quarta-feira, 1 de maio de 2019

Sucesso.Confira o passo a passo da cirurgia de separação de gêmeas siamesas no DF

  Via:Vinicius de Santana
Resultado de imagem para Confira o passo a passo da cirurgia de separação de gêmeas siamesas no DF


O último fim de semana marcou a carreira de 50 profissionais da saúde envolvidos diretamente na cirurgia de separação de Mel e Lis. O procedimento começou na manhã de sábado e se estendeu até a madrugada de domingo. As crianças haviam passado pela primeira operação após o parto, em 26 de janeiro, para o implante de expansores cutâneos (veja infográfico).
Tudo foi minuciosamente preparado para a segunda operação das meninas. Além dos moldes em três dimensões, a equipe do Hospital da Criança de Brasília José de Alencar (HCB) adotou insumos médicos e uniformes de cores diferentes para identificar as pacientes. Em referência à flor-de-lis, o rosa marcava todos os itens — desde toucas e estetoscópios a adesivos em seringas de anestesia — associados a Lis. O amarelo, pela semelhança sonora com o nome de Mel, identificava materiais e profissionais relacionados a ela.
A relação de afeto despertada pelas meninas em toda a equipe chamou a atenção. Alguns integrantes chegaram ao hospital por volta das 5h30 de sábado e saíram apenas depois das 2h30 de domingo, após o fim da cirurgia. Em recuperação na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do HCB até a tarde de ontem, elas respondem bem aos cuidados e seguem sob coma, induzido para auxiliar no descanso do cérebro.
“Estamos tendo um resultado bastante satisfatório até aqui e torcemos sempre pelo melhor”, destacou o cirurgião plástico Ricardo de Lauro, que atua na Ala de Queimados do Hospital Regional da Asa Norte (Hran)



Blog do BILL NOTICIAS

HUMILHADO NA VENEZUELA, BOLSONARO DELIRA: 'NÃO TEM DERROTA NENHUMA'

Valter Campanato/Agência Brasil

Um dia depois de ser derrotado de maneira humilhante com a frustrada tentativa de golpe na Venezuela, Jair Bolsonaro tentou "vender" ao Brasil uma avaliação delirante: "Não tem derrota nenhuma. Eu até elogio". Foi a segunda tentativa de golpe de Estado no país vizinho, sob a liderança do político de extrema-direita Juan Guaidó, com apoio de Tump, de Bolsonaro e do presidente colombiano Ivan Duque -a primeira, em fevereiro, quando houve uma tentativa de invasão do país sob a capa de "ajuda humanitária". O presidente brasileiro, apesar da avaliação delirante, arquivou, ao menos momentaneamente, a retórica beligerante; ele afirmou na manhã desta quarta (1) que a possibilidade de intervenção militar brasileira na Venezuela "é próxima de zero": "Não existe isso".
Bolsonaro reuniu-se na manhã desta quarta-feira com ministros e comandantes das Forças Armadas na sede do Ministério da Defesa, para discutir a posição do governo brasileiro sobre a Venezuela, tentando superar a divisão entre a visão intervencionista do bolsonarismo, sustentado por ele, seus filhos e pelo ministro das Relaçõs Exteriores, Ernesto Araújo, e a postura cautelosa da cúpula militar. Participaram da reunião Bolsonaro, o ministro da Defesa, Fernando Azevedo,  Ernesto Araújo, o ministro do Gabinete de Segurança Institucional, general Augusto Heleno, e os comandantes das Forças Armadas.
Á saída, Bolsonaro disse também que haveria uma "preocupação" do governo com o impacto da crise da Venezuela nos preços dos combustíveis. O país é um grande produtor de petróleo e sofre com sanções econômicas e embargos impostos pelo governo Trump: “Uma preocupação existe sim, com essa ação e com embargos, o preço do petróleo a princípio sobe. Temos que nos preparar, dada a política da Petrobras [de seguir os preços do mercado internacional] e de não intervenção de nossa parte [do governo], mas poderemos ter um problema sério dentro do Brasil como efeito colateral do que acontece lá”.
(Com informações da Agência Brasil)


