segunda-feira, 6 de março de 2017

Traição no casamento pode obrigar cônjuge a pagar danos morais

FIDELIDADE

Projeto de lei em tramitação na Câmara coloca no Código Civil a punição para quem descumprir a obrigação de fidelidade recíproca
Não há felicidade após uma traiçãoAffairs acontecem, e as pessoas superam. Muitos pacientes de Haltzman disseram que os laços entre o casal ficou ainda melhor e mais forte. Saber distinguir fatos de ficção ajuda a entender por que um caso acontece, e como prevenir
Foto: Getty Images/Ilustração

Depende apenas de votação em duas comissões da Câmara dos Deputados uma mudança no Código Civil para tornar lei uma regra que, na prática, já foi aplicada em algumas decisões judiciais: a traição no casamento pode passar a dar direito ao parceiro traído a uma indenização financeira por dano moral. 

É o que prevê projeto de lei (PL 5716/16) em tramitação na Câmara dos Deputados que modifica o Código Civil, incluindo punição para descumprimento do artigo que coloca a “fidelidade recíproca” como um “dever” no casamento.

De acordo com o texto, “o cônjuge que pratica conduta em evidente descumprimento do dever de fidelidade recíproca no casamento responde pelo dano moral provocado ao outro cônjuge”. 

Segundo o deputado Rômulo Gouveia (PSD-PB), a pulada de cerca deve ser motivo não apenas de culpa conjugal, mas de “culpa civil” para embasar a condenação do responsável a ressarcir o traído pelo dano. “No intuito de explicitar no âmbito do Código Civil a responsabilidade civil por dano moral decorrente do descumprimento por qualquer dos cônjuges do dever de fidelidade recíproca no casamento, propõe-se nesta oportunidade o presente projeto de lei, que cuida de acrescentar um dispositivo com este teor normativo ao referido diploma legal”, registra. 

A Justiça já reconhece os danos morais causados por traição no casamento. 

Em uma decisão de Santa Catarina, um marido conseguiu sentença estabelecendo uma indenização de R$ 50 mil pela mulher, depois de descobrir que ela tinha um caso extraconjugal. A decisão foi embasada justamente no artigo do Código Civil que fala em fidelidade recíproca como uma das obrigações do casamento. “Por mais que o adultério não seja ilícito penal, configura ato ilícito. A infelicidade ou a insatisfação na convivência com o cônjuge — seja pelo seu comportamento ou, ainda, pela extinção do sentimento que os uniu —, "não pode justificar a existência de uma vida amorosa paralela, revelando-se mais digno o enfrentamento de uma separação", registrou na ocasião o desembargador Luiz Fernando Boller, da 4ª Câmara de Direito Civil do TJ-SC. 

Para virar lei, basta o projeto ser aprovado comissões de Seguridade Social e Família e de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara dos Deputados. (DP).


Blog do BILL NOTICIAS

Pernambucanos podem zerar conta de energia em troca de material reciclado

Para participar, basta ser cliente residencial da Celpe e levar os itens e a conta a um dos postos de coleta da concessionária
O material de maior valor são as latas de alumínio. Foto: Jaqueline Maia/DP/Arquivo
O material de maior valor são as latas de alumínio. Foto: Jaqueline Maia/DP/Arquivo

Latas de cerveja, refrigerante, papel, papelão, emalagens de detergente e plásticos em geral, sacolas, sucatas...tudo isso pode ajudar você a economizar energia. Isto porque, a Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) está ampliando este ano o projeto Vale Luz, que pemite aos clientes trocar materiais recicláveis por descontos na conta. Em algums casos, é possível até zerar a fatura. E, para participar, basta ser cliente residencial da Celpe e levar os itens e a conta a um dos postos de coleta da concessionária. Hoje, eles são variáveis, mas até o final de 2017, sete postos fixos de coleta serão implantadas em Recife e Olinda. Os locais ainda serão definidos.

As cidades recebem o projeto desde 2008, mas apenas a partir de maio de 2016 a ação chegou aos clientes residenciais que não são de baixa renda. Nesta terça-feira (07), o mesmo projeto está sendo implantando no interior do estado. A primeira cidade fora da Grande Recife a receber a açao é Belo Jardim, que entrou na iniciativa como resultado de uma parceria da Celpe com a Baterias Moura.

