quinta-feira, 28 de setembro de 2017

O PODER DA VASSOURA. FAZER FAXINA FAZ BEM AO CORPO, À MENTE E AO CORAÇÃO

  Em parceria com Lé Figaro
 (photo: )

Varrer a casa, tirar o pó, lavar e passar a roupa, cozinhar: todas as atividades domésticas são excelentes para a manutenção da saúde, sobretudo a do sistema cardiorrespiratório. Um vasto estudo conduzido por cientistas canadenses mostra que seria altamente necessário reintroduzir atividades físicas obrigatórias em nosso modo de vida sedentário.

Par Jean-Luc Nothias - Le Figaro Santé
Os médicos não se cansam de repetir: toda atividade física é boa para o corpo, a mente e o coração. Não importa se se trata de fazer faxina, caminhar para se dirigir ao local de trabalho, fazer compras a pé ou fazer uma sessão de ginástica em academia, tudo isso pode concorrer para a prevenção de problemas cardiovasculares e vários outros. Isso foi largamente demonstrado por um importante estudo feito por canadenses: o estudo PURE (Prospective Urban Rural Epidemiology), cujos últimos resultados acabam de ser publicados na revista científica The Lancet.
A pesquisa teve amostragem de 153.996 pessoas (57,9 % mulheres), vivendo em 17 países, com poder aquisitivo elevado (Canadá, Emirados Árabes Unidos e Suécia), intermediário elevado (África do Sul, Argentina, Brasil, Chile, Malásia, Polônia e Turquia), intermediário baixo (China, Colômbia, Irã) e baixo (Bangladesh, Índia, Paquistão e Zimbábue). As pessoas pesquisadas vivem em meios urbanos (348 comunidades) e também no meio rural (280 comunidades).
Em todos esses níveis e lugares o resultado principal foi o mesmo: Desempenhar pelo menos 150 minutos semanais de atividades físicas durante sete anos diminui o risco global de morte de 8%.

Repensar o nosso modo de vida sedentário
Os pesquisadores queriam saber se essas pessoas satisfaziam ou não as recomendações internacionais que são de um mínimo de 30 minutos de atividade física por dia, ou de 150 minutos por semana. Apenas 3% das pessoas entrevistadas atingiam esses níveis durante o seu tempo de folga, mas 38% o faziam porém sem praticar esportes além das suas atividades quotidianas. Nesses casos, embora insuficiente, o benefício sobre a redução dos riscos era claro: O risco de ataque cardíaco ficava reduzido em 10%. Chegar aos 150 minutos semanais durante sete anos diminui o risco global de morte de 8%.
Para os pesquisadores do PURE, seria altamente necessário reintroduzir atividades físicas obrigatórias nos nossos modos de vida sedentários. É preciso urgentemente repensar o modo de vida e a organização urbana em seu conjunto, consideram esses cientistas.
A pesquisa mostra também que existem diferenças importantes entre os habitantes de países com alto poder aquisitivo e os com baixo poder. Assim sendo, se a atividade física recreativa aumenta em proporção direta ao poder aquisitivo, ao mesmo tempo a atividade física “obrigatória” (atividades profissionais e domésticas, transportes, etc) diminui fortemente. Essas atividades nos países ricos representam apenas um quarto da atividade que foi perdida devido à sedentarização profissional e a motorização dos transportes. O médico e professor Salim Yusuf (da McMaster University), diretor do projeto PURE, reconhece que, no nosso padrão de vida atual, o nível ideal de atividade física está longe de ser alcançado.
Fazer faxina pode reduzir estresse
Na Inglaterra, uma outra pesquisa concluiu que fazer faxina por apenas 20 minutos seguidos por semana pode trazer benefícios para a saúde mental. Isso é o que sugere um estudo publicado na revista científica British Journal of Sports Medicine. 
O objetivo dos pesquisadores do University College, em Londres, era estabelecer quais atividades físicas traziam mais benefícios para a saúde mental e quantificar o tempo necessário para que os exercícios tivessem impacto psicológico. 
Os resultados indicam que são necessários 20 minutos seguidos de exercício – o suficiente para deixar a pessoa ofegante – para que a atividade física provoque uma "melhora no humor" e diminua o estresse. 
A equipe de pesquisadores estabeleceu ainda que as atividades mais apropriadas seriam a faxina, a jardinagem, a caminhada e a prática de esportes. 

