segunda-feira, 7 de maio de 2018

Deputado quer proibir menores de 12 anos de usar redes sociais

Projeto de lei em tramitação na assembleia cria idade mínima para acessar as redes e pretende punir os pais que permitirem isso

O parlamentar diz que as crianças não podem ser expostas aos riscos das redes sociais. Foto: Reprodução/Pixabay
O parlamentar diz que as crianças não podem ser expostas aos riscos das redes sociais. Foto: Reprodução/Pixabay

As crianças menores de 12 anos podem ser proibidas de acessar as redes sociais em Minas Gerais. É o que pretende determinar um projeto de lei que começa a tramitar nesta semana na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. 

De autoria do deputado Carlos Henrique (PRB), a proposta estipula idade mínima para o acesso às redes sociais no âmbito do estado. “Fica proibido pessoa menor de 12 (doze) anos utilizar redes sociais no âmbito do Estado de Minas Gerais”, diz o texto. 

Se a provada a lei, fica estabelecido que “a simples conta com a autoria de menores a qualquer rede para fins sociais acarretará punição aos pais ou responsáveis”. O texto, porém, não traz qual seria a punição e nem informa como seria fiscalizado o cumprimento da regra.

Na justificativa, o deputado Carlos Henrique afirma que as redes sociais, além de aumentar a comunicação, acarretam mais crimes como “violação sexual mediante fraude”. “As crianças estão presentes nesse meio sem nenhum tipo de supervisão. É inegável que o meio eletrônico gerou melhorias para sociedade, mas também aumentou o risco de crimes cibernéticos”, justifica o parlamentar. 

Segundo o autor da proposta, que cita o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) a proibição é necessária pelo fato de as crianças serem “duplamente vulneráveis” e receptivas a qualquer tipo de ação. “Não há como prever todos os crimes praticados no âmbito da internet, mas há maneiras de prevenir, como é evitar o contato desses jovens a redes sociais”, registra o deputado

Antes de ser votada em plenário, a proposta vai passar pelas comissões de Constituição e Justiça e do Trabalho.



Blog do BILL NOTICIAS

MICHEL TEMER ADMITIU QUE PARTE DA REFORMA DA CASA DE SUA FILHA MARISTELA TEMER, FOI PAGA PELO CORONEL LIMA


Prestes a ser denunciado pela terceira vez ao Supremo Tribunal Federal por corrupção, Michel Temer admitiu que parte da reforma da casa de sua filha Maristela Temer foi paga pela mulher do coronel Lima, alvo de investigações e inquérito da Lava-Jato.
"Foi uma reforma regularmente paga, regularmente esclarecida. Eu não tenho os dados do depoimento que ela prestou ontem (quinta-feira) ao delegado da Polícia Federal, mas soube que foi tudo pelas melhores", disse Temer, em entrevista ao programa "Poder em foco", do SBT, que foi ao ar nesse domingo, 6. 
Delatores da JBS disseram que entregaram R$ 1 milhão em propina ao coronel Lima, amigo e apontado como laranja de Temer. A suspeita é que esse dinheiro tenha sido usado para fazer obra no imóvel de Maristela Temer em São Paulo. Temer disse que o pagamento foi legal e negou qualquer irregularidade.
O emedebista também foi questionado sobre o inquérito dos portos, do qual é alvo. Mas não se sentiu confortável em falar sobre o assunto. Afirmou que a reforma da casa de uma de suas filhas, Maristela Temer, foi realizada com "absoluta licitude". "Eu lamento que estejamos conversando sobre isso ao invés de conversarmos sobre o Brasil", afirmou.(247).

Blog do BILL NOTICIAS

Aneel vê rombos bilionários em emendas da MP da Eletrobras

Em ofício encaminhado à Câmara, o diretor-geral da Eletrobras enumera uma série de emendas que, se passarem, terão efeito direto na conta do consumidor

A Medida Provisória que trata da venda das distribuidoras da Eletrobrás e tramita no Congresso e deve ser votada na comissão especial mista, na próxima terça-feira (8) / Foto: Divulgação
A Medida Provisória que trata da venda das distribuidoras da Eletrobrás e tramita no Congresso e deve ser votada na comissão especial mista, na próxima terça-feira (8)
Foto: Divulgação



Estadão Conteúdo

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) adotou posição contrária às emendas parlamentares incluídas na Medida Provisória 814/2017, a MP que trata da venda das distribuidoras da Eletrobras e tramita no Congresso e deve ser votada na comissão especial mista, na próxima terça-feira (8). 
Em ofício encaminhado na sexta-feira (4) para diversos parlamentares, o diretor-geral da agência, Romeu Rufino, enumera uma série de "jabutis" que, se passarem pelo Congresso, terão efeito direto na conta do consumidor. O texto original da MP 814 recebeu 158 emendas parlamentares.
A Aneel concorda com o texto original da MP, com pequenos ajustes, mas defende que grande parte das 158 emendas parlamentares seja tocada por meio de projeto de lei, encaminhada pelo Ministério de Minas e Energia, para que essas propostas sejam melhor debatidas.
Entre os assuntos controversos incluídos na MP está a proposta de aumento de tarifa da usina nuclear de Angra 3, para que o projeto paralisado desde 2015 possa ser concluído. A Aneel alerta que "desconhece os parâmetros para a revisão do preço, mas numa conta preliminar, o impacto seria de aproximadamente R$ 820 milhões/ano" na conta de luz.

Na avaliação da agência, revisão de preços de contratos deve ser feita de forma excepcional e deve ser definida pelo Poder Executivo, não pelo Congresso.(JC).