Blog do BILL NOTICIAS

IGOR FUSER: FIGURA DE GUAIDÓ SE ESVAZIA DIA APÓS DIA. UMA FIGURA PATÉTICA

247 | Reuters

Professor de Relações Internacionais da Universidade Federal do ABC (UFABC), Igor Fuser avaliou, em entrevista à TV 247 nesta terça-feira 20, como "fracassada" a tentativa de golpe liderado na Venezuela pelo oposicionista Juan Guaidó, que se autoproclamou presidente no lugar de Nicolás Maduro apesar de não ter disputado eleições.
O professor explicou que os militares venezuelanos estão ao lado de Maduro e que Guaidó agiu com um número inexpressivo das Forças Armadas. "O que está bastante claro é que um suposto esquema militar insurgente, um esquema militar contrário ao governo do presidente Nicolás Maduro é uma mentira, um blefe da oposição. Os mandos militares e todos os comandantes, de todas as regiões militares do país, do Exército, da Marinha e Aeronáutica se reuniram em Caracas, ao redor do presidente Maduro e do ministro da Defesa, general Vladimir Padrino, e estão ali afiançando lealdade ao governo do Maduro e à Constituição venezuelana. Essa tentativa do Guaidó envolveu um número minúsculo de militares".
Para Fuser, o único objetivo alcançado pelos golpistas nesta mobilização foi o "resgate" do líder da extrema-direita venezuelana, Leopoldo López. "O que eles sim conseguiram foi resgatar da prisão domiciliar o seu líder, o líder da extrema-direita venezuelana, Leopoldo López, que está preso e condenado a uma longa pena de prisão a partir de 2014 por ter incitado protestos violentos que causaram várias mortes na Venezuela". No fim da tarde desta terça, Lopez se refugiou na embaixada do Chile em Caracas.
Para o professor, a imagem de Juan Guaidó vem se desfazendo com o passar do tempo. "Do ponto de vista do que parece ter sido o objetivo desse movimento, lançar uma proclamação às Forças Armadas e ao povo da Venezuela para que se rebele contra o governo, isso fracassou completamente. É uma tentativa fracassada, mostra talvez o desespero do Guaidó. Ele é uma figura que vem se esvaziando dia a dia. A autoproclamação dele como presidente da Venezuela caiu completamente no vazio, ele se tornou uma figura patética, uma figura ridícula. Um presidente que se diz presidente de um país e não tem seguidores em números expressivos, não controla um único centímetro de território da Venezuela e a única coisa que ele tinha realmente, que era o reconhecimento externo, vem pouco a pouco minguando também. Ninguém está levando a sério a figura do Guaidó, a medida em que fica claro que a Venezuela tem um único presidente e o presidente, gostem ou não os inimigos da revolução bolivariana, é Nicolás Maduro".
Sobre a postura do governo brasileiro diante do episódio, Igor Fuser avaliou como ainda alinhada aos interesses norte-americanos e comentou também sobre o posicionamento dos militares. "A postura do Bolsonaro é a mesma que ele já tem tido sempre, apoiando invasão dos Estados Unidos e apoiando um golpe militar na Venezuela. Já os militares brasileiros, me parece que eles estão quietinhos observando os acontecimentos em uma postura de cautela, eles têm muito receio em relação a um envolvimento mais direto em um conflito venezuelano, um envolvimento que pode significar a participação do Brasil em uma guerra civil na Venezuela ou em um conflito internacional envolvendo tropas dos Estados Unidos, da Colômbia e assim por diante. É algo que claramente não interessa às Forças Armadas brasileiras, estão muito resistentes, refratários a esse tipo de ideia, o que é muito bom, pelo menos coloca um limite na postura agressiva do Brasil em relação ao governo da Venezuela".
O professor ressalta que o fracasso da tentativa de golpe não significa o final da história. "Esse episódio ainda não está encerrado, existe ali uma concentração de opositores em um ponto de Caracas, entre esses opositores está o Juan Guaidó, que é a figura visível, ponta de lança do golpismo na Venezuela e não se sabe se presente fisicamente, mas vinculado a essa mobilização, a figura do Leopoldo López que está a solta, o que é um estímulo para os golpistas venezuelanos civis e eventuais militares enrustidos".(247)