Para chegar aos resultados, a equipe perguntou a 20 mil pessoas quanto tempo e que tipo de exercícios praticavam semanalmente, além de questões sobre o estado de saúde mental. Dos voluntários, 16% (3,2 mil) sofriam de algum tipo de estresse ou ansiedade. De acordo com o estudo, os praticantes de esportes reduziam os riscos de estresse em cerca de 30%, enquanto a caminhada e as atividades domésticas como faxina e jardinagem contribuem para uma redução de 20%. 
"Muitos estudos sugerem o benefício da prática de exercícios na saúde mental, mas pela primeira vez conseguimos quantificar o tempo necessário para que a atividade faça diferença", disse Mark Hamer, que liderou o estudo. "No entanto, é uma questão como a do ovo e a galinha, já que a maioria das pessoas que sofrem de estresse ou ansiedade são menos propensas a praticar exercícios físicos", explicou. Apesar dos resultados, a equipe afirma que o próximo passo da pesquisa será descobrir quais os mecanismos que influem na relação entre a atividade física e a saúde mental. 
Segundo a ONG Sane, que trabalha com saúde mental, as razões do estresse são geralmente pouco compreendidas e em casos mais sérios, as pessoas precisam procurar ajuda profissional. No entanto, o porta-voz da organização, Richard Colwill, afirmou que os resultados do estudo podem contribuir para uma melhora nas pessoas que sofrem de problemas de saúde mental. "A pesquisa oferece esperança de que pequenas mudanças no estilo de vida podem contribuir para o bem-estar psicológico", disse Colwill. "O cérebro é um órgão tão 'físico' quanto o coração ou os pulmões. Por isso, não deve ser uma surpresa que pequenas quantidades de exercícios regulares podem contribuir para uma redução nos problemas psicológicos", concluiu.

Aeróbica também ajuda
Uma outra pesquisa publicada na mesma revista científica também trata dos benefícios do exercício físico, mas entre os mais velhos. O estudo, feito na Universidade de Toronto, no Canadá, sugere que fazer exercícios aeróbicos regularmente na meia-idade pode aumentar a expectativa de vida em até 12 anos e ajudar a prolongar o período de vida independente. Segundo a pesquisa, que analisou 400 pessoas com idade entre 55 e 85 anos, a prática frequente de exercícios aeróbicos “treina” o corpo a usar o oxigênio para gerar energia de maneira mais eficaz. 
Segundo Lorna Layward, diretora de pesquisas da ONG Help the Aged, que trabalha com idosos, “nunca é tarde para começar a fazer exercícios”. 
"Quando as pessoas ouvem a palavra 'aeróbico', tendem a pensar em Lycra e roupas de ginástica, mas existem vários tipos de atividades desta espécie, como dançar ou nadar, que podem fazer uma diferença enorme", disse Layward. "Existe uma suposição de que a aposentadoria significa colocar os pés para cima e relaxar, mas gradualmente estamos observando que se manter ativo pode trazer vários tipos de benefícios", concluiu.(Saúde247).


Blog do BILL NOTICIAS 

ALCOOLEMIA. QUANTO ÁLCOOL O CORPO HUMANO CONSEGUE SUPORTAR

  Em parceria com Lé Figaro

 (photo: )

Não existe um preciso limite letal para a presença de álcool no organismo humano. A tolerância é muito variável segundo os indivíduos. Em entrevista, o médico francês Philip Batel, especialista em adicções, fala sobre a desigualdade da embriaguez.


Por: Cécile Thibert – Le Figaro Santé

No dia 7 de setembro último, nas imediações de Angoulême, na França, um automobilista foi detido pela polícia rodoviária: ele estava com 6,93 gramas de álcool por litro de sangue. Como era possível que ainda fosse capaz de guiar seu carro?
No mesmo dia, em Chazelles, um homem de 52 anos foi encontrado inconsciente debruçado sobre o volante do seu automóvel parado no meio a rua. Exalando um forte cheiro de álcool, esse automobilista por pouco não batera em um outro carro não longe dali. Levado ao pronto socorro do hospital mais próximo, verificou-se que esse homem estava em coma etílico. As análises revelaram que ele guiava com uma taxa recorde de 6,93 gramas de álcool no sangue, ou seja quase 14 vezes mais alta do que a taxa limite autorizada (0,5 grama por litro de sangue). Para chegar a isso, esse homem tivera de beber o equivalente a um litro e meio de uísque!

