quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Venha conhecer PETROLINA.

Ilha do Fogo.
Vista aerea da Ilha do Fogo e da Orla da cidada.
Passeio turístico na Barca.
Ilha do Rodeador.
Balneário das Pedrinhas.
O tradicional e delicioso peixe assado na brasa.
Parreiral de Uvas
Vinhos do Vale
Turismo pelas Águas do Rio

Petrolina é um município brasileiro do interior do estado de Pernambuco, Região Nordeste do país. Situa-se na Microrregião de Petrolina e na Mesorregião do São Francisco Pernambucano, distante 721 km a oeste de Recife, capital estadual. Possui uma extensão territorial de 4 561,872 km², estando 244,8 km² em perímetro urbano e os 4 317,072 km² restantes integrando a zona rural. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o IBGE, em 2014 sua população foi estimada em 326.017 habitantes,4 sendo o quinto maior município de Pernambuco e o segundo do interior pernambucano, atrás apenas de Caruaru. O município é integrante da Região Administrativa Integrada de Desenvolvimento do Polo Petrolina e Juazeiro.

Petrolina foi fundada em 1870. A sua região era frequentada assiduamente pelo capuchinho italiano frei Henrique, que realiza intensas prédicas missionárias pelos povoados ribeirinhos do Rio São Francisco. Em uma delas, o frei resolveu construir uma capela dedicada à Nossa Senhora Rainha dos Anjos, sendo a partir dessa construção que houve o crescimento populacional na região em que se localiza a sede municipal. Por volta da década de 1980, foram surgindo suas primeiras vinícolas irrigadas pelas águas do São Francisco, com isso, indústrias relacionadas à produção de vinho foram aparecendo. Atualmente, o município é constituído por três distritos, além da sua sede, sendo subdividida em 5 regiões com vários bairros.

Sétimo município mais rico de Pernambuco, Petrolina foi apontada como uma das 20 cidades brasileiras do futuro na edição 2180 do dia 1 de setembro de 2010. Com o melhor índice de saneamento básico do Nordeste, Petrolina conta com 95% de coleta de esgoto e 100% de tratamento do que é coletado. Petrolina foi reconhecida como a maior rede hoteleira da região turística do sertão do São Francisco e do Pajeú, contando com 2.115 leitos, distribuídos em 24 hotéis; diversos restaurantes, bares, centros comerciais, hospitais, Universidades e cursos de Turismo em níveis técnico e superior, segundo um estudo de competitividade realizado pelo Ministério do Turismo, Fundação Getúlio Vargas e o Sebrae Nacional.

Petrolina reúne, à beira do rio, paisagens naturais e cenários marcantes. O Rio São Francisco é considerado um dos maiores atrativos do município. Os demais são: ilhas fluviais com destaque para a Ilha do Rodeador que recebe os turistas em seus bares e restaurantes; Ilha do Massangano, famosa por possuir um grupo cultural, o Samba de Véio; ilhas espalhadas ao longo de todo o rio, algumas utilizadas para camping; a Ilha do Fogo que fica no meio da Ponte Presidente Dutra a qual interliga as cidades de Petrolina e Juazeiro; o Balneário de Pedrinhas, que se destaca pelo complexo de bares especializados em peixe.

A Igreja Catedral, “imponente catedral de pedras” como escreveu o filho da terra Antonio de Santana Padilha, se chama Sagrado Coração de Jesus, idealizada pelo bispo Dom Malan, foi construída em 1929 com pedras advindas da própria cidade e muitas vezes carregadas pela comunidade local, possui estilo arquitetônico neo-gótico e vitrais que chamam a atenção pela história que representa; a igreja Matriz Nossa Senhora Rainha dos Anjos, teve sua construção iniciada em 1858, em estilo neo-colonial, porém, só foi concluída em 1906. Sua fachada possui decorações austeras e no seu interior há diversas imagens de madeira e de gesso.