Blog do BILL NOTICIAS

WEINTRAUB CORTA 30% DAS VERBAS DE UNB, UFBA E UFF E INICIA PROCESSO DE ASFIXIA DAS UNIVERSIDADES PÚBLICAS


O ministro da Educação, Abraham Weintrab, determinou o corte de pelo menos 30% dos recursos da Universidade de Brasília (UnB), da Universidade Federal Fluminense (UFF) e da Universidade Federal da Bahia (UFBA) por terem permitido que ocorressem supostos atos políticos, classificados por ele como “balbúrdia”.
“Universidades que, em vez de procurar melhorar o desempenho acadêmico, estiverem fazendo balbúrdia, terão verbas reduzidas”, disse Weintrab em reportagem de Renata Agostini, publicada nesta terça-feira (30) pelo jornal O Estado de S.Paulo.
Os cortes atingem as despesas discricionárias, para custear gastos como água, luz, limpeza, bolsas de auxílio a estudantes, entre outros.(247)


Blog do BILL NOTICIAS

Barbaridade. Aluno mata professor a tiros dentro de escola

Apesar da atuação dos socorristas do Samu e dos bombeiros, a vítima não resistiu e morreu no local


Um professor do Colégio Estadual Céu Azul, localizado em Valparaíso (GO), morreu após ser baleado por um aluno dentro da unidade de ensino. O caso aconteceu por volta das 15h desta terça-feira (30/4), no munícipio goiano localizado a 35km de Brasília. O servidor foi identificado como Júlio César Barroso de Sousa, 41 anos, e também atuava na coordenação da instituição.
A direção da escola confirmou o caso. A Polícia Militar, o Serviço de Atendimento Móvel de Emergência (Samu) e o Corpo de Bombeiros foram acionados. Apesar da atuação dos socorristas, Júlio não resistiu e morreu ainda no local.
De acordo com alunos do colégio que estavam em aula durante o atentado, ao menos três disparos foram efetuados pelo atirador. “Ele era aluno e foi expulso do colégio. Ele chegou a ameaçar o professor antes de matá-lo”, contou um estudante, que terá a identidade preservada.
Abalada, uma professora da instituição, que não quis se identificar, acompanhava toda a ação da polícia e dos socorristas. “Eu não tenho coragem de sair daqui agora. Sei que no primeiro horário esse aluno ameaçou uma professora e por isso foi retirado de sala. O professor, que também é coordenador, resolveu expulsar o menino devido à gravidade das ameaças e disse que se ele voltasse, chamaria a polícia. Então ele foi para casa e depois voltou”, lamenta a servidora.
Ainda segundo relatos de quem presenciou o momento, o crime ocorreu durante um dos intervalos e, por isso, vários alunos circulavam pelo pátio do colégio, próximo ao local onde o professor foi baleado. “Todo mundo começou a correr e tentar se esconder. Não sabíamos se ele iria atirar em mais alguém. Foi um momento muito tenso e triste”, lamentou outra aluna.
Após atirar, o aluno correu e conseguiu fugir. A perícia foi acionada e a Polícia Civil de Valparaíso investiga o caso. Segundo a corporação, o suspeito é menor de idade e já foi identificado. No entanto, até a última atualização desta reportagem, não havia sido apreendido.
Informações preliminares da PCGO confirmam a versão dada por testemunhas no local. “O professor e o aluno tiveram uma discussão pela manhã. O aluno voltou à escola no período vespertino e efetuou os disparos contra o professor na sala dos professores”, informou, em nota. (Correio Brasiliense)


Blog do BILL NOTICIAS

Neste 1º de Maio, quem reina é o desemprego

Segundo o IBGE, taxa de desocupação já cresceu 10,2% no País em 2019, deixando 13,4 
milhões de pessoas sem trabalho
  Por: Juliana Albuquerque, da Folha de Pernambuco
Desemprego
DesempregoFoto: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco

Uma população formada por 13,4 milhões de brasileiros não tem motivos para comemorar este Dia do Trabalho. É que, de acordo com a última Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad) Contínua, divulgada nessa terça-feira (20) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), esse é o total de desempregados no País no primeiro trimestre de 2019. Isto significa que a taxa de desocupação já cresceu 10,2% neste ano, fazendo com que 1,2 milhão de pessoas entrassem na lista do desemprego entre janeiro e março. 

