sexta-feira, 12 de maio de 2017

Suape será o primeiro porto a retomar a autonomia

Presidente Temer deve visitar Pernambuco no próximo dia 19 para resolver a questão

Porto de Suape
Porto de SuapeFoto: Folha de Pernambuco/Arquivo

O ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Moreira Franco, anunciou, nesta quinta-feira (11), que o presidente Michel Temer deve vir a Pernambuco no próximo dia 19 para assinar o decreto que devolverá a autonomia ao Porto de Suape para realização de arrendamentos e concessões. Essa independência foi perdida com a edição da Lei dos Portos, em 2013, quando as decisões ficaram centralizadas em Brasília. Desde então os investimentos ficaram represados.
O decreto federal deve contemplar apenas Suape. Não há previsão para que outros portos brasileiros, incluindo o do Recife, que foram prejudicados pela Lei atual sejam contemplados. Em visita a Pernambuco nesta quinta-feira, Franco sobrevoou, mais cedo, o Complexo Industrial Portuário de Suape. Ele foi acompanhado pelo vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado, Raul Henry.

"O Governo de Pernambuco demostrou capacidade e competência para fazer a gestão do porto de Suape e é isso que o presidente quer. Reestabelecer essa situação jurídica para que, no mais curto espaço de tempo, possamos ter um núcleo robusto de renda e formação de emprego para o País", comentou o ministro.

A assinatura do decreto foi prometida pelo Governo Federal ao Estado no ano passado. O presidente Michel Temer chegou a confirmar uma vinda a Pernambuco para resolver a questão no mês passado, mas a agenda foi cancelada depois que o partido do governador Paulo Câmara, o PSB, assumiu posição contrária à reforma da Previdência. Franco, no entanto, negou qualquer estremecimento das relações da presidência com o governador do Estado.

A devolução de Suape a Perrnambuco vai possibilitar o destravamento de investimentos, afirmou Henry. "Desde a edição da Lei dos Portos não tivemos mais nenhum investimento e existe um conjunto de grupos importantes interessados nos empreendimentos do porto", avaliou.

Durante a visita, o ministro Moreira Franco ainda deu garantias de que o Governo Federal vai liberar recursos para a construção do Arco Metropolitano. O projeto de infraestrutura viária ainda não tem orçamento definido, mas a intenção é que a obra seja pública, com recursos dos governos federal e estadual. A obra viária é aguardada para desafogar o trânsito na BR-101, facilitando o escoamento de materiais produzidos no polo fabril Norte para Suape. (Folhape).

Blog do BILL NOTICIAS

LULA SÓ CRESCE E A GLOBO SE DESESPERA, DIZ LINDBERGH


Em discurso nesta sexta-feira, 12, o senador Lindbergh Farias (PT-RJ) defendeu realização de eleições diretas para outubro de 2017 e a candidatura do ex-presidente Lula para presidente; segundo Lindbergh, um ano depois, o golpe que retirou Dilma Rousseff fracassou; "Deu errado. Onde estão Aécio, Serra, Alckmin? Caíram de 30% e tanto para 8%, 6% nas pesquisas. Deram um golpe e agora fazem pesquisas. A cada resultado, o Lula não para de subir, e eles ficam desesperados, principalmente a Rede Globo, que é o grande partido que se posiciona contra esse campo popular", afirmou o senador. (jornal1005noticias).


Blog do BILL NOTICIAS


Governo Temer completa um ano; relembre alguns fatos

Resultado de imagem para O QUE SERÁ DO BRASIL COM MAIS UM ANO DE GOVERNO TEMER?
Michel Temer completa um ano na presidência da República Antonio Cruz/Agência Brasil

Michel Temer assumiu a Presidência da República em 12 de maio de 2016, após os senadores aprovarem a abertura do processo de impeachment de Dilma Rousseff, o que resultou no afastamento dela do cargo. Em agosto, o Senado aprovou o impeachment de Dilma e Temer assumiu a presidência efetivamente. 
Nesses 12 meses, a gestão do presidente Michel Temer foi marcada pela adoção do ajuste fiscal na economia, com a definição de um teto para os gastos públicos, e pelo envio das reformas da Previdência, trabalhista e do ensino médio para o Congresso Nacional. A Agência Brasil relembra alguns fatos.