Petrolina Antiga é a parte que ainda possui algumas ruas e casas com características do início do século XX, onde existem vários bares bastante frequentados na noite de Petrolina. A Antiga Estação Ferroviária da Leste Brasileira foi inaugurada em 1923 e traz características da arquitetura neo-renascentista, comum à época. A Ponte Presidente Dutra que liga as cidades de Petrolina e Juazeiro possui uma ilha em seu centro, tem 800 m de extensão e foi aberta oficialmente em 1954. O Museu do Sertão foi fundado em 1973, com acervo superior a 3.000 peças, resgata a cultura do homem sertanejo, da cidade de Petrolina e da região circunvizinha; Memorial Nilo Coelho, demonstra a vida social, política e familiar de um dos mais importantes políticos da região, responsável por grande parte do desenvolvimento econômico da cidade de Petrolina, o espaço foi construído em 1995 e atualmente encontra-se fechado para reforma.

Sobre artesanato existem três importantes pontos: a Oficina do Artesão Mestre Quincas, onde se pode observar os artesãos confeccionando suas peças, podendo também adquirir o artesanato no próprio local; o Centro de Artesanato Celestino Gomes (artista plástico importante da cidade), que é uma feira de artesanato, situada no centro da cidade composta por 54 artesãos distribuídos em quiosques, há um bar e palco para apresentações culturais; o Centro de Artes Ana das Carrancas onde é encontrado o artesanato nacionalmente famoso que é a carranca, e a mais representativa da cidade é a da artesã Ana das Carrancas por fazer suas peças em barro e em homenagem a seu marido que é cego, fazendo-as com olhos vazados, além de confeccionar carrancas de figuras antropozoomórficas; é indispensável o passeio nas barcas que fazem o trajeto de Petrolina à Juazeiro, assim como um passeio mais prolongado ao longo do rio até a barragem de Sobradinho-BA.

Aspectos Culturais e Turísticos
Feira livre…………………………………………………………………………. Segunda-feira e sábado
Padroeira………………………………………………………………………. Nossa Senhora Rainha dos Anjos (15/08)
Festas………………………………………………………………. Carnaval, São João, N.S. Rainha dos Anjos e Natal
Atrativos……………………………………………………….. Rio São Francisco, praias fluviais e Museu do Sertão.
(Fonte: Petrolina, Agência Estadual de Planejamento e Pesquisas de Pernambuco – CONDEPE/FIDEM)

Vinícolas
Vitivinícola Rio Sol – 60 km (Acesso via estrada dos Vermelhos)
Vitivinícola Garziera – 70 km (Acesso via estrada dos Vermelhos)
Vitivinícola Bianchetti – 80 km ( Acesso via estrada dos Vermelhos)

Aeroporto Internacional Senador Nilo Coelho
Ano de Fundação: 1981

– Petrolina é o segundo portão de entrada por via aérea do Estado de Pernambuco. O Aeroporto possui a segunda maior pista de pouso e decolagem do Nordeste – 3.250 metros de extensão – apta a receber grandes aviões cargueiros e de passageiros com capacidade de até 110 toneladas e pátio de aeronaves com cinco posições de estacionamento.
– Além disso, seu terminal de cargas está preparado para atender a demanda de exportação de frutas da região. Possui dois mil metros quadrados e é dotado de seis câmeras frigoríficas com capacidade de armazenamento de 102.000 caixas de produtos perecíveis e dois túneis de resfriamento.
– Há um terminal de passageiros totalmente climatizado, com equipamentos de segurança e de informação aos viajantes, tendo sido concebido dentro do conceito de Aeroshopping, abrigando 19 pontos comerciais.
– Possui um Posto de Informações Turísticas da EMPETUR, que atendeu nos últimos dez meses de 2009 a 1.225 visitantes que chegaram ao destino.

Pontos Turísticos

1. Antiga Estação Ferroviária da Leste Brasileira
2. Balneário de Pedrinhas
3. Bodódromo
4. Calçada da Fama
5. Catedral – Igreja Sagrado Coração de Jesus
6. Centro de Artes Ana das Carrancas
7. Centro de Artesanato Celestino Gomes
8. Igreja Nossa Senhora Rainha dos Anjos – Matriz
9. Ilha do Fogo
10. Ilha do Massangano
11. Ilha do Rodeadouro (Rodeador)
12. Mirante do Serrote do Urubu
13. Museu do Sertão
14. Oficina do Artesão Mestre Quincas
15. Orla
16. Parque Zôo-botânico da Caatinga
17. Petrolina Antiga
18. Rio São Francisco
Fonte: Divulga Petrolina.

