domingo, 5 de março de 2017

Celulares 'baratinhos' ganham toques de luxo para atrair consumo



Ao contrário dos últimos anos, não foram os potenciais concorrentes do iPhone que brilharam no Mobile World Congress, maior congresso de celulares do mundo, que aconteceu na última semana em Barcelona, na Espanha. As verdadeiras estrelas foram celulares um pouco mais baratos, mas que emprestaram alguns recursossofisticados de smartphones “premium”. Seja aposentando o acabamento em plástico, melhorando a qualidade da câmera ou apostando no leitor de impressão digital, os fabricantes estão transformando os medianos para alavancar as vendas da categoria nos próximos meses. Um dos principais símbolos dessa nova onda é o novo Moto G, um dos smartphones mais populares no Brasil desde que a primeira versão foi lançada, em 2013. Neste ano, a chinesa Lenovo lançou em Barcelona dois novos modelos do aparelho com acabamento em metal, que antes estava restrito à linha Moto Z, a mais avançada - e cara - da marca. O novo design fez o smartphone se parecer menos com um intermediário, uma estratégia para conquistar os consumidores que querem ostentar, mas não podem gastar muito. “Chegou o momento de mudar o design da linha”, disse Renato Arradi, gerente de produtos da linha Moto. Pela primeira vez, um Moto G chegará ao mercado com leitor de impressões digitais, um recurso que estava restrito à versão Plus do aparelho. E o componente está mais avançado. Se antes ele só servia para desbloquear a tela mais rápido ou para autorizar um pagamento com mais segurança, agora ele passou a funcionar como um touchpad - superfície sensível ao toque dos notebooks. Ele virou uma alternativa aos botões virtuais do sistema operacional Android e sua função muda dependendo do toque: para a esquerda, ele volta; para a direita, exibe os aplicativos abertos naquele momento; dois toques bloqueiam a tela. A Lenovo não é a única a investir no design e no leitor de impressões digitais para dar ar mais sofisticado aos aparelhos. A Alcatel, que ainda está engatinhando no mercado, apresentou seu A5 LED durante o MWC: ele é o primeiro da marca a adotar o conceito de módulos, que chegou às prateleiras no ano passado em smartphones premium da LG e da Lenovo. Um deles é uma capa de lâmpadas LED, que se acendem conforme a configuração do usuário. Não chega a ser uma inovação, mas a possibilidade de customizar o aparelho pode agradar os mais jovens. A empresa também apostou no sensor de impressão digital. Para o presidente da Alcatel no Brasil, Fernando Pezzotti, a ferramenta está perto de se popularizar no País. “É um recurso que dá mais segurança e agilidade para o usuário”, diz Pezzotti. “Os brasileiros se interessam, especialmente porque já conhecem a tecnologia, que foi adotada primeiro pelos bancos.” O smartphone, que deve chegar ao Brasil nos próximos meses, terá preço na faixa de R$ 1 mil. A Sony, por outro lado, decidiu investir num dos recursos preferidos dos usuários: a câmera. A empresa lançou o XA1 e o XA1 Ultra, que trazem câmera com sensor de 23 megapixels, um dos motes do luxuoso Z5, lançado em 2015 no Brasil com preço a partir de R$ 4,3 mil. “Estamos trazendo o que era premium para a faixa intermediária, pois queremos que o consumidor fique contente por um longo tempo, não só na hora da compra”, diz o gerente de negócios da Sony Mobile no Brasil, Renato Cechetti. Recuperação Tornar os intermediários aparelhos mais atrativos faz parte da estratégia das fabricantes para alavancar o mercado de smartphones, que está desacelerando desde 2015. Há várias razões por trás disso, que passam pela ausência de grandes inovações das fabricantes. Neste ano, por exemplo, a Samsung não apresentou o Galaxy S8, nova versão de seu carro-chefe no MWC, como em anos anteriores, devido à crise causada pelo recall e posterior cancelamento do Galaxy Note 7. O aparelho será anunciado em março. A sul-coreana LG fez uma espécie de mea-culpa em seu principal evento em Barcelona. A empresa, que lançou seu primeiro smartphone modular em 2016, abandonou o formato um ano depois, devido às fracas vendas. “Estamos tentando aprender com o consumidor, que está mais inteligente”, disse o presidente da divisão móvel da LG, Juno Chuo. “A corrida por especificações está quase no fim.” Outro motivo é o amadurecimento do mercado, em especial nos países desenvolvidos. Nos Estados Unidos, por exemplo, 77% das pessoas já têm um smartphone, de acordo com dados da Pew Research Center divulgados em janeiro deste ano - em 2011, o alcance da tecnologia era de 35%. Isso tem feito os fabricantes olharem mais para as necessidades de países onde os smartphones têm mais espaço para crescer, como o Brasil. “Desde 2015, os intermediários são os que estão ganhando mais espaço no Brasil”, diz o analista da consultoria IDC Brasil, Leonardo Munin. Segundo ele, os smartphones com preço entre R$ 700 e R$ 2 mil representaram 63% das vendas no País em 2016 - no ano anterior, eles eram 50% do total. “Só a faixa de aparelhos entre R$ 1 mil e R$ 2 mil passou de uma fatia de 8% em 2015 para 19% em 2016”, diz Munin. Com o acréscimo de características mais sofisticadas, os fabricantes esperam que os consumidores troquem mais rápido de smartphone. Segundo uma pesquisa de intenção de compra feita pela IDC Brasil com 1,2 mil pessoas, 12% estão dispostos a pagar R$ 1,5 mil em um smartphone em 2017, embora só 4% tenham comprado um aparelho nessa faixa. “Algumas pessoas não podem pagar mais caro em um smartphone e sempre trocam na mesma faixa de valor”, explica Annette, da Gartner. “Com o passar dos anos, porém, os consumidores passaram a poder ter um aparelho melhor pelo mesmo preço.”