Economia
O ajuste nas contas públicas foi a principal meta do governo na economia. O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou, assim que assumiu o cargo, que apenas o equilíbrio fiscal poderá fazer com que os investimentos voltem ao Brasil e gerem empregos. Uma das medidas dentro do ajuste foi a aprovação, pelo Congresso, em dezembro do ano passado, da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) do Teto de Gastos, limitando, por 20 anos, os gastos públicos à inflação do ano anterior. A medida sofreu críticas segundo as quais retiraria investimentos da saúde e educação, que têm percentuais mínimos de investimento previstos na Constituição. De acordo com a Fazenda, os valores mínimos dos gastos com tais áreas passarão a ser corrigidos pela variação da inflação do ano anterior.
Outra medida anunciada foi o saque dos valores das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), como forma de estimular a economia e com potencial de injetar R$ 30 bilhões. 
Em relação à inflação, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou, no início do ano, que a inflação oficial, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) fechou 2016 em 6,29%, abaixo do teto da meta do Conselho Monetário Nacional (CMN). O governo atribuiu a queda da inflação à firmeza mantida no ajuste fiscal. Com os preços sinalizando queda, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) iniciou uma trajetória de redução da Selic, a taxa básica de juros da economia, que, ao final de 2016 estava em 14,25%; e agora está em 11,25%.
Política
Em vários discursos, Temer tem dito que o Congresso Nacional é peça-chave para ajudar o país a superar a crise econômica. Em um ano, o Executivo enviou ao Parlamento 83 propostas, entre elas as  reformas do ensino médio, da Previdência e a trabalhista, além da PEC que limita os gastos públicos. Segundo levantamento do Centro de Documentação e Pesquisa da Câmara, deste total, mais da metade das propostas (54) são medidas provisórias, que tramitam em regime de urgência.
A aprovação ou não das propostas foi o termômetro da relação do governo com os parlamentares.  A primeira vitória foi a aprovação da PEC do Teto dos Gastos Públicos, considerada fundamental pelo governo para o ajuste fiscal e para retomada da credibilidade da economia.
A primeira dificuldade foi em relação ao projeto de lei que trata da renegociação das dívidas dos estados. Após longa negociação com governadores, o projeto do Senado, que tinha o apoio do Executivo, foi desfigurado na Câmara no final do ano passado, com a retirada das contrapartidas previstas pelo governo federal para os estados. O presidente Michel Temer vetou parte do projeto. E as alterações feitas pelos deputados federais levaram-o a enviar em janeiro uma nova proposição de recuperação fiscal para os estados endividados. Depois de um trabalho de convencimento por parte do governo, os deputados aprovaram esta semana a proposta, que ainda tramitará no Senado.
Neste momento, os maiores desafios são a aprovação das reformas da Previdência, que deve chegar ao plenário da Câmara na próxima semana, e trabalhista, que foi aprovada pelos deputados e está em fase de discussão no Senado. As propostas têm movimentado o Parlamento e também são alvo de críticas, por exemplo, das centrais sindicais, que convocaram uma greve geral, em abril em protesto.
Social
Pouco mais de um mês após assumir definitivamente a presidência, Temer lançou o programa Criança Feliz, coordenado pela primeira-dama Marcela Temer. A proposta é potencializar o desenvolvimento de crianças com até 3 anos de famílias beneficiárias do Bolsa Família e as de até 6 anos que recebem o Benefício de Prestação Continuada. As gestantes também estão fazem parte do público-alvo.

Outro programa lançado pelo governo Temer foi o Cartão Reforma, que dá crédito a pessoas de baixa renda para reforma, ampliação e finalização de obras da casa própria. A meta é atender entre 85 mil e 100 mil casas em 2017.


Uma medida na área social que teve repercussão foi a revisão nas concessões dos benefícios do auxílio-doença do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), que resultou no cancelamento de milhares de benefícios. De acordo com o governo, o objetivo é direcionar os recursos previdenciários para quem realmente precisa e aprimorar a gestão, contribuindo para equilibrar as contas públicas.

Bolsa Família, principal programa de transferência de renda do governo, teve reajuste de 12,5% no valor do benefício quando Michel Temer estava interino na presidência. Na ocasião, chegaram a circular boatos na internet de que, ao assumir a Presidência, Temer acabaria com o programa, criado na administração do PT.

