quinta-feira, 22 de junho de 2017

UM DIA SEM ÁGUA: PRESIDENTE DO INSTITUTO DA FRUTA DO VALE DIZ QUE “PRODUTORES AINDA NÃO PERCEBERAM A GRAVIDADE DA SITUAÇÃO

Ivan Pinto Pres Inst. da fruta do vale. Foto Farnésio Silva


As captações de água na bacia hidrográfica do Rio São Francisco serão suspensas todas as quartas-feiras até 30 de novembro, quando está previsto o fim do período seco. A regra, chamada de Dia do Rio, foi publicada no Diário Oficial da União  de ontem (20), e poderá ser prorrogada caso haja atraso no início do período de chuvas na Bacia.
A medida proíbe retiradas para todos os usos, exceto para abastecimento humano e dessedentação animal. A suspensão também vale para as aplicações de água para irrigação.
Diante da decisão, o Presidente do Instituto de Frutas Ivan Pinto em entrevista ao BlogQSP por telefone disse que a situação do Rio São Francisco é de emergência e calamidade. Ainda assim, ele disse que a produção de frutas no Vale do São Francisco vai ficar prejudicando e com isso afetará a balança comercial e o volume de empregos na região.
“Os projetos de irrigação já param aos domingos e com a proibição das quartas-feiras agora ficarão dois dias por semana sem água. O pior de tudo isso que essa decisão não resolverá nada, a vazão média diária autorizada pela Agência Nacional de Águas (ANA) nos reservatórios de Sobradinho e Xingó é da ordem de 600 m³/s, o que sai de Xingó vai para o mar e eles querem culpar as áreas irrigadas, isso é lamentável. Eles querem colocar culpas nas áreas, mais a culpa é da geração de energia”.
Ivan disse que o desemprego será grande. “Vai perder a qualidades das frutas e os produtores vão começar a vender menos, as frutas não vão para a exportação e isso vai ser uma tragédia”, concluiu.(Blog do Farnésio).

Blog do BILL NOTICIAS

"O BRASIL ESTÁ PRONTO PARA UM PRESIDENTE NEGRO?"

EVARISTO SA

"Será que o Brasil está pronto para ter um presidente negro?"
A pergunta foi feita pelo ex-presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, durante encontro com artistas na casa de Caetano Veloso, no Rio de Janeiro.
No jantar, ele afirmou que sua tendência é não disputar a presidência da República em 2018.
"A verdade é que eu resisto. Estou mais para não ser", disse ele, segundo relato da coluna de Mônica Bergamo. Barbosa disse que ainda que preza muito a sua liberdade – e que isso não tem preço.
Entre os presentes, estavam artistas como Marisa Monte, Lázaro Ramos, Fernanda Torres, Fernanda Lima, Caetano Veloso e Thiago Lacerda, que o convidaram para um encontro e tentaram convencê-lo a mudar de ideia
Segundo pesquisas recentes, Barbosa teria potencial para chegar a um segundo turno e até vencer a disputa, uma vez que conta com baixa rejeição, num ambiente de descrédito geral da classe política. (247).

Blog do BILL NOTICIAS

Júri popular condena a 30 anos acusado de matar colunista social em Caruaru

Pena será cumprida na Penitenciária Juiz Plácido de Souza, na mesma cidade, 
onde ele já estava preso.
Marcolino foi assassinado em 2016
Marcolino foi assassinado em 2016Foto: Divulgação

O Júri Popular condenou a 30 anos e cinco meses de reclusão Rafael Leite, 33 anos, um dos acusados de matar o jornalista e colunista social Marcolino Júnior, em um motel em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. O crime ocorreu em abril de 2016, e o julgamento aconteceu esta quarta-feira (21) na Vara do tribunal do Júri da Comarca de Caruaru. A pena será cumprida na Penitenciária Juiz Plácido de Souza, na mesma cidade, onde ele já estava preso.

LEIA TAMBÉM: Caso Marcolino: testemunha entra em contradição em julgamento
O julgamento começou ainda pela manhã e terminou por volta das 23h40. Ajuíza Priscila Vasconcelos começou ouvindo três testemunhas de acusação - o delegado responsável pelo caso e dois peritos. Em seguida, foi ouvida a testemunha de defesa - Fabiano Paulino da Silva, um ex-funcionário do motel onde Marcolino foi morto. 

