quinta-feira, 30 de março de 2017

Conta de energia elétrica em Pernambuco terá redução de 15,31% em abril

LAT_reajuste-energia

Em abril, os consumidores de energia elétrica terão um desconto na tarifa, por causa da devolução dos valores cobrados a mais no ano passado. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira (28) o processo extraordinário de ajuste nas tarifas de 90 distribuidoras do país. Os percentuais de redução na tarifa que será aplicada em abril variam de 0,95% a 19,47%.
Em Pernambuco, a redução tarifária, desconsiderando os tributos, será de R$ 6,75 a cada 100 kWh consumido no mês de abril, o que equivale a uma redução média de 15,31% para os consumidores residenciais, segundo informou a Companhia Elétrica de Pernambuco (Celpe).
A devolução vai acontecer porque o custo da energia proveniente da termelétrica de Angra 3 foi incluído nas tarifas do ano passado, mas a energia não chegou a ser usada porque a usina não entrou em operação. O valor total a ser devolvido será de R$ 900 milhões.
Anteriormente, a Aneel havia dito que o valor da devolução poderia chegar a R$ 1,8 bilhão, mas o cálculo foi reduzido porque nem todas as distribuidoras haviam cobrado os valores a mais em 2016, já que o montante foi incluído no processo de reajuste de cada concessionária, de acordo com o seu aniversário tarifário.
Como será a devolução

O procedimento de devolução dos recursos terá duas etapas. Na primeira, durante o mês de abril, a tarifa será reduzida para reverter os valores de Angra 3 incluídos desde o processo tarifário anterior e, ao mesmo tempo, deixará de considerar o custo futuro do Encargo de Energia de Reserva (EER) desta usina.

Na segunda etapa, que começa em 1º de maio e permanece até o próximo processo tarifário de cada distribuidora, a tarifa apenas deixará de incluir o EER de Angra 3.
A Aneel também determinou que as distribuidoras incluam um texto padronizado nas faturas de abril e maio de 2017 para informar aos consumidores sobre o processo de ajuste. As concessionárias também devem utilizar outros meios de comunicação para divulgar o movimento tarifário. (Via: Folha PE),(Vinicius).


Blog do BILL NOTICIAS

Sem previsão de acabar, greve do Detran-PE é a mais longa em 10 anos



A greve dos servidores do Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE) alcançou, hoje, um índice histórico: 45 dias de braços cruzados, tempo recorde de paralisação nos últimos 10 anos. Enquanto órgão e servidores não se entendem, a população segue prejudicada sem ter acesso a serviços básicos.
Monique Karine, estudante de 24 anos, não consegue renovar sua Carteira Nacional de Habilitação (CNH). “Eu já fiz a prova da categoria B antes da greve e passei. Falta a do tipo A, mas não consigo marcar prova nem pedir cancelamento porque tá parado. Eu não tenho culpa. Vou ter que pagar tudo de novo?”, desabafou.
A moça ainda relata que precisa da habilitação por causa do emprego: “Eles pedem que eu tenha carteira, mas como que vou conseguir se tá tudo parado?”.
Desempregado há 10 meses, Daniel Bernardo da Silva, de 31 anos, conta que não pôde aceitar três propostas de emprego por, justamente, não estar com a carteira de habilitação em dia. “Eu fiz tudo direitinho para renovar ela (a carteira), só que o dia que a prova foi marcada, coincidiu com a greve. Não consigo ir para as entrevistas de emprego por não ter o documento atualizado”, queixou-se.
De 2007 a 2017, houve sete paralisações oficiais, com suspensão de serviços. Mas nenhuma até então havia alcançado uma duração tão longa quanto a deste ano.
Os servidores do órgão pedem que seja cumprido o que o governo do Estado prometeu em 2016, como a contratação de um plano de saúde. Hoje existe um, mas contratado de forma emergencial, sem licitação que o ampare, pagamento de insalubridade para os funcionários que trabalham com vistoria de veículos e, por fim, recebimento da gratificação para os servidores de todas as agências no Estado, não somente aos que estão em unidades localizadas nos shoppings centers. O JC procurou o Detran-PE, mas, até o fechamento desta reportagem, o órgão não respondeu às solicitações.
Desde que foi deflagrada, em 13 de fevereiro, a greve foi considerada ilegal pelo desembargador Eduardo Paurá. Como o movimento prosseguiu, a Justiça ordenou que o bloqueio de R$ 180 mil das contas ligadas ao Sindetran-PE. O sindicato recorreu da decisão, e o desembargador aguarda a réplica do órgão. (Via: JC) (Vinicius).

Bloh do BILL NOTICIAS

Assalto na BR 428 proximo a Cabrobó quase termina em tragédia

????????????????????????????????????

????????????????????????????????????

Resultado  dos constantes assaltos nas estradas do sertão de pernambuco

Madrugada de medo e terror na altura do Km 13 da BR 428 próximo a entrada de Cabrobó no sertão do estado de Pernambuco, tudo isso aconteceu por voltas de 1:30 da madrugada desta quarta-feira (29), quando os ocupantes de um caminhão, Ford cargo de placa: PEH 8758 de Petrolina(PE), que retornava da cidade de Belém do São Francisco, foi interceptado por assaltantes e obrigados a adentrarem na caatinga. De acordo com informações de uma das vitimas, eles passaram quase duas horas sob a mira de armas de fogo e ouvindo ameaças a todo o momento. Quando retornaram para a BR foram obrigados pelos assaltantes a estacionarem o caminhão no meio da pista para forçarem a parada de outro caminhão que também trafegava pela BR, sendo que o motorista do outro caminhão assustado ao perceber que se tratava de um assalto, atingiu de forma violenta o caminhão Ford Cargo que estava parado.
Com o choque dos dois caminhões, os assaltantes fugiram e os ocupantes do Ford Cargo bastante feridos foram socorridos para o hospital de Cabrobó, dois deles com ferimentos mais leves foram encaminhados para exames na cidade de Salgueiro, sendo que já retornaram e se encontram no hospital de Cabrobó. Já o motorista com suspeita de fraturas pelo corpo, aguarda a liberação da senha para ser encaminhado para o hospital do Traumas em Petrolina. Além do susto por conta do assalto e da indignação devido à insegurança, vitimas e familiares ficaram revoltados com a demora para a liberação da senha. Atendendo pedido de familiares não estamos divulgando os nomes das vitimas, os mesmos espera que providencias por parte do governador Paulo Câmara, sejam adotadas no que diz respeito à segurança e mais agilidade na liberação das senhas para hospital de Petrolina.(Blog do Didi Galvão)/(Vinicius).

Blog do BILL NOTICIAS