Educação
Com apoio do Congresso Nacional, foi aprovada a reforma do ensino médio, pela qual os estudantes poderão escolher formação em uma das cinco áreas: linguagens, matemática, ciências da natureza, ciências humanas e sociais aplicadas e formação técnica e profissional.  De acordo com o governo, a reforma modernizará e irá melhorar o ensino.
A reforma sofreu resistência de movimentos educacionais, por ter sido votada em forma de medida provisória, e estudantes chegaram a ocupar mais de mil escolas e universidades, o que levou ao adiamento das provas do  Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em determinados locais. As provas foram aplicadas em duas datas em 2016.
Nesse período, voltaram ao ministério as discussões sobre a Base Nacional Comum Curricular, que havia sido entregue na gestão passada ao Conselho Nacional de Educação (CNE). A pasta dividiu o documento da Base, que antes tratava de todo o ensino básico, entre ensino infantil e fundamental e ensino médio. Este ano foi entregue novamente ao CNE a parte que diz respeito ao ensino fundamental e infantil. A BNCC define o mínimo que deve ser ensinado e desenvolvido nas escolas de todo o país. A expectativa é que seja aprovada pelo CNE até o final do ano. Também nesse prazo, deve ser entregue ao CNE a parte referente ao ensino médio, que deverá ser adequada à reforma.
A proposta para a Base prevê que as crianças, em todo o país, deverão ter acesso desde cedo a conteúdos de português e matemática. Até o 2º ano do ensino fundamental, geralmente aos 7 anos, os estudantes deverão ser capazes de ler e escrever.
Tanto a Base, quanto a reforma do ensino médio, ainda levarão um tempo para ser implantadas nas escolas e demandarão a adequação das redes de ensino. A expectativa é que cheguem às escolas públicas a partir de 2019.
Lava Jato
A operação que investiga esquemas de corrupção em diversas estatais atingiu integrantes do governo.
Romero Jucá, que ocupava o Ministério do Planejamento e era um dos principais articuladores políticos de Temer, deixou o cargo após o vazamento de uma conversa que teve com o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, sobre a Lava Jato. Na conversa, Jucá teria sugerido um “pacto” para tentar barrar as investigações. O senador negou essa intenção. Ele voltou ao Senado, onde continua trabalhando na articulação política do governo.
Outro ministro que deixou o governo após seu nome aparecer no contexto da Lava Jato foi Henrique Eduardo Alves. O então ministro do Turismo foi citado na delação premiada de Sérgio Machado e pediu demissão do cargo. Segundo a delação, Alves teria recebido R$ 1,55 milhão em doações eleitorais com recursos ilícitos. Além disso, Fabiano Silveira deixou o Ministério da Transparência, Fiscalização e Controle, depois da revelação de conversas gravadas em que ele criticou a operação e orientou a defesa de investigados.
Em fevereiro deste ano, o presidente Michel Temer anunciou que os ministros que se tornarem réus na Operação Lava Jato serão afastados do cargo. Caso sejam apenas denunciados, eles serão afastados provisoriamente, desde que as denúncias reúnam provas que possam ser acolhidas. “Faço essa declaração para dizer que o governo não quer e não vai blindar ninguém”, disse o presidente na ocasião. Em abril, oito ministros do governo Temer foram citados em delações de ex-diretores da empreiteira Odebrecht.
Política externa
No primeiro ano de governo, Temer deu prioridade à política interna, por causa da aprovação das reformas, e fez poucas viagens internacionais. A partir do mês que vem, o presidente deve intensificar o ritmo de viagens. O próximo compromisso confirmado será o encontro do G20 (grupo das 20 maiores economias do planeta), nos dias 7 e 8 de julho, na Alemanha.
Em um ano de governo, destaca-se uma ida de Temer à China, em setembro, para encontrar-se com empresários e participar de eventos relativos ao G-20. No mesmo mês, o presidente foi a Nova York, nos Estados Unidos, para participar da sessão de abertura e de diversos encontros promovidos durante a 71ª Assembleia Geral das Nações Unidas.
Nos Estados Unidos, ele também participou de reuniões para discutir temas como os movimentos de refugiados e sobre a mudança do clima. Foram feitas também reuniões bilaterais com presidentes e chefes de Estado de diversos países. Temer ainda foi a Goa, na Índia, para se reunir com os chefes de Estado e de governo dos Brics - grupo formado por Brasil, Russia, Índia China e África do Sul. Da Índia, Temer seguiu para o Japão, onde se reuniu com o imperador Akihito e com empresários japoneses.
*Colaboraram Débora Brito, Mariana Branco, Mariana Tokarnia, Mariana Jungmann, Marcelo Brandão e Yara Aquino. (Agencia Brasil).


Blog do BILL NOTICIAS

Estados da região criam o PrevNordeste

Ideia é uma previdência complementar unificada para os 
servidores públicos estaduais

Carteira de trabalho
Carteira de trabalhoFoto: Agência Brasil
Os governadores dos Estados nordestinos decidiram criar uma previdência complementar unificada para os servidores públicos estaduais da Região, o PrevNordeste. A decisão foi tomada durante o Encontro de Governadores do Nordeste que aconteceu ontem em Salvador. Participaram os gestores de todos os estados do Nordeste. A criação do fundo complementar para os funcionários públicos passará a ser obrigatória caso seja aprovada a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que institui reforma da Previdência. 

A Bahia é o único estado do Nordeste que já adotou o modelo de previdência complementar para os servidores. Por isso, o PrevBahia (o fundo complementar da Bahia) servirá de base para o novo fundo. A gestão será dividida, mas deve aproveitar a estrutura física e burocrática do fundo do Governo baiano. O objetivo da unificação é ampliar a base de servidores para buscar taxas administrativas mais atrativas e maior rentabilidade para os servidores.