Recorde absoluto? Nada disso, pois o recorde francês de alcoolemia nas estradas foi medido em 2005 pela polícia da região do Ain: um homem de 37 anos tinha uma taxa de álcool no sangue que chegava a 10 gramas por litro! Na Europa, o recorde pertence a um polonês de 30 anos. Ele ganhou a coroa de vencedor com uma taxa de alcoolemia de 13,74 gramas por litro de sangue.
Figaro Santé – Existe um limite que não pode ser superado, ou o corpo humano pode se adaptar a alcoolemias muito elevadas?
Philip Batel – “Não existe um limite letal de álcool, a tolerância é muito variável segundo os indivíduos. Essa desigualdade da embriaguez é devida a vários fatores. O sexo da pessoa, para começar. As mulheres são muito mais sensíveis que os homens aos efeitos tóxicos, principalmente porque elas são, em geral, menores e mais leves, e possuem mais tecidos gordurosos do que os homens. O álcool se difunde mais facilmente através desse tipo de tecidos.
Existe igualmente o fator genético. Certas pessoas são capazes de tolerar, de modo provisório, alcoolemias muito elevadas. O hábito também é um fator importante. Uma pessoa dependente do álcool habituada a beber todos os dias irá tolerar mais uma importante quantidade de álcool do que uma pessoa que bebe apenas ocasionalmente. O fato de a pessoa consumir também outros produto tóxicos além do álcool – penso sobretudo à cocaína e as anfetaminas – engendra também um aumento considerável da tolerância.
Mais a pessoa possui uma tolerância elevada, mais o seu cérebro será capaz de produzir modificações neuronais que lhe permitem resistir ao álcool.
FS – Mas uma boa tolerância significa que os efeitos deletérios do álcool no organismo serão menores?
Não, ao contrário. A tolerância é o reflexo de um sofrimento cerebral. Mais uma pessoa possui uma tolerância elevada, mais o seu cérebro sofre modificações neuronais que lhe permitem resistir ao álcool. Quando o cérebro esgota suas forças e não consegue mais resistir à intoxicação alcoólica aguda, todo o corpo entra no estado de coma. Isso corresponde a uma perda de consciência provocada pelo efeito do álcool no sistema nervoso. Isso se manifesta de diferentes formas, indo desde uma grande sonolência a um coma profundo no qual o reflexo de deglutição desaparece. Estimamos que com 1,5 grama de álcool no sangue, cerca de 30% da população entrará em coma etílico. O risco de coma etílico é particularmente importante quando uma quantidade de álcool situada entre 2 e 4 gramas por litro de sangue é consumida rapidamente.
FS – A embriaguez pode ser mortal?
Sim, indiretamente. A morte mais frequentemente acontece por causa de um sufocamento provocado por vômitos ou pela posição da língua no interior da boca. Tomar grandes quantidades de álcool em pouco tempo pode igualmente provocar complicações metabólicas graves, tais como a hipoglicemia ou uma hepatite aguda, embora isso aconteça mais raramente.
Na França, o álcool é responsável pela morte de 28% das pessoas que perecem em acidentes estradais. Isso faz dele a primeira causa de acidentes, mais que a velocidade excessiva e o uso do telefone celular ao volante. (Saúde247).


Blog do BILL NOTICIAS

PESQUISA CNI/IBOPE: SÓ 3% APROVAM TEMER

Antônio Cruz/ Agência Brasil

Uma pesquisa Ibope contratada pela Confederação Nacional da Indústria confirma: Michel Temer é o mais impopular ocupante da presidência da República em toda a história do País – apenas 3% dos brasileiros o aprovam.
Denunciado por corrupção, obstrução judicial e comando de uma organização criminosa que teria desviado R$ 567 milhões nos últimos anos, ele está prestes a ser julgado pela Câmara dos Deputados.
Detalhe: a CNI, presidida por Robson Andrade, apoiou o golpe de 2016 e contratou a pesquisa Ibope que demonstra o fracasso desse projeto.
Eis os resultados sobre a avaliação de Temer: 
  • Ótimo/bom: 3%
  • Regular: 16%
  • Ruim/péssimo: 77%
  • Não sabe/não respondeu: 3%
 O levantamento do Ibope, encomendado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), foi realizado entre os dias 15 e 20 de setembro e ouviu 2 mil pessoas em 126 municípios.
Desde que Temer se tornou presidente efetivo, após o impeachment de Dilma Rousseff ser aprovado pelo Congresso Nacional, esta é a quinta pesquisa Ibope encomendada pela CNI. Em todas, ele piorou.(247).