Fonte: http://www.em.com.br/app/noticia/economia/2017/03/05/internas_economia,851799/celulares-baratinhos-ganham-toques-de-luxo-para-atrair-consumo.shtml

Blog do BILL NOTICIAS

TSE intima PSDB a explicar doações de empreiteira a Aécio em 2014

Ex-presidente da Andrade Gutierrez, que disse ter feito doações não declaradas à campanha presidencial de Aécio Neves

Tribunal Superior Eleitoral
Tribunal Superior EleitoralFoto: Wikipedia

O ministro Napoleão Maia, do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), determinou que o PSDB se manifeste sobre o depoimento do executivo Otávio Marques de Azevedo, ex-presidente da construtora Andrade Gutierrez, que disse ter feito doações não declaradas à campanha presidencial de Aécio Neves, em 2014. As informações são da Agência Brasil.

O magistrado atendeu a uma petição feita pelo PT em dezembro, dentro do processo que julga as prestações de contas da campanha de Aécio Neves. A intimação do ministro do TSE foi feita depois de Azevedo, que é também um dos delatores na Operação Lava Jato, ter prestado depoimento dentro da ação que julga irregularidades da chapa Dilma-Temer, que é relatada pelo ministro Herman Benjamin.

Azevedo deu dois depoimentos perante Benjamin, um em setembro e outro em novembro do ano passado. Na segunda oitiva, o executivo afirmou que as doações eleitorais feitas pela Andrade Gutierrez tanto à chapa Dilma-Temer como à de Aécio Neves não estavam vinculadas a qualquer contrapartida, nem ao pagamento de propina.

No entanto, Azevedo retificou o que havia dito anteriormente, afirmando que o valor total das doações da empresa à campanha de Aécio Neves foi de R$ 19 milhões, maior do que os R$ 12,6 milhões que constam no sistema do TSE, o que motivou a petição do PT e a ordem de esclarecimentos feita agora no processo que julga as contas do então candidato tucano.

Em seu depoimento no TSE, o executivo afirmou ainda que o valor total de doações ao PSDB em 2014 somou R$ 33,2 milhões. No despacho datado de sexta-feira (24), Napoleão Maia deu prazo de três dias, contados a partir da notificação, para o PSDB explicar as declarações de Azevedo.

A investigação de possíveis irregularidades nas contas da campanha de Aécio Neves foi determinada em agosto do ano passado pela ministra Maria Theresa de Assis Moura, então corregedora do TSE, após o PT denunciar aparentes inconsistências nas contas do candidato do PSDB à Presidência da República.

Defesa

À época, o PSDB disse que as alegações do PT eram "desprovidas de qualquer verdade" e que as denúncias tinham "nítido propósito político".