"Queremos unificar para ter uma Previdência mais forte, mais sólida e que tenha capacidade de remunerar melhor o dinheiro dos contribuintes. Quanto maior o bolo, maior é a força para a gente conseguir uma rentabilidade maior", afirmou o governador da Bahia, Rui Costa (PT). Outro objetivo da criação do PrevNordeste, segundo Costa, é fazer com que os recursos do fundo sejam aplicados dentro do próprio Nordeste, fomentando a economia da Região.

Um dos entusiastas da proposta, o governador de Alagoas, Renan Filho (PMDB), afirmou que não faria sentido cada Estado criar um fundo exclusivo. "Se cada governador criar seu próprio fundo, isso criaria uma redundância de custos. Precisamos buscar saídas com o menor custo possível. Criar uma Previdência mais robusta, mais longeva", afirmou.

Os governadores também consideram que a gestão compartilhada dará celeridade à adoção da medida por todos os estados da região. Na reunião, foi definida a criação de um grupo de trabalho que envolverá procuradores e os secretários de Administração dos estados.

Esta não é a primeira iniciativa de criação de um fundo englobando mais de um estado. Desde março, a Fundação de Previdência Complementar de São Paulo (SP-Prevcom) foi autorizada a oferecer planos de aposentadoria para servidores de outros estados. Já há negociações em cursos para adesão dos servidores de Rondônia ao fundo.

Além da Bahia e São Paulo, apenas outros cinco estados já possuem plano de previdência complementar: Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.
(Folhape).


Blog do BILL NOTICIAS

Homem tem perna esmagada por ônibus em Jaboatão dos Guararapes

Testemunhas informaram que a vítima tentou atravessar a pista, mas, em um descuido, acabou caindo e sendo atropelada
Homem teve perna esmagada
Homem teve perna esmagadaFoto: Cortesia

Um homem teve a perna direita esmagada por um ônibus na manhã desta sexta-feira (12), no Terminal Integrado de Passageiros de Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife. Testemunhas informaram que a vítima tentou atravessar a pista, mas, em um descuido, acabou caindo e sendo atropelada pelo coletivo da Empresa Metropolitana.

O acidente aconteceu por volta das 8h30. Passageiros realizaram os primeiros socorros e fizeram um "torniquete" enquanto aguardavam a chegada do Serviço de Atendimento Móvel (Samu). O homem, que não teve a identificação divulgada, foi socorrido e levado para o Hospital Otávio de Freitas. O estado de saúde dele não foi informado. 

Procurada pela reportagem, a Empresa Metropolitana não atendeu às ligações. Já a Secretaria Estadual de Saúde (SES) informou que o rapaz segue em estado grave e passou por cirurgia para amputação da perna.

A direção do Hospital Otávio de Freitas (HOF) informou que o jovem J.W.F.L, de 18 anos, deu entrada na emergência da unidade, em estado grave, no início da manhã desta sexta-feira (12). Passou por cirurgia para amputação de membro inferior direito e ficou em observação na sala de recuperação do Hospital. Seu quadro clínico inspira cuidados. (Folhape)


Blog do BILL NOTICIAS

Baleia azul: 8º caso em Pernambuco é o mais grave segundo polícia

Mãe de uma jovem de 19 anos, preocupada com os sinais de mutilação da filha, registrou a ocorrência na Delegacia do Cordeiro, na quinta-feira (11)

Polícia Civil apresenta 8º caso de Baleia Azul: delegado Joel Venâncio, chefe da Polícia Civil Joselito Kehrle e delegado Carlos Couto
Trecho de conversa entre adolescente e suposto curador do 'jogo' baleia azulFoto: Divulgação/ PCPE

A Polícia Civil (PC) de Pernambuco investiga mais um possível caso relacionado ao “jogo” baleia azul, um desafio com 50 missões, sendo a última delas acabar com a própria vida. A mãe de uma jovem de 19 anos, preocupada com os sinais de mutilação da filha, registrou a ocorrência na Delegacia do Cordeiro, Zona Oeste do Recife, na última quinta-feira (11). Os detalhes foram divulgados em coletiva de imprensa nesta sexta (12), no Centro da capital. Segundo a PC, esta é a oitava ocorrência relacionada ao "jogo" no estado e é considerada a mais grave, pois a vítima estaria na fase final.

De acordo com o delegado do Cordeiro, Carlos Couto, a mãe procurou a polícia após tomar conhecimento de uma postagem de uma foto no Facebook. A imagem foi encontrada pelo tio da vítima, na madrugada da última quarta (10), onde aparece uma menina semi-nua, com sinais de autoflagelações na região do abdômen e pernas. Outras lesões também foram encontradas na região dos punhos.

A mãe disse que a filha não quis mostrar o corpo para que ela confirmasse a suspeita. "Ela resistiu um pouco, mas acabou permitindo, e eu constatei que o corpo dela estava mutilado, mas, de maneira nenhuma, ela confessou, apenas silenciou durante toda a conversa. Eu fiquei horrorizada, apavorada, e de imediato me prontifiquei a procurar a polícia", contou.

