terça-feira, 8 de outubro de 2019

WhatsApp admite: houve envio massivo ilegal de mensagens nas eleições em benefício de Bolsonaro

(Foto: Reuters)

O WhatsApp admitiu pela primeira vez que a eleição brasileira de 2018 teve uso de envios massivos de mensagens, com sistemas automatizados contratados de empresas. Campanha de Jair Bolsonaro beneficiou-se com o disparo de fake news contra o então candidato Fernando Haddad (PT). 
“Na eleição brasileira do ano passado houve a atuação de empresas fornecedoras de envios massivos de mensagens, que violaram nossos termos de uso para atingir um grande número de pessoas”, afirmou Ben Supple, gerente de políticas públicas e eleições globais do WhatsApp, em palestra no Festival Gabo, como informa reportagem do jornal Folha de S.Paulo. 
O TSE veda o uso de ferramentas de automatização, como os softwares de disparo em massa.
CPI das fake news
O avanço da CPI da Fake News, que tramita no Senado,  tem preocupado o governo Bolsonaro, já que as convocações seguem na direção de marqueteiros e empresários suspeitos de financiar ataques virtuais que alteraram o resultado das urnas. 
E as convocações estão cada vez mais próximas do Planalto. Rebecca Félix da Silva Ribeiro Alves, que hoje é assessora do Palácio do Planalto, foi convocada para depor. Ela trabalhou durante a campanha na casa do empresário Paulo Marinho, apoiador de Bolsonaro, que admitiu em entrevista que atuou para o disparo de informações falsas. Leia a íntegra da reportagem aqui. 


Blog do BILL NOTICIAS

Bolsonaro prepara saída do PSL ao dizer que Bivar está queimado



Jair Bolsonaro deu nesta terça-feira, 8, mais uma demonstração de que prepara o seu desembarque do PSL, partido que o elegeu para o Palácio do Planalto. 
No momento em que as investigações da Polícia Federal sobre o uso de candidaturas laranjas de mulheres pelo PSL em Minas Gerais trazem novos elementos que podem implicá-lo, Bolsonaro pede a um apoiador para que ele "esqueça" a legenda. 
Em diálogo na entrada do Palácio do Planalto, Bolsonaro disse que o presidente nacional do PSL, Luciano Bivar (PE), está "queimado para caramba". Além do ministro do Turismo, Marcelo Alvaro Antonio,  Luciano Bivar também é investigado pela Procuradoria Regional Eleitoral, em Pernambuco, por suspeitas de caixa dois em sua campanha a deputado federal.
"Esquece o PSL. Tá ok? Esquece", disse ele ao apoiador. Apesar do comentário, o apoiador insiste e grava um vídeo ao lado de Bolsonaro, citando Luciano Bivar.  "Cara, não divulga isso, não. O cara está queimado pra caramba lá. Vai queimar o meu filme. Esquece esse cara, esquece o partido", disse Bolsonaro ao apoiador (leia mais no Brasil 247). 
Enquanto representantes de Bolsonaro conversam com outros partidos para avaliar uma possível mudança, ele deve ter nos próximos dias pelo menos mais uma conversa com Bivar. E pode ser a última (leia ais no Brasil 247).
Assista ao momento em que Jair Bolsonaro pede para esquercer o PSL:(247)




Blog do BILL NOTICIAS

CIÊNCIA Pesquisadores da UFPE participam de expedição na Antártica

O Programa Antártico Brasileiro teve início em 1982 e essa é a primeira vez que universidades do nordeste coordenam uma expedição
  Por: Portal FolhaPE
38ª Operação Antártica (OPERANTAR XXXVIII)
38ª Operação Antártica (OPERANTAR XXXVIII)Foto: Divulgação

Dez pesquisadores das universidades Federal de Pernambuco e da Bahia desenvolveram um projeto que pretende analisar como a estruturação do ecossistema planctônico na região da Confluência Brasil-Malvinas (CBM) pode influenciar no aquecimento global. Os integrantes do projeto Proantar Nordeste foram selecionados para fazer parte da 38ª Operação Antártica, que teve início na manhã desta terça-feira. 