Blog do BILL NOTICIAS

Transposição do São Francisco será concluída até 2017, diz Ministério

Até outubro projeto registrava 81% de execução física.
Mais de 10 mil profissionais trabalham nos 477 Km de extensão da obra.
Obras do Rio São Francisco devem ser concluídas no início de 2017, segundo Ministério da Integração (Foto: Divulgação/Ministério da Integração)
O projeto de integração do Rio São Francisco está com 81% de execução física. Os dados são de outubro deste ano e foram divulgados nesta quinta-feira (19) pelo Ministério da Integração. “Já foram entregues as primeiras estações de bombeamento de cada eixo e está prevista para este ano a entrega da segunda estação do Eixo Leste”, explica o secretario de Infraestrutura Hídrica do Ministério da Integração Nacional (MI), Osvaldo Garcia. A expectativa do Ministério é concluir a obra no início de 2017.
Atualmente, 10,1 mil profissionais trabalham ao longo dos 477 quilômetros de extensão das obras, que beneficiará mais de 12 milhões de brasileiros em 390 cidades dos estados de Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte.
Com 4.133 equipamentos em operação, os dois eixos (Norte e Leste) do projeto apresentam execução de 82,2 % (Norte) e 79,2 % (Leste). A obra é construída por etapas e os cronogramas de execução do empreendimento priorizam a sequência construtiva do “caminho das águas” do projeto, ou seja, das captações até os estados que serão beneficiados.
Além dos 477 quilômetros de obras lineares projetadas, o empreendimento engloba a construção de quatro túneis (um dos quais de 15 km de extensão), 14 aquedutos, 9 estações de bombeamento e 27 reservatórios.
Seca histórica
Em setembro o G1 percorreu 19 cidades do interior do Rio Grande do Norte e constatou os efeitos da pior estiagem dos últimos 100 anos no estado. À época, o Ministério da Integração Nacional não confirmava a data para a chegada das obras da transposição do Rio São Francisco ao Rio Grande do Norte.
O MI explicou que as águas do Velho Chico virão até o RN de duas maneiras. Uma delas é com a perenização do rio Piranhas/Açu. Significa que as águas do rio, que nasce na Serra do Piancó, na Paraíba, devem ser represadas pela barragem de Oiticica antes que elas desemboquem na barragem Armando Ribeiro Gonçalves.
A outra forma de a água chegar ao estado será com a construção um sistema denominado Ramal Apodi, uma etapa da obra que faz parte do chamado Eixo Norte da transposição. Por este ramal, as águas deverão correr por canais, túneis, aquedutos e barragens, totalizando 115,5 quilômetros de extensão. Para isso, ainda de acordo com o Ministério, estima-se que 857 propriedades terão que ser relocadas ou os donos indenizados em treze municípios da Paraíba, Ceará e no próprio Rio Grande do Norte.
Em solo potiguar, a transposição afetará famílias em Luís Gomes, Major Sales e José da Penha, por onde o ramal passará até chegar ao açude público de Pau dos Ferros, de onde as águas partirão até Angicos, já na região Central do estado. Ao final do percurso, 44 municípios devem ser beneficiados.
Ações de convívio com a seca
Devido aos longos períodos de seca e estiagem no país, principalmente no semiárido do Nordeste, o governo federal intensificou a gestão e a aplicação de políticas públicas para amenizar o impacto das perdas econômicas e sociais nas áreas atingidas. Por essa razão, o MI investe em outras obras hídricas estruturantes e em ações emergenciais.
Entre as obras hídricas estruturantes estão o Cinturão das Águas (CE), a Vertente Litorânea Paraibana (PB), o Canal do Sertão Alagoano (AL), a Adutora Pajeú (PE e PB), a Adutora do Agreste (PE), a Barragem de Ingazeiras (PE) e a Barragem de Oiticica (RN).
Considerado uma ação estruturante, o Programa Água para Todos já beneficiou mais de cinco milhões de brasileiros. O programa consiste na implantação de tecnologias de uso da água para o consumo próprio ou para a produção de alimentos e a criação de animais.
O Água Para Todos implementou, por exemplo, 876,5 mil cisternas e 2,1 mil sistemas simplificados de abastecimento. O programa recebeu R$ 5,2 bilhões em investimentos e já atendeu 17 estados - nove do Nordeste. Font: G1.