Blog do BILL NOTICIAS


Secretário diz que arcada e restos mortais são de homem que caiu de prédio

Vítima, conhecida como Ricardo, estava prestes a ser socorrida pelos bombeiros no momento em que prédio desabou no Centro de São Paulo


Foto: Paulo Pinto/FotosPublicas
Foto: Paulo Pinto/FotosPublicas

A arcada dentária e o tecido humano encontrados sob os escombros do edifício Wilton Paes de Almeida, que desabou após um incêndio no centro de São Paulo, pertencia a Ricardo Oliveira Galvão Pinheiro. A informação foi divulgada no início da tarde desta segunda-feira (7) pelo secretário de Segurança Pública de São Paulo, Mágino Alves Barbosa Filho. Pinheiro era o que estava pendurado por uma corda e sendo resgatado no momento do desabamento, parte do seu corpo foi encontrado na sexta-feira.

"Os bombeiros localizaram ontem (domingo) um pouco de tecido humano e uma parte de uma arcada dentária. Obtive confirmação da Polícia Técnica Científica de que tanto o tecido quanto a arcada são da vítima Ricardo, que já foi identificado", disse.

Mágino Alves disse ainda que o Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) vai investigar possíveis casos de extorsão aos moradores desabrigados. Segundo relatos, o Movimento de Luta Social por Moradia (MLSM) cobrava uma taxa para permanecer na ocupação.

Previsão

De acordo com o secretário, a previsão de conclusão dos trabalhos de resgate de vítimas e remoção dos escombros muda dependendo das dificuldades que os bombeiros encontram nas buscas. Na manhã desta segunda-feira, o capitão dos bombeiros Marcos Palumbo deu o prazo de cinco dias para encerrar os trabalhos.

"Já tínhamos estabelecido prazo de 10 dias, 13 (dias), passou para 15... O prazo é o prazo que tiver que ser feito, com prudência e com cautela para tentar encontrar ainda alguma pessoa viva ou mesmo para conseguir localizar restos mortais", afirmou Mágino Alves.

O secretário afirmou que a polícia continua colhendo depoimentos no 3° Distrito Policial (Campos Elíseos). O prédio pegou fogo e ruiu nas terça-feira da semana passada, dia 1º de maio. (AE).



Blog do BILL NOTICIAS



UM MÊS DEPOIS DA PRISÃO, LULA RESISTE DE PÉ E AINDA COMANDA A SUCESSÃO

REUTERS/Leonardo Benassatto

Completado um mês da prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o cenário eleitoral pouco mudou. Lula continua dando as cartas da sucessão enquanto seus adversários batem cabeça. A cena que resta fora da Superintendência da Polícia Federal do Paraná (superintendência inaugurada por Lula quando era presidente) parece destituída de legitimidade, tal a precipitação e o caos que tomam as agendas dos candidatos. Quem lidera e entende de eleição está preso, enquanto os que patinam nas pesquisas e sofrem rejeição estão soltos.
Não bastasse o caos fisiológico e de conveniência que toma as candidaturas da direita, enfraquecidas por n motivos mas sobretudo por um golpe que não deu certo, o campo da esquerda está em seu momento “Esperando Godot”. Até Ciro Gomes, o mais ‘personalizado’ dos candidatos do progressismo, não consegue esconder sua ansiedade em ter o apoio de Lula ou pelo menos ver a candidatura do ex-presidente ser oficialmente retirada de cena.
Boulos e Manuela, diferentemente do que se pensa, fortes e consolidados, são os únicos candidatos que podem olhar para o espelho para enxergar um presidenciável digno do nome. Eles foram “ungidos” por Lula antes da prisão e, simbolicamente, representam a porção legítima desta eleição.
O campo da direita está completamente confuso. São eles que precisam se unir para sobreviver, diferentemente da esquerda. Alckmin acena para Temer que acena para Barbosa que acena para Marina que não acena para ninguém.
A resistência e a saúde física, mental, espiritual e política de Lula continuam surpreendendo. É o único que está de pé. É ele quem comanda a sucessão de dentro da prisão. É ele quem mobiliza as atenções do país e do mundo. É nesse quadro que a cena política brasileira real merece ser pensada.(247).


Blog do BILL NOTICIAS

Leopardo devora criança em parque natural da Uganda

A vítima, devorada pelo leopardo, foi um filho de um guarda florestal que trabalha no parque

O menino estava em um pavilhão aberto, sem cercas de proteção, quando foi atacado / Foto: Larkuwan Wanniarachch/AFP
O menino estava em um pavilhão aberto, sem cercas de proteção, quando foi atacado
Foto: Larkuwan Wanniarachch/AFP

AFP

As autoridades de Uganda procuravam nesta segunda-feira um leopardo que devorou um menino de três anos em um parque natural do país.
A vítima, filho de uma guarda florestal que trabalhava no parque, estava com uma babá no momento da tragédia, que aconteceu na sexta-feira à noite.
O porta-voz do parque, Bashir Hangi, disse que o menino estava em um pavilhão aberto, sem cercas de proteção, e saiu do local para seguir a babá.


"A mulher não viu que o menino a seguia. Ouviu os gritos de ajuda e tentou agir, mas já era muito tarde, o leopardo havia desaparecido (com a criança). Iniciamos a busca e o crânio foi encontrado no dia seguinte", explicou.


"Há uma busca em curso para capturar e matar o leopardo porque uma vez que comeu carne humana poderia tentar comer outro ser humano. É perigoso", completou o porta-voz.