Em nota divulgada na última quinta-feira (2), o PSDB negou que haja contradição no depoimento de Azevedo. Segundo o partido, a Andrade Gutierrez doou R$ 19 milhões a seu diretório nacional, dos quais R$ 12,7 milhões foram destinados à campanha de Aécio, e o restante direcionado a outros candidatos tucanos.

Junto com o texto, o partido anexou cinco recibos de doações da Andrade Gutierrez ao diretório nacional, totalizando R$ 19 milhões. Até o momento, no entanto, o partido não se manifestou a respeito dos R$ 33,2 milhões, que seria o valor total doado ao PSDB, segundo o depoimento de Azevedo na Justiça Eleitoral.

O PSDB informou ainda que pedirá a condenação do PT por "litigância de má-fé", por "fazer uso de processo para fins exclusivamente políticos". (Folhape).

Blog do BILL NOTICIAS

Suposto doleiro de Sérgio Cabral é preso no Uruguai

Também foi preso um sócio do suspeito, Cláudio Fernando Barbosa

Ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral
Ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio CabralFoto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
O empresário Vinicius Claret Vieira Barreto, apontado como doleiro do ex-governador do Rio Sérgio Cabral (PMDB), foi preso no início da noite desta sexta-feira (3) no Uruguai, a pedido da força-tarefa da Operação Lava Jato no Rio. Também foi preso um sócio do suspeito, Cláudio Fernando Barbosa.

Barreto foi citado pelos doleiros Renato e Marcelo Chebar como o principal responsável, a partir de 2007, por gerir boa parte da fortuna supostamente obtida por Cabral por meio de propina. A ordem de prisão foi expedida pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal no Rio e executada por meio de cooperação internacional.

Investigadores apontam que Barreto pode ser o caminho para uma parte maior ainda não descoberta do dinheiro escondido pelo ex-governador. Em nome dos irmãos Chebar estava, segundo a delação premiada dos doleiros, US$ 100 milhões em contas no exterior. Coordenador da Lava Jato no Rio, o procurador Leonardo Freitas, definiu o patrimônio de Cabral como "um oceano ainda não completamente mapeado".

O empresário é citado como uma válvula de escape após Cabral aumentar de forma expressiva o volume de propina a ser enviada ao exterior pelos irmãos Chebar após assumir o governo estadual.

Em depoimento, eles declararam que acionaram um doleiro conhecido como "Juca Bala". Os irmãos sequer sabiam o nome completo dele -apenas o conheciam também como Vinicius. O contato com ele sempre era feito por meio do MSN Messenger, sempre com diferentes nomes de usuários. O rosto dele foi reconhecido pelos delatores para confirmar a prisão.

Reportagem publicada pelo site "Sudestada", do Uruguai, há duas semanas, mostrou que vínculos entre Barreto e outro acusado de lavagem de dinheiro na Operação Lava Jato. Ele e o advogado Oscar Algorta fazem parte da direção de uma offshore panamenha chamada Sabra Holdings Corp.

Algorta foi denunciado por lavagem de dinheiro por ter ocultado a compra de um imóvel pelo ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró.

Segundo a reportagem apurou, Barreto é brasileiro, mas tem cidadania uruguaia. Em Montevidéu, onde vive, mantém uma empresa especializada na confecção de pranchas de stand up paddle. Ele já disputou campeonatos da modalidade no Uruguai e no Brasil. (Folhape).

Blog do BILL NOTICIAS

Ministério Público Federal da Paraíba recomenda que Ministério da Integração garanta segurança em obras da transposição

VAZAMENTO

Ministério Público Federal da Paraíba recomenda que Ministério da Integração garanta segurança em obras da transposição
Foto: Ilustração
O Ministério Público Federal (MPF) em Monteiro (PB) recomendou que a Secretaria de Infraestrutura Hídrica do Ministério da Integração Nacional fiscalize vazamento no reservatório Barreiro, em Sertânia (PE), ocorrido na última sexta-feira (03). A Secretaria deve elaborar laudo pericial que assegure que o vazamento não compromete a estrutura do manancial e garanta que a vazão da água que passa pelo canal da transposição não afetará as intervenções de recuperação e adequação das barragens de Poções e Camalaú, ambas na Paraíba, ainda não implementadas.