Ana Mascarenhas, gerente de eficiência energética da Celpe, explica que serão investidos R$ 300 mil no projeto até maio, além da ajuda das empresas parceiras como a Ambev. “Nosso objetivo é diminuir a quantidade de energia elétrica gasta na produção destes materiais, que podem e devem ser reciclados. As cooperativas ganham, porque compram diretamente do consumidor, os clientes recebem seus descontos e o meio ambiente também ganha. Em vários casos, os nossos clientes conseguem zerar o valor da conta“, reforça.

Ela detalha ainda que cada material vai ter um custo e que o de maior valor são as latas de alumínio, que também são o produto com maior gasto energético na produção.

Em Belo Jardim, um ponto fixo de coleta dos resíduos foi montado na Rua Agamenon Magalhães (em frente ao Bradesco), em um terreno cedido pela Prefeitura. No contêiner, os materiais recicláveis serão pesados e os bônus correspondentes creditados na fatura de energia do cliente. Todo material coletado será destinado à Associação Ecológica de Belo Jardim (Eco Jardim), apoiada pelo Instituto Conceição Moura.

“Moradores de qualquer cidade do Agreste podem levar seus produtos para Belo Jardim e também terão descontos na conta. Vale para qualquer cliente residência da Celpe no estado“, enfatiza Ana. Alguns cuidados devem ser tomados no momento da coleta. Papéis e plásticos, por exemplo, não podem estar sujos ou molhados. Também não devem estar amassados e as caixas de papelão devem estar desmontadas. No caso das latas de alumínio, devem estar sem areia, pedra ou materiais que comprometam a pesagem e, se possível, devem também estar achatadas.

O projeto, que incentiva a reciclagem e a geração de trabalho e renda, recolheu mais de 770 toneladas de resíduos sólidos desde 2008, quando foi criado e beneficiou mais de quatro mil usuários. Vale ressaltar, porém, que apenas a partir de 2016 o projeto, que atuava exclusivamente em comunidades de baixa renda do Grande Recife, passou a permitir a participação de todos os clientes residenciais e condomínios do Recife e de Olinda. (DP).


Blog do BILL NOTICIAS

SECRETÁRIO DE TEMER DIZ QUE BRASIL TEM QUE ESCOLHER: FIM DA APOSENTADORIA OU MAIS IMPOSTOS


Antonio Cruz/Agência Brasil
  Mariana Branco – Repórter da Agência Brasil

O secretário de Previdência do Ministério da Fazenda, Marcelo Caetano, afirmou que, sem a reforma da Previdência, o país terá que aumentar a carga tributária ou cortar gastos em outras áreas. Segundo ele, ao analisar o assunto, é preciso considerar não só o quadro atual mas as perspectivas para o futuro. Caetano disse que o país passa por processo "rápido" de envelhecimento.
De acordo com o secretário, enquanto hoje os valores pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) consomem 8% do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e riquezas produzidos no país), em 2060 esse percentual deve atingir entre 17% e 18% do PIB.
Caetano falou sobre o assunto em entrevista ao programa Diálogo Brasil, que será exibido pela TV Brasil hoje (6), a partir das 22h. Durante o programa, o secretário respondeu a perguntas e comentou pontos da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287, que trata da reforma e foi encaminhada pelo governo ao Congresso Nacional no fim do ano passado.
O secretário também rebateu a afirmação de que não existe déficit da Previdência. Alguns especialistas e entidades, como a Associação Nacional dos Auditores Fiscais e da Receita Federal do Brasil (Anfip) argumentam que as contas da Previdência devem ser consideradas no contexto da seguridade social, sistema que também abrange a saúde e a assistência social e tem fontes próprias de financiamento. Entre essas fontes estão recursos das loterias federais, por exemplo.
Segundo Marcelo Caetano, no entanto, esses recursos são inteiramente consumidos pela seguridade e ainda drenados pela Previdência. "Tem um dinheiro da seguridade social que está indo financiar a Previdência e deixando de ser usado na saúde e assistência social", disse.
De acordo com secretário, a proposta do governo inclui, inclusive, a classe política. "Quem passar a ter um novo mandato eletivo [após a reforma] entrará no Regime Geral de Previdência Social [regime vinculado ao INSS]", informou. Ele lembrou, contudo, que bombeiros e policiais militares e membros das Forças Armadas não estão incluídos na proposta de reforma em tramitação no Congresso.
"Para bombeiros e policiais é o próprio estado que faz a alteração. A questão das Forças Armadas, a ideia é formar um grupo de estudo pelo Ministério da Defesa [para discutir a reforma]", afirmou. (247).

