lula pelo seu irmão no momento de reencontro com a família.(247).




Blog do BILL NOTICIAS

Patente de um dos remédios mais caros do mundo agora é pública

Resultado de imagem para Patente de um dos remédios mais caros do mundo agora é pública

A pedido da Advocacia-Geral da União (AGU), a Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu, por unanimidade, tornar pública a patente do medicamento Soliris (eculizumab), o único disponível para o tratamento de uma doença rara que afeta o sistema sanguíneo e é um dos remédios mais caros do mundo. Com a decisão, abre-se espaço para a produção de genéricos do produto a preços mais baixos.
O Soliris não é vendido em farmácias e só pode ser obtido por meio do Sistema Único de Saúde (SUS). Segundo a AGU, a unidade do medicamento custava R$ 21,7 mil em meados do ano passado.
Em nota, o Ministério da Saúde informou que “o medicamento eculizumab não faz parte da Relação Nacional de Medicamentos Essenciais ao SUS (Rename), sendo ofertado apenas por meio de demandas judiciais para atender casos específicos”. Ainda assim, em 2017, o medicamento custou R$ 644,4 milhões ao SUS para o tratamento de cerca de 400 pessoas diagnosticadas com hemoglobinúria paroxística noturna (HPN) e respondeu pelo maior gasto entre os 10 remédios judicializados do Ministério da Saúde.
No STJ, a Advocacia da União sustentou que patentes de medicamentos e de produtos químicos registradas entre janeiro de 1995 e maio de 1996, entre os quais o Soliris, já estão expiradas, abrindo possibilidade para a concorrência de genéricos. O período é relativo ao intervalo entre a assinatura, pelo Brasil, do acordo internacional de proteção à propriedade intelectual (Trips, na sigla em inglês), e o início da vigência da Lei 9.279, que trata de propriedade intelectual.
Além disso, a AGU argumentou que a análise do caso deveria levar em conta a saúde pública, exemplificando com casos de pacientes que chegaram a custar R$ 1,5 milhão em um ano na compra do remédio para evitar os sintomas da doença, que destrói os glóbulos vermelhos do sangue e causa anemia, fadiga, dificuldade de funcionamento de diversos órgãos, dores crônicas, urina escura, falta de ar e coágulos sanguíneos.
Empresa nega quebra de patente: A farmacêutica Alexion divulgou nota em que nega que a patente do Soliris tenha sido quebrada pelo STJ. Segundo a empresa, nenhuma quebra de patente do medicamento foi solicitada ou concedida no Brasil. “A recente decisão do tribunal [STJ] refere-se a uma questão legal distinta, relativa ao Instituto Nacional de Propriedade Industrial [INPI] e relacionada a uma “patente mailbox” do Soliris, que expirou em 2015.
A companhia está avaliando a decisão do tribunal antes de explorar as opções de resposta. A Alexion continua com pedidos de patentes pendentes no Brasil que forneceriam proteção adicional ao Soliris”, informou.
Preço-teto: Também em nota, o Ministério de Saúde destacou que, recentemente, o medicamento conseguiu registro de comercialização no país junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e precificação na Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (Cmed).
“O produto poderá ser vendido para o governo federal ao valor máximo de R$ 11.942,60, conforme menor preço internacional apurado. De acordo com dados do Comprasnet, que contém informações de compras feitas pelo Ministério da Saúde desde 2009, se já tivesse sido o preço-teto estabelecido nos últimos anos, teria gerado uma economia de quase R$ 300 milhões por ano”, estimou a pasta.
A Alexion, por outro lado, divulgou nota informando que o valor máximo para vendas ao governo aprovado pela Cmed para o Soliris, em outubro do ano passado, foi de R$ 13.899,35 por unidade/frasco. (Via: Agência Brasil).