É gente como a promotora de vendas Gerlândia Priscila, 36 anos, que ficou sem trabalho há um mês. “Após dois anos empregada, ainda estou me adaptando ao desemprego. Mas, diante desse cenário econômico do País, fico com medo de quanto tempo irei ficar sem trabalhar”, comenta a promotora. O repositor José Isaias, 24 anos, deixou de celebrar o 1º de maio há pouco mais de um ano e confessa que a data perdeu o sentido para ele. “Quando estava trabalhando, aguardava ansioso esse feriado para sair com a família. Mas, diante de todo esse tempo sem emprego, não vejo mais motivos para comemorar o Dia do Trabalhador”, admite o repositor. 
Para especialistas, a curva crescente do desemprego no País sinaliza um Brasil ainda em ritmo lento na atividade econômica. De acordo com o professor do departamento de economia da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Tarcísio Patrício de Araújo, o clima de otimismo de novembro, obtido com a definição do processo eleitoral, se findou com a falta de traquejo político do atual Governo Federal e da falta de uma postura mais enfática para a aprovação de pautas prioritárias, como as reformas previdenciária e tributária. “Tanto os investidores externos quanto internos tiveram as expectativas frustradas diante do não andamento dessas pautas. Isso fez com que qualquer decisão de investir no País fosse adiada”, analisa o professor. 

Por conta disso, o economista-chefe da corretora de investimentos Necton, André Perfeito, afirma que os dados do emprego divulgados pelo IBGE confirmam um cenário mais pessimista em relação ao crescimento da economia brasileiro no início deste ano. Ele já diz até que o Produto Interno Bruto (PIB) do País pode ser de 0% no 1º trimestre. “Assumindo uma variação de 0% no 1º trimestre, seguido de uma alta de 0,3% no 2º e depois de 0,4% e 0,5%, respectivamente, a variação anual acumulada do PIB deve ser de apenas 0,91%”, calcula o economista, que antes projetava um crescimento de 0,1% no 1º trimestre.

Diante disso, Araújo acrescenta que, além de contaminar os investidores, o pessimismo também recai sobre os desempregados e até sobre os que estão empregados. “Quem está no mercado de trabalho tem medo que toda essa demora de o País retomar o desenvolvimento econômico termine influenciando na manutenção de seus empregos”, argumenta. 

A afirmação do professor pode ser confirmada pelo índice do medo do desemprego, divulgado ontem pela Confederação Nacional de Indústrias (CNI). Segundo a entidade, após encerrar 2018 com a maior queda já registrada desde o início da série, o índice registrou em abril 57,0 pontos. O número é 2 pontos maior que o de dezembro e está acima da média histórica de 49,9 pontos.

O economista da Fecomércio-PE, Rafael Ramos, pondera, por sua vez, que o aumento na taxa de desemprego nos três primeiros meses do ano é considerado algo normal. Segundo ele, trata-se de uma época de ajustes, como a redução das equipes temporárias do fim de ano. "A partir de abril, os números devem recuar diante de uma expectativa de rebaixamento da taxa de juros, prevista para maio, justamente para aquecer a economia e amenizar o nível alto desemprego ", acredita Ramos.  