Blog do BILL NOTICIAS

Suspeito de matar ex-esposa em Timbaúba é encontrado morto na própria casa

João Climaco não aceitava o final da relação. Após uma briga, golpeou Cláudia Aguiar com uma peixeira e ela morreu no local

Após uma discussão, João esfaqueou Cláudia com golpes de peixeira. Foto: Reprodução/Facebook
Após uma discussão, João esfaqueou Cláudia com golpes de peixeira. Foto: Reprodução/Facebook


Foi encontrado morto nesta segunda-feira (7) o homem suspeito de feminicídio em Timbaúba, na Zona da Mata Norte. João Climaco Rodrigues, de 51 anos, teria matado ex-esposa a facadas a ex-esposa e se enforcado dentro da própria residência, localizado no bairro da Cohab, ainda nesta manhã. João estava sendo procurado pela Polícia Civil após ter sido acusado do crime contra a ex-mulher. 

O assasinato aconteceu por volta das 4h20 desta segunda, em frente à residência da irmã da ex-companheira, Cláudia Aguiar Rodrigues, de 44 anos, no bairro de Mocosinho. Após chegar de uma festa no município de Itambé, também na Mata Norte, Cláudia se direcionou à casa da irmã, localizada em cima de uma lotérica na Rua Romã, em frente à Praça José Mendes. O ex-companheiro teria ido até o local e discutido com ela, quando a atingiu com golpes de peixeira. 

O Corpo de Cláudia foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML) do Recife. O suspeito estava foragido e as informações preliminares repassadas pela polícia apontavam que a motivação do crime davam conta de que o casal estava em processo de separação e que João não aceitava. 

De acordo com a Polícia Civil, uma equipe da Delegacia de Timbaúba está investigando as circunstâncias da morte de João Climaco e também o caso de feminicídio que vitimou Claudia Aguiar. (DP).



Blog do BILL NOTICIAS  

Navio que transporta contêineres colide com três balsas no Porto de Santos

O acidente não deixou vítimas, mas a Dersa informou que avaliará os danos materiais causados às embarcações

Foto: Arquivo/Agência Brasil
Foto: Arquivo/Agência Brasil



Um navio porta-contêineres colidiu com três balsas de transporte de veículos na noite deste domingo, 6, no Porto de Santos, do lado do Guarujá. O navio Santos Express tem cerca de 330 metros de comprimento e, de acordo a Desenvolvimento Rodoviário S/A (Dersa) de São Paulo, entrava pelo canal do Porto quando atingiu as embarcações da Companhia.

Duas das balsas estavam atracadas no píer do estaleiro, fora de operação em razão do baixo movimento. A terceira estava no local de atracação e já havia descarregado todos os veículos que transportava.

O acidente não deixou vítimas, mas a Dersa informou que avaliará os danos materiais causados às embarcações. Por isso, a frota de balsas ficará reduzida nos próximos dias até que todos os reparos sejam concluídos, fato que pode aumentar o tempo de espera pela travessia de veículos entre Santos e Guarujá.


Blog do BILL NOTICIAS

MARIETA SEVERO: “NÃO VÃO ACABAR COM A SEMENTE QUE O LULA PLANTOU”


Revista Fórum - A atriz Marieta Severo, que acaba de viver a malvada Sophia na novela "O Outro Lado do Paraíso" disse, em entrevista na coluna de Marina Caruso, no Globo desta segunda-feira (7), que ficou muito triste com a prisão de Lula, segundo ela "armada juridicamente como foi". Marieta disse ainda que "é evidente que não há prova suficiente. Independentemente dos erros, não vão acabar com a semente que o Lula plantou. Temos que prestar atenção no que está por trás do que as pessoas dizem, a quem interessa. Não deixar visitarem Lula na prisão faz parte do jogo em relação à próxima eleição. É a lama. Nos anos Lula, tinha a sensação de que alguém estava fazendo algo para diminuir a desigualdade social", falou.
Já com relação à personagem Sophia, que viveu, Marieta lembrou que "a última frase dela, 'tudo o que fiz foi pela minha família', é tão atual. Que família é essa? Vimos no Congresso o maior exemplo disso (na votação do impeachment). Era um tal de 'pela família' e, no dia seguinte, a pessoa era presa por corrupção", ironizou.
Marieta falou ainda sobre feminismo, machismo e as transformações que percebe nos netos: "Clara, de 19 anos (filha de Helena Buarque com Carlinhos Brown), tem o discurso todo, o tal lugar de fala. Ninguém fica discursando na família, mas eu provoco, adoro ouvir. É saboroso".
Sobre o neto de 21 anos, Chico Brown, também filho de Helena, ela diz perceber mudança no comportamento, "de lidar com a namorada, de se posicionar. Minha geração tinha a teoria, mas não a prática. Há essas trevas horrorosas, mas tenho a ilusão de que o ser humano vai rumo à luz".
Sobre preconceito racial, disse que, por causa da intervenção, tem medo que o neto tome tapa da polícia. "Com a minha neta loura, não preciso falar isso. Como vó, quero proteger. Dá medo, é um rastafári, figura fora do padrão. Me doeu quando o vi, numa entrevista, dizendo que desviavam dele na rua por ser negro. Mas a questão evoluiu. Na minha adolescência eu passava o cabelo no ferro".
Sobre os ataques que sofre pela internet, Marieta confessou: "Ler que minha família é canalha (o antiquário João Pedrosa fez esse comentário em foto postada por Silvia, primogênita de Marieta) dói no meu coração. Que isso? Tenho orgulho dela! Mas esse a gente já processou, ele perdeu, se ferrou. Menos um!", concluiu.
Leia a entrevista completa aqui.