Blog do BILL NOTICIAS

PIMENTEL: O QUE NOS UNE É A LUTA PELA LIBERDADE E PELA DEMOCRACIA

Manoel Marques | Mídia Ninja

 O governador Fernando Pimentel entregou neste sábado, 20, em Ouro Preto, a Medalha da Inconfidência a várias personalidades que marcaram a história do País no último ano.
Em discurso, Pmentel fez um paralelo entre o momento político atual do Brasil e a história de líderes que, no passado, tornaram-se símbolos da luta pela democracia e que garantiram conquistas históricas para os brasileiros.
"O Brasil viveu a escuridão do arbítrio após o golpe de 64 e caminhou nas trevas durante mais de 20 anos, até reconquistar a democracia. Hoje, essa conquista histórica, que tanto sacrifício custou à nação e à minha geração, está ameaçada pelas violências, perseguições, excessos e abusos de poder", afirmou.
Entre os 170 agraciados, a vereadora do Rio de Janeiro e ativista dos direitos humanos Marielle Franco foi lembrada com destaque. Ela foi assassinada a tiros no mês de março na capital fluminense. Sua companheira, Mônica Benício, recebeu a honraria em sua memória. A esposa do motorista Anderson Pedro, que dirigia o carro em que estava a vereadora e que também faleceu no atentado, recebeu a homenagem em nome do marido.
"Estamos condecorando postumamente duas vítimas do ódio anacrônico e ignorante, que tenta calar a voz dos que lutam pela liberdade e pela justiça social. Falo de Marielle Franco e Anderson Pedro, cruelmente abatidos pelas mãos daqueles que querem submeter o Brasil ao arbítrio do fascismo, que já começa a mostrar suas garras sanguinolentas nos arreganhos de certos personagens toscos", afirmou Fernando Pimentel.
Em paralelo ao ato oficial da Medalha da Inconfidência, milhares de militantes ocuparam as ruas históricas de Ouro Preto para protestar conta a prisão política do ex-presidente Lula.  
Leia, abaixo, o discurso de Fernando Pimentel na íntegra:
Mineiras e mineiros,
Mais uma vez estamos reunidos nesta data que celebra a memória do mais célebre dos rebeldes de 1789: o Tiradentes.
Inspirado por essa lembrança cívica e também pelos ecos do passado que ressoam incessantemente aqui nesta querida Vila Rica dos Inconfidentes, quero endereçar esta minha fala para aquilo que me parece, de tudo, o mais essencial do exercício da política e da atividade pública.
Não estamos aqui reverenciando o ontem, os heróis do ontem, os revolucionários do ontem. Estamos, sim, pagando um tributo a memória dos visionários e aos construtores do amanhã. Heróis e abnegados que não se limitaram a viver o hoje de suas vidas, mas que ousaram sonhar com um amanhã em que houvesse um país, esse país chamado Brasil; heróis que ousaram acreditar que esse país conquistaria a liberdade e a independência que vivemos hoje; que imaginaram um amanhã em que os brasileiros teriam direitos e esses direitos seriam garantidos por uma Constituição feita pela gente e não pelos nobres do além-mar.
São esses heróis, construtores de um amanhã, que homenageamos neste 21 de abril.
Mais do que nunca a batalha do nosso tempo é a mesma dos inconfidentes: é a luta do ontem contra o amanhã.
O Brasil viveu a escuridão do arbítrio após o golpe de 64 e caminhou nas trevas do ontem durante mais de 20 anos, até reconquistar o amanhã da democracia.
Hoje, essa conquista histórica, que tanto sacrifício custou à nação brasileira e à minha geração em particular, está ameaçada.
A democracia está em risco, ameaçada pelas violências, pelas perseguições, pela brutalidade, pelos casuísmos, pelos excessos e abusos de poder.
Mas, tal como ontem, nós mineiros jamais deixaremos de estar na trincheira de luta pelo futuro, pela liberdade e pela igualdade.
O que nos une hoje aos inconfidentes, mais do que nunca, mais do que sempre, não é o ontem. É a certeza de que é nosso dever continuar a construir o que virá depois.
Um futuro que talvez não venha a ser para nós, mas será para todos depois de nós. E por ser de todos, e por ser um novo dia, valerá a pena ter lutado por ele mesmo que não estejamos aqui para vivê-lo, assim como os heróis da Inconfidência o fizeram.
Essa fantástica e intrépida ousadia daqueles idealistas nos faz pensar qual é o verdadeiro e essencial sentido da política.
É claro que gerir a coisa pública é cuidar e melhorar cada vez mais o hoje: fazer funcionar melhor o que já existe, alcançar melhores índices na saúde, na educação, na segurança.
Líderes que cuidam do hoje são eficientes, até indispensáveis.
Mas há aqueles líderes que, sem descuidar do hoje, constroem o amanhã. Esses são os que transformam, esses são os que ficam na História.
Aqui na nossa querida Minas Gerais tivemos o luminoso exemplo de Juscelino Kubitscheck.
Quando ele fez a Pampulha, não estava pensando no entorno de uma lagoa. Ele estava criando o futuro, lançando um projeto de modernização e as bases para a projeção de nossa terra como o epicentro de modernidade, talento e da criatividade.
JK construiu o amanhã com as usinas hidroelétricas, com as estradas que rasgaram e uniram e aproximaram o nosso estado, até então isolado.
Com energia, permitiu que saíssemos de um estágio de extrativismo e abriu as portas da industrialização para Minas Gerais. Tudo isso em poucos anos.
Senhoras e senhores
Tanto o Brasil quanto Minas Gerais atravessaram uma de suas piores crises nos últimos anos. Assumi o governo e, ao invés de apontar culpados, fui buscar soluções para os inúmeros problemas e as inúmeras distorções que encontrei.
Nada falei contra ninguém, nada acusei, não joguei pedras no que ficou para trás.
Até porque a obrigação de quem assume um governo não é bater boca com o passado, mas sim enfrentar o presente e conduzir o estado para o futuro.
