sexta-feira, 4 de agosto de 2017

GLEISI: LULA LIDERA PORQUE BRASILEIRO TEM MEMÓRIA

Resultado de imagem para GLEISI: LULA LIDERA PORQUE BRASILEIRO TEM MEMÓRIA

Na segundo dia do 14º Encontro da União Nacional por Moradia Popular, a presidenta nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann comentou os resultados da pesquisa CUT/Vox Populi, divulgada nesta sexta-feira. 

No levantamento, Lula lidera em todos os cenários e chega a 53% das intenções de votos. “Apesar de toda perseguição, da desconstrução sistemática feita pela imprensa, o ex-presidente Lula lidera todas as pesquisas e hoje está com 53% das intenções de votos. Isso, porque o povo brasileiro tem memória”, afirmou ela.

Além de Gleisi, o encontro contou com a presença de Frei Betto; do presidente nacional da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Vagner Freitas; do coordenador da Federação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura Familiar, Elvio Motta; e da filósofa Ivone Guebara.
O presidente da CUT, Vagner Freitas, também comentou a pesquisa. “Antes só as entidades patronais faziam pesquisas. Agora nos juntamos com a Vox e fizemos essa para ajudar a fazer uma política mais correta. Mesmo com todo massacre midiático, com toda calúnia contra Lula e sua família, o povo não se deixa levar totalmente pela mídia golpista. Lula chega a 42% na espontânea”.
Gleisi traçou um paradigma social e econômico do Brasil para mostrar como o golpe foi pensado estrategicamente pelas elites para que a agenda neoliberal fosse imposta aos brasileiros. Ela reforçou que essa política implementada pelo governo golpista de Michel Temer está massacrando o trabalhador.
“Durante o governo de Lula e Dilma, conseguimos conquistar o primeiro degrau social no país. Sabemos que o que conquistamos foi pouco diante da carência dos brasileiros, mas a primeira coisa que o ex-presidente Lula fez foi dar às pessoas o direito delas comerem. Foram 13 anos de um oásis no meio do deserto. Agora, o sistema financeiro tomou de vez conta do País. Nem o primeiro degrau de conquista social essa elite aceitou”, declarou.(247).

Blog do BILL NOTICIAS

PARA 55%, LULA É O MELHOR PRESIDENTE QUE PAÍS JÁ TEVE

Ricardo Stuckert


Do Instituto Lula - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é considerado o melhor presidente que o Brasil já teve para 55% dos brasileiros. O número passou de 49% para 55% entre junho e julho deste ano. Os dados são da pesquisa CUT/Vox Populi, que também mostrou que a intenção de voto no ex-presidente estimulada está em 53%.
Além disso, 58% dos brasileiros consideram Lula um bom administrador, 65% dizem que ele é trabalhador e 61% afirmam que a vida melhorou nos 12 anos de governos do PT.
Eleições
No voto espontâneo, Lula tem 42% dos votos, contra 8% de Jair Bolsonaro (PEN-RJ), 2% de Marina Silva (Rede-AC), 1% de Sérgio Moro, 1% de Ciro Gomes, 1% de Joaquim Barbosa, 1% de João Doria (PSDB-SP), 1% de Fernando Henrique Cardoso, 1% de Geraldo Alckmin (PSDB-SP) e 0% de Aécio Neves. Outros receberam 3% dos votos espontâneos. Ainda segundo a pesquisa, 16% disseram votar nulo/branco e não souberam responder, 25%. Em junho, o ex-presidente tinha 40% dos votos.
O levantamento mostra que o ex-presidente Lula lidera as intenções de voto para presidência da República no segundo turno nos quatro cenários pesquisados: contra Jair Bolsonaro ou João Doria, Lula alcança 53% das intenções de voto; se os candidatos forem Geraldo Alckmin ou Marina Silva, Lula bate ambos com 52% dos votos.
Nesses cenários imaginados pela pesquisa, Bolsonaro teria 17% dos votos. Já Alckmin, Doria e Marina alcançariam, no máximo, 15% do total de votos, cada um.
No cenário em que a intenção de voto foi estimulada com Alckmin, o tucano atinge 6% das intenções de voto e Lula, 47%. Bolsonaro tem 13%, Marina, 7%, e Ciro, 3%.
Na estimulada com Doria, Lula tem 48% das intenções de voto, Bolsonaro manteve os 13%, Marina subiu para 8% e o prefeito de São Paulo empatou com Ciro Gomes, com 4%.
Metodologia
A pesquisa CUT/Vox Populi, realizada nos dias 29 e 31 de julho, entrevistou 1999 pessoas com mais de 16 anos, em 118 municípios, em áreas urbanas e rurais de todos os estados e do Distrito Federal, em capitais, regiões metropolitanas e no interior. A margem de erro é de 2,2 %, estimada em um intervalo de confiança de 95%.(247).