O MPF estabeleceu prazo de cinco dias para que a Secretaria se manifeste acerca do acatamento da medida recomendada, sob pena de adoção das providências judiciais cabíveis.

Cópias da recomendação serão enviadas para o Ministério Público Estadual, Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa), Cagepa, Dnocs, Prefeitura de Monteiro (PB), Agência Nacional das Águas (Ana), 4ª Câmara de Coordenação e Revisão do Ministério Público Federal, em Brasília, e à empresa PB Construções, responsável pela obra do “rasgo” em Poções.

Entenda o caso

Na última sexta-feira, um vazamento foi registrado no reservatório Barreiro, na cidade de Sertânia, Sertão de Pernambuco. A obra faz parte do Eixo Leste da Integração do Rio São Francisco e havia sido inaugurada há menos de uma semana. Por causa do rompimento do concreto, cerca de 60 famílias foram retiradas de casa. A água também atingiu a plantação e arrastou animais. 
(Fonte: MPF/PB).


Blog do BILL NOTICIAS

Em 12 horas choveu o previsto para dez dias

METEOROLOGIA


Prefeitura divulga balanço das precipitações ocorridas no último sábado na Região Metropolitana do Recife
Resultado de imagem para CHUVA EM 04/03/2017 NO RECIFE
Um grupo de jovens estava se oferecendo para empurrar os veículos que estancavam na Av. Marechal Mascarenhas de Morais. Foto: Wagner Oliveira/DP

A Prefeitura do Recife informa que, segundo informações da Agência Pernambucana de Águas e Clima (APAC), ocorreu uma precipitação de 80 mm de chuvas no Recife, entre a meia noite e e as 12h do sábado (4). Esse volume representa o previsto para 10 dias de chuvas, de acordo com o histórico do mês de março. O maior volume aconteceu entre as 4 e as 8h da manhã, coincidindo com o período de maré alta, que chegou ao pico de 2 metros às 8h.

Desde o início das chuvas, a Prefeitura do Recife monitora a cidade. Ao todo, um efetivo de 300 profissionais de diversas secretarias e órgãos, especialmente Defesa Civil, Autarquia de Manutenção e Limpeza Urbana (Emlurb) e Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU), estão nas ruas atendendo a população e minimizando os efeitos da chuva. Foram registradas 11 ocorrências de queda de árvores na cidade, todas resolvidas até as 17h30. 

DEFESA CIVIL - A Defesa Civil do Recife monitorou todos os pontos críticos da cidade e informa que, até o momento, foram recebidos 104 chamados com pedidos para colocação de lonas.  Não foi registrado nenhum deslizamento de barreira. Reforçando o trabalho preventivo, logo após o aviso da APAC, a Defesa Civil renovou o alerta através de SMS para mais de 17 mil pessoas cadastradas em áreas de morro e locais sujeitos a alagamentos orientando os moradores deixarem suas residências e procurarem abrigo em local seguro. Em casos de necessidade, a população pode acionar a Defesa Civil através do telefone 0800 081 3400.

EMLURB - A Autarquia de Manutenção e Limpeza Urbana do Recife (Emlurb) informa que está trabalhando para diminuir os pontos de alagamento causados pelas chuvas. As equipes do órgão realizaram intervenções com quatro caminhões jatos para a sucção da água nos principais pontos de alagamento da cidade, especialmente nas partes mais baixas.

A situação de algumas das principais vias da cidade começou a ser normalizada ainda pela manhã, a exemplo da avenida Governador Agamenon Magalhães e avenida Conde da Boa Vista. No momento, quase todas as principais vias da cidade não registram mais pontos de alagamento,.

ÁRVORES - Foram registradas onze ocorrências com árvores, todas solucionadas até às 17h30. As ocorrências foeram  nos seguintes endereços: Rua Santo Elias, Espinheiro; Rua José Bezerra Cavalcante, Mustardinha; Rua Dragão do Mar, Pina; Rua Fernando Simões Barbosa, Boa Viagem; Rua José dos Santos, Engenho do Meio; Avenida Abdias de Carvalho, San Martin; Rua Natal, Cordeiro; Praça do Caminhoneiro, Encruzilhada, Rua Potengi, Ipsep; Rua Jean Emile Favre, Ipsep, e  Rua Januário Barbosa, Madalena. Todas as ocorrências foram concluídas até as 17h30. Qualquer solicitação pode ser realizada pela Central 156.