A jovem teria sido captada em uma comunidade na rede social Facebook. A polícia teve acesso ao celular da garota, onde verificou no aplicativo Mensseger, do Facebook, o diálogo entre ela e os chamados curadores do “jogo”, as pessoas que convidam os jovens a participaram e comandam a entrega dos desafios a serem cumpridos o tempo todo.

“Foi instaurado um inquérito policial e, em princípio, constatamos que há evidências sim da participação dessa jovem no 'jogo'. Inclusive, ela teria confessado que estava jogando para outras duas familiares, que ainda serão ouvidas. Pelo número de mutilações, pelas mensagens que contam no aplicativo dá sim a entender que ela já estaria pelo menos na parte final do 'jogo', uma vez que há uma mensagem em que o suposto curador pede para ela subir até um telhado, possivelmente para se jogar”, disse o delegado.

A adolescente foi levada à Delegacia do Cordeiro, mas não quis colaborar com a investigação. Depois, ela foi encaminhada ao Instituto de Medicina Legal (IML), também no Recife, onde não quis mostrar todas as lesões. O delegado acredita que a jovem está sendo coagida pelos curadores do jogo.

“Ela não mantém nenhuma espécie de comunicação verbal, nem mesmo com os pais. Para vocês terem uma ideia, do final da manhã até por volta das 18h [de quinta], a gente não conseguiu extrair nada, nenhuma palavra dela, nem por escrito, [meros acenos de cabeça. Ela demonstra interesse em permanecer no 'jogo', mantém insistente vontade de ter acesso ao celular e redes sociais, onde estava concentrando a vida”, informou.

A polícia trabalha para identificar os supostos curadores, que conversavam com a adolescente por meio do Facebook. “Possivelmente, esses criminosos devem estar atuando com diversas outras pessoas, por isso a importância dos pais, e no ambiente escolar, estarem sempre atentos para notificar esses casos o mais rápido para a polícia”, apontou o delegado. Dos oito casos registrados no estado, dois estão sob investigação da Polícia Federal.

Caso mais grave

Segundo o chefe da Polícia Civil de Pernambuco, Joselito Kehrle, esta é a ocorrência mais preocupante de todas que já foram notificadas no estado. "Esse caso foi o mais grave dos oito que Pernambuco está investigando porque ela [a jovem] se encontrava na fase final do ‘jogo’. O nome baleia azul é porque o animal, em determinado momento da vida, se suicida. Provavelmente o curador deve, se ela reatar a comunicação, estar ameaçando de alguma forma a mãe, o pai ou ela própria, e ela está, digamos assim, obstinada a cumprir a a última tarefa, que seria o suicídio. Por isso, é um caso gravíssimo, que a gente tem trabalhado com toda cautela e cuidado", explicou.

Kehrle informou que a polícia vai buscar, por meio da Secretaria Estadual de Saúde, atendimento psicológico e psiquiátrico para que a jovem saia definitivamente do 'jogo', algo que ela se recusa. O idealizador do jogo, o russo Philippe Budeikin, 21 anos, segundo o chefe da Polícia Civil, foi preso e confessou que queria uma “assepsia biológica” das pessoas que queriam morrer, porque elas seriam frágeis.

“Os psiquiatras forenses dizem que as pessoas que entram no jogo já têm um buraco afetivo que é preenchido pelo curador, e ai as pessoas ficam subjugadas ao curador, atendendo todas as tarefas que são colocadas. Neste caso [da jovem de 19 anos], pela última mensagem, acredito que seria a última etapa do ‘jogo’. Assim como a baleia azul se mata, ela subiria até o lugar mais alto e lá receberia a última missão, que possivelmente seria saltar do prédio”, disse.

Uma das recomendações de Kehrle para os pais é que fiquem atentos a sinais como isolamento, muito tempo gasto na internet e marcas no corpo dos filhos. A mãe da jovem relatou à polícia que teve muita dificuldade em obrigar a filha a se despir. "O que ocorreu é que ela fez uma postagem dentro do grupo, que era uma das tarefas, onde aparece com uma marca de crucifixo feito á faca ou por estilete. A partir dai, ela verificou que aquelas marcas que tinham na foto estavam no corpo da filha", explicou.

A mãe contou que a jovem já era bastante introspectiva e, de três meses para cá, passou a se relacionar menos com os pais. "Há mais ou menos uns três meses, eu venho notando a mudança de comportamento na vida da minha filha, como se aprisionar no quarto, passar muitas horas no banheiro com a porta fechada, escutar música melancólica. Ela vinha, há algum tempo, se sentindo confortável em ver filmes tristes, de terror, bastante macabros, de origem perversa. Ela sempre foi introspectiva, mas estava mais fechada”, disse.