Blog do BILL NOTICIAS

“VAI DAR MERDA COM O MICHEL”, DISSE CUNHA AO FALAR SOBRE JOESLEY


No celular apreendido de Eduardo Cunha, a Polícia Federal encontrou uma mensagem de texto enviada ao também ex-presidente da Câmara Henrique Eduardo Alves sobre o empresário Joesley Batista, da JBS, na qual ele alertava que ia "dar merda" para Michel Temer um acerto que estava prestes a ser fechado. Para a polícia, a conversa "tem indícios de propina".
A conversa, que cita "três convites" de Joesley que seriam repassados aos peemedebistas, aconteceu em 2012 e estava no celular de Cunha, apreendido pela Polícia Federal. Para a PF, os "três convites" podem ser a forma disfarçada de falar em propina.
O diálogo integra o relatório da PF que foi anexado na semana passada a uma das ações cautelares que tramitam no Supremo Tribunal Federal (STF). Com 186 páginas, o documento foi redigido em dezembro do ano passado, dentro das investigações sobre Eduardo Cunha, preso pela Lava Jato.
No dia da conversa, 22 de agosto de 2012, Alves e Cunha ainda eram deputados e Temer, o vice-presidente da República. Estavam em curso as eleições municipais, das quais nenhum dos três eram candidatos.
Alves informa Eduardo Cunha sobre o resultado de uma conversa com "Joes". A PF afirma que se trata de Joesley Batista. "Joes aqui. Saindo. Confirme dos 3 convites, 1 RN 2 SP! Disse a ele!", escreveu Alves.
Cunha reagiu: "Ou seja ele vai tirar o de São Paulo para dar a vc? Isso vai dar merda com o Michel. E ele não estaria dando nada a mais".
Para a PF, convite é um código para propina.
"A utilização do termo 'convites' pode ser uma tentativa de mascarar uma atividade de remessa financeira ilegal, já que, caso fosse um procedimento que obedecesse estritamente as normas legais, não haveria o porquê do uso deste termo", diz o relatório.
Outro trecho do relatório da PF levanta a suspeita de que se trata de pagamentos durante a campanha.(247).

Blog do BILL NOTICIAS

AS IMAGENS DA PROPINA DE AÉCIO, LÍDER DO GOLPE



 A revista Época publica, nesta sexta-feira, as imagens da propina de R$ 2 milhões paga pela JBS ao senador Aécio Neves (PSDB-MG), que perdeu as eleições de 2014, mas assaltou o poder ao liderar o golpe de 2016, em parceria com Eduardo Cunha e Michel Temer.
As fotos registram a organização e o empacotamento dos R$ 2,4 milhões em cash entregues a prepostos de Michel Temer, do senador Aécio Neves e do doleiro Lúcio Funaro. 
"ÉPOCA reconstituiu a cena por meio de gravações autorizadas pela Justiça (ouça um dos áudios) se de entrevistas reservadas com participantes da ação controlada. Reconstituiu, também, as outras quatro entregas de dinheiro vivo acompanhadas pela PF entre abril e maio deste ano, na Operação Patmos, resultado das delações dos executivos da JBS. Os cinco pagamentos somaram R$ 2,4 milhões. Foram três entregas de R$ 500 mil destinadas a Aécio, uma de R$ 400 mil destinada ao doleiro Lúcio Funaro e, por fim, uma de R$ 500 mil destinada ao presidente Michel Temer - aquela da mala preta com rodinhas, que cruzou velozmente as calçadas de São Paulo graças às mãos marotas de Rodrigo Rocha Loures, o "longa manus" do peemedebista, nas palavras da Procuradoria-Geral da República.
O empresário Frederico Pacheco, o Fred, primo de Aécio, foi quem recebeu as três malas com R$ 500 mil em propina ao senador tucano, segundo as delações da JBS. "Começou no dia 5 de abril, voltou no dia 12, já sob monitoramento da PF, e manteve o cronograma nas semanas seguintes: encontrou Saud, no mesmo local, também nos dias 19 de abril e 3 de maio. Cumpria a tarefa enquanto o Brasil conhecia o teor das delações da Odebrecht; enquanto o país assistia aos depoimentos do executivos da empreiteira, que tanto incriminavam Aécio. 'Eu durmo tranquilo', disse Fred no segundo encontro, logo após racionalizar os crimes que cometia como um ato isolado, que não o definia. 'Se eu te contar uma coisa você não vai acreditar: a única pessoa com quem eu tratei em espécie foi você. A única pessoa que pode falar de mim é você'. Saud deixou-o à vontade para desabafar. 'Como é que eu não faço? Tenho um compromisso de lealdade com o Aécio', disse o delator da JBS. 
Leia a reportagem na íntegra.(247).


