quarta-feira, 20 de setembro de 2017

SUPREMO DEVE DERROTAR TEMER E DENÚNCIA SEGUIRÁ PARA A CÂMARA

Agência Brasil

Depois de levar ontem uma traulitada do ministro Luiz  Fachin, relator da Lava Jato no STF, Temer deve sofrer hoje uma nova derrota no plenário do STF, com a provável rejeição do plenário a seu pedido para que a segunda denúncia apresentada contra ele por Rodrigo Janot não seja encaminhada à Câmara enquanto não forem concluídas as investigações sobre os bastidores da negociação da delação premiada da JBS.   O colegiado deve rejeitar a petição alegando que congelar temporalmente a denúncia seria uma intervenção indevida no rito constitucional, que determina apenas o envio da denúncia à Câmara. Lá, o julgamento será político e será dos deputados. Se eles acharem que ela é inconsistente ou que está contaminada por irregularidades ocorridas na condução da delação da JBS, eles que a rejeitem. Esta não é tarefa do STF.   O ministros Marco Aurélio Mello e Luiz Fux já fizeram declarações neste sentido, apontando, como disse Marco Aurélio, a “falta de agasalho jurídico”.
Estando correta esta previsão,  na quinta-feira  Fachin enviará a denúncia à Câmara, tendo início sua tramitação na Comissão de Constituição e Justiça.  O governo começará  novamente a cabalar votos para sua rejeição. Em verdade, já está fazendo isso.   O relator será indicado pelo presidente da comissão, Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), tido como independente. Ele busca um nome que, na tramitação da primeira denúncia, não tenha assumido posição contundente, contra ou a favor de Temer.
Contra as apostas dominantes, de que Temer ganhará mais essa,  existe a limitação fiscal para a compra de deputados com emendas orçamentárias e outros favores e a perda de coesão na base governista. O Centrão, por exemplo, não gostou nem um pouco da decisão de Temer, de agradar os tucanos com a manutenção de Antonio Imbassahy como ministro da coordenação política (Secretaria de Governo). Também nisso, não sejamos inocentes.  Para a maioria governista, pouco importa se a denúncia é consistente ou não, se poderia ou não conter isso ou aquilo. 
Ontem, Fachin rejeitou o pedido da defesa de Temer para que a denúncia de Janot fosse devolvida, para correções, à PGR. Caberia à nova procurador-geral da República, Raquel Dodge, acolher ou não os argumentos de que Janot referiu-se,  na denúncia, a  crimes supostamente cometidos antes do exercício do mandato, devendo suprimi-los da peça, em obediência à Constituição.   Dodge livrou-se de uma saia justa mas perdeu uma oportunidade de provar que não será indulgente com Temer. Ela enfrenta desconfianças suscitadas por seu convescote noturno com Temer no Jaburu, por ter sido nomeada embora não tenha sido a mais votada da lista tríplice, e sim a segunda, e pelas hostilidades sutis ao antecessor e a seu grupo, a exemplo das mudanças que fez na equipe da Lava Jato.
Janot, ao falar da organização criminosa que seria composta pelos integrantes do PMDB da Câmara – notadamente Michel, Geddel, Moreira Franco, Henrique Alves e Eliseu Padilha – retrocedeu ao início da Presidência Lula, quando o grupo teria exigido cargos na Petrobrás e em outros órgãos em troca de apoio ao governo,  para neles praticar extorsão e outros ilícitos. Em verdade, o PMDB da Câmara já atuava como grupo especializado nestas práticas desde a era FHC.
Mas sejamos realistas. Tal como no impeachment de Dilma, a consistência jurídica das acusações é apenas um detalhe, agora com sinal trocado.  Para condenar Dilma, a demonstração de culpa era secundária. Para absolver Temer, também. Assim são as coisas aqui nos tristes trópicos. (247).

Blog do BILL NOTICIAS

CHEFE DO EXÉRCITO DESCARTA PUNIÇÃO A MOURÃO E ADMITE INTERVENÇÃO CONTRA O CAOS

Agência Senado | Reprodução | Agência Brasil

O comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, disse que o general Antonio Hamilton Mourão, que admitiu a possibilidade de uma intervenção militar no país em função da crise institucional e política, não será punido. O comandante também declarou que a possibilidade de uma intervenção "ocorre permanentemente" e que e "as Forças Armadas têm mandato para fazer [uma intervenção militar] na iminência de um caos". Afirmação segue a linha do discurso defendido por Mourão, que disse que o Exército tem "planejamentos muito bem feitos" sobre o assunto.
Na última segunda-feira (18), o ministro da Defesa, Raul Jungmann, havia pedido explicações e cobrado "medidas cabíveis a serem tomadas" contra o general Mourão por suas declarações defendendo um golpe militar. Segundo o comandante, Mourão, é "um grande soldado, uma figura fantástica, um gauchão".
Nesta terça-feira (19), em entrevista ao jornalista Pedro Bial, Villas Boas afirmou que Mourão não desrespeitou a legislação que proíbe oficias da ativa se posicionarem em relação ao quadro político-partidário nacional. Ele também defendeu a fala do subordinado.
"Se você recorrer ao que está na Constituição, no artigo 142, como atribuição das Forças Armadas, diz que as Forças podem ser empregadas na garantia da lei e da ordem por iniciativa de um dos poderes", disse o comandante do Exército na entrevista.
"O texto diz que o Exército se destina à defesa da pátria e das instituições. Essa defesa poderá ocorrer por iniciativa de um dos poderes, ou na iminência de um caos. As Forças Armadas têm mandato para fazer", completou.(247).