Encontramos no Estado uma realidade destruição: destruição das finanças públicas, das prioridades administrativas, destruição da capacidade do estado de pagar o que deve e de cumprir seus compromissos, enfim, destruição da esperança de um povo.
Isso por quê? Porque antes de nós havia desperdiçado no ontem o nosso amanhã, com obras faraônicas e, hoje sabemos de preços superfaturados.
Desperdiçaram recursos fazendo obras desnecessárias e tomando decisões equivocadas, investindo em poucos e vistosos cartões postais do desperdício, ao invés de investir em muitas e necessárias outras obras, fazendo as opções corretas.
Fizeram opções erradas, que nunca teriam sido feitas se o diálogo tivesse sempre sido uma prática de governo.
Acho que hoje, após tanto trabalho e tanto empenho, tanto sacrifício podemos dizer que está surgindo a luz de um amanhecer depois de atravessarmos o pior momento da pior das tempestades.
E o que aprendemos nessa travessia?
Aprendemos que nunca mais, repito, nunca mais Minas Gerais pode colocar em risco o seu futuro.
Seja quem for aquele que assumir a nobre função de conduzir o destino dos mineiros e das mineiras, sua responsabilidade número um deve ser a de preservar, criar e ampliar o amanhã de nossa gente, assim como fez JK com seu arrojado projeto de desenvolvimento, assim como fez Getúlio Vargas na formatação das leis trabalhistas e da previdência, assim com fez o presidente Lula com seus bem sucedidos programas de inclusão social.
Heróicos construtores do amanhã, esses três líderes que mencionei, viveram, não por coincidência, a dor da perseguição e da ofensa. Foram vilipendiados, caluniados, injustiçados, e, até porque não dizer, martirizados. Mas são vitoriosos, ao final.
Amados por nosso povo, principalmente pelos humildes, de quem cuidaram com carinho incontestável.
Conquistaram espaço eterno no coração da gente brasileira.
Já os seus algozes, esses têm lugar garantido no limbo do desprezo e do esquecimento histórico.
Carrascos são sempre figuras menores, imagens evanescentes no efêmero palco que escolheram, onde a luz desaparece assim que se apagam os refletores da mídia.
Trabalhar incessantemente pelo amanhã, esse é o exemplo dos heróis da Inconfidência.
Esse também é o exemplo dos líderes que nossa gente entronizou no Panteão da República.
Mas, minhas senhoras e meus senhores, caros amigos, a estrada para o futuro não pode ser pavimentada pelas pedras do ódio, pela intolerância, pelo cimento da argamassa da injustiça.
Na cerimônia de hoje estamos condecorando postumamente duas vítimas do ódio anacrônico e ignorante que tenta calar a voz dos que lutam pela liberdade e pela justiça social.
Falo de Marielle Franco e Anderson Pedro, cruelmente abatidos pelas mãos daqueles que querem submeter o Brasil ao arbítrio do fascismo, fascismo que já começa a mostrar suas garras sanguinolentas nos arreganhos de certos personagens toscos, poluidores do ambiente político com sua postura discriminatória, racista e autoritária.
Mas, em Minas Gerais não, nós nos recusamos a trilhar esse caminho.
Ao contrário: em meio à selva de discórdias, de violações de direitos, de abusos, de agressões às liberdades civis e aos mais comezinhos princípios democráticos, em meio à essa algazarra punitivista e retrógrada que hoje quase ensurdece a nação brasileira, Minas Gerais abre uma clareira de respeito às instituições, de convivência harmoniosa entre os poderes republicanos, mantida sempre a independência, a autonomia e o papel constitucional de cada um.
E aqui quero prestar de público minha homenagem ao Poder Legislativo estadual na pessoa do deputado Rogério Correia, à nossa magistratura representada pelo Presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Geraldo Augusto, e ao Ministério Público na pessoa do Procurador Geral Antonio Sergio Tonet.
São estes poderes que, com equilíbrio e bom senso, respeitados os direitos institucionais e no estrito limite da lei, estão ajudando a manter o Estado nos trilhos que nos levam ao futuro.
Aqui não houve nem haverá colapso dos serviços públicos.
A despeito da crise econômica e do gigantesco déficit que herdamos, o Estado funciona e apresenta bons resultados.
As forças de segurança cumprem o seu papel e a criminalidade está em queda, como mostram os índices.
As obras que encontramos paralisadas foram retomadas e muitas já entregues.
Organizamos um novo modelo de administração, lastreado pelas amplas consultas populares dos fóruns regionais de governo, sem a empáfia e a arrogância dos "choques" de marketing que nenhum legado positivo deixaram.
As prioridades mudaram. As escolhas agora estão lastreados no desejo urgente do nosso povo.
Agora governamos, com simplicidade, com humildade, mas governamos para todos.
Enfim, queridos amigos, com serenidade, com equilíbrio e com muito trabalho, virtudes da gente mineira, nosso Estado está atravessando o período mais difícil e turbulento da nossa história republicana, e está se saindo melhor que a maioria dos estados e dos demais territórios da Federação.
Basta olhar em torno e comparar.
Digo isso com tristeza, porque somos todos brasileiros e solidários com nossos coirmãos de outras paragens.
Mas, nesse momento de crise, a melhor contribuição de Minas Gerais é o exemplo que damos, volto a dizer, de moderação e de compromisso com os preceitos democráticos, com os direitos individuais e a com a liberdade.
E porque é de liberdade que se trata, ela, matéria prima da vida civilizada e da democracia, que não posso terminar esta fala neste dia, justamente neste ano, neste momento dramático de nossa História, sem proclamar alto e bom som a frase símbolo dos Inconfidentes, frase que ostentamos com orgulho na nossa bandeira: Deus nos ilumine para que não nos falte nunca a "Liberdade ainda que tardia!" (247).
Viva Minas Gerais! Viva o Brasil!