Blog do BILL NOTICIAS

MAIA ENFRENTA BOLSONARO E DIZ QUE ELE NÃO DECIDIRÁ SOZINHO SOBRE VENEZUELA



O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), rebateu declaração feita pelo presidente Jair Bolsonaro de que uma eventual intervenção na Venezuela pelo Brasil será decidida "exclusivamente" por ele, sem considerar posição do Congresso Nacional, que precisa autorizar medidas armadas contra outro país.
"Em relação ao tuíte do presidente Jair Bolsonaro sobre a situação da Venezuela, é importante lembrar que os artigos. 49, II c/c art. 84, XIX; c/c art. 137, II da Constituição Federal precisam ser respeitados", postou Maia no Twitter. "E eles determinam que é competência exclusiva do Congresso Nacional autorizar uma declaração de guerra pelo Presidente da República", completou, em referência aos artigos. (247)
Em relação ao tuíte do presidente Jair Bolsonaro sobre a situação da Venezuela, é importante lembrar que os artigos. 49, II c/c art. 84, XIX; c/c art. 137, II da Constituição Federal precisam ser respeitados.
E eles determinam que é competência exclusiva do Congresso Nacional autorizar uma declaração de guerra pelo Presidente da República.
4.372 pessoas estão falando sobre isso





Blog do BILL NOTICIAS

Luciana Santos assume e é a primeira mulher a governar Pernambuco


Pela primeira vez, o estado de Pernambuco será governado por uma mulher. A vice-governadora Luciana Santos (PCdoB), assumiu o principal cargo do executivo estadual, nessa terça-feira (30) até o próximo domingo (6), tempo em que o governador Paulo Câmara (PSB) estará na Colômbia.
“É um marco histórico, simbólico. E eu não poderia deixar de ressaltar a importância desse simbolismo em um momento em que é tão necessário afirmar as conquistas das mulheres. Na terra das heroínas de Tejucupapo, de Cristina Tavares e de tantas mulheres que fizeram história e fizeram a diferença no nosso Estado, a gente fica feliz em ter este gênero à frente, para poder partilhar os desafios de Pernambuco”, cravou Luciana Santos.
Luciana Santos reforçou que o seu propósito é dar continuidade às agendas de Pernambuco. “Me honra muito estar aqui neste momento, assumindo o Governo de Pernambuco por alguns dias, durante a missão que o governador terá na Colômbia, exatamente para fazer jus aos acertos e aos êxitos que já têm sido incontestes na política de segurança pública do nosso Estado. A troca de experiências é sempre um momento de aprendizado. E ele também vai poder levar para lá as experiências de Pernambuco”, disse.
Twitter oficial da vice-governadora e presidente nacional do PCdoB, Luciana Santos – Crédito: Divulgação/ Twitter
Já o governador Paulo Câmara ressaltou a confiança que deposita na sua vice. “A gente está tendo essa oportunidade, hoje, na presença dos secretários, de deputados estaduais e tantas outras autoridades, de viver esse momento que eu considero histórico. Diante da minha viagem à Colômbia, de hoje até o próximo domingo nosso Estado terá Luciana Santos como governadora. A primeira mulher a cuidar dos destinos de Pernambuco. Eu viajo muito tranquilo, sabendo que o Estado vai estar muito bem cuidado e que Luciana vai dar conta do recado, honrando as tradições do nosso povo”, destacou o governador.
Paulo Câmara relatou qual deve ser sua agenda na Colômbia. “Vamos conhecer políticas de prevenção à violência em um país que conseguiu avançar muito nesse sentido. Uma área que é muito importante aqui para Pernambuco, por isso a gente busca conhecer e implantar coisas que estejam dando certo”, ratificou. (Via: Folha PE)


Blog do BILL NOTICIAS

POLÊMICA - Bolsonaristas não querem Paulo Freire patrono da educação

  
Resultado de imagem para Paulo Freire diario de pernambuco
Foto: Acervo Paulo Freire/Divulgação.


A deputada Caroline de Toni (PSL-SC) apresentou à Camara dos Deputados na segunda-feira, dia 29, uma proposição para revogação da Lei nº 12612, que declarou em 2012, o educador Paulo Freire Patrono da Educação Brasileira. No início do mês, o deputado Heitor Freire (PSL-CE) apresentou à Casa Legislativa a mesma proposição.

Educador e filósofo, Freire (1921-1997) é considerado um dos principais pensadores da história da pedagogia mundial, tendo influenciado a pedagogia crítica.

Sua prática tinha como fundamento a crença de que o estudante assimilaria o objeto fazendo seu próprio caminho, e não seguindo um já construído. Paulo Freire ganhou 41 títulos de doutor honoris causa de universidades como Harvard, Cambridge e Oxford.