Inicialmente, Fabiano apontou Rafael como autor do crime, afirmando que viu um homem idêntico ao réu colocando um corpo no porta-malas de um carro. O ex-funcionário, no entanto, mudou o depoimento e afirmou que se confundiu e que não lembrava direito dos acontecimentos. Durante o julgamento, Fabiano entrou em contradição, mas não foi indiciado por falso testemunho.

Após a fala das testemunhas, o réu Rafael Leite da Silva foi interrogado. Ele foi julgado por homicídio triplamente qualificado, por motivo torpe, emprego de meio cruel e recuso que impossibilitou a defesa da vítima.

Os próximos passos foram os debates entre acusação e defesa - o Ministério Público (MP) e o advogado do réu, respectivamente. O MP apresentou as provas, em seguida, a defesa de Rafael possuiu o mesmo tempo para argumentar. 

Relembre o casoO jornalista e colunista social Marcolino Júnior foi assassinado, a facadas, em abril de 2016, dentro de um quarto de motel em Caruaru, no Agreste pernambucano. De acordo com as investigações da Polícia Civil, a vítima foi atingida com um golpe de jiu-jítsu e três golpes de faca. O réu Rafael Leite foi preso ao tentar vender o carro do jornalista, em Caruaru, no ano passado. (Folhape).



Blog do BILL NOTICIAS

Direção do colégio da Polícia militar em Petrolina afasta professor denunciado por assédio sexual contra duas alunas


Um fato grave mudou a rotina do Colégio da Polícia Militar (CPM) em Petrolina. Um professor, com atuação destacada e reconhecimento pelos relevantes e dedicados serviços prestados à instituição, teria praticado assédio sexual a duas alunas. Uma delas, já maior de idade, e a outra menor de 18 reagiram ao assédio e comunicaram às suas famílias e à direção do CPM.
De acordo com o Tenente-Coronel Marcílio Amorim (foto), diretor do colégio, todas as providências foram tomadas imediatamente.
“Fui pessoalmente à casa dele, bati à porta e eu mesmo o conduzi à Delegacia de Polícia Civil para prestar esclarecimentos. Essa instituição honra a tradição da Polícia Militar e temos compromisso e responsabilidade com nossos alunos e com as famílias que acreditam no que fazemos aqui. Hoje sou diretor, mas fui aluno do colégio. Tenho compromisso profissional e de vida, e nunca admitirei esse tipo de comportamento”, desabafou Amorim.
O professor denunciado é Bráulio Wanderley. Contra ele foi aberto um processo administrativo pelo CPM. O professor, que já foi afastado do colégio, responderá também a um processo na Delegacia da Mulher pelos dois assédios cometidos. A direção do colégio disponibilizou todo o apoio psicológico às alunas e suas respectivas famílias, embora as duas continuem cumprindo a rotina diária de aulas, sem qualquer alteração. O professor nega todas as acusações contra ele. Ascom: CPM Petrolina. (C.Geral).

Blog do BILL NOTICIAS

Família procura por jovem desaparecido em Cedro, no Sertão de PE


Ancelmo
Familiares de Ancelmo Luiz de Souza, de 22 anos, estão a procura do jovem. Ele está desaparecido desde a manhã dessa terça-feira(20), do município de Cedro, no sertão de Pernambuco.
Segundo informações da família, Ancelmo saiu de casa, na Rua da Piçarra, sem dizer para onde iria, com uma mochila preta e algumas roupas, portando documentos pessoais. Ele usava uma blusa  listrada preto e branco, bermuda verde e calçava sandálias. Ancelmo faz uso de medicamentos controlados. A família está angustiada e pede que, quem tiver informações do mesmo, ligue para os contatos: (87) 3889-1240(87) 9 9929-2042 ou (87) 9 9973-8887(O povo com a notícia).