Blog do BILL NOTICIAS

MONIZ BANDEIRA VOLTA A PREGAR AÇÃO MILITAR CONTRA O DESMONTE NACIONAL

Divulgação | Reprodução

 O professor de política exterior Luiz Alberto Moniz Bandeira, primeiro intelectual de esquerda a defender uma intervenção militar para derrubar o golpe representado por Michel Temer, que, além de denunciado por corrupção, obstrução judicial e organização criminosa, é aprovado por apenas 3,4% dos brasileiros, voltou a sustentar sua posição.
"O importante é impedir que o patrimônio nacional – Eletrobrás, Eletronuclear, Petrobrás e pré-sal, bancos estatais – seja dilapidado, entregue aos gringos: é evitar que o desenvolvimento do Brasil, com a inclusão, não seja interrompido; é impedir a entrega aos gringos de uma parte da Amazônia maior que a Dinamarca", diz ele, enfatizando que não deseja um regime de exceção.
Moniz Bandeira se manifestou em resposta a Valter Pomar, que, em artigo, criticou sua suposta ilusão em relação aos militares.
Leia, abaixo, a carta de Moniz Bandeira a Valter Pomar:
Meu querido Valter,
insisto, em nada tenho ilusão. Sei que tudo pode acontecer, se houver uma intervenção militar. Mas o fato é que, se Dilma Rousseff foi deposta por um golpe de Estado, e de fato foi, não mais existe Estado de Direito nem democracia no Brasil. Acabou a Constituição. O governo, que só conta com a simpatia de cerca de 3% da população, realiza reformas para as quais não teve mandato. O Congresso, corrompido e desmoralizado, assumiu poderes constituintes para os quais não foi eleito. Nada do que ocorreu e está a ocorrer é constitucional. Nada tem legitimidade.  E o golpe de Estado foi dado exatamente para a execução de tais reformas: trabalhista, previdenciária, terceirização, redução do Estado, com a venda das empresas públicas, impedir os gastos públicos por 20 anos etc. E as forças econômicas, nacionais e estrangeiras, que estão por trás do presidente de fato Michel Temer e do seu sinistro ministro da Fazenda, o banqueiro Henrique Meirelles, farão tudo para que não haja retrocesso na execução do seu projeto, modelado pelo Consenso de Washington.  
 Falar em Constituição, agora, é que é uma grande ilusão. As liberdades são relativas, como durante o regime militar, porém nem imprensa alternativa existe mais como naquele tempo. Toda a mídia repete o mesmo e o alvo é o ex-presidente Lula, com judiciária a condená-lo, sem provas, apenas para efeito de repercussão na imprensa e desmoralizá-lo. Quanto mais ele cresce nas pesquisas mais me parece que as poderosas forças econômicas nacionais e estrangeiras, que sustentaram o golpe do impeachment da presidente Dilma Rousseff, tentarão tirá-lo de qualquer forma das eleições. Tenho até dúvidas de que as eleições ocorrerão. Temer e demais cúmplices sabem que, ao descer a rampa do Planalto, sem imunidade, podem ser presos e enviado para a Papuda. A insatisfação no meio militar é enorme, conforme exprimiu o Antônio Olímpio Mourão. E teve toda razão o deputado Aldo Rebelo, do PC do B, quando recomendou o diálogo com os militares. O proto-nazifascista Jair Bolsonaro não é representativo das Forças Armadas. É minoria.  
A intervenção militar pode ocorrer. Como se desdobrará é difícil imaginar. O ideal seria que fosse como a do general Henrique Teixeira Lott em 1955. Mas não creio, em face do Congresso que aí está. O importante é impedir que o patrimônio nacional - Eletrobrás, Eletronuclear, Petrobrás e pré-sal, bancos estatais - seja dilapidado, entregue aos gringos: é evitar que o desenvolvimento do Brasil, com a inclusão, não seja interrompido; é impedir a entrega aos gringos de uma parte da Amazônia maior que a Dinamarca. Claro que não defendo regime de exceção, mas regime de exceção é o que já existe no Brasil, com um verniz de legalidade. O que ocorreu no Brasil, com a derrubada da presidente Dilma, foi golpe de Estado, como, na Ucrânia, com a destituição do presidente Wiktor Yanukovytch, na madrugada de 21 para 22 de fevereiro de 2014, por uma decisão de um Congresso comprado. A Constituição deixou de existir. Ilusão é pensar que, após realizar as reformas pretendidas pelo capital financeiro e o empresariado nacional, as forças, que se apossaram do poder, vão deixá-lo sem ser por um golpe de força. E, infelizmente, as forças populares já demonstraram a sua impotência. A nada reagiram.
Não desejaria que ocorresse intervenção. Todos sabem como começa, mas não quando termina. Porém, não estou a ver outra perspectiva no Brasil. É necessário impedir o desmonte do Estados nacional. E há-de chegar um momento em que o impasse político, com o agravamento da situação econômica e social, terá de ser pela força.(247).
Com afetuoso abraço, Moniz