Blog do BILL NOTICIAS

Petrobras anuncia reajuste médio de 6,9% do gás de cozinha

Reajuste do gás de cozinha entra em vigor à 0h deste sábado (5) e, de acordo com a estatal, acompanha a política de preços divulgada no dia 7 de junho deste ano

Gás de cozinha


A Petrobras reajustou em 6,9%, em média, os preços do gás liquefeito de petróleo para uso residencial, envasado pelas distribuidoras em botijões de até 13 quilos (GLP P-13). O reajuste do gás de cozinha entra em vigor à 0h deste sábado (5) e, de acordo com a estatal, acompanha a política de preços divulgada no dia 7 de junho deste ano. O ajuste anunciado foi aplicado sobre os preços praticados sem incidência de tributos.

Leia também

A companhia destacou que a lei brasileira garante liberdade de preços no mercado de combustíveis e derivados e que as revisões feitas nas refinarias podem ou não se refletir no preço final ao consumidor. A Petrobras calculou que, se os repasses feitos especialmente por distribuidoras e revendedores forem levados, integralmente, aos preços ao consumidor, o preço do botijão de GLP P-13 pode ser reajustado, em média, em 2,2% ou cerca de R$ 1,29. O valor vai depender da manutenção das margens de distribuição e de revenda e das alíquotas de tributos.

A estatal ressaltou que o último reajuste ocorreu em 5 de julho deste ano e que a alteração atual não se aplica ao GLP destinado a uso industrial ou comercial.(Folhape





Blog do BILL NOTICIAS

Japoneses criam, quase que por acidente, sorvete que não derrete

Companhia Kanazawa Ice começou a vender os sorvetes em abril e passou a distribuí-los para cidades maiores como Osaka e Tokyo
Sorvete japonês que não derrete, sabor matcha



Como arruinar um belo dia de verão? Uma possibilidade é demorar tempo demais para chupar seu picolé e ter de lidar com todo aquele líquido melado escorrendo pelas mãos. Mas, se depender de uma sorveteria no Japão, todos os dias de verão serão perfeitos.

Leia também
Concurso "Comida, Diversão e Arte" ganha segunda edição


A Kanazawa Ice fica localizada na cidade de Kanazawa, de 450 mil habitantes, e é lá a terra do "sorvete que não derrete". A companhia começou a vender os sorvetes em abril e passou a distribuí-los para cidades maiores como Osaka e Tokyo.

Segundo reportagem do jornal japonês "The Asahi Shimbun", em um dia de calor (28ºC), após 5 minutos na temperatura ambiente, o sorvete ainda mantinha sua forma original (e continuava gelado).

O segredo para a façanha, segundo o professor de farmácia da Universidade de Kanazawa Tomihisa Ota que desenvolveu a iguaria, é um extrato de morango que contém uma substância chamada polifenol.

"O polifenol tem propriedades que dificultam a separação da água e do óleo, de forma que, na composição de um picolé, este ficará em sua forma original por um tempo muito maior e será mais difícil de derreter", disse.

Morangos
A descoberta aconteceu por acidente, quando o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento de Bioterapias começou a fazer testes com os morangos da região com a ideia de ajudar os produtos locais a se recuperarem dos grandes terremoto e tsunami de 2011.

À época, a produção de morangos não ia bem e as frutas não estavam bonitas o suficiente para serem comercializadas - daí a ideia de trabalhar com o extrato de polifenol em algumas sobremesas.

Os primeiros testes não deram nada certo porque, em contato com o polifenol, o creme de leite se solidificava imediatamente. Não demorou para que surgisse a ideia de usar o ingrediente "antiderretimento" em sorvetes.

Veja o sorvete "em ação" contra um secador de cabelos:(Folhape).