Blog do BILL NOTICIAS

Temer pode estar cometendo outro crime


Essa guerra que Temer está movendo contra a JBS, uma das maiores exportadoras e empregadoras brasileiras, em meio a uma grave crise econômica, além de ser um tiro no pé pode ser facilmente enquadrada no artigo 344 do Decreto Lei 2848 de 7/12/1940 referente a coação de testemunha ou parte e que é punida com pena de prisão:
Art. 344 - Usar de violência ou grave ameaça, com o fim de favorecer interesse próprio ou alheio, contra autoridade, parte, ou qualquer outra pessoa que funciona ou é chamada a intervir em processo judicial, policial ou administrativo, ou em juízo arbitral:
Pena - reclusão, de um a quatro anos, e multa, além da pena correspondente à violência.
   Não há como não admitir que as medidas tomadas por Temer contra a JBS podem ser definidas como graves ameaças a Joesley, parte do processo, que têm o intuito de coagi-lo a rever suas acusações.
   “Se continuar me acusando eu te quebro; se retirar o que disse de mim eu não te quebro”.
   Se o acusado está tentando intimidar, coagir ou chantagear seu acusador isso é obstrução de justiça, pois ele pressiona para obter seu silêncio. E o silêncio impede a investigação.
   De maio para cá, Temer cometeu várias ameaças e intimidações: julgou suspeita a delação “premiadíssima”; chamou Joesley de falastrão e de bandido; mandou investigar as operações de compra e venda de ações e dólares às vésperas do vazamento; encomendou uma CPI da JBS; soltou todos os fiscais e cobradores pra cima das empresas; entrou com processo contra Joesley por calúnia e injúria e agora a Advocacia Geral da União quer que o TCU declare indisponíveis os bens que a JBS tenta vender para sair do buraco e arrecadar algo entre 6 e 12 bilhões de dólares.
   A ordem é clara: quebrar a JBS.
  Não me lembro de algo parecido na política brasileira, em qualquer época: o presidente da República patrocina uma luta fratricida contra um dos maiores empresários do país, o que pode afetar tanto o ingresso de divisas quanto aumentar o desemprego.
   Em vez de criar mais empregos o governo destrói os que já existem, culpando os empregados pelas trapaças dos patrões.
   Joesley sabe que, enquanto o governo Temer durar a JBS estará em perigo, por isso o seu foco número 1 é derrubar Temer o quanto antes.
   Temer sabe que, enquanto Joesley não parar de falar seu governo estará em perigo, por isso seu foco número 1 é quebrar a JBS o quanto antes.
   O duelo apenas começou.
   Ou Joesley acaba com Temer ou Temer acaba com Joesley. (247).

Blog do BILL NOTICIAS

Festejos juninos levam caos a Serra Negra

Serra Negra, em Bezerros
Serra Negra, em BezerrosFoto: Leo Motta/Folha de Pernambuco
No último fim de semana, 17 e 18 de junho, em torno de 230 ônibus pegaram o caminho para a Serra Negra, distrito de Bezerros, onde fica, hoje, umas das festas juninas mais disputadas de Pernambuco. Fazendo uma média, foram mais de 10,3 mil pessoas apenas nesses veículos, cinco vezes mais ônibus que ano passado - sem contar moradores, hóspedes, motociclistas e grupos que chegaram em vans e carros de passeio. A Prefeitura de Bezerros estima que em torno de 25 mil pessoas participaram da programação. Para se ter uma ideia do impacto dessa movimentação, basta dizer que Bezerros, a cidade sede, tem cerca de 58 mil habitantes e na Serra Negra não moram nem 10% desse volume. 

O resultado foi grande transtorno na estrada que conduz à vila que fica a 9 km da cidade. Segundo relatos, pessoas chegaram a ficar mais de duas horas presas nos engarrafamentos no sábado e domingo. Moradores estão temendo novo caos nos próximos dias de festejos juninos.

Para tentar remediar a situação, a Prefeitura anunciou em suas redes sociais que colocará uma barreira aos ônibus e micro-ônibus em lugares estratégicos e que apenas vans poderão subir para a festa no próximo fim de semana, véspera e dia de São João. Até o momento, segundo o secretário de Governo do município de Bezerros, Josevânio Miranda, 30 veículos já foram cadastrados e terão a permissão para cobrar R$ 5 pelo trecho, “tabelado, para que não haja exploração”. Miranda argumenta que nas vias estreitas, de mão dupla e sem acostamento, que levam até o polo cultural do distrito, as vans vão fluir melhor que os ônibus. “Já comunicamos às agências de turismo, pedimos que eles venham já de van, que fica mais rápido o acesso”, disse. 