Outros casos

Até o dia 20 de abril, as polícias Civil e Federal já tinham registrado sete casos de adolescentes envolvidos com o “jogo” no estado. Dois foram no Recife - um menino no Ibura e uma menina em Brasília Teimosa , na Zona Sul; uma em Paulista e outro em Moreno, na Região Metropolitana; um adolescente em Goiana e outro em Vicência, na Mata Norte.

O caso mais recente tinha ocorrido no bairro do Ibura. Segundo a polícia, numa das tarefas, o jovem tinha que filmar o sacrifício de um gato e beber o sangue dele. No “jogo”, a filmagem teria que ser enviada ao aliciador, conhecido como “curador”, para comprovar que a tarefa foi cumprida. Caso não fosse, a vítima e família dela seriam ameaçadas de morte.

As investigações acontecem tanto em âmbito local quanto nacional e contam com uma força-tarefa e com a colaboração de polícias de diversos estados. Os aliciadores, mesmo que tenham menos de 18 anos, podem ser responsabilizados, junto com seus responsáveis legais. Atualmente, no Brasil, há casos de suicídio e mutilação sob suspeita ou confirmação de ligação com o jogo em nove estados: Mato Grosso, Minas Gerais, Bahia, Alagoas, São Paulo, Distrito Federal e Paraíba.

Confira as recomendações da Polícia Federal:

O jogo Baleia Azul
A referência do nome do jogo não é por acaso. As baleias são popularmente conhecidas por comportamento suicida ao forçarem o encalhe na praia. Uma das teorias é a “hipótese do integrante doente”, quando uma baleia doente procura águas rasas e tranquilas em busca de segurança, outras baleias a seguem e acabam encalhadas também.

Tudo na internet se espalha muito rápido, mesmo as coisas mais inacreditáveis. Neste caso não é diferente. O fenômeno ganhou visibilidade e vem se alastrando pelo mundo e tudo começou na Rússia, em 2015, quando uma jovem de 15 anos tirou a própria vida; dias depois, uma adolescente de 14 anos, Rina Palenkova, cometeu suicídio na cidade de Ussuriysk.

Depois de investigar as causas, a polícia ligou os fatos a um grupo que participava de um desafio com 50 missões, sendo a última delas acabar com a própria vida. A partir daí aconteceram cerca de 130 suicídios de crianças ocorridos na Rússia de novembro de 2015 a abril de 2016 e que de acordo com eles, quase todos eram membros do mesmo grupo na internet.

Causas do suicídio
As autoridades dizem que as causas principais são amor não correspondido, problemas familiares, dificuldades na escola, luto na família, saúde mental, falta de oportunidades, desemprego e abuso de drogas.

Cibercriminosos coagem adolescentes
Jogos com apelos de riscos letais têm virado moda entre os adolescentes como o jogo da asfixia, desafio do sal e gelo e jogo da fada. Os adolescentes e pré-adolescentes estão em uma fase em que ainda não percebem as consequências de seus atos esse jogo pode atrair não só aqueles em situação vulnerável, mas também outros, pela sedução da emoção que os desafios propõem.

Pessoas fragilizadas por eventos traumáticos, isoladas emocionalmente, que possuem dificuldade em confiar ou que se sentem cobradas e exigidas em demasia são mais propensas a desenvolver quadros depressivos que as tornam alvos fáceis para esse tipo de manipulação. Então, utilizando-se da inocência, da paranoia e da neurose de suas vítimas fazem elas a acreditar que estão à mercê dos administradores;

As vítimas
Normalmente, os alvos dos criminosos são crianças e adolescentes, já que são facilmente impressionáveis e por isso são coagidas a participar do jogo no Facebook ou Whatsapp. Em virtude de terem acesso ao banco de dados do Serasa e Cadastro Nacional (com dados pessoais como nome completo, escola em que estuda, média de notas escolares, cidade, endereço, IP e nome de amigos próximos), os aliciadores passam a assustar as vítimas menores de idade ao mostrar dados pessoais e fazer ameaças.

A criança se sente pressionada e amedrontada e passa a interagir com eles! As ameaças de seguem com perguntas tais como: “Desenhe uma baleia com estilete no braço, depois tire uma foto quando estiver sangrando e me envie. Você, seus amigos e sua família correm perigo, espero que você salve a eles. Dez minutos para a conclusão, fico no aguardo."

Fragilidade
Através de informações pessoais deixadas pela própria criança como problemas em casa, brigas com os pais, notas baixas na escola, tristeza por ter acabado um namoro, morte na família – então eles se aproveitam desta fragilidade sentimental para incentivar a participar do jogo. Acontece que esses cibercriminosos estão entrando em grupos até de autoajuda, de superação da depressão, discussão sobre transtorno de ansiedade generalizada e aconselhamento pró-vida no Facebook para encontrar e atacar suas vítimas.