Blog do BILL NOTICIAS

DINO: MORO DEU SENTENÇA TRIPLEX CONTRA LULA


O governador Flávio Dino, que é também juiz de Direito e passou em primeiro lugar no mesmo concurso prestado por Sergio Moro, publica artigo nesta sexta-feira em que afirma que a sentença contra o ex-presidente Lula é um edifício com vários andares de erros jurídicos.
Dino cita a inexistência de corrupção passiva, demonstra estranheza com um episódio de um apartamento de São Paulo ser analisado pela justiça paranaense quando o próprio Moro reconheceu não haver ligação entre o imóvel e o caso Petrobras e diz, ainda, que não pode haver lavagem se o chamado "triplex do Guarujá" jamais foi entregue a Lula.
"A sentença em questão, portanto, é um tríplex que não cabe em um edifício jurídico democrático, no qual os fins não justificam os meios", diz Dino, em artigo escrito em parceria com Rodrigo Lago, secretário de Transparência e Controle do Maranhão.
Leia abaixo:
A sentença tríplex
Uma sentença judicial não pode derivar apenas do sentimento do julgador. Se assim fosse, o Judiciário não seria compatível com a democracia, que pressupõe freios e contrapesos, representados por um edifício jurídico composto pela Constituição.
Se uma sentença é construída fora desse edifício, não pode subsistir. Foi o que aconteceu com a sentença do caso tríplex, relativa ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Podemos identificar três andares de problemas no caso.
O primeiro andar abriga a deficiente configuração do crime de corrupção passiva. Desde o julgamento da Ação Penal 307, o Supremo Tribunal Federal fixou em nosso edifício jurídico que não basta o recebimento de vantagem por funcionário público para se ter representado esse tipo de infração.
É "indispensável (...) a existência de nexo de causalidade entre a conduta do funcionário e a realização de ato funcional de sua competência", disse o STF. Na sentença, contudo, reina uma confusão sobre isso, agravada com a decisão nos embargos declaratórios da defesa.
O julgador fala em atos de ofício indeterminados e aborda fatos praticados em momento posterior ao exercício do mandato do ex-presidente Lula, que se encerrou em 1º de janeiro de 2011. É impossível ter havido crime de corrupção passiva em 2014 sem a participação de pelo menos um outro funcionário público (inexistente nos autos).
O imbróglio aumenta quando, ao julgar os embargos declaratórios, o juiz diz que não há correlação entre o tal tríplex e contratos da Petrobras, tornando ainda mais estranha a competência da Justiça Federal de Curitiba para apreciar controvérsia sobre apartamento situado em São Paulo.
Chegamos ao segundo andar de equívocos da sentença: a problemática da configuração do crime de lavagem de dinheiro.
Sustentou-se sua consumação na medida em que a propriedade do tríplex foi mantida oculta"entre 2009 até pelo menos o final de 2014". No entanto, consta da sentença que o apartamento jamais foi efetivamente entregue ao ex-presidente Lula.
No caso, não havia nem propriedade nem posse por parte dele. O patrimônio deste não chegou a ser aumentado, sendo impossível a prática de quaisquer dos núcleos do art. 1º da lei nº 9.613/98, que trata dos casos de lavagem.
Por fim, no terceiro andar de erros jurídicos, tem-se a inegável sobrecarga da dosimetria das penas, talvez para reduzir a hipótese de serem alcançadas por prescrição.
Chama a atenção a sentença considerar três vetores negativos das circunstâncias judiciais, dentre eles alguns estranhos ao réu, e não os fatos que neutralizariam alguns deles, talvez pela escassa fundamentação atinente às provas produzidas por requerimento da defesa.
A sentença em questão, portanto, é um tríplex que não cabe em um edifício jurídico democrático, no qual os fins não justificam os meios. O devido processo legal é uma garantia de toda a sociedade, maior do que os interesses da luta política cotidiana.
Para isso existem os tribunais: inclusive para dizer "não" a sentimentos puramente pessoais, que podem ir para as urnas, nunca para sentenças.
FLÁVIO DINO, professor do curso de direito da Universidade Federal do Maranhão, é governador do Estado do Maranhão
RODRIGO LAGO, advogado licenciado, é secretário de Estado de Transparência e Controle do Maranhão, (247).