Blog do BILL NOTICIAS

Secretário-geral do PSB, Adilson Gomes anuncia candidatura à Alepe


Filiado ao PSB há 28 anos, o secretário-geral do Partido Socialista Brasileiro de Pernambuco, Adilson Gomes, anunciou a intenção de concorrer a uma vaga na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). Membro histórico do PSB, Adilson Gomes já teve importantes tarefas no âmbito partidário. Coordenou no Interior do Estado as campanhas vitoriosas de Miguel Arraes, Eduardo Campos e do governador Paulo Câmara. Este ano, irá visitar os municípios pernambucanos acompanhado do vice-presidente nacional de Relações Federativas, João Campos.
Adilson Gomes tem 50 anos de vida política. Em 1972, foi eleito vereador de Moreno. Durante sua trajetória, ajudou a construir a história do MDB e PSB em Pernambuco. Adilson teve uma relação de quase 20 anos com o ex-governador Miguel Arraes, que se iniciou em 1986, quando Adilson coordenou a campanha de Arraes ao governo do Estado. Em abril de 1990, se filiou ao PSB de Pernambuco.
“Sou um tarefeiro do partido. Este ano, vou continuar cumprindo tarefa. Fui convocado por um grupo de amigos e companheiros para disputar a eleição, visto que uma parte da população está descrente com a política e o mar de lama que vemos diariamente. Então procurei o presidente Sileno Guedes e o governador Paulo Câmara para falar dessa intenção. Tenho uma relação com a família Campos e Arraes que já perpassa quatro gerações: Doutor Arraes, Dona Ana, Eduardo e agora trabalharei junto com João Campos”, afirmou Adilson Gomes.
João Campos destacou a trajetória de dedicação ao PSB e a sua contribuição a partido. “Adilson, pela posição histórica que ocupou ao lado de Doutor Arraes, vai reunir lideranças de todo o estado trabalhando pela boa política, buscando parcerias pra fortalecer o PSB. Para mim, é uma honra ter esse companheiro ao lado. Estaremos juntos rodando Pernambuco”, afirmou.
Presidente estadual do PSB, Sileno Guedes falou da importância da candidatura de Adilson Gomes para o partido. “Adilson é um nome orgânico do PSB e excelente quadro do nosso partido. Ele sempre esteve engajado na defesa dos nossos projetos, com os ex-governadores Arraes e Eduardo Campos e, mais recentemente, com o projeto do governador Paulo Câmara, além de ter contribuído com outras candidaturas do PSB. Sem dúvida, dará uma importante contribuição na Assembleia Legislativa”, destacou Guedes.(C.Geral).