Blog do BILL NOTICIAS

Paulo Valgueiro detona imprensa marrom de Petrolina: Liberdade ou “libertinagem”


A liberdade de imprensa é um dos pilares da construção da nossa democracia e de uma sociedade mais justa e igualitária. No entanto, tal principio só é efetivo quando a imprensa é, realmente, totalmente livre.
Todos possuem suas ideologias e suas posições nas mais diversas áreas. Mas o papel da imprensa é informar de forma minimamente imparcial e oferecer a verdade aos seus “clientes”, bem como todos os lados da mesma história, sem querer confundir ou enganar. Muito menos, inventar.
É de se respeitar também os profissionais que possuem “lado” e queiram demonstrá-lo. Também faz parte da Democracia. Mas, por respeito aos seus leitores e à ética profissional, que façam isso de forma clara. Escancarem a sua parcialidade e, a partir daí, emitam a sua opinião.
Infelizmente, Petrolina passa por uma séria crise de “liberdade de imprensa”. Conheço, gosto e admiro a grande maioria dos profissionais de comunicação da nossa cidade, e não são poucos os que merecem o meu respeito, mas não posso me calar diante de certos fatos que muito me incomodam.
Desde que o Prefeito Julio Lossio deixou a Prefeitura, pudemos perceber a diferença de comportamento de certos comunicadores. Antes incansáveis e destemidos nas críticas e na oposição responsável, hoje parecem mais serem membros do atual governo, acuados, defendendo, muitas vezes, até o indefensável.
Alguns podem até dizer: eles concordam com as ações do novo governo e ainda não viram motivos para tecerem críticas ao novo gestor. Respeito, apesar de discordar e de já ter demonstrado aqui erros muito graves da nova gestão. Mas, nem tudo é apenas o que parece…
Temos vivenciado em Petrolina uma verdadeira trama de apadrinhamento político nos meios de comunicação. A televisão e a rádio com mais audiência pertencem à família do Prefeito e do suplente de Deputado que apoia o governo.  Tem  blog  patrocínio da cidade é comandado por um funcionário do Pai do Prefeito votado para a elite de Petrolina, lotado em seu gabinete no Senado Federal e que nunca apareceu para dar nem um dia de expediente. Temos confirmações que parentes de outros blogueiros de renome da nossa cidade estão recebendo cargos em comissão no governo.
Tudo isso de nada importaria se tais profissionais estivessem fazendo o seu trabalho de forma respeitosa e honesta para com os seus leitores. No entanto, a verdade não têm sido essa.
Essa semana, li em um desses blogs uma notícia que me inquietou e deixou-me indignado. O título era “Petrolina não gosta de Carnaval”.  Nela, o blogueiro, que também é radialista, afirmava que essa tinha sido uma declaração do então Prefeito Julio Lossio para, segundo o jornalista, justificar a falta de investimento no Carnaval de Petrolina nos anos anteriores.
Essa notícia poderia ser só mais uma, dentre tantas outras veiculadas em todos os meios de comunicação todos os dias, se não fosse por um mero detalhe: é mentirosa. Julio Lossio nunca disse que Petrolina não gostava de Carnaval.
Desafio esse jornalista ou qualquer outra pessoa a achar um áudio ou um vídeo que corrobore com tal afirmação.
O que o Ex-Prefeito disse, por diversas vezes, era que a prioridade de Petrolina era o São João e, não à toa, resgatou o São João da nossa cidade, colocando Petrolina em todas as rotas de turismo do período junino.
Aliás, eu gostaria de saber do blogueiro o que teve de tão novo no Carnaval desse ano, em comparação aos da gestão anterior. O investimento da Prefeitura foi o mesmo. O investimento do Governo do Estado foi praticamente o mesmo, apesar da promessa de Petrolina virar Polo Oficial do Carnaval. O modelo da festa foi exatamente igual, mesma infraestrutura, mesmo local, quase que as mesmas atrações.
Diante disso, fica difícil saber se o blogueiro apenas se divertiu mais esse ano e, por isso, inventou essa matéria a fim de querer mostrar que “meia dúzia” é melhor que “seis”. Ou se precisou publicar tal absurdo para garantir o emprego da sua esposa, lotada na Procuradoria do Município e que teve a nomeação confirmada na Portaria nº 01756/2017.
Como bem o disse o grande jurista Dalmo de Abreu Dallari, “é preciso ter consciência de que a garantia da liberdade de imprensa não pode ser usada como pretexto para a libertinagem da imprensa.”.
Longe de mim querer colocar uma mordaça na imprensa, de quem sou ferrenho defensor. Mas é preciso ter liberdade com responsabilidade e com ética. Caso contrário, a liberdade de impressa, um dos pilares da democracia, transforma-se em libertinagem de imprensa, o que pode ser muito prejudicial para a sociedade e para a própria imprensa.
ASSESSORIA
VEREADOR PAULO VALGUEIRO (PMDB),Fonte: (Ricardo Banana).