Blog do BILL NOTICIAS

Poços instalados pela prefeitura beneficiam população da zona rural de Petrolina



Morador da comunidade de Cruz de Salinas, na zona rural de Petrolina, o agricultor Bento Francisco Neto, faz parte de um grupo de 10 famílias beneficiadas com a instalação de um poço tubular que mudou a realidade naquela região.
A iniciativa é fruto de uma parceria entre o Ministério de Minas e Energia e a prefeitura, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Agrário que está realizando a instalação de 50 poços artesianos com vazão acima de 500 litros/hora.
Vê esse poço instalado é uma alegria pra gente. Agora tenho fé que as coisas vão melhorar, pois temos água perto de nós. Quero agradecer a todos por esta iniciativa”, comemorou Bento.
A montagem dos equipamentos segue a todo vapor e os materiais como, caixas de água, canos, base e acessórios para instalação dos poços estão sendo entregues nas comunidades onde foram feitos, previamente, os estudos técnicos que viabilizaram os equipamentos.
Quero dizer que a gestão municipal tem investido e desenvolvido ações com o objetivo de melhorar a vida dos moradores das comunidades rurais. Estamos levando benefícios a locais que antes eram esquecidos”, disse o secretário de Desenvolvimento Econômico e Agrário, José Batista da Gama.(C.Geral).

Blog do BILL NOTICIAS

Fraudes põem em risco aposentadoria de servidores de 200 municípios do País

Somente a mais recente operação da PF relacionada ao tema identificou irregularidades em 28 institutos de Previdência de Estados e municípios
 Ao longo dos últimos cinco anos, a PF conseguiu mapear o modelo de ação do esquema, que envolve gestoras financeiras e, em certos casos, as próprias prefeituras. Foto: Marcello Casal Jr/ABr
Ao longo dos últimos cinco anos, a PF conseguiu mapear o modelo de ação do esquema, que envolve gestoras financeiras e, em certos casos, as próprias prefeituras. Foto: Marcello Casal Jr/ABr

A aposentadoria de servidores de até 200 municípios brasileiros pode estar em risco. A estimativa é do próprio Ministério da Previdência, a partir de investigações que vêm sendo realizadas pela Polícia Federal desde 2013. Somente a mais recente operação da PF relacionada ao tema - a Encilhamento, deflagrada no último mês de abril - identificou irregularidades em 28 institutos de Previdência de Estados e municípios. Ao longo dos últimos cinco anos, a PF conseguiu mapear o modelo de ação do esquema, que envolve gestoras financeiras e, em certos casos, as próprias prefeituras. 

As investigações se referem aos regimes próprios de Previdência municipais, que são chamados de RPPS. Dos 5.570 municípios brasileiros, 2.089 mantêm esses programas de aposentadoria. Cada cidade nomeia um administrador para buscar a melhor forma de investir o dinheiro do servidor. Nas prefeituras envolvidas em fraudes, os valores são repassados a empresas de fachada, que investem em títulos podres. O administrador, em troca de comissão, esconde a real situação do investimento (leia quadro acima).

O município mineiro de Uberlândia é o caso mais emblemático entre os apurados pela PF. Dos cerca de R$ 760 milhões do fundo da cidade, R$ 360 milhões estariam em risco, segundo o vereador Juliano Modesto, relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) criada para investigar o caso. "O servidor, infelizmente, vai ter de aumentar a contribuição." Mas a cidade não está sozinha: Paulínia (SP) pode ter perdido R$ 192,3 milhões e Campos de Goytacazes (RJ), R$ 118 milhões, segundo dados da PF.

O subsecretário dos Regimes Próprios de Previdência Social do Ministério da Previdência, Narlon Gutierre, disse que os RPPS concentram hoje um total R$ 254 bilhões. Deste valor, cerca de R$ 140 bilhões estão investidos em aplicações de renda fixa - o alvo das fraudes.

Fontes próximas às investigações dizem que cerca de R$ 15 bilhões das aplicações em renda fixa podem estar hoje em títulos podres. O ministério não confirma o dado, mas Gutierre estima que entre 100 e 200 municípios estão envolvidos em fraudes. A estimativa é baseada nas apurações da PF e em auditorias do próprio governo. 

Além da Encilhamento, as operações Fundo Perdido, Miqueias, Imprevidência e Naum também detectaram fraudes na Previdência de Estados e municípios. A PF não comenta.

Alerta

Alvo de investigação da Polícia Federal, as fraudes afetam municípios como Uberlândia (MG), Paulínia (SP) e Campos dos Goytacazes (RJ). Gilmar Machado, ex-prefeito da cidade mineira, chegou a ser preso na esteira da operação Encilhamento, deflagrada pela PF em abril.

Pegos de surpresa, servidores afetados temem ser obrigados a ampliar contribuições para ter o acesso ao benefício que consideravam garantido. Nessa situação está José Santos, 46 anos que trabalha há 23 anos na prefeitura de Uberlândia. Ele soube pelos jornais que o fundo de pensão que contribui está envolvido em fraude. "Essa história de investimento podre me preocupou. Foi um choque", disse. Com renda mensal de R$ 8 mil, Santos espera que a situação se reverta e não tenha que aumentar a contribuição, de 11% do seu salário.

Também de Uberlândia, a educadora Cláudia Nunes, 36 anos, trabalha para evitar perdas. "Mobilizei um grupo e cobramos dos vereadores uma solução. A CPI (aberta na Câmara de Vereadores de Uberlândia) comprovou que havia irregularidades. Quero ver o que vai dar."