Blog do BILL NOTICIAS

LULA CRESCE MESMO APÓS CAÇADA JUDICIAL E VENCE FÁCIL EM 2018, APONTA VOX


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva segue líder absoluto nas intenções de voto para o Planalto em 2018, apesar da caçada judicial de que tem sido vítima. 
A nova rodada da pesquisa CUT-Vox Populi, realizada entre os dias 29 e 31 de julho, mostra que o ex-presidente Lula lidera as intenções de voto para presidência da República no segundo turno nos quatro cenários pesquisados: contra Jair Bolsonaro (PEN-RJ) ou João Doria (PSDB-SP), Lula alcança 53% das intenções de voto; se os candidatos forem Geraldo Alckmin (PSDB-SP) ou Marina Silva (Rede-AC), Lula bate ambos com 52% dos votos.
Nesses cenários imaginados pela pesquisa, Bolsonaro teria 17% dos votos. Já Alckmin, Doria e Marina alcançariam, no máximo, 15% do total de votos, cada um.
A intenção de voto espontânea em Lula também aumentou depois que o juiz Sérgio Moro condenou o ex-presidente, sem nenhuma prova, por crime de corrupção passiva no caso do tríplex do Guarujá. Em junho, antes da sentença, 40% dos entrevistados disseram que votariam no ex-presidente. No fim de julho, o percentual aumentou para 42%.
Para Marcos Coimbra, diretor do Instituto Vox Populi, vários dados pesquisa podem explicar porque Moro não acabou com as intenções de voto positivas no ex-presidente.
 “Um deles, muito importante, é que, para 42% dos entrevistados, Moro não provou a culpa de Lula no caso do tríplex do Guarujá. Para 32%, Moro provou e, outros, 27% não souberam ou não quiseram responder”.
Outros candidatos
No cenário em que os entrevistados não recebem cartela com nomes e citam espontaneamente em quem pretendem votar para presidente da República em 2018, o segundo colocado é Bolsonaro, com 8% das intenções de voto.
Marina vem em terceiro, com 2%; e, embolados com apenas 1% dos votos aparecem Moro (sem partido), Ciro Gomes (PDT-CE), Joaquim Barbosa (sem partido), Doria, Fernando Henrique e Alckmin.
Aécio Neves (PSDB-MG) zerou novamente, como havia zerado em junho, após as denúncias de corrupção feitas pela PGR – Procuradoria Geral da República.
Intenção de voto estimulada
No cenário em que a intenção de voto foi estimulada com Alckmin, o tucano atinge 6% das intenções de voto e Lula, 47%. Bolsonaro tem 13%, Marina, 7%, e Ciro, 3%.
Na estimulada com Doria, Lula tem 48% das intenções de voto, Bolsonaro manteve os 13%, Marina subiu para 8% e o prefeito de São Paulo empatou com Ciro Gomes, com 4%.
O pessimismo dos brasileiros com o momento econômico e político atual e o descrédito no governo Temer, aliados as lembranças de um passado recente de que a vida era melhor nos governos do PT, ajudam a explicar porque as intenções de voto no presidente Lula são as que mais crescem em todos os cenários da pesquisa”, analisa Coimbra.
Segundo ele, outros dados da pesquisa CUT-Vox, ajudam a entender essa  tese. Um deles é o aumento de 49% para 55%, entre junho e julho deste ano, do percentual de entrevistados que apontam Lula como o melhor presidente que o Brasil já teve - o outro nome lembrado é o de Fernando Henrique Cardoso (PSDB-SP), com 15%.
Além disso, 58% dos brasileiros consideram Lula um bom administrador, 65% dizem que ele é trabalhador e 61% afirmam que a vida melhorou nos 12 anos de governos do PT.
> Já o presidente da CUT, Vagner Freitas, ressalta que o pessimismo dos brasileiros com o governo Temer vem aumentando rapidamente mês a mês por causa do desemprego recorde – mais de 13,5 milhões de trabalhadores estão desempregados – e das medidas de arrocho salarial, previdenciário e social.
Para Vagner, isso explica dados da pesquisa como os de que, com Temer, a vida piorou para 61% dos entrevistados – em junho o percentual era de 52%.
Aumentou também o pessimismo e a descrença quanto a capacidade de Temer de controlar a inflação – em junho, 62% achavam que a inflação ia aumentar. Em julho, esse percentual pulou para 75%. Cresceu também o percentual dos que acham que vai aumentar o desemprego no Brasil - de 68% em junho para 72% em julho.
“O povo quer votar em quem tem compromisso com a classe trabalhadora tanto para voltar a ter uma vida melhor, quanto para reverter as medidas que Temer tomou para acabar com a CLT e a aposentadoria, entre tantas outras desgraças desta gestão golpista”, conclui Vagner.
A pesquisa UT/Vox Populi, realizada nos dias 29 e 31 de julho, entrevistou  1999 pessoas com mais de 16 anos, em 118 municípios, em áreas urbanas e rurais de todos os estados e do Distrito Federal, em capitais, regiões metropolitanas e no interior.
A margem de erro é de 2,2 %, estimada em um intervalo de confiança de 95%. (247).