Blog o BILL NOTICIAS

Reservatório de Sobradinho só com 12% da capacidade

O ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, afirmou ontem (14), que o reservatório de Sobradinho, o segundo maior do País em quantidade de água, deverá atingir seu volume morto até dezembro, por causa da grave situação hídrica que atinge a região Nordeste. "Estamos com dificuldade muito grande nos reservatórios do Nordeste. Isso é fato. Sobradinho deve zerar de fato neste ano e vai para o volume morto em dezembro", disse.

Há três anos, Sobradinho, localizado nos municípios de Sobradinho e Casa Nova, na Bahia, sofre com escassez de água que afeta todo o Rio São Francisco. Em novembro do ano passado, no fim do período seco, o reservatório chegou à sua situação mais crítica, com volume de água correspondente a apenas 1,11% de sua capacidade total, situação que só passou a melhorar em dezembro, com o início do período chuvoso.

Ontem, dados do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), órgão responsável pela coordenação e controle da operação da geração e transmissão de energia no País, apontavam que o reservatório, principal caixa d’água do Nordeste, registrava 12% de sua capacidade plena. No início de setembro, o ONS informou avaliar a possibilidade de reduzir a vazão de Sobradinho, de 800 para 700 metros cúbicos por segundo.

Nos cálculos do órgão, se for mantida a vazão atual de 800 metros cúbicos - já muito abaixo e fora dos padrões de 1.100 m³ exigidos pelo Ibama -, Sobradinho pode chegar a um resultado negativo de 15% de seu volume morto no fim do ano que vem. O assunto está em análise pelo Ibama e pela Agência Nacional de Águas (ANA). "Usaram os reservatórios mais do que o recomendável, na expectativa de chover, em 2013 e 2014", comentou Coelho Filho.

O ministro disse que está avaliando a possibilidade de contratar uma obra para retenção da água do mar que entra no Rio São Francisco, a partir de sua foz, na divisa de Sergipe com Alagoas, situação que tem se agravado por conta do baixo volume de água do rio.

A falta de água no Nordeste também está comprometendo as operações de usinas térmicas a carvão instaladas no porto de Pecém, no Ceará, porque são unidades que usam muita água para resfriar suas turbinas. Há estudos em andamento para que essas unidades passem a usar água do mar. O governo do Ceará já admitiu a necessidade de ter de cortar o abastecimento dessas unidades ou aumentar o preço da água fornecida para as termoelétricas.

O ministro de Minas e Energia também informou ontem que o rombo das seis distribuidoras de energia do grupo Eletrobras - Cepisa (Piauí), Ceal (Alagoas), Eletroacre, Ceron (Rondônia), Boa Vista Energia (Roraima) e Amazonas Energia - chega a R$ 1,81 bilhão até junho, uma conta que cresce mensalmente.

DÍVIDAS

De acordo com o ministro, foi aprovada nesta semana pela Agência Nacional de Energia Elétrico (Aneel) resolução que disciplina o acesso dessas empresas endividadas a fundos do setor elétrico, como a Reserva Geral de Reversão (RGR). O objetivo é usar o dinheiro para quitar as dívidas. Os repasses, no entanto, serão feitos como empréstimos, com regras para serem quitados nos anos seguintes. Fonte: Pe Noticias.