Esquema

Na Operação Encilhamento, a Polícia Federal identificou que fundos de investimento foram criados para desviar recursos de previdências de municípios e Estados. Foram identificados administradores, gestores e intermediadores que convenciam os institutos de Previdência a investir em empresas de fachada ou à beira da recuperação judicial - apostas com grande chance de calote.

A PF identificou oito fundos com essas características, além de listar 13 instituições que faziam a gestão e a administração das carteiras - como Gradual, Bridge e FMD. Essas empresas se revezavam nos papéis de gestor e fiscalizador do dinheiro - dessa forma, as práticas fraudulentas eram facilitadas.

Em alguns casos, os gestores dos fundos de Previdência nos municípios são suspeitos de participar do esquema. Em outros, de ter entregado os recursos por incapacidade de avaliar a qualidade das aplicações.

A Encilhamento aponta movimentação de, no mínimo, R$ 1,3 bilhão em títulos podres. Mas perdas das instituições de Previdência podem ultrapassar R$ 15 bilhões, conforme dados de outras operações realizadas desde 2013 pela PF, apurou a reportagem.

Casos

Um dos casos investigados é o da relação entre as gestoras Incentivo e Gradual. Fontes próximas às investigações disseram que a Incentivo teria denunciado à PF que, sem seu conhecimento, a Gradual teria investido R$ 10 milhões de um de seus fundos com recursos previdenciários municipais na ITS@, empresa do marido da dona da Gradual, Fernanda de Lima. 

A Incentivo teria dito que, além do conflito de interesses, a ITS@ era inativa e tinha o mesmo endereço da Gradual. A suspeita da PF é que a Gradual tenha usado o dinheiro para maquiar prejuízos de sua atividade de corretagem.

Operação semelhante envolveu a capitalização da ATG, empresa que pretendia lançar uma nova bolsa no Brasil, rival da B3, que nunca saiu do papel. A ATG foi criada por Arthur Machado, sócio da Bridge Investimentos, também apontada pela PF como parte no esquema para lesar previdências municipais.

O outro sócio da Bridge é José Carlos Oliveira, que comandou o BNY Mellon no Brasil por 15 anos, até 2013, quando foi desligado pelo banco. Machado e Oliveira já foram detidos em outras operações da PF relacionadas a fundos de pensão. 

A Gradual, segundo as investigações, também teria usado dinheiro de aposentadorias para pagar uma dívida com a Bridge. Em 2015, a Bridge anunciou a compra da Gradual, mas desistiu do negócio. A Encilhamento aponta ainda que outra empresa possivelmente ligada à Gradual, a OAK, seria o novo nome da Solo, que cuidava do FIP Viaja Brasil, do doleiro Alberto Youssef, pivô da Lava Jato.

Ao identificar uma repetição dos atores envolvidos, a PF passou a apurar uma rede de desvio de recursos. E concluiu que a figura central, que faz a ponte entre os municípios e os gestores, seria Renato DeMatteo, hoje foragido. Ele é dono da gestora FMD, que chegou a gerir R$ 590 milhões em recursos dos RPPS. As investigações apontam que ele tinha contatos para acessar os responsáveis pelas aposentadorias de municípios e convencê-los a fazer investimentos arriscados. 

Defesas

A Gradual não quis dar entrevista. Fontes próximas à empresa, porém, dizem que a Incentivo concordou com a compra das debêntures da ITS@, mas teria pedido comissão em troca, que ela teria se recusado a pagar.

Procurada, a Incentivo não quis comentar, pois as investigações sobre o pedido de inquérito feito por ela em 2016 estão em curso. A PF deve investigar todas as acusações, apurou a reportagem, embora a Encilhamento não tenha apontado irregularidades da Incentivo. A Bridge não quis se manifestar. A defesa de Machado nega as acusações. Renato de Matteo não foi encontrado. A PF não deu entrevista. 

Em nota, Gilmar Machado, ex-prefeito de Uberlândia, disse que todas as aplicações foram feitas pelo gestor da época e fiscalizadas pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM),(Por: AE).



Blog do BILL NOTICIAS

Maio amarelo. Prédios e monumentos de Petrolina ganham iluminação especial em adesão à campanha de trânsito





Sob tema “Nós somos o trânsito”, ação visa conscientizar população para reduzir os índices de mortes por acidentes.
Equipes da Prefeitura de Petrolina trocaram a iluminação de alguns prédios e monumentos públicos da cidade. Eles ganharam novas luzes em alusão à campanha “Maio Amarelo”. A ação tem objetivo de propagar a mensagem de respeito e responsabilidade a todos que fazem parte do trânsito, tanto de veículos, quanto de pedestres. Além disso, também visa conscientizar as pessoas e reduzir os índices de acidentes de trânsito da região.
Estão iluminadas de amarelo as fachadas da Igreja Catedral, do prédio da Prefeitura e da Casa Bolsa, bem como os monumentos da Integração e do Centenário. A cor amarela têm o mesmo significado de quando aparece no semáforo: atenção e serve para despertar nos condutores e pedestres a importância de se praticar uma direção defensiva e uma boa convivência no trânsito. A nova iluminação, instalada pela Secretaria de Infraestrutura, Mobilidade e Serviços Públicos (SEINFRA), permanece por todo o mês de maio nos edifícios públicos da cidade.
O secretário-executivo de Infraestrutura, Anderson Freire, considera a iniciativa muito importante. “A iluminação amarela em certos pontos da cidade faz com que a população lembre da necessidade da educação no trânsito. A maioria dos acidentes se dá pela falta de atenção e infração das leis, mas com o apoio de todos, podemos atingir o objetivo de diminuir as mortes nas vias públicas”, conclui Freire. 