O projeto, aprovado pelo Programa Antártico Brasileiro e denominado “Mephysto”, vai investigar a biocomplexidade de uma região que é a confluência de duas correntes marítimas, a corrente do Brasil e a da Malvinas. O encontro dessas correntes geram grandes redemoinhos que têm características diferentes de toda a água ao redor e possuem uma maior diversidade biológica. As propriedades desses redemoinhos modificam a transferência de CO2 e calor entre o oceano e a atmosfera.
O Programa Antártico Brasileiro, que incentiva e coordena pesquisas operacionais no oceano Antártico, teve início em 1982 e essa é a primeira vez que universidades do Nordeste têm projeto aprovado pelo edital  e coordenam uma expedição.

Cerca de 15 pesquisadores do Departamento de Oceanografia da UFPE participaram da elaboração do projeto, numa parceria entre os pesquisadores da UFBA. O projeto é coordenado pelo professor doutor Moacyr Cunha de Araújo Filho (Docean/UFPE) e vice-coordenado por Jailson Bittencourt de Andrade (Senai Cimatec/UFBA).

A expedição teve início às 10h, quando dez pesquisadores embarcaram do Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro. A primeira fase vai ser em Punta Arenas, no Chile, e dura um mês. Em seguida, os pesquisadores navegam em direção à Antártica, para mais um mês de pesquisa. A expedição está prevista para terminar no dia 24 de novembro, dependendo das condições de mar e meteorológicas. Depois os pesquisadores voltam para o Rio de Janeiro em avião da Força Aérea Brasileira.

O projeto prevê que os resultados da pesquisa, que tem como propósito principal investigar o papel dos processos físico-químicos e biológicos na estruturação do ecossistema planctônico na região da Confluência Brasil-Malvinas (CBM) e seu impacto no clima, sejam apresentados através de exposição fotográfica.





Blog do BILL NOTICIAS

APRENDIZAGEM Escolas de Pernambuco são selecionadas no estudo Excelência com Equidade no Ensino Médio

  Por: Diario de Pernambuco
Foto: Paulo Paiva/DP Foto. (Foto: Paulo Paiva/DP Foto.)
Foto: Paulo Paiva/DP Foto.

Pernambuco é o segundo estado com o maior número de escolas contempladas no estudo Excelência com Equidade no Ensino Médio: a dificuldade das redes de ensino para dar um suporte efetivo às escolas, realizado por Fundação Lemann, Interdisciplinaridade e Evidências no Debate Educacional (Iede), Instituto Unibanco e Itaú BBA. Com 14 escolas, Pernambuco fica atrás apenas do Ceará, que concentra 55 das 100 unidades que atingiram os critérios de qualidade da pesquisa.

O objetivo do estudo foi identificar estratégias e práticas comuns às escolas de ensino médio que atendem alunos com renda familiar de até 3 salários mínimos e conseguem bons resultados educacionais. No total, pelo nível socioeconômico dos alunos, 5.042 escolas públicas de ensino médio eram elegíveis. Dessas, 100 (2%) atingiram os indicadores propostos. Isto é, conquistaram bons resultados na Prova Brasil e no Enem 2017, além de taxa de aprovação mínima de 95%. Depois de Ceará e Pernambuco, os estados que mais se destacam são Goiás e Espírito Santo, com 7 escolas cada. É importante ressaltar que, das 100 escolas, 82 são de tempo integral.

Entre as 14 escolas pernambucanas selecionadas, cinco estão localizadas na Região Metropolitana do Recife (RMR), quatro na Zona da Mata, quatro no Sertão e uma no Agreste. Esse é o nono relatório de pesquisa. O trabalho teve início, em 2012, com o mapeamento das escolas públicas brasileiras que atendiam alunos de baixo nível socioeconômico e conseguiam boa aprendizagem nos anos iniciais do ensino fundamental. A partir de 2015, passou-se a pesquisar também os bons resultados nos anos finais do ensino fundamental. Desta vez, o foco é a última etapa da Educação Básica: o ensino médio.

Em razão dos resultados, Ceará, Pernambuco, Goiás e Espírito Santo foram escolhidos para a realização da pesquisa de campo (qualitativa). Os pesquisadores visitaram duas escolas em cada um desses estados, além de uma escola com indicadores na média, para comparação.