Blog do BILL NOTICIAS

CRIME DE LULA FOI GOVERNAR PARA O POVO, APONTAM LÍDERES DO PT

RICARDO STUCKERT

As principais lideranças do PT saíram em defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva após a Justiça Federal de Brasília aceitar mais uma denúncia contra Lula. 
Gleisi Hoffmann, presidenta nacional do PT, Lindbergh Farias, líder da bancada do PT no Senado e Carlos Zarattini, líder do partido na Câmara escreveram uma carta aberta em ue denunciam a falta de provas e as intenções eleitorais por trás da nova denúncia. 
Segundo eles, o "crime" de Lula foi ter governado o País pensando nos brasileiros mais pobres. 
Confira abaixo a íntegra do documento:
Quanto mais o ex-presidente Lula confirma sua identificação com o povo brasileiro e sua força eleitoral, mais armações e arbitrariedades cometem contra ele. É o caso da falsa denúncia do MPF de Brasília, aceita hoje pelo juiz da 10a. Vara Federal, horas depois de nova pesquisa confirmar que Lula vence as eleições presidenciais contra qualquer candidato do campo golpista.
A Medida Provisória 471 foi editada em 2009, com aprovação unânime do Congresso Nacional, para prorrogar por 5 anos a vigência de incentivos fiscais criados no governo de Fernando Henrique Cardoso e que levaram a indústria automobilística a se instalar nas regiões Nordeste, Norte e Centro-Oeste.
Ao contrário do que alegam os acusadores de Lula, a medida não foi feita para beneficiar a empresa A, B ou C, mas para promover a industrialização e gerar dezenas de milhares de empregos de qualidade, como ocorreu nos polos automotivos de Camaçari (BA), Fortaleza, Goiana (PE), Manaus e Anápolis.
Não houve qualquer irregularidade ou ilicitude na edição da MP nem na conversão em lei pelo Congresso Nacional; nada que possa atingir o ex-presidente Lula e o companheiro Gilberto Carvalho, acusados sem base em fatos e muito menos em provas.
Gleisi Hoffmann – Presidenta nacional do PT
Lindbergh Farias – líder da bancada do PT no Senado Federal
Carlos Zarattini – líder do PT na Câmara dos Deputados,(247).


Blog do BILL NOTICIAS

MAIS UM GENERAL SAI EM DEFESA DA INTERVENÇÃO MILITAR

Antônio Cruz/ABr e ABR

Mais um general defende a intervenção  militar no Brasil.
O general quatro-estrelas da reserva Augusto Heleno publicou ontem, em uma rede social, uma declaração de apoio ao general da ativa Antonio Hamilton Martins Mourão, que, em uma palestra na sexta-feira passada, defendeu a possibilidade de intervenção militar em razão da crise política no País. Heleno foi o primeiro comandante brasileiro da Força de Paz no Haiti, em 2004.
“Meu apoio irrestrito ao meu amigo de longa data e respeitado chefe militar (Mourão)”, escreveu Heleno, no Facebook.
No texto de desagravo, o general afirmou que é “preocupante o descaramento de alguns políticos, indiciados por corrupção e desvio de recursos públicos, integrantes da quadrilha que derreteu o País, cobrando providências contra um cidadão de reputação intocável, com 45 anos de serviços dedicados à Pátria”. “Aconselho que, pelo menos, se olhem no espelho da consciência e da vergonha”, escreveu Heleno.
“Em resposta a uma pergunta, colocada diante de uma plateia restrita (na Loja Maçônica de Brasília), ele (Mourão) limitou-se a repetir, sem floreios, de modo claro e com sua habitual franqueza e coragem, o que está previsto no texto constitucional. A esquerda, em estado de pânico depois de seus continuados fracassos, viu nisso uma ameaça de intervenção militar. Ridículo”, afirmou o general da reserva.
A postagem de Heleno recebeu apoio nos comentários. Além disso, segundo monitoramento feito por integrantes das Forças Armadas, 95% das postagens sobre o assunto foram de apoio às declarações de Mourão.(247).

Blog do BILL NOTICIAS

Em Ouricuri-PE, justiça manda prender o Vereador Gildejanio Coelho Melo

Resultado de imagem para gildejanio de ouricuri

A justiça de Pernambuco em cumprimento de mandado de prisão baseado no processo nº 00000796-942017.8.17.1020, autorizou o recolhimento do vereador Gildejanio Coelho Melo (PSD) de 38 anos, para a cadeia pública do município. Gildejanio foi preso no início da noite dessa terça-feira (19), o mandado foi expedido pelo magistrado, o Juiz de Direito da Comarca de Ouricuri, Carlos Eduardo das Neves,
O parlamentar foi preso pela Polícia Civil em sua residência, na rua Adones Pedro da Silva, 488 bairro Laura Coelho em Ouricuri, no Sertão de Pernambuco.
Após os procedimentos de praxe, o vereador foi conduzido à delegacia da Polícia Civil de Ouricuri e em seguida encaminhado à Cadeia Pública da cidade, ficando à disposição da Justiça.
A acusação contra o Vereador é em relação a 20 mil pés de  maconha plantados, erradicados pela policia em uma operação em abril deste ano,   no Sítio Seriema, na Zona Rural de Santa Filomena
Em declaração à imprensa o vereador confessa que a propriedade é sua mas desconhecia o plantio porque a propriedade é grande e o plantio se encontrava numa região de difícil acesso. Ele não tinha conhecimento sobre o fato e vai provar isso a justiça.(C.Geral).