Ao todo, cerca de 150 homens trabalharam na remoção das árvores e na drenagem e sucção dos pontos de alagamento. Qualquer solicitação pode ser realizada pela Central 156.

TRÂNSITO - A Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU) atua para minimizar os danos causados pelas chuvas que caem neste sábado (4). Equipes formadas por cerca de 40 agentes e 60 orientadores de trânsito, trabalharam em áreas que foram afetadas por queda de árvores ou alagamentos. Além disso, 4 equipes técnicas trabalham com o intuito de realizar os ajustes necessários na rede semafórica da cidade. A Central de Operações de Trânsito (COT) da CTTU, que funciona 24 horas por dia, também realiza o trabalho de monitoramento das vias, identificando os pontos mais críticos, através de 118 câmeras. 

Três guinchos estão de prontidão em pontos estratégicos da cidade para facilitar a desobstrução das vias e podem ser acionados em casos de acidentes ou outros transtornos. Das 6h até as 18h, 6 acidentes foram registrados, nenhum deles com vítima. No mesmo período, 48 semáforos apresentaram problemas, dos quais 24 já estão normalizados e outros 24 estão em atendimento ou com equipes técnicas em deslocamento para normalizar o sistema. No total, Recife conta com 641 semáforos, sendo 451 com nobreaks, que permitem o funcionamento de cerca de 4h ao equipamento em caso de falta de energia. (DP).



Blog do BILL NOTICIAS

Corpo de motorista de Uber assassinado será sepultado neste domingo

CRIME

Velório acontece no Memorial Guararapes, às 17h. Família segue sem acreditar no que aconteceu.

Renata Paudarco, irmã do rapaz assassinado, lembrou do seus últimos momentos no IML na manhã desse domingo. Foto: Nando Chiapetta/DP
Renata Paudarco, irmã do rapaz assassinado, lembrou do seus últimos momentos no IML
 na manhã desse domingo. Foto: Nando Chiapetta/DP

Rodrigo Paudarco havia acabado de iniciar uma graduação em logística. Sempre alegre, ele trabalhava como Uber desde dezembro, depois de perde o emprego em uma empresa de seguros, na qual trabalhou por três meses. Estava cheio de planos e entusiasmado com o novo emprego e os planos futuros. Saía sempre cedo de casa para rodar com o carro, um Ágile de propriedade do pai. Na manhã do sábado (4), jogou bola com os amigos, retornou para casa, na Zona Oeste do Recife, e por volta das 13h saiu mais uma vez para procurar passageiros pela cidade. Encontrou-se com o fim da própria vida.

Considerado a alegria dos amigos, Rodrigo gostava de aproveitar a vida e dizia, quando questionado pela mãe, que “o limite é o céu”. A família ainda não acredita no que aconteceu. Mãe e pai só conseguiram dormir a última noite sob efeito de remédios. “Quando o filho nasce, a mãe está perto. Quando adoece também. Quando acontece uma coisa dessas, não pode estar perto”, comentou a mãe de Rodrigo aos parentes mais próximos. Ela ainda chegou a procurar roupas com o cheiro do filho pela casa, mas todas estavam lavadas.

O corpo do motorista de Uber, assassinado com vários disparos de arma de fogo, no bairro da Mangueira, só foi liberado neste domingo do Instituto de Medicina Legal (IML). Sentada em um dos bancos do IML, a irmã Renata Paudarco Baía, 29 anos, alterava momentos de sorriso ao lembrar do irmão com lágrimas, ao contar detalhes da rotina.

“É difícil para a gente entender essa fatalidade que aconteceu. Estamos nos agarrando na família, nos amigos, em Deus, para acalentar o coração”, explicou. Renata vestia uma blusa preta e um boné da mesma cor, todos do irmão. Usar boné para tampar uma suposta calvice era uma das marcas registradas do motorista de Uber e até motivo de brincadeira entre os amigos.

A última vez que os irmãos se falaram foi na sexta-feira, durante uma passagem rápida de Renata pela casa dos pais. Trocaram basicamente um bom dia. Na tarde deste sábado, quando Renata retornou à residência dos pais, já estavam lá muitos amigos. Alguns deles, motoristas de Uber que receberam a notícia através de um grupo de Whatsapp.

