sábado, 7 de dezembro de 2013

Cirurgias oncológicas são realizadas em até um mês depois de diagnóstico no CEONCO


image 
Em 23 de maio deste ano entrou em vigor a Lei 12.732/12, sancionada pela presidenta Dilma Rousseff em novembro de 2012, que estabelece o prazo de até 60 dias para início de tratamento, pelo Sistema Único de Saúde (SUS) de pacientes com câncer após registro de diagnóstico em prontuário médico. Em Petrolina, o Centro de Oncologia Dr. Muccini (CEONCO) da Associação Petrolinense de Amparo à Maternidade e a Infância (APAMI) realiza procedimentos quimioterápicos e cirúrgicos oncológicos em até um mês depois do diagnóstico.
De acordo com o Ministro da Saúde, Alexandre Padilha, essa é uma medida tomada como desafio, mas que com o envolvimento da sociedade e dos gestores locais é possível oferecer um tratamento adequado do câncer. A fila de espera no CEONCO em Petrolina já conta 60 pacientes e por mês são realizadas em média 16 cirurgias.
De acordo com o cirurgião oncológico, Murilo Farias, o CEONCO está atendendo a um número considerável de cirurgias pélvicas, com destaque para a incidência de câncer do colo do útero, nas mulheres, sendo a única instituição de saúde pública na cidade a cumprir em até 30 dias, antes mesmo do prazo estabelecido pelo governo federal. “Têm surgido cada vez mais pessoas com câncer na região, o que acresce nossa demanda, mas estamos trabalhando para que haja maior celeridade no tratamento oncológico, evitando problemas futuros como o alastramento da doença”, afirmou Farias.
Entre os desafios do CEONCO para 2014, com o intuito de melhorar o atendimento para a população do SUS da região, estará o aumento do leque de serviços de oncologia cirúrgica, incluindo o número de procedimentos de mama. Atualmente, o CEONCO atende, por mês, cerca de 24 pacientes, quase um por dia.
ASCOM
Blog do Bill Art´s

Nenhum comentário:

Postar um comentário