Blog do BILL NOTICIAS

PESQUISA CNT/MDA CONFIRMA A MORTE DO PSDB

Ricardo Stuckert | Divulgação | Agência Brasil

O PSDB, como disse seu fundador e filósofo José Arthur Gianotti, morreu.
De acordo com a pesquisa CNT/MDA, a população brasileira não perdoa o PSDB por ter golpeado a democracia e por hoje dar apoio a Michel Temer, denunciado por corrupção, obstrução judicial e comando de organização criminosa.
Os três candidatos do partido hoje não teriam condições de chegar ao segundo turno. Tanto Geraldo Alckmin, com 8,7%, como João Doria, com 9,4%, ficariam em quarto lugar, atrás de Lula, favorito absoluto, Jair Bolsonaro e Marina Silva.
Aécio Neves, líder do golpe, cairia para a quinta posição, com apenas 3,2%.
A pesquisa demonstra, portanto, que o único caminho para o PSDB se manter no poder é fora da democracia – o que representa uma ameaça permanente contra o Brasil.
Abaixo, todos os cenários:
1º turno: Intenção de voto espontânea
Lula: 20,2% 
Jair Bolsonaro: 10,9% 
João Doria: 2,4%
Marina Silva: 1,5%
Geraldo Alckmin: 1,2%
Ciro Gomes: 1,2%
Álvaro Dias: 1,0%
Dilma Rousseff: 0,7%
Michel Temer: 0,4%
Aécio Neves: 0,3%
Outros: 2,0%
Branco/Nulo: 21,2%
Indecisos: 37,0%


1º turno: Intenção de voto estimulada

CENÁRIO 1: Lula 32,4%, Jair Bolsonaro 19,8%, Marina Silva 12,1%, Ciro Gomes 5,3%, Aécio Neves 3,2%, Branco/Nulo 21,9%, Indecisos 5,3%.
CENÁRIO 2: Lula 32,0%, Jair Bolsonaro 19,4%, Marina Silva 11,4%, Geraldo Alckmin 8,7%, Ciro Gomes 4,6%, Branco/Nulo 19,0%, Indecisos 4,9%.
CENÁRIO 3: Lula 32,7%, Jair Bolsonaro 18,4%, Marina Silva 12,0%, João Doria 9,4%, Ciro Gomes 5,2%, Branco/Nulo 17,6%, Indecisos 4,7%.

2º turno: Intenção de voto estimulada

CENÁRIO 1: Lula 41,8%, Aécio Neves 14,8%, Branco/Nulo: 39,6%, 
Indecisos: 3,8%.

CENÁRIO 2: Lula 40,6%, Geraldo Alckmin 23,2%, Branco/Nulo: 31,9%, Indecisos: 4,3%.
CENÁRIO 3: Lula 41,6%, João Doria 25,2%, Branco/Nulo: 28,8%, 
Indecisos: 4,4%.

CENÁRIO 4: Lula 40,5%, Jair Bolsonaro 28,5%, Branco/Nulo: 27,0%,
Indecisos: 4,0%.

CENÁRIO 5: Lula 39,8%, Marina Silva 25,8%, Branco/Nulo: 31,3%, 
Indecisos: 3,1%.

CENÁRIO 6: Jair Bolsonaro 28,0%, Geraldo Alckmin 23,8%, Branco/Nulo: 40,6%, Indecisos: 7,6%.
CENÁRIO 7: Marina Silva 28,4%, Geraldo Alckmin 23,6%, Branco/Nulo: 41,5%, Indecisos: 6,5%.
CENÁRIO 8: Jair Bolsonaro 32,0%, Aécio Neves 13,9%, Branco/Nulo: 46,4%, Indecisos: 7,7%.
CENÁRIO 9: Marina Silva 33,6%, Aécio Neves 13,0%, Branco/Nulo: 47,3%, Indecisos: 6,1%.
CENÁRIO 10: Jair Bolsonaro 28,5%, João Doria 23,9%, Branco/Nulo: 39,2%, Indecisos: 8,4%.
CENÁRIO 11: Marina Silva 30,5%, João Doria 22,7%, Branco/Nulo: 39,9%, Indecisos: 6,9%.
CENÁRIO 12: Marina Silva 29,2%, Jair Bolsonaro 27,9%, Branco/Nulo: 36,7%, Indecisos: 6,2%.(247).