“Rodrigo sempre foi tranquilo, muito de bem com a vida. Vivia cada dia como se fosse o último. Tinha amigos em todo lugar, sem fazer diferença entre cor e classe social. Ele estava entusiasmado com o trabalho. Sempre gostou de sair, se divertir e o Uber proporcionava essa flexibilidade de horário”, contou Renata. Rodrigo faria 33 anos no próximo dia 6 de abril. Na próxima semana, a família teria uma série de comemorações, da formatura de Renata em pedagogia. Agora, ninguém sabe como será o amanhã.

A família fez um apelo pelo fim da violência. "Segurança é um direito de todos, assim como saúde e educação. Mas hoje você sai para trabalhar e não sabe se volta. Estamos todos, eu e você, sujeitos a isso", reclamou Renata. O corpo do motorista de Uber será velado e sepultado na tarde deste domingo (5), no Memorial Guararapes, em Jaboatão dos Guararapes, às 17h. Todas as camisas e bonés de Rodrigo serão levados, em homenagem, pelos amigos e parentes. (DP).



Blog do BILL NOTICIAS


Estudantes arrecadam doações para os desabrigados de Paraisópolis

Não há informações sobre vítimas. O Corpo de Bombeiros realiza agora a operação rescaldo para conter novos focos de incêndio.

Um grupo de estudantes fez hoje (4) a arrecadação de doações para os desabrigados do incêndio do último dia 1º na Favela de Paraisópolis, zona sul da capital paulista. As doações foram recolhidas no vão livre do Museu de Arte Moderna (Masp), na Avenida Paulista.
Entre as doações estavam chuveiros, roupas, alimentos não perecíveis e colchões. Milena Nascimento da Silva tem 18 anos, é estudante de ciências sociais na Universidade de São Paulo (USP) e foi uma das organizadoras. Moradora da Favela Alba, ela conta que já vivenciou o drama dos incêndios em comunidades.
“Eu nasci na favela, eu sei o que é. Incêndio sempre acontece, principalmente [em favelas] próximo a bairros nobres, Paraisópolis é perto do Morumbi, super valorizado. A gente não pode largar as nossas origens, a gente tem que estar com eles”, disse Milena.

Isabela Albuquerque Lemos, artista plástica, soube da arrecadação pelo facebook. “A gente tem o suficiente para a gente e, às vezes, até para doar. Em vez de jogar fora, por que não dar a outras pessoas que possam reaproveitar isso? Você vê uma família que perdeu tudo, é de doer o coração”, afirmou.A campanha de doações foi impulsionada pelas redes sociais e contou com a participação de estudantes secundaristas e moradores da Avenida Paulista. Jarbas Oliveiras Bispo, professor e advogado, fez questão de doar três sacolas de roupas. “Eu sou ser humano, sou solidário com a dor do outro. Senão, como fica? Se a gente vê os outros e não se solidariza, não precisa mais ser humano”, disse.

O incêndio em Paraisópolis destruiu pelo menos 50 casas. Segundo a Secretaria Municipal de Direitos Humanos, 334 desabrigados foram alojados em casas de parentes e amigos. Apenas 20 pessoas solicitaram abrigo em locais disponibilizados pela prefeitura.
De acordo com a prefeitura, as famílias atingidas pelo incêndio receberam kits de higiene, colchões e cestas básicas como atendimento emergencial. A administração municipal vai também checar os cadastros para identificar quem tem direito a benefícios como o auxílio-aluguel.
Atualmente, cerca de 100 mil famílias vivem em Paraisópolis, considerada a segunda maior comunidade de São Paulo, atrás de Heliópolis. (EBC).


Blog do BILL NOTICIAS

Saques do FGTS inativo começam nesta semana

O primeiro lote compreende 16% do total de pessoas com direito a fazer a retirada. Ao todo, o saldo das contas inativas é de R$ 43,6 bilhões

Saques do FGTS inativo começam nesta semana
Filhos, cônjuges e dependentes de trabalhadores que já morreram também poderão sacar os recursos em contas inativas do FGTS. (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

