quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Fiscalização da Adagro apreende no Ceasa do Recife pimentões do Ceará com excesso de agrotóxicos

Uma fiscalização realizada por técnicos da Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco, na terça-feira (12), no Ceasa do Recife, resultou na apreensão de quase 18 quilos de pimentão com presença de agrotóxicos não autorizados para a cultura.

Segundo a assessoria do órgão estadual, os laudos laboratoriais apontaram a presença da substância identificada por acefato. No Brasil, a utilização desse produto é permitida na aplicação foliar das culturas de algodão, amendoim, batata, citros, feijão, melão, soja e tomate rasteiro (com fins industriais), e no tratamento de sementes de algodão e feijão destinados ao plantio.

O trabalho foi resultado de um convênio existente entre Adagro e Ceasa, pela qual mensalmente são coletadas 15 amostras de hortifrutigranjeiros para análise da presença de resíduos de agrotóxicos nos produtos comercializados no Centro. “Esse convênio existe desde 2008 e permite que a população consuma produtos que são fiscalizados quanto ao uso excessivo ou indevido de agrotóxicos. Alguns fornecedores já foram, inclusive, proibidos de vender seus produtos no Ceasa”, explicou o chefe da Unidade Estadual de Inspeção Vegetal, Silvio Varejão.

Os pimentões, originários do Ceará, foram apreendidos e incinerados, tanto no distribuidor quanto nos mercados que revendiam os produtos. O comerciante que trouxe o pimentão daquele Estado está impedido de vender seus produtos no Ceasa até que novas análises comprovem estar isento de resíduos. O distribuidor e os supermercados também foram autuados pelos fiscais da Adagro. (foto/divulgação) Fonte: Carlos Brito.


Blog do BILL NOTICIAS

Nenhum comentário:

Postar um comentário