Blog do BILL NOTICIAS

Correios de Pernambuco, Bahia e mais 18 Estados decidem entrar em greve


A greve dos Correios começou às 22h de terça-feira (19) e atinge 20 Estados e o Distrito Federal, segundo a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect).
A paralisação envolve os trabalhadores dos sindicatos de Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Brasília (DF), Campinas (SP), Ceará, Espírito Santo, Goiás, Juiz de Fora (MG), Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Ribeirão Preto (SP), Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Maria (RS), Santos (SP), São José do Rio Preto (SP), Sergipe, Santa Catarina, Uberaba (MG) e Vale do Paraíba (SP).
Dos 31 sindicatos ligados à Fentect, somente três ainda não realizaram assembleia: Acre, Rondônia e Roraima.
As agências franqueadas não estão participando da greve. Atualmente, são mais de 6.500 agências próprias dos Correios pelo país, além de mil franqueadas.
Segundo a federação, foram mais de 50 dias de negociação, sem sucesso.
Motivos
Entre os motivos da greve estão o fechamento de agências por todo o país, pressão para adesão ao plano de demissão voluntária, ameaça de demissão motivada com alegação da crise, ameaça de privatização, corte de investimentos em todo o país, falta de concurso público, além de mudanças no plano de saúde e suspensão das férias para todos os trabalhadores, exceto para aqueles que já estão com férias vencidas. Em Petrolina (PE) e Juazeiro (BA), principais cidades do Vale do São Francisco, os Sindicatos dos Correios até o momento não se manifestaram sobre a paralisação. (Fonte: G1),(C.Britto).

Blog do BILL NOTICIAS

LULA: VEEM CRIME EM COISAS BOAS FEITAS PELO BRASIL

RICARDO STUCKERT

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se manifestou sobre a decisão do juiz Vallisney de Sousa Oliveira, da 10ª Vara Federal do Distrito Federal, que recebeu a denúncia do Ministério Público Federal e tornou Lula réu pela sétima vez, agora pela edição de uma medida provisória que prorrogou incentivos tributários ao setor automobilístico.
"A denúncia sem sentido ou provas aceita hoje pelo juiz da 10a. Vara de Brasília é mais um exemplo da perseguição contra o ex-presidente Lula, que dessa vez será julgado pela prorrogação de uma política de desenvolvimento regional, criada antes de seu governo, que tornou as regiões Nordeste, Norte e Centro-Oeste responsáveis por 13% dos empregos na indústria automobilística e 10% das exportações de veículos. Querem transformar em crime as boas coisas que Lula fez pelo Brasil", disse em nota a assessoria de imprensa do ex-presidente. 
A decisão do juiz Vallisney Oliveira foi tomada no mesmo dia em que foi divulgada pesquisa CNT/MDA que põe o ex-presidente Lula em primeiro lugar, com 32%, na preferência do eleitor brasileiro para as eleições presidenciais do próximo ano (leia mais).
Leia, abaixo, reportagem da agência Reuters sobre a nova ação penal contra Lula: 
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tornou-se nesta terça-feira réu pela sétima vez, agora em processo movido pelo Ministério Público Federal (MPF) de Brasília sob a acusação de ter recebido 6 milhões de reais em propina para atuar na elaboração e edição de uma medida provisória que prorrogou incentivos tributários ao setor automobilístico.
O juiz Vallisney de Sousa Oliveira, da 10ª Vara Federal do Distrito Federal, aceitou denúncia contra Lula, o ex-chefe de gabinete dele e ex-ministro Gilberto Carvalho por corrupção passiva.
Os dois foram acusados pelo MPF de favorecer indevidamente montadoras de automóveis na edição de uma medida provisória. Segundo as investigações, o dinheiro oferecido por um grupo de lobistas tinha por objetivo garantir a edição da norma da forma defendida pelas montadoras.
Na decisão em que aceitou a acusação, o magistrado afirmou que a denúncia descreve a “plausibilidade” das alegações dos fatos tidos como criminosos conforme previsto no inquérito policial, havendo “prova da materialidade e indícios da autoria delitiva”.
“Assim, nesse juízo preliminar, não vislumbro qualquer elemento probatório cabal capaz de infirmar a acusação, sem prejuízo da análise particularizada, com a eventual contraprova, quando poderá eventualmente ocorrer absolvição sumária, se for o caso”, destacou o juiz, na decisão.
Outras cinco pessoas também se tornaram-se rés na ação pelos crimes de corrupção ativa e passiva.
Essa é a segunda denúncia contra Lula na operação Zelotes. O ex-presidente já havia sido acusado, ao lado de um de seus filhos, de organização criminosa, lavagem de dinheiro e tráfico de influência na decisão do governo brasileiro de comprar caças Gripen NG, fabricados pela sueca Saab.
Em nota, o advogado Cristiano Zanin Martins, que representa Lula, disse que a aceitação da nova denúncia é mais episódio do que afirma ser uma perseguição política ao ex-presidente.
“A inocência do ex-presidente Lula deverá ser reconhecida também neste processo porque ele não praticou qualquer ilícito”, disse Zanin na nota.
“O ex-presidente jamais solicitou, aceitou ou recebeu qualquer valor em contrapartida a atos de ofício que ele praticou ou deixou de praticar no cargo de presidente da Republica.”(247).

Blog do BILL NOTICIAS

Começou o recadastramento dos aposentados e pensionistas do Igeprev em Petrolina



O Instituto de Gestão Previdenciária do Município de Petrolina (Igeprev) iniciou, nessa última  segunda-feira (18), o processo de recadastramento de aposentados e pensionistas que segue até o dia 20 de outubro.
O Igeprev informa que o recadastramento é uma exigência legal, cobrada por órgãos de fiscalização, como por exemplo, o Ministério da Previdência Social (MPS) .
O servidor deverá comparecer no órgão, obedecendo ao calendário por ordem alfabética, no horário compreendido entre 7h às 13h, para apresentar os seguintes documentos:  RG; CPF; Comprovante de Escolaridade; Título de Eleitor; Comprovante de residência atualizado; Certidão de Nascimento dos dependentes; Certidão de Casamento/ Divórcio ou Certidão de Nascimento; 02 fotos 3×4 coloridas; Carteira de Registro Profissional para cargos vinculados a Conselhos de Categoria profissional e Atestado de óbito (para pensionista).
 Aposentados e pensionistas que deixarem de apresentar a documentação terão os benefícios suspensos.