Blog do BILL NOTICIAS

Chuva acaba com escassez em Bom Conselho, no Agreste



A Barragem do Bálsamo registrou o maior percentual de acúmulo com as chuvas do mês de julho, quando passou de 30% para 100% do seu nível de armazenamento
Barragem do Bálsamo está vertendo e garante água até 2018

As chuvas continuam generosas para a região do Agreste Meridional de Pernambuco. Agora foi a vez de Bom Conselho ser beneficiada com a recuperação do principal manancial que fornece água para a cidade, a Barragem do Bálsamo. O reservatório atingiu a sua capacidade máxima de acumulação, 19 milhões de metros cúbicos, e está vertendo. 

Esse volume de água não só permite acabar com o racionamento na cidade, como garante o abastecimento da população de Bom Conselho até o próximo período de chuvas, em 2018. A Barragem do Bálsamo registrou o maior percentual de acúmulo com as chuvas do mês de julho, quando passou de 30% para 100% do seu nível de armazenamento.

Leia também:
Municípios em situação de emergência pela seca no Agreste de PE
Chuvas prejudicam fornecimento de água na Zona da Mata e Agreste


Além do Bálsamo - que corresponde a 60% da água distribuída na cidade - o sistema de abastecimento de Bom Conselho conta com a contribuição de outros cinco mananciais. As Barragens Caboge (153 mil metros cúbicos de água) e Bolandim (112 mil metros cúbicos) estão vertendo, enquanto que Baixa Grande, Mata Verde e Caixa D’Água tiveram os níveis regularizados pelas chuvas. 

“A Barragem do Bálsamo é o principal manancial que atende a população da cidade, cerca de 30 mil pessoas. Além do bom nível do Bálsamo, também conseguimos retirar Bom Conselho do rodízio com a retomada da captação na Barragem de Mata Verde, que estava em colapso”, explicou o gerente de Unidade de Negócios da Compesa, Igor Galindo. Antes das chuvas, a cidade estava sendo abastecida com o calendário de cinco dias com água e dez dias sem.(Folhape).

Blog do BILL NOTICIAS

Intervenção na rede de distribuição de água suspende o abastecimento para nove bairros de Petrolina nesta sexta(04)

Compesa

Para promover melhorias operacionais no sistema de abastecimento de bairros da Zona Oeste de Petrolina, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) programou nesta próxima sexta-feira(04) realizar uma intervenção na rede de distribuição de água que atende as localidades de Jardim Amazonas e Pedro Raimundo. O serviço será executado no período das 8h às 18h, e prevê a substituição de um registro de controle da entrada de água na rede que abastece os dois bairros. Durante a intervenção, a companhia precisará suspender o abastecimento para nove bairros da região: Jardim Amazonas, Pedro Raimundo, Alto do Cocar, Cohab Massangano, Jardim São Paulo, Quati, Bella Vista, João de Deus e Campus Agrário da Univasf.
Após o término do serviço, o abastecimento será totalmente restabelecido de forma gradativa.(C.Geral).

Blog do BILL NOTICIAS

CHEFE DO EXÉRCITO VAI ÀS REDES E CRÍTICA CAOS FISCAL DE TEMER E MEIRELLES

Marcelo Camargo/Agência Brasil

O comandante do Exército, general Eduardo Villas Boas, usou as redes sociais para criticar o aperto orçamentário que a força terrestre está sofrendo. A crítica foi feita nesta quinta-feira, 3, em seu perfil no Twitter. Os recursos hoje disponíveis nos caixas do Exército são suficientes para que se chegue apenas até o mês de setembro.
“Conduzo seguidas reuniões sobre a gestão dos cortes orçamentários impostos ao @exercitooficial. Fazemos nosso dever de casa, mas há limites”, disse o general no microblog, ao falar sobre as dificuldades que a instituição está enfrentando e o grave contingenciamento de recursos que, segundo fontes militares, está praticamente paralisando os programas estratégicos do Exército, como o Sisfron, sistema de vigilância de fronteiras.
A principal queixa dos militares é de que o governo federal impõe seguidas missões ao Exército em todas as áreas, mas a equipe econômica não repassa os recursos necessários para o desempenho dos trabalhos. A última delas foi no Rio, com uma nova ida de tropas para as ruas, para tentar oferecer segurança à população.
As informações são de reportagem de Tânia Monteiro no Estado de S.Paulo.(247).