Veja videos:

No espaço destinado aos shows, cabem 10 mil e a estrutura para estacionamento é geralmente improvisada. Manuel José da Silva Filho é nascido em Bezerros, tem um sítio na Serra Negra, e contou que, no último fim de semana, no trajeto de 4 quilômetros (km) que costuma fazem em 15 minutos, levou mais de 2h30. O próprio secretário Miranda reforçou esse problema. Disse à reportagem que alguns demoraram até 4h para conseguir subir a Serra; 1h30 para descer. Outro sitiante de Serra, Jairo Raposo narra a mesma dificuldade do trajeto: para sair do sítio para o polo, um trajeto de 4 km, levou mais de 2h. A fila de engarrafamento descia a serra, atravessava a cidade de Bezerros e chegava perto da BR-232. É inadmissível que a prefeitura promova um evento nestas condições”, reclama.

Outro dono de sítio, o empresário André Araujo disse que o maior temor é para o caso de haver uma emergência na Serra. “O Samu não vai conseguir chegar. E se estiver lá em cima, não desce. É uma irresponsabilidade o que estão fazendo na Serra Negra”. Para ele, ali só deveriam acontecer eventos fora de datas festivas, de médio porte, que não atraia multidões. “O que acontece na Serra é uma total falta de gestão”, conclui.

Manoel Silva reclama que a Serra Negra não suporta festas de grande porte, como as prevista para o São João, com grandes atrações e alta demanda de veículos. “A Serra Negra é uma vila, não tem saneamento, não tem estrutura para o lixo que se gera ali e o estacionamento é sempre improvisado em festas deste tamanho”. “A cada ano, a divulgação cresce, e mais gente sobe. Só que as autoridades não divulgam que é um local de pouca estrutura. As pessoas vão e se frustram pela dificuldade. No último fim de semana, viaturas do Corpo de Bombeiros e o Samu também estavam engarrafados. 

Eu vi uma van, parada, de onde desceram pessoas, colocaram uma mesa na via pública e começaram a beber ali mesmo; motos que passavam dando ‘socos’ nos retrovisores, e muito lixo. As pessoas precisam ser respeitadas em seu direito de ir e vir. Até prestar socorro a alguém nas condições atuais seria inviável. Torço para que as pessoas que foram para Serra no último fim de semana desencorajem outras a ir. Porque isso não é lazer, é sofrimento”, descreveu Silva.

Economia local
Este é o primeiro ano em que o São João de Serra Negra recebe patrocínio privado, cujo valor não é divulgado. Mas segundo a Secretaria de Turismo de Bezerros, “ foram investidos em toda estrutura, atrações e organização cerca de R$ 600 mil”. A prefeitura aposta que, nos sete dias de festa, circule mais de R$ 1 milhão, movimentados pelo comércio, rede hoteleira, bares e restaurantes de Bezerros e Serra Negra.

Nesse “progresso”, o secretario Josevânio Miranda disse que a gestão não cogita transferir a festa para Bezerros. “Isso já foi testado e não se consegue competir com Caruaru e Gravatá, que são próximos. Nossos atrativos são, justamente, o local, e o horário”, argumentou.

Insegurança
Na área de Serra Negra, há relatos de assaltos no percurso, quando os bandidos se aproveitam do engarrafamento; se aproveitam do estacionamento escuro. “Não roubam carros porque não tem como, mas há para-brisas e retrovisores quebrados e muitos furtos aos veículos”, conta Raposo. A casa de Silva foi arrombada. “A minha e as de uma dezena de pessoas”.

“Para nós, da organização, esse relato de assalto não chegou. Mas achamos que foi muito pouco o policiamento. E o prefeito está no Recife conversando com o comandante da Polícia Militar e com o governador e vai ter reforço de policiamento e trânsito. Estamos também contratando policiais que estão de folga ou que estejam aposentados para, de moto, fazer essa circulação”, explica o secretário Josevânio Miranda. Procurados pela reportagem, a Polícia Militar e o Governo do Estado não confirmaram agenda com o prefeito Branquinho (PSB).