Blog do BILL NOTICIAS

Prefeito Vilmar garante transporte universitário gratuito á partir de hoje


Visando atender aos alunos no transporte gratuito para os pólos universitários, o Prefeito de Lagoa Grande-PE, Vilmar Cappellaro, garantiu recurso em caráter emergencial para atender á partir de hoje, 06, a reivindicação de mais de 120 alunos que fazem uso deste serviço. O secretário da educação, Willian César, disse que este assunto estava tirando o sono do Prefeito que, devido às condições precárias dos ônibus e a situação econômica que encontrou o município, buscava uma solução rápida para o caso.
O representante da Comissão de Estudantes Municipal – CMUA, Felipe Antônio, demonstrou satisfação no atendimento desta demanda “ficamos muito felizes e aliviados, pois, através do diálogo com o Prefeito Vilmar, conseguimos êxito na reivindicação do transporte gratuito. Os estudantes tinham que pagar as passagens do próprio bolso e a grande maioria deles não tem condições econômicas para isso. Conforme havíamos planejado, o diálogo venceuo. Aguardamos agora a aprovação do projeto de lei municipal para dar a segurança legal e jurídica necessárias ao Prefeito e, para transformar isso em política pública para garantir o serviço às futuras gerações. Continuamos o diálogo com o executivo, com relação aos demais estudantes. Toda a classe estudantil está feliz com esta decisão do Prefeito” relatou Antônio. (ASCOM).(Ricardo Banana).

Blog do BILL NOTICIAS

Oposição denuncia mil homicídios em PE

Os dados da bancada apontam ainda um crescimento de 40% sobre o 
mesmo período ano passado

A bancada de oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) apresentou dados, nesta segunda-feira (6), que apontam que o Estado registrou mais de mil homicídios em 65 dias. A marca foi alcançada com casos registrados no último fim de semana, quando foram contabilizadas 49 mortes. Os dados da bancada apontam ainda um crescimento de 40% sobre o mesmo período ano passado, quando foram cometidos 712 homicídios
Até o dia 5 de março.

Leia mais
Violência recorde em Pernambuco: 47,7% mais mortes

O grupo lembra que, desde 2015, vem tratando da necessidade de uma reformulação do Pacto pela Vida, programa implantado no primeiro governo Eduardo Campos (PSB), que, segundo a bancada,
está falido.

“As únicas medidas adotadas pelo Governo do Estado foram as trocas do comando da Polícia Militar, do chefe da Polícia Civil e do próprio secretário de Defesa Social, como se essas medidas fossem solucionar o clima de guerra civil vivido hoje nas ruas do Estado”, afirmou o deputado Silvio Costa Filho (PRB), líder da oposição.

Silvio Filho encaminhou solicitação ao presidente da Comissão de Cidadania e Direitos Humanos, Edilson Silva (PSOL), para realização de uma audiência pública para discutir o Pacto pela Vida. A ideia, segundo o parlamentar, é trazer para o debate alguns dos idealizadores do programa, que foi responsável pela redução da criminalidade até 2013. “Nos últimos três anos, foram mais de 40% de crescimento na violência e o Governo do Estado parece paralisado, sem poder de reação, enquanto o clima vivido nas ruas é de guerra civil”, destacou o psolista.