Blog do BILL NOTICIAS

Nova patrulha mecanizada da Prefeitura de Petrolina reforça ações de melhorias nas estradas rurais



(C.Geral)

As novas máquinas da Prefeitura de Petrolina já estão em campo trabalhando a todo vapor na recuperação e manutenção das estradas rurais do município. A frota é composta por uma patrol, uma pá mecânica, uma retroescavadeira e uma caçamba.
Os serviços, coordenados pelas equipes da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Agrário, vêm seguindo um cronograma de trabalho para atender com celeridade todas as comunidades do interior.
Conseguimos montar quatro frentes de trabalho, a primeira na região de Satisfeito I e II, a segunda em Lajedo, a terceira na estrada que liga Caititú a Uruás e outra equipe já se deslocou para executar os serviços de tapa-buraco na região de Bom Jardim. É importante dizer que a recuperação das estradas rurais é uma das prioridades da gestão municipal e estamos executando os serviços principalmente nas vias de grande fluxo”, disse o secretário da pasta, José Batista da Gama.
Fruto de emenda parlamentar do deputado federal Fernando Filho, foram investidos R$ 1,2 milhão para aquisição desta nova patrulha mecanizada. Com a entrega desses novos equipamentos, a prefeitura passou a ter: 3 retroescavadeira; 3 patrol; 2 pá mecânica; 2 caçambas; 1 escavadeira e  1 caminhão 3/4. Estes equipamentos servem para patrolamento, limpeza de barreiros e construção de barragens. (Ascom).


Blog do BILL NOTICIAS

LULA PEDE PARA RECEBER CIRO GOMES NA PRISÃO


Mantido como preso político desde o dia 7 de abril na superintendência da Polícia Federal em Curitiba, o ex-presidente Lula manifestou a vontade de receber a visita do ex-ministro Ciro Gomes, pré-candidato do PDT à Presidência. 
Lula encaminhou na tarde desta sexta-feira (20), por meio de seus advogados, um pedido à juíza federal Carolina Lebbos, responsável pela custódia do ex-presidente, em que diz que "não se opõe" a receber 10 visitantes, "registrando, adicionalmente, que deseja vê-los", segundo informações do UOL.
No início da semana, Ciro declarou que quer visitar Lula não para falar de política, mas como "velho camarada de mais de 30 anos". Representantes de PT e PDT têm mantido diálogo sobre a formação de uma frente de esquerda para as eleições deste ano. 
Ao contrário dos pré-candidatos a presidente do PCdoB, Manuela D'Ávila, e do PSOL, Guilherme Boulos, Ciro não esteve no Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo do Campo (SP) no início deste mês, onde Lula passou seus últimos dois dias antes de se entregar à polícia cercado por militantes e aliados.
Além de Ciro Gomes, a defesa de Lula diz que ele também quer ser visitado pelas seguintes pessoas que pediram para vê-lo:
Zeca Dirceu, deputado federal (PT-PR)
Eduardo Suplicy, vereador pelo PT em São Paulo e ex-senador
Carlos Lupi, presidente do PDT
André Figueiredo, líder do PDT na Câmara
Marianna Dias, presidente da UNE (União Nacional dos Estudantes)
Pedro Gorki, presidente da Ubes (União Brasileira dos Estudantes Secundaristas)
Luiz Marinho, ex-ministro de Lula e pré-candidato do PT ao governo de São Paulo
Paulo Pimenta, líder do PT na Câmara
Wadih Damous, deputado federal (PT-RJ) (247).