Programação
Dias 18 e 19/09 (segunda e terça-feira) – Servidores com iniciais A e B
Dia 20/09 – Servidores com iniciais C, D e E
Dia 22/09 – Servidores com iniciais F e G
Dia 25/09 – Servidores com iniciais H e I
Dia 26/09 – Servidores com iniciais J e K
Dia 27/09 – Servidores com iniciais  L
Dias 28 e 29/09 e 02,03,04,05 e 06/10 – Servidores com iniciais M
Dia 09/10 – Servidores com iniciais N, O e P
Dia 10/10 – Servidores com iniciais Q e R
Dia 11/10 – Servidores com iniciais S, T, e U
Dia 13/10 – Servidores com iniciais V,W,Ye Z
Dias 16,17, 18, 19 e 20 acontecerão as visitas in loco (Ascom),(C.Geral).

Blog do BILL NOTICIAS

Jaguarari: Ossada é achada e polícia apura se é de funcionária pública desaparecida


A Polícia Civil informou ter encontrado uma ossada que pode ser da funcionária pública da Prefeitura de Juguarari, no norte da Bahia, Sirleide de Souza Araújo, de 42 anos, que está desaparecida há quase 20 dias. Um agricultor preso, suspeito de envolvimento no sumiço da mulher, confessou em depoimento que assassinou a vítima a pauladas e ateou fogo ao corpo, segundo informou o delegado Felipe Neri Neto, coordenador da 19ª Coorpin (Senhor do Bonfim), o qual está à frente das investigações.
O delegado informou que a ossada foi encontrada no final da semana passada na zona rural do município, no mesmo local onde o corpo da mulher teria sido queimado, conforme depoimento do suspeito preso, José Raimundo da Silva, conhecido como “Lolô” ou “Lolôzinho”, de 49 anos.
Os restos mortais foram encaminhados ao Departamento de Polícia Técnica (DPT) em Salvador. Ainda de acordo com o delegado, o agricultor preso já apresentou várias versões sobre o caso. “Ele tem muitas versões, e a gente precisa apurar todas. Sempre fala uma coisa e depois muda e diz outra coisa. Num dos depoimentos, confessou que matou a vítima a pauladas e ainda apontou que tocou fogo no corpo. Só não disse o motivo“, afirmou o delegado.
Prisão
O agricultor preso estava com mandado de prisão temporária em aberto. Conforme a polícia, ele foi a última pessoa vista com a vítima, que desapareceu no dia 31 de agosto.
De acordo com o delegado, as investigações revelaram que, no dia em que a mulher sumiu, José Raimundo foi até uma lan house de propriedade da vítima, no Centro de Jaguarari, para solicitar serviço de fotocópias. Depois disso, a mulher não foi mais vista.
O aparelho celular e o relógio da vítima, que também desapareceram, foram encontrados depois, conforme a polícia. O relógio estava com um homem, que não teve identidade divulgada. Segundo a polícia, o homem alegou ter recebido o relógio de José Raimundo como forma de quitar uma dívida.
Já o celular da mulher, por sua vez, foi encontrado em um ponto de ônibus, na comunidade de Várzea Grande, na zona rural do município. À polícia, José Raimundo disse que o aparelho teria sido deixado no local por um ladrão que o furtou de dentro do seu carro. O agricultor disse, na ocasião, ter ficado com o celular da vítima por dois dias e alegou que Sirleide havia emprestado o telefone apenas para que aprendesse a usá-lo.
Caso
Familiares de Sirleide registraram o desaparecimento da mulher na delegacia do município, que investiga o sumiço dela. De acordo com a polícia, a mulher foi vista pela última vez na porta da casa onde mora sozinha, no povoado de Catuní da Estrada, na noite de 31 de agosto. O desaparecimento foi percebido depois que a filha da funcionária pública tentou falar com ela e não conseguiu. A mulher foi até o local e não encontrou a mãe no imóvel.
Conforme a filha da funcionária pública, Alzirene Souza, a casa estava com as portas abertas. Os documentos da mulher foram encontrados dentro do imóvel. (fonte: G1-BA/foto: reprodução TV Bahia),(C.Britto).