Onde se joga
Através de links em grupos contidos no Facebook, numa rede social russa chamada VK atualmente com mais de 33 milhões de usuários ou até mesmo em grupos do Whatsapp criados para essa finalidade.

Como se joga
Os adolescentes são previamente selecionados para participar de 50 desafios macabros, onde alguém por trás da tela (curador- é a pessoa que convida os jovens para o jogo e comanda e entrega os desafios para serem cumpridos o tempo todo) manipula e dá as ordens para serem cumpridas pelo jogador. As tarefas que incluem escrever frases e fazer desenhos com lâminas na palma da mão e nos braços e com queimaduras, bater fotos assistindo a filmes de terror de madrugada, ficar doente, subir no alto de um telhado ou edifício, escutar músicas depressivas, na última "missão" tirar a própria vida.

Vítimas no Brasil
Além de Pernambuco, houve vítima em diversos estados, como Mato Grosso e Minas Gerais (com mortes de uma menina em uma represa e de um menino de overdose de remédios - indícios de cortes no braço e no Whatsapp comentários sobre o jogo, respectivamente). Na Paraíba, a Polícia Militar investiga casos em que uma classe de alunos já estariam no procedimento de mutilação.

Como se proteger
1- Denuncie nos grupos. Se você perceber algum amigo postando fotos e mensagens estranhas nas redes sociais, talvez ele esteja jogando o baleia azul, não ignore, denuncie. O próprio Facebook possui ferramentas de denúncia.

2- Você poderá lavrar um boletim de ocorrência em uma delegacia e caso você tenha acesso às conversas trocadas entre o mentor e o jogador, pode comparecer a um cartório de notas onde será lavrada uma ata notarial, dando fé pública ao conteúdo das mensagens (essa ata será importante fonte de prova caso as mensagens sejam apagadas).

Alerta aos pais
1 - Os pais devem atrair a confiança dos filhos através do diálogo franco e aberto sem qualquer tipo de repressão para que no primeiro sinal de perigo a criança possa sentir-se à vontade e procurar sua ajuda, confidenciando-lhes o que está acontecendo;

2 - Observe o comportamento estranhos dos filhos tais como isolamento, tristeza aguda, decepção amorosa, comportamentos depressivos, atitudes suicidas;

3 - Preste atenção no corpo de seu filho se não existe sinais de mutilação ou queimaduras e se ele de repente está usando camisas de mangas compridas para evitar a exposição de tais marcas;

4 - Há tempo para tudo. Evite que seus filhos fiquem expostos há altas horas na internet e assistindo filmes na televisão pela madrugada.

5 - Observe se ele não está saindo de casa escondido em horários pela madrugada com o objetivo de cumprir tarefas impostas pelo jogo;

6 - Os pais devem supervisionar os acessos dos filhos de uma forma discreta; A vida moderna exige que os pais tenham pelo menos conhecimento básico de internet – peça ao seu filho para ser adicionado nas redes sociais deles, fazendo isso você poderá saber o que está se passando com ele e com quem eles estão interagindo. Caso os pais não tenha idade para aprender a conviver com este mundo virtual eles devem delegar tal tarefa para um parente mais próximo (irmão, primo, sobrinho) a quem o adolescente seja próximo e confie;

7 - Quando possível deixe o computador num local comum e visível da casa;

8 - Se vetar alguma página explique as razões e os perigos da rede;

9 - Evitar expor informações particulares e de dados pessoais em demasia: (telefones, endereços, CPF, horário que sai de casa e para onde está indo, localização acessível o tempo todo, etc);

10 - Evitar colocar fotos tais como: locais onde frequenta (clubes, teatros, igrejas), carros (a placa localiza o endereço), casa (mostra onde a pessoa mora);

11. - Nunca incluir desconhecidos nos contatos;

Outras formas de obter ajuda
1 - Também as escolas devem colocar o assunto em pauta e incorporar no currículo, cada vez mais, a educação para a valorização da vida, o respeito pela vida dos outros e o uso consciente das mídias e tecnologias.

1 - E, por fim, não custa lembrar que o Centro de Valorização da Vida (CVV) presta um serviço incrível por meio do telefone 141 e você sempre pode buscar órgãos apropriados como a SaferNet e autoridades locais.

Tipificação penal
A conduta dos mentores do Baleia Azul é criminosa. "Induzir (criar a ideia de suicídio em alguém), instigar (incentivar alguém que já estava pensando em suicídio) ou auxiliar (ajudar materialmente o suicida) o suicídio de outra pessoa é crime, de acordo com o artigo 122 do Código Penal, punido com pena de dois a seis anos de prisão caso o suicídio se consuma ou de um a trêsanos de prisão caso a tentativa de suicídio resulte em lesão corporal grave. Caso tais pessoas sejam menores, as condutas criminosas que praticarem entram como ato infracional, estando sujeitos às penalidades instituídas pelo Estatuto da Criança e do Adolescente. A indenização cível deverá ser paga pelos seus responsáveis legais. (Folhape).