Blog do BILL NOTICIAS

Governadores de 14 estados ameaçam decretar calamidade financeira

Governadores de pelo menos 14 estados do Norte, do Nordeste e do Centro-Oeste ameaçaram decretar situação de calamidade financeira, caso o governo federal não conceda a ajuda de R$ 7 bilhões para repor as perdas com os repasses federais. Por cerca de duas horas e meia, eles se reuniram com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, e pressionaram pela concessão de um auxílio para compensar a queda de receitas.
De acordo com os governadores, o objetivo é que os 14 estados soltem uma nota conjunta na próxima semana para alertar o governo federal. Caso a ajuda não seja concedida, eles pretendem decretar o estado de calamidade financeira, como o Rio de Janeiro fez em junho. Do Nordeste, apenas Ceará e Maranhão não tomariam a medida.
Pela proposta apresentada hoje, os governadores pediram a antecipação de R$ 7 bilhões de recursos da repatriação (pagamento de tributos sobre recursos mantidos no exterior) que entrarão nos cofres federais até o fim de outubro. Originalmente, os estados propunham que a ajuda fosse equivalente à queda total de R$ 14 bilhões nos repasses da União ao Fundo de Participação dos Estados em 2016 em relação ao ano passado.
Além dos governadores do Norte e do Nordeste, governadores do Centro-Oeste e do Paraná pediram o pagamento de R$ 1,9 bilhão que o governo federal deve ao fundo que garante a reposição das perdas tributárias da Lei Kandir, que isenta as exportações de produtos agropecuários de Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Todos os anos, os estados precisam negociar com a União o pagamento da compensação.
O encontro reuniu governadores do Distrito Federal e de 16 estados: Acre, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Goiás, Mato Grosso, Paraíba, Pernambuco, Paraná, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Roraima, Sergipe e Tocantins. Segundo o governador do Piauí, Wellington Dias, o governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, compareceu à reunião em solidariedade aos estados do Norte e do Nordeste. Em junho, o estado recebeu ajuda financeira de R$ 2,9 bilhões da União após decretar estado de calamidade financeira.
De acordo com Dias, o governo federal está em débito com os governos do Norte e do Nordeste, que, mesmo com baixo nível de endividamento, entraram no acordo para renegociar a dívida dos estados com a União. “A economia do meu estado está crescendo. A receita com ICMS [do Piauí] está aumentando, o que está caindo são as transferências do Fundo de Participação dos Estados [repasses da União]. O dinheiro que falta ameaça a saúde pública, a manutenção das cadeias. A ajuda federal precisa ser imediata”, disse.
Segundo o governador da Paraíba, Ricardo Coutinho, Meirelles informou que, no momento, a União não tem condições de conceder o auxílio aos estados. De acordo com ele, o ministro informou que a equipe econômica precisa conhecer o montante que entrará com a repatriação para ver se conseguirá cumprir a meta de déficit primário – resultado negativo sem considerar os juros da dívida pública – de R$ 170,5 bilhões para 2016.
“O problema todo é que, neste país, quem fez o dever de casa, se endividou menos, cortou gastos, diante de uma crise de três anos em que o PIB [Produto Interno Bruto] caiu 7%, a maior depressão econômica que esse país já viu, se vê hoje na condição de que todo trabalho feito corre o risco de ser perdido por falta de um auxílio que se faz necessário”, advertiu Coutinho. Fonte: Edenevaldo Alves.


Blog do BILL NOTICIAS

Mulheres do Vale publicam carta aberta contra violência de gênero e cobram ações das autoridade