Na próxima sexta-feira (10), mais de 4,8 milhões de trabalhadores que têm contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e se enquadram nas regras definidas pelo governo poderão sacar o valor depositados nessas contas. Segundo a Caixa Econômica Federal, mais de 30,2 milhões de trabalhadores têm direito ao saque do saldo das contas inativas do FGTS.
De acordo com o cronograma definido pelo banco, os trabalhadores com contas inativas do FGTS e que fazem aniversário nos meses de janeiro e fevereiro poderão efetuar o saque entre os dias 10 de março e 7 de abril. Esse primeiro lote compreenderá 16% do total de pessoas com direito a fazer a retirada. Ao todo, o saldo das contas inativas é de R$ 43,6 bilhões.
O trabalhador que perder o prazo só poderá sacar o valor das contas inativas quando se aposentar, comprar moradia própria ou se enquadrar nas outras possibilidades de saque previstas nas regras do fundo, entre elas, ser morador de região afetada por catástrofe natural.
Podem sacar o saldo das contas inativas do FGTS os trabalhadores com carteira assinada que, em um ou mais contratos de trabalho, pediram demissão ou foram demitidos por justa causa com o contrato finalizado até 31 de dezembro de 2015.
Conforme o calendário de saque definido pela Caixa Econômica Federal, o mês de abril terá o maior volume de pagamentos, com a possibilidade de saque para os trabalhadores que fazem aniversário nos meses de março, abril e maio. Ao todo, 26% dos trabalhadores terão o direito de retirar o montante entre os dias 10 de abril e 11 de maio.
Entre 12 de maio e 14 de junho, os cotistas que fazem aniversário nos meses de junho, julho e agosto poderão sacar o valor das contas inativas. Segundo a Caixa, o período compreende 25% das pessoas com direito aos benefícios.
Esse é o mesmo percentual dos que poderão efetuar o saque das contas inativas entre os dias 16 de junho e 13 de julho, período destinado para os trabalhadores que fazem aniversário em setembro, outubro e novembro.

De 14 a 31 de julho, poderão fazer o saque os trabalhadores aniversariantes no mês de dezembro, que representam 8% do total.
Trabalhadores que morreram
Filhos, cônjuges e dependentes de trabalhadores que já morreram também poderão sacar os recursos em contas inativas do FGTS. As regras para essas pessoas não mudaram. Para ter acesso aos valores, no entanto, é necessária a apresentação da carteira de trabalho do titular da conta, além da identidade do sacador.
De acordo com as regras do FGTS, caso a família não tenha um inventário deixado pelo ente falecido indicando a divisão de bens, é preciso ir até o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e solicitar a emissão de uma declaração de dependência econômica e da inexistência de dependentes preferenciais.
Também é necessário apresentar a identidade e o CPF dos filhos do trabalhador que forem menores de idade. Nesse caso, os recursos serão partilhados e depositados na caderneta de poupança desses dependentes, que só poderão acessá-la após completarem 18 anos. (Agencia Brasil).

Blog do BILL NOTICIAS

Romero Jucá vai assumir liderança do governo no Senado

Edição: Graça Adjuto

O senador Romero Jucá (PMDB-RR) vai assumir a liderança do governo no Senado, em substituição a Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP), nomeado pelo presidente Michel Temer para o Ministério das Relações Exteriores. Atualmente, Jucá exerce a liderança do governo no Congresso, além da presidência nacional do PMDB.
As conversas para que o senador assuma a liderança do governo no Senado foram intensificadas ontem (3) à noite, em jantar de Temer com líderes no Congresso. No entanto, de acordo com assessores de Jucá, o acerto final para a ocupação do novo cargo foi fechado hoje entre o presidente e o senador.
Considerado um dos maiores articuladores políticos do Congresso, Romero Jucá já exerceu a liderança do governo no Senado nos governos dos ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso, Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff. No início do governo Temer, Jucá ocupou o Ministério do Planejamento.
O novo líder do governo terá, entre outras missões, que trabalhar junto à base aliada e à oposição para a aprovação das reformas da Previdência e trabalhista, que se encontram em tramitação na Câmara. O governo trabalha para que a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287, que modifica o sistema previdenciário, seja aprovada em dois turnos pela Câmara e pelo Senado ainda no primeiro semestre deste ano.
Com a ida de Jucá para a liderança do governo no Senado, o cargo de líder do governo no Congresso fica vago e para ele poderá ser nomeado o deputado André Moura (PSC-SE). O cargo de líder do governo na Câmara, ocupado por Moura, ficará com o deputado Agnaldo Ribeiro (PP-PB). (EBC).


Blog do BILL NOTICIAS