CONSCIENTIZAÇÃO – Segundo estudo e contabilização da OMS (Organização Mundial da Saúde) só em 2009, cerca de 1,3 milhão acidentes de trânsito resultaram em morte e quase 50 milhões de pessoas sobreviveram com sequelas em 178 países. São quase três mil vidas perdidas por dia em acidentes em ruas e estradas. Sendo assim, em Maio de 2011 a ONU decretou a “Década de Ações para a Segurança no Trânsito” na qual o Brasil e outros governos ao redor do mundo se comprometem a tomar medidas para prevenir e reduzir índices de acidentes no trânsito. (Ascom)


Blog do BILL NOTICIAS

METADE DOS BRASILEIROS CONSIDERA QUE DILMA SOFREU GOLPE EM 2016


Assentada a poeira da maior guerra de informação já vista no país, para derrubar Dilma Roussef, a opinião pública começa a apresentar um veredito muito diferente do pretendido pelas mídias conservadoras e as elites nacionais. Quase metade da população (47,9%) já considera que o que aconteceu entre 2015 e 2016 foi um golpe de Estado e não um evento normal, democrático. É o que informa pesquisa em março pelo Instituto da Democracia e da Democratização da Comunicação, braço do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia (INTC).
O número dos que consideram que houve um impeachment dentro das regras do jogo democrático, é minoritário (43,5%), ao contrário do que aconteceu durante o auge da campanha de mídias contra Dilma, com manchetes diárias no Jornal Nacional da TV de Globo e de todos os jornais, TVs, revistas, e rádios de largo alcance, todos controlados por empresários conservadores, além da milionária campanha nas redes sociais.   
O levantamento foi realizado entre os dias 15 e 23 de março com 2.500 entrevistas domiciliares em 179 município. A margem de erro é de dois pontos. Para o cientista político Leonardo Avritzer (UFGM), que coordenou o trabalho, há uma série de eventos que deixaram à luz do dia o caráter do golpe. Ele mencionou, entre outros: a gravação que derrubou o senador Romero Jucá (MDB-RR) do ministério do governo Michel Temer logo no início da gestão, a descoberta de R$ 51 milhões ilegais atribuídos ao também ex-ministro Geddel Vieira Lima (MDB), a derrocada do senador Aécio Neves (PSDB-MG) após a divulgação de suas conversas com o empresário Joesley Batista e as denúncias contra o próprio Temer apresentadas pela Procuradoria-Geral da República.
Realizado antes da prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o levantamento mostrou que também havia divisão em relação à condenação ao petista imposta pelo juiz Sergio Moro e confirmada pelo Tribunal Regional da 4ª Região. O impressionante na pesquisa é que mesmo diante do intenso "fogo de barragem" das mídias contra Lula, há uma parcela expressiva do país que considera sua condenação injusta: 39,1% (27,6% discordaram muito da condenação e 11,5% discordaram pouco). 45,5% dos consultados afirmaram concordar com a condenação do TRF-4 (30,3% concordaram muito com a condenação e 15,2% concordaram pouco). Com o tempo e a possibilidade de um juízo popular sem a pressão brutal das mídias de massa, é de se esperar um crescimento do sentimento de injustiça em relação á condenação já nos próximos meses. (247).
Leia mais aqui.


Blog do BILL NOTICIAS

Inscrições para Enem 2018 estão abertas e vão até dia 18/05

(Foto: Reprodução)


As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018 foram abertas no site nesta segunda-feira (7) e irão até o dia 18 de maio, às 23h59, segundo o manual do candidato. Todos os interessados em participar da prova devem fazê-la, inclusive aqueles que conseguiram a isenção da taxa de R$ 82. A aprovação do pedido de isenção, que foi feito em um período anterior, não significa estar inscrito no exame.
No caso dos estudantes que terão de pagar esse valor para se inscrever, o prazo máximo para quitar o boleto bancário é o dia 23 de maio. Mesmo que haja um feriado regional e os bancos não funcionem, a data-limite não será alterada, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).
Para fazer a inscrição, é necessário informar o número do CPF e do RG para que seja criada uma senha. É ela que dará acesso futuramente ao cartão de confirmação e aos resultados, por exemplo. Também é preciso ter um número de celular e um e-mail válidos, para que o Inep envie comunicados diretamente aos candidatos.
Além desses dados, os estudantes têm de afirmar se necessitam de algum atendimento especializado no dia da prova (como para pessoas com deficiência ou lactantes). Em outra etapa da inscrição, precisam marcar se a língua estrangeira cobrada na prova será o inglês ou o espanhol.(C.Britto).