“Pela presente carta, as mulheres do Vale do São Francisco manifestam indignação frente às constantes práticas de violência e seus gêneros, que se revelam novamente com mais um fato brutal que assola nossa sociedade. O trágico episódio de duplo homicídio das jovens Bruna e Taiane, no dia 05 de setembro de 2016, que ao saírem de casa para o trabalho tiveram seus sonhos de vida interrompidos pela violência contra nós, mulheres, é exemplo do cotidiano das múltiplas violências que sofremos e que persistem em nossa sociedade.
Não podemos compactuar com esse tipo de prática dessa cultura de desrespeito e agressão ou qualquer forma de manifestação de violência aos nossos direitos, aos nossos corpos. Exigimos das nossas autoridades todo empenho na investigação e punição aos culpados deste crime, como tentativa de reparar a dignidade daqueles que conviviam com Bruna e Taiane, mas também queremos ratificar a necessidade de atenção à vida das mulheres que integram a sociedade do Vale do São Francisco que se vê a mercê de violências múltiplas, contínuas disfarçadas ou escancaradas.
Nós, mulheres, conclamamos todos a se engajar com maior atenção às nossas pautas sociais, tais como a questão dos horários de funcionamentos das Delegacias Especializadas de Atendimento à Mulher(DEAMs), uma vez que não se concebe uma delegacia de crimes contra mulheres ter horário estabelecido para funcionamento, quando somos mortas a cada hora e meia no Brasil. Somos nós que estamos sendo dizimadas em nosso dia a dia, e pouco se tem feito para anular essa barbárie contra nossos corpos. Os maiores índices de violência ocorrem nos finais de semana, e é quando as DEAMs estão fechadas. A cada cinco minutos uma de nós é agredida e, como se não fosse suficiente, a cultura do machismo, do ódio e do estupro se instala em nosso meio, tornando-nas as vítimas provocadoras e vitimando os culpados.
As assistências nessas delegacias devem ser dadas por mulheres, e mulheres capacitadas. Não por homens ou mulheres que não tenham o mínimo de consciência ou viés feminista, porque a humilhação a que é submetida a vítima, por pessoas despreparadas, caracteriza outros tipos de violência, que é a psicológica e institucional. Precisamos urgentemente de um Sistema Integrado de Mulheres. Nós precisamos de legitimidade, senão não teremos avanços significativos e consolidados. O patriarcado e o machismo nos matam, nos aleijam e nos calam a todo tempo. Se não fizermos algo pétreo, o círculo vicioso não será interrompido.
Além da demanda geral do ser mulher, as mulheres negras, 25% da população, sofrem duplamente pelo gênero e pela raça. Todo sofrimento é dobrado para nós. Carregamos o estigma da escravidão e da inferioridade por sermos pretas e mulheres. Somos objetificadas e simbolizadas como exclusivas para o sexo, e não para a assunção de cargos políticos/ empresariais/públicos, para o sexo e não para o protagonismo, para o sexo e não para o casamento. Morremos em partos por falta de anestesia, pois a dosagem que nos é aplicada é menor do que a aplicada em mulheres brancas, pois somos consideradas fortes, de modo que, conforme o discurso comum, “aguentamos mais a dor”. As mulheres negras ainda são as maiores vítimas da violência obstétrica e hospitalar de modo geral, e o estado brasileiro é responsável por isso, quando não faz recortes de raça na saúde pública; quando não trata o povo negro na sua especificidade imunológica e/ou patológica.
Cobramos, nessa instância, às faculdades e universidades do Vale do São Francisco, às secretarias municipais de educação, às secretarias municipais de cultura, às secretarias municipais de diversidade e inclusão, bem como demais órgãos públicos juntamente com movimentos sociais e sociedade civil, que se criem espaços de diálogos, debates e construção de conhecimento em torno das questões de gênero e raça, com vistas a desconstruir a cultura machista, racista e homofóbica que se instalou entre nós e que só enxerga a necessidade de mudança quando a vítima é alguém próximo.
Não é demais lembrar que após o brutal feminicídio de Bruna e Taiane, nós, mulheres, ficamos ainda mais inseguras de sair de nossas casas para o trabalho, para a escola ou para onde quer que seja. Todos os dias pensamos que qualquer dia pode ser uma de nós. Aliás, Bruna e Taiane são uma de nós, um pedaço de nós que todos os dias é arrancado e pouco a pouco nos silencia, humilha, destrata, maltrata e reprime nossas roupas, nossos gestos, nossos jeitos, castrando o que somos em detrimento de nossa segurança e bem estar.
Chega! Queremos sair de nossas casas a qualquer hora para fazer qualquer coisa, sem o medo cotidiano do estupro, do rechaço ou das agressões verbais, psicológicas, financeiras. Continuamos querendo que todos tenham garantidos os direitos humanos nas penitenciárias ou periferias, mas que esses direitos venham atrelados a outros direitos como educação, saúde, moradia, cultura, diversidade. Precisamos conjuntamente construir políticas públicas e pautar um governo para fazer conosco, e não para nós. Nesse sentido, cobramos das autoridades políticas e jurídicas a justiça. Não apenas a justiça punitiva, mas a justiça que antes de punir desenvolve instrumentos de politização, conscientização e educação, sem temer a possibilidade de colaborar para a formação de sujeitos críticos, conscientes e politizados.
Não desistiremos. Não recuaremos. Lutaremos, sim. Lutaremos até que todas sejamos livres.”
Mulheres do Vale do São Francisco
Petrolina/PE, 12 de Setembro de 2016.
Fonte: Edenevaldo Alves.

Blog do BILL NOTICIAS

Pânico no centro de Petrolina. Bandidos assaltam no comércio, atropelam dois pedestres e são presos

A Policia Militar através da ROCAM rendeu na noite desta terça-feira(13) ao lado do Hospital Dom Malan, três bandidos que saíram em fuga e que foram alcançados pela unidade policial.

Os elementos quando sentiram a presença da Policia se atrapalharam e na fuga terminaram atropelando duas pessoas, um homem e uma mulher que estavam em um ponto de ônibus em frente ao Hospital Neorocárdio e bateu em um veiculo, sendo alcançados pela policia que deu ordem de prisão aos elementos.

Os dois atropelados foram atendidos pela unidade do SAMU e encaminhados ao Hospital Universitário, em estado grave.