Blog do BILL NOTICIAS




Pernambuco tem pior saldo de demissões em março

No Brasil, a corrente foi oposta e o país registrou um saldo positivo de 56.151 vagas criadas no mesmo período, um aumento de 0,15% em relação ao estoque de fevereiro

No Brasil, a corrente foi oposta e o país registrou um saldo positivo de 56.151 vagas criadas no mesmo período. Foto: Gabriel Melo/Esp.DP
No Brasil, a corrente foi oposta e o país registrou um saldo positivo de 56.151 vagas criadas no mesmo período. Foto: Gabriel Melo/Esp.DP

Pernambuco teve o pior saldo de empregos no mês de março de todo Brasil em relação a fevereiro deste ano. Aqui, o setor que mais fechou vagas foi a indústria de transformação, que corresponde a um saldo negativo de 8.432 cargos de trabalho, sendo que 8.321 vagas fechadas foram diretamente relacionadas à indústria de alimentos, bebidas e álcool. A agropecuária aparece como segundo setor que mais demitiu em março, com - 2.787 vagas. Já o segmento de serviços e a construção civil tiveram os melhores resultados em março no estado. O primeiro abriu 1.091 postos e o mercado imobiliário demandou mais 541 colocações. 

No Brasil, a corrente foi oposta e o país registrou um saldo positivo de 56.151 vagas criadas no mesmo período, um aumento de 0,15% em relação ao estoque de fevereiro. O resultado é decorrente de 1.340.153 admissões e de 1.284.002 desligamentos. Os dados estão no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho, divulgado ontem.

O presidente da Federação das Indústrias de Pernambuco (FIEPE), Ricardo Essinger, explica que as demissões de março, tanto aquelas ligadas a indústria de alimentos, bebidas e álcool quanto às de agropecuária são resultado do final da safra do açúcar em Pernambuco. “Normalmente, a safra termina em fevereiro. Consequentemente, tem demissões em março. A perspectiva de abril também não é muito boa, não deveremos recuperar o mês que passou. Temos ainda uma indefinição do estaleiro, sem novas encomendas, vai parar. É um cenário preocupante”, afirma. Ele, porém, acredita que a recuperação da economia pernambucana deve vir com a construção civil, no segundo semestre.

O Caged apontou ainda que, das cinco regiões brasileiras, três apresentaram saldos positivos no emprego. O melhor desempenho foi no Sudeste, que teve um acréscimo de 46.635 postos. O Sul teve aumento de 21.091 vagas formais, seguido do Centro Oeste, que criou 2.264 novos postos. Os desempenhos negativos foram registrados no Norte (-231 postos) e no Nordeste (-13.608 postos). Já entre as unidades da federação, 15 estados e o Distrito Federal registraram variação positiva no saldo de empregos e 11 estados, variação negativa. Os maiores saldos de emprego ocorreram em São Paulo (+30.459), Minas Gerais ( 14.149), Rio Grande do Sul ( 12.667), Paraná ( 6.514), Goiás ( 5.312) e Bahia ( 4.151). No caso negativo, além de Pernambuco, os maiores saldos foram em Alagoas (-6.999), Mato Grosso (-3.018), Sergipe (-2.477), Pará (-787 empregos) e Mato Grosso do Sul (-646).

Brasil


Seis dos oito principais setores econômicos nacionais tiveram saldo positivo. O principal deles foi o de serviços, com a criação de 57.384 novos postos de trabalho, crescimento de 0,34% sobre o mês anterior. A indústria de transformação foi o segundo setor com melhores resultados ( 10.450 postos), um acréscimo de 0,14% sobre fevereiro. O terceiro melhor resultado ficou com a construção civil  ( 7.728 postos), seguido do setor da administração pública ( 3.660 postos), extrativa mineral ( 360 postos) e serviços industriais de utilidade pública ( 274 postos). 

Apenas dois setores apresentaram saldos negativos: agropecuária (-17.827 postos) e comércio (-5.878 postos). Vale ressaltar que, pela primeira vez, reflexos da reforma trabalhista puderam ser registrados no levantamento. Em março, na modalidade de trabalho intermitente, foram realizadas 4.002 admissões e 803 desligamentos, gerando saldo de 3.199 empregos. (DP).



Blog do BILL NOTICIAS





BOULOS: TEMER INSULTOU MEMÓRIA DE TIRADENTES


O líder do MTST e pré-candidato a presidente pelo PSOL, Guilherme Boulos, criticou o pronunciamento de Michel Temer na noite dessa sexta-feira, 20, em que ele se compara a Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes. 