Na lista de reivindicações da oposição, a bancada cobra melhorias nas condições de trabalho dos agentes de seguranças, a apresentação de um plano para reduzir a violência este ano e no próximo e que esse plano seja de livre conhecimento da população. “É preciso que o Governo venha à sociedade dizer o que está fazendo, efetivamente, para reduzir a média de 16 assassinatos por dia registrada este ano, assim como o crescimento de 438% no número de assaltos a ônibus e os 75% de aumento no caso de crimes violentos contra o patrimônio”, cobrou Silvio Costa Filho. (Folhape).


Blog do BILL NOTICIAS

Novo Ensino Médio em Pernambuco

Educação
Pernambuco
Pernambuco foi o primeiro estado do País a adotar o modelo de ensino médio em tempo integral. 
Desde 2001, o estado tem apresentado 
uma melhoria significativa nos índices de aprovação







Fontes: (Portal Brasil).


Blog do BILL NOTICIAS

Ensino médio de primeiro mundo

De acordo com o ministro da educação, Mendonça Filho, temos um ensino médio "desconectado do mundo", atualmente. A modernização do ensino médio irá posicionar a educação do Brasil



Fonte: ( Portal Brasil ).



Blog do BILL NOTICIAS

Hospitais Universitários recebem R$ 51,6 milhões do MEC

EDUCAÇÃO

Recursos

Verba será destinada para cobrir despesas de contratos e manutenção e do Programa Mais Médicos
Divulgação/Ebserh

Ebserh administra atualmente 39 hospitais universitários federais
Ebserh administra atualmente 39 hospitais universitários federais
O Ministério da Educação liberou R$ 51,6 milhões para a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), órgão vinculado à pasta.
Do total, R$ 38,7 milhões serão destinados ao Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf) para cobrir despesas de contratos e manutenção que os hospitais universitários federais tiveram em 2016 com obras, reformas, aquisição de equipamentos, ampliações e compra de materiais.
Além dos valores destinados ao Rehuf, outros R$ 4,94 milhões serão aplicados no pagamento de contratos e despesas com manutenção da Ebserh e R$ 7,9 milhões vão atender ao Programa Mais Médicos.
A Ebserh administra atualmente 39 hospitais universitários federais. Para o presidente da empresa, Kleber Morais, os hospitais universitários são de referência e a liberação dos recursos reforça a preocupação do MEC com as unidades federais do País.
“Essa velocidade com que o MEC tem atendido às necessidades da Ebserh mostra exatamente a preocupação do Ministério da Educação com os hospitais universitários, que são responsáveis pela atenção à nossa população carente que procura o hospital universitário, além de tratar o hospital universitário como um hospital de ensino, que promove o aprendizado em toda a área da saúde”, ressalta o presidente.  
Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério da Educação 
Blog do BILL NOTICIAS

Inscrições para exame de proficiência em português abrem na segunda (6)

EDUCAÇÃO

Avaliação

Provas que avaliam habilidades orais e escritas de estrangeiros poderão ser realizadas em 28 postos no Brasil e 58 no exterior

   Arquivo/Agência Brasil

Provas serão aplicadas entre 23 e 25 de maio
Provas serão aplicadas entre 23 e 25 de maio