Urbanização
Há também muitas queixas e denúncias acerca do processo de urbanização sem padrão que Serra Negra vem sofrendo. “Assim como o Recife tem normas para construção, lá também tem, mas são ignoradas. As pessoas fazem como querem. Eu estou denunciando o surgimento de cortiços, com ocupação de 100% do terreno, sem prever coisa alguma. É um claro processo de favelização com a omissão do poder público”, diz Manoel Silva.

Questionado, o secretário Josevânio Miranda diz que, de fato, existem construções irregulares, “que que apresentaram um projeto e estão executando outro”, mas que eles estão embargadas até que se enquadrem ao plano diretor do distrito.
(Folhape).



Blog do BILL NOTICIAS

ANDREA NEVES, IRMÃ DE AÉCIO, DEIXA A PRISÃO

STRINGER

Irmã do senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG), a jornalista Andrea Neves deixou a prisão nesta manhã.

Por decisão do Supremo Tribunal Federal, ela ficará em prisão domiciliar; tanto ela quanto o irmão são acusados de receber R$ 2 milhões em propinas da JBS.

Ação controlada da Polícia Federal filmou a entrega do dinheiro a Fred Pacheco, primo de Aécio, que também ficará em prisão domiciliar

Abaixo, reportagem recente sobre o caso:

André Richter - Repórter da Agência Brasil
A Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) determinou há pouco a soltura do irmã e do primo do senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG), presos desde o mês passado em Belo Horizonte.  Frederico Pacheco e Andreia Neves são investigados no Supremo a partir das delações da JBS. Com a decisão, ambos passam a cumprir prisão domicilar.
A decisão foi tomada após o colegiado também determinar a libertação de Mendherson Souza Lima, ex-assessor do senador Zezé Perrella (PMDB-MG), acusado de intermediar o recebimento de propina enviada pelo empresário Joesley Batista, da JBS.
Mantendo o mesmo entendimento do julgamento anterior, a maioria dos ministros entendeu que a prisão dos acusados pode ser substituída por medidas cautelares, como entrega de passaporte e recolhimento domiciliar.
Em seguida, os ministros devem julgar pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) para prender o senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG), também envolvido nas investigações da JBS. (247).
*texto atualizado às 17h16 para acréscimo de informações

Blog do BILL NOTICIAS

Em Petrolina, AME Rosa Maria suspende atendimento após explosão da barraca de fogos

AME Rosa Maria


A Secretaria de Saúde de Petrolina informa que, devido a explosão da barraca de fogos, na manhã de ontem (20), os serviços oferecidos pela Unidade de Atendimento Multiprofissional Especializado (AME) Rosa Maria, localizada no bairro Gercino Coelho, estão suspensos nesta quarta-feira (21).
A AME teve as lâmpadas e alguns vidros quebrados, além do desabamento de parte do forro de algumas salas. A equipe está realizando os reparos, porém, a unidade só voltará a funcionar após avaliação do setor de engenharia da pasta, para garantir a segurança dos funcionários e pacientes. A previsão é que a partir de amanhã alguns setores comecem a ser liberados. (Ascom),(C.Geral).

Blog do BILL NOTICIAS

Atentado no sul do Afeganistão deixa 20 mortos e 50 feridos

Balanço pode aumentar, afirmou Omar Zwak, porta-voz do governador 
da província de Helmand

Homens afegãos carregam vítima de ataque a bomba em Lashkar Gah, capital da província de Helmand, no Afeganistão
Homens afegãos carregam vítima de ataque a bomba em Lashkar Gah, capital da província de Helmand, no AfeganistãoFoto: Noor Mohammad/AFP
Ao menos 20 pessoas morreram e 50 ficaram feridas, entre civis e militares, na explosão de um carro-bomba, nesta quinta-feira (22), diante de uma agência bancária de Lahskar Gah, sul do Afeganistão.

"Temos 20 mortos e 50 feridos, tanto civis como militares, mas o balanço pode aumentar", afirmou Omar Zwak, porta-voz do governador da província de Helmand. (Folhape).


Blog do BILL NOTICIAS