segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Lucas Ramos e Fernando Filho não se encontram em evento da UVP em Petrolina para discutirem privatização da Chesf


Adversários declarados até mesmo enquanto estavam no mesmo partido, o deputado estadual Lucas Ramos (PSB) e o ministro de Minas e Energia Fernando Filho (sem partido) não se encontraram durante o Congresso de Legislativos Municipais, realizado no último final de semana em Petrolina pela União de Vereadores de Pernambuco (UV). O primeiro é contra a privatização da Eletrobras e da Chesf; o segundo, como integrante do Governo Temer, é a favor.
Mas no evento da UVP, Lucas palestrou no sábado (28) e Fernando Filho no encerramento, ontem (29). Enquanto este último se disse pronto para o debate, justificando que aqueles contrários à privatização pregam apenas uma bandeira partidária, Lucas pensa diferente.
Percebemos a preocupação dos vereadores em relação à proposta defendida de forma intolerante pelo (des)governo Temer, que insiste em promover a desestatização e vender o São Francisco”, afirmou o socialista. “A posição dos representes do povo, aqueles que estão na ponta e recebem diretamente as demandas da sociedade, além de serem o elo entre população e poder público, é a mesma nossa: também dizem não à privatização“, cravou.
Lucas relembrou que não é a primeira vez que o governo federal tenta se desfazer da Companhia. “A Chesf não será privatizada. Já tentaram algumas vezes, especialmente durante a crise hídrica dos anos 2001 e 2002, mas Pernambuco reagiu junto com todo o Nordeste para barrar essa iniciativa“, comentou. “Estamos buscando o mesmo caminho, promovendo o debate e o diálogo com transparência nas ações e levando informação para sociedade, buscando garantir aos brasileiros que essa medida não aconteça“, resumiu. (Foto/divulgação), (C.Britto).

Blog do BILL NOTICIAS


Nenhum comentário:

Postar um comentário