edital do Exame para Obtenção do Certificado de Proficiência em Língua Portuguesa para Estrangeiros (Celpe-Bras) foi publicado nesta sexta-feira (3). As inscrições para o exame serão abertas na próxima segunda (6) e terminam no dia 20 de março.
A taxa de inscrição deve ser paga até 22 de março. As provas serão aplicadas de 23 a 25 de maio. O exame concede o certificado brasileiro oficial de proficiência em português como língua estrangeira. As provas são divididas em duas partes, oral e escrita.
A proficiência é avaliada a partir do desempenho do participante em tarefas e em uma interação face a face que exigem compreensão escrita e oral. O exame aborda práticas de uso da língua portuguesa que podem ocorrer no cotidiano de um estrangeiro.
As provas poderão ser realizadas em 28 postos aplicadores no Brasil e 58 no exterior. Haverá aplicação na África (África do Sul, Angola, Cabo Verde, Guiné Bissau, Moçambique, Nigéria e São Tomé e Príncipe); América Central (Costa Rica, Nicarágua, República de El Salvador e República Dominicana); América do Norte (Estados Unidos e México); América do Sul (Argentina, Bolivia, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Suriname, Uruguai e Venezuela); Ásia (China e Coreia do Sul); Europa (Alemanha, Áustria, Espanha, França, Itália, Polônia, Reino Unido e Suíça) e no Oriente Médio (Líbano).
Ao se inscrever, o participante precisa selecionar o país e o posto aplicador onde fará as provas. A relação dos postos que aderiram à aplicação da primeira edição do Celpe-Bras e o limite de inscritos em cada um também podem ser consultados no portal do Inep.
Os postos aplicadores são instituições de ensino superior no Brasil e no exterior, representações diplomáticas e missões consulares, centros e institutos culturais brasileiros e estrangeiros e instituições congêneres interessadas na promoção e na difusão da língua portuguesa.
Certificado
O Celpe-Bras, aplicado pela primeira vez em 1998, confere quatro níveis de proficiência em língua portuguesa. Para obter o certificado, é preciso alcançar pelo menos o nível intermediário tanto na parte escrita quanto na oral. Quando o nível de proficiência em cada parte é diferente, prevalece o menor resultado. Desde o segundo semestre de 2009, a aplicação do exame é feita pelo Inep.
Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério da Educação
Blog do BILL NOTICIAS

O POVO ATRIBUI A LULA A PATERNIDADE DA TRANSPOSIÇÃO, DIZ PREFEITO


O prefeito de Sertânia, Angelo Ferreira (PSB), afirmou, nesta segunda-feira (6), que a população do município sertanejo atribui ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a paternidade das obras da Transposição do Rio São Francisco, que levará água a cerca de 12 milhões de pessoas em quase 400 cidades do interior dos estados de Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte e Ceará.
"Não sou eu quem estou dizendo. Estou dizendo o que o povo diz. O povo atribui a Lula a paternidade das obras. Essa é a grande verdade. E a gente tem que ser justo. Lula foi quem efetivamente começou esse projeto", disse o prefeito à Rádio Jornal.
Nas últimas semanas veio à tona a discussão sobre a paternidade da obra após o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), chamar parte da responsabilidade para si, no mês passado. "As tubulações e bombas que foram utilizadas no Cantareira agora estão servindo à população da Paraíba e de Pernambuco", diz o texto publicado por Alckmin no Facebook (leia aqui).
Ao visitar no sábado (4) um trecho do projeto de transposição, em Sertânia (PE), o líder da oposição no Senado, Humberto Costa (PT-PE), informou que deve se reunir com o ex-presidente Lula e propor que o petista encabece “uma grande caravana pela Transposição”.
De acordo com o parlamentar, a ideia é que o ex-presidente mobilize a militância e percorra a obra reafirmando a contribuição dos governos do PT para o Nordeste e para País. 
“O projeto de Transposição foi construído ao longo dos anos com a má vontade da oposição. Aqueles que estão hoje no governo, que assumiram por intermédio do golpe parlamentar, sempre se colocaram contra essa obra. Mas agora que ela se tornou uma realidade todos eles querem tirar uma casquinha. O governador Geraldo Alckmin, por exemplo, deixou São Paulo sem água por mais de um ano, mas vem aqui falar da obra como se fosse ele que tivesse feito. Por isso é fundamental desmontar essa tentativa de iludir o povo", afirmou Humberto.
“O nordestino sabe que esse é um projeto, um trabalho de Lula e de Dilma e nós queremos no espaço mais curto possível fazer uma grande agenda pela transposição com Lula para reafirmar o nosso compromisso com Pernambuco e com o Nordeste”, acrescentou.
FHC barrou a obra
O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) barrou as obras da transposição, descumprindo as promessas das suas duas campanhas eleitorais (1994 e 1998), o que, inclusive, foi tema de reportagem da Folha, em 2001. "O presidente Fernando Henrique Cardoso desistiu de realizar a transposição do rio São Francisco, uma das suas promessas eleitorais das campanhas de 1994 e 1998. A decisão foi comunicada a assessores e parlamentares, segundo apurou a Folha", diz um trecho da reportagem do jornalista Thomas Traumann.
"A Folha apurou que, para evitar choque com as bancadas dos Estados beneficiados, o governo poderá manter a obra em suas previsões para o ano que vem. Mas será jogo de cena. Na realidade, o governo vai substituí-lo por um plano de incentivo à agricultura familiar e ao plantio de árvores nas margens do rio São Francisco, orçado em R$ 70 milhões", continua. (veja aqui). (247).