Blog do BILL NOTICIAS

Bahia recebe o maior evento de empreendedorismo jovem do mundo

Marca-ENEJ-17-e1468010824975
Encontro Nacional de Empresas Juniores acontece entre 16 e 19 de agosto em Porto Seguro
Entre os dias 16 e 19 de agosto, Porto Seguro (BA) receberá o 24º Encontro Nacional das Empresas Juniores (ENEJ). Com o tema “Nós: Aqui e agora”, o objetivo do evento é unir empresários juniores de diferentes estados e representantes de grandes empresas para trocar experiências, aprender e discutir sobre a atuação do Movimento Empresa Júnior na sociedade.
Realizado pela Brasil Júnior, instância que representa Empresas Juniores brasileiras, e organizado pela Federação das empresas juniores do estado da Bahia (UNIJr-BA), o evento retorna ao Estado pela quarta vez. “O objetivo do ENEJ 2017 é inspirar, capacitar e conectar os estudantes universitários de todo País, além de contribuir diretamente com a educação empreendedora brasileira e tornar os jovens mais conscientes do papel que eles possuem de transformar nosso País em um lugar melhor”, diz Andrei Golfeto, presidente da Brasil Júnior.
Durante os quatro dias de programação, os cerca de 4.000 empresários juniores terão acesso a palestras, workshops e cases, além de participar de rodas de discussão e minicursos com grandes nomes. Entre o rol de palestrantes estão Luiza Trajano, fundadora da rede de lojas de varejo Magazine Luiza, o jornalista Caco Barcellos e Vicente Falconi, especialista em gestão que atuou em empresas como Ambev e Votorantim. Os organizadores estimam que o ENEJ irá movimentar cerca de 280 mil reais para a economia local.
”O ENEJ vai fortalecer o empreendedorismo na Bahia, além de impactar a economia do Estado e contribuir para que os jovens sejam a mudança que o país precisa. Mais que isso, o evento criará um ambiente favorável para o desenvolvimento de talentos e negócios locais, com empresas melhores, educação melhor e mais oportunidade na prestação de serviços pelas empresas juniores”, diz Alanna Marzola, presidente da UNIJr-BA. Os empresários juniores de todo o Brasil que quiserem participar do encontro podem se inscrever no site oficial do ENEJ.
Atualmente, o Movimento Empresa Júnior conta com mais de 490 empresas juniores e cerca de 16 mil empresários juniores em 113 universidades, que colocam em prática os aprendizados da universidade junto a micro e pequenas empresas, sob a supervisão de professores renomados, em mais de 100 áreas. Em 2016, o Movimento Empresa Júnior movimentou cerca de 11 milhões de reais na economia brasileira.
Acontece no ENEJ
A Eureca!, consultoria especializada em conectar a energia jovem com o mundo do trabalho, terá um stand exclusivo no evento para desenvolver os estudantes, e aproximá-los ainda mais das experiências propostas pela empresa. Entre as atividades do stand, o destaque é para o “Papo Reto” – bate-papos mais próximos com os grandes líderes que estarão nos palcos do evento. Por dia, acontecerão três edições do “Papo Reto”, para 12 jovens cada – impactando diretamente mais de 100 jovens ao final dos três dias de evento. Para se inscrever, o jovem deverá participar de mini desafios – que incluem visitas em outros stands – e garantir uma senha, que será trocada no Stand da Eureca pelo ingresso para o bate-papo. (Brasil Junior),(C.Geral).

Blog do BILL NOTICIAS

Pernambuco é primeiro Estado do Brasil a disponibilizar medicamento contra convulsões em crianças com microcefalia


O Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria Estadual de Saúde (SES), iniciará, neste mês de agosto, a distribuição do medicamento Levetiracetam (Keppra), que tem o objetivo de evitar crises convulsivas em crianças com síndrome congênita do zika (SCZ/microcefalia). O Estado é o primeiro do Brasil a disponibilizar o Levetiracetam pelo Sistema Único de Saúde (SUS).
Nesta quinta-feira (3), foi publicada no Diário Oficial do Estado a norma técnica com os critérios de inclusão de pacientes para uso do remédio, o protocolo terapêutico e o fluxo para prescrição pelos profissionais de saúde. A dispensação será feita nas unidades da Farmácia de Pernambuco espalhadas por todas as regiões.
O Estado investiu R$ 273.485 mil na compra de mais de 4,2 mil frascos do medicamento, indicado para pacientes com quadros de saúde mais graves. Importante ressaltar que a incorporação de novas drogas no SUS, além dos requisitos para acesso, é definida pelo Ministério da Saúde (MS).
Para ter acesso ao Keppra, a criança precisa ser atendida em alguma unidade referência do Estado para esse público. Além do laudo médico, serão solicitados o histórico clínico do paciente e exame físico geral, com ênfase nas áreas neurológica e psiquiátrica. O paciente também precisa ter idade superior a 1 mês. Vale destacar que, desde o início das notificações, em 2015, a Secretaria Estadual de Saúde computou 2.357 casos notificados, sendo 420 confirmados. (foto/reprodução),(C.Britto).
Blog do BILL NOTICIAS