Blog do BILL NOTICIAS

Constesf inicia recuperação do trecho da BA 210 entre Sobradinho e Sento-Sé



As obras de recuperação e manutenção do trecho que compreende Sobradinho a Sento Sé (BA 210 – BA 316) já foram iniciadas pela equipe do Consórcio Sustentável do Território do São Francisco (Constesf), com apoio das Prefeituras de Sento-Sé e Sobradinho. Serão 145,6 quilômetros de estradas que passarão por diversos serviços, por meio de convênio com o Governo do Estado da Bahia, por intermédio da Secretaria de Infraestrutura (SEINFRA).
“Neste trecho estamos com duas equipes de trabalho: uma realizando tapa buracos no trecho entre Quixaba e a sede de Sento-Sé e outra realizando patrolamento no trecho entre Quixaba e Piçarrão. Estamos realizando também a terraplanagem nos pontos mais críticos”, explicou o coordenador, Frank Chaves.
Os serviços garantirão uma melhor trafegabilidade e acesso de veículos, potencializando as atividades econômicas da região, principalmente a agricultura. Na última semana, o assessor executivo do Constesf, Victor Berti esteve em Salvador, representando o presidente Genário Rabelo, em reunião com engenheiros da SEINFRA para acertar os detalhes acerca das próximas estradas que serão beneficiadas.
Ao todo serão 10 trechos que receberão, além dos serviços já mencionados, capina, roçagem e limpeza lateral, limpeza de bueiros, tapa buracos com massa asfáltica, drenagem, obras complementares e sinalização. (Ascom),(C.Geral).

Blog do BILL NOTICIAS

IBOPE: SÓ 8% AVALIAM QUE O GOVERNO ILEGÍTIMO DE TEMER É MELHOR DO QUE O DE DILMA

José Cruz/Agência Brasil

A pesquisa CNI/Ibope, que apontou Michel Temer como o mais impopular ocupante da presidência da República na história do Brasil, com apenas 3% de aprovação, trouxe outro dado que atesta o fracasso do golpe de 2016.
 
Segundo o levantamento, apenas 8% dos brasileiros consideram seu governo, que é ilegítimo, melhor do que a administração legítima da presidente deposta Dilma Rousseff. Para 31%, a situação é a mesma e, para 59%, é pior.
 
Ou seja: se a voz do povo tivesse algum valor no Brasil, o Supremo Tribunal Federal estaria, neste momento, tratando de anular o golpe dos corruptos – uma das páginas mais vergonhosas da história do Brasil.

Abaixo, reportagem da Agência Brasil sobre a pesquisa:

Andreia Verdélio – Repórter da Agência Brasil
A popularidade do presidente Michel Temer continua em queda, segundo a Confederação Nacional da Indústria (CNI). Este é o quarto trimestre consecutivo de piora na avaliação do governo Temer. A pesquisa CNI-Ibope, divulgada hoje (28) mostrou que apenas 3% da população consideram o governo Temer ótimo ou bom. Já 77% consideram ruim ou péssimo; 16% avaliam com regular e 3% não sabem ou não responderam. 
Na pesquisa anterior, a popularidade de Temer já havia caído a seu nível mais baixo entre os ex-presidentes. Em julho deste ano, 5% dos entrevistados avaliaram o governo como ótimo ou bom, 21% como regular, 70% como ruim ou péssimo e 3% não souberam ou não responderam.
A popularidade do presidente Michel Temer caiu a seu nível mais baixo. Segundo a CNI, a avaliação do governo como ótimo ou bom é a pior desde o final do governo de José Sarney, em julho de 1989, que foi 7%. 
Segundo a pesquisa da CNI, o aumento da impopularidade também foi registrado pelo número de pessoas que dizem não aprovar a maneira do presidente governar ou que não confiam no presidente. O percentual dos entrevistados que confiam em Temer caiu de 10%, em julho, para 6%, em setembro. Já 92% não confiam no presidente; na última avaliação, esse percentual era de 87%.
O índice que desaprova a maneira do presidente Temer governar também subiu de 83% para 89%. Entre os que aprovam a maneira de governar, eram 11% em março, agora são apenas 7%. 
Entre as notícias mais lembradas pela população estão as que tratam da corrupção no governo, da Operação Lava Jato e a liberação para exploração mineral na Reserva Nacional de Cobre e Associados (Renca) exploração de minério. Para 68% dos entrevistados, o noticiário recente é desfavorável ao governo; enquanto 9% avaliam que as notícias recentes têm sido favoráveis; e para 12% elas não são favoráveis, nem desfavoráveis.
Para o gerente-executivo de Pesquisa e Competitividade da CNI, Renato da Fonseca, a popularidade muito baixa nesse momento tem dois componentes. “Nessa mudança [da avaliação] de julho para setembro, o debate todo em torna da Amazônia afetou essa avaliação. E, por mais que se tenha indicadores mostrando a evolução gradual da economia, a população não está percebendo isso ainda, não vê melhoras”, disse, explicando que a questão econômica é sempre muito atrelada à avaliação do governo.
A aprovação do atual governo caiu mais entre os entrevistados com renda familiar mais alta. Das pessoas com renda familiar acima de cinco salários mínimos - faixa mais alta de classificação da pesquisa - o percentual dos que o consideram ruim ou péssimo subiu de 75% para 86%. Ainda assim, na comparação com os diferentes estratos de renda familiar, esse é o grupo onde a popularidade do governo é mais elevada (12%).
Avaliação por área 
Duas áreas registram significativa variação no percentual de desaprovação no período, acima da margem de erro. A área de meio ambiente, que em julho era desaprovada por 70% da população, passou a ter umar reprovação de 79% e a aprovação teve queda de 21% para 15%. Já a desaprovação da área de educação subiu de 75% para 81% e a aprovação caiu de 22% para 17%.
Ainda assim, na comparação com julho, não há mudanças no ranking das áreas avaliadas. A pior avaliação do atual governo refere-se aos impostos e à taxa de juros. Os índices de desaprovação nestas áreas são, respectivamente, de 90% e 87%. Em seguida, aparecem a saúde (86%), o combate ao desemprego (85%) e a segurança pública (85%). 
Perspectivas
As perspectivas para o tempo restante do governo também não são positivas, segundo a CNI. Para 72% dos entrevistados, o restante do governo será ruim ou péssimo, para 17% será regular e para 6% será ótimo ou bom. 
Para 59% dos entrevistados, o governo Temer está sendo pior que o governo da presidente Dilma Rousseff. Em março, esse índice era de 52%. Já 8% acham que o governo Temer está sendo melhor e 31% consideram igual ao governo Dilma.
O levantamento foi realizado com 2 mil pessoas, em 126 municípios, entre os dias 15 e 20 de setembro e revela a avaliação dos brasileiros sobre o desempenho do governo federal. A pesquisa completa está disponível na página da CNI. A margem de erro da pesquisa é 2% e o nível de confiança utilizado é 95%.(247).