Blog do BILL NOTICIAS

PF faz operação para prender suspeitos de desviar empréstimos da Caixa

PF
Operação Inimigo Oculto, com o objetivo de desarticular um grupo de criminosos que causou um prejuízo de quase R$ 1 milhão à Caixa Econômica Federal Imagem de Arquivo/Agência Brasil




A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta quarta-feira (20) a Operação Inimigo Oculto, com o objetivo de desarticular um grupo de criminosos que causou um prejuízo de quase R$ 1 milhão à Caixa Econômica Federal (CEF). Desde cedo, os policiais federais estão cumprindo três mandados de prisão temporária e 30 de condução coercitiva, quando a pessoa é levada para delegacia a fim de prestar depoimento e depois é liberada.
De acordo com a PF, os suspeitos fraudavam a Caixa para conseguir empréstimos ilegais. “Os investigados utilizavam senhas pertencentes a empregados da CEF e assim realizavam a inserção indevida de dados no sistema, incluindo-se rendas fictícias, sem a apresentação de qualquer documento comprobatório. Quando os empréstimos eram creditados nas contas indicadas, eles efetuavam diversos saques e transferências, evitando que a Caixa, após identificar a fraude, bloqueasse os valores.
As ações ocorrem em endereços nos estados do Pará e da Bahia e principalmente na cidade de Brasília. A Justiça Federal também determinou o bloqueio da quantia aproximada de R$ 950 mil nas contas dos suspeitos. Os principais alvos dos mandados são ex-prestadoras de serviço da Caixa. Elas teriam desviado os valores graças à concessão fraudulenta de 46 empréstimos pessoais, em sua maioria, destinados a parentes e amigos.
O nome da operação, Inimigo Oculto, segundo a PF, tem se deve porque os um dos investigados mantinha relações profissionais com o banco.(EBC).



Blog do BILL NOTICIAS

GLOBO DIZ QUE TEMER “MANIPULA IDEIA DO ABUSO DE AUTORIDADE”


O jornal O Globo publicou um editorial nesta quarta-feira atacando, mais uma vez, Michel Temer e suas manobras para contornar as acusações de corrupção. 
Confira abaixo trechos do texto:
Temer manipula ideia do ‘abuso de autoridade’
"Pode-se sempre pinçar passagens de discursos, em momentos como este, para interpretações. Dodge omitir a Lava-Jato não indica que a guerra contra a corrupção será suspensa, mas ficou claro, no discurso da nova procuradora-geral, que a pauta da PGR será ampliada, para abranger temáticas como o meio ambiente.
A participação do presidente Temer foi mais substantiva. Ao dizer, quase com todas as letras, que as denúncias contra ele ultrapassam limites legais, e por isso se tratam de um “abuso de autoridade”, Temer confirmou estar ao lado daqueles que no Congresso levantaram esta bandeira para evitar avanços da Lava-Jato: Renan Calheiros, Romero Jucá, Eunício Oliveira, entre outros, muitos do grupo do presidente no PMDB.
A nova procuradora defendeu, e fez bem, o equilíbrio entre os poderes. Mas o que pensam Temer e seu grupo é ir contra a Carta naquilo em que ela estabelece prerrogativas para o Ministério Público. Não gostam do atual equilíbrio entre os poderes, que permitiu a investigação do mensalão e do petrolão, para citar os esquemas de roubalheira na política mais conhecidos, e nos quais a pilhagem de dinheiro do contribuinte foi pluripartidária, da situação e oposição.
Foi elucidativo que o advogado de defesa de Temer, Antônio Claudio Mariz, defendesse no Supremo que a Corte impedisse o MP de denunciar o presidente, diante de um estupefato Marco Aurélio Mello. Afinal, registrou de forma oportuna o ministro, o MP age independentemente do Executivo e do Judiciário. E cabe a este aceitar ou não o mérito das denúncias dos procuradores, mas nunca barrá-los de forma liminar, como gostaria o advogado de Temer e, por suposto, o seu cliente."(247).

Blog do BILL NOTICIAS

Agente da Polícia Civil morre vítima de acidente em Petrolina

(foto/reprodução WhatsApp)


Um agente da Polícia Civil de Pernambuco morreu vítima de um acidente automobilístico na BR-428, próximo ao Residencial Monsenhor Bernardino, em Petrolina, no final da noite de ontem (19).
Segundo informações, Roseno Pereira Neto, de 38 anos, trafegava num veículo Toyota Corolla, quando teria perdido o controle da direção e capotado.
Ele morreu na hora e seu corpo foi encaminhado ao Instituto de Medicina Legal (IML). Não há outros detalhes do ocorrido. (C.Britto).