O educador foi preso em 1964, viveu no Chile durante exílio e percorreu diversos países, levando seu modelo de alfabetização. Em 1979, com a publicação da Lei da Anistia, o filósofo retornou ao Brasil.

Em vídeo publicado no Twitter, a deputada fala que o objetivo do projeto é revogar a lei, já que a Constituição prevê o pluralismo de ideias. "Paulo Freire não nos representa", diz a parlamentar.

Caroline também destaca que é o aniversário de Olavo de Carvalho e que o projeto foi protocolado "também em homenagem ao professor" - guru dos bolsonaristas.

A deputada afirma, na justificativa do projeto, que Paulo Freire "discutiu formação política e relegou a segundo plano os verdadeiros desafios da educação". Ela diz que o educador "pouco se dedicou a analisar e oferecer caminhos aos docentes sobre recursos da ciência pedagógica".

Carline menciona o inciso III do artigo 206 da Constituição, que prevê o pluralismo de ideias, para argumentar que "não é adequado" ter um patrono para a educação brasileira estabelecido por lei federal.

Na justificativa de seu projeto, o deputado Heitor Freire indica que Paulo Freire instituiu um "método marxista crítico" quando introduziu um modelo em que o aluno "quebra a posição superior do mestre, insurgindo-se contra aquele que detém o conhecimento".

Heitor Freire critica a "imposição" de Paulo Freire como patrono e diz ainda que deve-se evitar "a celebração daqueles que incentivam à balbúrdia e a insubordinação".




Blog do BILL NOTICIAS

Infestação por Aedes coloca em risco novas epidemias de dengue, zika e chikungunya

O primeiro Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa) de 2019 apontou quase mil cidades em situação de perigo para as doenças

  Por: Renata Coutinho
O Aedes Aegypti é o mosquito transmissor da Dengue, Zika e Chikungunya
O Aedes Aegypti é o mosquito transmissor da Dengue, Zika e ChikungunyaFoto: John Tann/Creative Commons



Quase mil cidades do País podem ter surtos de dengue, zika e chikungunya este ano, segundo o Ministério da Saúde (MS). Todas apresentaram níveis de infestação de Aedes Aegypti elevado, com índice superior a 3,9% dos lares com criadouros do mosquito para cada 100 residências. Outros 2.160 municípios estão em situação de alerta, com o índice de infestação predial (IIP) entre 1% a 3,9%.

Os dados são o resultado compilado do primeiro Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa) de 2019, coletados entre janeiro e março. O balanço nacional de arboviroses destaca ainda aumento superior a 300% nos casos de dengue e de 186,3% nos óbitos pela doença.


Ao todo, 5.214 municípios realizaram algum tipo de monitoramento do mosquito transmissor das arboviroses. Em Pernambuco, o 1º ciclo do LIRAa, segundo o MS, teve 59 cidades em risco de surto e 86 em alerta. Já o Recife figurou com 1,6% de índice de infestação. O levantamento divulgado nesta terça (30) reforça a necessidade de todos os agentes públicos ficarem atentos para o controle do vetor, uma vez que o aumento de mosquitos e de pessoas doentes é que dão origem a novos surtos.

Já há um aumento considerável da dengue no Brasil. “O resultado do LIRAa confirma o aumento da incidência de casos de dengue em todo o País que subiu 339,9% em relação ao mesmo período do ano passado. Esses resultados indicam que é preciso fortalecer ainda mais as ações de combate ao mosquito transmissor, com a participação da população e de todos os gestores locais e federal”, afirmou o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Wanderson Kleber. 


Até 13 de abril, foram registrados 451.685 casos prováveis de dengue e a incidência está em 216,6% casos/100 mil habitantes. “Mesmo com aumento no número de casos da doença, a taxa de incidência de 2019 está dentro do esperado para o período. Sendo assim, até o momento, o país não está em situação de epidemia, embora possa haver epidemias localizadas em alguns municípios e estados”, prosseguiu. Uma razão que também aumentou foi a de mortes. Este ano, o número de óbitos por dengue subiu de 66 para 123 óbitos. Sobre Pernambuco, o MS aponta um incremento de 79,1% nos casos prováveis de dengue em relação a 2018, 194,7% de chikungunya e 891,7% de zika. 

