segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

PSB e Rede tomarão rumos diferentes nos Estados



Sérgio Lima/Folhapress: BRASÍLIA, DF, 15.12.2013: SEMINÁRIO/REDE - Primeiro

A ex-ministra Marina Silva e o pré-candidato a presidente da República Eduardo Campos disseram neste domingo que a aliança Rede - PSB não será imposta nos estados nas eleições de 2014.
A criadora do 'clandestino' Rede (não obteve registro no Superior Tribunal de Justiça – STJ) disse em coletiva em Brasília, que os dirigentes das legendas estarão livres para fazer coligações de modo a observar o melhor para as questões locais.
'A nossa aliança não é verticalizada, não estabelece para a lógica dos estados a mesma lógica que temos no plano federal', disse Marina. Ela e o governador de Pernambuco participaram hoje do primeiro seminário programático da Rede, realizado em Brasília e que também teve a presença de caciques do PSB.
Eduardo Campos concordou com a criadora da Rede acerca das peculiaridades regionais. 'Problemas nos Estados o nosso partido dentro dele próprio já tem, imagina quando a gente soma os dois', disse em tom descontraído o presidenciável pernambucano.
O socialista, sem citar nomes, usou como parâmetro para dificuldades de alianças a conturbada relação do PT da presidente Dilma Rousseff com o PMDB do vice, Michel Temer.
'Ora, há 90 dias (antes da aproximação com Marina Silva) estávamos em uma linha. Fizemos outra e hoje a gente tem muito menos problema do que eles que vivem juntos a todo tempo'.
Eduardo procurou, mais uma vez, passar ideia de que Marina e a Rede também serão protagonistas no pleito que se aproxima. 'Não precisamos ficar dando explicação um ao outro sobre posição que tomamos'. (Do portal BR247)

Blog do Bill Art´s

Nenhum comentário:

Postar um comentário