Temer corre para neutralizar nova denúncia e aprovar reforma

Depois de se livrar da denúncia, o presidente quer conquistar novos apoios para finalizar a reforma da Previdência ainda em outubro

Michel Temer cobrará fidelidade da base aliada e irá retirar cargos de deputados infiéis
Michel Temer cobrará fidelidade da base aliada e irá retirar cargos de deputados infiéisFoto: Valter Campanato/Agência Brasil

Após vencer a votação da denúncia de corrupção passiva, na Câmara Federal, o presidente Michel Temer passou a se concentrar no seus próximos grandes desafios: aprovar a reforma da Previdência e preparar uma estratégia para neutralizar a nova denúncia que deve ser apresentada pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, ainda em setembro. No entanto, para isso, o peemedebista precisará angariar novos apoios e reorganizar os espaços ocupados pela sua base de sustentação no Congresso.

Na última quinta-feira (3), o presidente reservou sua agenda para agradecer o apoio de parlamentares governistas à sua permanência no cargo e para medir a temperatura na base sobre a possibilidade de votar a reforma previdenciária. A intenção é votá-la em primeiro turno na primeira quinzena de setembro e finalizá-la na Câmara e no Senado até o final de outubro.

Leia também:
Temer sonda base sobre disposição de votar reforma da Previdência
Maia diz que pautará reforma da Previdência no início de setembro
Temer fala em 'botar o país nos trilhos' após vitória na Câmara


No entanto, há resistências entre deputados governistas ao conteúdo da proposta aprovada, em maio, em comissão especial. Nos encontros, o presidente ressaltou a necessidade de reaglutinar a base aliada. Ele recebeu Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), Beto Mansur (PRB-SP), Soraya Santos (PMDB-RJ) e Wladimir Costa (SD-PA), que fez uma tatuagem em homenagem ao peemedebista. Temer também se reuniu com o vice-presidente da Câmara, Fábio Ramalho (PMDB-MG), que defendeu a reforma previdenciária seja votada apenas com a idade mínima.

A defesa feita por Ramalho é compartilhada por parlamentares do DEM, PSD, PR e PRB. Com a denúncia barrada, o presidente pretende, enquanto a Procuradoria-Geral da República (PGR) não apresenta uma nova, reconquistar o apoio do mercado financeiro, reajustar sua base de apoio, acelerar reformas governistas e segurar o apoio do PSDB.

Ele cobrará agora fidelidade dos partidos governistas e pretende retirar cargos de segundo e terceiro escalões de deputados infiéis, entregando-os a parlamentares que votaram contra a denúncia e têm pouco espaço na máquina pública. Para garantir o apoio do PSDB e do PSB, contudo, não fará mudanças na Esplanada dos Ministérios. 

Ele tem dito que a fidelidade dos ministros, que reassumiram mandatos parlamentares para votar contra a denúncia, "será recompensada". Pelos cálculos do Palácio do Planalto, o total de parlamentares governistas caiu de 411 para 370, o que coloca em risco a aprovação de medidas de interesse do governo.

Meirelles
Ainda ontem, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou que a reforma da Previdência deve ser votada na Câmara e no Senado até outubro. Ele disse ainda que a previsão é que a reforma tributária seja votada logo em seguida, entre outubro e novembro. Na sua visão, o resultado da votação da denúncia na Câmara não deve interferir nas votações das reformas, reforçando que a "conscientização" dos congressistas vai viabilizar a questão.

Na ocasião, 263 deputados votaram pelo arquivamento do pedido de autorização para investigar o presidente da República, mas a reforma da Previdência exigiria 308 deputados. "Estamos trabalhando duro na reforma tributária e ela vai ser apresentada ao Congresso proximamente. Se até lá a Previdência não tiver sido votada, a gente pode votar a tributária primeiro", frisou.

Nova Denúncia

Janot, que deve deixar o posto no dia 17 de setembro, definiu a estratégia para apresentar ao Supremo Tribunal Federal uma nova denúncia contra Temer, desta vez sob acusação de obstrução da Justiça. O presidente é investigado no STF em um inquérito derivado da delação da JBS sob suspeita de dois crimes: integrar organização criminosa e dar aval para o frigorífico comprar o silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha e do doleiro Lucio Funaro. Janot pediu para deslocar a investigação sobre organização criminosa do inquérito da JBS para outro, que vem investigando o chamado PMDB da Câmara.(Folhape).



Blog do BILL NOTICIAS