Blog do BILL NOTICIAS

Prefeito entrega novos equipamentos no Restaurante Popular


Referência regional em alimentação de alta qualidade a baixo custo para a população, o Restaurante Popular deve melhorar o serviço nos próximos dias. Isso porque a Prefeitura de Petrolina investiu cerca de R$ 250 mil para a compra de utensílios e máquinas para a cozinha da unidade alimentar. A entrega dos equipamentos foi formalizada pelo prefeito Miguel Coelho durante visita ao restaurante na manhã dessa quarta-feira (27).
Entre os novos utensílios adquiridos pela Prefeitura estão fogão industrial, geladeira, máquina para sucos, liquidificador industrial, bebedouro, descascador de legumes e climatizador industrial. Os equipamentos já começam a ser instalados nesta semana para servir em média mais de mil petrolinenses no Restaurante Popular.
A Prefeitura já oferece um serviço de excelência à população diariamente. Agora, com esses novos equipamentos, vamos elevar ainda mais a qualidade, o tempero e a higiene dos pratos oferecidos no restaurante”, ressaltou o prefeito.
O Restaurante Popular funciona na Rua Januário Alves, área central de Petrolina. No equipamento público são oferecidas refeições, de segunda à sexta, em dois horários: das 11h às 13h30 e das 16h às 17h30. No período da manhã, é cobrada uma tarifa módica de R$ 1,50 enquanto à noite apenas R$ 0,50.(C.Geral).

Blog do BILL NOTICIAS

Governador Paulo Câmara mexe na equipe pensando em 2018. Novos secretários tomam posse nesta quinta(28)


O governador Paulo Câmara empossa nesta quinta-feira(28), às 14h30, em cerimônia no Palácio do Campo das Princesas, os novos secretários estaduais: Nilton Mota, que deixa a Agricultura e Reforma Agrária e assume a Casa Civil; José Neto, que sai da Chefia da Assessoria Especial e assume a Secretaria Executiva da Casa Civil; Antônio Figueira, que deixa a Casa Civil e assume a chefia da Assessoria Especial; e Wellington Batista, que entra no Governo para comandar a Agricultura e Reforma Agrária. É possível que o governador ainda abra espaços mais na frente para outros partidos da base, como o Solidariedade (SD).(C.Geral).