A partir da análise, foi possível identificar ações que contribuem para os bons resultados e que podem servir de inspiração a outras unidades e redes. Como, por exemplo: tomadas de decisão baseadas em evidências; foco no uso de dados e no monitoramento contínuo da aprendizagem dos alunos, com utilização de sistemas integrados de gestão educacional; parceria entre professores e alunos, com escuta ativa e quebra do tabu da hierarquia; boa interlocução dentro e fora da escola (pais, comunidade e Secretaria de Educação); estratégias pedagógicas que conversam com a realidade dos alunos e atendem às diferentes necessidades de aprendizagem, com mescla de métodos de fixação (exercícios e simulados) e métodos que estimulam a criatividade e o protagonismo (feira de ciências, atividades esportivas, tutoria entre alunos e aulas eletivas criadas por eles).

No entanto, é preciso ressaltar que mesmo as escolas selecionadas têm desafios consideráveis: nenhuma atingiu 600 pontos de média nas avaliações objetivas do Enem, uma pontuação longe de ser considerada alta, e nenhuma consegue garantir 70% dos alunos com aprendizado adequado em língua portuguesa e matemática, segundo o Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb), afirma Ernesto Martins Faria, diretor executivo do Iede e pesquisador responsável pelo estudo.

Confira os nomes das escolas:

- Agreste

Escola Técnica Estadual Professor José Luiz de Mendonça (Gravatá)

- Região Metropolitana do Recife (RMR)

Escola Técnica Estadual Cícero Dias (Recife)
Escola de Referência em Ensino Médio Olinto Victor (Recife)
Escola Técnica Estadual Professor Agamenon Magalhães (Recife)
Escola Técnica Estadual Professor Lucio Ávila Pessoa (Recife)
Escola Técnica Estadual José Alencar Gomes da Silva (Paulista) 

- Sertão

Escola de Referência em Ensino Médio (Salgueiro)
Escola de Referência em Ensino Médio Oliveira Lima (São José do Egito)
Escola de Referência em Ensino Médio Aura Sampaio Parente Muniz (Salgueiro)
Escola Estadual de Aplicação Professora Vande de Souza Ferreira (Petrolina)

- Zona da Mata Norte

Escola Técnica Estadual Miguel Arraes de Alencar (Timbaúba) 
Escola de Referência em Ensino Médio Frei Orlando (Itambé)
Escola de Referência em Ensino Médio Professora Benedita de Morais Guerra (Macaparana)
Escola de Referência em Ensino Médio Professor Antônio José Barbosa dos Santos (Timbaúba)




Blog do BILL NOTICIAS

TCU impõe nova derrota a Moro e manda governo suspender propaganda de "pacote anticrime"


O governo não demonstrou a utilidade pública da campanha publicitária que está fazendo para promover o projeto de leis apelidado pelo ministro Sergio Moro de "pacote anticrime". Com este entendimento, o Tribunal de Contas da União determinou a suspensão das peças de publicidade sobre o tema. 
No pedido de suspensão da campanha, o subprocurador Lucas Rocha Furtado diz que o jornal O Globo informou em reportagem que a campanha custou R$ 10 milhões aos cofres públicos. Porém, o governo não confirmou o valor, o que, para Furtado, fere o dever de ser transparente. 
Na decisão, o ministro Vital do Rêgo ressalta que o governo não comprovou a utilidade pública da propaganda. Isso porque não cabe dizer que se trata de educar a população para algo que será colocado em prática, já que a lei pode ser ou não aprovada e, no caminho, pode ser alterada no Congresso. 
"Entendo que a utilização de recursos públicos para a divulgação de 'um projeto de lei' que, em tese, poderá, de forma democrática, sofrer alterações sensíveis após as discussões que serão levadas a efeito pela Câmara dos Deputados e pelo Senado Federal não atendem aos requisitos de caráter educativo, informativo e de orientação social. Isso porque, como qualquer projeto de lei, o que se tem são teses abstratas que serão alteradas pelos legitimados a representar a população", afirma o ministro. (Conjur)


Blog do BILL NOTICIAS 

DATA COMEMORATIVA Dia do Nordestino vira um dos assuntos mais comentados do Twitter. Confira reações


O Dia do Nordestino é comemorado nesta terça-feira (8). Não à toa, o assunto virou um dos mais comentados do Twitter nesta manhã. Internautas, artistas e lideranças políticas da região postaram sobre. Confira alguma das reações:

1) Meme sobre a eleição do presidente Bolsonaro 


2) Deputado federal pelo PCdoB-BA


3) Homenagem do cantor baiano Gilberto Gil


4) 


5) 







Blog do BILL NOTICIAS