Em Pernambuco, diferente de outras partes do Brasil, as cidades já finalizaram o 2º Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti. Algumas como o Recife já se preparam para em duas semanas fazer o 3º ciclo do LIRAa. “Nosso primeiro LIRAa foi 1,6 e o segundo que esta valendo é 1,9. No mesmo período do ano passado o segundo LIRAa foi 2,1, ou seja houve queda. Essa situação de alerta significa atenção, mas estamos bem. Temos redução de 30,5% de notificações para todas as arboviroses e 74,5% de redução de casos confirmados no mesmo período do ano passa”, afirmou o gestor do Centro de Vigilância Ambiental (CVA) do Recife, Jurandir Almeida. 

No Estado, o mapeamento de risco atualizado aponta 158 (85,9%) municípios em situação de risco para transmissão elevada, sendo 74 (40,2%) em situação de risco de surto e 84 em situação de alerta. Até o momento, 25 (13,6%) em situação satisfatória uma cidade não enviou os dados. Existem ainda 21 notificações de mortes por alguma arboviroses, sendo uma descartada. Já os casos suspeitos de dengue, chikungunya e zika chegaram a pouco mais de 10 mil até o dia 20 de abril. 
Made with Flourish

Divergência de zika

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) informa que neste ano, até o dia 13 de abril, o Estado computou 272 casos prováveis de zika (notificados menos os descartados). No mesmo período de 2018 foram 190 casos, um aumento de 43%. A divergência com as informações divulgadas pelo MS, que fala de um aumento de 891%, está relacionada ao sistema utilizado para consolidação das informações.

Enquanto o Ministério da Saúde usa apenas o SinanNET, sistema oficial do órgão federal, utilizado por todos os Estados, a SES trabalha, além desse sistema, com o registro eletrônico do FormSUS, criado pelo Governo de Pernambuco em 2015, época da confirmação dos primeiros casos de zika no Brasil. O sistema pernambucano possibilita que o Estado tenha acesso às informações em tempo real, algo indispensável para tomada de decisões em saúde pública, e facilita a notificação dos serviços de saúde diretamente nesse ambiente, além de permitir a inclusão de dados importantes relacionados à clínica do paciente (sinais, sintomas) e ao diagnóstico laboratorial. 

Já o SinanNET possui registro manual realizado pelos profissionais das unidades de saúde, cuja ficha é enviada às Secretarias Municipais de Saúde para digitação dos dados que só chegarão ao MS após passarem pelas instâncias regionais e central da SES/PE, o que pode retardar o processo. Além disso, possui apenas informações pessoais do paciente notificado.



Blog do BILL NOTICIAS

Estudante pode ter sido primeira vítima de H1N1, em 2019

A jovem de 17 anos cursava medicina em universidade particular e morreu no último dia 27, em um hospital particular do Recife
  Por: Renata Coutinho
SRAG pode ser provocada por influenzas, entre elas a H1N1
SRAG pode ser provocada por influenzas, entre elas a H1N1Foto: Anderson Stevens

A morte de uma estudante de Medicina de uma universidade privada, no Recife, por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) está sendo investigada e pode ser o primeiro óbito por H1N1 em Pernambuco este ano. 

Nesta terça-feira (30), uma equipe da Vigilância Epidemiológica da Capital visitou o centro de ensino, que funciona em Boa Viagem, para orientação de medidas de prevenção. Alunos da instituição haviam informado temor diante do caso. 