Para Boulos, Temer, que está mais para traidor, insulta a memória de Tiradentes. "O golpista afronta o povo brasileiro ao falar de respeito à Constituição. Traiu uma líder eleita e insulta a memória de Tiradentes ao se comparar ao mártir da Independência. Temer é como Joaquim Silvério dos Reis, um traidor da nação, e a ele está reservado o lixo da história", disse Boulos pelo Twitter. 
No pronunciamento de aproximadamente cinco minutos, que foi ao ar, Temer diz que há “uma torcida organizada pelo fracasso” no país que “tenta perder o jogo todos os dias”. “Que nesse 21 de abril, lembremos que Tiradentes foi acusado e condenado por lutar e defender um Brasil livre, forte e independente. Ao final, a história lhe deu a vitória maior. Seu exemplo de luta é exemplo para todos nós que trabalhamos para trazer mais conquistas ao Brasil”, afirmou Temer.(247).

Blog do BILL NOTICIAS

Leitora se desespera com sofrimento da irmã em hospital de Petrolina: “Para eles só um numero, pra mim são duas vidas muito importantes”

   (C.Britto)

A leitora do Blog, Germana Aparecida Barros está em desespero. Ela diz que a irmã está grávida, com o bebê sofrendo de insuficiência cardiáca em seu ventre, e mesmo já diagnotiscada para cesária com urgência, o procedimento não é autorizado. Leiam o seu relato.
Carlos Britto, estou desesperada.
Desde segunda feira dia 16/04 que minha irmã Janiele Aparecida Barros, grávida de 39 semanas foi encaminhada para o IMIP porque os médicos identificaram que o bebê está com insuficiência cardíaca, necessitando de um parto Cesário com urgência.
Porém os médicos que a atenderam na unidade de saúde (IMIP) dizem que da para esperar. Na quinta feira a tarde deram alta a paciente para retornar pra casa.
Hoje dia 20/04 pela manhã a paciente sentiu forte dores e foi ao hospital de Santa Maria onde foi averiguado que os batimentos do bebê estão muito altos, e indicou q a paciente procurasse o IMIP pois o bebê vai precisar de cuidados especiais.
A paciente deu entrada no IMIP novamente desde as 14:00h porem até o momento nada foi feito. A única coisa que informaram foi que não vão fazer cesário e que os batimentos do bebê estão fracos. Preciso de ajuda com urgência.
Para eles é só um numero, pra mim são duas vidas muito importantes, minha irmã e meu sobrinho.
Socorro!!!
Germana Aparecida Barros
O Blog já enviou a nota a assessoria de imprensa do Imip e aguarda esclarecimentos.

Blog do BILL NOTICIAS

Gonzaga Patriota participa de evento com Transportadores Autônomos de Cargas da Região Nordeste


O deputado federal Gonzaga Patriota (PSB/PE) participou nesta sexta-feira(20) do 2º Encontro dos Transportadores Autônomos de Cargas da Região Nordeste. Participaram também, o presidente da CNTA, Diumar Bueno; o deputado Rômulo Gouveia (PSD/PB), o presidente da Fecone, secretário-geral da CNTA e conselheiro nacional do Sest Senat, Eduardo Oliveira; o superintendente de serviços de transporte rodoviário e multimodal de cargas da ANTT, Thyago Martorelly; o supervisor do Conselho Regional Nordeste II do Sest Senat, Marcelo Souza, entre outros importantes representantes do setor.
O Encontro, que é realizado pela Federação Interestadual dos Transportes Rodoviários Autônomos de Cargas e Bens da Região Nordeste, tem como objetivo discutir temas de interesse da categoria voltados ao seu desenvolvimento, bem como as conquistas obtidas pelo setor em 2017 e as projeções para este ano, além do marco regulatório do transporte de cargas e o registro nacional de transportadores de cargas.
“Trata-se de um evento de grande relevância, pela oportunidade de discutir assuntos relacionados aos direitos dos transportadores de carga autônomos, com representantes da área reunidos, para juntos tomarem decisões em favor desse importante setor”; disse o deputado. É uma grande alegria poder contribuir com essa luta”, concluiu Gonzaga Patriota.(C.Geral).


Blog do BILL NOTICIAS