Blog do BILL NOTICIAS

Acompanhe a entrevista do Governador de Pernambuco Paulo Câmara ao ´Estadão`

Governador de Pernambuco Paulo Câmara


Paulo Câmara diz que Joaquim Barbosa deve mostrar a cara. Governador de PE também afirma que projeto nacional do PSB não inviabiliza costuras regionais como a que ele vem tentando com o PT no estado
O governador falou sobre o ex-ministro do STF, Joaquim Barbosa, se apresentar para que o PSB e o povo brasileiro, saibam o que ele pensa sobre o Brasil. “Campanha de faz na rua”, disse Paulo. Herdeiro político de Eduardo Campos, o governador pernambucano tenta atrair o PT para uma aliança em torno de sua futura candidatura à reeleição. Segundo ele, os projetos regionais do PSB não impedem uma candidatura própria à Presidência da República.
Confira nessa entrevista concedida ao Estadão Conteúdo.
  • O sr. teve um encontro recente com o ex-ministro Joaquim Barbosa, que se filiou ao PSB e é um possível candidato à Presidência. O que conversaram? Qual foi sua impressão?
Governador – O PSB saiu do seu congresso (em março) com três entendimentos para 2018: candidatura própria, alianças com partidos de centro-esquerda ou liberação nos Estados para apoiar candidaturas próprias. Dentro desse contexto apareceu a filiação do ex-ministro Joaquim Barbosa. Tive um encontro com ele antes da filiação e outro depois, fora a reunião do partido em Brasília. Ele está muito consciente das bandeiras das quais o PSB não abre mão. Há ansiedade em muitos setores do partido em resolver logo isso, mas há um movimento acertado de esperar um pouco mais. Existe um tempo político e eleitoral. Vamos definir isso nos próximos 60 dias. Pode haver alguns setores que acham que está muito silencioso.
  • Barbosa representa o novo na política?
Governador – Ele sempre foi um ministro com uma visão de justiça social. Passa a impressão de que tem determinação de fazer o que precisa ser feito, mas precisa se apresentar. Se for caminhar para uma candidatura será muito questionado. Vai ter que dizer o que pensa em relação ao Brasil. O povo brasileiro não vai eleger nenhum presidente sem conhecer suas ideias e ter um mínimo de confiança
  • O que acha das ideias dele para economia?
Governador – Ele sabe da necessidade de reformas, tem preocupação com desenvolvimento social e desigualdade social. Tem uma estratégia de conversar com todas as alas da economia. Esse é um dever de casa que ele se propôs a fazer.Barbosa devia se expor um pouco mais? Ele demonstrou pouco traquejo político naquela reunião com o PSB…Temos que respeitar o tempo que ele pediu. É óbvio que, se tiver a candidatura, ele vai ter que expor e falar. Não se faz campanha eleitoral sem estar nas ruas. Esse é o passo seguinte. Nós também não podemos sair com uma candidatura própria sem conversar com os campos com que nos identificamos, de centro-esquerda. Vai precisar acontecer uma discussão com os demais partidos de centro-esquerda. Isso é fundamental. Precisamos de uma estratégia para o primeiro e o segundo turno.
  • No plano regional, o PSB procura o apoio do PT. No nacional, o candidato pode ser o ministro que foi relator do mensalão que condenou a cúpula do PT. Uma eventual candidatura do Barbosa pode atrapalhar seu plano regional?
Governador – Temos uma ampla aliança em Pernambuco. Sempre houve a possibilidade de termos palanques variados, mesmo com candidatura própria. Já passamos por isso em outros momentos. O importante é o projeto, e o PSB tem um muito claro, que foi feito com Eduardo Campos em 2014.Então para Barbosa ser candidato pelo PSB, ele precisa se adequar à plataforma de centro-esquerda do partido, e não o partido se adequar a ele…Isso é evidente. Não temos um projeto eleitoral, mas de governo. Não abrimos mão. Se a pré-candidatura do ex-ministro for para frente, ela tem que se incorporar a esse programa e às ideias do partido, que tem 70 anos. O PSB não apareceu agora. Tem história. Está no campo de centro-esquerda. Qualquer candidato do partido vai ter que ter coerência com o que nós pensamos.
  • A morte do Eduardo Campos deixou o partido fragmentado. A candidatura presidencial não é importante para isso?
Governador – Isso sempre existiu. As diferenças regionais existem. Mas, mesmo com a morte de Eduardo, conseguimos um ponto de equilíbrio, que foi a ida do Carlos Siqueira para a presidência do PSB. No final, o PSB sempre mostra unidade.PSB já vê consenso para candidatura de Joaquim Barbosa. O ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB) esteve muito próximo do PSB, mas a aliança com ele não foi para frente. Ele destoa muito do pensamento do partido? A gente tem muito respeito pelo ex-governador Geraldo Alckmin. Tivemos uma convivência muito boa. Aqui em São Paulo o PSB é um aliado dele. Mas o Brasil é grande e o partido tem um programa de governo. Muitas bandeiras que Alckmin defende, o partido discorda. As reformas, por exemplo. Não defendemos a reforma da Previdência que foi exposta pelo governo federal, e o ex-governador Alckmin defendeu. Alckmin e outros candidatos de centro vão ter dificuldade de conseguir votos no Nordeste? O candidato a presidente que quiser ter votos no Nordeste vai tem que apresentar um programa com ações efetivas, como o presidente Lula teve capacidade de fazer.
  • O Nordeste é lulista?
Governador – O Nordeste tem muita gratidão pelo que o presidente Lula fez pelo desenvolvimento da região. Isso está muito presente na cabeça do povo nordestino, que rejeita a forma como o Brasil está sendo governado pelo presidente Temer. As pesquisas e avaliações mostram isso.
  • Qual será o reflexo da prisão do ex-presidente Lula na campanha à Presidência e na disputa em Pernambuco?
Governador – A população ainda está assimilando isso. Não tenho uma opinião formada sobre isso. A própria decisão do STF sobre a prisão do Lula foi dividida, 6 a 5. Há muita divisão no País, mas a população nordestina tem muita solidariedade e gratidão (a Lula). Isso pode pesar nas eleições de 2018.