Blog do BILL NOTICIAS

PARA 84% DOS BRASILEIROS, PAÍS SEGUE NO RUMO ERRADO


 Para 84% dos brasileiros, o País está no rumo errado, revela a pesquisa “O Brasileiro e a Política”, pelo Instituto Locomotiva, do economista Renato Meirelles.
O levantamento mostra ainda que 96% acham que o País vive uma crise, considerada grave para 75% dos brasileiros; resultado mostra o enorme distanciamento entre os cidadãos e a classe política,  fenômeno que não é novo mas que vem à tona em números atuais.
“Os dados, no conjunto, mostram que o descolamento entre dirigentes e opinião pública nunca chegou a um patamar tão grande”, resume Meirelles sobre a sondagem, que apresentou. “O que temos hoje, no País, é um caminho sem volta, que só se resolve quando se repactuar um novo modelo para gerir a sociedade”, constata o pesquisador.
"Essa nova realidade não apareceu de repente, diz Meirelles. 'Já em 2014, um terço do eleitorado nacional voltou em Dilma, um terço em Aécio e um terço não votou – essa foi a soma de nulos, brancos e abstenções. Assim, qualquer que fosse o vencedor teria contra si dois terços do Brasil.'
"Foi principalmente a partir de 2013, quando a cidadania mudou sua régua de qualidade, tornando-se mais exigente com as autoridades. O que impressiona é como a classe política desprezou a importância disso. Até hoje ela não enxerga direito a situação. " (247).

Blog do BILL NOTICIAS

Estudo médico adverte para sinais ignorados antes de ataques cardíacos

homem-sofre-dor-no-peito-um-dos-sintomas-mais-comumente-associado-ao-infarto-1402525931168_615x300

Os primeiros sinais de alerta podem ter sido ignorados nos casos de uma em cada seis pessoas que morreram de ataque cardíaco em hospitais ingleses, aponta um estudo.
Todos os ataques cardíacos e mortes entre 2006 e 2010 foram analisados pelos cientistas.
Pesquisadores do Imperial College de Londres descobriram que 16% das pessoas que morreram tinham sido internadas nos 28 dias anteriores. Alguns tinham sinais de alerta como dor no peito.
Diante desses resultados, os autores do estudo dizem que mais pesquisas são “urgentemente necessárias”.

Sou enfermeira e não percebi

Alison Fillingham, 49, estava no trabalho quando sentiu uma dor profunda em seu pescoço e clavícula.
Ela continuou seu plantão de homecare – atendimento na casa dos pacientes – antes de telefonar para um colega e pedir conselhos após a persistência da dor.
Uma ambulância foi chamada e um ataque de pânico foi diagnosticado. Mas exames de sangue feitos mais tarde no hospital mostraram que Alison tinha tido um ataque cardíaco.
“Eu fui enfermeira por 24 anos, mas eu não achava que era algo relacionado com meu coração. Meus sintomas não eram típicos. Você espera sentir uma dor no peito. Você pensa em pessoas agarrando seu próprio peito, mas não foi nada daquilo.”
Ela conta que não houve nenhuma urgência nos socorros que recebeu da equipe de resgate. “Se meu ataque cardíaco não tivesse sido diagnosticado no hospital, minha artéria teria bloqueado completamente e eu não estaria aqui agora.”
No ano passado, Alison fez um cateterismo e agora está se sentindo “ótima” após tirar alguns meses de repouso antes de voltar ao trabalho.
Ela diz: “Eu era uma pessoa saudável e ativa. E nadava, caminhava e fazia ioga três vezes por semana – e agora estou correndo de novo”.