Blog do BILL  NOTICIAS

Pesquisa CNT: Lula é favorito e vence em todos os cenários para 2018


Lula
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é o favorito dos eleitores brasileiros para 2018. Pesquisa CNT/MDA, divulgada nesta terça-feira (19), mostra que Lula lidera as intenções de voto em todos os cenários avaliados. A intenção de voto estimulada em Lula varia, nos três cenários, entre 32% e 32,7% para o primeiro turno. No segundo turno, a intenção de voto estimulada fica entre 39,8% e 42,8%.
No levantamento que aponta a intenção de voto espontânea, Lula fica à frente dos demais nomes com 20,2% no primeiro turno. O segundo colocado é Jair Bolsonaro, com 10,9%. Na pesquisa divulgada em fevereiro deste ano, o ex-presidente tinha 16,6% das intenções de voto.
O levantamento foi realizado entre os dias 13 e 16 de setembro de 2017 e ouviu 2.002 entrevistados. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais com 95% de nível de confiança.
Veja todos os cenários:
1º turno: Intenção de voto espontânea
Lula: 20,2%
Jair Bolsonaro: 10,9%
João Doria: 2,4%
Marina Silva: 1,5%
Geraldo Alckmin: 1,2%
Ciro Gomes: 1,2%
Álvaro Dias: 1,0%
Dilma Rousseff: 0,7%
Michel Temer: 0,4%
Aécio Neves: 0,3%
Outros: 2,0%
Branco/Nulo: 21,2%
Indecisos: 37,0%
1º turno: Intenção de voto estimulada
CENÁRIO 1: Lula 32,4%, Jair Bolsonaro 19,8%, Marina Silva 12,1%, Ciro Gomes 5,3%, Aécio Neves 3,2%, Branco/Nulo 21,9%, Indecisos 5,3%.
CENÁRIO 2: Lula 32,0%, Jair Bolsonaro 19,4%, Marina Silva 11,4%, Geraldo Alckmin 8,7%, Ciro Gomes 4,6%, Branco/Nulo 19,0%, Indecisos 4,9%.
CENÁRIO 3: Lula 32,7%, Jair Bolsonaro 18,4%, Marina Silva 12,0%, João Doria 9,4%, Ciro Gomes 5,2%, Branco/Nulo 17,6%, Indecisos 4,7%.
2º turno: Intenção de voto estimulada
CENÁRIO 1: Lula 41,8%, Aécio Neves 14,8%, Branco/Nulo: 39,6%,
Indecisos: 3,8%.
CENÁRIO 2: Lula 40,6%, Geraldo Alckmin 23,2%, Branco/Nulo: 31,9%, Indecisos: 4,3%.
CENÁRIO 3: Lula 41,6%, João Doria 25,2%, Branco/Nulo: 28,8%,
Indecisos: 4,4%.
CENÁRIO 4: Lula 40,5%, Jair Bolsonaro 28,5%, Branco/Nulo: 27,0%,
Indecisos: 4,0%.
CENÁRIO 5: Lula 39,8%, Marina Silva 25,8%, Branco/Nulo: 31,3%,
Indecisos: 3,1%.
CENÁRIO 6: Jair Bolsonaro 28,0%, Geraldo Alckmin 23,8%, Branco/Nulo: 40,6%, Indecisos: 7,6%.
CENÁRIO 7: Marina Silva 28,4%, Geraldo Alckmin 23,6%, Branco/Nulo: 41,5%, Indecisos: 6,5%.
CENÁRIO 8: Jair Bolsonaro 32,0%, Aécio Neves 13,9%, Branco/Nulo: 46,4%, Indecisos: 7,7%.
CENÁRIO 9: Marina Silva 33,6%, Aécio Neves 13,0%, Branco/Nulo: 47,3%, Indecisos: 6,1%.
CENÁRIO 10: Jair Bolsonaro 28,5%, João Doria 23,9%, Branco/Nulo: 39,2%, Indecisos: 8,4%.
CENÁRIO 11: Marina Silva 30,5%, João Doria 22,7%, Branco/Nulo: 39,9%, Indecisos: 6,9%.
CENÁRIO 12: Marina Silva 29,2%, Jair Bolsonaro 27,9%, Branco/Nulo: 36,7%, Indecisos: 6,2%. (247).

Blog do BILL NOTICIAS

DCM: MORO SE TORNOU O MAIOR CABO ELEITORAL DE BOLSONARO

Agência Brasil | Divulgação

Trecho de artigo de Geraldo Muniz, no DCM
O tiro pela culatra vai estourar em 2018. Já se provou que Lula cresce quanto mais apanha.
Em sua louca cavalgada, Sergio Moro tornou-se o maior cabo eleitoral do fascista Jair Bolsonaro, seu fã assumido, em segundo lugar, bem à frente dos tucanos.
O que vai dar desse caldo? O único remédio é democracia. Lula tem que concorrer. A alternativa é um caos sobejamente anunciado, que engolirá inclusive os autores dessa farsa.(247).
Leia a íntegra no DCM.

Blog do BILL NOTICIAS

Avenida Cardoso de Sá ganha nova iluminação e terá mais 2,4 km de ciclovia

(foto/divulgação)

Uma das principais vias de Petrolina, a Avenida Cardoso de Sá ganhou nova iluminação e ciclovia. Na noite desta terça-feira (19), o prefeito Miguel Coelho inaugurou a nova iluminação do corredor que corta bairros como a Vila Eduardo com o acionamento de 64 postes com lâmpadas de alta potência. Durante a solenidade de inauguração, o gestor ainda assinou a ordem de serviço para início das obras da ciclovia no trecho do batalhão do Exército.
Para a instalação da nova iluminação da Cardoso de Sá, a Prefeitura de Petrolina investiu R$ 120 mil. Segundo, o prefeito Miguel Coelho a intervenção é estratégica para melhorar a estrutura e o trânsito da localidade, além de trazer maior segurança.
Ciclovia
De acordo com o gestor, a nova ciclovia  começará a ser construída neste mês na altura do Exército. A pista terá aproximadamente 2,4 km e se integrará ao outro trecho que vem da orla fluvial, somando cerca de 7 km de circuito para o tráfego de ciclistas. Esta obra receberá investimento de R$ 980 mil e deve ser concluída em cinco meses.
As ações na Avenida Cardoso de Sá fazem parte de um pacote de obras da Prefeitura de Petrolina em comemoração aos 122 anos da capital do São Francisco. Até o final de setembro, o prefeito Miguel Coelho anunciará outras intervenções como a duplicação da Avenida Sete de Setembro e o saneamento da Bacia do Jatobá. (C.Britto).

Blog do BILL NOTICIAS