Segundo informações, os elementos foram flagrados furtando um estabelecimento comercial no centro da cidade de Petrolina. Um de 31 anos e o outro de 21 anos foram presos. O terceiro conseguiu fugir. Foram encontrados com os assaltantes:um notebook, três aparelhos de celular, duas carteiras, uma câmera digital, a quantia de R$ 731 e 12 gramas de maconha.

Os elementos foram encaminhados para a Delegacia do Ouro Preto. Aguardem novas informações.(Fotos encaminhadas pelo whatssapp)
Fontes: Vinicius de Santana.


Blog do BILL NOTICIAS

Afrânio é conhecida como a “terra do doce”, mas também é, “a terra das Praças limpas e lindas”

Praça Bem Vindo Ramos
Para quem está distante da terra do doce, Afrânio PE, no sertão do São Francisco, cidade que faz divisa com os estados do Piauí e Bahia, vejam como estão lindas as nossas Praças. Tem um ditado que diz: “pela porteira se conhece a fazenda”. Nesse caso direi: “pelas Praças se conhece a cidade”. Um outro dia conversando com um amigo do estado Ceará, ele me questionou o seguinte. Quem cuida dessas Praças amigo? E eu antes de responde-lo, também lhe fiz uma pergunta. Disse, qual o motivo da curiosidade amigo? E ele completou dizendo: “Rapaz eu venho passando por várias cidades desse “nordestão”, e cidades do porte dessa encontrei diversas, mas não vi tão organizada e de Praças tão belas como Afrânio, quando perguntei quem cuidava das Praças, é porque queria ter a oportunidade de conhecer essa pessoa e parabeniza-la por cuidar tão bem dos cartões postais da cidade e por dar exemplo de como se deve fazer para manter o nível de uma cidade em alta”.
Praça em frente da Matriz no centro
Fiquei tão feliz com a observação que o amigo cearense fez, que decidi fotografá-las e compartilhar com os leitores do blog a beleza das nossas Praças, e o cuidado que os responsáveis tem com elas.
Afrânio é conhecida como “a terra do doce”, mas está se tornando conhecida também como a cidade das praças limpas e lindas.(Blog G.Silva)
Praça em Frente a Prefeitura de Afrânio
Fonte: Vinicius de Santana.


Blog do BILL NOTICIAS

Fiscalização da Adagro apreende no Ceasa do Recife pimentões do Ceará com excesso de agrotóxicos

Uma fiscalização realizada por técnicos da Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco, na terça-feira (12), no Ceasa do Recife, resultou na apreensão de quase 18 quilos de pimentão com presença de agrotóxicos não autorizados para a cultura.

Segundo a assessoria do órgão estadual, os laudos laboratoriais apontaram a presença da substância identificada por acefato. No Brasil, a utilização desse produto é permitida na aplicação foliar das culturas de algodão, amendoim, batata, citros, feijão, melão, soja e tomate rasteiro (com fins industriais), e no tratamento de sementes de algodão e feijão destinados ao plantio.

O trabalho foi resultado de um convênio existente entre Adagro e Ceasa, pela qual mensalmente são coletadas 15 amostras de hortifrutigranjeiros para análise da presença de resíduos de agrotóxicos nos produtos comercializados no Centro. “Esse convênio existe desde 2008 e permite que a população consuma produtos que são fiscalizados quanto ao uso excessivo ou indevido de agrotóxicos. Alguns fornecedores já foram, inclusive, proibidos de vender seus produtos no Ceasa”, explicou o chefe da Unidade Estadual de Inspeção Vegetal, Silvio Varejão.

Os pimentões, originários do Ceará, foram apreendidos e incinerados, tanto no distribuidor quanto nos mercados que revendiam os produtos. O comerciante que trouxe o pimentão daquele Estado está impedido de vender seus produtos no Ceasa até que novas análises comprovem estar isento de resíduos. O distribuidor e os supermercados também foram autuados pelos fiscais da Adagro. (foto/divulgação) Fonte: Carlos Brito.