  • Como avalia a estratégia do PT de manter a candidatura do Lula, mesmo preso?
Governador – O ideal era que todos os partidos e forças políticas de centro-esquerda conversassem mais e tivessem uma estratégia que pudesse resultar em uma candidatura única ou aliança no segundo turno. Fazemos parte de uma frente de partidos e assinamos um manifesto pela democracia. Estamos dispostos a dialogar. Temos até julho para discutir isso e ver a melhor estratégia.
  • Marina Silva foi a candidata do PSB após a morte do Campos, mas saiu do partido. O que houve com essa relação?
Governador – O afastamento veio da própria Marina, e não do PSB, que sempre esteve aberto a conversar com ela. A Rede participou do meu governo por três anos, com pessoas próximas a Marina, em pastas importantes, como o Meio Ambiente. O ex-secretário Sérgio Xavier era muito presente na vida de Marina Silva. Ela simplesmente se afastou do PSB, especialmente em Pernambuco, onde tinha uma identificação muito grande comigo e com a família de Eduardo Campos. Infelizmente, a política tem isso. A gente só quer estar junto de quem quer estar junto de nós. Se ela quiser conversar, o PSB está de portas abertas, mas não basta só um lado querer dialogar.
  • Quanto pretende gastar na campanha?
Governador – O limite de gastos da legislação é em torno de R$ 9 milhões, menos da metade do que gastamos em 2014. Pretendo gastar o que a legislação permitir. Mas o partido ainda não definiu a distribuição. O PSB tem muitas candidaturas majoritárias.
  • Nesse aspecto, uma candidatura presidencial não drena recursos dos palanques estaduais?
Governador – Prejudica, mas vamos ter que nos adaptar se tivermos candidatura. Uma campanha presidencial puxa voto.
  • A intervenção federal na segurança do Rio tem sido criticada. Pernambuco também sofre coma questão da violência. Como avalia esse processo? Pode ser válido para Pernambuco?
Governador – Eu, como governador, não aceitaria uma intervenção. Cabe ao governante tratar a questão da segurança do Estado. A União tem um papel a cumprir, mas não cumpre bem há muito tempo.
  • Renata Campos tem um papel central na política de Pernambuco?
Governador – Ela sempre esteve presente na trajetória de Eduardo. Tem uma vivência e experiência. Mas, com o falecimento de Eduardo, decidiu não entrar na vida partidária. Gosta da política, mas não será candidata. É uma pessoa que sempre é ouvida.
  • O João Campos, filho de Eduardo, assumiu esse papel mais partidário?
Governador –Ele se formou aos 21 anos em engenharia e definiu que queria entrar na vida pública. É um talento. Foi meu chefe de gabinete. Vai disputar agora um mandato de deputado federal. Mas a família está dividida. Marília Arraes, prima de Eduardo, é pré-candidata pelo PT, o irmão, Antonio, está no Podemos. Dr. Arraes sempre deixou muito claro que não tinha herdeiros na política. Eduardo caminhou com suas próprias pernas.
  • Como foi sua relação com o governo Dilma Rousseff? Como é a relação com Michel Temer?
Governador – A relação foi difícil com Dilma. Já éramos oposição em 2015. Ela quis fazer um ajuste naquele ano sem consequências que paralisou o Brasil. É muito difícil, de uma hora para outra, sem planejamento, parar com os investimentos federais no Brasil. O governo Temer tem prioridades totalmente contrárias ao que a gente entende que é melhor para o Brasil. Isso gera muito conflito. É um governo sem legitimidade que acabou trazendo a ampliação das desigualdades. Nós fomos um dos Estados que mais sofremos. A falta de acesso ao crédito em Estados que têm níveis baixos de endividamento dificultou muito. Podíamos estar gerando emprego e renda com nossas próprias pernas.
  • O PSB vai ter candidatura própria?
Governador – A gente tem um período de maturação. Não dá para ter uma definição. Hoje, o partido nem pré-candidato ainda tem.
  • A educação será a principal bandeira do senhor?
Governador – Ser governador tem muito sofrimento e algumas alegrias. Mas a gente tem algumas alegrias realmente. A educação dá muita alegria, porque você vê meninos pobres que se dedicam, passam o dia nas nossas escolas de tempo integral, estudam, aí já estão ganhando o mundo nesse programa que manda para o exterior. Meninos que nunca viram o mar, que não conhecem o Recife, vão para o Canadá, Nova Zelândia, Austrália, Estados Unidos, Espanha, e voltam sabendo que só depende deles. Eu estou motivando (esses jovens) a fazer universidade, principalmente os que não têm renda, eu dou uma bolsa, para quem é da escola pública, tem baixa renda e que passa na universidade pública, de dois anos para se manter até conseguir um estágio, arrumar emprego. E esses meninos estão passando em todas as universidades, estão vindo para São Paulo estudar Direito na USP, estão indo para a UnB estudar Relações Internacionais, indo para o Recife estudar na Federal. Educação a gente vê que transforma a vida. Em 2007, quando Eduardo assumiu, Pernambuco estava lá atrás, a pior educação do ensino fundamental, último lugar, 21º no ensino médio. Em 11 anos, se tiver foco, gestão, prioridade, se faz uma transformação como a gente está fazendo.
  • Quanto o sr.investe em educação?
Governador – Eu invisto 27% das nossas receitas, o limite é 25%. Mas a gente consegue ter um (gasto) per capita, por aluno, muito menor do que todos os Estados, porque nós temos merenda, fardamento escolar, tudo devidamente dado. E tem gestão. Acho que o grande salto que nós demos foi na gestão, priorizamos escola em tempo integral, escolas regulares. Em dez anos é possível transformar. O que o Brasil precisa é de planejamento. Se qualquer presidente deixar de ficar quatro anos pensando em reeleição, se pensar em plantar sementes, a gente transforma. Isso é possível fazer. O Brasil tem tudo para avançar, mas precisa de gestão, de priorização, de regras claras, de mais entendimento.

Blog do BILL NOTICIAS