A Secretaria de Saúde do Recife foi notificada da morte por SRAG na última segunda-feira (29). “Paciente do sexo feminino, 17 anos, que residia em parte da semana em Boa Viagem e outra num município do agreste pernambucano. Era estudante de uma universidade particular do Recife. Deu entrada em 27/04, em hospital particular do Recife, apresentando febre, dor de garganta, diarreia, vômitos e perda de peso desde o dia 20/04/2019, evoluindo para o óbito, ainda na emergência, no mesmo dia. O corpo foi encaminhado ao Serviço de Verificação de Óbitos para investigação de vírus respiratórios, considerando que a SRAG pode ser provocada por diversos agentes etiológicos”, disse em nota a pasta. 
Este ano, todo o Estado tem apresentado aumento expressivo nos casos de SRAG. No Recife esta alta chega a 262%. Até o dia 6 de abril, foram notificados 315 casos de SRAG. Deste total, duas amostras foram positivas para Influenza B e 121 foram classificados como SRAG não especificada. No mesmo período, em 2018, foram notificados 87 casos de SRAG. Deste total, nove amostras foram positivas para Influenza (seis para Influenza A H1N1, três para Influenza A H3 Sazonal) e 78 foram classificados como SRAG não especificada. 

A Secretaria destacou ainda que, de acordo com o Ministério da Saúde, a vacinação é preconizada como medida de prevenção para grupos prioritários e não como medida de proteção para contatos de casos suspeitos, uma vez que o tempo de soro conversão da vacina é maior do que o período de incubação da doença, inviabilizando a imunidade oportuna. Além do Recife, a cidade de Bezerros que também fazia parte do roteiro semanal da jovem também iniciou uma investigação do caso. Não foi confirmado se a estudante tinha alguma morbidade associada que possa ter agravado o quadro dela.

A universidade, em nota, lamentou o falecimento da estudante do primeiro período de Medicina e esclareceu que orientou os alunos que fazem estágios na área a tomarem a vacina para a Influenza, seguindo as diretrizes dispostas pelo Ministério da Saúde. Periodicamente, a Instituição passa por manutenção e higienização dos ambientes e, de acordo com professores e infectologistas da Instituição, não há riscos de exposição. A universidade afirmou que está comprometida com todos os processos, sistemas e controles para garantir um espaço seguro para os estudantes e colaboradores



Blog do BILL NOTICIAS

Juiz federal marca audiência de conciliação para decidir sobre local de realização do São João de Petrolina

  Via:Carlos Britto

O Ministério Público Federal (MPF) ajuizou Ação Civil Pública contra o Município de Petrolina, distribuída para a 17ª Vara Federal (processo n.º 0800590-06.2019.4.05.8308), com pedido de liminar para suspender o São João 2019, sob o fundamento de que os festejos comprometeriam a segurança das atividades aéreas do aeroporto da cidade.
Antes de decidir sobre o pedido de suspensão e tendo em vista a repercussão da demanda, o juiz Arthur Napoleão Teixeira Filho designou para a próxima segunda-feira (6) audiência de conciliação, visando a uma tentativa de acordo entre as partes.
A audiência será realizada pelo Cejusc (Centro Judiciario de Solução de Conflitos e Cidadania) da Justiça Federal.

Blog do BILL NOTICIAS

MAIA ENFRENTA BOLSONARO E DIZ QUE ELE NÃO DECIDIRÁ SOZINHO SOBRE VENEZUELA



O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), rebateu declaração feita pelo presidente Jair Bolsonaro de que uma eventual intervenção na Venezuela pelo Brasil será decidida "exclusivamente" por ele, sem considerar posição do Congresso Nacional, que precisa autorizar medidas armadas contra outro país.
"Em relação ao tuíte do presidente Jair Bolsonaro sobre a situação da Venezuela, é importante lembrar que os artigos. 49, II c/c art. 84, XIX; c/c art. 137, II da Constituição Federal precisam ser respeitados", postou Maia no Twitter. "E eles determinam que é competência exclusiva do Congresso Nacional autorizar uma declaração de guerra pelo Presidente da República", completou, em referência aos artigos. (247)
Em relação ao tuíte do presidente Jair Bolsonaro sobre a situação da Venezuela, é importante lembrar que os artigos. 49, II c/c art. 84, XIX; c/c art. 137, II da Constituição Federal precisam ser respeitados.
E eles determinam que é competência exclusiva do Congresso Nacional autorizar uma declaração de guerra pelo Presidente da República.
4.305 pessoas estão falando sobre isso





Blog do BILL NOTICIAS