Blog do BILL NOTICIAS

Crianças e adolescentes em tratamento de hemodiálise atendidos pelo Imip ganham novo espaço multimídia

Crianças e adolescentes que passam por tratamento de hemodiálise em Pernambuco tiveram uma boa notícia nesta quarta-feira (14). O Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira (Imip), que administra o Hospital Dom Malan (HDM) e a Unidade de Pronto Atendimento e Atenção Especializada (UPAE) de Petrolina, recebeu a doação de equipamentos multimídia desenvolvidos pela Casa da Criança e doados pelo Ministério Público (MP) da 6ª Região à Nefrologia Pediátrica. A novidade, chamada de Q’Alegria, é uma metodologia inovadora que leva entretenimento aos pacientes durante as sessões de hemodiálise, proporcionando uma melhor qualidade ao tratamento.

Foram instaladas oito cadeiras com monitores para promover a recreação dos pacientes infanto-juvenis em tratamento no setor. “Com a novidade, as crianças e jovens poderão, durante a hemodiálise, assistir a vídeos, jogar videogame, se conectar à internet e desfrutar do sistema de cromoterapia, que pode acalmar o estado emocional dos usuários, a partir da mudança das cores”, explicou a presidente da Casa da Criança, Patrícia Chalaça, responsável pelo desenvolvimento do Q´Alegria.

Mais de 300 crianças na faixa etária de zero a 14 anos são atendidas por mês no Serviço de Nefrologia Pediátrica do IMIP. Destas, 36 estão em terapia renal, ou seja, realizam hemodiálise. Em média, são três sessões de hemodiálise por semana, que duram 4 horas, e, em casos de insuficiência renal, a criança necessita realizar hemodiálise diariamente. Mais de 90% dos pacientes que fazem o tratamento são provenientes do interior de Pernambuco. Com o espaço, o desconforto causado pelas longas sessões será amenizado, gerando mais humanização ao atendimento.

Repercussão

A notícia repercutiu em Petrolina. “O nosso usuário é único. Portanto, em todo estado, o Imip oferece atendimento humanizado e serviço de qualidade”, pontua a coordenadora da unidade, Magnilde Alves. (fonte/foto: Ascom UPA 24h/UPAE/foto divulgação.


Blog do BILL NOTICIAS

Feijoada beneficente arrecadará dinheiro para dono de loja incendiada na Cohab Massangano

Amigos de Elvis Reis, dono de uma loja de peças e acessórios de motos que foi destruída por um incêndio na manhã do último domingo (11) na Cohab Massangano, zona oeste de Petrolina, realizarão, neste domingo (18) uma feijoada beneficente para arrecadar dinheiro que custeará a reforma do estbelecimento.

O bilhete da feijoada custa R$ 10,00 e dá direito, além do prato do dia, a uma tarde de piscina e som ao vivo no espaço Zé Matuto, Bairro Padre Cícero. A feijoada será servida a partir das 13h.

“Tem muita gente ajudando. Só podemos agradecer. Mesmo depois desse incêndio que acabou com tudo na loja. Pudemos perceber o quanto de amigos possuímos. Vamos vender todos os bilhetes, a Feijoada será um sucesso”, frisou, esperançosa, Isadora Rodrigues, noiva de Elvis.

Além da feijoada, também será realizada uma rifa de um ar-condicionado, seminovo, 9.000 BTUs, com instalação doada pela empresa Artec. A rifa está sendo vendida a R$ 5 e o sorteio está previsto para o dia 12 de outubro. Quem quiser adquirir a cartela, o contato é o (87) 9 8813-7173, de Isadora. O mesmo contato serve para a venda do bilhete que dá direito à feijoada.Fontes: Carlos Britto.


Blog do BILL NOTICIAS

Lagoa Grande: Justiça condena Dhoni Amorim por propaganda irregular

Em Lagoa Grande (PE), no Sertão do São Francisco, o prefeito e candidato à reeleição, Dhoni Amorim (PSB), foi punido pela Justiça Eleitoral. A decisão condenatória, após trânsito em julgado, foi proferida pelo juiz da 137ª zona eleitoral, Josilton Reis, que aplicou a multa de R$ 5 mil por propaganda irregular em foto sua e de seu vice no comitê de campanha. De acordo com a decisão, o chefe do executivo usou um tamanho acima do permitido pela legislação.

Vale ressaltar que a coligação foi intimada e recorreu. Porém nem o Ministério Público Eleitoral (MPE), nem o juiz aceitaram a defesa, que decidiu pela condenação. Esta decisão pode ser consultada pelo número do processo no site do Tribunal de Justiça Eleitoral, descrito no documento acima.
Fonte: Carlos Brito.


Blog do BILL NOTICIAS