Sem registro

A pesquisa, publicada na publicação científica Lancet, analisou os registros hospitalares de todas as 135.950 mortes causadas por ataques cardíacos na Inglaterra durante quatro anos.
Os registros mostraram se a pessoa tinha dado entrada no hospital nas últimas quatro semanas e se os sinais de um ataque cardíaco foram registrados como a principal razão para a admissão hospitalar, uma razão secundária ou se não houve registro.
Thinkstock
Transpiração, falta de ar e tosse são alguns dos sintomas de um ataque cardíaco
Os dados mostraram que 21.677 desses pacientes não tinham registros de sintomas de cardíaco em seus registros hospitalares.
“Médicos são muito bons em tratar ataques cardíacos quando eles são a principal causa, mas não tratamos muito bem ataques cardíacos secundários ou sinais sutis que podem apontar para um ataque cardíaco que termine em morte num futuro próximo”, disse o médico e autor principal do estudo, Perviz Asaria.
Os autores do relatório dizem que sintomas como desmaio, falta de ar e dor no peito ficaram aparentes até um mês antes da morte em alguns pacientes.
Mas eles apontam que médicos podem não ter ficado em alerta para a possibilidade de que esses eram sinais da aproximação de um ataque cardíaco fatal porque não havia danos claros no coração na época.
“Nós ainda não podemos dizer por que esses sinais estão sendo descartados, razão pela qual uma pesquisa mais detalhada deve ser conduzida para recomendar mudanças nesse sentido”, disse o professor Majid Ezzati, que também trabalhou no estudo.
“Isso pode incluir orientações atualizadas para profissionais de saúde, mudanças na cultura das clínicas ou permitir que os médicos tenham mais tempo para examinar os pacientes e olhar seus registros anteriores.”
Para Jeremy Pearson, diretor médico associado ao Instituto Britânico do Coração, os números são importantes.
“Essa falha na detecção de sinais de alerta é preocupante. E esses resultados devem levar os médicos a serem mais vigilantes, reduzindo a chance dos sintomas se perderem e, em última análise, a salvar mais vidas.”
Um porta-voz do Royal College of Physicians disse que o tratamento contra ataques cardíacos é uma das histórias de sucesso da medicina moderna, “mas esse estudo é um lembrete importante de que ainda existem áreas que podemos melhorar”.
“Embora muitos ataques apresentem a clássica dor no peito em pessoas que fumam e têm outros fatores de risco para doenças cardíacas, muitos ataques cardíacos não se manifestam desta forma.”
“O desafio é diagnosticar com precisão e rapidez todos esses pacientes para que possam ser oferecidos melhores cuidados. A educação da sociedade, dos médicos de família, paramédicos e dos médicos de emergência é essencial se quisermos melhorar ainda mais o atendimento que oferecemos aos pacientes que têm um ataque cardíaco.”

Sintomas de ataque cardíaco

  • Dor torácica – sensação de pressão ou aperto no centro do peito
  • Dor em outras partes do corpo – pode ser sentida como se a dor estivesse viajando do peito para os braços (geralmente o braço esquerdo é afetado, mas pode atingir os dois), mandíbula, pescoço, costas e abdômen
  • Sensação de tontura
  • Transpiração
  • Falta de ar
  • Sentir-se enjoado (náuseas) ou vomitar
  • Sensação extrema de ansiedade (semelhante a um ataque de pânico)
  • Tosse ou chiado
Embora a dor no peito é frequentemente grave, algumas pessoas têm apenas uma dor menor, semelhante a uma indigestão. Em alguns casos, pode não haver qualquer dor no peito, principalmente em mulheres, idosos e pessoas com diabetes.
Fonte: NHS (sistema de saúde britânico)

Nem sempre é preciso cirurgia em caso de AVC; veja mitos e verdades21 fotos

1 / 21
Existem dois tipos de AVC. VERDADE: há o isquêmico, mais comum (cerca de 80% dos casos) e provocado pela falta de sangue em determinada área do cérebro, decorrente da obstrução de uma artéria; e o hemorrágico (20%), causado pelo rompimento de um vaso intracraniano que, como o próprio nome indica, promove uma hemorragia cerebral. “Para diferenciar um tipo do outro, é fundamental fazer um exame detalhado do cérebro, seja por tomografia ou ressonância magnética”, informa o neurologista Leandro Teles. Existe outra condição, chamada de Ataque Isquêmico Transitório, que aparece quando há interrupção temporária de fluxo sanguíneo, gerando sinais iguais aos do AVC que se reverteantanam espontaneamente em curto período de tempo. Tal ataque, no entanto, deve ser visto como um aviso de que algo está errado, para que o derrame de fato não ocorraVEJA MAIS >Imagem: Thinkstock. (Vinicius de Santana).



Blog do BILL NOTICIAS