terça-feira, 26 de setembro de 2017

“TEMER CORTA 87% DO ORÇAMENTO DO ESPORTE. CADÊ A GOLPISTA ANA PAULA DO VÔLEI?”


Na cavalgada golpista pelo impeachment de Dilma Rousseff, muitos atletas na busca dos holofotes da mídia reforçaram o coro das seitas fascistas e saíram às ruas com os “patinhos amarelos” da sinistra Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp) e as camisetas da “ética” CBF. Ingênuos ou não, eles ajudaram a viabilizar o golpe dos corruptos que alçou ao poder a quadrilha de Michel Temer. Na semana passada, o covil golpista encaminhou à Câmara Federal sua proposta para a Lei Orçamentária Anual (LOA) que prevê uma redução de 87% nas verbas disponíveis para os programas do Ministério do Esporte. Cadê a provocadora jogadora de vôlei Ana Paula, o “fenômeno do oportunismo” Ronaldo – o “Ronalducho” – e os outros atletas midiotas?
Segundo matéria publicada na Folha na terça-feira (19), o cenário para o esporte brasileiro em 2018 será catastrófico. “A proposta do governo para a LOA do ano que vem prevê que a verba disponível para programas do Ministério do Esporte sofra uma redução de 87% na comparação com o cenário já de escassez de 2017. A rubrica ‘concessão de bolsas a atletas’ terá disponível apenas R$ 70 milhões. Com isso, o programa Bolsa Atleta, que custa anualmente mais de R$ 130 milhões, deve sofrer mudanças drásticas, se não acabar. No total, o orçamento para o Esporte, que foi de R$ 1,245 bilhão na LOA de 2017, foi reduzido para R$ 163 milhões no projeto enviado por Michel Temer à Câmara dos Deputados”.
“O Bolsa Atleta, porém, não é o único problema. Na verdade, é o programa que teve menor corte: ‘só’ perdeu 50%. A rubrica ‘preparação de atletas e capacitação de recursos humanos para o esporte de alto rendimento’, de onde saem recursos para convênios com confederações, foi de R$ 56,6 milhões em 2017 para R$ 7,2 milhões na LOA de 2018. Em 2016, como comparação, foram autorizados R$ 134 milhões. Outra rubrica importante para o esporte de alto rendimento do Brasil, a que trata da ‘preparação de seleções principais para representação do Brasil em competições internacionais’, que foi de R$ 40 milhões em 2017 (ainda que muito pouco disso tenha sido aplicado) e será de apenas R$ 4,8 milhões em 2018”.
Os cortes não poupam nenhum setor. “Se no orçamento de 2017 havia R$ 60 milhões para a ‘implantação de infraestrutura esportiva de alto rendimento’, em 2018 a previsão é de apenas R$ 13 milhões, o que frustra os planos de quem pretende construir centros de treinamento, como a Confederação Brasileira de Basquete. Para manter a aclamada ‘Rede Nacional de Treinamento’ serão só R$ 20 milhões no ano que vem, contra R$ 100 milhões este ano. O combate ao doping também deverá ter muito trabalho para se manter em pé em 2018. Se já estava difícil realizar as atividades regulamentares com R$ 8,7 milhões previstos em 2017, será muito mais difícil com os R$ 2,7 milhões programados para 2018. Esses recursos precisam pagar não só exames, mas também garantir o funcionamento do deficitário laboratório do Rio de Janeiro”.
O pior, porém, deve ocorrer na rubrica “implantação e modernização de infraestrutura para esporte educacional, recreativo e de lazer”, que disponibiliza verbas para as pequenas obras em equipamentos públicos espalhados por todo o país. Depois de disponibilizar R$ 462 milhões em 2017, o governo pretende liberar só R$ 7 milhões em 2018. “Além disso, não há qualquer referência à ‘implantação dos Centros de Iniciação ao Esporte’, que mereceram R$ 200 milhões no orçamento deste ano”. Ou seja: o golpista Michel Temer está inviabilizando qualquer perspectiva de futuro para o esporte nacional.
Será que a jogadora Ana Paula, que vibrou com o golpe – “enquanto os petistas choram, existe um sopro de esperança que começa”, postou a babaca no Twitter no dia da aprovação do impeachment de Dilma Rousseff – vai emitir algum rosnado da sua mansão nos Estados Unidos? E o Ronalducho, amigão do cambaleante Aécio Neves e participante ativo das marchas golpistas? E o ex-judoca João Derly, atual deputado da Rede que disse que votou "com a consciência tranquila" no impeachment? (247).


Blog do BILL NOTICIAS

Ultrapassagem de BRTs causa colisão com dois feridos em Olinda



Táxi bateu em poste para desviar dos dois ônibus
Acidente de táxi na Avenida Agamenon Magalhães
Acidente de táxi na Avenida Agamenon MagalhãesFoto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

Duas pessoas ficaram feridas, na manhã desta terça-feira (26), em uma colisão de um táxi com um poste na Avenida Agamenon Magalhães, no Complexo de Salgadinho, em Olinda, na Região Metropolitana do Recife. 

De acordo com o taxista Salomão da Silva Neves, o acidente ocorreu após uma ultrapassagem envolvendo dois BRTs na frente do Classic Hall. “Eu vinha na direita e vinha um BRT ultrapassando outro BRT. Os dois iam se chocar e um abriu para cima de mim. Eu, como estava na direita, próximo ao meio-fio, puxei para ele não bater no carro. Quando puxei, subi o meio-fio e colidi com o poste”, relatou Salomão.

O taxista estava acompanhado da esposa, que foi socorrida pelo Samu para o Hospital de Fraturas do Espinheiro com escoriações no ombro. Ele contou ainda que o motorista do BRT não prestou socorro e que o carro não tem seguro. Salomão sofreu escoriações na boca e na perna e esperava a chegada do dono do veículo para seguir para o hospital acompanhar a sua esposa.
Acidente de táxi na Avenida Agamenon Magalhães
Acidente de táxi na Avenida Agamenon MagalhãesFoto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

Acidente de táxi na Avenida Agamenon Magalhães
Acidente de táxi na Avenida Agamenon MagalhãesFoto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco


Blog do BILL NOTICIAS

Adalberto Cavalcanti dá mostras de reaproximação com grupo de FBC


Após uma disputa ácida para prefeito nas eleições municipais passadas, quando fez duras críticas ao então candidato Miguel Coelho (PSB), que venceu o leito, o deputado federal Adalberto Cavalcanti sinaliza cada vez mais uma reaproximação com o grupo do senador Fernando Coelho (PMDB).
Na assinatura da ordem de serviço para a duplicação da Avenida Sete de Setembro, semana passada, Adalberto foi um dos que discursaram na solenidade, que teve a presença do ministro Maurício Quintella (Transportes). Além disso, trocou palavras em vários momentos com o senador.
Isso sem falar que o deputado já destinou para Petrolina R$ 3 milhões em emendas. Certamente essa boa vontade com o prefeito Miguel Coelho não é apenas porque ele é um representante da cidade. (C.Britto).

Blog do BILL NOTICIAS