Blog do BILL NOTICIAS

PESQUISA CNI/IBOPE: SÓ 3% APROVAM TEMER

Antônio Cruz/ Agência Brasil

Uma pesquisa Ibope contratada pela Confederação Nacional da Indústria confirma: Michel Temer é o mais impopular ocupante da presidência da República em toda a história do País – apenas 3% dos brasileiros o aprovam.
Denunciado por corrupção, obstrução judicial e comando de uma organização criminosa que teria desviado R$ 567 milhões nos últimos anos, ele está prestes a ser julgado pela Câmara dos Deputados.
Detalhe: a CNI, presidida por Robson Andrade, apoiou o golpe de 2016 e contratou a pesquisa Ibope que demonstra o fracasso desse projeto.
Eis os resultados sobre a avaliação de Temer: 
  • Ótimo/bom: 3%
  • Regular: 16%
  • Ruim/péssimo: 77%
  • Não sabe/não respondeu: 3%
 O levantamento do Ibope, encomendado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), foi realizado entre os dias 15 e 20 de setembro e ouviu 2 mil pessoas em 126 municípios.
Desde que Temer se tornou presidente efetivo, após o impeachment de Dilma Rousseff ser aprovado pelo Congresso Nacional, esta é a quinta pesquisa Ibope encomendada pela CNI. Em todas, ele piorou.(247).

Blog do BILL NOTICIAS

Suspeitos de homicídios são presos na operação Tão, em Olinda

Grupo é suspeito de praticar vários homicídios, dentre eles um ocorrido no último dia 11 no bairro de Águas Compridas
Operação Força no Foco
Operação Força no FocoFoto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

A Polícia Civil de Pernambuco cumpriu cinco mandados de prisão preventiva na manhã desta quinta-feira (28) no bairro de Águas Compridas, em Olinda, na Região Metropolitana do Recife. Guilherme Vinícius da Silva, 19 anos, conhecido como Tão, é o principal alvo da operação batizada com o seu apelido. Além dele, foram presos Robson de Miranda Andrade da Silva (o Robinho), Carlos Antônio Nascimento e Leandro Bernardino de Souza. Um procurado está foragido e não teve o nome divulgado pela polícia para não atrapalhar as investigações. 

Todos os presos foram autuados na Delegacia de Homicídios de Olinda e não passarão por audiência de custódia, seguindo direto para o Centro de Triagem Everaldo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, no Grande Recife. O grupo é suspeito de praticar roubos, tráfico de drogas e vários homicídios no Alto Nova Olinda e no Alto da Bondade, em Águas Compridas. Dentre os assassinatos cometidos por Tão e Robinho, estão o de José Clayton Lima da Silva, ocorrido no último dia 11. 

Tão foi preso na casa da avó com celulares, dinheiro em espécie e uma pequena porção de cocaína. Além dos mandados de prisão, foram cumpridos outros nove mandados de busca e apreensão na casa dos cinco suspeitos. 

Leia também:
Litoral Sul no alvo da Operação Força no Foco 
Acusado de matar bispo e esposa em Olinda vai a júri em outubro
Em Olinda, audiência de missionário acusado de estupro é adiada

Investigações
“Passamos um bom tempo levantando toda a vida e rotina deles, onde eles dormiam, onde eles permaneciam, e deflagramos esta operação”, relatou a delegada Poliana Neri, responsável pela autuação dos suspeitos.

A delegada Fabiana Leandro, responsável pela operação, contou detalhes do assassinato ocorrido no dia 11, provocado por uma briga de bar. “Os envolvidos discutiram com o José Clayton e, após seguir até a residência, efetuaram disparos contra a vítima e a sua companheira, que levou um tiro no braço. A vítima faleceu ainda no local”, contou.

A delegada disse ainda que Carlos e Leandro são suspeitos de assassinarem um homem em 3 de junho no bairro. Fabiana Leandro contou que a vítima recebeu disparos de armas de fogo e pedradas na cabeça. “Um dos acusados teria segurado e outro efetuado o disparo. A motivação ainda está sendo investigada, mas temos informações de que a vítima também traficava drogas e costumava cometer roubos na localidade”, descreveu. 

As investigações seguem sob responsabilidade da Polícia Civil.

Operação Tão
A operação deflagrada nesta quinta é um desmembramento da Operação Força no Foco, que tem como objetivo investigar homicídios e combater o tráfico de drogas. (Folhape).