Blog do BILL NOTICIAS

Leia mais:
Morte em Arcoverde pode ter ligação com "baleia azul"
Polícias investigam sete casos de vítimas do "jogo" Baleia azul em Pernambuco

Trecho de conversa entre adolescente e suposto curador do 'jogo' baleia azul

Trecho de conversa entre adolescente e suposto curador do 'jogo' baleia azul




Foto: Divulgação/ PCPE










LIBÉRATION: FLORESTA AMAZÔNICA É AMEAÇADA POR BANCADA RURALISTA


Por RFI - A edição desta sexta-feira (12) do jornal Libération traz uma matéria sobre o desmatamento da Floresta Amazônica, em prol das plantações de soja e da criação de gado. "No Brasil, a floresta paga o preço das mudanças políticas" diz a manchete.
Libération explica que, desde a destituição de Dilma Rousseff, os conservadores favoráveis ao lobby agroalimentar defendem uma legislação perigosa para a Amazônia. "Tratados com indiferença, os povos indígenas tentam barrar a catástrofe", escreve o jornal.
Sobre o assunto, Libération entrevistou o pesquisador Philip Fearnside, do Instituto Nacional de Pesquisa da Amazônia (Inpa). Segundo ele, "as forças políticas conservadoras se alinham para acabar com as proteções ambientais e sociais básicas", o que expõe boa parte da floresta amazônica a danos gravíssimos.
De acordo com Fearnside, o desmatamento da Amazônia deu um grave salto em 2016: 29% em relação à 2015 - um número que compreende apenas o desflorestamento legal. O cientista alerta que, se as ações ilegais forem consideradas, o desmatamento no local destruiu uma superfície do tamanho da França em apenas um ano. Além das plantações de soja e da criação de gado, a construção de barragens hidrelétricas, de estradas e portos contribuem para a devastação.
Segundo o pesquisador do Inpa, o cenário só tende a piorar. "Há cada vez mais investimentos. Os projetos de infraestrutura em andamento encorajam a especulação sobre as terras. O valor delas sobe enormemente a cada vez que uma nova estrada é construída na região", salienta Fearnside, em entrevista ao jornal Libération.
O diário destaca que a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) confirma a tendêndia citada pelo cientista. De acordo com a instituição, o Brasil é o país que mais destruiu suas florestas no período entre 2010 e 2015. Cerca de 0,2% da área verde brasileira é destruída por ano, lembrando que o Brasil é o segundo país com o maior número de florestas, 12% da área verde do mundo, ficando atrás apenas da Rússia.
Conservadores no poder
Libération explica que não há mistério sobre esse aumento desenfreado do desmatamento: o aumento do preço da soja e da carne tornou mais rentável a exploração das terras. "Mas é sobretudo a chegada dos conservadores ao poder, há um ano, que custa caro para a a Amazônia", salienta a matéria. Com a queda de Dilma Rousseff e a chegada ao poder de Michel Temer, o bloco ruralista, que representa os interesses do agrobusiness, ganhou espaço e controla atualmente 40% do Congresso.
"Sob pretexto de tornar a economia brasileira mais competitiva, os ruralistas estão fazendo passar um arsenal de leis e emendas na Constituição para minar as proteções ambientais e invadir as terras indígenas", ressalta Libération. O texto mais recente aprovado pelo Congresso permite a abertura de mais de um milhão de hectares de florestas, até hoje protegidos, para a exploração.
Diante da situação calamitosa, dezenas de Ongs de proteção ao meio ambiente lançaram nesta semana o movimento "Resistir" para pressionar os governantes brasileiros. Mas, para ambientalistas, é preciso ir além e criar uma forte mobilização da população, já abatida por anos de crise política e econômica no Brasil. (247).

Blog do BILL NOTICIAS

REQUIÃO: UM ANO DE GOLPE SERVIU PARA DESTRUIR SOBERANIA E DIREITOS DOS BRASILEIROS

Marcos Oliveira

O senador Roberto Requião (PMDB-PR) fez nesta quinta-feira (11), na sessão plenário, balanço de um ano do impeachment: destruição da soberania nacional e agressão a direitos dos brasileiros.
O senador recordou que o golpe parlamentar-empresarial-mediático ocorrido há um ano derrubou a presidente Dilma Rousseff para retirar direitos dos trabalhadores.
Requião cotejou suas previsões sobre o que aconteceria ao país, feitas em discurso no dia do impeachment, com a realidade de um ano depois e concluiu: “não esperava que desmontagem do país, as investidas contra a nossa soberania e o ataque aos direitos dos trabalhadores se dessem de forma tão violenta e tão rápida”. (247).

Blog do BILL NOTICIAS