Suspeitos foram detidos na manhã desta quinta-feira (28) pela Polícia Civil
Suspeitos foram detidos na manhã desta quinta-feira (28) pela Polícia CivilFoto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco



Operação Força no Foco
Operação Força no FocoFoto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco


Operação Força no Foco
Operação Força no FocoFoto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

Operação Força no Foco
Operação Força no FocoFoto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco




Blog do BILL NOTICIAS

FILHOS E ENTEADOS DE JUCÁ SÃO ALVO DE AÇÃO DA PF

Divulgação | Agência Brasil

O senador Romero Jucá (PMDB-RR), protagonista do golpe de 2016 que defendeu a derrubada da presidente Dilma Rousseff para "estancar a sangria", é o novo alvo da Polícia Federal. Operação Anel de Giges, investiga organização criminosa acusada dos crimes de peculato, lavagem de dinheiro e desvios de verbas públicas. Filhos e enteados do líder do Governo no Senado são alvo da ação policial.
São alvos de busca e apreensão e condução coercitiva os filhos de Romero Jucá e da prefeita de Boa Vista, Teresa Surita: Luciana Surita da Motta Macedo, Ana Paula Surita Motta Macedo, Rodrigo de Holanda Menezes Jucá e Marina de Holanda Menezes Jucá Marques. Os mandados estão sendo cumpridos nas cidades de Boa Vista (RR), Brasília, (DF) e Belo Horizonte (MG). 
Investigação apura desvios de até R$ 32 milhões através do superfaturamento na compra da Fazenda Recreio – propriedade localizada em Boa Vista – e na construção do projeto Vila Jardim, financiado com recursos do programa Minha Casa Minha Vida, também na capital do Estado.(247).

Blog do BILL NOTICIAS

LULA: RESISTÊNCIA, ESPERANÇA E LUTA!

RICARDO STUCKERT

Por Luiz Manfredini, no blog do Esmael
A despeito da colossal campanha que, nos últimos anos, vem tentando liquidá-lo politicamente, o ex-presidente Lula resiste. A cada pesquisa eleitoral, como encomendada pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT) e divulgada no último dia 19, seu nome se mantém na ponta da preferência popular para as eleições do ano que vem. No levantamento realizado pelo Instituto Ipsos ao longo da primeira quinzena de setembro (após a delação do ex-ministro Antônio Palocci), a rejeição de Lula caiu de 66% para 59%, enquanto sua aprovação subiu de 32% para 40%.
Os resultados dessas pesquisas só reforçam a convicção de que esquerda brasileira não dispõe de outro nome, exceto Lula, para disputar, com chances de vencer, as eleições presidenciais de 2018. E deter o avanço de forças de matiz fascista, ancoradas sobretudo na candidatura de Jair Bolsonaro, segundo lugar em algumas pesquisas.
Evidente que o comando das forças de esquerda tem em mente um plano B, ou até mais, uma vez que é grande a possibilidade da candidatura Lula ser abortada por alguma condenação judicial. Em tal circunstância, a alternativa será a transformação de Lula em imbatível cabo eleitoral de quem assumir seu posto na disputa.
Mesmo esse caminho, no entanto, poderá ser frustrado, uma vez que exterminar a liderança do ex-presidente e impedi-lo de voltar a qualquer cargo público ou manter mínima influência na política brasileira tem sido a obstinada meta da direita que depôs Dilma e assaltou o poder. Assim, outra probabilidade nada desprezível (alguns a julgam inevitável) será a prisão de Lula, de modo a separá-lo do povo.
Claro que o impedimento do ex-presidente de disputar as eleições de 2018, seja por qual instrumento for, embaralhará completamente o quadro sucessório, além de suscitar reações contrárias mais ou menos fortes, dentro e fora do Brasil.
Mas enquanto tal cenário não se apresentar, os planos B serão apenas planos B, não devendo obscurecer o plano A. E o nome de Lula seguirá encarnando a esperança da esquerda para as eleições de 2018 (considerando-se que elas de fato serão realizadas, algo em que nem todos acreditam).
Porém, o apoio a Lula não se prende, exclusivamente, à questão eleitoral. É que, à vasta e truculenta operação de cerco e aniquilamento que lhe é movida, ele responde não apenas com os procedimentos jurídicos, mas também com a mobilização do povo. Está percorrendo o Brasil à frente de grandes ações políticas de massa, como bem demonstrou a recente caravana pelo Nordeste. São ações em que denuncia não apenas a conspiração policial, judicial, parlamentar e midiática que pretende liquidar seu capital político, mas sobretudo o golpe que depôs a ex-presidente Dilma e avança sobre os direitos dos trabalhadores e a integridade e a soberania da nação. Ao mesmo tempo, prega a retomada do desenvolvimento, das políticas públicas inclusivas, da democracia.
Em tais ações, que costumam reunir milhares de pessoas, Lula aproveita para defender a atividade política, sobretudo por parte da juventude. Com isso, estimula a participação popular, hoje algo anestesiada pelas seguidas campanhas midiáticas de criminalização da política e dos políticos. Não há, na esquerda brasileira da atualidade, quem esteja, como Lula, mobilizando e conscientização amplas massas do povo.
É incrível como as dramáticas circunstâncias do cenário político atual por vezes escapem à percepção de certos e experimentados quadros da esquerda. Há os que chamo de “programistas”, aqueles que se comportam como se houvessem vários (e bons) candidatos no campo democrático e progressista, bastando apenas escolher o melhor, com base num detalhado projeto para o Brasil. “Sem programa, estou fora”, costumam alardear, cheios de si. E voltam-se particularmente a Lula, cobrando-lhe o tal programa como se as ideias do ex-presidente fossem desconhecidas e como se ele não as anunciasse em cada ato do qual participa. Indago-lhes: acham que, sem um amplo e circunstanciado debate programático, seguir com Lula é assinar um cheque em branco? E farão o quê, se essa questão do programa não seguir como desejam? Não marcharão com Lula? Marcharão com quem?
Como se não bastassem os arroubos dos “programistas”, há os que pretendem demarcar politicamente com Lula e o PT, criando, para tanto, críticas e implicâncias que, não raro, desembocam num mal disfarçado antipetismo.
Ninguém duvida do hegemonismo petista, algo solidamente gravado em seu DNA, embora não tão agressivo como antes. Ninguém duvida das dificuldades que limitam seu alcance programático e fundam suas fragilidades táticas. A crítica a tais características do Partido dos Trabalhadores deve ser exposta em caráter construtivo, nos fóruns adequados, mas sem dar-lhe protagonismo nas tratativas que visam as eleições presidenciais, num momento em que a esquerda está sob pesado canhoneio e tem em Lula o único nome capaz de torná-la vitoriosa em 2018.
Ressalve-se, porém, que as análises de momento estão submetidas à acelerada dinâmica no cenário político brasileiro, surpreendente sob todos os aspectos. Soluções ajustadas aos dias que correm podem envelhecer rapidamente, inusitados caminhos podem surgir. E, com essa mobilidade, também se alteram as táticas.
Luiz Manfredini é jornalista e escritor paranaense, autor, entre outros livros, dos romances As moças de Minas, Memória de Neblina e Retrato no Entardecer de Agosto.(247).

Blog do BILL NOTICIAS

Parnamirim: PM acusado de matar adolescente é ouvido em audiência


O policial militar da Bahia, Fellype Anderson Souza Castro, de 25 anos, acusado de matar a adolescente Katarine Ferreira, de 17 anos, em Parnamirim (PE), no Sertão Central, foi ouvido ontem (27) na primeira audiência de instrução do caso, que ocorreu no último dia 1º de abril. Essa audiência era para ter sido realizada em agosto, mas o PM não compareceu.
Com faixas e cartazes, familiares e amigos da vítima se aglomeraram em frente ao Fórum e pediram justiça. O réu chegou e saiu sob forte esquema de segurança, enquanto os manifestantes gritavam que ele era um “assassino“. Por ser militar, Fellype Anderson vai continuar preso no 3º Batalhão da Polícia Militar (BPM), em Juazeiro (BA).
(fotos/reprodução)
Após a primeira audiência, foi marcada uma nova data para que sejam ouvidas as testemunhas no próximo dia 8 de novembro. Além das testemunhas, o juiz responsável pelo caso, Mateus Carvalho, vai ouvir o delegado e os escrivães que presidiram o inquérito policial. (C.Britto).
Blog do BILL NOTICIAS

DEFESA DE LULA SUGERE PERÍCIA EM RECIBOS DE ALUGUEL PAGOS PELO EX-PRESIDENTE

Foto: Paulo Pinto / AGPT

A defesa de Luiz Inácio Lula da Silva sugeriu que seja realizada uma perícia nos recibos de aluguel do apartamento vizinho ao que o ex-presidente mora, em São Bernardo do Campo. "Se houver qualquer dúvida em relação aos recibos, poderão eles ser submetidos a uma prova pericial", disse o advogado Cristiano Zanin Martins.
O pedido de perícia foi feito após surgirem dúvidas quanto as datas constantes dos recibos, além da falta dos documentos referentes aos meses compreendidos entre fevereiro de 2011 e novembro de 2015.
O contrato de locação do imóvel teria sido firmado entre o empresário Glauco da Costa Marques e a ex-primeira-dama Marisa Letícia, falecida no início do ano. "A defesa do ex-presidente Lula tem absoluta tranquilidade de que os documentos guardados por dona Marisa revelam a expressão da verdade dos fatos", afirmou Zanin na nota.
"Não há qualquer questionamento em relação às assinaturas que constam no documento. A quitação é a prova mais completa de pagamento, de acordo com a lei", ressalta Zanin no texto.(247).

Blog do BILL NOTICIAS